O Sedutor Marquês de Winter

O Sedutor Marquês de Winter Roxane Norris


Compartilhe


Resenhas - O Sedutor Marquês De Winter


3 encontrados | exibindo 1 a 3


estantedasuh 31/07/2018

Yvine é a irmã do meio da família Reims, ela sempre teve desejo de se casar, mas não é com qualquer um. Yvine quer se casar por amor assim como suas irmãs se casaram. Só que o tempo está passando e ela não consegue realizar o seu sonho. Ela ama as suas irmãs e se sente feliz por elas, mas se sente triste por não ter conseguido um casamento igual ao delas. Yvine acha que o destino quer que ela vire noviça e que dedique a sua vida ao senhor.

Suas irmãs não conseguem enchegar o que Yvine está sentindo e em uma conversa elas acabando falando coisas que a magoam, por isso ela sai correndo para a floresta e lá ela tenta espairecer a cabeça. Mas em um momento ela ouve barulho de cavalo e Yvine se desespera e sai correndo, quase cai em um lamassal e é salva por um homem.

Esse homem se chama Christian Knightley, o Marquês de Winter, ele tem uma fama de libertino e não é bem visto pela sociedade londrina. Ele não entende como uma mulher poderia estar sozinha na floresta e acaba irritando Yvine que ao tentar se afastar dele acaba luxando o tornozelo. Mas o pior estava por acontecer, enquanto eles conversavam pessoas estavam vendo e uma fofoca envolvendo o nome do Yvine começou a rolar em meio a sociedade.

Para reparar o seu erro e ajudar Yvine, Christian decide lhe pedir em casamento. Mas Yvine não queria se casar somente por isso e impoe um desafio a Christian, ele terá que fazer com que ela se apaixone por ele no prazo de um mês, Christian aceita o desafio e muitas coisas acontecem a partir desse momento.

Yvine é uma mulher recatada e muito reservada, mas assim como as irmãs não gosta das regras da sociedade e vive conforme ela acha que é certo. Suas irmãs não aceita o que ela propôs ao Marquês, mas ela não liga e leva seu plano adiante. Mas o que ela não sabia é que outras pessoas também faziam planos e que ela seria usada para atingir o Marquês.
Christian é um homem recluso, tem a mulher que quer e não liga para o que a sociedade pensa dele. Ele está a procura de uma esposa e assim que põe os olhos em Yvine seu coração bate mais forte, mas até ele perceber isso será um caminho longo. Ele tem alguns inimigos que tentaram atingi-lo de todas as formas.

Mais uma vez a Roxane Norris me ganha com uma história leve, fluída e com muitos mistérios. Assim que comecei a ler pensei que seria mais uma história de romance, mas não era somente isso. Ela misturou intrigas e mistérios que me fez ficar mais apaixonada pela história. Nesse livro vamos rever os personagens dos dois livros anteriores e matar aquela saudade que sempre fica.

Falando na edição. Li o livro em e-book. A capa é linda e combina perfeitamente com a história. A diagramação está bonita. A fonte é do tamanho padrão do Kindle. A história é narrada em terceira pessoa. A revisão está perfeita.

Recomendo esse livro a todos que amam um belo romance de época, com personagens cativantes, uma pitada de intriga, mistério e aventura.

site: http://www.estantedasuh.com.br/2018/07/resenha-o-sedutor-marques-de-winter-as.html
comentários(0)comente



Kênia Cândido 24/07/2018

Impossível de Largar.
Depois de conhecer as irmãs Irina e Gwen nos livros anteriores, desta vez, a Roxane proporciona uma história apaixonante entre Yvine Reims e o Christian Knightley no terceiro e último livro O Sedutor Marquês de Winter e fecha a trilogia Irmãs Reims com chave de ouro.

Assim como as irmãs, Yvine também sonhava com um amor avassalador que resultaria em casamento, mas a moça não queria que fosse um casamento arranjado, pois acreditava no amor.

Certa manhã, Yvine estava com suas irmãs preparando uma festividade e no meio da conversa, Irina e Gwen acabam magoando Yvine e a jovem resolve deixar as irmãs de lado e vai caminhar no bosque para acalmar do aborrecimento e assim, retornar para casa. Ao ouvir um barulho do galope de um cavalo, Yvine sai correndo assustada e com o coração disparado e antes de cair ela é salva por um homem.

Quando Christian Knightley, o Marquês de Winter salvou Yvine no bosque, não imaginava que a moça seria tão arisca com ele, no entanto Yvine machucou o tornozelo e Christian precisou ajudá-la. Porém essa ajuda foi malvista por algumas pessoas e acabou criando uma fofoca dizendo que Yvine e Christian estavam com intimidade que apenas casais tinham entre si.

Situação que deixou os dois em maus lençóis, pois Christian tinha uma fama de libertino diante a sociedade, entretanto ele precisa se casar até o verão ou perderá seu direito ao título, que passará a seu primo. E quando conheceu Yvine, o coração de Christian bateu forte desejando juntar o útil com agradável.

Nas primeiras páginas, a história mostra que será uma verdadeira montanha russa de emoções e percorre durante todos os momentos do livro. Dessa forma a leitura trouxe um ótimo desenvolvendo proporcionando um enredo cheio de mistério, intrigas e romance.

Através das emoções, a Roxane consegue transportar o leitor para um mundo mágico, onde tudo é imprevisível. Mesmo que seja um gênero considerado clichê, ela consegue encantar, desafiar os padrões com ideias criativas para os romances de época. Isso traz toda diferença.

Da mesma maneira dos livros anteriores, li em formato digital. Por isso não tem como avaliar a edição física, porém a capa está belíssima combinado perfeitamente com a história e a diagramação continua muito boa.

Enfim, trilogia das Irmãs Reims finalizada. Para quem é fã de histórias cheia de romance, mistério e reviravolta valem à pena apreciar. Cada livro da trilogia pode ser lido separadamente, contudo aconselho que leia todos para entender melhor a trajetória completa da família Reims.

Foi impossível de largar. Recomendo.

site: http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/2018/07/resenha-o-sedutor-marques-de-winter.html
comentários(0)comente



Elida Malheiros 21/06/2018

Se permita entrar na história e ir além da sinopse do livro.
Esse livro é uma verdadeira montanha-russa de emoções, acredite quando digo isso. Quando conheci o trabalho da Roxane, estava acostumada a forma em que os romances de época eram desenvolvidos por todas as autoras, existia uma fórmula que todas sempre seguiam, e na minha cabeça, era tudo o que eu poderia esperar do gênero. Mas daí a Roxie apareceu na minha vida e eu comecei a consumir seus livros um atrás do outro. Neles não existem fórmulas certas, não existem mocinhos e vilões apenas, cada um pode mostrar os dois lados da face, as pessoas são reais, tem problemas e incertezas escondidos por trás de títulos, existem segredos que ninguém quer revelar, e qualquer um pode ser o próximo personagem a te surpreender.



Sem enrolação, vamos a história da vez. O Sedutor Marquês de Winter é o livro que fecha a trilogia das Irmãs Reims. Sei que AINDA não trouxe pra vocês resenha dos anteriores, mas se você não se importa com pequenos spoiler's eles podem sim ser lidos separadamente (mas recomendo ler na ordem). A história da vez vai colocar a jovem Yvine Reims e o 6° Marquês de Winter - Christian Knightley - no palco central. Yvine é a irmã mais nova das Reims e assim como as irmãs mais velhas, imaginava que sua vida seria dedicada ao sacerdócio, assim como seu pai. Porém ao ver as irmãs se encaminhando muito bem pelo caminho do matrimônio, é impossível que Yvine também não sinta a vontade de casar e construir uma família, afinal ela também tem todo o direito de ser feliz e encontrar o amor não? Enquanto isso, Christian está enrascado. Ex combatente de guerra pela Inglaterra, a experiencia e a morte de seus companheiros o tornou uma pessoa reservada. Ele não gosta de festas ou aparições públicas, prefere se isolar em sua residencia e fazer de conta que o restante do mundo não existe. Tudo ia bem até receber o testamento do seu falecido pai, nele estava escrito que Christian tem apenas até o final do verão para encontrar uma jovem adequada e assim produzir herdeiros, se for de sua vontade continuar sendo o Marquês de Winter, caso contrário, o título e toda a herança passará automaticamente para seu primo distante e odiado.



No meio de todo esse dilema, o casamento de uma das personagens dos livros anteriores está prestes a acontecer, e como um dos amigos da família, Christian enxerga então a oportunidade perfeita de encontrar alguma jovem desavisada e assim propor casamento. Da mesma maneira que Yvine está presente no evento, porém cercada pelo peso de que será ela a agora ter a obrigação de cuidar do pai já que suas irmãs estão casadas e com filhos. Contudo, não pense que eles tiveram um encontro fofo e romântico, bem ao contrário. O encontro desses dois é de deixar ambos em maus lençóis e isso incontrolavelmente vai parar na boca do povo. Mas Yvine quer um casamento por amor e Christian não está nada disposto a abrir mão da jovem que além de ser a candidata perfeita, mexeu de certa forma com o seu coração (mesmo que ele não queira admitir isso).

No meio da confusão um desafio é proposto: Yvine exige ser conquistada em 1 mês para assim manter o acordo entre eles, mas o antigo libertino não tem a menor ideia de como se conquista uma dama.!

Por trás desse enredo, uma segunda história é cuidadosamente tramada e a vida desses dois acaba sem querer se cruzando com uma situação bem perigosa.



É um misto de emoções gente, eu ri chorei, tive raiva, reclamei com a Roxane kkk. A história é muito mais profunda do que o que está bem na nossa frente, sempre que eu imaginava uma coisa, surgia outra e era sempre um tapa na minha cara. Sempre tinha algo não sendo contado. Como a trama vai sendo revelada a gente aos poucos, é impossível a leitura não ter picos de emoções, os personagens sempre se metem em aventuras e enrascadas e nem sempre é o mocinho que precisa salvar a mocinha, as vezes os dois precisam se salvar. Com certeza essa história teve o desfecho perfeito, apesar de ser bastante frenética nas ultimas páginas. Posso ser até suspeita pra falar de tanto que gostei da trilogia completa, mas acho que você deve dar uma chance e conhecer mais de perto o mistério e a aventura do que é pertencer a família Reims. Se permita entrar na história e ir além da sinopse do livro.



"— Não há a menor chance de eu querer saber mais sobre o tipo de loucura que acomete vocês.

— Ah, mas você saberá... — Envolveu os ombros do amigo, levando-o

para fora do aposento. — É algo intrínseco às Reims."



site: https://www.falandodoqueli.com/
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3