Saúde mental, gênero e dispositivos

Saúde mental, gênero e dispositivos Valeska Zanello




Resenhas - Saúde mental, gênero e dispositivos


9 encontrados | exibindo 1 a 9


Luanna.Noronha 07/03/2020

Impossível não se identifcar
Esse livro tem uma linguagem que fica entre a popular e a acadêmica, mais fácil de ler do que texto de psicanálise. A autora traz reflexões muito bem fundamentadas e o livro é um bom ponto de partida para quem quer se aprofundar no estudo do tema de saúde mental e gênero. Zanello aponta também os temas mais carentes de estudo e faz uma introdução histórica para cada um dos dispositivos descritos. Os exemplos vão do cotidiano aos cânones culturais do ocidente e estão bem alinhados ao contexto brasileiro e é difícil não identificar questões que atravessam as nossas vivências pessoais.
comentários(0)comente



Sara.Marques300 18/05/2020

Desconstrução total
Saúde mental, gênero e dispositivos é um livro riquíssimo em informações, organizado pela professora e Dr. Valeska Zanello, pesquisadora e referência para muitos estudantes de psicologia no DF e em todo o Brasil.
Foi uma leitura que abriu muita a mente, desconstruiu muita coisa e construiu tantas outras. Recomendo para estudantes da área da psicologia e curiosos.
Leitura complementar da disciplina de Diversidade Humana .
comentários(0)comente



bia :) 16/10/2020

todas as mulheres deveriam ler.
daqueles livros que abrem a cabeça, os olhos, o coração, a consciência. provavelmente toda mulher vai reconhecer a própria história em cada linha. cada informação já foi vivida na pele, literalmente.

leio e releio esse livro de novo e de novo e de novo e a cada vez, um novo dado, uma nova informação, uma nova sabedoria. todas as mulheres deveriam conhecer o trabalho de valeska zanello. ele liberta.
comentários(0)comente



Déh 25/10/2020

Um livro espetacular, ao expor e descrever as formas de subjetivação das mulheres e homens propõe uma reflexão importantíssima
comentários(0)comente



romulorocha 08/06/2021

Saúde mental, gênero e dispositivos - Nota 10/10
Valeska Zanello é professora, doutora e pesquisadora da Universidade de Brasília. Com mais de 20 anos de experiência na clínica psicoterápica e 13 anos de dedicação em pesquisas sobre saúde mental e gênero, este livro deixa um legado inestimável para a área.

Em Saúde mental, gênero e dispositivos, Valeska Zanello discute de forma cirúrgica, e muito bem fundamentada, os mecanismos estruturais e históricos do machismo, bem como seus impactos nos diversos âmbitos da saúde mental de mulheres, tais como identidade, autoestima, valores e atitudes, ao longo dos anos. Para tanto, a autora lança mão de diversas fontes, tanto científicas quanto do senso comum, o que torna a compreensão da temática bastante didática, mas não menos impactante.

O livro é bastante didático e possui uma linguagem razoavelmente acessível, sem requerer alguma leitura prévia. Dada a complexidade do tema, talvez esta ?didática? tenha sido intencional por parte da autora. É muito bem fundamentado, o que lhe rende inúmeras notas de rodapé, rsrs.

Não posso deixar de destacar também que o livro foi uma indicação da @andressazap, que teve a oportunidade de conhecer a autora em um Encontro em Brasília, e desde então, eu já vinha há muito desejando ler a obra, pois vira e mexe Andressa me comentava algo sobre as inúmeras inquietações que o livro havia gerado nela. Hoje, após ler, confesso, você tinha razão, este livro é um ?bem necessário? a todos!

Bom, não me faltam elogios e indicações para que mais e mais mulheres e homens tenham acessória está obra. Na minha opinião, este é aquele tipo de livro que precisa ser lido, discutido e refletido em mais ambientes e com mais pessoas, pois não se tratam apenas de ideias sobre um fenômeno, mas sobre uma realidade que precisa ser combatida não só em meios estudantis ou sociais, mas ou principalmente na ?casa dos homens?.

#resenhadoromulo
#valeskazanello
#saudementalgeneroedispositivos
comentários(0)comente



Sunkey 30/06/2021

DISPOSITIVOS DE GÊNERO
Zanello apresenta três dispositivos que regulam os processos gendrados de subjetivação em nossa cultura:

1. DISPOSITIVO AMOROSO: o amor romântico, no sentido de ser escolhida por um homem, é um fator identitário para as mulheres, de modo que a mulher precisa cumprir com um ideal estético para se sentir desejável na prateleira do amor. Além disso, é considerado melhor estar com um homem abusivo e perebento do que correr o risco de ficar sozinha e encalhada.

2. DISPOSITIVO MATERNO: trata-se da construção da ideia de que ser mãe e cuidar é algo natural do instinto da mulher. A maternidade é um trabalho não-remunerado cuja responsabilidade recai toda sobre a mulher. Além disso, mesmo que não tenha filhos, a mulher será demandada a ser cuidadora, como cuidar de idosos ou adentrar em empregos voltados para o cuidado (enfermeira, professora infantil, empregada doméstica, babá, etc.)

3. DISPOSITIVO DE EFICÁCIA: requer dos homens que apresentem uma virilidade laborativa (que trabalhem, sejam provedores do lar, tenham dinheiro, poder e status) e uma virilidade sexual (o homem deve ser um "fodedor" que "come" muitas mulheres e que possui um alto desempenho sexual, no entanto, deve manter o "cu fechado", nunca se permitindo ser "penetrado" e jamais demonstrando características efeminadas).
comentários(0)comente



Karliana 12/09/2021

Livro espetacular
Recomendo a leitura a todos que desejam entender e desconstruir as relações de gênero engendradas em nossa sociedade através da cultura. A autora Valesca Zanello, a partir de uma vasta pesquisa como psicóloga e estudiosa, discute em seu livro como as mulheres e homens são subjetivados, as mulheres, através dos dispositivos amoroso e materno, os quais fazem a mulher acreditar que só serão felizes caso sejam escolhidas por um homem(prateleira do amor) e sejam capazes de exercer a maternidade. Já os homens são subjetivados a partir do dispositivo da eficácia, a partir do sucesso profissional(ser provedor) e do desempenho sexual (comedor).A leitura desse livro no faz repensar os lugares nos quais somos invariavelmente colocados sem questionarmos o porquê.
comentários(0)comente



Lari 04/10/2021

Para além da psicologia
Eu recomendo esse livro não apenas para psicólogas(os) ou estudantes de psicologia. Acho que traz pontuações importantíssimas e nos faz pensar em muitas questões. Acho que todos se beneficiariam da leitura, a não ser que não estejam prontos para ela, mas é mais do que um livro voltado para profissionais da psicologia (apesar de se utilizar de alguns termos e ideias que não psicólogas dificilmente entenderão, é possível fazer bom proveito da leitura).

Para psicologia, acho essencial estudos de gênero, pois jamais podemos esquecer que estamos trabalhando com pessoas inseridas em uma sociedade, em uma cultura... questões sociais interferem diretamente, precisamos amplias nosso olhar para elas também.
comentários(0)comente



Pietra 30/10/2021

Leitura indispensável
Fenomenal! Terminando a leitura ainda mais fã do trabalho da professora Valeska. Muitas perguntas foram respondidas acerca do tornar-se homem e tornar-se mulher; e muitas perguntas e admiração surgiram ao longo das páginas. Perfeito para quem busca entender nossas ações, pensamentos e comportamentos num contexto histórico, social e de gênero.
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR