O Homem Mais Feliz da História

O Homem Mais Feliz da História Augusto Cury




Resenhas - O Homem Mais Feliz da História


45 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Marisa Aziliero 16/05/2020

Esse livro é a prova de como é possível transformar uma boa proposta em porcaria.
comentários(0)comente



Mah 16/05/2020

Uma estória repleta de ensinamentos
Nesse livro temos as "aventuras" do Dr. Marco Polo, um estudioso psiquiatra que tem como objetivo disseminar para o maior número de pessoas possível as ferramentas para o autoconhecimento e da necessidade de cuidar do eu psíquico.
A leitura foi mais devagar por ser repleta de informações importantes do autocuidado.
Vale a leitura.
comentários(0)comente



Claudionor 03/01/2018

Não vale a pena ler
Após ler a íntegra do livro, tendo lido o primeiro da série (O mais inteligente da história) fica a sensação de tempo perdido. Motivos: O autor se valoriza em demasia usando o personagem Marco Polo, não se vira 2 folhas sem ver algum conceito criado pelo autor nem expressões bombásticas como "milhões vendo ao vivo no Youtube", "milhares deixaram de lado a ideia de suicídio na mesma hora" e outros trechos que mostram que o autor quer se promover em demasia.

Outro ponto que estraga o livro: Autor não usa a Bíblia pra estudar Jesus. Basta ver os trechos que diz citar da Bíblia, como "Felizes os empáticos porque serão confortados". Não há isso em versão alguma da bíblia! O que ocorre é que se distorce a Sagrada Escritura para forçar interpretações que o autor deseja que o texto tivesse, mas não tem.

Ao reduzir a figura de Jesus a alguém apenas humano, e não Deus, o autor também omite trechos do Sermão da Montanha que remetam ao reino dos céus. Mas Jesus foi alguém 100% homem e Deus. Não se pode, como fez o autor, alterar o que Jesus disse para forçar interpretações e fugir do maior propósito de Jesus: Salvar a humanidade.

Fora isso, em relação ao primeiro volume da série, não há novidades. O autor se concentra muito mais na história sem importância do Marco Polo que em Jesus. Não havia motivos para lançar segundo livro, mas venderá bastante.
Humberto L Filho 29/01/2018minha estante
Não li o primeiro da série. Mas concordo em muitos pontos da sua opinião. Como não li O homem mais inteligente da história, achei esse bem interessante.


Matheus.Rosario 01/02/2018minha estante
Olá! Digo que tenho total respeito por sua opinião mas como leitor da mesma série sinto-me na obrigação de compartilhar o meu ver sobre isso. O autor do livro não quis se promover com essas frases. Se realmente conheces o autor, verá que ele é de total humildade. Essas frases citadas são para causar impacto no leitor, mostrando a repercussão das ideias de Marco Polo.
Outro ponto a ser citado é: Augusto Cury deixa claramente explícito que Marco Polo é um ateu e por isso não faria sentido nenhum discorrer sobre Jesus em sua divindade, uma vez que quando a fé fala a ciência se cala.
Além disso, a Bíblia é usada sim como ponto de referência! Basta ler e buscar a interpretação da essência do que o trecho nos trás e não o literal.
Não recomendar a leitura do livro seria tirar pirulito de criança! Toda a gestão e os códigos ensinados no mesmo são de fundamental importância para o desenvolvimento da humanidade de cada um.
Lembrando que não busco de forma nenhuma atingir ou corrigir o autor do comentário, apenas disse a minha opinião.


bell 18/05/2018minha estante
Vc diz que leu o primeiro
Mais esqueceu que a ótica do que ele está discursando não é cristã nem poderia ele é ateu;
Ou seja o foco desse livro e o lado humano de Jesus sob a ótica da psicologia e física. Os conceitos mostrados foi o oque ele viu no próprio sermão cita que foi ele que os criou,esse segundo livro e mais sobre a transformação do próprio marco polo.


bell 18/05/2018minha estante
Vc diz que leu o primeiro
Mais esqueceu que a ótica do que ele está discursando não é cristã nem poderia ele é ateu;
Ou seja o foco desse livro e o lado humano de Jesus sob a ótica da psicologia e física. Os conceitos mostrados foi o oque ele viu no próprio sermão da montanha não cita que foi ele que os criou esse segundo livro e mais sobre a transformação do próprio marco polo.


Tomé 02/08/2018minha estante
Perdi meu tempo lendo! Li o Homem Mais Feliz da História,porém, este é muito ruim. MUITO OBA ,OBA, E CENAS OU SENTIMENTOS IRREAIS.


Marisa Aziliero 13/05/2020minha estante
O primeiro foi pior que esse. Porém nos dois o que me deixou frustrada foi exatamente essa autovalorizacao dele mesmo através do personagem principal "o mais inteligente" "famoso" "admirável" "brilhante" entre outros termos que usa pra falar de marco polo, que na vdd é ele mesmo. Pra quem prega tanto sobre humildade, libertar o eu do egocentrismo, parece não seguir seus próprios conselhos.




Evelin Bianca 13/02/2018

O Homem Mais Feliz da História
A sequência do livro O Homem Mais Inteligente da História continua a história do cientista ateu Marco Polo, que se dispôs a estudar a mente de Jesus. Dessa vez, ele vai a Jerusalém para debater com outros psiquiatras, cientistas, profissionais e pessoas do mundo todo sobre as Bem Aventuranças, contidas no Sermão da Montanha, definidas por ele como códigos da felicidade.

O livro apresenta Jesus como o mais perfeito gestor da emoção. Era certamente um "homem de dores", que poderia ter tendência a uma mentalidade depressiva, mas Ele era capaz de extrair beleza do caos, e ser um verdadeiro "carpinteiro da emoção". Torna mais admirável esse Ser já tão admirado por muitos, mas realmente pouco conhecido por Seus seguidores.

Na parte da história de Marco Polo, achei alguns aspectos um pouco exagerados em alguns momentos. Mas psicologicamente é mais um grande livro pra quem lê e curte Augusto Cury.

336 páginas
Lido: de 22/01 a 08/02/18.
????
comentários(0)comente



Amanda.Ferreira 13/08/2020

O livro é bom, mas o primeiro dessa série foi mais interessante e prendeu mais a atenção. Numa parte, a leitura ser tornou muito arrastada. E também acho que a leitura do primeiro livro é importante para compreender melhor este.
comentários(0)comente



Lucimara 08/06/2020

Uma visão sobre o sermão do monte
Livro complexo e incrível, como sempre, Augusto Cury com conteúdos excelentes. O livro trata do sermão do monte pela visão de um cientistas, pesquisador, sobre a humanidade e mente de Jesus. O conteúdo é rico, mas a abordagem não foi das minhas preferidas; contado como uma história não me despertou tanto interesse, continuei a leitura muito mais pelo conteúdo. Mas vale a pena conhecer, ler e meditar.
comentários(0)comente



paulla.costa.779 14/04/2020

Nesta edição Marco Polo faz uma análise da vida de Cristo já adulto. Desta vez vai tentar se aproximar de seu filho.
comentários(0)comente



Márcia 28/06/2020

Reaprender sobre suas emoções
O livro traz não "apenas" a visão de um psiquiatra, e sim, como o mundo está caótico a ponto de as pessoas não sabem sobre suas emoções e muito menos a gerenciar elas.
comentários(0)comente



Rose 21/11/2017

Conquiste a Felicidade Duradora, não a Temporaria
O Livro o Homem mais feliz da História, é verdadeiramente um livro surpreendente, abre a nossa visão , nos ensina como nos conhecer melhor, e como conquistar a tão sonhada felicidade. Se todos que lerem esse livro, aplicar o que ele ensinará em cada pagina, terá sua vida transformada. Porque as mudanças tem que acontecer no nosso interior primeiramente. O Próprio Jesus falou que ele é a fonte de águas vivas e quem beber dessa água jamais terá sede. Ele é a fonte de água que jorra de dentro para fora. Ou seja toda sujeira contida em nosso interior é expurgada , a água jorrando todos os dias em nosso interior será limpa e cristalina. Beba dessa água.
comentários(0)comente



Livia 08/05/2018

Diálogos muito forçados e situações muito irreais.
Quando em uma palestra todos "abrem o coração" e expõem seus piores problemas? Quando imediatamente após um evento começam a acontecer mudanças sociais imediatas em todo o mundo?
Não foi uma história que me convenceu ou envolveu. A todo momento sentia que era tudo muito armado, sem fluidez.
bell 18/05/2018minha estante
Realmente até a parte que eu li e tudo irreal


Tomé 02/08/2018minha estante
Lívia, achei que somente eu estava notando isso. Verdadeiramente, Augusto Cury vacilou na narrativa. O livro parece muito previsível, muito IRREAL, esta é a palavra certa. Esse papo de muitos começarem a chorar, abrir o coração, se arrependerem, e etc, É CONVERSA PRA FAZER BOI DORMIR. Na vida real, há resistência por mais que os argumentos sejam reais. As pessoas não se convertem na hora. Não gostei!! MUITO OBA, OBA!

Estava aqui fazendo a resenha pro meu blog : www.livrosemissao.com , e decidi ver aqui no skoob se mais alguém havia pensado como eu.


Samuka 06/10/2018minha estante
Por isso é classificada como uma obra de ficção. Acredito que o propósito principal é instigar o leitor a rever seu comportamento na era que vivemos, olhando para o Eu e reinventando a sua própria história e ver que a vida é muito importante para ser disparidades por bobagens que carregamos diariamente. A trama é apenas uma ficção que ?enfeita? os códigos que devem ser investigados. É quase que uma terapia, mas numa versão descontraída. Desculpe qualquer coisa, não entenda o comentário como uma crítica, apenas um ponto de vista.


Kadja 14/11/2018minha estante
Concordo perfeitamente. Achei os diálogos muito forçados, e os "milagres" acontecerem rápido demais.




Noelly 13/07/2020

História contada sobre o livro Ansiedade, do mesmo autor.
Não consigo definir de outra forma. Apesar de abordar por uma outra perspectiva, achei a ideia central muito semelhante com o livro Ansiedade. A história de Marco Polo é bem exagerada, do tipo forçada. Mas não é ruim, só que também não é bom. Se o interesse for conhecer a principal teoria do autor, sugiro ler Ansiedade. Esse é um pouco do mesmo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Arcanjo 23/05/2020

Um livro que marcou minha vida
Augusto Cury retratou muito bem os ensinamentos de Jesus, com destaque para o Sermão da Montanha. Os atributos de Jesus que permitiam que ele fosse o homem mais feliz da história foram bem detalhados e os últimos capítulos me emocionaram muito, principalmente "Uma Carta de Amor Para Humanidade".
comentários(0)comente



Misael 25/05/2020

Augusto cury mais uma vez consegue romantizar sua obra e além de nos mostrar diversos lados da sociedade e nos levar a fazer análises sobre nosso próprio interior nos cativa em sua obra e ainda consegue em meio a tudo isso adicionar seu toque ficcional ao seu livro.
comentários(0)comente



Eyshilinha 10/06/2020

Homem mais feliz
Um livro muito bom,cheio de lições e mistérios! O final é de tirar o fôlego! Ele é o 2 da trilogia
comentários(0)comente



45 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3