Estrelas da Sorte

Estrelas da Sorte Nora Roberts




Resenhas - Estrela da Sorte


52 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Larissa @laridallabrida 31/05/2020

O primeiro livro da trilogia
Estava com esse trilogia na estante desde o natal de 2018. E finalmente decidi que era a hora de ler.

O primeiro livro é uma ótima introdução para o que virá.
Os seis guardiões se conhecem e percebem que ambos tem a mesma missão, encontrar as estrelas.

A escrita da Nora é leve e super fluida. Não tive nenhuma dificuldade em pegar carinho pelos protagonistas e ler rapidamente.
comentários(0)comente



Anninha 23/03/2020

A escrita da Nora é sempre mágica.
comentários(0)comente



Glauci 16/03/2018

MARAVILHOSO E ENCANTADOR
Leitura Concluída: Trilogia os Guardiões V 01 - Estrelas da Sorte – Nora Roberts

Demorei a publicar o término da leitura desse livro, por que ainda não encontrei palavras para descrevê-lo. Então, vou resumir assim: eu AMEI cada personagem e todas as situações narradas pela autora. É uma belíssima história cheia de magia e surpresas, que me deixaram boquiaberta e por vezes, emocionada. Sim vocês devem estar pensando: “Ah, mas você é mega fã da Nora, fica meio suspeito tantos elogios”. Mas digo que o tema “fantasia” está bem longe de minhas preferencias, e os outros livros sobre o tema escritos por ela que foram lançados aqui no Brasil, não me agradaram tanto. Esse livro superou todas as minhas expectativas, com paisagens belíssimas, personagens cativantes e enredo de tirar o fôlego. Classifiquei no skoob com uma constelação de estrelas ☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆.
comentários(0)comente



Ana Paula 05/03/2020

O inicio de uma intrigante trilogia
Nora Roberts se aventura mais uma vez por um universo mágico. Nesse livro conhecemos os seis personagens principais da trilogia (sete com a vilã) e vamos descobrindo aos poucos sobre suas origens e habilidades. Se voce gosta do universo fantástico, aproveita que nessa história tem de tudo! Tudo mesmo! Achei até um pouco exagerado, mas acredito que a trama justifica isso.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Glauci 16/03/2018minha estante
Concordo com a sua comparação, são enredos muito similares e parecem fanfics mesmo. Mas o que me fez dar todas as estrelas do mundo para esse livro, foi a forma como se desenvolveu a história, tem muito mais ação aqui. Geralmente os primeiros livros são bem introdutórios, mas esse aqui, chegou chegando e dizendo a que veio. De todos os que você citou, eu gostei "médio", mas esse, pra mim, foi de longe o melhor. E eu entendo o que vc disse, e isso acontece com vários livros da Nora.




Seliane.Bressan 20/07/2018

Amor e magia S2
" - As pessoas a subestimam porque você se subestima - disse para o próprio reflexo. - isso acabou." pág.114

No primeiro livro desta trilogia, vamos conhecer um pouco de cada um dos guardiões, mas principalmente Sasha e Bran.
Ao total eles são em seis e tem a missão de encontrar as três estrelas da sorte, antes que um poder maligno às encontre primeiro.

Sasha tem o dom da vidência, dom esse que ela tenta esconder por ter afastado muitas pessoas de sua vida. Ela se acha uma pessoa estranha e decide que o melhor é viver sozinha, assim não precisará conviver com o julgo dos outros.
Sasha se sente confortável assim, até que sonhos muito fortes começam a preocupá-la, fazendo com que decida ir até a ilha de Corfu para desvendá-los.

Chegando a ilha ela começa a entender seus sonhos e a conhecer pessoas muito peculiares, que vão se encaixando nas visões que teve.
Entre elas está Bran, um mágico muito sedutor e misterioso. Ele irá lhe mostrar a força que o amor pode ter em sua vida.

Durante a busca pelas estrelas, Sasha, Bran e os outros guardiões vão se conhecendo melhor e unindo suas forças para encontrá-las.
Cada um tem seus próprios segredos, mas para conseguirem a força para derrotar o mal que os espreita, será necessário ter sinceridade e confiança entre todos eles.
****
Como muitos já sabem eu sou super fã da Nora Roberts, e mais uma vez ela me conquistou totalmente!!
Agora de um jeito novo, porque não tenho costume de ler histórias com misticismo, mas Estrelas da Sorte me cativou demais.

Com um romance leve e um toque mágico, Sasha e Bran conquistaram meu coração.
O desenvolvimento do relacionamento deles, envolto em batalhas místicas foi maravilhoso.
Aos poucos Bran foi derrubando as barreiras e mostrando pra Sasha que seu potencial era muito maior do que pensava.

Não só o casal principal, mas os personagens dos próximos livros, me cativaram e já me deixaram na ansiedade de suas próprias histórias.
Eu amei e super indico a leitura!! E se você assim como eu não costuma ler esse estilo de história, com misticismo, esse é um ótimo livro para conhecer.

O único motivo de não dar nota 5 é que eu, como leitora assídua de romances, gostaria de que o livro tivesse mais páginas para ver mais cenas entre Sasha e Bran. 😉

Minha avaliação: 4/5 ⭐⭐⭐⭐
comentários(0)comente



Monica 10/11/2018

Li em uma resenha que essas trilogias da Nora parecem fanfic e não tenho como discordar. Comparado com os livros da Bertrand, a diferença de qualidade é gritante. Como disse a Cris Paiva, uma amiga minha do Skoob, parece que ela sempre escreve a mesma história e só muda o nome dos personagens.

Mas, apesar disso, eu ainda insisto, pois a escrita da autora é muito gostosa de acompanhar. Confesso que quase desisti antes mesmo de começar, mas teve dois diálogos bem divertidos logo no começo, que me fizeram continuar a ler.

Aqui temos 6 pessoas, cada 1 com um dom diferente e que se juntaram pra destruir Nerezza, uma deusa secular que quer recuperar as estrelas com a intenção de dominar o mundo. O casal protagonista dessa primeira história são Sasha, uma pintora vidente que sempre se sentiu diferente devido a esse dom, então ela sempre gostou de viver isolada e o Bran, que é um bruxo e que tem o poder de proteção e cura. Os outros personagens são Riley, Annika, Sawyer e Doyle.

A história foi bem construída e dois pontos devem ser destacados: essas 6 pessoas dispuseram a enfrentar a Nerezza e mesmo sem se conhecerem, confiaram uns nos outros para atingir esse objetivo, porém mesmo arriscando suas vidas e sabendo que só poderiam contar uns com os outros, ainda assim guardavam segredos relacionados ao dom de cada um.

Mas apesar da desconfiança inicial, sempre que um deles se colocava em perigo, alguém do grupo acabava revelando seus segredos e aceitando as consequências dessa atitude.

Quanto aos protagonistas, gostei muito do Bran, mas achei a Sasha muito cheia de mimimi. Achei ela bem chatinha e sinceramente, sempre reclamava de ter que cozinhar e pode ser que tenha passado batido da minha parte, mas ela era a pessoa que mais sabia cozinhar, porém em nenhum momento a história deu a entender que só ela era escrava da cozinha. Ela sabia cozinhar melhor, mas os outros do grupo também faziam sua parte, da maneira deles, óbvio. A Riley com seus sanduíches fantásticos, o Sawyer fazendo pratos mais simples e o Doyle pedindo pizza.

De um modo geral, não achei a história horrível, sobretudo com a escrita cativante da autora, porém é até covardia comparar com outros dela, bem mais interessantes.

Mas talvez fosse a hora da Arqueiro publicar outros livros da autora fora dessa temática, pois nos últimos anos tivemos os Primos O'Dwyer, A Sina dos Sete, A pousada (que apesar de não ser tanto de magia, tinha uma fantasminha no meio) e agora essa série.

Até pra evitar que tivéssemos a impressão de ler sempre a mesma história, a Arqueiro poderia variar um pouco.
comentários(0)comente



Dea 18/07/2018

Bom, mas poderia ser muito melhor
Um livro que contém magia? Sim. Romance? Também. Mas faltou alguma coisa. Um livro bom, pra quem gosta de fantasia sem muitas expectativas. Fácil de ler, sem narrativas intrincadas, bom para um final de semana onde você quer apenas curtir um bom livro, sem surpresas.
Celina 19/07/2018minha estante
Li uma trilogia da Nora e não me encantei por ela...nunca mais tive vontade de ler nada dela. Não explicar...não bateu o jeito dela comigo...parece que faltou uma coisinha...kkkkkkkk


Dea 19/07/2018minha estante
Celina, eu sou assim com a Nora. Mas uma amiga insistiu muito para eu ler, inclusive outros que me comprometi a ler também, e esse foi o que comentei e o que você mesma falou, faltou alguma coisinha. Mas Nora é Nora, leitura fácil, romance leve, tenho que ler mais alguns pra dizer que dessa água não beberei mais, kkk. Os livros são bons, mas... E é esse mas que me incomoda. Agora vou ler o segundo que saiu esse mês. Mas é um bom livro.




Lari 30/03/2020

Esperava mais
Como sou viciada por Nora Roberts, sempre que vejo uma nova trilogia sendo lançanda corro para conferir. Adorei o plot dessa história e o casal desse livro sem dúvidas é o meu favorito da trilogia, mas esperava mais desse primeiro livro, mais romance, talvez? Ainda sim não deixa de ser um livro fantástico para quem ama romances e a trilogia é maravilhosa.
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 05/02/2019

Originalmente postada em https://balaiodebabados.blogspot.com.br/
Estrelas da Sorte é o primeiro livro da trilogia Os Guardiões. Pela premissa da história, ela me lembrou muito a minha série favorita da Nora - Trilogia da Magia -, mas infelizmente a experiência não foi tão boa assim.

Logo no prólogo somos apresentados ao elemento sobrenatural da história e o que será objetivo de seis pessoas aleatórias, mas com o mesmo propósito: encontrar as estrelas da sorte. E é a partir desse princípio que conhecemos Sasha Riggs, Bran Killian, Riley Gwin, Sawyer King, Annika Waters e Doley McCleary. Cada um deles com uma habilidade diferente e juntos terão que enfrentar um ser que também quer as estrelas.Cada livro vai contar a história de um casal (meio que óbvio) e nesse primeiro, vemos o relacionamento entre Sasha e Bran.

Dos seis, Sasha é a única que cai de paraquedas nessa história de procurar as esferas do dragão estrelas da sorte. Sasha é vidente e, de início, ela reprimia seu dom, mas aos poucos e por conta da busca pelas estrelas, ela vai abraçando a vidência e se aceitando. É bem interessante acompanhar o crescimento da artista plástica; Sasha sempre foi muito insegura e autocrítica, porém determinada e resiliente. Apesar de se achar o elo fraco do grupo, ela não mede esforços para proteger seus novos amigos.

Bran é um mago que, há muito em sua família, também está à procura das estrelas da sorte. Charmoso e misterioso, Bran é um poderoso bruxo e com um grande instinto protetor, não só para com Sasha, mas todo o grupo. Ao se envolver com Sasha, ele mostra ser um homem gentil e carinhoso, além de ajudar a artista plástica a controlar seus dons.

Amo como a Nora sempre consegue misturar romance com sobrenatural. Assim como na Trilogia da Magia, a mitologia aqui é bem embasada e explicada de modo a não nos deixar confusos. Outro detalhe é a amizade que ela sempre coloca entre os personagens. Aqui, são seis pessoas que nunca se viram na vida, mas se veem em um grupo com um único objetivo. No começo, cada um tem um segredo a guardar, mas aos poucos vão conquistando a confiança um dos outros e se revelando.

Além do romance, a autora vai introduzindo os outros personagens e foi aí que o babado pegou pra mim. Achei um tanto forçado o modo como eles se encontraram e se uniram para resgatar as estrelas. OK que o lance é justamente eles encontrarem as estrelas como um grupo, do modo que Sasha previu, mas ficou de uma forma um tanto surreal e inverossímil.

Outro detalhe que me incomodou bastante foram os diálogos. Além de um tanto confusos sobre quem falava o que em certas horas, também pareciam mecânico e frios. Algumas descrições também foram confusas, assim como uns acontecimentos no final do livro foram um pouco corridos.

Apesar desses defeitos, quando dei por mim já estava no capítulo final. Nora Roberts é uma das poucas autoras que consegue me prender com sua escrita fluída, mesmo que a história não esteja tão boa. Ou seja, mesmo com todas as minhas reclamações acima, a história conseguiu me envolver e não espantar a vontade de continuar a trilogia.

site: https://balaiodebabados.blogspot.com/2019/02/resenha-355-estrelas-da-sorte.html
comentários(0)comente



NessaCoutinho 25/06/2020

Maravilhoso
Como a maioria dos livros da Nora, ele foge do convencional. Mas a história te prende de uma forma incrível, terminei esse livro ansiosa pra ler o próximo e o próximo. Achei maravilhoso!
comentários(0)comente



Adriana 08/04/2018

Estrelas da Sorte de Nora Roberts

A deusa da escuridão, completamente dominada pela mal, depois de tantos anos atrás ter
amaldiçoado as estrelas, busca encontra-las para assim concluir o que tanto deseja há vários
séculos, dominar tudo e todos com a escuridão, porém as deusas da lua que criaram as estrelas, também fizeram suas próprias magias para proteger e guardar a luz e agora esperam que os guardiões possam cumprir a tarefa de encontrar as estrelas antes de Nerezza e leva-las de volta para o lugar a qual elas pertencem.

Sasha Biggs é uma jovem e linda mulher, uma artista, porém seus quadros são muitas vezes,
muito mais que simples paisagens, são visões e sonhos que sempre tivera. Este seu dom fez com seu pai a abandona-se quando criança e lhe prejudicou em vários relacionamentos, por isso, ela decidiu se isolar e viver apenas para sua arte. Mas por mais que se negasse a utilizar e querer seu dom, ele não a abandonou e após vários meses tendo os mesmos sonhos e visões e mesmo depois de pintá-las não conseguiu esquecer e se livrar, por isso decidiu descobrir do que tudo aquilo se tratava, talvez o amor que a visão lhe prometia e do qual já havia desistido há muito tempo, compensasse toda dor, sangue e morte que também lhes foram mostrados. Será que depois de tantos anos sozinha ela conseguiria ser forte e corajosa para seguir em frente?

Logo que Sasha chegou a Corfu, na Grécia, enquanto saiu à rua para um passeio, se deparou com uma das cinco pessoas de suas visões, Riley Gwin, uma arqueóloga, e após convencê-la que não era nenhuma doida, descobriu então o porquê das suas visões e qual o seu propósito; unir as cinco pessoas de seus desenhos e juntos irem à busca das estrelas. Neste mesmo momento apareceu Bran Killian, um mágico, e juntos começaram a planejar como proceder para procurar as estrelas. E assim segue a história, em meio a alguns acontecimentos eles se deparam com Sawyer King, um viajante, Annika Waters, a lutadora e Doyle McCleary, um solitário.

Todos eles têm segredos, e ao longo da história vamos descobrindo quais são, a única que se mostra verdadeiramente quem é desde o início é a Sasha, mas é dela a responsabilidade de uni-los, porém antes de tudo, ela precisa acreditar em si mesma. Eles precisam confiar uns nos outros para poderem realmente ter alguma chance de vencerem o mal. Temos um enredo bem elaborado, que vai crescendo ao longo da narrativa e nos levando cada vez mais para dentro da história. Infelizmente o livro não tem final, esta é uma daquelas trilogias que seguem uma continuidade até o último livro.

Uma fantasia fantástica, um romance maravilhoso, uma história empolgante e arrebatadora que você precisa ler e ficar assim como eu, ansiosa pela continuação. Um livro cheio de referências legais que nos conectam com os personagens e a história. Estou também apaixonada pelas capas e torço para que os dois próximos livros continuem no mesmo ritmo
comentários(0)comente



Nina 19/07/2018

Ler Nora Roberts é sempre muito bom. Ela tem um estilo tão natural que sempre tenho a sensação de estar voltando para casa, como reler uma história que já conheço e amo mas cheia de novos acontecimentos. Falo isso por causa da maneira com que ela se reinventa a cada livro e, por mais que a gente acredite que conheça seu estilo, ela consegue nos surpreender ao mesmo tempo em que nos aconchega com os lugares comuns de sua escrita.

Suas histórias têm cenários lindos e protagonistas fortes e carismáticos, e Estrelas da Sorte é exatamente assim. Agora temos uma luta do bem contra o mal que perdura por gerações e que finalmente poderá ser resolvida por um trio de casais com poderes especiais. Sentiram que conhecem esse enredo? Pois é, se parece muito com Primos O’Dwyer e Sina dos Sete (a magia, os casais, a luta contra o ente do mal…) mas ao mesmo tempo é tão diferente que a gente passa a ter certeza de que Nora é a rainha da reinvenção.

Sasha Riggs é uma talentosa artista plástica que vive atormentada por sonhos que transforma em pinturas incríveis. Nesses sonhos, ela convive com estranhos e busca um tesouro que não sabe muito bem o que é mas que também é desejado por uma força maligna. Um dia, ela não consegue mais ignorar suas premonições e decide partir para a ilha de seus sonhos: Corfu, na Grécia. Lá ela encontra os estranhos com quem sonha, todos atraídos por uma força inexplicável e todos dotados de habilidades extraordinárias. Uma vez reunido, o grupo embarca em uma grande aventura: encontrar as míticas Estrelas da Sorte, que caíram do céu, pondo em risco todos os mundos.

"… Mas ela me disse que haveria outros cinco, cada qual com um poder distinto. Uma vez unidos, poderíamos forjar a espada que perfuraria o coração de uma deusa vingativa. Também me disse que o amor perfuraria meu coração com caninos e garras e me levaria para o caminho da morte."

As três estrelas da sorte (uma de fogo, outra de água e outra de gelo), foram criadas há muito tempo por três deusas para dar à sua nova rainha, como um presente por sua coroação. Porém, antes que elas pudessem prender as estrelas à Lua, uma deusa ciumenta, Nerezza, impede o que isso aconteça. As deusas então escondem as estrelas em locais remotos, pois como são dotadas de grande poder, não devem cair nas mãos de Nerezza. Nasce então a profecia de que seis Guardiões se unirão para encontrar e proteger as estrelas.

A vidência de Sasha é essencial para que o grupo consiga prosperar na sua busca, mas ela nunca conviveu bem com seu dom e não sabe como dominá-lo. E ela vai encontrar no mágico Bran Killian o apoio que precisa para se sentir segura, além de um amor que promete transcender os obstáculos que eles encontrarão no caminho.

"Eu estava bem vivendo minha vida. Bem! Com meu trabalho, minha casa, meu sossego. Havia aprendido a lidar com o que tinha ou ignorá-lo para poder levar a vida que achava que queria. Agora estou lutando contra uma deusa louca que gostaria de acabar com minha vida. Estou apaixonada por um mágico e atirando com uma besta. E bebendo cerveja quando nem gosto de cerveja."

Quando comecei a leitura achei estranhíssima a maneira como os personagens se encontraram e se aproximaram, foi tudo tão repentino e com uma naturalidade meio forçada que cheguei a pensar que Nora Roberts tinha errado a mão. Que inocência a minha! Logo ela começa a nos mostrar a profecia que os atraiu e que, mesmo estando tão próximos, todos eles têm seus segredos. Assim que percebi isso, o livro fluiu e eu me apaixonei pelo enredo. A fantasia é o ponto forte e a mitologia criada para o enredo é viciante.

E como sempre, Nora soube unir romance e ação na medida. Bran é tão fofo, tão apaixonante! As cenas de ação são rápidas e ao mesmo tempo angustiantes, porque, mesmo com a narração em terceira pessoa, o foco é sempre em um único personagem e a gente fica desesperado para saber o que está acontecendo com os outros.

Outra coisa que amo nos livros da Nora Roberts e que nesse não falta, são as cenas de jantares, com bate-papo em volta da mesa da cozinha, regados com vinho e cerveja. São nessas cenas que acontecem os melhores diálogos!

Enfim, se você ainda não começou a ler Os Guardiões por medo de ser mais do mesmo, então saiba que está perdendo tempo!

site: https://www.quemlesabeporque.com/2018/07/estrelas-da-sorte-nora-roberts.html
comentários(0)comente



Falando em livro... 28/08/2018

Uma leitura envolvente, cheia de suspense em sua mistura de seres místicos, contos de fadas e realidade.
|| Resenhado por Van Lopes ||

E, mais uma vez, dona Nora Roberts me surpreendeu com maestria! Gente, essa mulher é um poço de criatividade, é de uma imaginação inacreditável. A cada novo livro que leio dela é uma nova paixão que se habita em mim. E com Estrelas da Sorte, primeiro livro da série Os Guardiões, não foi diferente.

A última trilogia que li da autora foi A Sina dos Sete (que simplesmente amei). Os Guardiões segue a mesma linha dela, onde veremos seis pessoas como principais, formando três casais (já prevejo suspiros intermináveis) que irão lutar contra o mal. Também terá toda aquela coisa de forças malignas querendo destruir o mundo, muita batalha, magia, amizade e amor.

Se você é fã de fantasia, tenho certeza que vai amar conhecer a fantástica história, que se dá início por conta do amor e devoção de três deusas a sua mais nova rainha... E se o gênero não te agrada muito, dê uma chance a esse livro, pois tenho a leve impressão de que ele te conquistará.

Uma nova rainha. Presentes especiais. Mundo real. Mundo místico. E uma grande batalha a favor do bem...

Tudo começa com a talentosa pintora e solitária Sasha Riggs. Ela é “perseguida” por sonhos apavorantes e acaba os transformando em pinturas maravilhosas, que não são nada além do que acontecimentos do futuro. Sasha tem esse dom, mas nunca contou a ninguém, e nem dava muita importância, até ele se tornar cada vez mais atordoante a ponto de não conseguir mais ignorá-lo. Com tantos sonhos e visões alucinantes, ela decide viajar para ilha grega de Corfu para tentar descobrir e resolver o que tanto lhe atormenta.

Chegando em seu destino, Sasha encontra as pessoas dos seus sonhos: Rigley, Bran, Sawyer, Annika e Doyle, que são os guardiões das estrelas que estão escondidas em algum lugar do universo. Juntos, irão lutar contra as forças malignas da deusa má. Cada um com sua habilidade e segredos, terão que enfrentar seus próprios demônios e medos por um bem comum.

Nesse primeiro livro iremos nos apaixonar pela história de amor de Sasha e Bran. Se você espera algo explosivo, cheio de sensualidade e coisas do tipo, pode tirando o cavalinho da chuva. A história deles vem de maneira leve, natural, empolgante, o que não deixa de ser eletrizante e apaixonante.

Uma leitura envolvente, cheia de suspense em sua mistura de seres místicos, contos de fadas e realidade. Nora nos conta uma história cheia de amor, devoção, amizade e força. Ela nos leva a um universo fantástico onde tudo é possível, onde o bem, a amizade e o amor são capazes de vencer os seres mais malignos e os atos mais obscuros.

Para saber mais, leia a resenha completa no blog.

site: http://www.blogvirandoapagina.com.br/2018/05/resenha-estrelas-da-sorte-os-guardioes.html
comentários(0)comente



52 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4