Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas

Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas Dale Carnegie
Dale Carnegie




Resenhas - Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas


153 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Pefico 24/03/2010

Muito bom
Por anos a fio eu passava nas livrarias vendo esse livro exposto e a única coisa que conseguia ler do título era: "Eu sou um nerds com problemas de socialização e preciso de um livro pra me ajudar a fazer amigos".

Infeliz escolha de título pra um livro tão bom.

Finalmente, eu acabei comprando-o e hoje é um dos meus preferidos. Eu o renomearia como "Como manipular pessoas e conseguir o que você quer delas sem que elas percebam o quão condescendente você está sendo" hoho.

É incrivel como um livro escrito em 1937 consegue ainda estar tão atual. Talvez a natureza humana não se modifique com o passar do tempo. A coisa que achei mais fantástica do "Como fazer amigos e influenciar pessoas" é que você sempre sabe o assunto preferido de qualquer pessoa: ela própria. Sério, não tem como errar. Mostre-se interessado pela história de vida da pessoa e por suas realizações e de repente ela te acha simpático, divertido e inteligente, mesmo que você não tenha aberto a boca.

Vejo isso claramente quando estou lidando com estrangeiros, por que como não sou tão fluente quanto eles na língua, eles acabam falando praticamente o tempo todo. E obviamente o assunto preferido deles (como todo mundo) é eles próprios. É só mostrar um pouco de interesse e lembrar alguns pontos chaves da história de cada pessoa que não tem erro: você vai eventualmente descobrir que aquela pessoa adorou sua companhia, mesmo que a única coisa que você só tenha sorrido a conversa toda.

Recomendadíssimo!
leandro 03/05/2011minha estante
BLZ


Thomazini 12/01/2014minha estante
Olá! Vc diria que esse livro se parece com o "As 48 leis do poder"?


Tiago 20/08/2014minha estante
kkkkkkkk

"Como manipular pessoas e conseguir o que você quer delas sem que elas percebam o quão condescendente você está sendo" hoho. Chorei de rir.


Anderson 12/03/2015minha estante
Thomazini, lí os dois, não tem nada em comum. gostei muito mais deste.


Vitor.Lobo 08/12/2015minha estante
Apesar de ter sido escrito em 1937, sem dúvidas, o melhor livro sobre o assunto que já li (impressionante o tanto de revisão do mesmo que está em sua 48 edição). Inclusive, impossível ler uma vez e assimilar todos os ensinamentos. Este livro requer muitas releituras principalmente quando você sentir que falhou na comunicação com alguém. Recomendo!


NAdia.Adam 08/02/2016minha estante
Exatamente como acontecia comigo, realmente infeliz escolha de título.


Patterson 02/04/2016minha estante
Bom, pela resenha, já fiquei com vontade de comprar!


landim.rodrigo 12/11/2016minha estante
HAHAHHAHAHA
Troque, em seu último parágrafo, a oração "quando estou lidando com estrangeiros..." por "quando lido com pessoas diariamente em meu cotidiano" e você terá a história de minha vida.
Realmente, as únicas coisas necessárias para ser uma boa companhia é falar de menos.


Elideise 15/10/2019minha estante
Caracas, eu estou com esse livro aqui em casa... confesso que estava resistente à leitura dele.




Claus 29/12/2008

Atemporal
Com tantos livros de auto-ajuda, fica claro como a semente de Dale Carnegie frutificou tantas mentes. Mais do que um clássico, uma verdadeira referência, com sua forma simples e objtetiva.
comentários(0)comente



Jéssica R. 05/10/2012

Esse é o primeiro livro de auto-ajuda, com uma mistura de psicologia ,que escrevo o que senti lendo, o que ele proporcionou na minha vida.Esse livro foi um trabalho da faculdade e no começo devo confessar que não queria ler,porque tinha receio em ler livro de auto-ajuda,mas a melhor coisa que meu professor de Língua Portuguesa fez foi passar esse livro.
Não tenho palavras suficientes para descrever tamanha satisfação em ler esse livro.Dale tem uma mistura de ousadia com sarcasmo que faz o leitor rir,pensar sobre a vida, sobre o comportamento com as pessoas.
O livro dar dicas de como devemos lidar com as pessoas, de como influenciar essas pessoas e como você deve agir para ser um líder.E Dale narra essas dicas com uma audácia extraordinária.Ele não apenas dá dicas, como também coloca exemplos de pessoas reais e escreve esses assuntos de forma clara e coerente.
O livro passa uma mensagem de vida,de quem somos, do nosso futuro.
O livro aborda assuntos que todos queremos discutir,mas muitas pessoas não tem coragem.De que devemos sorrir, devemos elogiar,reconhecer nossos erros e aprender a tratar as pessoas com delicadeza.
Dale traz um percepção do mundo , da vida , da sociedade que é incrível de ser ler.Toda sua abordagem da realização humana é deslumbrante, não apenas da vida profissional,mas também da vida particular.Onde devemos perdoar , se redimir de nossas atitudes erradas e não cometer os mesmo erros.
É tão difícil falar desse livro,porque vocês só vão entender se lerem.Os seus ensinamentos são fortes e concisos , e que devemos levar para a sempre na vida.Jamais vou esquecer do que ele escreveu.E como o autor mesmo diz: devemos praticar os princípios ensinados.

‘’ Aplicar os princípios em todas as oportunidades.Usar este livro como um manual para ajudar a resolver seus problemas diários.’

Esse livro não é apenas para os ‘’homens de negócios’’,mas para a dona de casa,um trabalhador,para um estudante,entre outros.Podemos usar essas dicas, que considero mais como verdades , em todos os momentos.
Esse livro não é apenas mais um livro de auto-ajuda, é bem mais que isso:É um MANUAL DA VIDA.Ele retrata de todas as coisas que fazemos de errados com as pessoas , e mostra não apenas os problemas , mas também as soluções.
Como disse Herbert Spencer ‘’ Se ao chegar nesse terceiro capítulo desta obra, o leitor não se sentir mais preparado para enfrentar as situações da vida, considerarei esse livro um completo fracasso’’.
É posso afirmar :esse livro não é um fracasso.
Com certeza irei outras obras de Dale.Por isso eu recomendo.Quem puder ler esse livro,leia.

Todos os direitos do blog LEITORA SEMPRE.
http://leitorasempre.blogspot.com.br/2012/10/resenha-como-fazer-amigos-e-influenciar.html#more
comentários(0)comente



Mel 13/12/2011

Abandonado, sem culpa.
Não tive paciência para terminar de ler este livro. O título deveria ser trocado para "Como ser superficial e manipular pessoas". Caminhos questionáveis para se tornar uma pessoa de "sucesso", segundo o jeito norte-americano de ser.
Murilo 20/02/2013minha estante
Poderia também se chamar: "O manual do bajulador."




Moitta 19/08/2009

RH
Esse livro é realmente um achado. O titulo é meio fanfarrão, mas depois que vc leu faz muito sentido. Dale Carnegie escreve com uma didática exepcional sobre técnicas de como lidar com pessoas, como fazer críticas de forma a não magoar ou ressentir ninguem, como é importante lembrar o nome das pessoas, que é fundamental ser simpatico, sorrir, admitir os proprios erros e saber elogiar o trabalho quando bem feito. Ensina que o elogio funciona muito melhor que a crítica e uma das principais idéias é a de saber ver as coisas do ponto de vista do outro.
Cada pessoa está interessada em seus problemas e desejos, e se quisermos ter sucesso em lidar com elas devemos estar cientes disso.
Todos os tópicos são tratados de forma clara, direta e prática, com muitos exemplos tanto de ex-alunos (o livro era usado em um curso que ele dava em 1930 ou algo próximo) quanto de figuras como presidentes, coroneis, até mesmo buda em um caso. O autor estudou muito sobre o assunto, leu a biografia de diversos "homens de sucesso", particularmente a de Benjamin Franklin e Roosevelt (ele viveu naquela época) e enrriquece em muito o livro esses exemplos.
Ele enfatiza que deve-se ser sincero o tempo todo, que ninguem gosta de bajulação, devemos ser "sincero na apreciação e prodigio no elogio".
O livro nasceu da procura por um curso que ensinasse a adultos técnicas práticas sobre relacionamentos, e ao procurar material didático para o curso perceberam que este não exitia. Assim surgiu esse livro, que eu recomento a todos sem exeção, independente do tipo de trabalho ou estilo de vida.
leandro 03/05/2011minha estante
Vide tb Napoleon Hill




