Sob a Luz da Escuridão

Sob a Luz da Escuridão Ana Beatriz Brandão




Resenhas - Sob a Luz da Escuridão


63 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Alanis.Batistella 01/07/2020

tudo pra mim
é literalmente um dos melhores livros que eu já li em toda a minha vida
comentários(0)comente



Estante da Malu 12/06/2020

Um curioso mundo pós-apocalíptico.
Depois do boom de Jogos Vorazes, foi normal ver inúmeras distopias surgindo por aí, algumas com qualidade duvidosa e outras maravilhosas. Mas o foco é sempre o mesmo; o que acontece no futuro, o que será da humanidade e do nosso lindo planeta Terra daqui a alguns anos? E, respondendo a essas perguntas Ana Beatriz Brandão resolveu escrever como ela acha que seria e o resultado foi um mundo incrível, sobre o qual falaremos a seguir.

No mundo de Sob a Luz da Escuridão, conhecemos Lolipop e Jéssica, duas garotas resgatadas de um lugar chamado Instituto, que não se lembram de sua vida antes de lá. Elas são metacromos, seus genes foram mudados pela radiação emitida de bombas nucleares, que foram lançadas em meio ao caos da Terceira e Quarta Guerras Mundiais, que assolaram o mundo. Isso, sem contar o tirano assumiu o controle poder, Leonard Travis Goyle, que mesmo depois de morto, deixou o planeta em estado de caos completo.

Muita coisa? Eu também achei. Mas Ana Beatriz soube explicar tudo com clareza, embora em algumas partes tudo sido um pouco confuso pela quantidade de informação.

(Resenha completa em: estantedamalu.wordpress.com)
Leitura e . 12/06/2020minha estante
Oii... Boa noitee... Tudo bem?... Desculpa por interromper sua leitura, mas gostaria de te convidar a me seguir no Instagram para acompanhar minhas leituras... te espero lá...?
Obrigado.
@leituraeponto




Camily 30/04/2020

Acho que se perdeu no caminho
Eu gostei do livro, mas no meio dele ficou parecendo um romance. Espero que no 2° volume eles mostrem melhor o universo.
comentários(0)comente



Nay Botelho | @Umsonhodeleitura 20/04/2020

Queriam um livro nacional com o total de 0 defeitos?? Então, esse livro se chama sob a luz da escuridão.
Na trama os humanos sofreram mutações pela radiação emitida na guerra, e nesse mundo pós apocalíptico surgiram os metacromos que são pessoas com poderes, tendo cada um com a sua peculiaridade.
Logo conhecemos Lollipop e Jazz que acabaram de ser resgatadas do instituto, um lugar que, além de as manter prisioneiras ,apagaram também suas memórias. Totalmente perdidas e sem saber o motivo de estarem presas ou quem poderia ter as libertado elas saem em busca de respostas e acima de tudo, lutam pela sobrevivência.
Do outro lado temos Evan, um vampiro milenar com a aparência de uma pessoa jovem, o dono de uma das áreas mais poderosas do planeta, e um dos líderes mais influentes que acaba de reencontrar o amor da sua vida, uma mulher que ele pensou que estava morta há décadas, e que simplesmente não se lembra quem ele é.
A escrita desse livro é muito, muito envolvente, os personagens são muito bem trabalhados e a trama é divina, eu leio muitas distopias, fantasias mas nunca vi um livro nacional tão mas tão bem trabalhado como esse, dá um pau em 90% dos livros estrangeiros do mesmo gênero e o fato de ter sido escrito por uma mulher torna isso ainda mais mágico.
É incrível ver como a literatura nacional está se desenvolvendo tão bem em gêneros tão pouco trabalhados, para mim, só resta dizer que você PRECISA ler esse livro o quanto antes.
comentários(0)comente



Sereia que le - Ana Carol 17/04/2020

Sob a Luz da Escuridão
"Em um mundo pós-apocalíptico, o que já conhecemos um dia não existe mais. Após a 4ª Guerra mundial, resultado de um padrão estético imposto por Leonard Goyle que queria criar uma raça “pura”, a radiação das bombas nucleares fez com que o DNA humano sofresse mutações, criando uma nova espécie com poderes denominada de metacromos.

Com o mundo destruído, o que restou dos humanos e metracromos começam a viver no caos, com recursos escassos, a busca por sobrevivência faz com que as pessoas tenham que lutar e matar umas às outras, se for necessário.

A partir disso conhecemos Lollipop e Jazz, duas garotas que sofreram mutações e desenvolveram poderes, e que precisam sobreviver nesse mundo após fugirem do instituto que faz experimentos com metacromos e apagam as memórias.

Minhas considerações: Eu amei o universo criado pela Ana, trazendo elementos que podiam acontecer na vida real e misturando com fantasia. Mas esse universo é mal explorado no primeiro livro, eu gostaria de ter mais detalhes.

A escrita é fluída e envolvente, apesar de ainda não ser uma escrita madura na minha opinião. Uma coisa que me incomodou um pouco foi a superficialidade dos personagens e a falta de maturidade deles em relação a idade que eles têm, ao ler certas reações dos casais do livro, parece que estamos em um romance bem adolescente, fazendo com que os personagens muitas vezes não ajam de acordo com personalidade atribuída.

A Ana Beatriz é uma escritora Brasileira e já lançou outros livros que fizeram sucesso, como: O Garoto do Cachecol Vermelho e A Garota das Sapatilhas Brancas. Essa foi a primeira vez que li algo dessa autora, e apesar dos pontos que me incomodaram eu simplesmente devorei o livro. Assim que eu acabei de ler eu comprei o segundo para ver o desenrolar desse mundo.


site: https://www.instagram.com/p/B8JqX8HDTaO/
comentários(0)comente



Sabrina Castro 01/03/2020

Promissor.
Fui muito com muita sede ao pote, e não fui surpreendida. Mas a escrita é ótima, flui rapidamente, apesar de haver algumas partes bem mornas, que me deixaram um pouquinho entediada. Gostei do romance, da ação e vou com menos expectativas para o segundo livro. Porém, bem animada.
comentários(0)comente



Biblioteca Álvaro Guerra 14/01/2020

O mundo não está a salvo dos humanos... Da autora de O garoto do cachecol vermelho Guerras e destruição, causadas pela ganância de um homem, quase levaram a raça humana à extinção. Com a radiação das bombas nucleares, o DNA humano sofreu mutações euma nova espécie surgiu: os metacromos, seres especiais, com poderes extraordinários. Em meio ao caos de um mundo pós-apocalíptico, Lollipop e Jazz são resgatadas do instituto onde eram mantidas prisioneiras. Com as memórias apagadas, elas não sabem por que estavam ali nem quem as libertou. E, enquanto buscam respostas sobre suas origens, só lhes resta lutar pela sobrevivência. Evan, um vampiro milenar, lidera com mãos de ferro uma das mais poderosas áreas do planeta. Mas quando, por obra do destino, ele reencontra a mulher que pensou estar morta há décadas, tudo desmorona e ele é obrigado a enfrentar o passado. Ana Beatriz Brandão apresenta um mundo totalmente novo ao leitor em Sob a luz da escuridão. A raça humana não é mais a mesma, novas espécies foram criadas e agora é cada um por si. Uma história eletrizante, cheia de ação, tensão e romance, que vai provocar fortes emoções no leitor. Prepare-se e escolha seu lado nessa guerra: você é um metacromo ou um Deles?

Empreste esse livro na biblioteca pública.

Livro disponível para empréstimo nas Bibliotecas Municipais de São Paulo. Basta reservar! De graça!

site: http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/isbn/9788576866909
comentários(0)comente



Gabi | @ps_gabih 08/01/2020

Sob a luz da escuridão se passa numa época pós apocalíptica onde grande parte da população foi extinta, e parte da que restou sofreu mutações desenvolvendo alguns poderes, os Metacromos.

No meio de tudo isso está Lollipop, que saiu do instituto em que estava presa com a memória em branco.

E Evan, que é um vampiro e líder de uma área em que os sobreviventes do caos vivem. .

Uma das coisas que mais achei interessante no livro é que a gnt sabe que existe alguém de olho no povo enquanto eles se destroem pra conseguir os contêineres que são arremessados.

Tipo, o povo se matando pra sobreviver.
Gostei mto da dinâmica entre Lolli e Evan, todo aquele passado que está sendo descoberto e tal. .

Tiveram coisas que me deixaram com uma interrogação na cabeça, tipo, de onde vem o sangue que Evan consome? .

Além de eu ter ficado com a sensação de que tudo aquilo que eles vivem não passa de um experimento, tipo Divergente, onde as pessoas são colocadas no próprio limite. .

Pretendo ler a continuação porq o livro terminou de uma maneira bem interessante e acho que vai ferrar tudo
comentários(0)comente



Carol 07/10/2019

Me prendeu do início ao fim!
Resenha feita originalmente no blog Virando Amor

Sob a Luz da Escuridão é um livro que mistura fantasia e distopia, contando a história de um mundo completamente novo (mas tirando a parte de poderes, nem tão distante da nossa realidade) em que um tirano entra no poder e começa a ferrar a vida de todo mundo. O que resultou nas Terceira e Quarta Guerras Mundiais, em que muitas pessoas que não faziam parte do padrão e preconceito impostos pelo tirano morreram.

Então as pessoas começaram a viver em completo caos, matando umas às outras, porque as pessoas estavam vivendo no limite. Além de tudo, estavam tendo problemas com a radiação das bombas nucleares, muitos morreram por causa disso, mas depois de um tempo, o que aconteceu foi uma mutação genética em algumas pessoas, como Lollipop e Jazz, que ganharam poderes. E essas pessoas são chamados de metacromos.

Lollipop e Jazz vivem com Chris, que morre em um ataque e deixa Lolli no comando, mas elas acabam sendo capturadas, dessa vez por Evan, que na verdade já conhecia Lollipop, antes dela ser capturada pelo Instituto e ter tido a memória apagada.

Então conhecemos Celena, quem Lollipop era antes do Instituto, e ela era badass. Tinha uma história complicada com Evan, e esse passado dela acaba trazendo problemas com o pessoal do clã.

Adorei o mundo criado por Ana Beatriz Brandão e fiquei muito curiosa pra ler a continuação e saber mais sobre os problemas que o clã vai enfrentar, após a reviravolta do final. Já conhecia a sua escrita por ter lido O Garoto do Cachecol Vermelho e A Garota das Sapatilhas Brancas, então sabia que não iria me arrepender, mas ainda assim consegui me surpreender, porque apesar dela já ter experiência com o gênero, eu não conhecia.

Eu já sabia que ia gostar logo pelo prólogo, a Ana Beatriz tem essa forma de te prender logo nas primeiras páginas, e você precisa continuar lendo até o fim pra saber o que vai acontecer. Se está procurando uma fantasia que te prenda do início ao fim, você precisa conhecer essa trilogia!

site: https://www.virandoamor.com/2019/10/resenha-sob-luz-da-escuridao-de-ana.html
comentários(0)comente



Erika 26/08/2019

RESENHA CANTINHO DA ÉRIKA
?Oi pessoal!
Essa é aquela leitura que logo no primeiro capítulo já te envolve, e você não consegui largar até finalizar.
.
?Lollipop e Jéssica, são singulares e possuem poderes do qual precisam apresentar a controla-los. Após terem seu mundo destruído pela ganância de um homem, e suas memórias apagadas, elas só conhecem o mundo apresenta pela pessoa que as resgatou.
.
?Mais uma invasão ao local onde moram a dois anos, elas são obrigadas a encarar o mundo, e sua única meta é sobreviver.
.
?Evan é um vampiro, líder de um clã, luta pelo seu povo com mãos de ferro. Cuida de Sam seu companheiro e melhor amigo como se fosse um filho.
.
?Mais a chegada dessas duas mulheres a suas terras, vai obriga-ló a encarar mais uma vez seu passado.
.
?Apesar da pouca idade, a autora Ana Beatriz Brandão é um talento inegável. Ela nos apresenta um mundo que o egoísmo do homem destruio, e que os poucos seres que restaram são obrigados a lutarem todos os dias por sua sobrevivência.
.
?Uma história com guerras, muita ação,
com personagens apaixonantes e claro romance. Mais já aviso pra fazer um teste cardíaco antes, por não é por acaso que a Ana leva o título de sádica ???.
.
?Agora só nós resta fazer a contagem regressiva pra receber o segundo livro da série que já está em pré-venda, pra conferir o que ela aprontou ?.
comentários(0)comente



Thalita | @desabafoliterarioo 15/08/2019

Lollipop e Jéssica, viviam no Instituto Leonard Travis Goyle (LTG), Instituto que faz experimentos com singulares(metacromo), pessoas com DNA alterado por conta da radiação. Os seguidores de Leonard Goyle, assim conhecidos por Eles, tentavam produzir vacinas com os traços genéticos dos singulares para que novos super-humanos fossem gerados.

Salvas do Instituto por um rapaz que ajudou elas a se adaptarem no mundo pós- apocalíptico, um mundo que elas não tinham ideia que existia mas a sorte não estava a favor delas, após um ataque ao esconderijo onde se mantinham, foram obrigadas a procurar um lugar seguro. Durante a procura de moradia, Lolli e Jazz, apelido de Jéssica, foram raptadas por um vampiro chamado Evan, que diz ter um passado com Lollipop, ela fica confusa com essa afirmação, já que não lembra de nada que envolva o vampiro misterioso.

Lolli desconfia que Evan está escondendo algo a mais, do que ele estar falando, por vias das dúvidas ela não confia totalmente nele.

Caos acontece na área onde estão, luta contra o tempo para descobrir o traidor, descobertas sobre o passado sombrio, dons recém descobertos. Você saberia sobreviver nessa terceira guerra mundial?

Ouvir tanto sobre os livros de Ana Beatriz Brandão, que quis dar uma chance para ler uns dos livros escritos por ela. Aproveitei que Sob a luz da escuridão estava em pré- venda e que vinha com os cards comprei logo! Apaixonei logo de primeira pela capa do livro ? .

A escrita é bem envolvente, que a cada capítulo queria ler mais e mais para descobrir os mistérios da história. E que história! Logo no começo, no final do cap Uma vida, fiquei com pulga atrás da orelha com aquele final, por incrível que pareça, não shippo o casal principal kkkk torço por outro que nem teve nada kkk.

Um ponto negativo no meu ponto de vista foi que o romance de Lolli aconteceu muito rápido, queria que tivesse demorando um pouco mais, sou louca por romances e gosto de sofrer um pouquinho kkkk.
comentários(0)comente



@viagementrelivros 09/02/2019

5 motivos para ler @viagementrelivros
1) Este é um livro de autora nacional, só por isso você já deveria dar uma chance. Lançar um livro no Brasil é mega difícil e cada pessoa que consegue merece palmas. A escrita da Ana é fluída e você se engaja com a história muito rapidamente.
2) Está é uma distopia, os protagonistas vivem em um mundo destruído pelas guerras e mudado devido a emissão de radiação, é devido a isso que surgem os metacromos, seres com poderes especiais diversos. Os 4 personagens principais, Lollipop, Jazz, Sam e Evan, são metacromos.
3) Mas o livro vai além do âmbito da fantasia e da luta dos personagens pela sobrevivência nesse novo mundo, e aborda bastante do romance também, a trama trás dois casais lindos e que a cada virada de página faz você torcer mais e mais para que tudo dê certo.
4) A história alterna entre a visão de Lollipop e Jazz, principals, mas também trás alguns capítulos do Sam. Eu particularmente gosto bastante dessas trocas porque permite visualizar vários lados do que está acontecendo, e me sinto mais atenta aos sentimentos dos personagens.
5) Temos mulheres poderosas! Tanto a Lollipop quanto a Jazz demonstram uma força e uma determinação lindas. Nada de mocinha frágil por aqui! Além disso, não tem como não morrer de amores por Evan e Samuel. Evan faz o estilo bad boy que a gente não resiste, enquanto Sam é tão fofo que eu sentia vontade de por num potinho e guardar pra mim hahaha.
??
Acho que é isso. Como esse livro é um quebra-cabeça que você vai descobrindo aos poucos, preferi ser cuidadosa e não dar spoiler para não estragar a leitura de ninguém, mas espero muito que vocês gostem!
comentários(0)comente



Thay 25/01/2019

Resenha @umajanela_entrelinhas
???A obra traz um cenário pós-apocalíptico, após a terceira e quarta guerras mundiais o mundo não é mais como conhecemos, ódio, destruição, ganância e ego quase levaram a raça humana a extinção e, devido a radiação das armas químicas utilizadas nas guerras, o DNA humano sofreu modificações e uma nova espécie surgiu: os metacromos.
??? É nesse contexto que conhecemos Lolli e Jazz, duas garotas que sofreram mutações e desenvolveram poderes, ambas lutam pela sobrevivência num mundo destruído após conseguirem fugir do instituto onde foram mantidas como prisioneiras por anos... Nenhuma se lembra do passado, não sabem como foram parar lá ou sequer dos seus próprios nomes.
Em meio a essa luta, ambas são sequestradas e aí vamos de encontro ao passado, com um dose generosa de romance (inclusive, me apaixonei pelos casais! ??), conflitos, sangue e intrigas.
??? A escrita da Ana é gostosa e cativante, não é uma leitura enjoativa. O final me deixou extremamente curiosa!! O que aconteceu? De onde surgiu? OMG, necessito da continuação! Hahaha
??? Recomendo a leitura, mais um livro nacional maravilhoso entrando para a lista! ??

