O maravilhoso bistrô francês

O maravilhoso bistrô francês Nina George




Resenhas - O Maravilhoso Bistrô Francês


44 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Luh 13/06/2020

A história não me prendeu, eu gostei muito da ideia, gostei muito de alguns casais secundários mas no geral "nada acontece"
comentários(0)comente



Katia 21/04/2020

Mágico
A capa pode fazer você pensar que é só mais um romance mamão com açúcar. Mas é um livro tão profundo. Desde a escolha por protagonistas mais velhos, nos tira do lugar comum de que o amor arrebatador é apenas para os jovens casais. A leitura é uma descoberta, as vezes queremos julgar Marianne, mas não podemos, só uma mulher que teve que se apagar, se diminuir para seguir um padrão social deve saber como é difícil se libertar dessas amarras. Esse é um livro de vários encontros e desencontros, de como a vida passa rápido e quando nos dermos conta não teremos vivido nada que sonhamos. É acima de tudo um alerta de que sempre haverá tempo para fazermos nossas próprias escolhas e abraçarmos a vida.
comentários(0)comente



Claudia 21/03/2020

Para os amantes de Bretanha
Esse foi o segundo livro da Nina que eu li. Como já era apaixonada pela escrita dela, mergulhei de cabeça no primeiro capítulo. A história é sobre uma mulher alemã que não aguenta mais sua vida, e decidi dar um fim a ela em Paris. Mas claro que ela não consegue (felizmente) e assim se dá início a jornada dela rumo ao Sul da França e seu autoconhecimento.
Ela reencontra a pessoa que ela era na infância, confronta a mulher que ela é agora e começa a moldar a mulher que ela quer ser. É incrível poder acompanhar o crescimento dela, seu florescer.
E claro que os outros personagens não deixam a desejar. Cada um mais cativante que o outro.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jefferson Vianna 16/01/2018

Nunca é tarde demais para recomeçar!
Ouvi inúmeros elogios a respeito do livro “O Maravilhoso Bistrô Francês” da autora Nina George e fiquei ansioso para iniciar a leitura o quanto antes. Confesso que “Fui com muita sede ao pote”, li o exemplar em poucas horas, no entanto, até as primeiras 100 páginas o livro cansou-me um pouco, levando-me a abandoná-lo por alguns instantes. Assim que retomei a leitura o livro fluiu maravilhosamente bem e apesar do enredo de certa forma “previsível”, o livro conseguiu prender a minha atenção. As frases mais bonitas e talvez uma das mais belas mensagens do livro foram: “Felicidade é quando amamos o que precisamos e quando precisamos do que amamos.” e "As pessoas não mudam nunca! Nós nos esquecemos de nós mesmas. E quando nos redescobrimos, pensamos que mudamos. Mas isso não é verdade. Não se podem mudar os sonhos, apenas matá-los. E alguns de nós somos assassinos muito bem-sucedidos." Enfim, é um livro encantador, poético, sensível e profundo que me permitiu mergulhar em profundas reflexões, como por exemplo: nunca é tarde demais para amar e não existe idade para recomeçar e ser feliz! A leitura vale à pena!





Isabella.Moraes 03/02/2019minha estante
Eu também parei logo depois da página 20. Comecei a ler com muita expectativa porque tinha acabado de ler, e amado a Livraria Mágica de Paris. Voltei a pegar no livro agora, um ano depois, e recomecei do início. Simplesmente devorei. Talvez o momento, não sei. Uma bela história, mas bem truncada no início. No entanto, pega fôlego adiante. Gostei bastante.


Jefferson Vianna 14/02/2019minha estante
Que bom que você (assim como eu), insistiu e deu uma segunda chance ao livro Isabella... =)
O livro de fato fica melhor após a página 100... Uma leitura que vale a pena!


Fabricy 23/07/2019minha estante
Bom dia!!!
Comecei ontem e como não conhecia, sem nenhuma expectativa. Estou perto da página 50 e realmente o início é cansativo. Ainda bem que li sua resenha, não vou desistir!




Fabi 10/03/2020

Encantada!
Nada me preparou para o que eu encontrei. Temos tantos personagens incríveis, com histórias de vida riquíssimas e com tantas lições que é impossível não sair marcando uma penca de quotes!

Marianne carrega em si a força, os medos, as frustrações e os anseios de muitas mulheres. Covarde?! Não. Real! Essa personagem é sensacional.

As descrições sobre a Bretanha e sua cultura, são um banquete à parte. No final do livro, ainda somos agraciados com algumas curiosidades e informações sobre a região.

Sei lá, talvez seja o momento da vida de cada leitor mas, ao contrário do que andei observando por aí, essa história me tocou, me encantou.

Comecei essa leitura para conhecer mais sobre a França, sobre a Bretanha. Terminei sabendo mais sobre mim mesma e que nunca é tarde demais para viver. Apenas leiam.

Resenha completa no Instagram: @acervoencalhado
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Leitura e . 29/05/2020minha estante
Oii.. boa tarde, tudo bem? Desculpa interromper sua leitura, mas gostaria de te convidar para seguir meu instagram literário e me acompanhar em minhas leituras... E vai rolar sorteio de um livro no Domingo!! Te espero la! Obrigado ? ??

@leituraeponto


Elda.Pimentel 30/05/2020minha estante
Obrigada pelo convite ?




Bell 04/02/2020

null
Uma história recheada de poesia, beleza, sensibilidade, romance, paixão e segundas chances. 
Um romance diferente, a começar pela faixa etária dos personagens, em torno de 60 anos. Nos faz refletir: quantas vezes é possível recomeçar ao longo da vida?
Eu amei cada momento dessa leitura, me entristeci e me alegrei com Mariane, acompanha-la em sua busca por si mesma, me trouxe muitas lições.
A principal delas é que nunca é tarde pra recomeçar.
comentários(0)comente



Andrea.Allegrini 08/11/2018

Entediante
Talvez não seja meu estilo de livro! Mas ele é megaaaaaaa arrastado, daqueles de ir pulando parágrafo! Porém a mensagem que ele passa é muito boa
comentários(0)comente



Nilson 08/08/2018

Não gostei
Estava na livraria e por curiosidade peguei este livro. Como a personagem se jogou no Rio Sena, fiquei curioso e comprei pois achei que a historia seria interessante. Talvez por nao fazer meu genero de leitura, gostei mais quando terminei de ler.
comentários(0)comente



Luciane 19/11/2017

Vi uma discussão em um grupo no Facebook sobre o que costuma atrair a atenção dos leitores sobre um livro. Muitos responderam que a sinopse era o principal fator decisivo e, após perceber que mergulhei nesta obra sem nem sequer saber do que se tratava, descobri que minha avaliação foi mais justa. Afinal, a sinopse de O Maravilhoso Bistrô Francês é, definitivamente, um resumo enxuto do que você encontrará nas páginas.

Não serei tola a ponto de achar que a obra toda de George é ruim. Aqui, o famoso cenário parisiense perde lugar apenas para o litoral francês, que não deixa de ser romântico. Outro ponto interessante é o romance atípico, pois foge do padrão de adolescentes sofrendo por amores platônicos e temos uma personagem principal de 60 anos. Isso sem contar à crítica explícita ao machismo, um cenário bastante comum em países europeus.

Com o decorrer da leitura, O Maravilhoso Bistrô Francês causa um misto de sentimentos, da desconfiança até raiva. Marianne é uma mulher indecisa e, apesar de enfatizar que todos somos capazes de encontrar a felicidade, independentemente da idade, acho que faltou um pouco de maturidade na personagem. George também propõe uma quantidade excessiva de personagens, onde todos estão apaixonados por alguém, fazendo com que o leitor leve um certo tempo para entender quem gosta de quem.

site: https://pitacosculturais.com.br/2017/11/19/o-maravilhoso-bistro-frances-george-nina/
comentários(0)comente



Cris.Pimentel 23/12/2017

O maravilhoso bistrô francês
Acredito que a Nina nunca mais escreverá algo tão bonito quanto a Livraria Mágica, mas este livro tem seus méritos, o que mais gostei, foi a idade dos personagens (a maioria tinha mais e 60 anos).
A estória aborda, principalmente, o que deixamos de fazer e o que nos permitimos sentir durante a vida e, em consequência, acabamos pensando no que ainda dá tempo de fazer com nossa própria vida.
O bistrô não é mágico como a livraria, mas não deixa de ser maravilhoso.
comentários(0)comente



sabrinabsgloria 27/04/2020

Mágico
É maravilhoso acompanhar a jornada da Marianne em busca de si mesma. Excelente indicação para aqueles que trilham o mesmo caminho e se procuram...
comentários(0)comente



Ma Oda 09/07/2019

É bom
Achei a história boa, mas é realmente arrastado como li em algumas resenhas. Outra coisa são os inúmeros personagens que aparecem, vão e voltam na história de repente.. me perdi tentando lembrar quem era tal pessoa em algumas partes. Pelo menos curti bem mais do que "A livraria mágica de Paris".
Roseli.Ronchesi 29/09/2019minha estante
Eu me perdi muitas vezes tb por conta disso. Mas achei o conteúdo bem interessante!




João Bruno 09/08/2018

História superficial ... Mensagem profunda
Gosto muito de histórias com belos cenários, como é o caso desse livro, lugares muito bonitos e que conseguimos "ver" o que o lugar passa ao personagem no momento.
Porém a história em alguns momentos fica um pouco confusa, os nomes em francês que não distingue os gêneros dificultam um pouco também.
Os personagens coadjuvantes não são bem detalhados, e não nos envolvemos com nenhum deles, apenas a principal.
O livro é razoável ...
Agora quero falar sobre a mensagem do livro, essa sim vale a pena, nos faz pensar sobre os arrependimentos que temos, do que fizemos ou não, e também de como contribuímos para a felicidade de outros que nos rodeiam ... ou não, como vemos a vida e como reagimos a cada obstáculo que ela nos apresenta.
Uma excelente mensagem passada com clareza, mas uma história que poderia ter sido melhor trabalhada.
Não sei se fui contraditório, mas é isso.
Bel 15/10/2018minha estante
undefined




44 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3