Amigas Inseparáveis

Amigas Inseparáveis Erica Spindler




Resenhas - Amigas Inseparáveis


17 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Talia 23/04/2021

"Somos uma família. Juntas para sempre"
Acredito que foi um dos primeiros thriller que li, quando eu tinha por volta dos onze anos (mais de uma década atrás). Reencontrei o exemplar na biblioteca municipal recentemente e decidi reler porque, sendo sincera, não me lembrava de nada (e nessas horas agradeço minha memória não ser lá um grande exemplo porque consegui me surpreender com o plot twist). Os personagens não são cativantes, alguns deles (como a Julie) tinham tudo para serem surpreendentes caso fossem bem elaborados, entretanto acabam sendo um tanto "rasos". O enredo, no entanto, é maravilhoso demais. Claro que ao longo da leitura, nós vamos pescando uma ou outra pista deixada para trás e traçando teorias para o final, e é uma experiência ótima descobrir se nossas teorias eram verídicas ou não. O começo do livro pode ser um pouco monótono, mas não demora até nos vermos envolvidos com o desenvolvimento. Algumas coisas, como as cenas de sub/dom, poderiam terem sido trabalhadas com uma maior responsabilidade.
É uma leitura que indico.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Anna's Book Closet 17/06/2019

Espetacular!
AMIGAS INSEPARÁVEIS ( Erica Spindler )
.
Harlequin | 2006 | 576 pág.

.
Minhas impressões:

Thistledown, Missouri, 1983:
Julie Cooper, Andie Bennet e Raven Johnson são adolescentes mais que amigas: são como irmãs, são um família.
As três possuem personalidades muito diferentes, mas todas vivem muitos conflitos internos e também vários dramas familiares.
.
Um dia eles ouvem uma música que ao que parece vem de uma casa vazia.
Quando resolvem averiguar através de uma janela, elas se deparam com cenas explícitas de sexo BDSM.
Elas ficam fascinadas e passam a espionar o casal que elas chama de Sr X e Sra X com frequência. Até que o pior acontece: a Sra X é encontrada morta.
.
1998: Quinze anos após o ocorrido no Verão de 1983, Andie, Julie e Raven estão de volta a Thistledown, e mesmo com tantos problemas no passado, estão tão unidas quanto antes.
Mas tudo muda quando o Sr X reaparece em suas vidas.
.
Ele nunca foi pego e muito menos teve a sua identidade revelada.
Então porque voltar e remexer no passado? Porque ele matou a Sra X? O que ele deseja agora ao tentar se envolver com as três mulheres que de alguma forma fizeram parte de tudo que aconteceu naquela noite fatídica?
Esse livro foi uma experiência incrível! Não esperava que fosse tão bom, criativo e interessante. Sem contar que a escrita e a forma da autora conduzir a história me lembraram muito os livros do Sidney Sheldon.
Me envolveu do início ao fim com sua narrativa cativante e acontecimentos de tirar o fôlego.
.
Aqui no Brasil tem mais dois títulos da autora: Obsessão e Vertigem.
Seria maravilhoso se a Harlequin reimprimisse esses títulos e publicasse outros dessa autora talentosa.
.
BOOKS BY ANNA BONNIE
Sueli 13/01/2020minha estante
Por quê? Por quê os livros dessa não são mais publicados no Brasil???? :/




Ane 14/05/2019

Empolgante
Ganhei esse livro aos 11 anos e o devorei em míseros 3 dias, certamente minha tia nem imaginava o que estaria entregando em minhas mãos quando o entregou, com objetivo de me fazer ter amigas e tirar as caras dos livros ( Obrigada tia! Mas não deu muito certo ). Agora, com 21 anos, tornei a reler meu primeiro Thriller, e por sua leitura fácil, dinâmica e fluida ( como outros livros da Érica ) o devorei em apenas um dia, para minha tristeza.

O livro retrata a amizade de 4 garotas que se rompe com o assassinato da senhora X, passa anos e as brincadeiras de investigação começam a se tornar reais quando uma delas se envolve demais com o suposto - cá entre nós, empolgante - senhor X, o principal suspeito!
Mentiras foram contadas, confiança quebrada e manipulação empregada, esperaríamos isso de um verdadeiro serial Killer, mas na verdade são só meninas resolvendo suas vidas e fazendo o que acham melhor para si mesmas.

As cenas mais picantes ( e que graças a Deus não são explícitas, mas que ainda sim fizeram minha imaginação ficar um pouco confusa demais a 10 anos atrás ) são de tirar o fôlego, pois Érica consegue " vendar " o leitor junto de suas próprias personagens, nos levando a instigar sensações e pensamentos de pura euforia. Não posso dizer com propriedade, mas certamente esse livro tem lá sua culpa por eu ser o que sou hoje, minha curiosidade também não ajudou muito.

Por fim, o final ( que graças a Arceus eu havia me esquecido, trazendo-me nova sensação de surpresa ) nos deixa perplexo, mesmo que o livro já tenha demonstrado certas pistas no decorrer da história. A forma que as coisas são reveladas, o choro, a surpresa... Tudo parece repentino e vem com uma enxurrada de confusões mentais de " Eu sabia! " que no final ficamos " Oh, não... Espere, é isso mesmo? ", volta algumas páginas, certas lembranças e então percebe-se que esteve na nossa cara. Mas assim como as personagens, somos enganados, iludidos e ludibriados juntos. Hahaha.

É um livro ótimo, e que sinceramente tem uma capa merecida ao título, o banco e a corda já diz tudo ( mas faltou a pena branca aí ). Infelizmente a editora não caprichou muito na qualidade, então as páginas se amarelam fácil, o livro parece ser encapado com alguma película de plástico que vai descascando com o tempo.

? Thriller
? Quente! ( não explícito )
? Final surpresa
? Sensação de viver o próprio personagem
? Detalhamento objetivo e de fácil compreensão do ambiente.
× Não há continuação
× Sem bom acabamento
Ieda.Marques 19/05/2019minha estante
O livro realmente é fantástico porém li por puro acaso. Sei que estou errada mas a capa chama muito minha atenção e essa, desse livro, vamos e venhamos, não é nada bacana. Horrível! Ainda bem que valeu a pena. E eu também não conseguia parar de ler.




LT 09/06/2015

Amigas Inseparáveis foi o primeiro livro que eu li desse gênero que é chamado de thriller psicológico. Posso dizer que em muitos aspectos eu fiquei surpresa com as minhas reações ao ler esse livro, mas uma coisa eu garanto, fui tirada totalmente da minha zona de conforto literária e a surpresa é dizer que eu amei isso!

O livro conta a história de três amigas de infância: Andie, Julie e Raven. Elas são inseparáveis, cada uma delas têm uma personalidade diferente que, de certo modo as completam, pois uma busca na outra o que falta em si.

- Melhores amigas.
Julie completou:
- Mais do que família.
- Juntas para sempre - acrescentou Raven, juntando suas mãos às delas. - Só nós três.
- Melhores amigas para sempre- disseram novamente, desta vez em uníssono.

Como são diferentes, cada uma delas tem seus próprios conflitos, tanto internos quanto familiares e, eu gostei muito da forma como a Erica expôs isto, pois nos permitiu conhecer a fundo o que cada uma delas é capaz e do porque.

Por causa desses problemas, em uma noite elas se reuniram para se ajudarem, afinal, elas eram uma família, e família deve estar unida acima de tudo! Nessa reunião no esconderijo delas, elas ouviram uma música envolvente vindo de uma casa que tinha em um terreno vazio, nas casas para alugar e como a curiosidade é grande as três foram ver o que estava acontecendo e se depararam com uma cena de sexo BDSM.

Cada uma reagiu de um modo diferente diante dessa cena e isso serviu para desestabilizar a amizade delas. Essa situação foi se estendendo até que um dia, uma delas encontrou a Senhora X morta por uma dessas brincadeiras sexuais que praticava com o Senhor X.

Agora, mal podia olhar Andie nos olhos. Ela e Raven mal se falavam. Era como se uma muralha de vidro as separasse. Podiam se ver, mas não se tocar, manter contato. Já não riam mais juntas, não cochichavam uma com a outra, compartilhando seus segredos mais obscuros para si.
Agora, guardavam os segredos para si.
Aquilo as estava separando. Separando-as das outras. E, por mais que quisesse, Julie não sabia como evitar.

E agora? Quem matou a Senhora X? Óbvio que o Senhor X! Mas, quem é ele? Onde ele estava agora?

Ninguém sabia de nada sobre o assunto e o caso foi arquivado como não conclusivo.

Por todo o ocorrido, as amigas foram obrigadas a se separar e viver a suas vidas por elas próprias... até agora. 15 anos depois, elas voltam a morar na mesma cidade. As personalidades se mantém, os vícios se tornaram mais rigorosos assim como os medos e preocupações, tudo por consequência do passado.

Eis então que, de uma forma inusitada, um homem surge na vida das três ao mesmo tempo em funções diferentes: patrão, namorado e paciente. Juntamente com isso ameaças começam a acontecer e as levam de novo para o passado, passado que elas tanto querem esquecer. Ao assassinato da Senhora X.

Será ele o Senhor X? O que ele quer com as três? Será que alguma das meninas mentiu para a polícia? Quem é verdadeiro e quem não é? Quem matou a Senhora X?

- As pessoas mentem, você tem de me ouvir! Eles escondem seus verdadeiros "eus" para se proteger e proteger àqueles que amam. Eles têm métodos. Segredos que não têm nada a ver com o que as coisas parecem ser Dra. Bennett, você tem que me ouvir.

São tantas, mas tantas perguntas que eu endoidei (hahaha). A escrita da Erica é bem fluida, o livro é narrado em terceira pessoa, o que nos dá a oportunidade de conhecer o ponto de vista de diversos personagens e ver a história de vários ângulos.

A história é pesada? Sim, mas não tem cenas de sexo explícitas nem nada disso. Eu achei a história pesada no nível psicológico mesmo. O jogo de tortura psicológica entre as personagens te prende e te envolve também a ponto de você não conseguir largar o livro (teve um dia que era 4:30 da manhã e eu estava lendo sem querer largar).

Junto com a história principal, é narrada a vida de cada uma delas. O seu dia a dia e com isso várias histórias secundárias se encontram, dando-nos a oportunidade de ter um pouco de romance na história.

Eu não posso falar muita coisa, porque senão estragaria a história para quem quiser ler o livro, que eu super recomendo desde que tenha um coração forte para surpresas (sim eu xinguei, dava uns gritos, soltava vários "Ai meu Deus, eu não acredito" e assim por diante hahaha). Amigas Inseparáveis é um livro que te deixa apreensiva querendo saber o que vai acontecer na página seguinte, te deixa curiosa, com medo pelas personagens, com dó e acredite em mim te deixa surpresa.

A Erica mostra de formas diferentes o que uma pessoa é capaz de fazer quando está sobrecarregada, quando chega as últimas consequências do trauma e dos abusos psicológicos. Nos mostra o que a sua personalidade pode fazer e te influenciar na vida. Esse é um livro que me mostrou sem dúvidas até onde vai o limite da pessoa para realizar aquilo que ela acredita.

O final para mim foi algo bem surpreendente, em partes na verdade, porque pelo início do livro e pelo decorrer da história eu já suspeitava o que iria acontecer, mas, a questão principal, em si, foi uma surpresa. Não posso dizer que o final foi 100% perfeito para mim, pois uma das histórias paralelas eu achei que ficou meio que sem conclusão, deu-se a entender? Acredito que sim, mas eu acho legal ter um desfecho escrito, aliás, o que seriam umas quatro ou cinco páginas a mais em um livro tão grande como esse?

Outra coisa que eu não gostei foi da edição da Harlequim, esse foi o primeiro livro que eu li da editora, mas, achei a edição meio 'feia' (será que é porque o livro é antigo?), bem simples. As folhas são brancas, as capas lisas e sem orelhas, mas as letras são de um tamanho excelente para a leitura.

Eu recomendo para os fãs do gênero a leitura desse thriller e para quem gosta de um bom livro desafiador também. Como disse no início da resenha, esse livro foi algo que me tirou da minha zona de conforto e eu não me arrependo nenhum pouco de tê-lo lido, pelo contrário, acho que quero ler mais livros no estilo.

Resenha: Mayara Milesi.

site: http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Virgílio César 26/11/2013

Excelente livro!
Não esperava muito deste livro, já que foi escrito por uma autora de romances estilo Sabrina ou Julia, mas fui realmente surpreendido. O enredo mantém o suspense o tempo todo. O único ponto fraco, foi um dos personagens cair no mesmo truque duas vezes. Precisava ser muito burro ou inocente para isso ocorrer. Quem leu vai entender.
comentários(0)comente



Rosana 24/10/2013

Eletrizante
Um triller emocionante do começo a fim para quem gosta de suspense recomendo.
comentários(0)comente



Marmaid 23/12/2012

Amigas Inseparáveis
No verão de 1983, Julie, Raven e Andie são grandes amigas que moram na pacata cidade de Thistledown, no estado de Missouri. Elas são ligadas por um laço forte de amizade e cumplicidade, embora sejam bem diferentes uma das outras, tanto na personalidade quanto no âmbito familiar. Uma noite, enquanto andavam pelo bairro onde moram, elas são atraídas por uma música até uma área de casas em construção e, ao olhar pela janela de uma dessas casas, se deparam com um casal em um cruel jogo sexual. Temendo pela vida da misteriosa Sra. X, as meninas passam a vigiar a casa. Mas os cuidados de inocentes garotas de 15 anos não são o suficiente: a Sra. X é morta e o Sr. X desaparece mais misterioso que nunca.

Quinze anos se passam, e um novo mistério passa a assombrar as três amigas ao receberam, cada uma, uma carta com um antigo recorte de jornal sobre o caso. Andie passa a receber estranhas ligações e ameaças sobre o passado; pra compensar, um antigo morador volta à cidade mantendo uma ligação com Andie, Raven e Julie. Seria ele o misterioso Sr. X? Qual o interesse dele com as três mulheres? Mas o mais importante: o que de fato aconteceu na noite do assassinato há 15 anos?

"Isso não pode estar acontecendo, disse a si mesma, engolindo o ar com dificuldade. Não em Thisledown. Não em sua própria vizinhança."

Escrito em terceira pessoa, abordando os pontos de vista das três amigas e do detetive Nick Raphael (que esteve na investigação da morte da Sra. X há 15 anos e volta a se envolver com as mulheres quando Andie o busca por ajuda), o livro é uma trama policial e coloca o leitor no papel de detetive conforme a trama se desenrola.

Apesar de bastantes páginas, a leitura é rápida e envolvente, além de fácil. Mas o que eu mais gostei foi da escrita da Erica. Apesar de ser em primeira pessoa, a leitura é subjetiva em muitos momentos, dando um ar de suspense e mistério durante o livro e nos fazendo investigar o caso juntamente com as personagens. É como se tivéssemos várias peças de um quebra cabeça e fossemos montando aos poucos a cada nova informação que recebemos, que pode ser reveladora ou não.

Os personagens foram muito bem elaborados, psicológica e emocionalmente falando. Muitos personagens de livros são fáceis de ler e entender, mas em Amigas Inseparáveis Erica consegue dar a eles uma veracidade, como se fossem pessoas de verdade que estamos tentando entender. Aliás, é um ponto importante na leitura, prestar atenção no comportamento das personagens ao invés de apenas ler e não absorver o que eles dizem ou pensam.

"De algum lugar da casa veio um movimento; o ranger de uma tábua do assoalho, uma respiração silenciosa e ofegante. Ela congelou e sentiu um arrepio na nuca."

Gostei bastante do clímax, que é o desenrolar final; é aquele que no momento você diz ‘Ah, não acredito!’, mas quando você para e pensa no que leu, percebe que faz sentido e que não poderia ser diferente e até se surpreende por não ter sacado antes.

Não sei com foi o trabalho de tradução, o que foi perdido do original, porém, durante a leitura percebi alguns deslizes de continuação e até mesmo umas expressões que poderiam ter sido melhores traduzidas; Não atrapalha a leitura, mas me incomodou um pouco. Outra coisa que me incomodou foi o final. Depois do clímax e dos mistérios revelados, tudo aconteceu rápido de mais e achei um pouco superficial. Sabe aquele final que acaba de repente e você procura por páginas que não existem por que foi brusco demais? Foi isso que eu achei.

No geral, é um bom livro, com ótimas cenas e bem escrito. Sou fã de romances policiais, principalmente aqueles que você não descobre tudo o que aconteceu logo nos primeiros capítulos, mas vai se surpreendendo e se enganando a cada página lida até que no final tudo faça sentido.
comentários(0)comente



Literatura 15/12/2011

Uma leitura vertiginosa, onde nada é o que parece. Uma estória que prende quem lê até a última página. Mais do que mulheres, as três amigas são principalmente humanas, presas entre traumas e conflitos, ligadas por um crime sem solução ocorrido há 15 anos. Ainda adolescentes, foram testemunhas por acidente dos jogos sexuais de um misterioso casal, que chamavam de casal X. Um relacionamento de dominação e submissão que resultou em morte. Mas, mais que simples testemunhas, cada uma delas fez parte deste jogo, envolvidas cada uma a sua maneira, com marcas que iriam carregar durante toda a vida.

Leia a resenha completa no Literatura de Cabeça
http://www.literaturadecabeca.com.br/2010/08/amigas-inseparaveis.html
comentários(0)comente



Sweet-Lemmon 20/05/2011

http://umaconversasobrelivros.blogspot.com/
Thriller de Suspense de tirar o fôlego. Em Amigas Inseparáveis o mais importante não é o ‘QUEM MATOU’ mas sim se o culpado conseguirá ser pego antes de fazer mais uma vitima. Nós, os leitores, e somente nós, sabemos quem ele é, o que ele faz e isso torna toda a leitura muito mais interessante e, por que não, aflitiva.

Honestamente, esta não foi a melhor estória de suspense que eu já li, mas, com certeza, foi uma das poucas que me deixou um tanto quanto incomodada (não no mau sentido), com um UAU preso na garganta.
A estória se apresenta em dois tempos: um passado aparentemente distante quando o trio de amigas adolescentes vê-se envolvido em um cruel assassinato e 15 anos depois quando, já adultas, as amigas têm o passado revisitado.

Apesar de em certo ponto, a identidade do ‘vilão’ ser descoberta pelo leitor, Erica Spindler, a autora, não revela totalmente todas as nuances da estória: nos é mostrado detalhes mas a imagem toda revela a todos mais surpresas.

Erica Spindler mescla muito bem o drama com o suspense, sexo e amor. As personagens são bem descritas, cheias de facetas, reais. O livro trata de alguns temas fortes como loucura, sexo, assassinato, fetiches porém contém uma escrita simples, não simplista, que prende o leitor. E para quem não vive sem um romance, sim, ele também está presente.

A autora descreve fatos chocantes, partes obscuras do ser humano, todavia em nenhum momento ela se mostra moralista ou preconceituosa. Ela apenas mostra os fatos sejam eles ‘fáceis’ ou não.

Eu recomendo. E muito.

**********
“Nick apertou o rosto dela contra o peito, consciente da Sra. X pendurada atrás dele, o cheiro de morte já no ar. Consciente,também, de que Andie Bennett estava mais encrencada do que ela poderia imaginar”
*********

LEIA A RESENHA COMPLETA NO BLOG:

http://umaconversasobrelivros.blogspot.com/2011/05/amigas-inseparaveis-de-erica-spindler.html

****
comentários(0)comente



Maria Carolina 28/05/2010

O Livro é muito bom.....a escrita é muito fácil, a Historia é otima.. um suspense na medida certa!!Os personagens são otimos...As amigas inseparáveis cada um com a sua qualidade e seus segredos!!O final é otimo... Só não vai receber 5 estrelas pq eu achei que autora não falou no final o q aconteceu com o David...ficou tudo meio que no ar!!! Mais não deixa de ser um livro Muito Bom....
Pra quem gosta de suspense vai gostar desse Livro!!
comentários(0)comente

Vera Sabino 23/08/2011minha estante
Ótimo suspense!!! Leitura fácil e agradável devido ao estilo de escrever da autora... e a trama é muiiiito bem bolada.

Como vc, Maria Carolina, fiquei intrigada e bastante frustrada com esse final ambíguo em relação ao q aconteceu com o David.

Ele não foi o assassino das 2 mulheres, sabemos disso, mas do meu ponto de vista, teve uma parcela de culpa na morte das 2 jovens.

Esse foi o primeiro livro da autora q li, mas já separei um outro q está na minha fila de espera pra ler assim q terminar o livro q estou lendo no momento. Acredito q seja tão bom qto "Amigas Inseparáveis", a julgar pelos comentários da amiga q me recomendou.


Maria Carolina 23/08/2011minha estante
Concordo com vc! O Final foi decepcionante1 Mais vou continuar a Ler os Livros da Erica!!!




Iara Paula 16/05/2010

SENSACIONAL
Não dá pra parar de ler.Talvez não seja tão surpreendente mas com certeza é uma trama com um enredo misto que prende o leitor do começo ao fim.Gostei muito também do relacionamento entre Andie e Nick.Um romance sutíl e nem um pouco piegas e que faz com que você torça pelo casal.Nota 1000!Recomendo!
comentários(0)comente

CACAU 21/07/2010minha estante
OI Iara, também gostei muito deste livro da Erica. Vc já leu Corrida cega? Acredito que irá gostar tanto ou mais. Bjs.




Jay 13/04/2010

Ótimo.
Adorei o livro. O começo é meio lento e paradinho, mas depois a gente pega o ritmo e fica incrível.
O final não poderia ser mais surpreendente!
Indico para quem gosta de um livro que une suspense e romance.
comentários(0)comente



danilo_barbosa 13/02/2010

Leitura vertiginosa
Essa história, onde nada é o que parece te prende até a última página. Mais do que mulheres, as personagens principais são humanas, presas em seus traumas e conflitos e ligadas por um crime sem solução por 15 anos e um assassino a solta, sempre mantendo o clima de mistério no ar. Confiram!
Cissa 24/08/2010minha estante
Danilo... Essa foi a melhor história escrita pela escritora Erica Spindler. Concordo plenamente com você.




Tatty 15/01/2010

Demais!!!
Erica Spindler escreve de um modo que te prende na leitura, do começo ao fim.
"Amigas Inseparáveis" é o tipo de livro que você não quer parar de ler. Com capítulos curtos e muita ação!
Recomendo muito!
572 páginas devoradas em dois dias!
comentários(0)comente



17 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2