#anabeatrizbrandão #sobaluzdaescuridão #lcagencia #leituracoletiva
comentários(0)comente



Karla Lima 25/01/2019

Amo escrever resenhas falando bem das obras, compartilhando experiências literárias incríveis. Porém, às vezes, me deparo com leituras que ficam devendo muito. Foi o caso de Sob a luz da escuridão.

O universo criado é maravilhoso, porém extremamente mal explorado. Costumo dizer que em uma distopia o cenário é o personagem principal da história, é o ambiente que move as ações, as motivações e gera os conflitos. Nessa obra, infelizmente, se tornou coadjuvante.

Ao ler a sinopse, a classificação e as primeiras páginas da obra acreditei que se tratava de uma distopia em um mundo pós apocalíptico com doses de fantasia e Sci-fi, mas encontrei um romance adolescente. Foi bem frustrante para uma leitora assídua dos gêneros citados, mas não foi apenas isso. Persisti e finalizei por compromisso com a parceria, mas seria facilmente abandonado se não fosse por esse motivo.

Os personagens não agem conforme descrição e personalidade atribuídas a eles. Temos um vampiro milenar que age como adolescente o tempo todo e é complicado demais conseguir mergulhar no universo quando os personagens não deixam.

Não há camadas na construção da personalidade deles. Todos parecem iguais: jovens brigando, fazendo piadas e flertando tempo todo. O que move os acontecimentos não é o mundo destruído e a resistência a um mal comum, mas o romance dos protagonistas.

Os diálogos são previsíveis e boa parte da trama também. Deux ex Machina permeia toda história. Algumas resoluções ficaram para as próximas obras, uma vez que se trata de uma trilogia.

Eu sei que muita gente amou a obra, mas como sempre digo: não funcionou para mim, pode ser que para você funcione.
Mariah 09/04/2019minha estante
Concordo muito com você! Achei que tinha muito potencial mas não conseguiu atingir. Foram apresentados inúmeros conflitos e nada foi explicado. Fiquei com várias interrogações na cabeça. Acredito que é normal deixar algumas interrogações pra responder nos próximos livros, mas não tantas.


Karla Lima 10/04/2019minha estante
E fora as questões, fique angustiada com as personalidades dos personagens. me senti assistindo seriado adolescente. infelizmente.




Ray (@padawanliterario) 25/01/2019

"O mundo não está a salvo dos humanos "
No ultimo ano me surpreendi com fantasias de autores nacionais. Simplesmente incríveis.  Sob A Luz da Escuridão (SALDE) da autora Ana Bia Brandão, em uma leitura incrível promovida pela @Lcagcomunicacao , vai entrar como uma das melhores de 2019.

A autora nos apresenta um cenário pós apocalíptico causado por nós mesmos. [Um teoria que eu boto fé] Tendo como líder um homem democráticamente eleito, a humanidade declina baseada em preconceitos e ideias retrógradas.  Medidas restritivas, censura, extermínio baseado nos ideais do líder e guerras para expandir sua influência.

Como consequência dos ataques químicos e resíduos radioativos surgem os metacromos, humanos que desenvolveram super habilidades, poderes. E a partir daí conhecemos Lolli, Jéssica, Sam e Evan.

Após a morte do grande ditador, clãs se formam e tentam sobreviver no que restou do mundo.  Lolli e Jess, recem libertas do cárcere do Instituto que agora controla tudo, passam por um treinamento com Chris, que as socorreu na fuga, sempre esperando pelo momento em que fugiriam novamente. E este dia chega.

As metacromos agora se unem ao clã de Evan, um vampiro lindo (diga-se de passagem) e Sam, um metacromo do fogo (mais lindo ainda na minha opinião) assim como Jess. E aí vc já sabe que vai ter romance, né?! Muito? Com certeza! Mas também tem personagens que crescem, batalhas sangrentas, descobertas bombásticas e a promessa de um segundo livro em breve ? (aqui eu digo Amém!)

É isso Padawans, foi um privilégio estar nesse projeto, trocar ideia com a galera da Lc e a autora.  Um livro mais que recomendado ?

Que a Força esteja com vcs!
comentários(0)comente



63 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5