A Mansão Hollow (The Hollow)

A Mansão Hollow (The Hollow) Agatha Christie
Agatha Christie
Agatha Christie




Resenhas - A Mansão Hollow


120 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


claudioschamis 26/03/2009

A capa da edição que eu li era roxa. Mas isso não vai mudar muito. Agatha parece que tenta se superar a cada livro, mas é complicado superar o quase insuperável.
comentários(0)comente



Zéh 13/06/2009

Este livro é onde a Dama do Crime consegue explorar mais profundamente os personagens nele presentes. Isso torna a leitura uma experiência incrível e pode-se sentir a humanidade em cada um dos personagens do livro, com destaque para Henrieta
comentários(0)comente



Dalton 06/04/2013

Poirot, genial.
Numa enorme casa, há pessoas com de alto nível social. E dentre elas, há alguém capaz de cometer um crime a sangue frio. Simplesmente impressionante como nós desconfiamos da pessoa errada! Eu achei ter total consciência de quem era o assassino. " Li livros dela e já sei como as coisas acontecem, sei como ela gosta de trabalhar, então é ele o assassino." foi o que eu pensei lendo o livro... Fiquei totalmente espantado quando errei a minha própria afirmação. E eu nunca gostei tanto de estar errado! Agatha Christie simplesmente é a escritora de romances policiais mais brilhante e engenhosa de todos os tempos. Claro, na minha opinião.
Nay 13/01/2016minha estante
HAHA Realmente! A Agatha nos faz ficar felizes por estarmos errados. Não importa o quanto já tenhamos lido dela, ela sempre surpreende.




gabrielssouza 19/01/2015

Genial!
Um dos melhores livros da Agatha na minha opinião, pela forma que os personagens são profundamente explorados. Foi muito interessante ler esse mistério conhecendo o psicológico de personagens tão bem escritos, com destaque para Henrietta, que acabou se tornando uma das minha personagens favoritas de livros.
Ronni 06/04/2015minha estante
Concordo plenamente! ^^
Mas também não posso deixar de dar crédito à minha pequena Madge. Foi outra personagem que me envolveu muito. Tipo, elas duas, a Henrieta Saverback e a Madge se personificaram em minha mente.
Muito bom o livro.




Alisson 13/02/2009

Foi o livro da Agatha que menos gostei até agora. O enredo do romance é muito interessante, temos cenas e personagens memoráveis, mas não me surpreendi tanto quanto em outros livros da Madame que li. Mas não deixo de recomendar a leitura: Poirot é Poirot, sempre genial, não importa em que caso esteja envolvido.
Will 30/11/2012minha estante
Poirot pode ser sempre Poirot, mas digamos que nessa obra o papel dele não foi tão reluzente como em outros livros, senti sua presença apagada e um enfoque muito maior nos dramas da família, que pra mim não foram o atrativo maior, até por parte disso o meu desinteresse em alguns capítulos, se os diálogos ao menos fossem necessários pro desenrolar da trama, mas, a maior parte deles são colocados de maneira corriqueira apenas para preencher lacunas e explorar os personagens. Em um todo gostei da obra, mas faltou aquele clima de investigação e soberba por parte do detetive, talvez até tenha sido um tanto previsível, mas isso é o que a maioria dos autores de suspense fazem, jogam pistas e deixam os leitores apreensivos tentando descobrir o final (nas obras da Agatha, o culpado), isso é um detalhe que todos os apreciadores do gênero deveriam estar cientes.


Reemilk 04/12/2017minha estante
Obrigada pessoas!!! vocês descreveram exatamente o que eu senti, também foi um dos livros dela que menos gostei.




lu 29/12/2014

Será que é tão simples?
Lucy e Henry Angkatell recebem alguns convidados bens distintos entre si para o fim de semana.São eles: Henrietta ,a artista,Midge a trabalhadora,Edward ,o solitário,David, o jovem intelectual,Gerda Cristow,a submissa e lerda esposa e seu marido,o Doutor John Cristow,um famoso médico.Além é claro de Hercule Poirot.As coisas já não estavam indo muito bem ,mas quando ocorre um assassinato elas só pioram.O assassinato foi uma cena encenada,aparentemente ,para impressionar Poirot,Mas será que as coisas são tão simples?Pobre Inspetor Grange!
Uma coisa é certa:os Ankatells são um tanto misteriosos...
Na minha opinião,esse é um livro diferente da autora.O crime demora muito mais para acontecer e ela aprofunda muito mais seus personagens.Aliás,que personagens interessantes!Todos me cativaram,Principalmente Edward e Lucy.Lucy é com certeza uma das personagens mais diferentes que já conhec....li.
Gostei do livro,ele realmente me envolveu na leitura.A maneira com que Agatha Christie nos apresenta seus personagens e seus respectivos passados é genial.O que não gostei muito foi só o final mesmo.Me decepcionei um pouco.
Recomendado para quem quer ler uma história que prende atenção e com a qual garantirá algumas horas ou dias de diversão.
comentários(0)comente



Reemilk 04/12/2017

Que canseira!!
Eu desenvolvi um certo amor pelos livros da Agatha, de todos que eu li esse foi o primeiro que tive preguiça de continuar a leitura, livro muito cansativo e com diversos acontecimentos que fogem da história principal. Histórias essas que na minha visão é desnecessária justamente porque não acrescentam nada para a investigação. Tive que fazer um certo esforço para finalizar a leitura.
Bruna 10/12/2017minha estante
Eu também senti esse cansaço. Outro livro bem chato dela é A noite das bruxas. Em questão aos personagens, prefiro o Poirot.


@hialee 24/07/2018minha estante
null


Giovanna.Lisboa 26/12/2018minha estante
Aceita trocar por algum da minha estante de trocas?


Reemilk 28/12/2018minha estante
Oi Giovanna, eles fazem parte de um Box.. confesso que tenho muito amor neles!!


Giovanna.Lisboa 30/12/2018minha estante
Ok, obrigada!!




Niii 12/08/2009

Um livro interessante, que me deixou curiosa do começo ao fim, alguns acharam a história previsível, mas eu nunca tento adivinhar nada no livro... Sou lerda pra isso.. Eu gostei!!
comentários(0)comente



Mônica 15/08/2010

The Hollow, by Tennyson
Eu odeio o terrível Vale atrás da pequena colina
Seus lábios sobre o campo estão manchados com sangues
Os galhos possuem um silêncio horrorizado de sangue
E o Eco que está lá, não importa o que se pergunte, responde "Morte"

Desconsiderando minha tradução capenga, gosto muito desse livro!

Apesar de muitos fãs que conheço de Agatha não gostarem desse livro (principalmente pelo fator Henrieta Savernake, mas penso que ele possui aspectos bem interessantes. Por exemplo:

- O problema interno que John Christow possui, por achar que cometeu um grande erro ao decidir largar Veronica. Achei muito legal o modo como ele desenvolveu todo o seu raciocínio e chegou a conclusão final.

- Lucy Angkatell: mágica, indefinda, distraída e [um tanto quanto] perigosa

- Midred: a criatura com maior bom-senso na história. Seu romance com Edward Angkatell, apesar de clichê, foi muito singelo xD

- Gerda Chistow: é meio preocupante pensar que existem mulheres como ela entre nós, que vivem exclusivamente para idolatrar seus maridos.

- E alguém que não é muito comentado: Terence Christow. Não li todos os livros de Agatha, mas bem que poderia aparecer uma passagem em que Poirot dizia ter se encontrado com ele.

E achei o final com um "que" dramaticidade que normalmente não acontecem nas histórias de Agatha Christie, que prefere encerrar seus livros de forma mais leve e descontraída.
Mônica 05/09/2010minha estante
Ato falho: é Midge não Midred !




Cris Paiva 23/01/2017

Eu tenho um problema sério com os livros da Agatha Christie: eu acho que sei de tudo, e quando chega no final eu decubro que não sabia de nada!
A historia gira em torno do assassinato de um médico gostosão e narcisista, casado e que esfrega a amante embaixo no nariz da esposa submissa e apagada.
Todos estão reunidos na Mansão Hollow para um final de semana quando o crime acontece, e por acaso, um dos vizinhos da mansão, que está passando férias em um chalé vizinho é o famoso detetive Poirot! E quando ele chega para almoçar como convidado de honra, se depara com a cena do assassinato: o médico caido na beira da piscina, a esposa com a arma na mão e cara de quem não está entendendo nada, e os demais convidados chegando de direções diferentes. No começo ele acha que é uma cena armada para uma brincadeira de mau-gosto, mas logo em seguida percebe que a coisa é séria!

Eu desconfiei de várias pessoas, da esposa, da amante, da dona da casa, da ex-namorada... Todos pareciam ter lá seus motivos para matar o médico. Se for ver bem, até eu tinha motivos para matar o desgraçado! Mas só o Poirot conseguiu acertar. Queria saber como ele faz isso...
comentários(0)comente



Flávia 24/02/2009

Gostei
Gostei do livro! Recomendo a leitura
comentários(0)comente



Eduardo 17/08/2017

Chaaaaaaaato!
Se você é uma escritora e tem um personagem bom, como o Poirot, você deve usá-lo. Sempre. Imagine como seria chato, por exemplo, uma história do Sherlock Holmes, onde ele quase não aparecesse. Assim é A Mansão Hollow. Poirot é um mero coadjuvante nesta história excessivamente chata. Quase um mês para terminar de ler.
Giovanna.Lisboa 26/12/2018minha estante
Aceita trocar por algum da minha estante de trocas?




Mari 02/09/2014

Surpreendente!
A mansão Hollow se tornou uma grata surpresa ao longo da leitura. Os personagens são descritos detalhadamente, assim como seus maneirismos e anseios. A atmosfera misteriosa que cerca a Mansão Hollow é explorada de forma inteligente e perspicaz, o que traz um toque especial à narrativa.
Neste livro, a rainha do crime conduz a história com enfoque nos dramas pessoais que cercam os personagens;o assassinato é apenas uma mera consequência de toda essa atmosfera sufocante.
A Mansão Hollow sempre ocupará um lugar especial entre os livros escritos por Agatha. Para quem gosta de drama com um toque de suspense e uma atmosfera enigmática, é uma leitura imperdível!
comentários(0)comente



Mateus 28/03/2009

Adoro livros de mansões, ricas e bonitas, e com um assassinato no meio disso tudo fica ainda melhor. Todos suspeitos, fica difícil imaginar o verdadeiro assassino.
comentários(0)comente



ERIKA 18/08/2010

O melhor de Agatha
Sou grande fã de Agatha Christie, e este livro é um dos meus favoritos.
Nele, Agatha exercita o que, para mim, é uma das suas maiores qualidades: a magistral descrição dos personagens.
Depois de conhecer a excêntrica Lady Angkatell, a relutante Gerda, a valente Midge e o solitário Edward, nos apaixonamos por suas histórias e acabamos envolvidos mais em acompanhar suas desventuras do que realmente desvendar o crime cometido.
Os momentos de desesperança de Edward, seguidos pela descoberta do amor ao lado de Midge estão entre as mais belas páginas escritas por esta grande autora.
comentários(0)comente

Rebeca 09/03/2011minha estante
Não digo o melhor, mas o mais diferente dos de Agatha que já li.




120 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |