Querubins: A rebelião da luz

Querubins: A rebelião da luz Martha Ricas




Resenhas - Querubins: A rebelião da luz


12 encontrados | exibindo 1 a 12


Agno / @bookbus1 18/01/2018

QUERUBINS: A REBELIÃO DA LUZ
Não é de hoje que venho falando para vocês o quanto gostei dos livros da Martha Ricas. Finalizei mais um e me sinto na obrigação de reforçar essa indicação. Leiam!

Nesse volume temos como protagonistas o Querubim Salatiel e a Atalaia Hana. Com uma narrativa um pouco diferente do habitual, a autora nos conta sobre a primeira rebelião nas terras angélicas, onde não imaginaria haver a presença do mal.

Devo confessar que minha preferência pela Querubin Ashira foi abalada, mas mesmo nesse livro, para mim, ela foi incrível. Salatiel é um personagem muito forte, com suas características e personalidade bem traçadas, tornando-o assim um dos meus favoritos.
Hana é o tipo de garota problemática, que acaba procurando nas coisas erradas a atenção que não possui em casa. A pressão no Japão para ser uma pessoa bem-sucedida na vida é muito grande, e quando as coisas não conspiram para tal sucesso, acaba complicando ainda mais a situação.

A autora aborda também temas importantes de serem debatidos na nossa literatura, com responsabilidade e discernimento ela nos contas sobre problemas psicológicos e distúrbios alimentares, alertando sempre a importância de se ter alguém para conversar sobre isso.

Acho que entre todos os livros dela, esse foi para mim o mais emocionante, me tocou mais profundamente. Algumas das páginas finais ficaram marcadas com algumas gotas de lágrimas minhas.

O livro é curto, não quero entrar em muitos detalhes e acabar dando spoilers para vocês, mas reforço, leiam essa série, pois lhes dou garantia de uma leitura fluída e cheia de belas reflexões.

Beijos! - Ág
comentários(0)comente



@poesia.as.claras 08/07/2018

A Rebelião da Luz e o Brilho das Palavras
Demorei muito pra começar a escrever o que virá a seguir. O motivo? Distanciar-me da história foi necessário para falar do livro. Sim. Livro. Porque não não importa o quanto eu viaje o mundo, o melhor caminho pra mim sempre será o literário.

Mais uma vez perdida no reino dos céus, das plumas e das palavras de Martha Ricas, foi difícil pousar. Já que pousei, registro aqui as sensações que a Rebelião da Luz imprimiu em mim.

Terceiro volume da saga Queribuns, o livro de Salatiel - o anjo dourado, supera quaisquer expectativas. Uma obra ousada, envolvente e acima de tudo, brilhante. Assim como os demais títulos da autora, existe uma predileção pelo leitor que se sensibiliza com histórias envolvendo os guerreiros de Deus e, é claro, batalhas épicas entre anjos e demônios. Soma-se ao enredo a narrativa magistral da autora, que nos leva tanto a campos de batalha, quanto ao Trono.

Atrelada a todas as questões celestiais temos ainda uma jovem de espírito partido por todos os seres demoníacos que vê.

A sina da atalaia não é fácil de carregar, principalmente pra alguém que enfrenta, entre outros males, uma forte depressão.

A doença, que pode ser considerada um dos maiores problemas do séc XXI, é tratada com sensibilidade e respeito, nunca sendo glamourizada.

Em dada circunstancia Hana se permite dividir seu fardo com alguém de costas largas e asas majestosas. A partir daí, descobrimos mais sobre a natureza humana e seus limites. Uma obra que em momentos serve somo espelho para que olhemos nossa própria face.

A clássica luta entre o bem e o mal é repaginada na visão atual e marcante de Martha, que nos traz personagens emblemáticos e já conhecidos, como o anjo caído Lúcifer, sem nunca perder os traços característicos de SUA literatura. Somos surpreendidos por novas faces, e nos encantamos por sua visão afiada do Céu.

As cenas de luta, como de costume, nos tiram o fôlego, e só o devolvem ao final do livro, nos deixando com uma saudade no peito que só pode ser aplacada pela continuação da saga.

A literatura é uma porta aberta, pela qual deixamos a luz entrar. E como "Lâmpada para meus Pés" as palavras de um certo querubim me levam a um lugar melhor.

Espero ansiosa pra saber mais sobre os atalaias e qual vai ser a missão que o Anjo os entregará.

Pra descobrir a relação entre o Querubim Salatiel, a jovem atalaia Hana e você leitor, é preciso ficar até a ultima página. É preciso se desarmar e voar nas asas dessa obra. Se deixe guiar pela Luz.

Fica aqui meu convite.

Façamos rebelião?

#querubins #salatiel #literatura #lançamento #editorapendragon
comentários(0)comente



Marriete 18/11/2017

A Rebelião da Luz ? Resenha Autora: Martha Ricas Editora: Pendragon ISBN: 9788595940123 Pág: 209
Hana não é uma garota feliz. Filha única de um casal de empresários de sucesso, vive seus dias de forma solitária, sem amigos ou conhecidos com quem conversar. A única interação que tinha com seus pais refletiam sempre em cobranças, no seu modo de ser, vestir e nas notas escolares. Sua família era um importante clã da sociedade japonesa, e, como tal, seus pais se sentiam envergonhados por sua filha ser tão apagada e aparentemente sem talento.

 

As coisas pioram para Hana quando sua prima Nayu vai morar em sua casa e passa a ter a atenção de todos ao seu redor. Nayu muda toda a rotina de Hana e a leva a ter experiências que antes seriam inadmissíveis. Como era previsto as coisas saem bem erradas e Hana se joga no limbo de sua culpa. Quando parecia estar no fim de toda sua angústia, o querubim Salatiel a auxilia e trilhará junto com ela um caminho que poderá levá-la a cura de seu coração e das feridas de sua alma. Através das próprias experiências de Salatiel, Hana perceberá que ainda existe esperança para si.

 

A Rebelião da Luz é um livro magnífico que me prendeu de tal forma que o li em menos de 24 horas. Além de retratar o nascimento de nossos queridos querubins Salatiel, Chaya e Ashira, nos fala da guerra que culminou na queda de Lúcifer, e, descendo ao plano terreno, nos faz enxergar com um pouco mais de clareza as tormentas do ser humano. Ver Salatiel deixar seus sentimentos aflorarem, o distanciou do aspecto guerreiro e lutador, nos deixando conhecê-lo com mais profundidade e amá-lo ainda mais. Agora, consigo além de imaginá-lo, visualizá-lo. Para mim ele é real.

 

Martha também trata de assuntos delicados, como anorexia, bulimia e suicídio com uma delicadeza e respeito que me contagiou. Poucos são os autores nacionais que buscam tocar nesses tópicos, talvez por receio de não conseguir passar as emoções claramente. Esse com toda certeza não é um problema para Martha, que consegue alcançar nosso coração tão profundamente.

 

Recomendo muito a leitura!

 

#ArebeliãoDaLuz#MarthaRicas#Resenha#MarryAquinnah#Atalaias#Querubins#AutoraNacional#LiteraturaNacional#LiteraturaBrasileira#AmoLer#Instabooks
comentários(0)comente



Natasha 08/01/2018

Um livro avalassalador
A rebelião da luz é o terceiro volume da série Querubins. Para conferir a resenha dos dois primeiros livro basta clicar aqui para a resenha de “A sentença da espada” e aqui para “a balança do coração”.

Essa resenha não contém spoiler dos volumes anteriores.

A rebelião da luz continua com as histórias marcantes características da autora. É um livro intenso, com cenas fortes, personagens avassaladores e uma trama que te instiga e o faz querer devorar o livro.

