O Diário de Myriam

O Diário de Myriam Myriam Rawick
Philippe Lobjois




Resenhas - O Diário de Myriam


136 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Bruno 05/08/2018

Já se passou mais de um ano que eu li e...
Bem. Vamos por partes. Quando eu li eu me senti receoso em avaliá-lo porque é um livro que não se pode avaliar. Desde quando se avalia o sofrimento de um outro?
Mas minha nota 5 vai para a coragem da Myriam e anotar essas coisas todas, e ainda de expor isso aos leitores interessados. Vai também pela importância que eu senti em acompanhar a história dela, pois torci por ela. A sorte é que ela sobreviveu. E mais uma vez repito que esse livro merece 5 estrelas por falar de superação. Ela teve sua vida dilacerada mas teve a coragem de revelar tudo depois em um livro. Palmas para esse livro! Sério. Leia se não leu ainda.
comentários(0)comente



Pammy 29/03/2020

Muito bem escrito mas muito triste. Muito triste por não ser apenas uma ficção.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mi 15/03/2020

Lágrimas...
Inicialmente uma leitura para o meu TCC, ao fim, uma leitura para a vida...
?A Guerra da Síria já deixou quase meio milhão de mortos e fez com que metade da população síria se tornasse um imenso e desorganizado exército de 12 milhões de refugiados?.

Ler sobre a guerra aos olhos de uma criança é sempre uma experiência diferente, quanta dor, quanta tristeza. Falta amor no mundo, é o fim dos tempos...
comentários(0)comente



Nildomar 17/03/2020

Uma guerra que está longe de acabar... Vidas que não vê um futuro a frente...
Pessoas desoladas pelo perca de casas, familiares e suas crenças.
comentários(0)comente



Larissa 29/03/2020

Lindo, simples porém intenso
?O Diário de Myriam? foi mais um presente do nosso amigo secreto do nosso grupo de leitura @bookfriends4eveer, ganhei da amiga @uinayara_emanuely ?.
Mais um livro para minha coleção da @darksidebooks ?.
.
Myriam é uma criança que mora em Alepo na Síria, e que começou a escrever em seu diário em novembro de 2011 sobre a Guerra da Síria. É pelos seus olhos que acompanhamos como é a vida durante uma guerra que já deixou quase meio milhões de mortos.
A inocência, incertezas e medos de uma criança que vê sua casa ser destruída, seus vizinhos serem mortos e seus parentes indo para guerra e nunca mais voltando, é isso que o ?Diário de Myriam? nos traz.
.
Uma leitura rápida, alguns dias Myriam escreve pequenas passagens, então você consegue ler o livro em poucas horas.
Uma obra incrível, que faz a gente pensar e refletir sobre a vida.
Vale a leitura ?.
comentários(0)comente



Ci.Bonatto 04/04/2020

Uma leitura importante e necessária a todas as idades.
Um livro extremamente triste e doloroso, mas que se faz necessário conhecer uma guerra que não teve fim ainda.
Acho que com o momento atual ela foi muito importante pra rever valores, empatia e solidariedade e deixa uma mensagem de esperança, força e capacidade de lutar.
comentários(0)comente



Maria.Eduarda 05/02/2020

História muito triste
É animador ver que no início já as cartinhas das crianças solicitando a tradução deste diário, embora a história seja muito comovente de um passado muito próximo
comentários(0)comente



Letícia Góis 14/02/2020

Um livro inspirador e emocionante, que conta a história de uma garotinha, forte e guerreira, que vive em meio à guerra na Síria, que se iniciou em 2011. Nesse livro vamos nos deparar com os acontecimentos sobre os olhos dessa esperançosa criança, que lida com diversas perdas de pessoas que ama e de sua, antiga e alegre, vida na cidade em que vivia.
comentários(0)comente



Keith 11/03/2020

Quotes: "O Diário de Myriam"
"Quando a gente abre as janelas, não tem um barulho de vida sequer. Não existem flores, não existem cores e até os pássaros já nos deixaram."

"Tenho treze anos. Cresci rápido, rápido demais. Sei reconhecer as armas, sei reconhecer as bombas. Sei quando é preciso se esconder e como se deve esconder. Mas, principalmente, sei o que é a morte. A perda de pessoas que se ama, e o medo de morrer.
Eu me vi encurralada em um conflito sem nome, sem palavra para as criancas. Não o entendi. Falava-se de guerra civil, falava-se de bombardeios russos, de coalizão internacional. Para mim, era só medo, tristeza, angústia. E as lembranças de uma vida de antes que não recuperarei nunca mais."

"Adoraria que um dia as estrelas da minha bandeira fizessem parte de uma constelação e pudessem ser vistas por qualquer pessoas de qualquer parte do nosso planeta."
comentários(0)comente



Déborah Tesser 14/03/2020

Relatos extremamente necessários
O Diário de Myriam começou a ser escrito por Myriam Rawick aos 6 anos de idade. Myriam e sua família são refugiados sírios que viviam em Alepo no auge dos conflitos e da guerra civil que até hoje vitimiza milhares de inocentes no país.
Com a visão de uma criança que assim como tantas outras foi obrigada a crescer muito cedo, com medos, angústias e incertezas sobre o futuro, o Diário de Myriam é uma leitura extremamente tocante é necessária não apenas para entendermos melhor as vertentes do conflito, mas também para refletirmos e demonstrarmos empatia por um povo que vem sofrendo por anos em decorrência de questões políticas e brigas pelo poder.
Recomendo bastante a leitura!
comentários(0)comente



Dan Lazarini 28/03/2020

A guerra pelos inocentes olhos de uma criança
Neste livro acompanhamos a guerra civil da Síria pelos olhos inocente de Myriam uma criança de 6 anos.
Pelo seu diário acompanhamos como a vida da sua cidade vibrante, cheia de cores, sons e sabores foi destruída .
Sua família tentando manter a rotina, a esperança de que tudo acabe em breve e que possam viver normalmente de novo...
Acompanhamos seu diário dos 6 aos 11 anos. Aos 11 ela teve acesso a um período de relativa paz que não durou pois o conflito dura até os dias de hoje.
Emocionante e tocante. Deve ser lido!


Mariane 06/08/2018

Real, triste e emocionante...
A infância sádia de uma menina retirada brutalmente por uma guerra civil. Famílias abaladas, inocentes mortos, cidades destruídas.
Como pode essa guerra ter um lado bom? O que almejam com essa guerra vale mais do que a vida de meio milhão de pessoas mortas?
Além do Diário, busquei informações sobre a guerra e não consegui entender os objetivos dessa guerra.
O Diário de Myriam é um relato cruel dos dias de guerra. Os medos, as privações e por vezes a esperança.
O que me entristece mais com esse livro, é saber que provavelmente esse não será o único.
Muitos outros relatos cruéis virão, até que o ferro que está no lugar do coração dos governantes se derreta.


sther 21/02/2020

SEM PALAVRAS
Um livro emocionante contado por uma menininha meiga, gentil e amorosa que infelizmente presenciou uma guerra horrível. Pessoas da sua família foram mortas, sua cidade foi devastada por conta dos bombardeios e sendo assim, teve que sair de casa junto com a sua família para sobreviverem. Mas ela não perdeu a esperança que as coisas iriam melhorar. Super indico para aqueles que curtem acontecimentos históricos e querem saber alguns detalhes na visão de uma vítima.
comentários(0)comente



Soraya.Utsumi 06/03/2020

Myriam Rawick é uma garotinha muito fofa que tinha apenas seis anos quando começou a escrever o diário sobre a guerra na Síria, em 2011.

“Gosto quando papai me leva na escola porque, no caminho, a gente para na padaria bem pertinho de lá. Ali, papai compra o meu tesouro. A moça chama de ‘pulseira de dama’, papai diz swar el set. Não importa, é um doce de princesa: um bolinho de massa folheada com pistache”.

O cenário muda bastante ao longo dos anos e tem cenas comoventes, como a despedida que ela faz das bonecas quando tiveram que deixar o apartamento e a tristeza pelos familiares e amigos que não sobreviveram. Ela conta a experiência de conviver com os constantes ruídos de armas e bombas, janelas se estilhaçando, prédios desmoronando, falta de água e de energia e escassez de comida em um conflito que deixou meio milhão de mortos e 12 milhões de refugiados.

O diário se finaliza em 2017 e nos deixa imersos naquele cotidiano rodeado de medo e de perda da infância. Os pais de Myriam inicialmente tentavam protegê-la quanto aos fatos políticos, mas era difícil esconder dela uma realidade tão exposta e ela estava bem consciente de tudo o que estava acontecendo.
comentários(0)comente



136 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |