Tudo que é belo

Tudo que é belo Editado por Catherine Burns




Resenhas -


10 encontrados | exibindo 1 a 10


djoni moraes 26/11/2020

Entrou nos meus favoritos, fácil
Há muito tempo que não sentia tanta contratransferência na hora de ler um livro ao ponto de me tirar lágrimas ou me fazer suspirar profundamente antes de fechar cada capítulo. Este livro é uma coletânea de 45 anedotas de pessoas contadas por todo tipo de gente. Cada história contém uma quantidade absurda de emoção que só a oralidade consegue transmitir, coisa que é conseguida de forma bastante sólida.
Com certeza foi uma das melhores leituras que fiz esse ano, sem dúvida alguma, e recomendo pra qualquer pessoa que gosta do gênero.
comentários(0)comente



larissa 31/07/2020

Livro maravilhoso e as histórias mais ainda. Tem histórias tristes, histórias felizes, com plot twist... tem pra todos os gostos. Quando termina dá uma tristeza porque é muito interessante e leve.
comentários(0)comente



Gueu.Schade 03/06/2020

Mariposas
O livro reúne 45 histórias reais de uma comunidade que se junta para contar sobre casos vividos e experiências singulares.

As apresentações, pelo que entendi, são por temas e o livro é a compilação das melhores histórias em diversos temas.

Tem humor, tragédias, carinho, superação, compaixão e muito sentimento envolvido. Os textos foram transcritos conforme a o narrador apresentou e por isso achei que dá pra se aproximar bastante da carga emocional colocada pelo autor.

Enfim, é uma boa leitura para ser divertir e se emocionar também.
comentários(0)comente



Gabriela Silva 02/06/2020

Muito divertido
Um livro legal pra momentos de sossego e buscando uma leitura leve, algumas dá pra rir bastante, outras reflexivas. 45 histórias de temas diversos.
comentários(0)comente



Fábio Nogueira 27/05/2020

Excelente
Como é gostoso ouvir boas histórias, histórias verdadeiras!
Super recomendo!
comentários(0)comente



Claricia 02/05/2020

Extremamente cativante e sensível.
Com uma grande sensibilidade as histórias retratam as diversas facetas do ser humana, sendo cada uma perspicaz e particular, um dos melhores livros que já li, uma bela de uma obra.
comentários(0)comente



Lola 29/04/2020

Histórias reais
"(...) somos, na condição de humanos, uma colagem de histórias. E o abismo entre nós enquanto indivíduos existe porque quando olhamos uns para os outros talvez vejamos rostos, cor de pele, gênero, raça ou atitudes, mas não as histórias, porque não podemos vê-las."

Ok. Acho que faz um tempo que um livro não mexia comigo desse jeito. Me peguei rindo e chorando com as histórias, a penúltima me emocionou muito. São pessoas e histórias reais, todos temos histórias. E quando nos permitimos ser vulneráveis, vemos que não estamos sozinhos. Um exercício de empatia.
comentários(0)comente



Lia | @eefemero 01/12/2019

Algumas frases que marquei
"E quando ousamos ouvir lembramos que não existe 'outro' algum, so existimos nós, e o que temos em comum será sempre maior que oque nos separa" pág. 18

"Ela riu. E vou dizer pra vocês que é uma maravilha ter na vida alguém que ri" pág.142
"Não sei se vocês perceberam, mas ele tem uma coisa espantosa. Ele não se envolve de verdade com nada. Simplesmente flutua pela vida." Pág. 240

"Homens valentes sempre têm medo. A coragem não é ausência de medo." Pág 317
"Mas oque aconteceu naquele verão foi o seguinte: o mundo está sempre tentando te dizer quem você não é. E cabe a você dizer oque você é" pág. 332

"O sentimento de vingança e a raiva nós prendem ao passado; o perdão pode nos deixar livres para seguir rumo ao futuro" pág. 367

"Mas a infância é um lugar ondeos medos da gente são desproporcionais" pág. 370
comentários(0)comente



Paloma 24/06/2018

Publicado pela Editora Todavia e editado por Catherine Burns, o livro traz um conjunto de 45 histórias reais contadas para uma platéia por pessoas famosas e anônimas selecionadas pelos curadores de The Moth (um dos mais bem-sucedidos projetos de contação de histórias dos EUA).
"Em inglês, a palavra moth significa, literalmente, "mariposa". A inspiração para o seu uso são os casos contados num círculo de amigos numa varanda, quando as mariposas são atraídas pela luz, como os ouvintes pelas histórias narradas."
Neil Gaiman fala no prefácio do livro algo que traduz perfeitamente o que é o projeto: O Moth nos conecta como seres humanos porque todos temos histórias. A sua ideia principal é a importância da empatia. Ouvindo as histórias das outras pessoas vamos nos aproximando delas e vendo que nossas diferenças são apenas superficiais.
A seleção de histórias contadas no livro é bem variada. Há desde histórias banais do dia a dia como de uma mulher que descobre que o namorado tem a guarda compartilhada de uma cadela com sua ex-namorada, até histórias com mais peso histórico como de um sobrevivente do campo de concentração Bergen-Belsen. Tem histórias bizarras como a experiência de um cara de morar um tempo em um mausoléu e outras emocionantes como de uma missão de resgate no Congo.
O legal do livro é que você é transportado para diferentes locais e épocas. Cada história tem um tema principal e você acaba imerso naquela realidade até que sem perceber a experiência termina e você já vai mergulhar na próxima.
Achei o livro bem viciante e queria terminar logo sua leitura. As histórias que considero mais emocionantes e indico para leitura são: Névoas da descrença; Luz e Esperança; e Perdoar.
O único problema que tive com a versão digital do livro foi a ordem das notas do tradutor. As notas estão no final do livro e com isso perdi a referência delas dentro das histórias.
De qualquer maneira, ao ler essas histórias sentimos como cada uma dessas pessoas mostrou um lado vulnerável que normalmente desconhecemos e ignoramos ao interagir com as pessoas no dia a dia. E essa é uma experiência extremamente profunda e gratificante. Vale muito a pena a leitura (e não teria conhecido o livro se não fosse pelo Infinistante*)!
"E quando ousamos ouvir lembramos que não existe "outro" algum, só existimos nós, e o que temos em comum será sempre maior do que o que nos separa."
Quem quiser conhecer e ouvir um pouco mais sobre o projeto e suas histórias é só ir no site: https://themoth.org/podcast

*Essa leitura foi a indicação do mês de junho do clube do livro Infinistante. Quem quiser conhecer o clube é só entrar no site: https://melinasouza.com/2018/01/10/infinistante-o-clube-do-livro-pra-todo-mundo-ler/
comentários(0)comente



Bruno Garcia 24/04/2018

Todos temos histórias. Leiam e conheçam algumas excelentes.
The Moth (A Mariposa) é uma organização sem fins lucrativos dedicada à arte de contar histórias. Criada em 1997 por amigos que se reuniam nas varandas do interior dos Estados Unidos, onde mariposas são atraídas pela luz e boas conversas. A iniciativa tornou-se um fenômeno internacional com mais de 20 mil relatos de famosos ou desconhecidos em eventos pelo mundo. Narrativas transformadas em podcast e agora transcritas em livro, celebrando o 20º aniversário do programa.

Em sessões temáticas, pessoas sobem no palco e contam suas experiências de vida compartilhando dores, alegrias, conquistas, fracassos e memórias. Pequenas e íntimas ou grandes e compartilhadas, as histórias ganham valor ao ser conhecidas pelos outros e registradas para que lembremos o que é ser humano.

site: http://iradex.net/15260/caca-aos-fatos-tudo-que-e-belo/
comentários(0)comente



10 encontrados | exibindo 1 a 10