Nesse volume acompanhamos Salatiel, o Dourado, um anjo com habilidades diferenciadas, além de um aguçado intelecto, que logo chamam a atenção de Lúficer. Este começa a treinar Salatiel, que logo se vê no centro de uma guerra como o céu jamais viu. A guerra que mudaria drasticamente o mundo como conhecidos pelos anjos. um conflito que exigiria decisões, escolha de lados.

No presente acompanhamos Hana Toshida, uma jovem japonesa que já não possui perspectivas de vida. Atitudes tomadas por ela em seu passado, a fizeram percorrer um caminho que ela acredita não ter mais volta. Sua vida muda, porém, quando o apartamento vizinho começa a ser ocupado por um belo rapaz de olhos de gelo e longos cabelos quase brancos, conhecido como Salatiel.

O livro traz temas fortes, como depressão, automutilação, síndrome do pânico, o que dá ao mesmo uma carga pesada, que fez meu coração apertar em muitos momentos. Também aborda um tema já conhecido, a guerra do Céu; porém, a maneira como a autora desenvolveu, a riqueza com que detalhou as cenas, fez com que se tornasse algo inovador.

Acho que nunca saberei colocar em palavras o que eu senti ao ler as cenas do embate travado pelos anjos. Era tão intenso, tão vívido, meu coração se enchia de sentimentos; angústia, tristeza, raiva, paz. E isso que é genial nos livos da autora; apesar dos temas pesados, a presença angelical em nosso mundo nos mostra que podemos ter esperança, que há alguém zelando por nós.

A edição do livro está linda. A capa apesar de possui um padrão diferente das anteriores por se tratar de outra editora é bem harmoniosa. A diagramação está linda, com ilustrações no início dos capítulos. A rebelião da luz foi uma leitura avassaladora. Além da história incrível, foi maravilhoso também reencontrar a Chaya e a Ashira nesse livro e vivenciar um pouco mais da amizade dos três. Este volume tornou-se meu favorito. E Querubins, uma das melhores fantasias que já li. Agora fico aguardando ansiosamente pelas próximas histórias dos querubins

site: https://milvidasliterarias.wordpress.com/2018/01/08/resenha-querubins-a-rebeliao-da-luz-martha-ricas/
comentários(0)comente



CuraLeitura 09/01/2018

Um dos melhores livros que já li na vida
A Rebelião da Luz é o terceiro livro da série Querubins, da autora Martha Ricas, e é o livro de Salatiel, conhecido como O Dourado.

Diferente dos outros dois volumes, este se passa nos tempos quase atuais, em Tóquio, no ano de 2015. A atalaia desta vez é Hana Toshida (lê-se Haná), uma jovem cheia de problemas psicológicos decorrentes de um passado sombrio.

Hana sofre de anorexia, depressão, ansiedade, síndrome do pânico e outros tantos males que são consequências de uma infância e adolescência difíceis, sem a presença física e emocional dos pais, a constante pressão por ser boa em alguma coisa (tirar notas boas, por exemplo) e a influência de sua prima Nayu.

Enquanto está trancafiada em uma espelunca num bairro pobre de Tóquio, sem saber o sentido de sua vida miserável, Hana ganha uma nova chance quando conhece seu novo vizinho, um cara estranho que transborda luz e paz e que está disposto a ajudá-la.

Em seus encontros, Salatiel mostra a Hana seu passado, desde sua criação até a queda dos anjos rebeldes, liderados por Lúcifer. Ao "assistir" as lembranças do querubim, as próprias lembranças de Hana vêm à tona, de forma dolorosa, mas que, segundo Salatiel, curarão a alma ferida da moça.

Entre passado e presente, lembranças de Salatiel e Hana, conhecemos as histórias dos dois personagens e os acontecimentos que culminaram na grande guerra celestial.

Eu nunca li um livro que me trouxesse tanta paz, de uma maneira que só lendo para sentir. A presença de Salatiel, sua luz e bondade, saiam das páginas e me preenchiam de uma forma indescritível.

A autora colocou tanta luz e bondade no personagem que é impossível não sentirmos essa luz e essa bondade passar para nós conforme a leitura avança.

A mudança de Hana foi tão incrível que foi impossível não me emocionar com o livro. O caminho para o perdão foi árduo, mas a presença do querubim a auxilou.

O livro é narrado em primeira pessoa tanto por Salatiel quanto por Hana, mas em momento algum a troca de locutor deixa a leitura confusa.

As lembranças foram descritas de uma forma que me deixaram louca para saber o que viria a seguir, tanto as lembranças de Sal como as de Hana.

É um livro repleto de amor, de amizade, de perdão e de saber que não estamos sozinhos.

Foi para mim uma leitura incrível, uma das melhores da minha vida, que me emociona só de lembrar.

Sobre a parte física do livro: é o primeiro livro da editora Pen Dragon que eu recebo e gostei muito do material utilizado, que foi de excelente qualidade. A capa é linda e a diagramação também, o que deixam a leitura mais atraente. A revisão está muito boa e eu só tenho elogios pra esse livro.

Se você já leu os outros Querubins, leia logo A Rebelião da Luz. Se não leu, não perca a oportunidade de ler uma série que vai mudar sua vida.

site: www.curaleitura.com.br
comentários(0)comente



Inspirações Paralelas 12/01/2018

É tão bom perceber que 'não estamos sozinhos" e quando a cura chega, tudo muda.
Terminei esse livro renovada!

Eu não sabia o que esperar do livro do Dourado, mas sabia o que esperar da querida escritora Martha Ricas! Seu talento com a escrita é algo quase palpável!

A Rebelião da Luz nos apresenta de forma majestosa, Salatiel, o querubim dourado, que ao lado de suas amigas de parceiras celestiais, Chaya e Ashira enfrentará uma das piores batalhas do céu: a rebelião da luz.

Alguns pontos importantes para mim nesse livro são:

A história se passa no Japão. Martha Ricas parece quebrar algum tipo de barreira da escrita contemporânea ao contextualizar seus livros em lugares e épocas bem diferentes dos da maioria de seus colegas. É louvável essa interação com outras culturas, mesmo que talvez não seja a premissa da escritora.
A personagem coadjuvante, Hana Toshida, traz uma carga emocional for

Arcanjo Gabriel expulsa os anjos rebeldes - entre eles, Lúcifer - do Paraíso. Quadro de Luca Giordano
tíssima, onde com maestria a escritora trata de um assunto muito discutido e também muito polemizado na atualidade: a depressão. O leitor consegue 'ver' a guerra interior de Hana, ao mesmo tempo em que percebe o contexto em que ela está inserida, podendo tecer a história com toda sua magnitude, onde real e metafísico,
entrelaçam-se harmoniosamente, trazendo ao leitor um viagem inesquecível!

Hana é um nome japonês, sim rsrs! A escritora explica isso no livro :) (lê-se Haná) Achei isso interessante, pois nunca ouvi um nome assim.
Lúcifer tem uma participação importante e talvez, para muitos, seja apresentado de forma inimaginável!
A diagramação do livro está impecável, a revisão também e a capa é a mais linda entre os 3 livros!
O epílogo é ... típico de escritores malvados que querem nos fazer sofrer até o próximo livro HAHHA! Que saia muito em breve , Martha , querida!




Por que você deve ler esse livro? Ou O que aprendi com esse livro.

Além do que comentei acima, é tão bom perceber que 'não estamos sozinhos" e quando a cura chega, tudo muda. Que, às vezes, a cura vem de forma impensável, inimaginável com a qual nem podemos sonhar.

Onde quer que estejamos, seja lá qual for a maneira, a situação ou a profundidade , mesmo que perdidos dentro de nós, há uma chama de esperança! Alguns a chamam de energia ou pensamento positivo, outros de carma, outros de Deus, outros de luz... Hana chamou de Salatiel. Ele foi o tratamento que ela precisava para reconhecer em si a cura, a força e a transformação que desejava, mas não sabia externar. Ele sabia exatamente o que ela sentia, porque havia sentido em si mesmo, com seus próprios atos e dúvidas.

É certamente, um livro de superação, aventuras e muitos conflitos interiores.

site: http://cadernodalua,com
comentários(0)comente



Suka - Pensamentos & Opiniões 15/01/2018

Terceiro livro da autora Martha Ricas e posso afirmar sem medo de errar que é tão maravilhoso quanto os dois primeiros.
Em Rebelião da Luz, Salatiel é que será enviado a Terra em missão, dessa vez na cidade de Tóquio.
Enquanto, ele ajuda a Atalaia Hana Toshida a se encontrar, iremos conhecendo a própria história de Salatiel.
Sal teve como mestre Lúcifer, antes dele tentar tomar o lugar de Deus, e ele passará por provações em sua vida, onde deverá optar pelo bem ou pelo mal e enquanto ele apresenta sua história para Hana, também vamos conhecendo a dela.
Filha de pais ricos, não tinha a menor atenção e carinho com ela, sendo rejeitada por sua aparência e falta de progresso na escola, seus pais sempre colocava o trabalho em primeiro lugar.
Até que Hana terá sua vida modificada quando sua prima Nayu irá morar em sua casa após perder ps pais e fará mudanças em Hana, incentivando-a a consumir drogas, álcool e até mesmo pratica a bulimia.
Todas as escolhas tem consequências, tanto para humanos, quanto para querubins.
Mais um livro que tirou lágrimas e me fez refletir.

site: http://www.suka-p.blogspot.com.br
comentários(0)comente



ClauClau 19/02/2018

Querubins - A Rebelião da Luz – O Livro de Salatiel
Este livro daria um filme maravilhoso (já falei isso, anteriormente nos outros livros da Martha)! Esse é o meu sentimento, pois a cada enredo lido, fico mais feliz com a qualidade dos autores brasileiros. Hoje, vou falar dessa lindeza de livro e da criatividade e inspiração da autora.

Este é o último livro da trilogia Querubins, intitulado de A Rebelião da Luz – O livro de Salatiel. Apesar de ser uma trilogia não é necessário ler os outros para entender a estória, pois todos tem um ponto final, mas lendo os anteriores que falam de duas querubins guerreiras: Chaya em “Querubins – A Sentença da Espada – livro I e Ashira em “Querubins - A Balança do Coração – livro II o leitor irá entender melhor a cumplicidade desses Querubins.

Para os leitores que já estavam acompanhando os Querubins esse livro veio finalizar com chave de ouro.
Nesse enredo poderemos acompanhar o surgimento dos querubins, a amizade construída entre eles e a grande batalha travada no plano celestial devido ao ciúme, ganancia e a rebeldia, mas irá nos apresentar a estória de Hana uma jovem oriental que viu seu mundo desabar frente as fraquezas da alma.

Um livro narrado em primeira pessoa, muito bem contado ricamente elaborada e irresistivelmente surpreendente. Martha é uma dessas autoras que consegue nos prender com seus enredos de querubins com dosagens suaves e fortes em meio a batalhas. Os personagens são bem construídos e cativantes. Com uma bela diagramação e uma das capas mais bonitas da trilogia.
Esse livro me emocionou, principalmente por ser o último da trilogia e me surpreendeu a cada página virada e me fez pensar:
Temos que nos permitir, nos aceitarmos não como querem que sejamos e sim como somos com nossos acertos e erros, que nunca é tarde para relembrar e mudar o curso das nossas vidas e que devemos estar sempre alerta, pois o mal só espera a vulnerabilidade das pessoas para se instalar!

Resenha na íntegra no blog




site: euleiosimedai.com.br
comentários(0)comente



GeL 07/03/2018

Resenha para o blog Garotas entre Livros
A Rebelião da Luz é o terceiro livro da série Querubins da nossa autora parceira Martha Ricas, e é definitivamente o melhor livro escrito pela Martha, e vou explicar os motivos.

Mas antes, um breve resumo sobre a história.

A Rebelião da Luz traz Salatiel, o Dourado que conhecemos nos livros anteriores, como protagonista. Ele recebe a missão de ajudar uma jovem japonesa chamada Hana, a passar pelo processo de cura física e mental. Hana, sofre de transtorno alimentar, depressão, síndrome do pânico e outras doenças que surgiram ao longo de sua adolescência. Foram vários os fatores que levaram nossa mocinha ao ponto em que está até seu primeiro encontro com o Querubim Dourado, e, ao lado dele ela começa seu processo de cura.

O passado de ambos tem muitas similaridades, então como parte desse processo, Salatiel apresenta a Hana sua história. É quando tudo começa a tomar uma nova proporção no livro, pois ao contrário dos anteriores, dessa vez estamos no céu e conhecemos como foi o nascimento dos nossos três querubins, suas designações como guerreiros e treinamentos.

Mas o livro vai além e mostra um acontecimento histórico do céu, que foi a rebelião de Lúcifer e a queda de vários anjos que decidiram se rebelar contra Deus. Em paralelo, vamos tendo vislumbres de uma Hana adolescente com baixa autoestima e que aos poucos vai se perdendo.

Será que, uma vez tocado pela semente da dúvida, toda inocência estava para sempre perdida?

O livro segue um crescente perfeito com as histórias de Salatiel e Hana se cruzando. Ele mostrando suas imperfeições e o que o levou a tomar péssimas decisões, enquanto ela vai relembrando o passado e sua chegada praticamente ao fundo do poço. É quando temos o trunfo do livro.

Esperança.

A mensagem em A Rebelião da Luz é de que há esperança.

Esperança para a jovem, que fez péssimas escolhas ao ponto de quase perder tudo e por isso viver cercada por uma culpa pesada e constante. Esperança para um anjo, que apesar da confusão de más escolhas, encontrou a redenção e lutou para provar ser merecedor da mesma.

A batalha era se fôlego de vida.

Eu não tenho palavras para dizer o quanto esse livro me tocou, é de uma sensibilidade e verdade absurda e eu só tenho a dizer: Parabéns Martha e obrigada por essa história!

Aos leitores: Leiam!

Sobre a edição, sensacional! Eu ainda não tinha livros da Pendragon apesar de conhecer a editora, e fiquei muito satisfeita com o trabalho deles. Eu sempre reclamo muito com editoras sobre os livros nacionais, do cuidado que se deve ter com a revisão principalmente, e a Pendragon me surpreendeu positivamente, nem tudo perfeito, mas aceitável/perdoável. Parabéns!

E é isso pessoal, agora é só aguardar e esperar pelas próximas aventuras dos Querubins!

site: http://www.garotasentrelivros.com/2018/03/querubins-a-rebeliao-da-luz-3.html
Juh @sonhodelivro21 07/03/2018minha estante
Que resenha incrível ??


GeL 14/03/2018minha estante
Obrigada Juh




Barbara Lima 18/04/2018

Resenha para o blog Garotas entre Livros
Literatura nacional na área galera!!!
A Rebelião da Luz é o terceiro livro da série Querubins da nossa autora parceira Martha Ricas, e é definitivamente o melhor livro escrito pela Martha, e vou explicar os motivos.

Mas antes, um breve resumo sobre a história.


A Rebelião da Luz traz Salatiel, o Dourado que conhecemos nos livros anteriores, como protagonista. Ele recebe a missão de ajudar uma jovem japonesa chamada Hana, a passar pelo processo de cura física e mental. Hana, sofre de transtorno alimentar, depressão, síndrome do pânico e outras doenças que surgiram ao longo de sua adolescência. Foram vários os fatores que levaram nossa mocinha ao ponto em que está até seu primeiro encontro com o Querubim Dourado, e, ao lado dele ela começa seu processo de cura.

O passado de ambos tem muitas similaridades, então como parte desse processo, Salatiel apresenta a Hana sua história. É quando tudo começa a tomar uma nova proporção no livro, pois ao contrário dos anteriores, dessa vez estamos no céu e conhecemos como foi o nascimento dos nossos três querubins, suas designações como guerreiros e treinamentos.

Mas o livro vai além e mostra um acontecimento histórico do céu, que foi a rebelião de Lúcifer e a queda de vários anjos que decidiram se rebelar contra Deus. Em paralelo, vamos tendo vislumbres de uma Hana adolescente com baixa autoestima e que aos poucos vai se perdendo.

Será que, uma vez tocado pela semente da dúvida, toda inocência estava para sempre perdida?

O livro segue um crescente perfeito com as histórias de Salatiel e Hana se cruzando. Ele mostrando suas imperfeições e o que o levou a tomar péssimas decisões, enquanto ela vai relembrando o passado e sua chegada praticamente ao fundo do poço. É quando temos o trunfo do livro.

Esperança.

A mensagem em A Rebelião da Luz é de que há esperança.

Esperança para a jovem, que fez péssimas escolhas ao ponto de quase perder tudo e por isso viver cercada por uma culpa pesada e constante. Esperança para um anjo, que apesar da confusão de más escolhas, encontrou a redenção e lutou para provar ser merecedor da mesma.

A batalha era seu fôlego de vida.

Eu não tenho palavras para dizer o quanto esse livro me tocou, é de uma sensibilidade e verdade absurda e eu só tenho a dizer: Parabéns Martha e obrigada por essa história!

Aos leitores: Leiam!

Sobre a edição, sensacional! Eu ainda não tinha livros da Pendragon apesar de conhecer a editora, e fiquei muito satisfeita com o trabalho deles. Eu sempre reclamo muito com editoras sobre os livros nacionais, do cuidado que se deve ter com a revisão principalmente, e a Pendragon me surpreendeu positivamente, nem tudo perfeito, mas aceitável/perdoável. Parabéns!

E é isso pessoal, agora é só aguardar e esperar pelas próximas aventuras dos Querubins!

site: https://www.garotasentrelivros.com/2018/03/querubins-a-rebeliao-da-luz-3.html
comentários(0)comente



Portal Geeker 29/01/2019

Resenha: Querubins - A Rebelião da Luz
"Um livro incrível! Lindo! Que fala sobre cura. Extremamente forte, poderoso e impactante que vai dar uns sacodes na vida de muitas pessoas, uns tapas na cara e uns socos também… assim como 13 Reasons Why fez, mas de uma forma mais angelical e com muita luz e sem vinganças porque o objetivo aqui não é chocar as pessoas e sim mostrar o quanto a vida é valiosa e que por maior que seja o problema ou a ferida, seja no corpo, na mente ou na alma, sempre há um fio de esperança. Temos apenas que deixar a luz entrar, pois a cura é possível, basta acreditar.

Um livro que fala sobre dor e sofrimentos profundos, força de vontade, arrependimento sincero, a essência da bondade, o árduo caminho para a liberdade, o amor que Deus tem por todos nós, o propósito da vida, da existência de cada um, a importância de manter os olhos e o coração abertos para o amor. O amor de Deus, a compaixão, o amor próprio, o amor ao próximo…

(...)

Martha Ricas escreve divinamente e suas ideias para o enredo desta história são incríveis, originais e com um propósito lindo: mostrar as pessoas que a vida importa, mesmo que elas apenas enxerguem o oposto.

O livro em si é muito envolvente, fazendo com que o leitor queira dar forças e coragem a Hanna Toshida para que ela consiga mergulhar nas lembranças tão dolorosas de seu passado para que a curiosidade do mesmo seja saciada e ele enfim possa descobrir a verdadeira motivação do porque a personagem chegou a situação em que está no começo da história e se ela conseguirá sair dessa situação. E, claro, também torcemos para que ela supere tudo o que precisa, se recupere, fique bem e siga adiante.

Há também a necessidade de saber como foi a Rebelião da Luz, qual o papel de Salatiel nela e, principalmente, qual a relação dele com Hanna, se ele está ali realmente para ajudá-la ou se há outros objetivos. Inclusive, se há algum tipo de conexão entre a Rebelião da Luz e Hanna ou com que aconteceu com ela.

A história é dividida em três partes diferentes na linha do tempo que se alternam o tempo todo: o passado de Hanna, uma parte específica do passado de Salatiel e o presente. (...)

No presente, Salatiel foi enviado com a missão de ajudar Hanna a encontrar a cura para a sua alma, mente e corpo. E para que isso aconteça, ele faz com que Hanna enfrente o passado dela, trazendo à tona as lembranças mais dolorosas. Na tentativa de encorajá-la, Salatiel mostra, aos poucos, uma parte importante, diferente, porém, igualmente dolorosa de seu passado.

Será que Salatiel conseguirá ajudar Hanna? Será que Hanna vai permitir que o Querubim a ajude? Será que ela vai conseguir? Será que ela vai querer se curar? #LeiaOLivro! É apaixonante!"

Leia a resenha na integra em nosso blog!

site: https://portalgeekers.wordpress.com/2019/01/28/resenha-querubins-a-rebeliao-da-luz-de-martha-ricas/
comentários(0)comente



Micaela | @ninfadomar 03/04/2019

A rebelião da luz
Nesse terceiro livro do universo angélico criado pela autora Martha Ricas, somos apresentados a Hana Toshida (lê-se Haná) uma jovem que não têm (aparentemente) motivos para viver e se isola de tudo e todos em um apartamento sujo e mal iluminado em uma das periferias do Japão contemporâneo. Apesar de vir de uma família abastada, a mesma opta por ficar longe de tudo que remetesse aos erros cometidos no passado.
.
Com um passado cheio de más decisões, Hana se desfaz em um estado presente lamentável. Sem conseguir se desligar dos erros se afunda em doenças e distúrbios psicológicos, definhando cada dia mais até a chegada de um vizinho de áurea iluminada que mostra uma saída de forma pouco convencional para o seu estado atual.
.
Salatiel é um querubim que preza acima de tudo a honra e lealdade e tem como missão dar a Hana o menor estímulo de vida possível. Através de fatos ocorridos com o querubim onde o mesmo é tentado por Lúcifer, aprendemos juntamente com Hana algumas lições valiosas e entre essas o poder da fé.
.
Vou ser sincera, não sou religiosa e nunca fui mas confesso que esse livro me tocou de uma maneira diferente, a forma como a autora nivela a história de uma garota com distúrbios psicológicos e de um querubim que tem sua lealdade colocada a prova faz o livro ser intenso sem perder o toque de fantasia épica que as obras têm. Sem dúvidas o livro mais tocante da autora até agora ( fez quase eu me desfazer em lágrimas) e o que mais me conquistou.
.
Temos obviamente, a presença das querubins Chaya e Ashira, protagonistas dos dois livros anteriores. Foi simplesmente maravilhoso saber mais sobre essas duas guerreiras, confesso que me apeguei mais a Chaya dessa vez.
.
Um livro rápido de ser lido e que com certeza mexe com o emocional de qualquer um ❤

site: https://www.instagram.com/p/BfBYS_Pj5cn/
comentários(0)comente



12 encontrados | exibindo 1 a 12