O Sedutor Marquês de Winter

O Sedutor Marquês de Winter Roxane Norris




Resenhas - O Sedutor Marquês De Winter


1 encontrados | exibindo 1 a 1


Elida Malheiros 21/06/2018

Se permita entrar na história e ir além da sinopse do livro.
Esse livro é uma verdadeira montanha-russa de emoções, acredite quando digo isso. Quando conheci o trabalho da Roxane, estava acostumada a forma em que os romances de época eram desenvolvidos por todas as autoras, existia uma fórmula que todas sempre seguiam, e na minha cabeça, era tudo o que eu poderia esperar do gênero. Mas daí a Roxie apareceu na minha vida e eu comecei a consumir seus livros um atrás do outro. Neles não existem fórmulas certas, não existem mocinhos e vilões apenas, cada um pode mostrar os dois lados da face, as pessoas são reais, tem problemas e incertezas escondidos por trás de títulos, existem segredos que ninguém quer revelar, e qualquer um pode ser o próximo personagem a te surpreender.



Sem enrolação, vamos a história da vez. O Sedutor Marquês de Winter é o livro que fecha a trilogia das Irmãs Reims. Sei que AINDA não trouxe pra vocês resenha dos anteriores, mas se você não se importa com pequenos spoiler's eles podem sim ser lidos separadamente (mas recomendo ler na ordem). A história da vez vai colocar a jovem Yvine Reims e o 6° Marquês de Winter - Christian Knightley - no palco central. Yvine é a irmã mais nova das Reims e assim como as irmãs mais velhas, imaginava que sua vida seria dedicada ao sacerdócio, assim como seu pai. Porém ao ver as irmãs se encaminhando muito bem pelo caminho do matrimônio, é impossível que Yvine também não sinta a vontade de casar e construir uma família, afinal ela também tem todo o direito de ser feliz e encontrar o amor não? Enquanto isso, Christian está enrascado. Ex combatente de guerra pela Inglaterra, a experiencia e a morte de seus companheiros o tornou uma pessoa reservada. Ele não gosta de festas ou aparições públicas, prefere se isolar em sua residencia e fazer de conta que o restante do mundo não existe. Tudo ia bem até receber o testamento do seu falecido pai, nele estava escrito que Christian tem apenas até o final do verão para encontrar uma jovem adequada e assim produzir herdeiros, se for de sua vontade continuar sendo o Marquês de Winter, caso contrário, o título e toda a herança passará automaticamente para seu primo distante e odiado.



No meio de todo esse dilema, o casamento de uma das personagens dos livros anteriores está prestes a acontecer, e como um dos amigos da família, Christian enxerga então a oportunidade perfeita de encontrar alguma jovem desavisada e assim propor casamento. Da mesma maneira que Yvine está presente no evento, porém cercada pelo peso de que será ela a agora ter a obrigação de cuidar do pai já que suas irmãs estão casadas e com filhos. Contudo, não pense que eles tiveram um encontro fofo e romântico, bem ao contrário. O encontro desses dois é de deixar ambos em maus lençóis e isso incontrolavelmente vai parar na boca do povo. Mas Yvine quer um casamento por amor e Christian não está nada disposto a abrir mão da jovem que além de ser a candidata perfeita, mexeu de certa forma com o seu coração (mesmo que ele não queira admitir isso).

No meio da confusão um desafio é proposto: Yvine exige ser conquistada em 1 mês para assim manter o acordo entre eles, mas o antigo libertino não tem a menor ideia de como se conquista uma dama.!

Por trás desse enredo, uma segunda história é cuidadosamente tramada e a vida desses dois acaba sem querer se cruzando com uma situação bem perigosa.



É um misto de emoções gente, eu ri chorei, tive raiva, reclamei com a Roxane kkk. A história é muito mais profunda do que o que está bem na nossa frente, sempre que eu imaginava uma coisa, surgia outra e era sempre um tapa na minha cara. Sempre tinha algo não sendo contado. Como a trama vai sendo revelada a gente aos poucos, é impossível a leitura não ter picos de emoções, os personagens sempre se metem em aventuras e enrascadas e nem sempre é o mocinho que precisa salvar a mocinha, as vezes os dois precisam se salvar. Com certeza essa história teve o desfecho perfeito, apesar de ser bastante frenética nas ultimas páginas. Posso ser até suspeita pra falar de tanto que gostei da trilogia completa, mas acho que você deve dar uma chance e conhecer mais de perto o mistério e a aventura do que é pertencer a família Reims. Se permita entrar na história e ir além da sinopse do livro.



"— Não há a menor chance de eu querer saber mais sobre o tipo de loucura que acomete vocês.

— Ah, mas você saberá... — Envolveu os ombros do amigo, levando-o

para fora do aposento. — É algo intrínseco às Reims."



site: https://www.falandodoqueli.com/
comentários(0)comente



1 encontrados | exibindo 1 a 1