Para Amar Clarice

Para Amar Clarice Emília Amaral




Resenhas - Para Amar, Clarice


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Naia 21/09/2017

Resenha: Para Amar, Clarice
"Não esqueçamos, pois, que ler Clarice é... atravessar com a linguagem nossas zonas mais secretas de silêncio." Emilia Amaral

O livro Para Amar Clarice, (na verdade deveria incluir “mais” depois do “amar”, visto que através dos tempos o cortejo de admiradores sempre evoluiu) faz parte da coleção que a Faro Editorial criou com o objetivo de fazer com que os autores participantes corajosamente analisem com profundidade as obras de alguns escritores, permitindo aos leitores sentir uma maior aproximação com seus mestres. 

“A verdade é que algumas pessoas criaram um mito em torno de mim, o que me atrapalha muito: afasta as pessoas e eu fico sozinha. Mas você sabe que sou de trato simples, mesmo que a alma seja complexa.” CL

Sendo assim, Emilia Amaral, em 157 páginas, apresenta-nos seu pensamento analítico destrinchando um  breve estudo sobre as obras de Lispector. O leitor encontrará esse processo muito bem dividido com título e subtítulos, até mesmo há um breve perfil sobre a vida da escritora em questão. 

“É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que digo. Ou pelo menos o que me faz agir não é o que eu sinto mas o que eu digo.” CL

Clarice foi e ainda é um grande mistério a ser desvendado, tamanho foi seu silêncio (era meio
avessa a entrevista) e sua inigualável escrita, enriquecida de assuntos abstratos, preenchidos de surrealismos para nos transmitir o realismo de sua alma e que também há nas profundezas de nossas secretas indagações existenciais. Por isso, apesar de ter constatado em minha leitura que este livro foi uma boa proposta para os admiradores de Lispector, reuni algumas observações sobre pontos que me dificultaram um pouco a leitura e outros que não apreciei a ideia.

Primeiro, esperava que o livro pudesse investigar e esmiuçar com uma narrativa clara as entrelinhas dos pensamentos de Lispector, visto que a própria escritora julga-se complexa em sua forma de pensar e transmitir seus textos. É claro que para um estudo que desdobraria diversos livros em poucas páginas, é de se esperar que a leitura aconteça a longo prazo, alimentando o leitor aos poucos com as miudezas de sua investigação, sem praticidade imediata, mas, senti que ainda assim faltou um pouco mais de desembaraço nas explicações e na escolha das palavras acadêmicas inseridas na narrativa, justamente por ser um livro breve que desnuda o raciocínio da alma de Clarice para todo o público.

“...ou toca ou não toca... Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato.” CL

O segundo quesito que ao meu ver trará uma surpresa desagradável ao leitor, é o fato do sumário não especificar as obras analisadas, sendo assim, meu conselho é, somente leia Para Amar Clarice, após a leitura de algumas ou todas as suas obras. Se não houver conhecimento da história, é bem certo que será encontrado vários spoiler durante o livro, pois, obviamente, foi preciso Emilia Amaral revelar-nos o início, meio e fim das tramas, para que o estudo do mesmo fosse desenvolvido diante de nossos olhos.

Enfim, indico a leitura de Para Amar Clarice somente para os seus consagrados leitores e para os que já estão se aventurando em ler seus livros. Para o público em geral, só mesmo se houver a forte disposição em conhecer esta Diva que teve nas pontas de seus dedos a Arte de tocar o inexpressivo que habita em todos nós, e que ela profundamente nos visita até hoje por meio de suas confissões, personagens e questionamentos maravilhosamente perturbadores.

“Este livro é como um livro qualquer. Mas, eu ficaria contente se fosse lido apenas por pessoas de alma já formada. Aquelas que sabem que a aproximação do que quer que seja, se faz gradualmente e penosamente – atravessando inclusive o oposto daquilo de que se vai aproximar.” CL

site: http://www.leiturasdapaty.com.br/2017/09/resenha-para-amar-clarice.html
comentários(0)comente



"Ana Paula" 05/10/2017

Quando solicitei este livro para a editora, o fiz porque queria conhecer mais sobre as obras de Clarice e claro, entendê-las. Já li muita coisa nessa minha vida, e confesso que algumas ficaram para trás e foram parar no esquecimento. Mesmo com a pouca familiaridade que tenho com os escritos de Clarice, não queria que isso acontecesse com algumas de suas obras que já li e com outras que pretendo ler. Por isso, ao finalizar este livro, afirmo que é uma obra complexa sim, mas de grande ajuda para entender e desbravar Clarisse Lispector.

Como a sinopse diz, Emilia Amaral desdobra e analisa as principais marcas literárias de Clarice, passando para uma linguagem atual e de fácil entendimento para leitores não críticos. Contudo, não foi uma leitura fácil para mim, mesmo já conhecendo e tendo lido algo da escritora, me perdi diversas vezes em que Emilia fala sobre personagens e enredos que não cheguei a ler. Entretanto, é uma leitura gostosa, sucinta e feita com tanto amor, que você sente o carinho e respeito transbordando pelas páginas.

"Clarice Lispector capta, traduz e desvenda o "vertiginoso relance"de que tais momentos se compõem, mostrando que se constroem a partir de sentimentos contraditórios, mas jamais excludentes: náusea, nojo, repulsa, fascínio, luminosidade, paixão."

A edição da Faro Editorial está linda demais! Diagramação simples, com detalhes noa capítulos e nas citações. Também possui imagens e desenho de uma caneta tinteiro em destaque nos capítulos. Letras em tamanho confortável para leitura e bom espaçamento fazem a leitura fluir sem problemas maiores para o leitor.
A capa é um show a parte. Segue o parâmetro da coleção "Para Amar" que a Faro Editorial está lançando aos poucos, o que é perfeito e deixa a coleção ainda mais linda na estante.

Do mais, só posso indicar. Para quem é fã das obras literárias de Clarice, este livro é um prato cheio que deixará o leitor com mais água na boca! ;)

site: http://livrosdeelite.blogspot.com.br/2017/10/resenha-para-amar-clarice-emilia-amaral.html#.WdYncVtSzDc
comentários(0)comente



Minha Velha Estante 24/01/2018

Resenha da Mylena Suarez
Quando eu vi que a Faro iria lançar um livro para apresentar os elementos literários das obras de Clarice Lispector fiquei louca para ler pois gostei muito de A Hora da Estrela.

Mas eu tenho um problema sério com obras mais eruditas e cheias de mensagens nas entrelinhas, como são as obras de Clarice, por isso imaginei ter encontrado a oportunidade perfeita para entender melhor a mensagem daquela obra.

A escritora Emília Amaral em Para Amar Clarice se debruça sobre as obras da autora e esmiúça detalhes importantes e traços marcantes de sua escrita.

“...o foco deste trabalho é mais a escrita que a figura de Clarice, e seu objetivo é apresentá-la aos leitores de modo a construir um itinerário de leitura que corresponda a uma “iniciação “ orientada por elementos de seu estilo, um caminho sugerido do que observar mais : em seus temas, motivos, imagens, recursos estilísticos, obsessões.”
E é isso mesmo que a professora de literatura faz, inicialmente apresenta um breve perfil da escritora encaixando sua obra em sua vida e depois a cada capítulo se debruça sobre cada uma de suas obras mostrando os simbolismos dos personagens, os significados de cada detalhe usando trechos e tecendo seus comentários.

Cada capítulo tem um titulo próprio que se relaciona com o livro apresentado no referido capítulo além de uma imagem em preto e branco que dá um ar delicado a obra. Exemplo do capítulo 7

“A ESCRITA CALEIDOSCÓPICA OU DE COMO (NÃO) SE TOCAR A COISA COM A PALAVRA”
Água Viva (1973)

E um desenho de um rosto de perfil formado por vários pássaros voando.

Muito lindo diga-se de passagem, foi meu capítulo preferido.

No final, Emilia Amaral faz um apanhado geral de como se pode amar Clarice convidando o leitor a mergulhar mais um pouco em suas obras.

Agora vou reler A Hora da Estrela para perceber melhor sua mensagem.

Gostei bastante, me ajudou em algumas situações a ver e sentir melhor o estilo de Clarice Lispector mas, por conta da escrita um pouco rebuscada e elaborada das frases e ideias da professora, não acredito ser uma obra de simples entendimento, passando em vários momentos uma imagem mais acadêmica para quem já conhece Clarice Lispector do que uma obra para atrair novos leitores.

Beijos, Myl


site: http://www.minhavelhaestante.com.br/2017/09/livros-da-gata-para-amar-clarice.html
comentários(0)comente



Mylena @gataleitora 22/09/2017

bons estudos
Quando eu vi que a Faro iria lançar um livro para apresentar os elementos literários das obras de Clarice Lispector fiquei louca para ler pois gostei muito de A Hora da Estrela.
Mas eu tenho um problema sério com obras mais eruditas e cheias de mensagens nas entrelinhas como são as obras desta escritora. Por isso imaginei ter encontrado a oportunidade perfeita para entender melhor a mensagem daquela obra.

A escritora Emília Amaral em Para Amar Clarice se debruça sobre as obras de Clarice e esmiuça detalhes importantes e traços marcantes de sua escrita.

“...o foco deste trabalho é mais a escrita que a figura de Clarice, e seu objetivo é apresentá-la aos leitores de modo a construir um itinerário de leitura que corresponda a uma “iniciação “ orientada por elementos de seu estilo, um caminho sugerido do que observar mais : em seus temas, motivos, imagnes, recursos estilísticos, obsessões.”

E é isso mesmo que a professora de literatura faz, inicialmente apresenta um breve perfil da escritora encaixando sua obra em sua vida e depois a cada capítulo se debruça sobre cada uma de suas obras mostrando os simbolismos dos personagens, os significados de cada detalhe usando trechos e tecendo seus comentários.

Cada capítulo tem um titulo próprio que se relaciona com o livro apresentado no referido capítulo além de uma imagem em preto e branco que dá um ar delicado a obra . Exemplo do capítulo 7 :
“ A ESCRITA CALEIDOSCÓPICA OU DE COMO (NÃO) SE TOCAR A COISA COM A PALAVRA .”
Água Viva (1973)
E um desenho de um rosto de perfil formado por vários pássaros voando.

Muito lindo diga-se de passagem, foi meu capítulo preferido.

No final, Emilia Amaral faz um apanhado geral de como se pode amar Clarice convidando o leitora a mergulhar mais um pouco em suas obras.

Agora vou reler A Hora da Estrela para perceber melhor sua mensagem.

Gostei bastante ,me ajudou em algumas situações a ver e sentir melhor o estilo de Clarice Lispector mas por conta da escrita um pouco rebuscada e elaborada das frases e ideias da professora não acredito ser uma obra de simples entendimento,passando em vários momentos uma imagem mais acadêmica para estudo e entendimento de quem já conhece Clarice Lispector do que uma obra para atrair novos leitores.

4 /5 estrelas

Beijos,Myl
comentários(0)comente



Isabela | @whatimreadingbells 19/08/2018

"A experiência de ler Clarice é sempre radical, como tende a acontecer com a experiência artística, na medida em que esta transfigura a vida, recriando-a com imaginação, sensibilidade e forte carga significativa."
Emília Amaral, professora de literatura, nos apresenta logo no começo do livro como foi a vida de Clarice Lispector, desde o seu nascimento até sua morte.
A autora analisa as obras de Clarice, nos mostrando traços e detalhes característicos da literatura clariciana.
Temos a apresentação, o desenvolvimento, o processo criativo, leituras complementares e trecho dos livros: A Hora Da Estrela (1977), Perto Do Coração Selvagem (1943), Laços De Família (1960), A Paixão Segundo G. H (1964), Uma Aprendizagem ou O Livro Dos Prazeres (1969) e Água Viva (1973).
Após aprender mais sobre as obras de Clarice Lispector, temos o oitavo capítulo chamado "Para Amar Mais Clarice" onde Emília também fala sobre as variadas obras de Clarice, como O Lustre, A Cidade Sitiada, A Maçã No Escuro e por fim, suas obras infantis.
No final do livro temos as notas onde podemos encontrar o texto original de onde Emília tirou suas referências.
O livro é perfeito para quem admira e quer aprender mais sobre a vida e obras de Clarice Lispector.
comentários(0)comente



Larissa Benevides 27/10/2017

Resenha: Para Amar Clarice
"Clarice dedicou sua vida a narrar o inenarrável, a dizer o que ultrapassa as palavras, a procurar a realidade por meio de um constante e atormentado uso da linguagem que constitui o meio privilegiado através do qual se alude à coisa, ao selvagem coração da vida, à opacidade e aos mistérios do mundo intocado de forma direta pelos seres culturais e tão distantes da natureza que nos tornamos."
Clarice Lispector é um ícone da literatura e com certeza você já viu alguma frase de algum de seus livros pela internet.
Por conta da profundidade de suas histórias, quotes foram disseminados e poucas pessoas não reconhecem o nome da autora.

Este livro publicado pela Faro Editorial veio com intuito de auxiliar a leitura desta tão renomada autora. Emília Amaral apresenta algumas explicações e conexões das obras de Clarice para aqueles que gostam da escrita da autora ou aqueles que precisam ler por conta de algum estudo de literatura.

"Sou brasileira naturalizada, quando, por uma questão de meses, poderia ser brasileira nata. Fiz da língua portuguesa a minha vida interior, o meu pensamento mais íntimo, usei-a para palavras de amor. Comecei a escrever pequenos contos logo que me alfabetizaram, e escrevi-os em português."

Primeiramente vamos conhecer um pouco da vida de Clarice e como foi o desenvolvimento dela como autora.
Depois Emilia vai utilizar os capítulos para explicar um pouco sobre as principais obras de Lispector, fazendo ligações com outros contos e dando sugestões de ordem de leitura das obras. Basicamente cada capítulo tem como foco uma obra.




Muito interessante ver essa análise de como o autor desenvolve uma história aproximando o leitor da personagem ou fazendo com que se identifique com o enredo. A mensagens que estão no passar de cada página bem como os sentimentos contrário que temos lendo algumas das histórias. Como é possível sentir pena e raiva ao mesmo tempo de um personagem?

"Bloqueadas em termos de iniciativa e de decisões pela autoridade masculina, cabe às mulheres o mundo restrito, porém trabalhoso, do lar. Elas se entregam aos afazeres do cotidiano - o marido, os filhos, a casa - num esforço de organização que se torna obsessivo na exata proporção em que desse desempenho depende o seu equilíbrio interior. Ou melhor: a faina doméstica transforma-se no único horizonte preenchedor de sua carência de horizontes, da redução de sua humanidade, circunscrita a um único espaço, pequeno e portanto repetitivo, monótono, alienador."


Após realizar a leitura da análise conseguimos perceber as semelhanças que existem nos escritos e também as singularidades de cada história. Com a ordem cronológica das obras elencadas e também a ordem sugerida por Amaral, separei a lista de obras que pretendo ler começando pelos que percebi ser mais fácil de fluir a leitura comparando meu gosto literário com as sinopses e análises fornecidas.

Um livro com a escrita é simples e de fácil entendimento. Existem várias passagens das histórias que estão sendo analisadas, deixando a leitura mais agradável e completa.

A diagramação está excelente e cada início e término de capítulo vem com uma ilustração que dá todo o charme que o livro merece.



Uma ótima dica para aqueles que amam ler Clarice, aqueles que desejam começar a leitura e gostaria de uma sugestão de por onde começar e também para aqueles que estão se formando em Letras ou querem se aprofundar no estudo da literatura.

"Por meio da literatura, conhecemos outras vidas, outras histórias, outras linguagens que se incorporam a nós, e por isso ampliam nossas mentes. Ajudam-nos a ver mais e melhor quem somos, o que queremos, como enxergamos e valorizamos os outros, e também o contrário: o que consideramos menos importante, o que repetimos às vezes por hábito, o que gostaríamos de fazer e não conseguimos."

site: http://www.cladoslivros.com.br/2017/10/resenha-para-amar-clarice-de-emilia.html
comentários(0)comente



Larissa Benevides (Clã) 27/10/2017

Resenha: Para amar Clarice
"Clarice dedicou sua vida a narrar o inenarrável, a dizer o que ultrapassa as palavras, a procurar a realidade por meio de um constante e atormentado uso da linguagem que constitui o meio privilegiado através do qual se alude à coisa, ao selvagem coração da vida, à opacidade e aos mistérios do mundo intocado de forma direta pelos seres culturais e tão distantes da natureza que nos tornamos."
Clarice Lispector é um ícone da literatura e com certeza você já viu alguma frase de algum de seus livros pela internet.
Por conta da profundidade de suas histórias, quotes foram disseminados e poucas pessoas não reconhecem o nome da autora.

Este livro publicado pela Faro Editorial veio com intuito de auxiliar a leitura desta tão renomada autora. Emília Amaral apresenta algumas explicações e conexões das obras de Clarice para aqueles que gostam da escrita da autora ou aqueles que precisam ler por conta de algum estudo de literatura.

"Sou brasileira naturalizada, quando, por uma questão de meses, poderia ser brasileira nata. Fiz da língua portuguesa a minha vida interior, o meu pensamento mais íntimo, usei-a para palavras de amor. Comecei a escrever pequenos contos logo que me alfabetizaram, e escrevi-os em português."

Primeiramente vamos conhecer um pouco da vida de Clarice e como foi o desenvolvimento dela como autora.
Depois Emilia vai utilizar os capítulos para explicar um pouco sobre as principais obras de Lispector, fazendo ligações com outros contos e dando sugestões de ordem de leitura das obras. Basicamente cada capítulo tem como foco uma obra.




Muito interessante ver essa análise de como o autor desenvolve uma história aproximando o leitor da personagem ou fazendo com que se identifique com o enredo. A mensagens que estão no passar de cada página bem como os sentimentos contrário que temos lendo algumas das histórias. Como é possível sentir pena e raiva ao mesmo tempo de um personagem?

"Bloqueadas em termos de iniciativa e de decisões pela autoridade masculina, cabe às mulheres o mundo restrito, porém trabalhoso, do lar. Elas se entregam aos afazeres do cotidiano - o marido, os filhos, a casa - num esforço de organização que se torna obsessivo na exata proporção em que desse desempenho depende o seu equilíbrio interior. Ou melhor: a faina doméstica transforma-se no único horizonte preenchedor de sua carência de horizontes, da redução de sua humanidade, circunscrita a um único espaço, pequeno e portanto repetitivo, monótono, alienador."


Após realizar a leitura da análise conseguimos perceber as semelhanças que existem nos escritos e também as singularidades de cada história. Com a ordem cronológica das obras elencadas e também a ordem sugerida por Amaral, separei a lista de obras que pretendo ler começando pelos que percebi ser mais fácil de fluir a leitura comparando meu gosto literário com as sinopses e análises fornecidas.

Um livro com a escrita é simples e de fácil entendimento. Existem várias passagens das histórias que estão sendo analisadas, deixando a leitura mais agradável e completa.

A diagramação está excelente e cada início e término de capítulo vem com uma ilustração que dá todo o charme que o livro merece.



Uma ótima dica para aqueles que amam ler Clarice, aqueles que desejam começar a leitura e gostaria de uma sugestão de por onde começar e também para aqueles que estão se formando em Letras ou querem se aprofundar no estudo da literatura.

"Por meio da literatura, conhecemos outras vidas, outras histórias, outras linguagens que se incorporam a nós, e por isso ampliam nossas mentes. Ajudam-nos a ver mais e melhor quem somos, o que queremos, como enxergamos e valorizamos os outros, e também o contrário: o que consideramos menos importante, o que repetimos às vezes por hábito, o que gostaríamos de fazer e não conseguimos."

site: http://www.cladoslivros.com.br/2017/10/resenha-para-amar-clarice-de-emilia.html
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7