Justiça Ferida

Justiça Ferida Paloma Sama




Resenhas - Justiça Ferida


5 encontrados | exibindo 1 a 5


Mih 20/07/2020

Justiça Ferida
Uma das melhores surpresas de leitura do ano!

Título: Justiça Ferida
Autor: Paloma Sama

Quem me conhece sabe que amo romance, mas sou muito aberta a conhecer e ler gêneros diferentes, sendo assim apesar de querer me aventurar a lê-lo não criei grandes expectativas ao começar a ler um livro policial repleto de suspense e mistério.

E fui SUPREENDIDA de uma maneira muito boa, fiquei muito feliz com esse livro.
Sabe aquela estória que você não consegue desgrudar, parei minhas leituras paralelas e me dediquei somente a ele.

O livro é sobre um policial Seth Ranieri
Ele é super marrento, não gosta de seguir ordens, trabalhar em equipe e muitas vezes imaturo... Antes da metade eu já gostava muito desse personagem e torcia por ele rs.

O irmão de Seth foi assassinado durante uma operação isso o deixou obstinado a terminar o caso em que ele estava trabalhando.

Mas não é qualquer caso, trata-se de uma quadrilha de tráfico de órgão, pessoas barra pesada.

Nem preciso dizer que não vai faltar ação e suspense. O livro é recheado de adrenalina do começo ao fim com uma ótima narrativa, detalhista na medida certa, a cronologia é dividida no começo de cada capítulo o que foi ótimo para conseguir ficar bem situada nos acontecimentos.

A narrativa se divide entre Seth e Jaqueline uma designer de móveis que cruza o caminho do policial.

Conta-me
Gostaram da resenha?
Já ouviu sobre esse livro?

site: https://comquallivroeuvou.wixsite.com/website
Paloma Sama 04/01/2021minha estante
Obrigadaaa! Fiquei feliz depois de ler isso ^^




Fernando.Nascimento 26/04/2021

Gostei demais desse livro. Seth Ranieri é investigador da Polícia Federal. Ele é obstinado e busca justiça para um caso que está profundamente ligado à sua vida. Ranieri, por vezes, é turrão e ranzinza, ainda assim senti bastante simpatia por ele. Jaqueline também é outra personagem que me conquistou. Em um momento inusitado, na verdade, bem tenso, eles se conhecem. A parte investigativa é muito bem feita.
Esse é um livro frenético, cheio de acontecimetos tenebrosos e instigantes se passando pela capital Paulista e em várias cidades da grande São Paulo. Ocorre mortes terríveis. Se quiser algo que te deixe vidrado, com muitas reviravoltas, leia este livro.
comentários(0)comente



Suzana 09/05/2021

Livro envolvente e fácil de ler.
Esse livro foi uma boa surpresa. A Paloma conseguiu criar personagens instigantes e uma história bastante envolvente.

Nesta obra, vamos acompanhar a busca incansável de Seth por justiça. Uma busca que vai além de seu trabalho, trata-se de uma questão pessoal para ele. Por esse motivo, o investigador se envolve de corpo e alma na investigação. É maravilhoso acompanhar seus sucessos e frustrações ao longo da história.

Como personagem secundária conhecemos Jaqueline. Uma garota cheia de contradições e com muitas questões a serem resolvidas. Seu primeiro encontro com Seth é, no mínimo, inusitado. Confesso que a princípio não pude imaginar quão grande seria a sua importância na história mas Jaqueline se mostrou uma peça fundamental para desvendar o caso que nos envolve desde a primeira página.

A trama se desenrola de uma maneira envolvente e viciante e vamos acompanhando os passos de Seth e Jaqueline até o grande e esperado final. E que final.

Eu gostei muito dessa leitura e indico para todos. Vocês não vão se arrepender.
comentários(0)comente



Silvia.Souza 26/04/2018

Muito ruim...
Achei tanto a escrita como a história bem amadoras... A narrativa não menciona passagem de tempo e também não prende muita a atenção. Quando a história muda para outro personagem não tem nenhuma indicação que houve volta no tempo... Realmente, bem amador... Para piorar, ainda tem repetição dos diálogos, que eu detesto... Até as atitudes policiais de Seth são imaturas, considerando sua condição de investigador... Também não gostei muito dos personagens... Seth é muito prepotente e Jaqueline exagera em seus próprios problemas... Enfim, uma trama que não me prendeu à leitura, acabei desistindo de continuar...
Paloma Sama 30/07/2018minha estante
Lamento que não tenha se interessado em continuar. Aprecio seu comentário e me esforçarei para melhorar os pontos abordados nas próximas revisões. De toda forma, espero que possa me acompanhar em novos projetos




Karla.K 01/05/2018

Amei
Pode ser que haja um pequeno spoiler aqui, mas nada que comprometa a leitura do livro.

"Faça algo digno de se lembrarem de você. Não destrua sua vida e seus sonhos por coisas e pessoas que não dão a mínima para você, que não te servem."

"Covardes ameaçam, eu, só aviso"

As duas frases que mais amei. Todas ditas por nosso investigador Ranieri que não tem vergonha em ser tão direto.

É um livro bem construído e que não dá vontade de parar de ler. Torci muito por Seth desde o inicio. O amor que ele sente pelo irmão é tão grande que o cega do começo ao fim. Suas falas, atitudes, tudo, resultado da tragédia que mudou sua vida e das pessoas ao seu redor. O sentimento é muito bonito, pois pra ele, prender Wilker é seu objetivo principal. Seth é um cara insistente, a gente consegue notar isso, e também é bem intransigente o que o torna bem característico. Gostei de sua personalidade desde o começo mesmo quando depois ele se torna extremamente babaca. Não quer aceitar a ajuda de ninguém e acha que todos estão contra ele. O personagem decai muito no decorrer das páginas graças aos acontecimentos em que é submetido enfrentar. Isso foi algo que gostei, pois isso o torna mais humano. São poucos os livros que oferecem esse tipo de leitura, onde o principal, que é o mocinho (e que não está do lado do mal) é tão falho e defeituoso e o livro deixa isso bem claro, já que a maior parte é narrada em primeira pessoa, fica fácil perceber isso. Dá para sentir que ele se culpa e ao mesmo tempo sofre por não ser capaz de fazer nada além de ir atrás de pistas que lhe resultam mais em perguntas do que respostas. A impotência o corroí devagar.

Não gostei muito da Jaqueline. Não tem necessariamente um motivo por não gostar dela, só a achei chata mesmo. Assim como Seth ela também muda. Enquanto ele decai, ela melhora (só um pouquinho) só apreciei sua presença no livro nas últimas páginas, quando ela precisou ser corajosa após passar a noite em seu apartamento que estava com a porta arrombada. A partir daí gostei mais dela, mas não muito.

Quando Seth engoliu seu orgulho e ajudou Jaqueline mesmo ela não merecendo, mesmo com as vidas correndo risco, me derreti. Ele vai sem hesitar e não percebe o que isso significa, mesmo estando bem na frente dele. É pura paixão. Um sentimento forte, mas que vem com um toque de amargura para ele. O personagem sofre com sua impotência.

Os outros personagens também são interessantes apesar de pouco explorados. Gostei muito do Lucio e da Karen. Gostaria que Wilker tivesse tido mais destaque, mas isso não o deixa muito atrás. Dá para notar em como tem uma personalidade de lunático.
A forma como alguns fatos se resumem em matérias do tal jornal da cidade foi muito bacana. Por alto conseguimos entender tudo o que aconteceu sem precisar de diversos capítulos gigantescos explicando cada passo judicial.

O final me pegou um pouco desprevenida. Eu não imaginava que fosse acabar da forma que acabou. O último capítulo me deixou com aquela vontade de saber o que aconteceria depois, mas aí acabou, infelizmente. Adorei cada página.
comentários(0)comente

Paloma Sama 25/10/2018minha estante
Muito obrigada pelas palavras, sua linda. Fico feliz que tenha gostado.




5 encontrados | exibindo 1 a 5


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR