Mulheres Sem Nome

Mulheres Sem Nome Martha Hall Kelly




Resenhas - Mulheres Sem Nome


154 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Ligia 14/08/2022

Um livro incrível que merecia ser muito mais conhecido
Mulheres sem nome não é mais um livro que se passa na segunda guerra mundial, ele é um dos melhores livros que já li na vida.
O livro trás 3 momentos, o antes, durante e depois da guerra.
E 3 personagens em destaque:
Caroline, ex-atriz e voluntária de uma organização que auxilia órfãos e família francesas.
Herta, alemã, médica, a grande antagonista da história, que vai para o campo de concentração ?cuidar? das prisioneiras e realizar a mando em nome de Hitler experimentos com as refugiadas polonesas.
Kasia é uma dessas vítima do Reich de Hitler.
A história é contada pelas 3 em capítulos intercalados.
O livro é rico em informações, a leitura flui e desperta a ânsia do leitor em cada fim de capítulo.
comentários(0)comente



Cyntia 09/08/2022

Nem parece ser real...
Em narrativa alternada, "Mulheres sem nome" relata a história de três mulheres envolvidas com a Segunda Guerra e suas consequências.

A luta de Kasia, uma polonesa aprisionada em um campo de concentração junto de sua mãe (matka) e da irmã Zuzana.

Caroline, uma norte-americana que se envolveu em inúmeras frentes de auxílio a vítimas da guerra, bem como às "coelhas", apelido dado às polonesas que foram usadas como cobaias de experiências cirúrgicas realizadas nos campos de concentração.

Herta, uma médica alemã que, em busca da realização do sonho de atuar como cirurgiã e ser reconhecida por seu trabalho, acabou exercendo a profissão de forma não planejada.

* * *

Trata-se de um livro que relata os horrores dos campos de concentração e alguns desdobramentos do período pós-guerra.

Trata-se de uma obra com trechos tão chocantes, que parecem ter sido inventados, mas que, infelizmente, fizeram parte de um dos mais tristes episódios da história mundial.

Ainda assim, o livro não me arrebatou, muito embora, durante alguns dias, eu tenha me flagrado pensando nessas mulheres, em seu sofrimento e em tudo o que enfrentaram.

Recomendo àqueles que gostam de romances históricos.

Não classifiquei melhor porque acho que o texto poderia ter sido um pouco mais sofisticado. Em alguns capítulos, senti um pouco de superficialidade. Não sei se é atribuição da tradução, mas, como avalio o texto no meu idioma, é essa a resenha.
comentários(0)comente



Rafa 02/08/2022

Livro forte e comovente
Uma história comovente e dolorosa sobre terríveis fatos ocorridos durante a 2a. Guerra. Baseado em fatos chocantes e pessoas reais, mulheres polonesas que serviram de cobaias para terríveis experimentos médicos, mulheres capazes de se unir diante de tanta adversidade e da luta travada para permanecerem vivas. Mulheres que doaram seu tempo e sua energia para ajudar quem precisava. Uma estória de superação.
comentários(0)comente



Aline 29/07/2022

Segredos terríveis
O livro é um romance que se passa durante a Segunda Guerra Mundial e retratando a vida de mulheres reais, que viveram o período, revelando segredos que foram guardados a décadas. A leitura do livro é super fluída, cheia de conteúdo e detalhes. Eu não sou uma grande conhecedora de romances que se passam nesse período, mas sem dúvidas, a leitura mais rica em detalhes históricos, me deixando incomoda com o tamanho sofrimento das mulher no campo de concentração. Através das personagens, conhecemos a realidade das mulheres da época e os abusos que sofriam dos nazistas. O sofrimento que os poloneses passaram durante e após a guerra. Os campos de concentração existiam, mas muitos não sabiam o que realmente se passava ali dentro. A narrativa se passava em primeira pessoa e vem sendo alternada entre as três protagonistas, Caroline, Kasia e Herta, seguindo distintas até que elas se encontram e se conhecem em algum momento da narrativa. É uma leitura impressionante e difícil, pois não é fácil ler sobre algo tão terrível quanto a segunda guerra, os horrores que as pessoas sofreram e continuaram mesmo depôs de estarem supostamente livres dos campos, porém ao mesmo tempo foi enriquecedora. É uma história muito emocionante das três mulheres comuns e muito diferentes que tiveram suas vidas completamente mudada pela guerra.
comentários(0)comente



Ivy (De repente, no último livro) 16/07/2022

Impactante e melancólico
Eu dificilmente leio livros sobre a Segunda Guerra. O tema me satura fácil, mas este livro me chamou a atenção desde que soube dele. Lilac Girls apresenta personagens reais, que realmente fizeram parte da história da Segunda Guerra, e o mais interessante, um dos narradores é justamente Herta Oberheuser, médica nazista responsável por vários experimentos no campo de concentração de mulheres de Ravensbruck. Outra narradora, também personagem real, é Caroline Ferriday, uma socialite americana que durante os anos de guerra e no pós guerra, dedicou sua vida para ajudar os mais afetados, incluídas as Coelhas de Ravensbruck, presas usadas nos experimentos de Herta e seus colegas médicos. O terceiro ponto de vista parte de Kasia, um personagem polonês inspirado na real Nina Iwanska, prisioneira do campo de Ravensbruck e cobaia de Herta e seus. Esses três pontos de vista se completam, se intercalam, e é muito doloroso ler as narrativas de Kasia e em certo ponto também de Herta. Entender o que levou uma dermatologista proveniente de família simples à ingressar nas filas nazistas e compactuar com um regime de extermínio é bastante curioso e achei que a autora fez um excelente trabalho construindo sua narrativa, baseada no testemunho da própria Herta nos julgamentos de Nuremberg.

Confesso que a parte mais chata foi os capítulos de Caroline. Durante a maior parte do livro ela não está diretamente ligada aos outros dois personagens, e a parte dela é mais cansativa, porque parece que não sai daquilo: bailes de caridade, um amor impossível por um francês casado e ela se lamentando sobre a situação dos franceses na guerra. Acabava sendo maçante quando comparado com os capítulos narrados por Kasia e Herta em Ravensbruck, bem mais impactantes e potentes.

Gostei muito do trabalho da autora, e como foi ampla sua pesquisa, se nota que Martha foi a fundo em cada detalhe, desconstruindo mitos. O fato de Kasia ser uma polonesa cristã, sofrendo experimentos em Ravensbruck (inspirada numa personagem real de idêntica caracteristica) expôem a amplitude das vítimas da guerra e o ódio geral que o regime nazista pregou aos seus.

Esse é um livro longo, com momentos mais arrastados, e outros momentos bastante chocantes. É uma leitura que considero essencial para entender bem o contexto da guerra e todos os lados envolvidos. Uma leitura que é diferente, porque foca em personagens que realmente existiram e mais ainda, lhes dá voz novamente. Gostei bastante.
comentários(0)comente



Van 12/07/2022

Perfeito é a palavra certa para definir esse livro! Uma obra prima! A autora conseguiu costurar muito bem todas as histórias e deixar o leitor ansioso para chegar ao final do livro.
comentários(0)comente



Jujuba 01/07/2022

Tocante
Faz a gente pensar em tudo que somos capazes de fazer por.nossas ideologias ainda que elas sejam distorcidas e crueis e ter esperança de que sobreviveremos ao inimaginavel da crueldade para aprender com os erros e não mais comete-los.
comentários(0)comente



Helena 28/06/2022

Começando pelo trabalho da autora. A dedicação à pesquisa que seu texto demandava, foi extraordinária. Ela não simplesmente se contentou em ficar em sua casa, pesquisar uma coisa ou outra ali. Não. Ela foi até onde sua história se passa. Ela foi ao campo de concentração e, imagino, pôde, mesmo que somente por uma pequena parcela, sentir o que aquelas prisioneiras sentiram. Provavelmente por isso, sua escrita soe tão verdadeira. Além do entrelace tão natural entre as histórias das três mulheres que, a partir de diferentes perspectivas, ilustraram os horrores dessa guerra. Um livro incrível. Que, além de trazer à luz fatos pouco conhecidos, nos faz torcer para que nada minimamente parecido ocorra de novo.
Sofiss 28/06/2022minha estante
Esse livro é maravilhoso (sofrido)




s. v. rocha 24/05/2022

retrato do inferno ? esplêndido!
"mulheres sem nome" é uma obra prima. é como um documentário, um diário, uma obra de ficção científica, tudo isso ao mesmo tempo. você se sente parte da guerra, parte do mundo caótico, parte das Coelhas, parte das Ferriday.

de maneira simples e direta, Martha Hall Kelly expõe tudo que Hitler trouxe em uma obra baseada em fatos reais. ela escancara a ferida de todas as prisioneiras, mas também se faz justa ao escancarar a vida de uma doutora alemã de campo de concentração e a de uma "ativista". Martha quer que você veja todos os prismas, sem exceção, e tire suas conclusões: nessa guerra, quem era realmente mau?
comentários(0)comente



Mireille 24/05/2022

Ao Iniciar essa leitura comecei a sentir misto de emoções, sofrimento, tristeza, raiva, decepção e ao mesmo tempo esperança.
Mesmo conhecendo tantas histórias reais sobre a guerra, lendo e assistindo, o que li nos relatos reais é trespassados com pouco de ficção dói na alma.
Mas a leitura separada de 3 mulheres diferentes e seus destinos suas visões, sua vidas trouxeram um sentimento imenso de curiosidade. Dificilmente dou 5 estrelas a um livro mais esse merecedor!
comentários(0)comente



Sandra @sandraalmeidaeseuslivros 17/05/2022

Impactante
Este livro é um soco bem dado no estômago.
A escrita da autora além de envolvente nos coloca em vários cenários horrorosos vividos na guerra. Muitas vezes me vi chorando como se estivesse ao lado destas mulheres nos campos de concentração.
Três mulheres, três pontos de vista diferentes. Uma médica alemã que trabalhava no maior campo de concentração para mulheres. Uma polonesa que foi para o mesmo campo de concentração e foi uma das Coelhas ( mulheres que foram feitas de cobaia para experiências com Sulfa) e uma francesa trabalhando em Nova York voluntariamente no consulado Francês ajudando refugiados e órfãos e que fez muita diferença na vida de muitas pessoas.
O livro nos toca profundamente e nos faz agradecer todos os dias por não estar na pele destas pessoas.
comentários(0)comente



yumi 09/05/2022

O livro é muito bem escrito, as personagens perfeitas, relata os acontecimentos da guerra e ainda por cima constrói o enredo dos personagens de uma maneira maravilhosa.
comentários(0)comente



Taty.Souza 06/05/2022

De tirar o fôlego
Detalhes do nazismo e suas manchas que continuam a corroer a todos daquela época durante anos e anos. Uma leitura fantástica, da dura realidade dessas mulheres prisioneiras, rica em detalhes e de tirar o fôlego. Indico com certeza para todos vocês.
comentários(0)comente



Marilia 01/05/2022

Muito bom!
Um livro potente e emocionante, como não poderia deixar de ser, já que é atravessado pelos horrores da segunda guerra.

O livro é contado pelas próprias personagens, que alternam a narrativa capítulo a capítulo.

O livro é envolvente, embora em alguns momentos eu tenha me perdido em detalhes que não acrescentavam tanto à história.

O mais interessante é a estrutura do texto, que permite que o leitor caminhe pelas diferentes realidades e contextos de cada uma das personagens. Essa escolha da autora leva à reflexão sobre o quanto o ser humano é capaz de despir-se por completo da própria humanidade.

Um livro que vale a pena, recomendo.
comentários(0)comente



Diuliane 15/04/2022

Para mim, no início o livro pareceu um pouco confuso e interminável, mas depois as histórias começaram a se conectar. Com certeza um grande livro que vale a pena a leitura.
Sandra 15/04/2022minha estante
Livro marcante




154 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR