A Mulher Entre Nós

A Mulher Entre Nós Greer Hendricks
Sarah Pekkanen




Resenhas - A Mulher Entre Nós


103 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Stefânia Cedro 14/03/2018

Prometeu e não cumpriu...
Vanessa perdeu tudo que construiu na vida, viveu pelo seu marido durante todo o casamento, se afastou da família, dos amigos, do emprego, para se dedicar 100% a ele e ao futuro da família que estavam prestes a construir. E como foi recompensada por tudo que fez? Foi traída, trocada por uma mulher mais nova e cheia de vida, foi expulsa da casa que imaginou que seria seu final feliz.

Quando descobre que seu ex marido irá se casar com sua substituta, sua nova obsessão passa a ser impedir que esse casamento se concretize. Ela não pode permitir que ele se case com outra, e fará o possível para acabar com isso.

"Será que ele a chama pelo meu nome sem querer? Eles conversam sobre mim quando estão abraçadinhos na cama?"

Parece que vai ser uma história sobre uma mulher ciumenta e obcecada pelo ex marido, não? Mas nada é o que parece...

A escrita é muito boa, porém a narrativa é do tipo que vai evoluindo aos poucos, possuem partes que te deixa vidrada, e outras mornas que parecem que não vão levar a lugar nenhum, até que todas as peças se encaixam. Isso fez com que o início do livro demorasse a engatar para mim.

Os plots da primeira e segunda parte são SENSACIONAIS, fui trouxiane por duas vezes. E isso me deixou com as expectativas lá nas alturas para o final, pois esse tipo de livro sempre guarda o melhor para o final. Porém, não foi isso que aconteceu.

O final teve sim uma grande revelação, mas achei bem fraca, totalmente diferente das anteriores. Foi surpreendente? Foi! Eu imaginei? Não! Mas foi uma coisa que pra mim não fez diferença nenhuma na trama, só deixou o final parecendo forçado.

E outra coisa que me incomodou, foi que a pessoa culpada por tudo que aconteceu, teve um final tão fraco que me deu raiva. Ainda saiu como coitada da situação inteira. Merecia algo pior.

Maaaaaas, apesar dos pesares, ainda indico a leitura, pois tirando o final o resto foi genial.
comentários(0)comente



K.G | @entaoeuli_ segue lá bb 09/05/2018

Com quantos " A Mulher" se faz uma estante de suspense?
:ENTAO EU LI A MULHER ENTRE NOS... E PACEIRAS, UM LIVRO PRA LER COM OS DOIS OLHOS BEM ABERTOS...
Pra não deixar escapar nenhum detalhe! ( Inclusive a Pablo vittar LINDISSIMA NA CAPA KK) faz tempo que eu não lia um suspense psicológico PURO como esse, sabe, que é bem focado NOS PERSONAGENS, e não em investigações policiais, o que é o caso desse, e eu AMOOOO LIVROS ASSIM!
Aqui nos conhecemos:
O Ex/Futuro esposo
A noiva
A Ex esposa.
Vanessa tinha um casamento perfeito, Richard, é Rico e Charmoso. Vanessa não tem mais esse casamento, e Richard está prestes a se casar novamente.
Nellie é uma professora/ garçonete de 20 e poucos anos, e está noiva dos Homens de seus sonhos, Richard.
A Vanessa esta sempre DE BUTUCA EM CIMA DOS DOIS, sempre relembrando como era o seu casamento, uma personagem bastante amargurada, que hoje vive com a avó, e parece estar disposta a TUDO pra que esse casamento não aconteça.
É um livro que a principio tem uma historia bem comum, sobre uma mulher que sente estar sendo substituída por alguém mais jovem e mais bonita, EU DISSE A PRINCIPIO.
a Escrita da autora É MUITO FLUIDA, e uma leitura que as paginas rendem, ela vai construindo os personagens, pouco a pouco o trio protagonista vai tomando forma... então NO MEIO DO LIVRO ELA DA UM TAPA NA CARA DO LEITOR, GENTE MAS E UMA REVIRAVOLTA, QUE ATE EU FIQUEI DO AVESSO, QUE EU OLHEI PRO LIVRO E PENSEI " CARALHOOOOOOOOOOOOOOO"
COMO ASSIM??????????? UKEEEEEEEEEEE?
E essa reviravolta TRAZ NOVAS PERSPECTIVAS PRA HISTORIA, DE EXPLODIR A CABEÇA, DA VONTADE DE VOLTAR NO COMEÇO E RELER, pq eu devo ter perdido alguma coisa.
É SENSACIONAAAAAL, O jeito com que a narrativa foi pensada e escrita É MUITO MUITO INTELIGENTE, e me deixo, tipo CONGELEI NO TEMPO DE BOCA ABERTA.
E esse plot Twist traz todo um novo misterio pro livro, e claro, SE O MEIO FOI TAO BOM, IMAGINA O QUE NOS AGUARDA O FINA? FOGOOO NO PARQUINHOOOO me encheu de expectativas.
Com essa nova abordagem, deu pra autora explorar OUTROS LADOS DA HISTORIA, de uma forma MUITOOO INTENSA, muito a flor da pele, toda angustia, todo o medo, toda dor, OS SENTIMENTOS, PRINCIPALMENTE DA VANESSA, MUITO REAIS.Algun personagens nesse livro ME IRRITARAM, pq eu odeio gente troxa, A VERDADE TA ALI ESFREGANDO A BUNDA NA CARA DA PESSOA E ELA SE RECUSA A ENXERGAR, TROXIANE!
E acredito que por causa disso o final PRA MIM, FICOU MUITO MUITO OBVIO, chegou um momento que TAVA NA CARA, e isso me decepcionou UM BUCADINHO, eu tava esperando MAIS IMPACTO, MAIS FORÇA NESSE FINAL, QUE FOSSE SER ALGO DE DEIXAR O FURICO LACRADO QUE NAO PASSASSE NEM SINAL DE WIFI, e nao foi, é um final bom? sim, MAS EU ESPERAVA BEM MAIS.
É uma historia MUITO INTELIGENTE, escrita de uma forma que eu NUNCA TINHA VISTO ANTES, pelo menos a primeira parte.
Então vou dividir a nota kkk
Pra primeira parte dou 5 ESTRELAS FAVORITADO
Já pro restante, 3 estrelas, media sai ai com umas 4
Vanessadearaujo 25/05/2018minha estante
Já estou com o livro em mãos para ler mas mesmo assim continuo dando uma olhada nas resenhas, daí vejo a sua, nooossa! Parece que eu tava ouvindo você conversando sobre o livro, gritando em alguns momentos e eu rindo sem respeito algum. Obrigada por aumentar minha vontade de ler logo!


Karen 24/07/2018minha estante
Li o livro por causa da sua resenha!
Não sosseguei enqto não terminei.


Falk | @desfalkblog 19/08/2018minha estante
Nem acredito que tu também notou a Pabllo Vittar na capa!!!! kkkkk




Jessé 16/04/2018

E, temos aqui, mais um livro disposto a nos surpreender.

Recebi da Editora Paralela (parceria) o livro A Mulher Entre Nós. Primeiro, foi inesperado. No mesmo dia em que recebi o e-mail, avisando sobre o recebimento do livro, o exemplar chegou em minha casa. Junto com ele, um pequeno envelope, contendo tachinhas, papéis com alguns nomes e um cordão, além de uma cartinha. A editora queria que nós montássemos um painel de investigação, com a intenção de nos aprofundarmos ainda mais na história. Se todo esse suspense era para me deixar curioso sobre o livro, funcionou.

A história nos apresenta Vanessa, uma mulher de 37 anos, recém-separada. Sair de um casamento não é fácil, mas foi só o começo de suas perdas. Ela viu sua vida perfeita tornar-se a sombra do fundo do poço. Richard, seu ex-marido, está noivo da mulher com quem ele traía Vanessa. Ela pensou que era só um caso, mas ficou full pistola quando descobriu que seu ex-marido estava prestes a se casar. Se sua vida estava ruindo, que ao menos tivesse um grand finale. Ela traçou um único objetivo: impedir esse casamento a qualquer custo.

O livro é dividido em três partes. Na primeira parte, cada capítulo é narrado por um ponto-de-vista. Os capítulos de Vanessa são narrados em primeira pessoa, enquanto os da noiva de Richard são narrados em terceira. A cada capítulo, uma descoberta até "mais ou menos". Porém, meus amigos, o final da primeira parte foi uma das coisas mais blowmind que eu já li em toda a minha vida. De verdade, fiquei raciocinando durante uns 15 minutos, só pra conseguir assimilar aquela informação.





Meus amigos, daí em diante é plot twist atrás de plot twist. Conselho de amigo. Não tente nem ao menos fingir que você sabe como a história vai acabar. Quando pensamos que finalmente descobrimos o que vai acontecer, as autoras nos mostram algo totalmente diferente do que estávamos pensando.



A escrita de Greer e Sarah flui bem. Em nenhum momento pensei em largar o livro. Pelo contrário, cada página só me deixava ainda mais ansioso para o final. Além do bom e velho suspense, a história nos mostra como um casamento perfeito também pode ruir, e que sempre haverá três lados da história: o dele, o dela e a verdade absoluta. Os personagens não são rasos. Nós nos importamos com eles, e só queremos que tudo aquilo acabe bem, de uma forma ou de outra. Porém, a cada nova revelação, fica difícil saber para quem estamos torcendo. Numa trama recheada de amor, ódio e vingança, nunca é fácil descobrir em quem devemos confiar.



A diagramação da editora também ajudou. E, mais uma vez, diálogos narrados com aspas (padrão dos livros em inglês), e não com travessões. Quem não está acostumado com isso, talvez estranhe um pouco no começo, mas não atrapalha em nada a leitura.



Se você gosta de um bom suspense psicológico, do tipo que desgraça a sua mente, A Mulher Entre Nós é o livro perfeito para você. E, como eu disse, chega de fazer suposições. Você precisa ler o livro para entender do que estou falando.



site: www.dicasdojess.com
Glauci 22/04/2018minha estante
Resenha perfeita Jesse!


Wanda Placone 21/05/2018minha estante
undefined




Minha Velha Estante 25/06/2018

Resenha da Dani
Esse livro é simplesmente maravilhoso! Super elaborado, bem escrito e nossa.... estou apavorada por soltar algum spoiler!

Mas fica tranquilo que não sou dessas que solta spoiler a torto e a direito! ;D

O livro é dividido em prólogo, três partes e um epílogo. E o meu conselho para você é: leia com tempo de sobra para avançar o máximo que puder na leitura, sem atrapalhar seu sono, sem causar atrasos para o trabalho/escola.

Apertem o cinto, pois é uma narrativa que vai lhe tirar o chão!

As autoras puxam nosso tapete até no epílogo! Mas não tema, cada reviravolta é bem explicada, sem pontas soltas e com cada revelação que vai lhe deixar sem fôlego!

Vamos acompanhar Nellie, uma jovem professora, que adora lecionar para as crianças e trabalha três vezes por semana como garçonete num bar.

Nellie tem um passado que lhe assombra e temos que ser pacientes para descobrir o que houve que lhe deixa tão alerta e temerosa ao andar sozinha. Eu teci várias teorias sobre o que aconteceu para tirar o sono dela, mas não cheguei perto.

A questão é que, após o anúncio do noivado com Richard, ela passa a receber ligações e sente que está sendo seguida. Seria a ex-esposa de Richard? Ou alguém de seu passado? Bem, só lendo para você saber.

Richard, por sua vez, é o tipo de cara certinho demais para você acreditar nele cegamente. Cavalheiro, amoroso, prestativo, dá bons presentes, só gosta do bom e do melhor. Um príncipe como diz a Sam, amiga da Nellie. Porém, ela o diz em tom de sarcasmo. O que irrita Nellie e nos deixa com a pulga atrás da orelha.

Será que Sam tem razão por desconfiar dele?

E vamos acompanhar também a Vanessa, ex do Richard. Ela tem trinta e sete anos, trabalha na Saks e está sendo consumida pelo fim do casamento. Falta no serviço, bebe demais, sente pena de si mesma. E colocou na cabeça que precisa ver a noiva de Richard, entender como ele seguiu em frente tão rápido.

Daí vem a segunda parte e BAM: um soco no seu estômago!

E daí eu fiquei: Ah! Por isso eu notei tal coisa. Mas Carambaaaa, eu nunca imaginaria isso! Não essa revelação! NÃOOOOO!

Mas genteeee é uma tacada de mestre!

Daí nós recebemos umas pistas do que ocorreu no passado da Nellie, sabemos mais de sua infância. Conhecemos também novas informações sobre a Vanessa.

E quando menos esperei, mais um BAM no meu estômago! A terceira parte... Oh meu Deus!
Tudo muito bem bolado, muito instigante e intrigante.

Vocês não fazem ideia do quanto eu tenho vontade de encontrar alguém que já leu e poder tagarelar sobre esse livro!

E quando você pensa que já recebeu todas as peças, o quebra cabeças está completo e todas as pontas já estão bem presas...

Vem o epílogo e você vai começar a tecer mais uma teoria, ao menos eu pensei numa bem louca! XD

E tudo se encaixa de verdade, verdadeira, como se ao término da terceira parte você tivesse completado o quebra-cabeça, mas ele tivesse ficado meio frouxo e precisasse de um aperto para ficar retinho!

Eu espero que vocês terminem de ler essa resenha e leiam o livro! Pois é nota dez! Amei, adorei, estou em êxtase até o momento!

E se forem espertos façam alguém próximo ler, para ter com quem confabular!

site: http://www.minhavelhaestante.com.br/2018/04/a-mulher-entre-nos-greer-hendricks-e.html
comentários(0)comente



Fabi 26/05/2018

SÓ NÃO ESPEREM MUITA COISA DA TERCEIRA PARTE
Este é o tipo de livro, para quem quer ser surpreendido. A sinopse ao ler nos parece apenas ser sobre uma ex que quer impedir o casamento do homem que ainda ama. Você pensa: ah, ela não quer ser trocada por uma mulher mais nova.
Mas é aí que você se engana! O livro é muito mais que isso!
A mulher entre nós é dividido em 3 partes. Na primeira parte, conhecemos Vanessa, a ex que vive uma vida decadente, e que bebe.
Ela foi deixada por seu marido, sem nada. Não saiu do divórcio, com nenhum carro ou objeto de valor. Sua substituta é uma mulher mais nova, tudo que ela já foi e hoje não é mais.
Decidida a impedir o casamento, Vanessa corre atrás contra o tempo para impedir a cerimônia.
Essa Primeira Parte foi muito bem escrita. A autora nos engana de uma forma que não dá para acreditar. Duvido você ler e sacar na hora o mistério.
Na Segunda Parte vem outra bomba! Já li um livro que também tratava desse assunto. E sempre é bom ler livros assim! Sentimos a angústia , toda tensão que Vanessa teve que viver.
A Terceira Parte começamos com expectativas a mil. Queremos saber o que Vanessa planeja, se ela vai conseguir ter vitória. E foi a conclusão dessa parte que fiquei decepcionada. =/ =/
O livro está lá mega bom em seu suspense, você ansioso para que tenha um final digno de 5 estrelas, aí as autoras me escrevem isso! Caramba, como que me deixam a pessoa sem um final digno do que merecia???
Depois que tudo que fez, a pessoa ficar impune e pagar de coitada que teve um trauma? Poxaaaaaaaaa, isso foi uma esfriada e tanto no final do livro.
E a última surpresa foi meio desnecessária. Ao menos se ela tivesse partido para a vingança, eu até teria gostado hehehe. Amo quando nas últimas páginas do livro, tudo que fui levada a acreditar, acaba mudando. =)
A pergunta de um milhão de dólares: Recomendo? Sim. Não é uma leitura que cansa, longe disso. Você se verá preso na leitura, querendo chegar o quanto antes no final. Leiam!
Vic 05/09/2018minha estante
Terminei de ler o livro agora. E realmente, a terceira parte nós achamos que 'Agora vai!" e não foi hahhaha e concordo contigo na questão da última surpresa :/


Fabi 11/09/2018minha estante
Pois é Vic. O final foi decepcionante.




Erica.Martins 03/07/2018

QUE LEITURA BROCHANTE
Não é novidade que o tema “marido/esposa psicopata” rende história na literatura e parece que nos últimos lançamentos é o que tem pra hoje, eu particularmente adoro trama que envolves casais loucos mas também sou adepta do “copia, só não faz igual” e sinceramente não vi originalidade nenhuma no enredo, na verdade é pegadinha atrás de pegadinha.

Eu demorei quase 1 mês pra ler esse livro, o começo dele é arrastado demais, tem uns fatos que ocorrem que realmente parece que tem algo muito errado mas não entendi do porquê de mais de 100 páginas pra descrever a “historia emocionante de amor” (estou sendo irônica) entre Richard e “Nellie”, mas tudo bem, vida que segue. Daí chegamos na segunda parte do livro e parece que rolou uma tremenda reviravolta, mas então tu descobre que as autoras fizeram uma pegadinha estilo do Serginho malandro pra cima do leitor(fala sério) , ou seja, não teve graça nenhuma (Quase abandonei a leitura).

Eu continuei lendo porque eu sou uma pessoa de muita fé, mas a trama inteira são as autoras induzindo a gente a pensar no óbvio e criando situações mirabolantes pra provar o contrário, os fatos importantes são apresentados de forma superficial e não é por falta de páginas porque o tempo todo se mantem um suspense tão grande que chega bater tédio de ler e olha que eu amo Thriller psicológico.

O final pra mim foi de rachar os ossos da cara, que coisa mais ridícula, antes tivesse terminado sem epílogo, achei as motivações muito bobas.
Ronaldo 03/07/2018minha estante
Suas impressões foram a mesma que a minha. Aquela primeira parte pra mim foi desnecessária, o livro é um rodeio só e o epílogo uma piada. Não entendi como pode ser tão bem avaliado.


Erica.Martins 03/07/2018minha estante
Pois é! Eu sou do tipo que se dizer o livro é bom já quero ler, mas tô besta com essas avaliações, ainda bem que minha opinião não é isolada rs...


Jack 11/07/2018minha estante
Também fiquei mais surpresa com as notas do livro aqui do que com o livro em si.


Alcione 17/07/2018minha estante
Eu amei essa sua página até agora. Retirei alguns livros da minha lista risos pois esse daí foi um que eu li até 6% e não ia mesmo até pensei que o problema era comigo. É bom saber que não sou a única.


Erica.Martins 17/07/2018minha estante
Alcione eu só terminei de ler porque como eu disse eu sempre tenho fé que as coisas vão melhorar rs


Alcione 17/07/2018minha estante
Eu não. Abandono no ato.


Ronaldo 17/07/2018minha estante
Também abandono, mas com 6% não. Ler só vinte páginas também é maldade. Mas nesse caso você não perdeu nada Alcione.




Glauci 25/04/2018

Leitura Concluída: A mulher entre nós - Greer Hendricks e Sarah Pekkanen

Uau! Um livro cheio de trollagens que te faz pensar em ir para um lado, e quando você menos espera, ele te pega do outro. Fiquei de cara com alguns trechos. O único problema é que as autoras aumentam tanto a sua expectativa durante o meio do livro que no final, parece que acabou o bolo antes da festa ... e também do meio para o fim, o livro empaca um pouco, deixando a narrativa mais morosa. Mas eu super indico, super recomendo.
Classificação skoob: quatro estrelas - ☆☆☆☆
comentários(0)comente



Priscila 28/06/2018

Essa não será uma resenha das grandes, na verdade nem resenha direito isso é...
Esse livro... AH ESSE LIVRO.
É impressionante, vou dizer só essa palavra, é aquele tipo de livro que te dar os fatos e sai esclarecendo de um por um, e o melhor você não espera, esqueça o que está pensando, sua teorias? Possivelmente irão por água abaixo.
É o tipo de livro que não se vale dar um pio, porque super vale a pena ler no escuro, não saber de nada e nem o que está por vim, se eu pudesse leria esse livro 1000x.
Primeiro trabalho que leio das autoras e já se tornaram uma das minhas favoritas!
comentários(0)comente



Kaiane.Jacobowski 08/07/2018

PARA TUDO!!!!
O que é esse livro? A cada página eu me via mais e mais presa, sem conseguir largar o livro. E a cada página eu me via tendo mil pensamentos sobre o que iria acontecer e a cada página seguinte me via vendo que nada do que pensei estava certo.
Quando você acha que as autores não tem mais como te surpreender. Pá! Vem o epílogo e elas te surpreendem mais ainda.
Estou impactada. Estou perplexa.
Amei demais esse livro.
A todos: LEIAM! Vocês não vão se arrepender.
comentários(0)comente



Ronaldo 20/06/2018

Achei o livro extremamente arrastado na primeira parte. São voltas e mais voltas que não chegam a lugar nenhum. Muitas cenas desnecessárias, longas, sem nenhuma importância para o desenrolar dos acontecimentos. Sei que cenas aparentemente banais são uma característica do suspense psicológico, onde a ação fica nas entrelinhas. Mas nesse caso, a maior parte era enrolação mesmo. As autoras são bastante detalhistas, descrevendo cada atividade dos personagens. São tantos rodeios, tantos detalhes sobre maquiagem, grifes e joias, que não aguentava mais. Até que no final da primeira parte é feita uma revelação surpreendente que te deixa atordoado. Realmente não esperava aquilo e essa emoção dá um certo incentivo para a leitura. Porém, em poucas páginas o impacto dessa revelação se desvanece e percebe-se que esse truque das autoras não teve nenhuma função prática dentro do enredo. Tudo bem, fui enganado, a verdade era bem diferente do que eu acreditava, mas e daí? Não se trata de uma reviravolta como muitos leitores podem afirmar. Não é um acontecimento que vai mudar os rumos da trama. É apenas uma brincadeira inútil por parte das autoras. Apesar dessa revelação boba, a partir da segunda parte o livro ganha um pouco mais de foco e a leitura flui melhor. Um ponto muito positivo na escrita é que o texto conversa muito bem com o público feminino, explorando com muita propriedade a desilusão de uma paixão adolescente, a frustração diante das dificuldades de uma mulher recém casada em engravidar, a solidão de um casamento infeliz, o medo diante da ameaça de um comportamento abusivo. Acredito que as leitoras se conectem melhor com a protagonista por esse motivo. Pois há um esforço das autoras em aprofundá-la. A partir da terceira parte o suspense aumenta, com um personagem dando sinais de um lado sombrio, um novo quadro vai sendo pintado e começamos a perceber a trama por outra perspectiva. Quanto ao final, não foi tão surpreendente, já suspeitava dessa pessoa, mas esperava uma motivação mais consistente. Mesmo assim gostei e teria terminado o livro satisfeito com essa resolução. O problema é o epílogo. Na tentativa de amarrar todos as pontas da história, vieram com uma revelação tão ridícula, que conseguiram estragar aquilo que já não era sensacional. Não vou negar que o livro tenha uma boa trama, mas tem um desenvolvimento bastante problemático e não entrega nem de longe tudo aquilo que promete.
comentários(0)comente



Ana Taffy 25/08/2018

Amei!
A leitura flui muito bem, a escrita é bem gostosa e li super rápido. Fiquei muito surpresa com as reviravoltas, nem poderia ter adivinhado nenhuma. Vale muito a pena, recomendo!
Edméia 23/09/2018minha estante
*Coloquei este livro na minha "Lista de Desejos" da Livraria Amazon ! Obrigada pelo comentário , Ana ! Bom domingo. Boas leituras ! Um abraço.




Jeff.Rodrigues 06/08/2018

Resenha publicada no Leitor Compulsivo.com.br
Sabe quando você vai avançando na leitura de uma história com aquela sensação de “já vi isso em algum lugar”? E quanto mais a trama se aprofunda mais déjà vu ela se torna? É assim que posso resumir a grosso modo minhas impressões de A Mulher entre Nós, um dos suspenses mais brochantes lançados este ano no Brasil. Detalhe, a contracapa estampa a promessa de “a leitura da sua vida”. Aí meus amigos, a coisa complica e fica impossível defender o absurdo de um marketing enganoso desses.

Basicamente, como vocês conferiram na sinopse, A Mulher entre Nós navega pelas turbulentas águas do triangulo amoroso em que a ex não aceita ver o marido se casando com outra. Por trás disso se escondem mistérios e reviravoltas capazes de abalar o psicológico dos leitores. Só que não! Olhando friamente a sinopse, a obra da dupla de autoras até convence que pode trazer algo novo para essa trama já muito bem explorada por livros recentes. Mas na real, ela naufraga num amontoado de clichês e deságua em explicações esdrúxulas e em certo ponto tão improváveis quanto difíceis de digerir. A revelação contida no epílogo, por exemplo, é tão absurda e inverossímil quanto elefantes voadores. Racionalmente é impossível dar crédito que algo assim pudesse acontecer, mesmo numa obra de ficção.

Como já escrevi em dezenas de resenhas, não vejo problemas e tampouco considero clichês como sendo um defeito ou demérito de um livro. Clichês são válidos desde que bem usados e que façam sentido contribuindo para a qualidade do conjunto da obra. Em A Mulher entre Nós, basicamente toda a construção narrativa lançou mão dos tais clichês, mas de forma infantil e risível. A apresentação das personagens Vanessa e Nellie e a posterior revelação sobre as duas passa longe do que podemos chamar de reviravolta. E a continuidade dos segredos que vêm à tona com relação ao comportamento do marido, Richard, foram explorados de forma bem superficial, sem impacto. Em resumo, recursos e explicações comuns em obras desse estilo completamente mal utilizados pelas autoras.

O trio de personagens não convence. Vanessa, que a princípio passa a impressão de ser mais protagonista que os outros, é o melhor exemplo de personagem estruturado de forma rasa, sem cuidados. Nellie é melhor apresentada, mas seu papel na história é jogado pra escanteio quando temos “a revelação”. E Richard é melhor deixar quieto tamanha porqueira foi sua construção. Para finalizarmos, a cereja do bolo se encontra em uma narrativa lenta e cansativa. A história dá voltas e as idas e vindas narradas em primeira pessoa pelos personagens não cativa, custa a envolver e passa longe de despertar curiosidade. Um desperdício de páginas e capítulos sem fim.

Em linhas gerais, A Mulher entre Nós me passou a impressão de que as autoras reuniram um pouquinho de cada sacada genial de suspenses desse estilo para produzir esse amontoado de mistérios e explicações mal executados. Apresentar um livro como esse sob a premissa de “a leitura da sua vida” é zombar da inteligência dos leitores.

site: http://leitorcompulsivo.com.br/2018/08/02/resenha-a-mulher-entre-nos-greer-hendricks-sarah-pekkanen/
comentários(0)comente



Pammy 27/03/2019

Confuso, porém bom!
No começo, para alguns leitores como eu pode parecer meio confuso, mais ao longo da história começamos a compreender os personagens, e quando as histórias se chocam... é demais!
Não dava muito valor a esse livro, ele é realmente bom e li bem rapidinho pois a leitura é fluida.

Ainda sim sinto que faltou dedicação da escritora, algumas partes ficaram jogadas.
comentários(0)comente



Simone de Cássia 29/11/2018

Às vezes eu tenho a impressão de que estou ficando velha mesmo... e às vezes, como agora, eu tenho certeza!! Devo estar ficando velha e mais chata pra antipatizar com livros assim... misericórdia!! O trem é, como diria uma amiga, uma "bubiça" só! Começa até bem, parecendo que vai fazer alguma diferença, de repente faz uma "revelação" que ... que....???que nada! Isso mesmo, uma revelação idiota que não muda absolutamente nada. Fica parecendo aqueles colegas de sala que fazem uma piadinha sem graça que um olha pra cara do outro e pergunta:" é pra rir"?? Tá, aí o livro continua, mas como já tomou um atalho errado, fica cada vez pior e como todo atalho errado, chega a lugar nenhum! Um final decepcionante, do tipo que faz a gente, quando morre, arrepender de ter morrido! Pena que era só uma "mulher entre nós"...devia ser uma multidão entre nós, pra gente ficar bem longe dessa bubiça!
Nana 29/11/2018minha estante
É Simone, a gente vai ficando "mais experiente" (pra não dizer mais velha) e vai ficando exigente e sem paciência pra besteirol...tô vivendo a mesma coisa....rs rs (Ps: bubiça eu nunca ouvi falar....kkkkk)


Erica.Martins 29/11/2018minha estante
Esse livro não é ruim, ele é muuuuuito ruim!
Quando eu li a nota dele tava quase 4.5, graças a Deus ta caindo rs
Assim ninguém mais é enganado kkkk...


Riva 29/11/2018minha estante
Kkkkkkkkkkkkk - ainda bem que eu sou muito muito muito muito muito jovem!


Riva 29/11/2018minha estante
Nana, bubiça é uma expressão muito usada em Minas, principalmente no interior de Minas.


Nana 29/11/2018minha estante
Ah Riva, por isso que não conheço, não sou mineirinha tchê...rs rs


Sane 30/11/2018minha estante
kkkkkk...Adoro essas resenhas...


Riva 30/11/2018minha estante
Bah, Guria!!!!! PoA é tudo de bom!


Carla 02/03/2019minha estante
Adorei essa resenha! Realmente o livro é ruim e as revelações...sem comentários! Sem contar que as mulheres desse livro não precisam fazer mais nada na vida, né? Só cuidar do tal homi mimado e cheio de mania!!!




Mia 04/05/2019

Dê uma chance!
De inícioa história pode parecer desinteressante e confusa já que uma personagem é narrada em terceira pessoa e a outra em primeira. Não desistam de ler, a história vai melhorando e tem uma ótima reviravolta (que aliás me surpreendeu bastante. Por essa eu não esperava mesmo). É evidente que as duas personagens escondem segredos e uma delas não é uma narradora confiável por se mostrar confusa durante vários momentos, no entanto, não desista da história por achar a personagem "um pé no saco" (hahaha) Essa história lembra um pouco A garota no trem, acredito que quem já leu irá gostar, embora a garota no trem seja uma história bem melhor (palmas). Mesmo acontecendo o que eu já esperava do enredo, consegui ser surpreendida e dessa forma desejava um final mais elaborado, que no caso é onde as autoras pecaram.
Por fim queria ressaltar que para algumas pessoas essa história pode ser um gatilho para certos sentimentos, então caso esteja fragilizado emocionalmente, não leia! Bjs
comentários(0)comente



103 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7