A Menina que Roubava Livros

A Menina que Roubava Livros Markus Zusak




Resenhas - A Menina que Roubava Livros


2751 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Snow 21/01/2018

Maravilhoso.
O livro é sensacional, triste mas realista. Adorei o modo como a historia é contada, e todos os personagens me prenderam, sem exceção. Vale a pena a leitura.
comentários(0)comente



AlexiaLizAguiar 18/01/2018

Apaixonei-me.
Preciso dizer que fiquei impactada com essa história. Não assim que terminei, mas demorei um tempo "digerindo" essa história até que cheguei a uma conclusão: apaixonei-me. Esse, com certeza, é um dos melhores que já li. Já estou com saudades da "ladra" de livros Liesel, do menino cabelo cor de limão Rudy, do judeu (shhh!) Max Vandenburg, do papai Hans Hubermann, da mamãe Rosa (saumensch), da mulher do prefeito... mas o meu preferido foi o Rudy, sem dúvidas.
Isso não é exatamente uma resenha nem tem o modelo de uma mas, se eu tenho algo a dizer sobre esse livro é: não desista nas primeiras páginas. Pode parecer um pouco poético demais mas isso é porque quem narra é a Morte. Sim, a Morte. É por isso que não dá pra entender muito bem o início.
O livro também é um pouco lento, não é uma história muito dinâmica cheia de sensações e etc. Mas antes, é uma história contada de uma forma cuidadosa.
Leia, vá até o final. Você vai se surpreender, com certeza. Vale a pena.


Ah! e mais uma coisa: quando chegar na segunda metade do livro, pegue seus lencinhos e prepare o coração.
Luis F. Duarte 18/01/2018minha estante
Pude ler esse livro mais ou menos a três anos atrás, ele ficava na minha estante parado por eu pensar que seria mais um livro modinha ou livro adolescente porém quando o peguei para ler, passei a tratá-lo como meu livro favorito depois da Bíblia. Também pude assistir ao filme quatro vezes e são extraordinários, tanto livro quanto filme. Liesel me cativou, assim como todos os outros personagens.




larissa.malaghini 15/01/2018

384 páginas emocionantes
Assim que eu li as primeiras páginas do livro fiquei preocupada. O começo pareceu enigmático demais para mim, um tanto confuso. Porém, assim que as passei e cheguei à primeira parte do livro, tive a certeza de que a história me marcaria muito. E eu nunca estive tão certa. Posso afirmar, com total certeza, de que este é o meu livro favorito e fico muito grata de tê-lo adquirido.
A história toda, como é dito logo no início, é narrada por ninguém menos que a Morte e "quando a Morte conta uma história, você deve parar para ler". Isso pareceu me incomodar no começo, me senti um pouco desconfortável, mas ela foi uma excelente narradora, trouxe detalhes incríveis para completar a história da nossa pequena Liesel, a roubadora de livros.
O autor, Markus Zusak, consegue juntar mistos sentimentos e personagens excelentes. A história se passa durante a Segunda Guerra Mundial, na Alemanha nazista, e a Morte, nossa narradora, retrata bem o que acontece ao redor de Liesel e como isso irá afetar tudo e todos.
Além de aprender palavras em alemão com a leitura, você irá aprender a olhar o céu de uma maneira diferente e, claro, aprenderá que as palavras tem poder. Liesel "sabia o quanto uma pessoa podia ficar impotente sem as palavras". Aprenderá que o amor está presente de diversas formas, e dará valor às pequenas coisas.
comentários(0)comente



Marcela.Murad 12/01/2018

Não sei nem o que dizer..
Não sei se foi o melhor livro que já li (um dos melhores, com certeza), mas que o autor foi o melhor que já li, isso ele foi. O talento de Markus Zusak é inexplicável. Só pela narração, já vale a pena ler. Concordo plenamente com o que está escrito na contracapa: quando a morte te conta uma história, você tem que parar para ler. Com uma leitura clara, o autor nos dá um choque de realidade sobre a segunda guerra mundial. Um livro sobre esperança, perseverança, amizade, amor. Um livro perfeito. Chorei no final? Muito. Só não sei se foi pelo o que aconteceu, ou pelo fato de o livro ter acabado...
comentários(0)comente



Arthur_TSU 12/01/2018

Enrolou demais, DEMAIS MESMO para chegar onde queria. Mas ainda sim, quando chegou, foi incrível.
comentários(0)comente



Gabi 10/01/2018

Emocionante
Como pode ser ao mesmo tempo lindo, triste e emocionante? Uma história tocante sobre a guerra, sob o olhar de uma garota inocente e corajosa.

site: https://sistematicas.wordpress.com/2014/03/06/filme-a-menina-que-roubava-livros/
comentários(0)comente



Srta Costa 09/01/2018

Esse livro é aquele tipo de leitura que nunca nos cansa, e uma história em cada página, que nos envolve a querer ler mais e mais. Um dos meus Favoritos ♥
comentários(0)comente



Hal 09/01/2018

The Book Thieff
Foi através desse livro que começei a me interessar por histórias que tem como contexto a Segunda Guerra Mundial, não a segunda guerra em si, mas seu impacto na vida das pessoas. Já li outros livros sobre a guerra no ponto de vista dos Americanos, dos alemães, dos judeus e dos ingleses. Concluí que nenhum deles venceu, na verdade.
comentários(0)comente



Cris 09/01/2018

Chorei rios
A narrativa é impecável. A história apaixonante. No início, achei um pouco confuso por desatenção minha, mas logo a história pega ritmo e flui melhor.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ramonn.Bernardo 04/01/2018

A Menina que Roubava Livros
Esse livro eu tenho uma coisa com ele. Quando eu vi que lançou eu já logo mas não pude tê-lo, mas ainda assim eu consegui. Esse livro me mudou um pouco. Por causa de todo isso que ela passou. E eu gosto desse tipo de tema. Tema de guerra eu gosto. É recomendo.
comentários(0)comente



Italo.Gustav 29/12/2017

Contexto perfeito
Nazismo, Segunda guerra, Livros... Um livro que você ama, mas que é um pouco lento...
comentários(0)comente



Isa - @livros_quemarcam 27/12/2017

"Quando a morte conta uma história você deve parar para ler" é com essa frase que o livro é definido. Essa história é cativante e um tanto trágica. A narradora da história é a morte e o cenário é a Alemanha nazista. Nem toda história precisa ter um final perfeito para ser linda e comovente! Eu li esse livro ja faz alguns anos, mas ainda é um dos meus preferidos. Bem, se tem alguém que ainda não leu, não sabe o que está perdendo! Inclua ele na lista já ✔

SINOPSE
Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.
comentários(0)comente



Daniel 27/12/2017

Diferente
Ta ai, um livro interessante! Muito interessante. Prende o leitor do começo ao fim. Recomendo.
comentários(0)comente



Quelinha 20/12/2017

Simplesmente perfeito!
Julhiane 22/12/2017minha estante
Amo!


Julhiane 22/12/2017minha estante
Amo!




2751 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |