Arrebatado pelo Mar

Arrebatado pelo Mar Nora Roberts




Resenhas - Arrebatado Pelo Mar


48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Moonlight Books 27/02/2019

Resenha completa no blog Moonlight Books

Esta é uma das séries antigas de Nora publicadas por aqui, mas só me aventurei por sua trama agora com o lançamento desta edição com nova capa. E que pena não ter conferido antes, pois logo nas primeiras páginas fui capturada pela história e assim permaneci, totalmente encantada, até o último capítulo.



site: http://www.moonlightbooks.net/2018/12/resenha-arrebatado-pelo-mar.html
comentários(0)comente



Déa Moury 04/01/2019

Simplesmente perfeito....
Fazia tempo que não lia um livro de Nora Roberts( Olhe que tenho quase todos dela...) tão envolvente, empolgante. Foi impossível parar de ler o livro até terminá-lo.... Simplesmente, maravilhoso.
comentários(0)comente



Debyh 31/12/2018

Perto de outros livros da Nora eu achei este bem fraco, vou continuar a série porque achei os irmãos interessante.
comentários(0)comente



Kika.Oliveira 26/09/2018

Nora nunca decepciona...
Leitura escolhida para o desafio “Um livro publicado em outro século (data limite 1999).
O livro foi publicado originalmente com o nome Sea Swept (Chesapeake Bay) em 1998


Resenha:
Escolher um livro da Nora é garantia de uma leitura satisfatória. Embora não tenha sido minha primeira escolha, ela não poderia ter sido melhor.
Como não tenho o hábito de ler sinopses fiz uma leitura quase que totalmente no escuro sem saber qual seria o foco. Fui surpreendida ao ler sobre uma história onde um relacionamento fraternal era o ponto mais importante.
.
No empenho de realizar o último pedido do pai os irmãos Quinn entram em uma batalha que não pretendem perder. Inicialmente a responsabilidade de criar um menino de 10 anos de idade cheio de traumas é assustadora para esses rapazes, mas quem seria melhor para entender tudo o que aquele garoto sente se não três homens que vivenciaram experiências semelhantes e conseguiram vencer na vida graças ao amor, carinho e empenho de quem foi capaz de enxergar o potencial que eles tinham?
.
Mais uma vez Nora fez um excelente trabalho ao construir uma história que não só me ajudou a cumprir o desafio, mas também aqueceu meu coração ao ver Seth começar seu processo de cura e a ser uma criança feliz e saudável, e também ver os irmãos Quinn amadurecerem mais e entenderem que a vida é mais do que até aquele momento eles imaginavam ser ao precisarem mudar quase todo a vida deles em prol do bem estar do garoto.
.
Estou encantada com o desenrolar da história desses irmãos, porém em relação ao par romântico dessa história não fui conquistada.
Embora eles funcionem bem juntos, eu não fui envolvida pelo romance deles, mas espero que nos próximos livros isso mude e também eu me apaixone pelos casais que ainda serão formados.
comentários(0)comente



Cris.Pimentel 18/07/2018

Arrebatado pelo mar
O enredo da trilogia é muito bacana, este primeiro livro introduziu todos os personagens e estabeleceu o fio condutor da história.
Eu gostei do livro, mas não consegui criar conexão com Cameron e Anna, que são os protagonistas de Arrebatado pelo Mar.
Ansiosa pela história dos outros irmãos.
comentários(0)comente



Cris 26/02/2018

Este Foi Difícil de Ler
E eis o livro "perda de tempo" de 2016!
Já tive alguns assim, em que fui até o fim por pura teimosia, e o livro demonstrou ser uma decepção para mim. A história é sobre um de três irmãos adultos - que foram adotados na adolescência por um casal muito bondoso. O protagonista é arrogante, estúpido, egoísta e um pouco obtuso. Ele deve cuidar de um menininho - junto com os irmãos - que foi adotado pelo pai generoso antes deste falecer. A história gira em torno do tal cuidado e dos três homens comerem, xingarem, beberem, xingarem e demonstrarem que estão satisfeitíssimos com esta vida.
O livro é um clichê sem sentido atrás do outro. Os três homens são bonitos e só. As mulheres são lindas e sabem cozinhar/limpar/cuidar de todos. O menino é um gênio, mas mal criado. E a história não tem muita coisa a mais. Eu esperava uma daquelas revelações de cair o queixo em algum ponto da leitura, e... nada!
Não é spoiler, o livro é ruinzinho mesmo!
Dou um pequeno aval para a descrição da Baía de Chesapeake, porque dá vontade de visitar o local.
Mas é só isto que tem de bom.
E, a propósito, é uma série. Este é só o primeiro. E é bom saber que será o último, para mim.


Nota:0,5/5

site: http://muitoagriquasedoce.blogspot.com.br/2016/04/das-leituras-passadas-fevereiromarco.html
comentários(0)comente



Pretenses 28/06/2017

“— A vida é um presente. Nem sempre ela funciona às mil maravilhas, mas é algo precioso.”
Trilogia da Gratidão #01

Essa série é uma das mais aclamadas da Nora Roberts em todo mundo e sucesso absoluto nos EUA. Pra quem conhece apenas uma Nora Roberts, romance de banca, vai ter uma surpresa muito grande, e bastante agradável. Para quem é fã de J.D. Robb vai começar a dar mais atenção aos livros da Nora.

Esse primeiro livro é essencialmente masculino, mas não tire conclusões precipitadas, de forma majestosa Nora mostra o jeito masculino de amar, si relacionar com pessoas e coisas. E também que existe muito mais no silêncio que apenas a ausência de palavras. O quanto o pedido de alguém que você ama no leito de morte, seria capaz de mudar a sua vida?

“[...]-Você acredita na santidade de uma promessa feita em um leito de morte”? -Sim – respondeu ela, antes de conseguir evitar.
-No dia em que meu pai morreu eu prometi a ele... nós três prometemos a ele...que íamos manter Seth em nossa companhia. Nada nem ninguém vai me fazer quebrar essa promessa. Nem você, nem o seu sistema, nem um batalhão de tiras.

Este primeiro livro, apresenta a história de toda família Quinn, porém tem seu fio condutor a história de Cameron. Campeão como piloto de barcos de corrida, já viajou pelo mundo gastando o dinheiro que ganha em suas vitórias com champanhes e mulheres. Sem si esquecer que foi alguém que ganhou uma segunda chance. Que teve em seus pais adotivos muito mais que amor, e agora um chamado vai fazê-lo reviver sua história e colocar a prova quem ele é;

“— Isso vindo do arrojado Cameron Quinn? O homem que arrasa nas corridas de barco arrasa nas estradas e destrói os corações da Europa? Acho que a sua pequena guloseima que mora em Roma não conseguiria reconhecê-lo.”

Depois de anos de independência, Cam tem de reaprender a conviver com seus irmãos novamente, ao mesmo tempo em que luta para cozinhar, limpar a casa e cuidar de Seth um menino complicado, problemático e rebelde, não muito diferente daquele que o próprio Cameron fora no passado, resultado da promessa a seu pai.

“— Organizar uma casa e cuidar de uma família é um trabalho importante. O mais importante que existe!”


Nada disso importa para Cam, sua promessa é mais que questão de honra é uma demonstração de gratidão por tudo que recebeu. Mas não basta simplesmente querer algo, caberá a uma assistente social à responsabilidade de decidir o destino do garoto. Tão bonita quanto firme, ela tem nas mãos o poder de unir os Quinn novamente... Ou separa-los para sempre.
.
.
.
Quer saber mais? Leia no blog Pretenses!

site: https://blogpretenses.blogspot.com.br/2017/02/arrebatado-pelo-mar-resenha.html
comentários(0)comente



Tali @letrasmaislivros 20/06/2016

Arrebatado pelo Mar
Este é o primeiro livro da Trilogia da Gratidão, e o irmão em foco é Cameron. Cam, Ethan e Phillip são irmãos de criação, adotados quando menores pelo casal Ray e Stella Quinn. Cada um deles seguiu seu caminho, porém quando Ray está em um leito de hospital após um acidente grave, os três precisam se unir para cumprir seu último pedido: cuidar do novo menino adotado por ele, Seth.

Cameron é o mais "esquentado" dos irmãos, e ama sua vida libertina. Ele viajou por muitos países competindo em suas corridas, gastando seu dinheiro em coisas materiais. Quando precisa voltar à Baía Chesapeake para cuidar de uma criança, sua vida vira de cabeça para baixo.

Anna Spinelli é a assistente social designada para acompanhar o caso, e ela precisará decidir se o menino deve ou não ficar com esta família de irmãos. Os três irmãos estão empenhados em cumprir esta promessa, porém logo sentem que precisam decidir-se entre manter seus estilos de vida ou cumprir com afinco a promessa de cuidar do garoto de apenas 10 anos.

Cam logo sente-se atraído por Anne, e é correspondido, e os dois começam a se aproximar, porém sem deixar que isso abale a relação profissional que ela exerce, em observar a família e sua interação com o menino. Em pouco tempo a guarda provisória do menino é entregue aos três irmãos Quinn, mas ainda há dúvidas com relação a uma estada permanente.

Eu amei a forma como estes meninos, antes largados e abandonados pelos próprios pais, se tornaram homens honrados por conta do cuidado e amor do casal Quinn. Quando Seth chega a esta família, é logo tratado como um irmão, apesar da diferença de idade e da reserva do menino.

Porém, tratado como um igual, Seth logo começa a se sentir confortável em sua nova casa e com seus irmãos adotivos, e começa a revelar suas melhores qualidades conforme o tempo ao lado deles aumenta. Além, ele começa a se livrar de traumas de seu passado, traumas que foram provocados por aqueles que deveriam defendê-lo, sua família biológica.

O livro tem uma estória fluída e que me deixou ansiosa para ler as estórias dos outros irmãos Quinn, além de curiosa a respeito do grande mistério por trás da adoção de Seth e sua relação com Ray Quinn. Esta é uma estória sobre amor fraternal, carinho e gratidão; e a recomendo a todos os leitores que apreciem estórias sobre uma família e fale a respeito de adoção.

site: https://letrasmaislivros.blogspot.com/
comentários(0)comente



Cris 31/03/2016

Esta é a história de três homens unidos pelo amor de um extraordinário casal que os adotou, dando a eles uma família. Agora, já adultos e vivendo cada uma a sua vida, os irmãos Quinn devem retornar à casa da família na costa de Maryland para honrar um pedido irrecusável. Campeão como piloto de barcos de corrida, Cameron Quinn já viajou pelo mundo gastando o dinheiro que ganha em suas vitórias com champanhes e mulheres. Quando seu pai, no leito de morte, o chama de volta para casa a fim de tomar conta de Seth, um menino problemático e rebelde, não muito diferente daquele que o próprio Cameron fora no passado, sua vida muda da noite para o dia.Depois de anos
comentários(0)comente



Camila A. Meireles 25/01/2016

Tenho que ler os outros LOGO. Indico. É emocionante.
comentários(0)comente



Beta Oliveira 31/12/2015

Nora Roberts escrevendo famílias. Nora Roberts falando sobre homens saudáveis e bem sucedidos à sua maneira. Nora Roberts abordando pessoas com traumas fortes no passado. Nora Roberts deitando e rolando. Leitoras felizes agradecendo.

Confira o texto completo no Literatura de Mulherzinha.

site: http://livroaguacomacucar.blogspot.com.br/2015/04/cap-1006-arrebatado-pelo-mar-nora.html
comentários(0)comente



Zana 26/10/2015

Primeiro livro da Trilogia da Gratidão: CAM.
Primeiro livro da Trilogia da Gratidão que enfoca os “irmãos" Quinn: Cam, Phillip e Ethan. Irmãos entre aspas por serem adotados por Ray e Stella Quinn. Um maravilhoso casal que resgatava meninos problemáticos marcados pela vida. Gratidão porque relata a vida dos irmãos depois da morte de Ray e Stella, agora adultos e unidos na intensão de obter a guarda e educar o menino Seth, outro garoto em condições parecidas com a deles que Ray Quinn tentava adotar antes de morrer. Paira no ar mistério e dúvidas em relação a morte de Ray e a paternidade do garoto.

Cam, Phillip e Ethan largam suas vidas estruturadas e tentam deixar de lado todas as diferenças pelo bem de Seth. A convivência, brigas e entendimentos entre eles remetem a passagens divertidas e prazerosas da história. Todavia, os holofotes do livro recai mesmo para Cameron Quinn, ou simplesmente CAM, um viajado e mulherengo piloto de barcos de corrida que se envolve com a assistente social responsável em decidir o destino do garoto Seth.

Anna Spinelli é uma mulher decidida e muito bem resolvida, mas como não poderia deixar de ser guarda traumas de um passado sofrido. E é aí que reside a falha sem noção de Nora Roberts. A bagagem trazida pela personagem jamais combinaria com a personalidade de mulher sexualmente resolvida apresentada pela escritora. A terapia professada pela personagem não isentou a falta de coerência da escritora. Não obstante esse mero detalhe (mero porque a Nora tem crédito e quase sempre manda bem em suas tramas), a história é interessante, os personagens masculinos são os conhecidos ‘Uau lá em casa’ carregados de sex appeal. Portanto sugiro que leiam e desfrutem do CAM, enquanto sigo atrás do Ethan em ‘Movido Pela Maré’, livro 2 da trilogia.
Érica | @aquelacomlivros 26/10/2015minha estante
Então não deu pra deixar passa mesmo, né? 3 estrelinhas pra Nora é dose! =/


Zana 27/10/2015minha estante
Oxente, 3 estrelinhas é conceito bom!


Érica | @aquelacomlivros 27/10/2015minha estante
Não pra Nora...rsrs


Zana 27/10/2015minha estante
Uso minhas estrelas com parcimônia, me arrancar um 5 é meio complicado rsrs


Érica | @aquelacomlivros 27/10/2015minha estante
Rsrsrs...Eu te entendo, nem sempre vamos amar um livro do nosso autor adorado.


Lorrayne.Kalinka 16/05/2019minha estante
Ótimo comentário, apenas não curti a coloação "Irmãos entre aspas", tanto na vida real e assim como minha querida Nora demonstra maravilhosamente bem, irmãos de sangue ou irmãos adotivos tem entre si laços afáveis e verdadeiros e essas relações podem ser genuinamente equiparadas, afinal são iguais. Joguemos estas e todas as outras aspas fora srsrsr Abraços




Dreeh Leal @blogmaisquelivros 09/05/2014

Arrebatado pelo Mar - Trilogia da Gratidão - Livro 01 - Nora Roberts
Os irmãos Quinn foram unidos pelo amor de um casal que os adotou e lhes deu uma família, não de sangue, mas de um laço mais forte: o amo! Depois de adultos, cada um seguindo sua vida, és que surge um fator que irá uni-los novamente, e porque não, mudar suas vidas para sempre.. o Grande Ray, em seu leito de morte, pede para que eles se unam, a fim de cuidar de Seth, um menino problemático e rebelde – bem parecido com quem um dia eles já foram -, o ultimo salvo pelo amor deste homem. O mais velho desses irmãos, Cameron, ganhando a vida como piloto de barcos de corrida. Acostumado a esbanja o dinheiro das vitórias pela Europa com mulheres e Champanhe, ele vê sua vida dar uma virada ao cumprir a promessa que fez ao seu pai. Preso novamente a Maryland, no litoral da Baia de Chesapeake, ele e seus irmãos tem que reaprender a conviver de baixo do mesmo teto, ao mesmo tempo em que ele precisa cuidar dos afazeres domésticos e ganhar a confiança de um menino muito complicado de se lidar. Como se não bastasse, ele precisa lidar com uma assistente social – muito bonita e comprometida com o seu trabalho – que pode levar o garoto em bora a qualquer momento, só depende deles.

Acima de tudo, esse é um livro que fala sobre o amor e sobre todas as formas pela qual ele se manifesta. Nora mais uma vez escreve com uma maestria que poucos têm, envolvendo o leitor nessa rede emoções que vai do primeiro ao último capitulo! Eu sou apaixonada pelas capadas dessa série. Tons fortes e recheada de detalhes.. A edição é impecável, realmente nada tenho a reclamar.

Como todo primeiro livro de uma série, esse também é introdutório – e muito mais que isso também. Aqui conhecemos a família e um pouquinho de cada um deles. Apesar de o livro ser focado em Cameron, é impossível dizer que os demais personagens são secundários. Quando o romance entra em cena não da pra mais ninguém, mas quando se trata da família Quinn...

Ana Spinelli é a assistente social responsável pelo caso de Seth. Se por um lado ela é bonita e sexy, por outro ela é uma profissional muito dedicada, e que procura dar o melhor de si em cada caso que assume. Ela é uma personagem que já se tornou marca registrada da autora. Ela é uma mulher de verdade, com desejos e vontades; nada parecida com as mocinhas que costumamos encontrar nos livros. Apesar de já ter lido uma trilogia totalmente feminina e saber exatamente como a Nora as descreve, ainda sim me surpreendo quando vejo.

Acompanhar o progresso e as evoluções que os personagens tiveram ao longo do livro foi algo muito interessante. Pela primeira vez não me surpreendi com o final de um livro, mas mesmo assim fiquei ansiosa aguardando como seria o desenrolar das situações.
A resenha está enorme, e olha que eu nem entrei em detalhes sobre os demais irmãos. Mas deixarei isso para os livros respectivos. Enfim, eu aconselho para qualquer pessoa, em qualquer momento de sua vida. É um livro que realmente vale muito a pena ler.

site: http://www.maisquelivros.com/2013/12/resenha-arrebatado-pelo-mar-nora-roberts.html
comentários(0)comente



Simone 07/04/2014

Arrebatado pelo mar
Livro maravilhoso,uma verdadeira lição de vida,e amor
entre irmãos
comentários(0)comente



48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4