Herança

Herança Christopher Paolini




Resenhas - Herança


190 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Pedro Borges 24/03/2013minha estante
Realmente, o encontro entre Eragon e Galbatorix foi uma decepção. E toda aquela história dele sair de Alagaesia e se isolar e achei uma tremenda bobagem. "Os dragões vão comer as pastagens dos anões e dos humanos". Ele poderia muito bem ter ficado.


ped5ro 16/01/2015minha estante
Concordo com tudo que você disse. Final me decepcionou muito com uma luta tosca de um dragão "aparentemente" colossal contra 2 que, juntos, não tinham metade da idade dele. Esses altos e baixos da força do Eragon são péssimos. E, talvez, o PIOR de tudo foi ler a morte completamente inútil, desnecessária e sem pé nem cabeça da Islanzadí, que morre pra um lixo de humano. Uma elfa com séculos de idade morre pra um HUMANO, e só pq ele tinha um eldunarí. Aí surge Roran, o Fodarástico e junto com mais algumas pessoas mata o cara. Que cara fdp, sério! Fiquei com mais raiva de ter feito questão da edição normal, sendo que é a mais cara!




Luciano Fernand 09/11/2012

Melhor livro da saga mas falta amadurecimento para o autor
Melhor livro da saga. O autor é muito criativo mas escorrega um bocado nas descrições do cenário que me faziam voltar várias vezes para entender algumas coisas e terminei por não entender muitas tendo que criar um cenário genérico na minha cabeça. Levando em conta que ele é extremamente novo, vou continuar lendo seus livros e esperar que melhore essa parte. Ponto alto são os combates que ele descreve com tanta perfeição que vc luta junto com o personagem. Pontos baixos são as péssimas descrições dos cenários e a construção dos diálogos, que apesar de interessantes, às vezes soam muito "bobos" para a situação que estão inseridos.
Ronaldo 22/11/2012minha estante
Concordo que o autor tem que amadurecer, estou terminando a saga agora e ainda estou esperando um grande impacto.




Victor Silva 02/05/2020

A batalha final  entre os cavaleiros e seus dragões chega finalmente. Eragon e Saphira aprenderam muito durante suas caminhadas juntos ao longo da história,e a amizade dos dois está sólida. Um final diferente do que eu imaginava,porém me agradou muito.
comentários(0)comente



Rafael 20/10/2012

HERANÇA, CRISTOPHER PAOLINI
Esperei 2 longos anos por Herança, e quando comprei o livro, devorei-o. Os personagens, os lugares, Alagaësia. Alagaësia estava de volta. Finalmente Paolini publicara Inheritance.
O modo com que o autor escreve é fenomenal. Sua escrita é perfeita e nos envolve da primeira página, até a última. Paolini conduz-nos de volta para os exércitos dos Varden, onde Eragon, Saphira, Arya, Nasuada, e Roran estão a beira de Uru'baen, capital da Alagaësia, onde se esconde Galbatorix, o rei, líder dos Renegados. Mas Galbatorix e seu dragão negro Shuruikan (diga-se de passagem: ele é gigante) não são as únicas ameaças que Eragon e Saphira terão que enfrentar. Seu meio irmão, Murtagh e seu dragão vermelho Thorn estão ainda mais fortes do que da última vez que se encontraram. Agora Eragon e o exército dos Varden tem a difícil missão de chegar à capital, mas antes eles têm que conquistar as cidades ao redor de Uru'baen que ainda estão sob o poder de Galbatorix.
Primeiramente, vamos valar sobre a edição da Rocco. Nas edições anteriores de Eragon, Eldest e Brisingr a edição foi quase que perfeita, não havia erros de gramática, ou problemas de diagramação. Erros que aparecem aos montes em Herança. Palavras fáceis, com a gramática incorreta, erros de concordância em frases. Falta de travessões em diálogos são os principais erros que a editora cometeu.
Quanto à tradução, ficou perfeita. Não encontrei vestígio de erros ao longo das páginas, e me alegra o fato da editora ter usado a Preparação de Originais.
Agora vamos falar um pouco sobre o livro.
A história é excelente, e não apresenta falhas em sua composição. Mas é visível que em alguns pontos da história serviram como "remendos" para arrumar coisas que Paolini escreveu no passado, como por exemplo o modo de Shuruikan morrer aparecer coincidentemente no primeiro capítulo do livro. Outro ainda pior: Em Eragon, Eragon recebe uma profecia de Angela, a herbolária, dizendo que algum dia ele se mudaria da Alagaësia e nunca mais voltaria. No fim do livro, ele sonha com um barco, e com dois dragões, um azul e um verde "dançando no céu". Bem isso de fato acontece em Herança, mas tudo foi meio que remendado. Fica claro que quando começou a escrever a história, Paolini queria que Eragon e Arya ficassem juntos, pensamento que começa a mudar em Eldest, e termina com um fim infeliz em Herança.
O livro em si é excelente, conta com ótimas cenas de batalha, tem muito sangue e é visivelmente diferente dos seus predecessores. A história amadureceu, Paolini amadureceu. Mas depois de tantas páginas, acho que ainda poderia haver um final menos trágico, menos triste, e talvez até mesmo um pouco melhor.
tadeu.neto.52 27/01/2018minha estante
Nâo encontrei disponivel pra download em português :'-(




spoiler visualizar
Wellington 04/09/2012minha estante
Li só o começo da resenha por causa dos spoilers mas quando eu terminar de ler eu volto aqui :D




spoiler visualizar
Rafael 24/08/2012minha estante
Sinto ele não ter explorado o vasto enredo que ficou pra trás, tomara que ele continue com uma continuação com outro personagem como principal.




haylander_vidal 06/08/2011

Só mesmo Hercules para chegar até aqui!
É, só mesmo os herculianos que gostam de serem torturados. Melhor livro: Harry Potter e Senhor dos Aneis.

O resto é resto, mas há algumas exceções bem gritantes que vale a pena ler, mas este, só mesmo personagem do Olimpo! heheehe
nerdiculo 17/10/2011minha estante
Você faz resenha de algo que não leu?




Lady 27/08/2012

Herança foi pra mim um livro extremamente aguardado, ansiado e amado desde o primeiro minuto. Para a minha extrema felicidade, Christopher Paolini fez o favor de colocar um resumão dos primeiros livros logo de cara, me ajudando na localização tempo-espaço, e se eu esperava que o livro começasse de uma maneira mais leve, tomei um baita de um tapa na cara. Ler Herança foi, de certo modo, como andar de montanha-russa: durante a subida, a gente acha que vai ficar tudo bem, até que vem uma queda enorme, que parece durar uma eternidade, e esse ciclo se repete por tantas vezes que, num dado momento, é como se o clímax durasse o livro inteiro. A coisa era tão intensa que, depois de um certo trecho do livro, lia cem, cento e cinquenta páginas POR DIA, só porque não dava pra parar ali.
Foi também o livro mais sangrento da quadrilogia, com inúmeras batalhas detalhadas, lutas mentais e físicas e desafios e provações que vão muito além da linha de frente da invasão às cidades do reino. Mas se eu tivesse que escolher uma palavra pra definir o livro, eu diria conhecimento. Isso porque é apenas em Herança que tomamos conhecimento de uma porção de coisas, e não me refiro apenas ao tal segredo que Eragon descobre em Vroengard - descobrimos detalhes da guerra que deu início ao reinado de Galbatorix, revemos nossa posição perante Murtagh e Thorn (ou pelo menos, eu revi!) e, principalmente, CONHECEMOS GALBATORIX! Esperei 4 livros por isso, e não foi em vão, o cara é uma figura tão perversa e sombria que fiquei arrepiada só de ler.
No todo, apesar de alguns pontos não terem sido bem como eu imaginaria que seriam, foi uma conclusão devidamente épica e definitivamente acima de todas as minhas melhores expectativas. Fui surpreendida, e jogada de um lado para o outro, me emocionei por coisas ruins e também de alegria pelas partes maravilhosas. O final, embora lógico e até esperado, me deixou com lágrimas nos olhos, e me bateu uma DPL das grandes quando acabei de ler. Herança me dominou por dias a fio, me impedindo de pensar em qualquer outra coisa que não envolvesse a Alagaësia, Eragon, Saphira, Nasuada, e todos os personagens maravilhosos de uma série que sempre vou levar comigo como inspiração, tanto como leitora e autora. E ainda não consigo acreditar que acabou.
Wellington 04/09/2012minha estante
Também não consigo acreditar que acabou, apesar de não ter lido esse livro ainda, já imagino como vai fazer falta quando eu terminar ):




Bia 26/05/2017

O melhor livro de todos!
Tenho medo de escrever uma resenha que não mostre o quão maravilhoso é essa obra de Paolini. Mas vamos lá.
Esse livro tem tudo o que eu esperava desde o início da saga: Luta, sangue, dragões, duelos de inteligência: tudo! Os personagens que já me eram tão queridos desde o início, se tornaram ainda mais nesse desfecho.
Já disse várias vezes e vou repetir: AMO A FORMA COM QUE PAOLINI NÃO DEIXA PENDÊNCIAS!
Li em várias resenhas (sou curiosa, não aguentei esperar) que o livro em si era bom, mas o final deixou a desejar. Não poderia discordar mais. Achei de uma inteligência fora de compreensão.
Eu queria aquele final? Não. Se eu pudesse escolher, escolheria os casais lindos e felizes para todo o sempre. Mas os personagens fizeram o que tinham que fazer. E tenho a impressão que os casais serão lindos e felizes, porque o sentimento que nutriam era forte e visível demais para que morresse a míngua. Não. Acho apenas que eles fizeram o que deveriam após uma guerra: tiraram um tempo para si. Ninguém é capaz de nutrir um amor profundo por outro, com toda a intensidade que esse sentimento carrega, se estiver marcado demais pela batalha e desestabilizado. Para amar, a pessoa (e aqui me refiro aos personagens) tem que estar bem e plena.
Outra coisa que li demais nas resenhas foi que as páginas seguintes ao final da batalha foram desnecessárias. GENTE QUAL O PROBLEMA DE VOCÊS??? Eu queria mais páginas. Saber mais...
Enfim, amei a leitura. Foi longa? foi! Foi cansativa? Foi, mas qual guerra não é? Mas em compensação queria que tivesse uma continuação, nem que fosse pra dizer "e Eragon cumpriu seu destino como cavaleiro de dragão e foi feliz ensinando os novos cavaleiros". Mas, me contento com a impressão que tive do final e com a continuação que deixei na minha imaginação.
Renatinha 09/08/2018minha estante
FINALMENTE ACHEI uma resenha que definiu minha sensação com esse livro! Achei maravilhoso! Obrigada por colocar em palavras o que eu senti! Aliás, o Christopher falou que vai voltar a esse universo em algum momento! Vamos esperar! Rs


Renatinha 09/08/2018minha estante
Acompanho ele no Twitter e ele já escreveu 90 páginas de alguma coisa HAHAHA


Bia 09/08/2018minha estante
Aí mds, que notícia maravilhosa


Renatinha 09/08/2018minha estante
Super maravilhosa!


Aline Palmeira 21/02/2019minha estante
Concordo com o sentimento. O final teve um sabor agridoce. Queríamos uma coisa mas etendemos que foi exatamente como deveria ter sido.
No entanto, o autor deixou uma ou duas pontas soltas. Espero que de fato nos presenteie com mais Alagaësia.


Renatinha 27/02/2019minha estante
Aline, o livro novo já saiu nos EUA! EM BREVE CHEGA PARA A GENTE!


Bia 01/03/2019minha estante
AÍ MDS! Já to indo procurar!


Renatinha 07/03/2019minha estante
Vai lá


Aline Palmeira 23/03/2019minha estante
?




Yaya 09/09/2015

Incrível,Emocionante e Magico
É assim que eu resumo essa serie, que cativou e nos predeu por quatro maravilhosos livros e fechou com chave de ouro o ciclo da herança, apesar do fim não ter agradado a todos (Ninguém esperava esse fim admito, fomos todos enganados...) Foi um final épico para uma história épica, com gostinho de quero mais, porque de certo modo não foi um fim, mas o começo de uma nova história, de novas aventuras, mas agora cabe a cada um nos imaginar o que virá a seguir. Essa foi uma bela História, repleta de Magia,Dragões e cavaleiros que viverá por muitos e muitos anos em nossos corações.

Sé onr sverdar sitja hvass (Que suas espadas continuem afiadas)
Catharine 30/10/2015minha estante
Ótima resenha!
A série me prendeu do início até o fim. O ultimo livro me deixou encantanda com a batalha e o desenrolar da historia que foram maravilhosos. Porém o destino de Eragon e Murthag (como você já disse) decepcionaram.
Queria que a saga não acabasse ou que que o Christopher Paolini escrevesse outro livro com um final mais feliz para os personagens que citei, mas como nada disso vai acontecer vou fazer o que você disse e imaginar o que virá a seguir.

Sé onr sverdar sitja hvass (Que suas espadas continuem afiadas)




spoiler visualizar
Snape 30/11/2016minha estante
Ele diz que quer voltar um dia para eragon.. Talvez não tenha acabado




Malu 15/12/2013

muito bom, porém com o final muito vago
Muito nobre e cheio de surpresas, assim como o restante dos livros. Paolini escreve com uma maestria impressionante, te faz entrar na história e viver o que os personagens vivem.
Porém,não achei o final digno do fechamento de uma saga como essa.
comentários(0)comente



aprigio 10/09/2013

aleluia, terminei
Foi com grata surpresa que ao ler eragon, me deparei com um livro ágio de estória muito boa e personagens extremamente interessantes. Com o decorrer da série, o ritmo mudou,
Paolini mudou a proposta narrativa da série logo em eldest, tornou a série mais complexa em brisingr o que não a tornou melhor por sinal, e concluiu infelizmente repetitivo com herança. Vou logo falar de algo que não aguento esperar até o final da resenha, o tal confronto com galbatorax, algo tão decepcionante que é indescritível. O personagem passou quatro livros para aparecer e ao faze-lo nada de extraordinário e impactante se faz sentir na cena, a não ser o sentimento de é ele. E o primeiro contato com o leitor não é via confronto com eragon e sim por outro personagem. Já o seu dragão negro e poderoso e tão ameaçador é uma decepção ainda maior, pois não existe o que tanto o leitor queria, pelo menos não acontece o que eu esperava, decepção semelhante ao confronto de Harry Potter e o lorde das trevas, entendeu ne?
O livro não é dinâmico, Paolini continua com seu excesso de detalhes desnecessários e em ocasiões impróprias para a boa narração e dinamismo de uma cena. Ao invés dele focar nos confrontos que realmente interessava, ele criou outros eventos para preencher o livro e deixou para o extremo final o que realmente era o prato principal e quando entregou o prato, bem, já estava frio e era pouco. Não se contentando nos deu um final a lá Tolkien, com bem menos brilhantismo obviamente, seu final lembrou muito o fim de o retorno do rei, onde depois dos acontecimentos clímax e onde devia ter terminado o livro sem mais delongas se extendeu em explicações e tem um acontecimento que me lembrou por demais o que acontece com Frodo e Sam. Acho até que foi um plágio descarado. A série terminou na minha opinião sem muito brilho e o que me pareceu no início como uma maravilhosa promessa, terminou como nada demais. A série merece ser prestigiada, pois não é ruim, mas ficou abaixo das expectativas criadas por um livro inicial muito promissor. Eragon e safhira tenham uma boa viagem para ..... lá.
comentários(0)comente



190 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |