O Assassino do Zodíaco

O Assassino do Zodíaco Sam Wilson




Resenhas - O Assassino do Zodíaco


115 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Camillioteca 23/05/2020

Confuso
É uma leitura que exige paciência, são muitos personagens e acontecimentos, além de demorar para pegar o ritmo temos que cuidar para não se perder, é uma leitura válida, mas que não é incrível.
comentários(0)comente



Ary 17/07/2021

Signos
Imagine um mundo onde o jovem místico venceu, as pessoas realmente são julgadas pelos seus signos e são obrigadas a agir conforme eles.
Parece idiota não é mesmo?
Mas essa história é uma paródia de nosso mundo, Ao mostrar um mundo regido e organizado pelo Zodíaco, Sam Wilson aproveita para destacar como o preconceito e a discriminação se fazem presentes de forma até natural em tudo que envolve a nós, humanos. Independente da forma como a sociedade decida se organizar, a dominação de fortes sobre fracos, a desigualdade entre ricos e pobres, a balança do poder e da corrupção sempre vão se fazer presentes. Nas entrelinhas do livro, fica uma mensagem um tanto pessimista de que a humanidade, no fim das contas, sempre encontra um jeito de driblar os ideais mais básicos de convivência igualitária.
comentários(0)comente



Luiza 31/10/2020

Bom (só isso mesmo)
E vamos à saga de "Me interessei pelo título, já comecei". Não sei se minha resenha será tão válida assim porque sequer li a sinopse do livro e por isso comecei a leitura com a impressão totalmente errada. O que eu imaginava era um assassino, até um serial killer, que matava as pessoas baseado no signo do zodíaco. De certa forma, esse elemento está presente na obra, mas a história vai ainda além: é uma sociedade ambientada a partir de signos do zodíaco, em que as pessoas são analisadas, divididas e destinadas a viver em determinados lugares ou ocupar determinadas posições por causa dos astros no céu quando nasceu.

"-(...) nos chamam de violentos. Como poderíamos não ser, se essa é a única maneira de nos ouvirem? Como poderíamos não ser, se violência é o que encontramos todos os dias? Paz é silêncio, e não podemos mais permanecer em silêncio. Temos de ser ouvidos!"

Tenho muita curiosidade com relação à astrologia, gosto sempre de acompanhar as notícias e descobrir mais sobre esse assunto. Contudo, é difícil aceitar uma sociedade que descrimina baseado no signo zodiacal, em que filhos são separados de pais por simplesmente terem nascido em uma época diferente. E, apesar de muitas pessoas serem realmente muito parecidas com as descrições feitas por esse campo, isso não significa que elas não possam ser diferentes ou que não mudem com o decorrer da vida (fato que foi representado no livro por meio de um personagem que acreditava ser de um signo e por isso agia de acordo com a conduta esperada, mas descobre ter sido registrado erroneamente; não entrarei em mais detalhes para não dar spoiler).

Há uma série de tramas acontecendo ao mesmo tempo: assassinatos sem motivo aparente, revoltas em Ariesville (local onde vivem os arianos, extremamente injustiçados e em condições precárias), Burton e Lindi tentando lidar com essa bagunça e David em sua procura por sua filha até então desconhecida. São muitos personagens e cenários, como você pôde perceber, além da própria sociedade ser um pouco confusa, então talvez seja difícil entender e manter-se dentro da história.

"- Vou lhe dizer o que penso - disse por fim. - Penso que este lugar é um bote salva-vidas. O bote salva-vidas é necessário, mas não vai muito longe. O problema é que todos os outros botes nas imediações estão afundando. Pelo menos, estas crianças têm Maria para cuidar delas. As outras, em Ariesville, estão se virando sozinhas, bem ou mal. Não vamos melhorar a vida de nenhuma delas enquanto não melhorarmos Ariesville."

Acredito que muito do que foi representado, mesmo se tratando de uma sociedade baseada em signos, pode ser aplicado na vida real, especialmente as injustiças sofridas pelos arianos e as condições terríveis de Ariesville em si. O alvo muda, assim como o suposto motivo, mas a injustiça não é a mesma que vemos todos os dias?

Apesar de tudo, no meu caso, a história fluiu muito bem e fiquei super curiosa com os mistérios e as subdivisões de todas as tramas. Já sabia que não seria 5 estrelas, mas ainda assim estava caminhando bem e me mantendo interessada, por isso esperava gostar quando terminasse. Acontece que essas impressões foram completamente ofuscadas pelo final. As pontas se encaixaram, pelo menos, mas não consegui gostar de jeito nenhum.

Resumidamente, é uma leitura bem interessante que você pode até gostar, dependendo dos seus gostos pessoais. Contudo, não é excelente ou incrível, apenas boa. Então, não espere demais dessa leitura ou você vai se decepcionar.
comentários(0)comente



Ana Sterce 10/04/2021

10/04/2021
comentários(0)comente



helenacruz 21/04/2021

Previsível demais para um suspense
O livro retrata uma sequência de assassinatos em uma cidade em que a sociedade se divide por signos. De início estes assassinatos parecem sem relação, mas logo visualizamos algumas coincidências que mostram que eles estão mais ligados do que se imagina. O caso cai na mão do detetive Jerome e a astróloga Lindi, uma dupla que não me convence.
O livro têm muitos personagens, mas poucos personagens bons, sabe? Que te fazem torcer por eles, compreender o que está sendo dito. Na minha opinião, o melhor personagem é Cray e sua relação (até certo ponto) com Daniel.
A dupla principal (Jerome e Lindi) parecem coadjuvantes perto de outros, eles não tem uma parceria forte nem juntos nem individualmente. O livro traz muitas informações astrológicas confusas e pouco pertinentes para o enredo, sendo que o plot twist não é tão "plot" assim, pois desde as primeiras páginas você usando um pouco de raciocínio consegue ver o único que teria dinheiro, poder e motivos para ocasionar assassinatos em série.

O segredo do livro, está na linha do tempo. Isso achei bacana, estava me perguntando como o assassino poderia estar em tantos lugares ao mesmo tempo, quando você saca que o mistério desse livro é a ordem cronológica que não é revelada desde o início, percebe que este é o grande ponto do autor.
A relação de Daniel e Cray é muito bonita de se ver, e é ruim acompanhar a destruição disso pela ganância, vaidade e vingançã que Daniel tem com quem prejudicou sua filha. Mesmo assim, são os personagens com mais pontos altos no livro.
Bella 21/04/2021minha estante
O livro pode ser "ruim" mas o caso real é de deixar qualquer um maluco


helenacruz 22/06/2021minha estante
Olá Bella, esse livro não é sobre o Serial Koller famoso, é uma ficção mesmo, sem ser baseada em fatos reais




spoiler visualizar
Mirtilo.Azedinho 24/06/2021minha estante
No caso o título só é assim na versão em português.
O título original do livro é só "Zodíaco", o que faz mais sentido com a proposta da história, isso aí do título foi mais uma cagada de tradução.




AnaPaulaAssis 13/03/2020

Achei a trama bem interessante, em relação a divisão da sociedade pelos signos... Mas me decepcionei pelo fato de não haver uma grande reviravolta. É um suspense policial, mas não tem muito mistério.
comentários(0)comente



Letícia 10/06/2020

Acho que a história poderia ter sido muito melhor explorada. Me interesse pelo fato dela parecer uma distopia, mas acabou sendo só mais um suspense policial clichê e com um plot previsível.
comentários(0)comente



Lia 18/07/2020

Interessante
Um cidade o de classifica as pessoas pelo seu signo não poderia ser nada menos que interessante. Leitura fácil e que envolve do começo ao final da história.
comentários(0)comente



Fábbio - @omeninoquele 07/07/2020

Intrigante!
#OMeninoResenhando
⠀⠀
❝Os filmes lhes ensinaram o que deve acontecer, e elas seguem apenas o roteiro, como ovelhas. A dor porém, era uma âncora que o puxava para baixo.❞
⠀⠀
A sociedade em San Celeste é organizada arbitrariamente pelos signos do zodíaco, e os valores sociais impostos nesses signos em forma de divisão são os responsáveis por você ou ser um miserável, como acontece com os nascidos sob o signo de áries ou muito rico, influente e cheio de poder e oportunidades como os nascidos de capricórnio. Essa realidade da cidade é quase insana e difícil de se aceitar mas existe, e mesmo que tenha seus problemas como em qualquer outra forma de organização, as pessoas acreditam muito nela e levam essa desigualdade de forma normal por toda a sua vida.
⠀⠀
Mas quando começa a acontecer assassinatos de pessoas com status acima daqueles mais abastados, as coisas vão para outro rumo e talvez, as pessoas sob essa forma de organização comecem a perceber o quão frágil e cheio de buracos é essa sociedade e podem fazer algo pra mudar esse sistema. O estopim pra que isso ocorra é quando o chefe de polícia da cidade é brutalmente assassinado em casa, e daí entra no caso o detetive Jerome Burton, que é muito influente no que faz e tem nas mãos um crime brutal a desvendar.
⠀⠀
Mas os assassinatos continuam a acontecer e com a ajuda de uma astróloga forense, chamada Lindi Childs, Burton vai descobrir que eles possuem algo a mais em comum, muito mais do que a influência dos seus signos e vão partir desse ponto pra desenrolar os mistérios dessas mortes.
⠀⠀
Do outro lado da história, um capricorniano chamado Daniel Lapton, ao descobrir que seu pai havia escondido sua filha por anos, fruto de um relacionamento com uma pisciana quando mais jovem, decide agora correr atrás do tempo perdido e encontrar a filha, mas vai em algum ponto da história cruzar essa busca com a investigação de Burton e Lindi. São duas histórias ligadas por esse sistema arbitrário e em busca da verdade vão se deparar com muitas traições, promessas quebradas e pessoas que buscam acima de tudo ter mais poder sobre outras.
⠀⠀
Confesso que essa distopia muito me intrigou desde o início do livro e quando mais adentrava na história mais eu percebia o quão racista é essa forma de sociedade, e o quão injusta e desumana ela é. E percebemos isso quando os nascimentos acontecem que se forem de um determinado dia, um dia a mais ou a menos vai te definir como bom ou ruim pra sociedade e vemos também que as pessoas começam a programar o nascimento dos filhos com medo de que ele caia no signo de áries ou outros menos influentes, eu achei chocante e fiquei muito tempo pensando se isso fosse de algum jeito real, imagina o que você seria nessa sociedade sendo do signo que é, isso é bem bizarro né?
⠀⠀
Fiquei muito preso a história tentando descobrir o assassino e vendo mais sobre essa forma de organização que o livro trás, e foi uma experiência bastante agradável. A escrita do autor é bem dinâmica e os capítulos curtos e cheios de revelações também contribuíram pra eu ter gostado da trama. Os personagens apesar de serem bem rasos, são muito interessantes e eu me aproximei mais do Daniel, por conta de sua história e do Burton que é bem interessante onde está inserido socialmente.
⠀⠀
Por fim, esse é uma história que eu recomendo muito porque trás essa forma de organização bastante interessante de se ver, onde não é definida pela raça ou religião como as organizações atuais, mas que conversa muito sobre o modo que nossa sociedade é organizada e nos permite ver através de uma ficção o quanto isso ainda é enervante e abre um leque muito grande de discussão sobre a nossa realidade.
⠀⠀
#OAssassinoDoZodiaco #SamWilson #Jangada #GrupoEditorialPensamento

site: https://www.instagram.com/p/CCULFOGjjsv/
comentários(0)comente



Cláudia 07/03/2020

Assassino do Zodíaco
Bom, tema "zodíaco" meio estranho, mas a leitura flui e a curiosidade sobre como o autor apresentará o final da história instiga para se chegar ao final (que poderia ter sido melhor).
comentários(0)comente



Livia.Firmo 10/04/2020

O assassino do Zodíaco
É um livro interessante que não me agradou tanto, a história é muito legal mas a narrativa é lenta e faz querer as vezes desistir de ler
comentários(0)comente



kari 18/04/2021

Péssimo
Achei bem confuso, parece que ao longo do livro não acontece nada só enrolação e eu nem entendi nada, tem personagem demais, leitura cansativa demais, não gostei
comentários(0)comente



Vivi I @obcecadaleitora 31/12/2020

Imagine que loucura uma sociedade dividida por signos?
Uma mistura gostosa de signos com um mistério em uma sociedade hierarquizada não mais por classes sociais ou cargos, mas por signos. Cada grupo com suas respectivas funções, qualidades e defeitos predominantes, mas que enfrentam um problema: crimes horrendos, e um possível serial killer. Já sei o que você está pensando: qual o signo dele??

Não tem nada a ver com um relato real que houve, esse livro não é uma investigação real de um caso semelhante que ocorreu. Vira e meche, temos uns suspeitos, álibis perfeitos, e uma verdade e história oculta por trás de tudo.

Embora confuso, não vou negar que eu amei cada pedaço deste livro. E fiquei surpresa com o desfecho, fui surpreendida de muitas formas 🤯. Sério, se você é o que chamam de loucx dos signos, acho que vale a pena conhecer essa história!!
comentários(0)comente



Nath 08/05/2020

Bom, mas poderia ser melhor
Foi uma leitura divertida. É um livro fácil e rápido de ler apesar de ter quase 500 páginas. O universo que o autor criou é muito interessante. Adorei a ideia de uma sociedade divida por signos. Contudo, o plot é muito previsível.
comentários(0)comente



115 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR