Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?

Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre? Sophie Kinsella




Resenhas - Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?


84 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Lauraa Machado 31/03/2018

Um livro digno da Sophie Kinsella
Apesar de alguns livros recentes seus não terem me agradado muito, Sophie Kinsella continua sendo uma autora que eu quero seguir sempre e cujos livros compro sem nem ler a sinopse. Na minha opinião, só de esse livro ter sido melhor que Minha Vida Não Tão Perfeita, Fiquei com Seu Número e Lua-de-Mel, já foi uma surpresa enorme (há, pontos pela mini referência).

É um clássico livro da Kinsella. Tem sua protagonista fabulosa, mas ao mesmo tempo comum, esquisita, um pouco paranoica e dramática, mas também bastante fofa e do tipo que dá para se identificar desde o começo. O livro também é cheio de cenas engraçadas e outras dramáticas, cheguei a ficar bem aflita com uma parte dele e quase adivinhei o clímax, que ainda foi bem importante mesmo assim. Como sempre nas suas histórias, tem bastante crescimento da protagonista e muito desenvolvimento dos personagens em volta também, mesmo que só como coadjuvantes.

Eu só tenho uma crítica para ele, na verdade. Adorei ver como a Sophie Kinsella incorporou feminismo discretamente na história e as várias lições que dá para tirar desse livro. Também gostei de ver a Sylvie ficando brava com o Dan e falando o que ele fez de errado, porque, na minha opinião, foi bem errado mesmo. Mesmo. Tanto que, mesmo com ela falando, essa é minha crítica. Ela não falou o suficiente. Pediu desculpas demais. E eu adoraria conversar com qualquer pessoa que tenha lido o livro sobre isso!

Mas essa é uma crítica bem pequena, na verdade. Não é o melhor livro da Sophie Kinsella, mas já subiu o nível dos recentes e espero que continue subindo!

Sobre a capa americana e principalmente a britânica: por que as editoras não fazem tanta questão de capas mais bonitas para os livros dela? Será que é só porque ela já é conhecida? Porque está difícil, viu. Essa capa é sofrida! E a edição que eu li, a britânica, também. O livro é enorme, um tijolão, tão pesado que me doía a mão de segurar enquanto lia. Sophie Kinsella merecia edições mais cuidadosas e especiais.
Andréa Araújo 31/03/2018minha estante
Concordo com isso das capas! Merecia melhores! Acho que vou colocar alguns livros dela na minha lista.


Aisla 03/04/2018minha estante
Eu adoro os livros dela, mas Minha vida nao tão perfeita e Lua de mel também não me agradaram muito. Já quero esse!!!


Isa 17/04/2018minha estante
Qual seu livro preferido da autora?


Lauraa Machado 17/04/2018minha estante
O Segredo de Emma Corrigan!


Leticia.Gnoatto 17/05/2018minha estante
undefined


Lari 06/06/2018minha estante
Me identifiquei muito com o início da sua resenha e fico feliz em saber q é melhor que os livros que você citou!
Não que não tenha gostado, pq adoro tudo q ela escreve, mas tmb não são meus preferidos! ?
Agora estou bem animada para começar essa leitura!


Dessa 06/09/2018minha estante
Já eu amo todos os livros da Sophie, inclusive os que você mencionou :)


Sabrina 14/01/2019minha estante
Adoro a escrita da Sophie, realmente amei minha vida não tão perfeita e fiquei com seu número. Se este é melhor, realmente merece uma leitura. Gosto de como as personagens são simplesmente humanas.
Não conseguir terminar de ler Lua de mel,realmente achei muito ruim.


Dessa 25/05/2019minha estante
Amo todos tbm. Só queria um final melhor




Alesandra 09/06/2020

Resenha
Não foi nem de longe um dos meus preferidos dessa autora, achei que ficou a desejar
comentários(0)comente



Victoria 11/07/2020

Romântico e Cômico
Ri, chorei, fiquei com raiva, esse livro foi uma montanha russa de sentimentos para mim. Como sempre com os livros da Sophie me envolvi completamente, daquela maneira quando paramos de ler e não é mais letras que vemos nas folhas mas sim o cenários, os cheiros, paisagens e todo o ambiente da história que passa estar ao nosso redor. Amei a trama, os suspenses e as descobertas. AMEI!
comentários(0)comente



Thef 06/07/2020

Um livro muito amorzinho, me peguei refletindo em várias partes do livro, a escrita da Sophie é bem fluída.
comentários(0)comente



calie 24/04/2020

aquele que é bom, mas não o melhor de Sophie Kinsella
eu amo a autora, mas esse livro foi fraco e não muito apaixonante.

o humor (bem tipico dos livros dela) é insuficiente, há personagens demais (que acabam sobrando) e pouco desenvolvimento. achei que o assunto principal se desviou e ficou confuso. era sobre a duração dos casamentos ou sobre o pai de Sylvie? uma trama apareceu prejudicar a outra.
Helyanny 24/04/2020minha estante
Comecei a ler e não me empolguei... deixei de lado na metade...


calie 24/04/2020minha estante
eu entendo muito bem, viu? demorei horrores pra terminar, comecei até ler outro livro enquanto não voltava pra esse


Helyanny 24/04/2020minha estante
Pena, né? Sophie é mestra!




LivrosLeituras 07/02/2020

Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?
O livro conta a história do casal Sylvie e Dan, que são considerados o casal com “C maiúsculo” por todos que os conhecem e por eles mesmos. Eles são supercompanheiros, daquele tipo que termina a frase um do outro, estão juntos há 10 anos, 7 deles casados, tem filhas gêmeas lindas e tem a vida perfeita, cheia de amor e tranquildade, até o dia que eles precisam fazer exames de rotina e o médico diz que eles tem uma expectativa de vida acima da média, o que pode resultar num casamento de 68 anos. A partir de então, os dois ficam confusos com essa ideia, com medo de não quererem passar tanto tempo juntos, medo da rotina e isso tira a tranquilidade do casal, na tentativa de melhorar a relação, que promete ser bem longa, Sylvie propõe que ambos façam surpresas um para o outro, o que não dá certo e traz mais problemas para o casamente e segredos vem à tona. Segredos do marido, da mãe, do pai falecido, que sempre oi um heroi aos olhos da filha e segredos do próprio passado de Sylvie, que ela pensava não ser real.
Isso tudo vai resultar numa nova Sylvie, com novos comportamentos, novos pensamentos, novas atitudes. Será que o casamento caberá nessa nova fazer de sua vida? Será que o casal voltará a ser o casal com C?
O livro é uma leitura tranquila e mesmo com esses segredos e os desastres das supressas, a história não me prendeu muito, não emocionou muito. Já li vários livros da autora, e sempre me diverti muito com as personagens principais e sempre me identifiquei com os desastres que ocorrem com elas, porém nesse, não teve muita diversão, senti falta das personagens típicas da autora, e achei que ela tentou ir mais para o drama, porém não foi com vicente, o que, a meu ver, deixou o livro no meio do caminho, entre a comédia e o drama, e não agradou muito por nenhum lado.
comentários(0)comente



Paty Gluszczak 17/06/2020

Mas tem que ser mesmo para sempre
Gostei bastante do livro ,leve e cheio de personalidade com uma pitada de humor.
Me identifiquei em muitos pontos.
comentários(0)comente



Simone Pagliari 16/05/2020

Mais ou menos
Essa autora é conhecida por suas historias engraçadas e cativantes, mas essa historia não foi assim. Foi uma leitura arrastada e não tão interessante.
comentários(0)comente



Alice que Lê @alice_que_le 22/03/2020

Mas tem que ser mesmo para sempre?
Esse é o segundo livro que leio da autora, contudo não consegui ter uma leitura com um ritmo legal como a do primeiro livro em que tive contato com a escrita dela, confesso que tinha expectativas altas, mas não foram superadas. É um livro leve ainda assim, tem uma história com um final que te deixa surpreso (a mim, pelo menos) mas me incomodou que apenas no final peguei ritmo mais fluído.
É um romance leve, aquele clichê gostoso, com personagens familiares, que expõem seus medos, suas falhas e trazem certo pensamentos válidos para nossa vida.
Índico para quem já conhece a escrita da autora e pra quem ama romances com uma boa dose de clichês.
comentários(0)comente



Natalia 13/05/2020

O mesmo clichê
Apesar de ser uma grande fã da autora, confesso que deu trabalho ler este livro. Apesar da boa escrita, o romance acaba sendo cansativo e clichê, mas tem gosto pra tudo também.
comentários(0)comente



Três Leitoras 30/05/2020

Resenha: Mas tem que ser mesmo para sempre?
Esse livro, para mim, foi um ponto fora da curva. Geralmente, me conecto super rápido a leitura e desta vez ela só deslanchou para mim, depois de 50% do livro lido, sem contar que este foi o livro menos divertido dela que eu li.

O que realmente me conquistou foi o drama da história, achei a temática interessante e acabou me fazendo refletir. Afinal, quando casamos e prometemos o "para sempre" não pensamos muito bem em quanto tempo ele significa.

E foi isso que aconteceu com Sylvie e Dan. Eles estão juntos há 10 anos, tem uma conexão incrível e um estilo de vida que os deixa felizes. Porém, após uma consulta médica, tudo muda, pois muitos questionamentos surgem. O médico comunica que eles tem uma saúde tão boa, que viverão por mais 68 anos.

Serão 7 décadas juntos e eles começam a calcular tudo na vida, desde as coisas mais simples à mais complexa. E com isso surge um tal Projeto Surpresa, onde cada um deles teria que surpreender o outro. Mas nem tudo saiu como o planejado e é aqui que temos as partes engraçadas da história.

Só que o que resultou deste projeto, foi realmente uma surpresa não planejado por eles e o casamento encara uma certa crise, pois segredos surgirão e como será que eles vão reagir a estas situações?

Para mim, Sophie Kinsella trouxe a realidade dos casamentos e convivência diária, apesar de nunca ter sido casada, consegui ver realidade em tudo baseada nos comentários e desabafos de amigos. O livro tem partes divertidas, mas vejo muito mais drama do que qualquer outra coisa.

Não leia esse livro esperando as gargalhadas de Fiquei com seu número, mas com certeza é uma leitura super válida e que traz pontos para refletirmos.

site: http://www.tresleitoras.com.br/2020/03/resenha-mas-tem-que-ser-mesmo-para.html
comentários(0)comente



annac 18/06/2018

Básico!
É bem mediano e não é nada do que esperava.

Infelizmente achei que pra quem começou com um casal com C maiúsculo, faltou tato e perspicácia pra resolver as pendências de um relacionamento.

Achei que ia por um caminho e foi por outro totalmente diferente e que não fazia o menor sentido

Em resumo, não gostei.
Ca Agulhari @literario_universo 29/09/2018minha estante
Concordo com você colega!!!




Pri 15/07/2020

Mais ou menks
Leitura fácil e rápida como todos os livros da Sophie mas não consegui me apegar ao casal e aos conflitos da história...
comentários(0)comente



Emanuelle Melo 01/04/2020

Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?
Como os outros livros da Sophie ele é engraçado, mas a história se arrastou demais
comentários(0)comente



84 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6