A Marquesa

A Marquesa Nahra Mestre




Resenhas - A Marquesa


66 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Priscilla.Lorena 22/09/2020

Leitura rápida e leve
Não tem muita complexidade, o segredo desvendado não me empolgou mas é uma história boa pra distrair
comentários(0)comente



Queen Buuh 04/09/2020

De época boa
Me vi pela capa mesmo , mais achei super interessante a história dela em si , ainda bem que ele cê tocou e não fez burrada.
comentários(0)comente



Queen Buuh 04/09/2020

De época boa
Me vi pela capa mesmo , mais achei super interessante a história dela em si , ainda bem que ele cê tocou e não fez burrada.
comentários(0)comente



Rafaela 31/08/2020

A marquesa
Romance de época que quanto mais você ler, mais você quer ler. Envolve política, escândalos familiares e cenas hots.
comentários(0)comente



Layane.Silva 14/07/2020

Amo um romance de época!
Sarah uma jovem a frente do seu tempo, com mta inteligência, consegue td que deseja, inclusive o amor do marido que nao estava disposto a amar
Uma revelação familiar, pode mudar tudo!
comentários(0)comente



Mauriane.Almeida 03/07/2020

Um daqueles livros que passou tanto tempo enaltecendo a personagem principal, que ali no meio de alguns momentos cruciais a falta de descrição das ações deixa a desejar, pois já que a mocinha tem tantos detalhes, detalhe a cena pq eu fico perdida kkkkkkkk!
E ela tem o coração muito bom, perdoar assim fácil depois de tanto anos sendo arrastada igual carroça kkk, muito estranho sim!
comentários(0)comente



Rai_ane 03/05/2020

Boa distração
Uma escrita fácil e envolvente. Um bom livro para a quarentena.
comentários(0)comente



Caroline Lesnieski 05/04/2020

Não gostei, o livro não tem muito sentido, para que esta faltando alguma coisa. É bem confuso na explicação da trama dos personagens.
Parece livro do Wattpad, que nunca Passou por edição.
comentários(0)comente



Julia.Franca 26/02/2020

Esse livro realmente não foi o que eu esperava.
A autora tem uma escrita muito boa, mas a história me surpreendeu muito.Primeiro, porque pensei que esse livro seria um romance de época, mas na verdade é só de época, porque de romance não tem nada.Mas uma das coisas que eu gostei muito foi do plano de fundo, do cenário, as leis e os costumes da época que estão entremeados na história de maneira sutil.
Um dos pontos altos desse livro foi os personagens, mais especificamente da Sarah e do lorde Granville. Os dois, sempre que aparecem, iluminam a cena com suas ideias.A Sarah é incrível, teimosa e estudiosa, que mesmo sabendo que não tem futura na política, continua a estudar e aprender sobre tudo, mesmo que isso signifique ter aulas com uma cortesã.
Mas o que me decepcionou muito, e ao mesmo tempo me impressionou, foi o fato da Sarah não agir como a maioria das protagonistas de romance de época. Ela não precisa do Thomas, pelo contrário, ele é que precisa dela.Ela basicamente o mantém preso ao seu dedo mindinho.
E isso foi decepcionante. Um casal que deveria ser uma parceria, era apenas um paquiderme, completo idiota, sendo manipulado por sua esposa.O pior, foi que o Thomas continua, do começo ao fim sendo um paquiderme e mesmo quando ele quer demonstrar seu amor, a única forma que ele encontra é pelo sexo.
Toda a relação das personagens, considerando a época, é congruente, e esse livro conta essa história: que atás de um homem importante, existe uma mulher sagaz e inteligente. Só que eu esperava que esse livro mostrasse um casal, uma parceria, um amor.
comentários(0)comente



Clube do Farol 29/01/2020

Clube do Farol
Resenhado por: Jéssica Burgos

Olá, tudo bom?

Não costumo ler Romances de Época, entretanto, passeando rapidamente pelo Instagram a capa de ?A Marquesa? chamou a minha atenção, resolvi ler a sinopse e fiquei curiosa para ler o livro. Calhou de ele estar disponível pelo Kindle Unlimited na época e eu estava precisando ? novamente ? sair da zona de conforto, acabei lendo o livro em poucas horas!

Sarah Anson é uma jovem garota inglesa, que, ao atingir seus treze anos de idade, descobriu estar prometida para seu primo Thomas Hervey, o futuro marquês de Bristol. Ela tinha um desejo bem inusitado: ser a primeira mulher no parlamento, e, portanto, passava horas e horas estudando sobre tudo que pudesse ser útil para o cargo. Contudo, a jovem sabia que demoraria muitos anos até que fosse possível que seu desejo se realizasse, então ao descobrir que estava prometida em casamento a um futuro membro do parlamento, foca em se tornar a mulher perfeita e realizar seu sonho parcialmente através dele.

"Sarah aos poucos florescia, mostrando-se uma menina forte e inteligente. Ela era seu tesouro; se tivesse nascido homem, faria história como primeiro-ministro do Reino Unido."

Thomas é um homem reservado, sentia-se com o mundo nas costas por conta de um segredo de sua família e suas futuras responsabilidades como marquês. Dividido entre seus desejos e os de sua família, ele se vê imerso em um conflito que acaba tornando-o cada vez mais frio.

Sarah está determinada a conquistar Thomas e para fazê-lo pretende usar todos os artifícios que conhece ? mesmo os considerados um tanto quanto inapropriados pela sociedade conservadora em que vive. Sua personalidade forte, marcante e sua determinação serão a chave para seu sucesso?

"Então lhe peço que seja parte de mim e que me deixe ser parte de você, até que possamos nos tornar um só."

A escrita de Nahra Mestre é bem fluida e gostosa de se ler, a história é cativante, o cenário na qual ela se passa (Reino Unido durante o período Vitoriano) foi bem descrito. Sarah é uma personagem cheia de vida, que nos encanta com sua personalidade marcante e sua inteligência para contornar os mais diversos problemas; os personagens secundários foram igualmente interessantes, sobretudo a francesa Marie.

Sobre a Edição: Realizei a leitura em formato digital e achei ótimo o trabalho da editora Portal, tanto na diagramação do e-book quanto na revisão, a capa também está belíssima.

Espero que gostem da resenha e da indicação, caso leiam o livro comentem o que acharam! ?

Abraços!
comentários(0)comente



Vitoria.Silva 24/11/2019

Simplesmente incrível!
Com uma escrita maravilhosa, e surpreendente, amei cada página escrita pela autora, me deixando ainda mais feliz pois a nossa literatura brasileira esta cada dia mais ganhando espaço nas plataformas de leituras e nas lojas físicas, parabéns!
comentários(0)comente



dudu 29/10/2019

Sarah é uma mulher incrível com o único erro da submissão pelo marido - abordado pelo próprio avô. Gritei naquela cena.

Como qualquer clichê de época, casamento arranjado; mocinha apaixonada e galã sem decifrar os reais sentimentos. Mas o modo como ocorre cada cena faz com que o leitor perca o sono e se atente aos detalhes.

Terminei no mesmo dia em que abri o livro, e sinceramente, não foi pelas poucas páginas, mas pelos personagens que ali estão - até meu Prince Albert apareceu; o enredo; a escrita. O conjunto da obra.
comentários(0)comente



Rosangela.Thomaz 08/10/2019

A Marquesa
Um romance de epoca, onde a mocinha e muito a frente do seu tempo. Muito romance e cenas hot na medida certa. No final um segredo revelado! Amei o romance e indico a leitura!
comentários(0)comente



Mayhara 16/09/2019

Levinho
Esse livro é mais um clichezinho gostoso de ler e rápido. Possui poucas páginas e consequentemente pouco desenvolvimento. Há longos lapsos temporais que não interferem nada na leitura, mas que eu gostaria que fosse mais desenvolvido. Até porque o problema que a autora trouxe, deveria ser mais explorado. E os personagens são tão bons, que dá pena de não conhecer mais deles.
comentários(0)comente



Eu Sincerona 30/07/2019

Carta para Sarah e Thomas
Como expressar em palavras as alegrias e angustias que tive ao ler a estória de Vossas Graças?
Nos dias atuais, é difícil encaixar a idade de vocês, as responsabilidades, a honra e trabalhos realizados.
Hoje podemos dizer que seriam muito novos para assumir tais atividades, carregar o nome da família e etc...
Ainda em pleno século XXI, lutamos pela igualdade de gênero e tantas outras batalhas que na época de vocês ainda eram muito veladas.
Mais em comparação, temos progressos com a mulher no mercado de trabalho e na política. Temas grandes mulheres no poder, no governo, no parlamento e etc...
Contudo, nunca deixamos de enfrentar preconceitos.
Ah Sarah, como é querida por mim. Me encantei com você e me vi muito em você, com sua curiosidade, determinação e confiança. Me mostrando como podemos ser mulheres frágeis e as mesmo tempo fortes.
À Thomas, lhe dirijo com respeito e admiração pela coragem de querer fazer a diferença perante ao conservadorismo.
Os meus parabéns em admitir que Sarah é brilhante nos negócios e sempre a levou em alta conta com seus conselhos e decisões.
Agora na vida pessoal, a principio lhe achei um medroso. Me de amar Vossa Graça? Não! Nunca!
Sendo que é ele que move a vida e graça dela.
Mais ainda bem que conseguiu ver e sentir tudo que Sarah tinha para oferecer e assim viverem em paz.
Mais uma vez, obrigada pela estória linda que nos contou.

Até breve...

BN – Eu Sincerona
comentários(0)comente



66 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5