Derrubando as Paredes

Derrubando as Paredes Alice Clayton




Resenhas - Derrubando as Paredes


17 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Karen.Felix 09/04/2021

Que livro!
Esse livro foi uma surpresa boa. Me apeguei aos personagens, e o mocinho então ??...
Além disso me fez querer morar perto da praia...
comentários(0)comente



Anelise.Sousa 29/03/2021

Clichê sessão da tarde delicioso!
Sabe uma autora com uma escrita leve, que diverte e nos faz entregar na história? Pois foi assim que me senti com este livro! Digno de romance clichê de filme de sessão da tarde, é ótimo para nos deixar com sorrisos bobos e ares de apaixonadas! Delicinha! ??
comentários(0)comente



Nabia 02/09/2020

Ninguém tira da minha cabeça que isso é um romance de banca! Kkkkk sabe aquele romance pra esvaziar a cabeça? Apois, esse livro é um deles. O clichê que a gente gosta. Hehehe Puro entretenimento.
comentários(0)comente



Rbragab 10/04/2021

Esse livro é muito bom. A Viv é a leitora que habita em nós, procurando o seu final feliz a todo momento.
Foi uma leitura gostosa e fluida, totalmente diferente dos livros anteriores. Além de um romance super divertido.
E o final que não é nada como imaginamos! Amei...
comentários(0)comente



Camila 22/06/2020

Comédia romântica, para adultos.
Um bom e divertido livro, gostei!
comentários(0)comente



Fer 07/10/2020

A história é boa e rápida de ler, pra passar mesmo o tempo. Porém, na minha opinião, não fez muito sentido interromper a série principal com a história de personagens aleatórios.
comentários(0)comente



Monikete 10/10/2017

Derrubando as Paredes
O livros é ótimo super divertido, ri muito e me vi torcendo pela Viv durante a leitura.
Amanda 02/12/2017minha estante
Que legal, Monikete! Foi muito divertido para mim traduzir esse livro e a sua opinião é uma imensa alegria!




Adrya (@brechobooksrecife) 06/11/2017

4,5
"Suspiros" + "suspiros"!!!
Apaixonada pela estória. Pensei que fosse mais um livro erótico (e diga-se de passagem, quase não tem safadezinhas no livro), mas foi mais um livro sobre descoberta sobre si mesma, o que faz a pessoa feliz e pré-conceitos que a pessoa faz a outras sem conhecer.
Quando a Viv recebeu a doação da Casa, ela era uma pessoa totalmente diferente e foi se abrindo as possibilidades e conhecendo o que ela realmente queria após esse tempo na Casa. Foi bem legal ela lá, aprendendo, conhecendo.
E o Clark, meu Deuuus..que amor de pessoa. Ele foi desde o início, mesmo com as chatices dele, foi prestativo, atencioso com a Viv.
Enfim, pode ser que algumas pessoas não gostem, já que foge do erótico, é mais um drama sobre descobertas. Mas mesmo assim, eles irão aquecer meu coração em uma noite fria. Amei!
Amanda 02/12/2017minha estante
Adrya, também achei o máximo essa história. Muitas descobertas internas, um desfecho inusitado. A Alice Clayton caprichou mesmo nessa obra! Como tradutora, fiquei muito feliz em ler seu comentário! Um abraço




Andréa 11/11/2017

Lindo
Amei, adorei s história a forma como a autora coloca o romance . É engraçado e muito gostoso de ler.
Amanda 02/12/2017minha estante
Andréa, como tradutora da obra, fiquei contente com o seu comentário!




Hosana.Barros 13/02/2018

Livro para suspirar
Quem não quer viver um romance?
O livro derrubando as paredes é um livro para quem quer sonhar. Leitoras amantes de romances, que querem descobrir o amor, que querem se aventurar, que querem sair da rotina. Vão se identificar com derrubando as paredes. No começo estava difícil me envolver com a história, mas do meio para o final eu me rendi completamente.
Suspiros e muita emoção!!!!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Joyce Oliveira 30/04/2018minha estante
Triângulo amoroso então?


Tainara 02/05/2018minha estante
Não. Não é pois o cowboy não esta afim dela.


Joyce Oliveira 02/05/2018minha estante
Ah ok
Obrigada


Tainara 03/05/2018minha estante
;)




Cah. 13/07/2018

Só uma coisa pra dizer ...
Que livro ruim. Alice deveria ter parado na história de Simon e Caroline, que foi livro que eu gostei bastante. O melhor que eu achei na minha opinião.
comentários(0)comente



Carolina DC 28/07/2018

Vivian é uma mulher de 25 anos de idade que está pela primeira vez na vida abrindo as suas asas quando recebe uma herança de uma tia há muito esquecida. Vivian tem cinco irmãos mais velhos e foi criada pelos pais como "um dos garotos", sempre se vestindo com moletons e aprontando com os seus irmãos. O negócio da sua família é a tecnologia e a empresa do pai é um grande sucesso, com seus cinco filhos seguindo o mesmo caminho. Sem ter muita escolha, Vivian, que se dá muito bem com matemática e ciências seguiu esse caminho por um tempo também, mas seu grande amor foi sempre as artes. Ela ama desenhar, pintar e entender a simetria dos desenhos. 

A protagonista não vê sua tia há mais de quinze anos. Maude era considerada "excêntrica" por toda a família e passou as últimas décadas isolada em seu mundinho. Quando sua tia-avó Maude Perkins falece, ela deixa para Vivian seu rancho em Mendocino, Califórnia. Para Vivian, essa é uma oportunidade única de tentar viver a vida da forma como sempre sonhou e ela embarca de cabeça, viajando para o outro lado do país. 

O problema é que o rancho está caindo aos pedaços e ainda vem com um caubói a tiracolo, responsável por alimentar e cuidar dos animais. Hank é lindo, veste muito bem um jeans, mas é calado e bem, burro. Só que Vivian só enxerga o aspecto físico e acredita piamente que ele pode ser o seu herói saído dos livros que dará a ela seu final feliz.

"A Viv Subconsciente estava extremamente lasciva. A Viv Quase Consciente não tinha absolutamente nada contra isso." (p. 86)

Com um rancho centenário caindo aos pedaços, a mocinha decide reformá-lo, mas precisa passar pela comissão histórica da cidade, que é representada por Clark, um cara com ar de engomadinho que vai implicar com cada ideia que Vivian tiver referente à reforma.

Enquanto vive essa nova aventura, Vivian vai percebendo que as vezes, a pessoa ideal está mais perto do que imagina. O livro tem um romance fofo, com muitos devaneios por parte da protagonista e com a participação de velhos conhecidos da série, como Simon, Caroline, Mimi e Ryan.

"Um misterioso telefonema no meio da noite que me arrancara do meu sono. Uma ligação que despertara a minha mente com inúmeras possibilidades. Uma aventura? Um novo começo? Uma viagem para uma terra onde uma nova vida me aguardava? Uma vida com um ... - engoli em seco - ... caubói?" (p. 14)

site: http://viajenaleitura.com.br/
comentários(0)comente



Ana Paula FZ1 12/12/2018

Eu não ia ler esse livro não, pra mim, depois do segundo livro, ja tinha decidido que não ia dar continuidade a leitura da série, porque achei o segundo livro completamente desnecessário.

Quando essa série começou, com Subindo pelas Paredes contando a historia de Simon e Caroline, eu me apaixonei pela escrita da autora. Ai fui ler a série da Ruiva, e gostei muito tambem, suas historias são engraçadas, cheia de sarcasmo, mas não aquele sarcasmo podre, não, é divertido mesmo... ai ela escreveu o Arranhando as Paredes, e eu fiquei com raiva dela ter inventado historia onde não tinha.

Agora ela lançou mais 3 livros dessa série. E quando li que não era sobre o Simon e a Caroline, ai pensei, ta, vou ler... e até que gostei.

Não se tornou meu favorito...eu ainda adoro o primeiro, mas me diverti lendo a historia de Viv e seus mocinhos literários.

Viv Franklin é a unica irmã de menina no meio de mais 5 irmãos, enormes, violentos, meninos. Então sua infância foi bem moleca. Nada de frufrus cor de rosa, nada de bonecas, muito hockey, beiseball e meninos, e, casa cheia, muito cheia. Mas ela fez sua própria vida e historia. Sozinha. E teve sucesso.

Uma das coisas que Viv mais ama na vida são seus livros eróticos, suas historias fantasiosas e cheias de calor e tesão. Dai, quando ela herda uma casa, carro, bens de uma tia , de forma mega inesperada, sua vida muda muito. Agora ela é dona de uma casa que ela só visitou uma única vez, pequena, com muitas quinquilharias, muita historia que ela nem fazia ideia que existe. Logo de cara ela acha que seus sonhos molhados serão realizados graças ao cowboy Hank. Do jeitinho que seus mocinhos literários são, ela vê em Hank uma possibilidade de romance torrido e cheio de historia pra ser narrada.

Massssss, na vida e na ficção, nem tudo fica do jeito que a gente quer né. E Viv começa a enxergar outras situações em outras pessoas, e sinceramente eu adorei muito mais.

Caroline e Simon dão o ar da sua graça, Simon é amigo de Viv, e a dica que Caroline da pra Viv, dizendo que ela precisa olhar pro lado mais do que pra frente, fez com que a vida de Viv mudasse, muito...

Não posso falar muito sobre o mocinho, porque o spoiller é certo. E como a sinopse não revela nada, eu que não vou ne gente. rrss

Valeu a leitura, apesar de não ter sido minha leitura favorita, foi aquela delicinha de chick-lit pra passar o tempo.

site: http://paixaoporleituras.blogspot.com
comentários(0)comente



Bru 08/06/2020

Muito fofo
Eu comecei esse livro hoje de manhã. E conclui agora. E, eu decidi que o protagonista nerd é o meu favorito. O livro é bom, envolvente e sensual. Os protagonistas são legais e tem uma química desde o início, gato e rato, amo! O enredo é leve. Então, se você está afim de uma leitura leve para sair da ressaca ou só rir um pouquinho esse é o livro certo.
comentários(0)comente



17 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2