Estamos Bem

Estamos Bem Nina LaCour




Resenhas - Estamos Bem


185 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Bruna Oliveira 16/01/2021

O livro é sobre perda, sobre não vivenciar o luto. Achei interessante a história, o livro é bem curto, a narrativa as vezes passa muito depressa, não se aprofundando nas cenas. Senti que tudo ficou aberto, desde os sentimentos de Marin em relação ao amor, amizade etc...
É uma leitura para não criar grandes expectativas.

comentários(0)comente



Sasa 11/01/2021

Um livro sobre o luto.
Estamos bem é um daqueles livros que te fazem pensar muito sobre diversas coisas, a principal delas é a questão da solidão, uma coisa desconhecida que lhe faz falta, o luto, a perda. A escrita é simples porém te transmite com muita força os sentimentos da personagem.
Ele tem um estilo de sequência de voltar ao passado e voltar novamente para o presente, normalmente essas transições sempre mostram a emoção evidente de saudade, de amor, mas também de tristeza.
Foi um dos livros que li em 2020 e que me fizeram pensar e repensar diversas vezes, tinha momentos que tive que parar a leitura para poder absorver as coisas com mais calma. Outra coisa que eu realmente gostei a inclusão que a autora deu para a comunidade lgbt, o auto descobrimento e as questões da dificuldade também são mostradas no livro, de uma forma sutil e não tão aprofundada mas ela está lá em cada detalhe minúsculo do livro.
Acompanhar o desenvolvimento e saber os medos da personagem foi muito bom de se ler, mostrando que a melhora não é feita em um piscar de olhos e sim em pequenos e lentos passos.
comentários(0)comente



Fernando Perosa 10/01/2021

um livro super sensível que fala sobre luto e solidão. marquei várias passagens que me tocaram, mas não me conectei muito com o livro, esperava gostar mais.
comentários(0)comente



Anaysap 07/01/2021

O livro mostra o sofrimento de Marin ao perceber que sua vida não era como ela imaginava, mostra sua indignação em imaginar que a única pessoa da família, e que ela muito amava, fosse capaz de mentir. Em um momento de luto, ela se sente enganada. Essa sensação de viver em uma mentira só faz com que ela se afaste das pessoas que a amam e mergulhar em um começo de depressão. Porém o livro também mostra que nas nossas amizades também cultivamos uma família e que pode tornar o nosso lar.
comentários(0)comente



readwithcoffee 04/01/2021

A história é razoável, não me conectei muito com os personagens e achei aquele final meio... er. Não criei expectativas por já ter lido algumas resenhas, mas mesmo assim esperava mais.
comentários(0)comente



04/01/2021

O livro fala sobre perdas, sobre sentimentos, achei bem sincero
comentários(0)comente



Fe Greco 31/12/2020

Nada
Já viu um livro onde não acontece absolutamente nada? Pois bem...
comentários(0)comente



Suzana.Toledo 29/12/2020

Bem razoável
Comecei a leitura bem animada por já ter lido outras resenhas sobre o livro, mas para mim a história foi desenvolvida com muitas pontas soltas, não consegui me conectar com a Marin e fiquei sem entender muitas partes precisando voltar para ler novamente.

A leitura é rápida e para ler de uma vez pelo livro ser curto.
comentários(0)comente



Vasya 25/12/2020

Eu Não Estou Bem, E Ai?
“A vida é fina e frágil como papel. Qualquer mudança repentina pode rasga-lá.”


#193 - Meu deus eu só queria chorar em certo ponto, esses livros com titulo "estamos bem, estou bem, Eleanor Oliphant está muito bem" me destrói de uma forma que vou te dizer, não e brincadeira!

Minha prima sempre me recomendou esse livro e hoje quando eu olho pra ela eu penso “o que você tem contra mim?”, nossa senhora a história do avô dela foi uma paulada em minha cabeça, e não sei se foi esse fato ou porque o livro tem esse ar melancólico mas eu me senti triste em boa parte dele, e mesmo que eu tenha bebido da fonte do desalento o tempo todo, eu recomendo, muito mesmo, porque ele é muito bom e bem escrito - e triste pra caralh*.
comentários(0)comente



Vanessa.Cristina 24/12/2020

História melancólica sobre luto e solidão
Marin experimenta uma profunda solidão. E quanto mais ela sente solidão, mais ela se isola de todos.
Mais do que a dor do luto, são as descobertas que faz após a morte de seu avô que a levam questionar sua relação com ele e com seu passado. Ela percebe que a solidão sempre esteve presente em sua vida, mesmo antes de sua morte.
A relação homoafetiva com sua melhor amiga fica em segundo plano no enredo. Na verdade, não se trata de uma história romântica homoafetiva, mas de luto e solidão.
O final é "feliz", mas a história é melancólica do início ao fim.
Enquanto lia, refleti o quanto é importante os amigos verdadeiros. Aqueles que não desistem de nós, mesmo quando aparentemente não queremos ser ajudados. Há momentos que precisamos que alguém nos resgate de nós mesmos.
comentários(0)comente



Carol 24/12/2020

Como vc encara o luto??
?O problema da negação é que, quando a verdade chega, você não está pronta?.
Essa foi a minha última leitura concluída, inicialmente eu achei que ia ser um livro de romance bem bestinha, mas quando eu comecei a lê vi que o romance não é o foco do livro.
Como vc lida com o luto, tanto quando vc perde uma pessoa muito especial, quando uma amizade é rompida, quando vc perde a confiança que vc tinha com uma pessoa, quando tudo Oq vc sabe de uma pessoa morreu pq vc vê que tudo era uma mentira??
Marin perdeu a sua mãe quando era muito pequena e desde então ela viveu apenas ela e o avô em sua cidade natal.
O livro é dividido em duas partes, ela em sua cidade natal e ela em seu dormitório da faculdade engolida pela dor, ao longo do livro explica o pq ela der ido embora e ela tendo que encarar o seu passado e ela vem evitando.
O que LaCour consegue passar claramente ao leitor, através do nosso coração que palpita com tristeza, é a imensa solidão que mora com aquela menina. O anseio interno dela de acreditar que está tudo bem quando claramente não está. O desejo de crer que o que ela precisa é estar sozinha, porque não vê ninguém ao seu redor para a socorrer, deixando assim um vazio que a consome, porque fica oculto até estar grande demais para ser ignorado.
Apesar de parecer uma história pesada, e leitura é bem rápida e fluida.
comentários(0)comente



Myka 22/12/2020

Estamos bem
Ainda estou chorando, de tão emocionante que esse livro é !!
comentários(0)comente



Ana 13/12/2020

Um livro comovente, melancólico, que fala sobre morte, tristeza, solidão, família, amizade, sexualidade e perdão. Eu levei um tempo para realmente me conectar com a história, porque a primeira metade foi um pouco confusa, mas a segunda metade fluiu facilmente.
comentários(0)comente



Elisa 12/12/2020

Um livro ok
O livro é ok, rápido de ler e com um enredo mais calmo, que fala sobre tristeza e solidão.
Não é nada marcante, mas um passatempo ok.
comentários(0)comente



185 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |