Em Outra Vida, Talvez?

Em Outra Vida, Talvez? Taylor Jenkins Reid




Resenhas - Em Outra Vida, Talvez?


79 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nayane | @sentencaliteraria 21/09/2020

Resenha postada no IG @sentencaliteraria

💔Hanna está enfrentando o seguinte dilema: voltar para casa com sua melhor amiga ou voltar para sua antiga vida com o ex-namorado.

💞Vamos acompanhar os universos paralelos, ou seja, a vida da Hanna em duas perspectivas e tendo que fazer escolhas difíceis em busca de sua real felicidade.

❝Podemos imaginar vivermos em um mundo, fazermos nossas escolhas e descobrimos que existe um outro mundo paralelo que vivemos e fazemos escolhas diferentes e ainda sim, o universo conspirar para encontrarmos as mesmas pessoas que vive nesse tal mundo paralelo só que em situações diferentes.❞

💬 "Em Outra Vida, Talvez?", da Taylor Jenkins Reid, é mais uma das histórias NA do início da sua carreira como escritora, e mais um livro que me fez pensar, pensar e pensar. Acho que ainda não tinha encontrado uma autora que me fizesse questionar muito do que acredito através das histórias e dos personagens.

💬Nesse livro ela vai abordar universos paralelos, amizade, fé e destino. A vida pode ser imprevisível e uma decisão pode mudar tudo, para sempre. Acredito que a Hanna tomou decisões muito erradas e também muito certas, e isso é algo que adoro nas histórias da autora: ninguém é perfeito e acerta o tempo todo.

❝(...) E o meu coração se parte por cada versão de mim que não terminou ao seu lado.❞

💬Um dos personagens que mais gostei foi a amiga da Hanna, Gabby. Ela sabe o que quer e não deixa ninguém falar por ela. Além dos relacionamentos de Hanna que se assemelham aos da vida real, as escolhas e o fruto destas, são algo que fizeram me conectar ainda mais. Outro livro que recomendo da autora 💛

❝(...) Existe uma força em algum lugar regendo nossa vida. Ela nos empurra na direção certa.❞

site: https://www.instagram.com/p/CDzZ8M3juv7/?utm_source=ig_web_copy_link
comentários(0)comente



cris.leal.12 06/09/2020

Uma teoria transformada em romance...
Apesar de já estar com quase trinta anos, Hannah Martin encontra-se um pouco perdida, sem um objetivo de vida. Depois de anos pulando de cidade em cidade, trabalhando como garçonete, voltou para Los Angeles, sua cidade natal, onde vai morar temporariamente com sua melhor amiga Gabby e o marido dela, Mark. Hannah conhece Gabby desde os 14 anos e havia morado com a família dela durante o ensino médio, porque quando tinha 16 anos, seus pais se mudaram para Londres para acompanhar a filha mais nova que foi aceita numa renomada escola de balé.

Na primeira noite de volta a Los Angeles, Hannah ganha uma festa de boas-vindas em um bar. Lá, entre velhos conhecidos, está Ethan, seu primeiro amor e por quem ela ainda sente alguma coisa. No final da noite, ela tem que decidir se vai para casa com Gabby, ou se fica com Ethan no bar mais um pouco. E é aqui que a história se divide em duas. Em capítulos alternados vamos acompanhar Hannah depois que ela opta por sair do bar com Gabby. E, simultaneamente, vamos acompanhá-la depois que ela escolhe continuar no bar com Ethan. Ou seja, Hannah escolheu uma alternativa e uma versão dela mesma escolheu outra. Depois disso, as duas passaram a viver ao mesmo tempo em universos paralelos, onde tudo o que pode acontecer referente às suas escolhas está acontecendo

Baseando-se na teoria do multiverso, onde o nosso Universo seria apenas um entre incontáveis universos, Taylor Jenkins Reid criou uma história original. Sem nunca se conhecerem, Hannah e a sua versão puderam vivenciar simultaneamente, em mundos paralelos, as duas alternativas apresentadas. A experiência serviu para rever valores e crenças, superar dificuldades, desenvolver o autoconhecimento, amar e se deixar amar, e amadurecer enfim. Ao final fica a mensagem de que, independente das escolhas, a condição essencial para a felicidade é o nosso empenho em fazer com que a vida dê certo. Não é o meu livro favorito da autora, mas mesmo assim é uma ótima leitura.

site: https://www.newsdacris.com.br/2020/09/resenha-em-outra-vida-talvez-de-taylor.html
Débora 06/09/2020minha estante
Cris, adoro as suas resenhas e percebo que temos gostos parecidos. Acho que acertei em colocar esse livro na minha meta! Mas me diga, qual é o seu preferido da autora??


cris.leal.12 06/09/2020minha estante
Oi, Débora! Um dia percebi q tinha comprado livros q já tinha lido e não lembrava deles. Por causa disso comecei a fazer resenhas. Elas servem como um arquivo pra mim, tô na dúvida se li ou não, dou uma olhada nas resenhas. Rsrs Fico feliz q vc goste delas. Obrigada! O livro de Taylor J Reid q mais gostei é Amor(es) Verdadeiro(s).


Débora 06/09/2020minha estante
Cris, sua organização acaba beneficiando leitores como eu, que ficam em dúvida sobre o que ler, obrigada! E obrigada também pela dica, esse livro também vai para a minha meta! Beijos, querida!?




Hellen @Sobreumlivro 04/09/2020

É, meu povo, Taylor Jenkins Reid não erra nuncaaaaa!!

Eu só soube depois de ler Os Sete maridos de Evelyn Hugo que já tinha lido outro livro da autora. Em 2018, eu li “Em outra vida, talvez?” e adorei muito, mas foi mais um desses livros que eu esqueci de resenhar para vocês, rs.
Pois bem, hoje eu decidir terminar os comentários que comecei dois anos atrás kk.

“Em outra vida, talvez?” é um chick-lit gostosinho de ler do início ao fim. Nele, acompanhamos Hannah, aos 29 anos, retornando para sua cidade natal e indo curtir uma noite com amigos (gatilhei toda 🤧). E, gente como a gente, ela não sabe se vai para casa com a melhor amiga ou fica conversando mais um pouquinho com um boy que encontrou depois de anos - olha, eu, nesse atual momento de quarentena, eu ficava nesse bar até ser expulsa... mas sigamos.

Nessa história, acompanhamos duas realidades alternativas que começa com esse dilema entre ir ou ficar. Duas possibilidades, dois cenários e desdobramentos diferentes. As pequenas escolhas são capazes de transformar completamente os nossos destinos?

Ok, você deve estar pensando que é um desses livros sessão da tarde e blá blá blá, mas é bem mais do que isso. Ao longo dessas páginas, aprendemos sobre sororidade e sobre ter alguém que estará ali para você. Acho que isso foi o que mais gostei na história, é muito mais sobre amizade do que amor.

Esse é um daqueles livros que você pega para ler um capítulo e não para até acabar. As duas versões são igualmente encantadoras e fica difícil escolher qual delas você torce para que seja a real. É um romance adocicado sobre o poder da amizade e como o universo sempre coloca as pessoas certas no caminho.
.
"Eu sei que podem existir universos por aí onde eu fiz escolhas diferentes e que me levaram a algum outro lugar, que me levaram a outra pessoa. E o meu coração se parte por cada versão de mim que não terminou ao seu lado."
.
Essa é uma história muito bem escrita, tem drama na medida certa e tem risos em proporções iguais. Como eu disse, ela não erra nunca.

site: https://www.instagram.com/sobreumlivro/
comentários(0)comente



Bárbara 31/08/2020

Sem palavras...
Eu sinceramente não sei o que eu achei desse livro, é um bom livro mas não posso dizer que amei.
Um livro e duas histórias.
Mas eu gostei bastante quando o nome do livro fez todo sentido pra mim.
Mais um livro de Taylor que me faz pensar nos "e se" dá vida.
comentários(0)comente



Anna 28/08/2020

Meu coração tá tão quentinho
Não consigo nem colocar em palavras o quão boiola estou me sentindo depois de terminar esse livro
Que amorzinho, sério, aff
Só não dou 5 estrelas porque no começo me deu uma vibe bem fanfic escrita por uma menina de 12, e eu quase abandonei por pensar que ele seria muito besta, mas depois você embala na história de um jeito...
Ri, chorei, me apaixonei
Muito perfeitinho, ganhou meu coração
comentários(0)comente



MJ 21/08/2020

Excelente
Duas perspectivas de como nossa vida pode ser a partir de uma escolha ?simples?. Achei muito interessante, leve e divertido.
Recomendo a todos.
comentários(0)comente



Clara 17/08/2020

Ainda não sei bem o achar
No início do livro eu me identifiquei tanto com a Hannah, ela estava cheia de dúvidas sobre a vida, o que fazer , o que escolher e alguns ses pertubando ela.
Mas então os livro tomou os seus dois rumos, confesso que, se fosse eu escrevendo eu teria ou feito as historias terem seus finais "trocados " ( exemplo a historia em q ela fica na boate ela terminaria do jeito da historia que ela não fica, é um pouco confuso, mas estou tentando não dar spoiler, kkkkkkk) ou entao em algum momento ambas as historias colidiriam e teríamos só um final
Nunca tinha lido nada parecido, um.livro com duas historias , mas devo admitir achei diferente e bem legal, mas ainda não tirei uma conclusão de qual a lição tirar do final em aberto, já que ambos os finais são possíveis...
comentários(0)comente



Jeniffer.Santos 12/08/2020

Destino
Gosto da ideia meio Dark de universos paralelos. Da delicadeza em assuntos difíceis. Da construção de personagens fortes e decididos que não condenam erros, mas vêem a importância de arrependimento e perdão.
Mas acima de tudo, eu amo como essa é a história de uma amizade que nem todos os multiverso podem alterar.
comentários(0)comente



Jozy.Cristiani 11/08/2020

Em outra vida Talvez?
Nossa!!! Esse livro me fez refletir muito na vida, já é o quarto livro que leu da Taylor e sua escrita é maravilhosa. ? Destino ou não, nossas vidas continuam sendo o resultado das nossas escolhas. Estou começando a achar que, quando nos apropriamos delas, não somos nossos próprios donos?. Quem sabe em outro universo já tenha encontrado o que te faz feliz?
comentários(0)comente



bellaamarals 11/08/2020

Em Outra Vida, Talvez? - Taylor Jenkins Reid

Agora eu já posso acalmar meus ânimos, consegui ler todos os livros da Taylor publicados no Brasil.

Cada vez essa mulher me surpreende mais e mais, não me aguentoooo! Sua forma de escrita se inova a cada livro e ela se reinventa em cada um deles.

Neste, em especial, Hannah é uma pessoa que não tem raízes. Não tem contato próximo com seus pais e irmã e está sempre de mudança, até que aos 29 anos se vê em uma situação ruim e executa o conselho de Gabby - sua melhor amiga - a retornar à sua cidade natal, Los Angeles.

Em sua primeira noite de volta, Gabby organiza uma 'festa' de boas vindas com amizades em comum do tempo da escola e pessoas novas para Hannah sentir-se à vontade. Entre estes convidados estava também o ex namorado da adolescência de Hannah, Ethan.

No final da noite, a protagonista se vê obrigada a escolher entre duas opções: ir embora com Gabby e Mark, seu marido, ou continuar a noite com Ethan? A partir deste ponto, a história se divide em duas, cada capítulo narrando o que aconteceria a partir de cada uma das escolhas, em qual caminho ela seria levada.

A mensagem principal do livro é sobre o que podemos fazer com nossos caminhos baseado no que fazemos diariamente e, claro, sobre amizade. A cumplicidade entre Hannah e Gabby é tão linda e pura de se ver... Elas estão lá uma para outra mesmo que as próprias estejam sofrendo com seus próprios problemas e independente do que tenha acontecido. É maravilhoso acompanhar o crescimento delas, suas histórias e trajetórias.

O livro não me prendeu taaanto quanto os dois primeiros que li da Taylor, mas foi uma surpresa muito positiva quando eu simplesmente não conseguia parar de ler. Na minha opinião, este é melhor que o de Daisy Jones and The Six, mas isso não é assunto para se tratar aqui.

Esta história trata de assuntos leves e pesados ao mesmo tempo, dosando entre cada uma delas e nos faz sentir como os personagens justamente por serem tão fiéis à retratação de algo que possa ocorrer com qualquer um de nós. Eu mesma já presenciei alguns acontecimentos do livro há alguns anos e posso dizer que ela foi completamente acertiva em sua narração.

Estou ansiosa para os próximos lançamentos da autora no Brasil e já estou morrendo de saudade de sua escrita tão gostosa de ler.
comentários(0)comente



Marii 06/08/2020

Por que esse livro não é tão comentado quanto os outros livros da Talor Jenkins Reid?
A história é maravilhosa (apesar da edição conter alguns errinhos), e ainda por cima você tem 2 histórias paralelas ao invés de só uma.
Perfeito!
comentários(0)comente



CPF1964 05/08/2020

Opinião
Quarto livro que leio da autora.

O livro é bom mas achei o menos interessante da autora.
comentários(0)comente



May Novais 02/08/2020

Me lembrou muito uma curva no tempo
Hannah está pulando de galho em galho, ou melhor, de cidade em cidade procurando o seu lar.
Então após um relacionamento com um homem casado, ela resolve voltar para Lós Angeles onde morou até o final do ensino médio e onde sua melhor amiga Gabby mora. Ao longo dos capítulos Hannah descobre que ter um lar não é exatamente estar em uma cidade, mascarar com alguém que gostamos. Esse livro tem duas realidades paralelas e em cada uma delas a história se desenrola de maneiras diferentes, mesmo que todos os envolvidos sejam os mesmos. No começo achei bem estranho, mas depois foi ficando interessante.
comentários(0)comente



Joyce Adrielle 28/07/2020

Quem sabe em outra vida?
Esse livro veio no Clube de Romances da Carina, um Club do Livro da Editora Galera Record. E bem, no primeiro momento eu duvidei e muito se ele seria bom.

Sim, julguei o livro pela capa. E estou completamente arrependida.

A história é sensacional! Me perdi nos encontros e desencontros do Furacão Hannah e estou com o coração apertado e uma vontade enorme de chorar. Durante a leitura me peguei pensando nas escolhas que fiz, nos caminhos que tomei, nas decisões da vida que me fizeram chegar onde cheguei. Me peguei pensando no meu passado e nas pessoas que apareceram e foram embora e acabaram se tornando meus "E se's?".

Precisamos aprender que a vida é uma eterna escolha. Direita ou esquerda, sim ou não, esse ou este, algo ou alguém.

Um dos personagens ao final do livro, faz um discursos sobre a teoria dos multiversos e como ela se desdobra. E um frase dele me marcou "(...) E o meu coração se parte por cada versão de mim que não terminou ao seu lado." Achei perfeita.

(...) Existe uma força em algum lugar regendo nossa vida. Ela nos empurra na direção certa.

E veja bem, no final de tudo prefiro a segunda história.
Chokito Kakarico! 29/07/2020minha estante
Esse clube de livros ainda existe?


AllyneChristina 29/07/2020minha estante
Li esse livro recentemente e me apaixonei ? Me arrependo imensamente de ter julgado ele pela capa também!


Joyce Adrielle 29/07/2020minha estante
Existe! Estão promovendo a 5 caixa para setembro/outubro


dreemartins20 05/08/2020minha estante
Caraca, sua resenha me deixou instigado para conhecer esse livro. Sugestão anotada e lerei em breve !!




79 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6