Vida Líquida

Vida Líquida Zygmunt Bauman




Resenhas - Vida Líquida


9 encontrados | exibindo 1 a 9


Will 12/10/2020

Sobre a ansiedade
O livro aborda as mudanças super aceleradas que a sociedade se auto impôs, até se natiralizar. Para o autor, a vida contemporânea é impaciente e idolatra a inquietação. Admira-se o descarte do velho (que muitas vezes nem é tão velho assim) por algo novo. O autor é enfático ao afirmar: "A vida líquida é uma vida de consumo." E isso não vale apenas para objetos, mas também para o que se é. Construir uma identidade só é possível pela via do consumo. E aí há um grande paradoxo. Promete-se a total liberdade para a construção do look, de atitudes e do Eu que se quer.... desde que caiba no seu orçamento. Segundo Bauman, para ser alguém basta comprar o curso, qualquer um dos milhares, que ensine a ser quem se quiser. Vivemos na terra prometida das respostas rápidas e fáceis.

Para o autor (e eu sendo um publicitário confirmou kkkk) o consumidor ideal seria um indivíduo cronicamente ansioso. Nunca satisfeito com o que tem e ávido pelo próximo lançamento. O que mais achei interessante é que sem nomear diretamente o autor explica os mecanismos da constituição da fear of missing out, síndrome ligada ao transtorno de ansiedade. Para o autor, existe um conflito interno velado. Todos são obrigados a querer mudar rápido, mas no seu íntimo, sentem falta de uma segurança de uma estabilidade impossíveis de se alcançar com essa aceleração toda.
comentários(0)comente



Cleber 05/04/2019

Vida Liquida
Aborda tudo o que é efêmero em uma sociedade, o consumo, as relações empresariais, algo descartável em uma sociedade insatisfeita.
comentários(0)comente



RogerBoy 02/05/2018

Instigante e reflexivo
Uma crítica mordaz à sociedade de consumo e todos os seus reflexos na vida cotidiana moderna. O autor discute temas fundamentais e atemporais como a infância, a cultura, a individualidade, sob o prisma da modernidade líquida. Recomendo!


comentários(0)comente



Leonardo 15/06/2016

Resenha Vida Líquida
O autor Zygmunt Bauman é um escritor filósofo contemporâneo, que tem vários livros publicados. Neste livro “Vida Líquida” ele aborda a relação humana em uma sociedade consumista, e essa sociedade acaba valorizando mais o que é temporário. E essa é a definição de sociedade líquido-moderna que ele aborda logo no início ele define de forma mais clara:

A “Líquido-moderna” é uma sociedade em que as condições sob as quais agem seus membros mudam num tempo mais curto do que aquele necessário para a consolidação, em hábitos e rotinas, da forma de agir. (BAUMAM,2005)

O autor nos leva a questionar e duvidar de tudo que tem sido nos apresentados. Ele resume muito bem essa vida líquida, onde ela [...]é uma vida precária, vivida em condições de incerteza constante. As preocupações mais intensas e obstinadas que assombram esse tipo de vida são os temores de ser pego tirando uma soneca, não conseguir acompanhar a rapidez dos eventos, ficar para trás[...]. A vida liquida é uma sucessão de reinícios. E neste mundo líquido-moderno, a lealdade é motivo de vergonha, não de orgulho.

veja completa no link:


site: http://www.leonardocarlos.com.br/resenha-livro-vida-liquida/
comentários(0)comente



Renan 08/11/2014

É um livro intensamente bom!Aborda vários tipos de questionamentos sobre a sociedade contemporânea,inclusive a maneira de como lidamos com o consumo.
Uma das frases que me intrigou bastante foi: o ser político é inimigo do ser consumista.Parece bem real para nossa maneira de ver o mundo.Basta observar,por exemplo,a falta de compromisso da sociedade com processos políticos atuais,aqui na minha cidade Fortaleza muitas pessoas queria nas eleições um candidato,logo,no entanto exaltam a construção de um famoso Shopping Center que já estreou na capital.Logo,Bauman acerta categoricamente.
comentários(0)comente



Danielle Cristi 31/01/2014

Vivendo como um líquido
O livro é sensacional! Claro que não é como ler uma ficção, mas o autor aborda o conteúdo de maneira muito "gostosa" de ler, sem complicações com termos técnicos.
É um livro que provoca a reflexão sobre como estamos vivendo em uma sociedade consumista, onde quem dita as regras é o mercado de consumo; o quanto estamos conscientes da responsabilidade de se entregar nesse consumismo.
Acredito que não viver nesse mercado de consumo seja algo muito difícil na atualidade, mas ler este livro me fez perceber que podemos controlar mais os desejos do ter e se focar com o que promove o ser.
Boa leitura à todos!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Parcilene 12/09/2013

Vida Líquida: consumo, velocidade e lixo na era da incerteza
Para Bauman, “a vida líquida é uma vida precária, vivida em condições de incertezas constante” (p.8). Mas, parece-me que a vida sempre foi assim, uma série finita de incertezas permeada por artifícios capazes de produzir um sentimento relativo e breve de estabilidade. Mas, por que essa fluidez parece agora tão mais evidente?

Talvez seja porque as inovações tecnológicas, os governos, a mídia e o mercado produziram um ambiente em que é cada vez mais fácil “apagar, desistir, substituir”. E a velocidade com que isso ocorre é que dá à vida esse caráter inconstante, é como se cada pessoa estivesse eternamente à procura de algo que possa ser seu novo objetivo ideal (uma espécie de Santo Graal), mesmo sem compreender porque havia buscado o já ultrapassado objetivo que ainda tem em mãos. Assim, a rapidez com que as variáveis mudam é condição necessária e, quem sabe, suficiente para a sobrevivência no mundo líquido-moderno.

A velocidade com que o indivíduo transita entre o amor e o desapego, entre a relevância e o descaso, entre o moderno e o ultrapassado, entre o essencial e o desnecessário provoca um aumento exponencial do lixo. Cada pessoa carrega consigo seu lixo particular, que precisa ser despejado em algum lugar, e isso acontece através da ajuda dos mais diversos meios, desde terapias e pílulas mágicas até religião e sistemas educacionais.

Resenha completa no link abaixo:

site: http://ulbra-to.br/encena/2013/09/12/Vida-Liquida-consumo-velocidade-e-lixo-na-era-da-incerteza
Ana Paula 12/03/2020minha estante
Tenho vontade de ler esse autor. Você sabe me dizer por qual livro devo começar?




9 encontrados | exibindo 1 a 9