Fábulas Vol. 1

Fábulas Vol. 1 Bill Willingham
Lan Medina
Lan Medina
Lan Medina




Resenhas - Fábulas, Volume 1


15 encontrados | exibindo 1 a 15


Joao.Marcos 18/03/2021

Fabulas
Grandes aventuras, suspense e surpresa são apresentados neste Hq cuja a história só perde pra a beleza das ilustrações, relacionando o mundo moderno com outras eras, uma história cheia de fantasias que ganham vida e criando um enredo perfeito.
comentários(0)comente



Lane 12/10/2020

Contos de fadas fora do convencional
Para pessoas que gostam de ficção e magia, a HQ fábulas é maravilhosa e fora do convencional do que lemos, abordada ligações as histórias dos outros contos que estamos acostumados a ler ou assistir, mas de forma um tanto excêntrica.
comentários(0)comente



Rayssa 12/09/2020

Boas ideias
Amei os personagens. A ideia de transformar as fábulas clássicas em personagens decadentes e subversivos é genial. As referências são ótimas em geral.
Sei que esse é só o primeiro volume e tem uma vibe mais introdutória, ainda assim esperava um pouco mais da história. Não sei se me fisgou o suficiente pra me fazer ler os demais volumes.
comentários(0)comente



Jessé 23/08/2017

Maravilhoso!
Gente quem nao leu fabulas, faça um favor a si mesmo e leia! Fabulas e incrivel! Que HQ boa. Estou no segundo volume, e esta cada vez melhor.
comentários(0)comente



mairla 26/12/2014

[Resenha] Fábulas: Lendas no Exílio | Volume 01
Os personagens de contos de fadas foram expulsos de sua terra natal “Homelands” e agora se veem forçados a conviverem entre os humanos, Bigby Wolf é Xerife da cidade e nesse primeiro volume, que contempla as edições de 1 a 5, irá investigar o desaparecimento de Rose Red, a irmã da princesa Snow White.

“Fábulas” teve sua primeira edição publicada em 2002, seus habitantes criaram uma comunidade dentro da cidade de Nova Iorque chamada “Fabletown” ou “Cidade das Fábulas”, eles usam mágica para se parecerem com humanos e os que não conseguem essa transformação são forçados a viverem num lugar chamado “The Farm” ou “A Fazenda” que fica afastado da cidade e abriga os personagens pobres que não tem dinheiro para comprar glamour¹ e viver entre os humanos.

Como mencionado anteriormente, em “Lendas no Exílio” acompanhamos o Xerife Bigby Wolf, que em Fabletown era o lobo mau da história da chapeuzinho vermelho, investigando o desaparecimento da irmã de Branca de Neve. O formato é basicamente em estilo “whodunit²”, aconteceu algum crime e o policial deve descobrir quem o cometeu, como e por quê. Nem sempre esse gênero me prende atenção, e fica claro que o propósito aqui é muito mais apresentar aos leitores os personagens de Fabletown do que de fato investigar o crime.
Mais:

site: http://www.cinemundo.net.br/resenha-fabulas-lendas-no-exilio-volume-01/
comentários(0)comente



JuRodrigues 20/03/2014

A edição que possuo contêm cinco primeiros capítulos da história, além de uma introdução ao mundo de Fables, e um conto sobre o personagem Bigby Wolf. Ambos os textos foram escritos pelo escritor do quadrinho, Bill Willngham, e trazem um aprofundamento a esse universo.
A trama desse arco de história é baseada no desaparecimento de Rose Red. A investigação do paradeiro e possível falecimento da personagem está no encargo de B. Wolf.
É através dessa investigação que somos apresentados a Fabletown, uma comunidade formada pelos personagens das mais distintas fábulas que conseguiram fugir de seus mundos encantados. Eles agora vivem exilados no nosso mundo.

Achei a história de fundo sobre esses personagens lendários refugiados no nosso mundo muito interessante e fiquei encantada com várias referências e o desenvolvimento de alguns dos personagens.
Bigby não é mais um lobo mal, mas tampouco se tornou um mocinho, utilizando métodos um tanto quanto brutos e a ajuda de outros personagens ele consegue desvendar o mistério por trás desse desaparecimento estranho.
Snow White é a "vice-prefeita" de Fabletown, além de ser a irmã de Rose Red, e acompanha Bigby na busca pelo o que de fato ocorreu.
Bigby e Snow trabalham bem juntos, ela não sendo mais uma princesa indefesa e ele com seu mau-humor ácido rendem bons diálogos.

Eu adorei o humor dessa HQ, que usa coisas e situações simples e cotidianas para nos mostrar como é a vida atual desses seres exilados.
O visual da revista é lindo, com traços realistas mas que guardam um quê de fantasia em várias partes.

*Para ver a resenha com imagens basta dar um pulinho no link abaixo.*

site: http://leiturasdajurodrigues.blogspot.no/2014/03/li-hq-fables.html
comentários(0)comente



Julio 26/05/2013

Ótima Hq superou as minhas espectativas tanto em arte e enredo,acabando com aquele modelo infantil da Disney em relação as fábulas(Branca de Neve,Lobo mal etc)altamente recomendável pra quem quer uma boa leitura!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Kal J Moon 20/09/2012

Resenha no AIL
http://www.apenasimpressoesliterarias.com.br/2012/09/gibi-review-fabulas-lendas-no-exilio-de.html
comentários(0)comente



AIL 20/09/2012

Resenha no AIL
http://www.apenasimpressoesliterarias.com.br/2012/09/gibi-review-fabulas-lendas-no-exilio-de.html
comentários(0)comente



MENINA LY 20/08/2012

Muito dez!!!
Esqueça tudo o que você leu sobre fabulas , aqui todos eles (lobo mau, branca de neve, principe encantado etc)estão vivendo nosso mundo (obdecendo nossas lei e como se fosse um verdadeiro humano). Hilario, magistral e super bem escrito...recomendo a todos.
comentários(0)comente



Juliana Pires 16/07/2012

Quem acompanha a caixinha de correio do blog, deve saber que essa era uma das HQs que eu mais desejava, e demorou muito para conseguir, por que estava esgotado em todos os lugares, mas com o relançamento do encadernado 1 pela Panini, eu não poderia deixar de comprar.

Acho que nos últimos tempos os contos de fadas estão passando por uma repaginação, se tornaram mais sombrios, e vemos o pior lado das fábulas que nos acompanha desde crianças, e como eu gosto disso, por que eu sempre tive um problema grande com aquele "E foram felizes para sempre...", concordem ou não, isso é vago demais.

Se vocês acompanham o seriado Once Upon a Time, vão achar muito semelhante o fato de que em Fables, as fábulas também vivem todas numa mesma cidade, pelo que eu conheço do seriado as semelhanças acabam aí, por que na HQ, as fábulas tiveram que sair de suas terras natais, pois estas, estavam sendo invadidas e dominadas por um terrível inimigo, conhecido apenas como o Adversário. Sem alternativa tiveram que se mudar para outro lugar, então foram para a cidade de Nova York, onde vivem em segredo e formam a comunidade das fábulas. Muitos perderam suas terras e fortunas, por isso são obrigados a terem ter trabalhos normais.

Porém nem todas as fábulas podem viver juntos com os outros seres humanos, aqueles que são animais, ou tem formas inumanas e não podem pagar por um bom feitiço de transformação vivem na Fazenda.

Apesar de terem de viver de acordo com as leis humanas, eles também tem uma administração própria, e sua própria polícia. O que eu achei genial, por que a vice-prefeita da cidade das fábulas, aquela que realmente manda e desmanda a seu bel prazer, é a Branca de Neve, e o delegado é o (genialmente) regenerado Lobo mau (nem tenho como dizer o quanto gostei disso).

Nesse primeiro encadernado acompanhamos a investigação de um crime (viram mais semelhanças com outra série?), o possível assassinato de Rosa Vermelha, a irmã da Branca de Neve, entre os suspeitos temos o namorado dela, João (aquele mesmo dos feijões) e Barba Azul, tenho que dizer que adorei o método de investigação do delegado Bigby (o Lobo mau), uma abordagem enérgica e hilária, com certeza ele é o bad copy.

Em muitos filmes de investigação, sempre temos aquela parte em que o investigador revela todas as suas descobertas, numa clássica cena, conhecida como cena do salão, onde todos os suspeitos acabam por estar no mesmo lugar, e de acordo com o lobo esse é o sonho de sua vida, e com o baile anual da recordação, para ele foi o lugar perfeito para solucionar o crime, e tenho que dizer que eu realmente não esperava aquele desfecho.

Eu fiquei muito feliz como mostraram o Príncipe Encantado, que mãe nesta vida não disse para a filha que ela ia encontrar o seu (espero que não tenha sido só a minha a compartilhar esse momento de vergonha alheia), é, por que no fim das contas o que sempre importava é que eles "foram felizes para sempre", eu sempre desconfiei que tivesse algo de muito errado com ele, e agora com Fables minhas desconfianças foram confirmadas, sabe por que, por que é o mesmo príncipe em todas as histórias, ele ficou com a Cinderela, Bela Adormecida, Rapunzel, e a própria Branca de Neve, que aliás o encontrou na cama com sua irmã. E além de ser um cafajeste inveterado, também é um tremendo trambiqueiro. Quem diria!

Agora vamos a polêmica, muitos fãs da HQ acusam as redes NBC e ABC, ambas produtoras respectivamente das séries Grimm e Once Upon a Time, de plágio, isso porque as duas redes de televisão tiveram em negociações para transformar Fables em série, sendo a NBC em 2005 e a ABC em 2008, ambas rejeitaram a ideia, porém é inegável a semelhança de ambas as séries com a HQ. O autor da HQ Bill Willinghan, fez uma divertida entrevista com ele mesmo, onde diz que não acredita que os produtores de Once tenham plagiado a HQ, e que ainda por cima acompanha os episódios de Once Upon a Time. O que mais gostei da entrevista, foi que ele declarou que ele mesmo se inspirou em outras histórias para criar as suas, e que isso não é plágio. Mas que é semelhante, isso é. (Saiba mais aqui e aqui)
comentários(0)comente



faelduarte 08/12/2011

É inegável que a idéia da HQ é genial.
Infelizmente não é muito bem trabalhada: Diálogos meio pobres; desenhos bem mais ou menos; e o desenrolar da história muitas vezes se torna bastante massante.
No mais, não é uma obra prima, mas vale a pena ler pra passar o tempo.
comentários(0)comente



Becky Cunha 19/11/2009

Li apenas quatro vezes, mas até o fim da minha vida terei lidos tantas vezes que eu acho que chegarei a ver ele se decompondo aos poucos de tanto passar incansavelmente as suas páginas.
Todas as fábulas pelos quais eu sempre fui apaixonada de repente reencarnadas em pessoas de carne e osso, ao alcance da mão! Conflitantes, excêntricas, humanas e completamente mágicas. Eu fui totalmente cativada pela história.
LEIAM. é tudo o que tenho a dizer.
comentários(0)comente



15 encontrados | exibindo 1 a 15