Pablo Ribeiro 17/02/2009

Recomendo
Inicialmente não esperava muito deste livro, de frente a outros, pensava que seria carregado de clichês mas me surpreendeu com citações referenciando-se a atos e fatos de pelo menos 50 anos... Então, vejo grandes ensinamentos, na verdade, regras básicas para qualquer meio social e que muitas pessoas deveriam prestar atenção.
comentários(0)comente



Elisa Oliveira 18/01/2009

É possível!!!
Vale a pena ler este clássico de Dale Carnegie. Com ele é possível aprender quais os modos de fazer com que as pessoas gostem de você, ou ainda saber quais as maneiras de conquistar as pessoas para o seu modo de pensar. De quebra ainda aprende como modificá-las sem que as mesma se sintam ofendidas ou provocadas!
Aproveitem para descobrir e saborear esta obra fantástica.
Boa leitura!
comentários(0)comente



Jonathan 07/08/2010

Mesmo sem querer fazer amigos ou influenciar alguém
Com certeza esse livro deveria ser lido por todas as pessoas. Dale Carnegie, precursor nessa linha de "dicas comportamentais" torna esse livro a base de muitos outros vindouros - como por exemplo, O monge e o executivo.
James C. Hunter, aliás, não disse nada com o seu monge e executivo, que Dale Carnegie já não tivesse dito alhures de forma mais completa e aprofundada.
leandro 03/05/2011minha estante
BLZ.




Porvir 28/02/2009

Persuadir
De forma simples e objetiva Dale relata ações que melhora os relacionamentos de forma subjetiva, agora colocar iso na prática é a questão, o "eu fala muito alto num país capitalista".
comentários(0)comente



Marcos Pedro 23/07/2009

Abordagem interessante
O autor tem uma abordagem interessante e instrutiva sobre os relacionamentos humanos, enumerando uma série de princípios a serem praticados no tratamento com as pessoas, a fim de fazer amigos e torna-se um líder, influenciando as pessoas a pensarem do seu modo.

Grande parte de seus conselhos são de nosso conhecimento: “torne-se verdadeiramente interessado no outro”, “não critique; prefira encontrar motivos dignos de elogios”, “evite discussões, respeite a opinião alheia”. O que ocorre é que muitas vezes nos esquecemos de colocá-los em prática, especialmente se estamos a conversar com alguém enfadonho.

Alguns ensinamentos do livro talvez o deixem aparentemente submisso, sempre acatando e concordando com o outro com o objetivo de não envergonhá-lo e fazer com que goste de você, mesmo que para isso sua vontade real seja suprimida. Trata-se na verdade de mais uma técnica, bastante conhecida: “se quer tirar mel, não espante a colméia”.

No entanto, como bem relata o autor ao término do livro, nem sempre as pessoas reagirão favoravelmente a essas abordagens, mas a probabilidade de sucesso será muito maior, ainda mais se forem praticadas com sinceridade.
Edson 17/02/2012minha estante
Tão bom quanto o livro são os programas de treinamento que diz no final do livro. Simplesmente trás todo conteúdo do livro (teoria não serve para muita coisa se não for pratica) para a realidade do dia-a-dia com dinâmicas e reflexões poderosas para gerar bons negócios.


Gabriel 01/04/2015minha estante
Talvez as nossas emoções impeçam à prática.

Indico a leitura do livro, sem pré conceito pelo título, "Inteligência Emocional" de Daniel Goleman, é um estudo científico, para mim, pré requisito para abertura da nossa mente para esse livro do Dale.

Pode ser que esse esses livros lidos nessa sequência ajudem a vida das pessoas, como está ajudando a minha.




Helena 26/03/2016

Como fazer amigos e influenciar pessoas
Livro da década de 30, mas bastante atual. Não apresenta nenhuma receita mágica, são atitudes simples mais eficazes que devemos praticar no dia a dia em nossos relacionamentos e que as vezes nos esquecemos.
comentários(0)comente



Leostuepp 05/04/2010

Um clássico da "filosofia motivacional" americana.
Este livro é um clássico da "filosofia motivacional" americana.
Escrito em 1937, tem o mérito de tratar deste assunto tão real nas sociedades em todos os tempos: a maneira de como fazer amigos e, numa visão bem capitalista, influenciar pessoas, tendo como objetivo levá-las a fazer negócio contigo.
Temos de levar em consideração que foi escrito em uma outra época e num momento especial dos Estados Unidos e que as traduções nem sempre primam no português e, principalmente que o modo de escrever da época era um pouco diferente de hoje, tome por exemplo um livro original em português do Brasil da primeira metade do século passado para ver a diferença com a maneira de se expressar de hoje.
Considero uma leitura interessante, pois ao tratar das relações entre pessoas, nos leva a aprimorar nossa maneira de nos relacionarmos.
comentários(0)comente

leandro 03/05/2011minha estante
Veja tb Napoleon Hill.




Sikewiecz 05/02/2009

Melhor livro.
O melhor livro que ja li deste tema. Leitura fundamental para todas as pessoas.
comentários(0)comente



Rafa 06/01/2016

Como fazer amigos..
Controlar seus impulsos, sorrir (sempre), diferença de elogio e bajulação, tentar se lembrar do nome das pessoas com quem conversa, ouvir ouvir ouvir, são simples e grandes conselhos a se compreender ao longo do livro.

Fiquei bastante surpreendido com o livro, apesar de conhecer muito sobre livros que abordam determinado tema, o autor é simples e direto no seu ponto de vista ao exemplificar o conteúdo com exemplos verídicos, facilitando a compreensão.

"Você não pode vencer uma discussão, se perder, perdeu mesmo e se ganhar, fará o outro se sentir inferior.
"Fale de assuntos que a outra pessoa vá se sentir importante e faça com sinceridade"
"Quando uma pessoa diz "não", todo seu orgulho, toda sua personalidade, exigem que continue coerente com ela mesma"
"Fale sobre seus erros antes de criticar qualquer pessoa"
"Tente ver o ponto de vista do outro"
"NÃO julgueis se não quiserdes ser julgado"
"Todo homem que encontro é superior a mim em alguma coisa e aprendo com ele"
"Não falarei mal de homem algum" (Franklin, Beijamin)
"Um grande homem mostra a sua grandeza pelo homem como trata as pessoas" (Carlyle)

Geralmente as pessoas largam o marido por falta de reconhecimento, e o autor deixa uma dica "Quando uma pessoa vocifera , a outra deve ouvir, quando as 2 vociferam não tem comunicação, apenas más vibrações.


"Todos tem medo da mote, mas o bravo repele seu medo e avança, por vezes rumo a morte, mas sempre rumo a vitória.
comentários(0)comente



Gustavo Silva 31/05/2019

TODO MUNDO PRECISA LER ESSE LIVRO. TODO MUNDO
Nunca imaginei que fosse dizer isso de um livro de auto ajuda. Bom, nunca imaginei que fosse pegar um livro de auto ajuda em primeiro lugar, mas acho que hoje em dia ele é mais importante do que nunca. Numa era em que as pessoas parecem ser incapazes de se comunicar e que a empatia parece ter sumido do mapa, onde tudo resulta em discussão. Eu estava cansado de brigar então peguei esse livro tentando humildemente achar respostas (depois dele me ter sido muito bem recomendado) e caramba! Foi divisor de águas para mim, consegui enxergar muitos dos comportamentos que estavam fazendo mal a mim mesmo e as pessoas a minha volta. A lição maior é que te ensina a pensar mais nos outros em vez olhar só pras suas necessidades e desejos. Com certeza é um livro que vou voltar a reler várias vezes
Herculano 15/06/2019minha estante
Por favor acabei de instalar o aplicativo e preciso de uma grande ajuda.....Selecionei esse livro mas como é o procedimento para iniciar a leitura




153 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |