O Jogo do Amor/"Ódio!"

O Jogo do Amor/"Ódio!" Sally Thorne




Resenhas - O Jogo do Amor e Ódio


66 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Ana 05/10/2019

Resenha/Indicação: O Jogo do Amor/"Ódio"
"Tenho uma teoria: odiar e amar alguém são coisas perturbadoramente parecidas."
Começo essa resenha com um arrependimento: ter demorado a comprar o livro e o pesar de lê-lo somente em um dia.
Lucinda e Joshua se odeiam desde o primeiro dia da fusão das duas empresas em que trabalham, que resultou na B&G, e fazem um convívio baseado em jogos, como, por exemplo, o de encarar.

Enquanto Lucy é uma menina meiga que todos adoram, Josh é o seu completo oposto. Lucy já decorou o padrão de camisetas de Joshua e, Josh… Bom, Josh vive para chamá-la de Moranguinho.

O que acontece para aumentar a competição entre ambos e piorar o convívio entre eles, é a chance de uma promoção na empresa, no qual um deles viria a ser chefe do outro. A partir daí, surge o maior jogo de todos, em que todas as cartas estão na mesa.

Conhecemos Lucy cada vez mais a cada virada de página, e vemos que o seu jeito encantador é só uma fachada para encobrir uma garota que se sente solitária em meio ao caos do seu apartamento. Joshua é uma figura interessante. Pouco fala de si mesmo e se abre bem devagarinho, mostrando ser um homem tímido e com uma capacidade intelectual (e sexual) incrível.

A história é narrada em primeira pessoa, pela Lucy, com uma leitura fluída e muito dinâmica. O livro proporciona várias risadas e uma tensão sexual incrível. A autora faz nós nos sentirmos espectadores reais numa história de gato e rato, e, além disso, sentimos as dores de ambos os protagonistas: Josh, por ser rejeitado pelo pai e Lucy pela falta que sente de seu pai e sua mãe.

Não cabe em um único texto o quanto eu amei esse livro. Leiam! A Leitura é gostosa, com garantia de risadas e uma paixão intensa de nós, leitores, por Josh e Lindy.

site: https://www.instagram.com/narniandoleituras/
comentários(0)comente



Hive 27/09/2018

hahaha
"Só digo que me sinto grata por esse não ser um livro pop-up".
comentários(0)comente



Rafa 14/03/2018

Nêmesis
Lucy e Joshua se odeiam, um não suporta o outro, e mesmo assim um tem de encarar o outro todos os dias, frente a frente, na empresa em que trabalham.

Lucy é agradável, sorridente, gentil e todos a adoram. Vinda do interior, de uma fazenda de morangos, ela passa a maior parte do tempo trabalhando e odiando seu colega Joshua.

Joshua é insensível, impiedoso, mal humorado e ninguém gosta dele, alias todos têm medo. Vindo de uma familia de médicos, ele passa a maior parte do tempo trabalhando e irritando sua colega Lucy.

Com uma premissa simples, de amor e ódio, uma narrativa fluída e meio maluquinha, vamos nos apaixonando pelo mundinho administrativo desses dois personagem. A historia é toda narrada pelo ponto de vista de Lucy, deixando tudo hilário com seus pensamentos e seu jeito atrapalhado de ser.

A competividade e os jogos entre os dois tornam a leitura mais rápida e você se entretem muito, querendo saber o que esses dois vão aprontar.

Diante de uma promoção, o jogo vai se tornar mais acirrado, valendo tudo.

Eles são tão opostos que parecem ter sido criados um para o outro, se encaixam amplamente. É claro que todo esse ódio e competição vai terminar em um romance e muitas descobertas.

É um romance adulto equilibrado, com humor, amizade, fofura, competição, ódio, amor e descobrimento. Acho que a mensagem é clara, nem tudo é o que parece à primeira vista.

Para todos que curtem uma boa comédia romântica, O Jogo do Amor "Ódio"! é perfeito.

"Olho para sua cadeira vazia, fecho os olhos e sou invadida pelo azul de seu quarto. Estou prestes a perder uma coisa que sequer já tenho."
Pâm 14/03/2018minha estante
Oi você tem ele em pdf oi mobi? Troco por outro da sua escolha, tenho varios. Caso se interessar me manda mensagem.


Rafa 14/03/2018minha estante
Olá, eu só tenho ele em eBook ?


Pâm 15/03/2018minha estante
Ahan
Quer trocar por algum?
Tenho todos que eu li, olha minha lista de lidos e aí a gente combina se você se interessar por algum


Rafa 15/03/2018minha estante
Gostei bastante dele vou manter na minha coleção ?


Pâm 15/03/2018minha estante
Ok




Uma Leitora 20/05/2019

Super Fofo
Eu amei de verdade. Não esperava muito dele, mas ao terminar fiquei com a sensação de "quentinho no coração", fiquei tão feliz e o Joshua entrou pra minha lista de personagens masculinos prediletos. Pretendo reler o livro num futuro breve, pra prestar atenção em cada nuance, cada detalhe.
Fui surpreendida pelo desfecho, e me vi emocionada com a história.
Pra mim, foi realmente uma ótima leitura.
comentários(0)comente



Mayara 21/05/2019

Se você espera um final imprevisível, não leia, mas se você busca uma história com uma enredo que se desenrola com muito humor e que te prende do início ao fim: você não vai se arrepender! Li em 1 dia de tão boa que é, e me tornei fã da autora
comentários(0)comente



Alana 05/05/2019

Vou ser sincera que não senti aquele encanto de primeira por esse livro. O jogo do Amor/Ódio foi uma indicação feita pela minha prima, mas sabe quando você vai passando outros na frente e acaba se esquecendo de alguns? E agora eu posso dizer que me arrependo de não ter lido antes e até mesmo de ter lido tão rápido!

O livro trás a história de Lucy Hutton e Joshua Templeman, dois colegas (se é que podemos chamar assim) de trabalho que não se suportam. Mas não é uma raivinha boba, eles se odeiam e implicam um com outro em todos os segundos de seus dias dentro da empresa. Para Lucy, aturar Joshua não estava em seus planos, mas a falência das editoras em que cada um trabalhava, resultou essa união insuportável para ambos e agora dividindo a mesma sala, mesa frente a frente, os dois passam seus dias fazendo joguinhos de provocação e tentando ser sempre um melhor que o outro em todas suas atividades.

Tudo piora quando é anunciada uma promoção e os dois estão concorrendo pela vaga, aquilo se torna muito maior que uma batalha de egos e os dois estão dispostos a qualquer coisa para assumir esse posto, ainda mais que o ganhador será chefe do outro.

O livro é narrado na visão de Lucy e apesar de todo seu ódio, desde o início conseguimos perceber sinais que em algum lugar aquilo podia ser amor, antes mesmo que ela soubesse disso e a autora acertou em cheio nessa construção dos personagens, pois assim nos envolvemos e pudemos acompanhar as suas emoções se transformando, sem ficar uma leitura cansativa.

A história se constrói de forma leve, é aquele livro que o tempo passa e você nem percebe. Por mim ficaria por horas falando desse livro, sem contar que é uma história totalmente adaptável para se tornar um daqueles filmes que amamos - já fica aqui meu desejo pra que isso se torne real -. Se você ainda estava em duvida sobre esse livro, minha recomendação é que você dê uma chance, tenho certeza que não vai se arrepender! Esse com certeza serão um daqueles títulos que vou reler em algum momento da vida e sentir o quentinho no coração igual à primeira vez.
comentários(0)comente



Josy 09/03/2018

Ódio ou Amor? Eis a questão!
Uma história divertida, com momentos bastante pitorescos. Um texto fluido, onde o leitor fica querendo saber qual o próximo conflito dos personagens.
Lucy e Josh, são os protagonistas dessa história, trabalham numa fusão editoras, são assistentes executivos e resolveram que se "odeiam". Esse conflito os levará a momentos, um tanto quanto absurdos. Ele absolutamente metódico, ela totalmente excêntrica e de bem com a vida. Lucy tem dificuldade para entender e derrubar a barreira criada por seu colega de trabalho. É mais seguro odiá-lo, já que ela se dá bem com todos.
Porém, a disputa por uma promoção vai acirrar ainda mais o conflito entre eles.
Acontecimentos alheios as suas vontades surgem, fazendo com que se aproximem...
Para saber o desenrolar desse jogo, só se deixando levar por essa leitura. Diversão garantida!
comentários(0)comente



Thuany 06/03/2019

Mais um jogo!
O livro conta a história de Moranguinho, ops, quero dizer de Lucinda, mais conhecida como Lucy. Ela trabalha em uma editora e é muito feliz em seu trabalho até que a crise financeira encontra seu rumo e sua empresa é obrigada a fundir com outra, onde ela começa a trabalhar, sendo co-ceo com Joshua, a quem ela realmente odeia desde o primeiro minuto.

A narrativa toda é contada por Lucy, que descreve o dia a dia dos dois e seus jogos competitivos com o principal intuito de irritar um ao outro. Porém, como bem sabemos, a linha entre o amor e o ódio é muito tênue, será que ambos estão do mesmo lado?

É uma narrativa leve e interessante, divertida em alguns pontos. Depois que alcança a metade fica viciante e você se pega rindo de modo bobo em vários momentos. Foi um livro que eu imaginei facilmente como um filme, de tão serena que era a leitura. Gostei muito, vale a leitura. Vale uma reflexão sobre julgarmos o outro sem saber de sua jornada, suas características.

Foi um dos mais legais livros enviados na Caixa Skoob.
comentários(0)comente



Andréia 08/02/2019

A narração em primeira pessoa por parte da protagonista, mais a falta de comunicação em vários momentos me irritou bastante, mas de resto achei fofinho
comentários(0)comente



Cyy 05/02/2019

Romance cão e gato
Aquele típico romance de brigas entre o casal que diverte do início ao fim. Tem uma escrita muito fluída o que torna impossível parar de ler até chegar ao final.
comentários(0)comente



Cyy 05/02/2019

Romancinho gato e cachorro
Aquele típico romance
comentários(0)comente



Amanda Ferreira - @Mandy_itbook 21/03/2018

O jogo do Amor/"Ódio!" - Sally Thorne
{ Sorrio para ele, que sorri em resposta. Fico surpresa pelo fato de as estrelas no céu não explodirem em poeira prateada }

Joshua Templeman e Lucy Hutton simplesmente se odeiam. Eles trabalham juntos na mesma editora e passam o dia todo demostrando como se sentem. Lucy é aquela garota boazinha e extrovertida que todo mundo gosta, e se aproveita. Já Joshua é exatamente o contrário, totalmente metódico e fechado, ninguém gosta dele.

Ambos não veem problema em deixar clara a rivalidade existente através de jogos de provação. E a rotina segue assim diariamente, até o dia em que um beijo acontece. A parti daí, tudo muda. O problema não é apenas a atração gigantesca que surge, mas também o cargo que estão disputando, somente um será promovido.

O jogo do (amor) ódio poderia ser um filme de comédia romântica, daquelas bem engraçadas e gostosas de assistir. Consigo visualizar claramente na minha cabeça, ficaria ótimo!

Com uma narrativa leve e fluida, aos poucos o leitor vai conhecendo melhor os protagonistas. São dois personagens que conquistam, cada um à sua maneira. Josh e Lucy são completamente diferentes um do outro, porém no final das contas combinam muito bem. É adorável acompanhar essa evolução na relação deles.

Leitura indicada para quem procura uma história divertida, com uma pitadinha mais sexy em alguns momentos e rápida de ler, ideal para relaxar.

site: https://www.instagram.com/mandy_itbook/
comentários(0)comente



Ana 27/07/2019

Cute
Enredo bobo? Com certeza. Completamente inverossímil? Sem sombra de dúvidas. Mesmo assim é um livro fofo? Pode apostar que sim.
comentários(0)comente



Rafael 09/09/2019

"'Cause baby, now we've got bad blood."
IG: @crushforbooks
Nota: 4,5 estrelas

Até o anunciamento da adaptação de O Jogo do Amor/Ódio com Lucy Hale e Robbie Amell - dois atores que gosto muito - nos papéis principais, não tinha conhecimento do livro. Mas a notícia foi motivação suficiente para eu dar uma chance à história e, felizmente, não me arrependi.

Gostei de Lucy e de Josh logo nas primeiras páginas. As discussões e brigas dos dois são bem engraçadas, principalmente os mil jogos que eles criam entre si. E além de possuírem uma ótima química, os personagens têm objetivos e passados interessantes, que nos motivam a descobrir o porquê de agirem de tal forma, em especial o de Josh. A história foca demais nos dois, deixando os demais personagens em segundo plano, mas ainda assim Helene, chefe de Lucy, também foi uma boa adição para o livro e a amizade entre as duas é muito bonita.

E apesar de haver um plano de fundo para conduzi-la, a trama foca mesmo nos protagonistas, o que não foi um demérito, afinal os dois são muito bons juntos. Achei apenas o final um pouco corrido - queria ter visto Josh realizando um desejo que expressa durante boa parte do livro - e algumas partes na metade da história lentas, mas não tira a graça da obra, principalmente em um período onde Lucy precisa de Josh, que são partes muito engraçadas.

A escrita de Sally também é rápida e fluída, mas a tradução e revisão do livro acabou pecando um pouco; diversas palavras são escritas erradas ou sem o espaçamento entre elas (novamente, nada que atrapalhe a experiência, mas um cuidado maior teria evitado tais erros). Se você gosta de histórias leves ou enemies to lovers, O Jogo do Amor/Ódio é um bom exemplo de um clichê bem conduzido e que vai te prender, com certeza. Estou bastante ansioso para o filme e espero que ele saia logo.

site: https://crushforbooks.blogspot.com/
Mayhara 10/09/2019minha estante
Não sabia do filme, eu li esse livro e gostei bastante. Tem previsão de estreia?


Rafael 10/09/2019minha estante
As gravações estão previstas pro começo de 2020, então acho que até o 2° semestre sai :)


Mayhara 10/09/2019minha estante
Que massa! Agora fiquei ansiosa para o filme também!


Rafael 10/09/2019minha estante
Espero que seja bom. Adorei as escolhas pro filme!!




Olivia 19/06/2019

Envolvente
Com uma escrita envolvente e rápida acompanhamos os laços de amor e ódio se desenrolarem... confesso que em alguns momentos a infantilidade toma conta, e o livro se torna entendiante, mas loja já entra na "vibe" novamente.
Vale muitíssimo a pena a leitura.
♥♥♥♥
comentários(0)comente



66 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3 | 4 | 5