Volte Para Mim

Volte Para Mim Paola Aleksandra




Resenhas - Volta Para Mim


246 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Aione 04/06/2018

Volte Para Mim é a estreia de Paola Aleksandra como escritora. Aposta da editora Planeta, o romance de época se dá em volume único, à parte de uma série, e está previsto para ser oficialmente lançado no final de Junho sob o selo Essência.

Brianna Hamilton fugiu de sua casa na Inglaterra para a Escócia quando tinha apenas 16 anos. Ao se ver obrigada a retornar, após onze anos de ausência, ela precisa encarar seus medos e as consequências de suas escolhas, ao mesmo tempo em que tenta lidar com Desmond Hunter, seu melhor amigo e primeiro amor, deixado para trás em sua fuga.

A sensibilidade de Volte Para Mim é perceptível desde seu início. A narrativa em primeira pessoa entrega ao leitor as afloradas emoções de Brianna e logo na primeira cena somos envolvidos na atmosfera que abrange todo o livro. Porém, ao mesmo tempo em que há um inegável misto de melancolia e anseios permeando a leitura, ela também se faz leve e encantadora. Assim, embora os sentimentos estejam inegavelmente atrelados às palavras, eles não conferem peso a elas e não fazem da experiência de leitura algo que nos exaure. Ao contrário, ela flui com naturalidade, tragando o leitor cada vez mais para dentro das páginas e fazendo com que o desejo de virá-las se torne cada vez mais ávido.

Porém, não é apenas a escrita de Paola que cativa de imediato, mas os elementos como um todo da obra contribuem para isso. Os cenários de Volte Para Mim conquistam, especialmente pelo afastamento do cenário urbano londrino, assim como as personagens são apaixonantes. Há força em suas personalidades e os relacionamentos entre elas são, no mínimo, inspiradores. Do âmbito familiar ao romântico, o que salta aos nossos olhos é o amor que emana dessas relações.

Embora a relação entre Brianna e Desmond mereça destaque, especialmente por ser um casal por quem nos vemos imediatamente torcendo, não foi esse o ponto que mais me conquistou em Volte Para Mim. Amei o romance e amei a abordagem familiar na obra, mas, acima de tudo, amei a luta da personagem por sua própria identidade. É esse o aspecto que traz o diferencial ao livro, que o coloca em outro patamar dentro dos demais do gênero. A busca pela auto identidade não é meramente mencionada, mas é a força em si da trama, é o que a motiva e o que a conduz. A batalha que Brianna decide lutar em uma época em que as escolhas eram extremamente limitadas, especialmente quando mulher, é, sem dúvidas, emocionante.

Volte Para Mim me ganhou na primeira página e me tocou de diferentes maneiras ao decorrer dos parágrafos. Paola escreve com o coração e consegui sentir a força das emoções transbordando do livro em cada uma de suas palavras. Ela me presenteou com meu romance de época favorito por trazer elementos próprios do gênero e por ir além, abordando conflitos e questões que normalmente não são trabalhados em obras similares. Acima de tudo, essa é a história de uma mulher lutando por sua própria voz, sem se esquecer dos laços que dela fazem parte e do amor que a rodeia.

site: https://www.minhavidaliteraria.com.br/2018/06/04/video-resenha-volte-para-mim-paola-aleksandra/
Bia 04/06/2018minha estante
Preciso ler o livro da sua gêmea!! Vai para a meta de leitura de 2018 com certeza!!!


Aione 05/06/2018minha estante
Ahh leia


Lary @sonhandoacordadacomlary 06/06/2018minha estante
Quero muito ler, já está na lista para compra em breve. Se der na pré venda mesmo. Tô mega ansiosa. ?


Ane Keli 07/06/2018minha estante
Já quero ler ?


Aione 08/06/2018minha estante


Aline @issoateparecemagia 09/06/2018minha estante
Que resenha mais especial, senti a sensibilidade daqui, parece ser uma obra tão incrivel, quero muito fazer essa leitura. ?


Jéssica Souza @perdidaemlivros_ 10/06/2018minha estante
Mega ansiosa ?


Marcia.Carvalho 12/06/2018minha estante
Quero ler. Gosto muito de romances, principalmente de época.


Angelica.Leandro 14/06/2018minha estante
Coloquei mas minhas metas tomara que ele esteja barato na bienal pois estou dura e tu juntando dinheiro pra comprar livros la


Halana Anjos 30/06/2018minha estante
Um dos livros mais emocionantes que eu já li! Já é um dos meus queridinhos!


Laiis 03/07/2018minha estante
Ameiiiiiiii


Bruna Voss 26/01/2019minha estante
Eu li, me surpreendeu, gostei muito




Beatriz 05/04/2019

Paola merece tudo
Paola é uma otima escritora, com inúmeros ensinamentos validos e importantes para dar. Com esse livro eu senti uma mulher empoderada que busca empoderar outras. Brianna deseja poder ser independente, fazer as próprias escolhas amar com todo o coração e não privar nenhum sonho de seu coração de se realizar.
Entretanto no começo do livro temos ela voltando pra casa, com 27 anos ela passou 11 anos no exterior com seu avô. Foi embora fugida por algo q aconteceu e n vou contar.

A familia eh muito importante aqui, brianna tem uma irma que perdeu contato, uma mae acamada e um pai que esta ausente. Encontra sua familia muito diferente da que deixou pra tras antes e tem a tarefa de se reconciliar com todos.

De plano de fundo, o que pra mim foi um pouco triste, temos a relação amorosa. Digo de fundo pq apesar do mkt e do livro vender o romance, ate 60% do livro temos apenas 2 cenas com o casal e uma interação de 8 troca de dialogos. Eu fiquei meio chatiada com isso.

A escrita eh boa, os personagens sao tridimencionais. O único ponto a melhorar seria melhor diálogos entre os mocinhos, evolução de personagem, maiores e mais cenas e conflitos. Pois toda a ação do livro gira em relações pessoais e diálogos. Não temos nada demais acontecendo na história alem das reconciliações o que deixou a leitura um pouco lenta.

Todos os personagens do livro são pessoas boas, maduras e dispostas ao bem. Apesar das cenas do livro que e remetem ao passado. Os personagens estão desenvolvidos desde o começo do livro em suas personalidades, temos conflitos entre eles e reconciliação, mas desenvolvimento não vemos.

Enfim, é um livro bom. Mas eu acredito mt no potencial de paola como escritora e desejo de todo coração um sucesso enorme pra ela.
Deh 05/04/2019minha estante
Seria estranho se você só tivesse elogios né kkkkkkkkkkkk ave maria
Até q comparado a outros vc elogiou relativamente bem o livro.


Lua 08/04/2019minha estante
Implicância com a Carina, poxa kkkkk




Lisa.Vieira 15/07/2018

Volte para mim
Acabei agora a leitura. Não é o livro que esperava...
Eu gostei das cenas narradas pelo mocinho, esse livro é narrado em primeira pessoa e pelas perspectivas da Brianna e do Desmond, sempre variando entre o passado e o presente.
Sendo sincera, achei um pouco infantil o argumento da Brianna e o distanciamento do Desmond, que sempre colocava a Brianna em primeiro lugar e não parava de afirmar que era o amor da vida dele, foi meio forçado. Ele simplesmente se depara com uma situação, cria uma ideia errada e nutre isso por onze anos.
Outra coisa que também achei excessivo foi o tempo que a Brianna se afastou da família. Ela foi atrás da família escocesa, queria conhecer esse lado de si mesma, mas depois pareceu que estava se refugiando. Ela queria enfrentar as coisas corajosamente, mas acabou se acovardado e adiando a própria felicidade.
Quando ela volta para casa, encontra a mãe padecendo com uma doença debilitante. Seu pai, um duque, passa meses fora viajando em busca da cura para a doença da esposa (achei isso péssimo, pois ao meu ver ele poderia contratar pessoas para ir atrás disso é então ficar ao lado da sua mulher e da filha mais nova). A propriedade Ducal estava abandonada de cuidados, como se um Duque não tivesse um bom administrador, e sendo assim a Brianna chega lá como se só ela tivesse olhos para ver a catástrofe que havia acometido a propriedade da família. Estábulo sem animais, caindo aos pedaços, jardins abandonados... eu achei um pouco forçado, e ela arregaçar as mangas e ir cuidar disso sozinha achei um pouco demais.
O trato com os funcionários também foi muito diferente do que sempre vemos em romances de época, se tratando de uma família com o título mais alto da aristocracia, exceto pela própria Família Real. Brianna e Malvina, sua irmã caçula, faziam as refeições na cozinha com os empregados da casa. Depois de ler centenas de romances de época, e sendo a Paola tão fã desse gênero, eu não consigo compreender o porquê de tanta coisa fora do contexto para aquela época. Pra quê escrever um romance de época do século XIX e mudar tanto o comportamento das personagens para o que seria "normal" para aquele tempo?

Sobre o casal: são fofos, mas o rancor e as birras acabam deixando a gente um pouco frustrados, pois é legal um casal "cão e gato", mas quando tem diálogo e eles não conversavam. O Desmond provoca a Brianna, se comporta como um libertino às vezes e de repente já está jogando disaforos em cima dela. E ela é uma boba, se derrete com qualquer olhar que ele dá, e não faz ele dizer o que o incomoda, por quê não escreveu pra ela durante onze anos, e só vai deixando o tempo passar... (mais tempo?! AFF!)

Os irmãos dele eu gostei. E apesar de parecer que não gostei do Desmond, eu gostei sim! Só que realmente tem hora que dá vontade de bater nele e nela também!!!

A leitura custou um pouco a engrenar, a autora gosta de pontuar cada detalhe de cena, e isso acaba fazendo o livro demorar mais pra fluir. Mas é uma narrativa limpa, não ficou rebuscada, eu gosto disso.

Quero terminar dizendo que o final do livro foi bem bonito, aconteceu o que é esperado desde o início, e foi uma graça a cena final.

Também quero dizer que gosto muito do trabalho da Paola no canal, no blog, mas esperava um livro um pouco diferente, talvez por isso me senti um pouco frustrada, mas isso claro, é culpa minha!

Dei 3 estrelas, é um livro bom, só acho que algumas coisas fugiram um pouco do que estamos habituados e talvez por isso não consegui me prender tanto.
Hellen (@literatucracia) 15/07/2018minha estante
Finalmente uma resenha sem rasgar seda desnecessariamente! Obrigada por isso! Eu já estava cansada das resenhas no booktube elogiando um livro em que a sinopse já mostra seus pontos "mais do mesmo". E adorei os porém que vc ressaltou! Toda a enrolação e a infantilidade dos protagonistas e muito mais a questão de que as personagens não seguem o comportamento natural da época.


Lisa.Vieira 15/07/2018minha estante
Pois é Hellen, tenho visto tanta gente falando o oposto do que vi nesse livro.
Sei que livro é uma coisa muito singular pra cada leitor, mas me espanta um pouco que estejam ovacionado um livro com tantas coisas que poderiam ter sido melhor trabalhadas.
Impossível dar 5 estrelas e igualar esse livro com outros que realmente me tocaram e foram impecáveis no conjunto da obra.
Não é um livro ruim, acho que a Paola tem rever algumas coisas e fazer um próximo livro melhor...


Hellen (@literatucracia) 15/07/2018minha estante
Concordo plenamente com você, Lisandra.


Jessica.Vidal 25/07/2018minha estante
Perfeito. Exatamente tudo o que achei.


Jessica.Vidal 25/07/2018minha estante
Me irrita muito essa coisa de fã idolatrar uma pessoa e não ser sincera nem com ela mesma quanto a algo.
Uma coisa é gostar dela, outra dar uma crítica. Tenho lido tudo aqui e parece que li um outro livro. Acho que ainda mais por ser o primeiro livro dela, É necessário críticas sinceras que vão ajudar no crescimento profissional. Babar ovo não acrescenta em nada. Inflar o ego pra uma coisa que pode ser melhorada não faz o menor sentido pra mim.


Jaque Ferreira 18/08/2018minha estante
Ontem estava conversando com uma amiga , falávamos sobre a parcialidade das pessoas em avaliar e resenhar livros nacionais . Eu vejo que usam 2 pesos e duas medidas aqui . tem livros muito bons julgados com severidade e nacionais com enredos fracos considerados obras primas .


Gisele.Regina 22/08/2018minha estante
E o problema de toda essa rasgação de seda, é que eu, como leitora, costumo buscar resenhas e avaliações para determinar a minha possível compra. Eu acho que as pessoas que fazem resenham tem a obrigação de serem sinceras em sua avaliação, independente se gostam ou não do autor como pessoa. Quem está sendo avaliado é o livro e não o autor. É claro que cada pessoa tem um gosto ou estilo literário, e é especialmente por isso que acho ser necessária a mais imparcialidade sobre o livro, de maneira que as pessoas possam discernir isso e ver se estão dispostas a seguir em frente com a leitura. Acho um tremendo desrespeito com a pessoa do outro lado.


Daise.Backes 08/09/2018minha estante
Concordo... Esperava mais...


Lisa.Vieira 29/10/2018minha estante
:)




Pâmela @segredoliterario 29/05/2020

Volte Para Mim
Que livro mais lindo, amei desde o início. Uma protagonista forte, que luta por seus sonhos. Um livro de recomeços e perdão, tanto o perdoar alguém quanto o perdoar a si mesmo.
comentários(0)comente



Isabella 28/06/2018

Maravilhoso!
Paola foi uma das primeiras booktubers que conheci. Através dela o romance de época entrou na minha vida e me apaixonei pelo gênero, que acabou por se transformar no meu favorito. Logo que soube da sua vontade de escrever um livro, imaginei um romance bem envolvente, aquele que, como ela diz, deixa um calorzinho no coração e torci por isso. "Volte para mim" foi uma surpresa feliz. Mantive altas expectativas, mas foi melhor ainda do que imaginava. Uma história linda, com personagens que te cativam e faz com que você torça por eles com toda a alma. Amei não apenas o núcleo familiar de Brianna, como também me encantei com a relação de Desmond e os irmãos. Mas principalmente, me surpreendi com a escolha da personagem de ir descobrir longe de tudo que conhecia sua verdadeira essência. É um romance, porém sinto que é mais do que isso.

“Quando amamos alguém compreendemos que a felicidade do outro também é a nossa. Eu sabia que sofreria com a separação de hoje, assim como nutria a certeza de que me alegraria com cada uma de suas conquistas. Até porque o amor é somatório, não excludente. E a felicidade de Brianna sempre seria a minha.".

Ahhh, simplesmente se tornou um dos meus romances favoritos. Espero que esse seja apenas o primeiro de muitos livros de Paola Aleksandra para que possamos suspirar, amar e ficar com o coração aquecido.
Duda.Sousa 13/07/2018minha estante
undefined




Natália | @tracandolivros 24/02/2020

Volte Para Mim
Após onze anos longe de casa, Brianna volta para sua família. Quando tinha dezesseis anos algo aconteceu, e ela fugiu de sua casa na Inglaterra e foi viver na Escócia com seu avô. Mas agora com sua mãe doente, Brianna finalmente toma coragem de voltar, de encarar seus medos e erros, e está pronta para pedir desculpas e se redimir.⁠
.⁠
A primeira coisa que me encantou e me conquistou nesse livro foi a escrita da Paola, ela escreve de uma forma muito bonita, descritiva, e que parece até mesmo uma canção. Não parece de forma alguma uma escrita de um primeiro livro, então dá para notar o poder que a Paola tem de usar as palavras, e de como ela sabe como elas são poderosas.⁠

Os personagens nesse livro são mais maduros do que o comum em romances de época, então isso deixa com um toque diferente.⁠

Contudo, quando se trata de romance, os mocinhos são dois teimosos que não conseguem se resolver. Se eles parassem para conversar tudo seria mais fácil, porém os dois estão machucados, os dois acreditam que o outro o abandonou, então os dois tem problemas de confiança, e será difícil para eles deixarem a teimosia para trás e resolverem suas diferenças.⁠

E além de romance esse livro contém uma boa carga de drama também, o que eu gostei muito e que foi o que mais cativou. Cada personagem sofreu algo, e todos juntos tem problemas para resolver, e a forma como tudo se resolve é muito bem trabalhada.⁠

A Paola está de parabéns por ter escrito um livro tão bonito e sensível. Estou muito ansiosa para ler o próximo que todo mundo elogia ainda mais.

site: https://www.instagram.com/p/B7RkPuFDCGi/
comentários(0)comente



Nay Botelho | @Umsonhodeleitura 12/02/2020

A escrita é muito boa e a história original mas, não se diferencia tanto de outros romances de época, o drama, o final previsível e etc...
comentários(0)comente



Maiara.Alves 10/03/2020

"Volte Para Mim" é um romance de época narrado em primeira pessoa que tem como protagonista Brianna, uma jovem que sofre uma luta interna sobre quem ela é e como abraçar duas culturas tão diferentes que fazem parte da sua herança familiar.
A história já começa com o retorno da mocinha à casa da família, com receio de não ser recebida após passar mais de uma década ausente. A questão é: por que Brianna foi embora?
Estava com altas expectativas em relação a essa leitura, principalmente pelas avaliações positivas e ser de uma autora nova e brasileira.
Fiquei esperando a reconstrução dos laços e a retomada de seu lugar na família. Ela volta é super bem recebida por todos e é como se nada tivesse acontecido. E é isso. Simples.
Mocinha insipida e mocinho rancoroso. O motivo da fuga da Brianna não me convenceu, diante de todo o mistério e drama exagerado e a demora para explicar eu esperava algo maior e mais impactante. Os motivos que mantiveram o casal afastado também não, uma simples conversa ou carta e tudo estaria resolvido bem rapidinho.
Dava pra resolver tudo em 100 páginas não em 300. Mesmo em 1827.
comentários(0)comente



Fabi 31/07/2018

NÃO ME CONVENCEU
''Mantenha a cabeça erguida. Não importa o que foi feito ou dito, o perdão existe para aqueles que enfrentam seus erros, superam o passado e constroem um novo futuro.''

Eu tento dar uma chance para os livros nacionais, mas tipo NÃO VAI. Raramente, um livro nacional entra para a lista de favoritos minha. Bemmmm raramente. E poxa vida o negócio aqui já não deu desde o começo devido à chata da protagonista.
Eu já li outro livro (nacional, que novidade!) em que a mocinha tinha esse espírito livre, que queria ter algo mais em sua vida e não aquilo que os outros ditavam. E também não gostei no final.
Achei Brianna muito egocêntrica em suas decisões. Ela fica 11 anos na Escócia, tempo demasiado devo ressaltar. A mãe está na Inglaterra doente há algum tempo e ela insiste em ficar adiando a viagem para ver com os próprios olhos como ela está.
E as briguinhas infantis dela com Desmond? Afffffff tudo se resolvia com uma simples conversa. Foi besta ele tirar suas conclusões precipitadas pensando que ela tinha fugido para casar com outro. E Brianna ficou adiando sua volta, com medo de enfrentar ele, com receio de como Desmond iria estar vivendo sem ela. Estou farta de casais que só vivem brigando! Isso já ficou chato autoras!
E a família de Brianna perdoou ela muito rapidamente para o meu gosto. Só uma conversinha e ela deixou todos caídos de amores por ela novamente.
Sei que a Paola Aleksandra já leu inúmeros livros de romance de época e por gostar tanto desse tipo de leitura, seu próprio livro poderia ter sido muitíssimo melhor. Quanto ao romance achei muito açucarado. Uma hora o casal briga e briga, outra já está suspirando de amores.
Ah e que choradeira foi essa? Desmond mesmo parecia um bezerro chorão! Me poupe tanto drama gente! Poderia ter sido um romance leve e que te faz suspirar e não tantas brigas e lágrimas caindo. =/ Não tem nada de momentos em que você dê risadas. Aqui nem em sonhos temos cenas divertidas que encontramos em livros da Julia Quinn,Tessa Dare, etc.
Já em relação a escrita, ela não é ruim. O problema foi o desenvolvimento do romance. Espero que seus próximos livros, a questão do romance seja melhor trabalhada. Sei lá, este livro e sua história não me convenceu.
Foi mal, mas para mim não deu.

''A verdade é que não existe pessoa certa ou pessoa errada, mas sim a necessidade de descobrir quem é certo para cada um de nós.''

''Todos carregamos culpas e ressentimentos. Quando alimentamos a dor, ela cresce, nubla nossa visão e torna nossos dias mais e mais solitários. Mas, quando aliviamos o fardo, seja perdoando o passado ou compartilhando nossos medos com alguém que amamos, a vida fica mais leve. Os problemas, as dores e as mágoas sempre existirão. Assim como nossa capacidade de superar as dificuldades da vida e seguir em frente.
Tudo depende de uma única escolha: prender-se ao passado ou lutar por um novo futuro.''
Douglas 31/07/2018minha estante
Fabi, é ruim quando um livro não agrada. Encontrei o livro e o preço está salgado talvez espere um pouco... Você recomendaria para mim? Kkk


Ana Carolina 31/07/2018minha estante
Concordei com tudo que você falou :D


joana 31/07/2018minha estante
Nem a mim ;/


Mayra 31/07/2018minha estante
esse livro também não me convenceu :(


Tati 01/08/2018minha estante
Quando li,não gostei tanto. Eu não sei mas desde ela indo para a Escócia não fez muito sentindo pra mim. Pq se eu tenho que escolher entre uma coisa ou outra iria fugir pra onde não tem nada a ver com o querem que eu decida. Só terminei o livro pq ja tinha abandonado uns 3 esse ano.


Fabi 01/08/2018minha estante
Douglas te respondi por privado. ;)


Fabi 01/08/2018minha estante
Pois é Tati. Brianna quer fugir das responsabilidades e vai justo para a Escócia. Podia ter ficado na Inglaterra e casado de vez com Desmond desde o começo e evitado tanto drama kkkkkkk


Gabi 01/08/2018minha estante
Que bom que deu uma opinião sincera.Grande problema de livros nacionais é que você não pode ser sincera,tem que sempre amar e apoiar os autores senão é apedrejada nas redes sociais.E comigo é a mesma coisa que você disse,não consigo gostar de nacionais.Pelo fato da Paola ser super popular nas redes sociais,não via nenhuma resenha sincera sobre o livro...só que é lindo e maravilhoso e pra mim esse tipo de opinião não serve.Eu não sei se darei uma chance a esse livro mas tinha a esperança de que pelo fato de ela ser uma leitora assídua de romances de época,esse livro seria bom.Bom saber de uma opinião que não seja para agradar.


Tati 01/08/2018minha estante
Quando vi que você tava lendo,fiquei esperando pra ver sua resenha. Só vi comentários bons sobre o livro, ate falei que não é possivel todo mundo ta gostando e eu não. Teve partes da irmã dela com os irmãos dos Desmond,foi mais engraçado e um pouco melhor que a história da briana toda


Fabi 01/08/2018minha estante
Gabi eu tb gosto da autora. Fico até um pouco sem jeito d dizer que detestei o livro, mas não posso dizer aqui maravilhas sem ter sentido isso.


Fabi 01/08/2018minha estante
Sim, Tati, as partes entre ela e os irmãos de Desmond foram até engraçadas. Isso porque eles conseguiram roubar a cena. E a protagonista em si não. Uma pena =/


Kelly Reis 01/08/2018minha estante
undefined


Gustavo Igor 02/08/2018minha estante
kkkk Sei bem Fabi! Eu travei na metade! Esta difícil continuar!


Érica | @aquelacomlivros 03/08/2018minha estante
Que bom que li sua resenha, Fabi! Eu te entendo completamente e também não tenho paciência para esses dramas que poderiam ser evitados facilmente, mas estão ali só pra enrolar o enredo todo! Já tem um tempo que abri um espaço na minha vida pra ler nacionais e sei bem o que você fala. A gente também lê internacionais BEM ruins, mas o espaço no mercado para eles é GIGANTE, então acaba que eles tem uma variedade monstra perto dos nacionais. Consegui amar alguns que li e torço muito para isso melhorar!


Fabi 03/08/2018minha estante
Força aí Gustavo, espero q vc consiga terminar kkkkkkk


Stefânia Cedro 14/08/2018minha estante
Ah por favor, continue dando chances aos nacionais. Tenho vários favoritados! Concordo com o que disse desse livros, mas tem muitos outros que valem a pena.


Fabi 14/08/2018minha estante
Mesmo com as minhas decepções, de vez em qd ainda leio alguns nacionais Stefânia. Sou boazinha haha.


Bárbara 17/08/2018minha estante
Nossa Fabi, estou doida p ler esse, mas tô esperando justamente por achar q talvez não seja tão bom...não quero estar com a expectativa tão alta..gostei de ver sua opinião, difícil ver opiniões sinceras qnd o autor é tão conhecido e tem tantos admiradores.


Fabi 17/08/2018minha estante
Eu gosto da autora, mas como dizer maravilhas quando infelizmente não senti tudo isso? =


Bárbara 17/08/2018minha estante
Tbm gosto dela e pelas resenhas q vi, embora tenham enaltecido o livro, achei o enredo fraco..então estou com medo de ler pq minhas expectativas estavam altas, mas acho q a chance de não ser uma leitura tão boa são maiores q qlr coisa...vou esperar o povo para de falar um pouco p eu ler


Fabi 17/08/2018minha estante
Acho que vc devia fazer isso mesmo Bárbara. ;) Talvez vc possa vir a gostar.


Bárbara 17/08/2018minha estante
=)


Krous 03/09/2018minha estante
Eu tento dar chances aos nacionais, mas gostei de poucos. E sinto que muitos leitores puxam o saco dos autores ao invés de apontarem as falhas do livro.

Quaaaaaaaaase dei uma chance a esse livro porque vejo os canais da Paola, mas senti que tinha pegada de romance de época e só os da Eloisa James me parecem bem escritos, o resto... é uma passada de pano para homem bosta e umas cenas de sexo jogadas ali que não me agradam.


Krous 03/09/2018minha estante
Eu tento dar chances aos nacionais, mas gostei de poucos. E sinto que muitos leitores puxam o saco dos autores ao invés de apontarem as falhas do livro.

Quaaaaaaaaase dei uma chance a esse livro porque vejo os canais da Paola, mas senti que tinha pegada de romance de época e só os da Eloisa James me parecem bem escritos, o resto... é uma passada de pano para homem bosta e umas cenas de sexo jogadas ali que não me agradam.


Carlinha 18/02/2020minha estante
tive a mesma impressão que vc!!
não entendi o motivo que levou a Brianna a fugir (ainda mais com a base familiar que ela tinha)...achei drama demais sem necessidade (na verdade, um drama irreal e inventado apenas para se criar uma história)
não entendi tbm o motivo o pq de tanto sofrimento da parte dela e não encontrei motivo algum pra ter dó da personagem (exceto pelo drama com a mãe)

o romance é um dos piores que já li: parecem duas crianças que não sabem conversar, mas isso é mascarado com frases de amor e toda essa baboseira...além de ser extremamente forçado e irritante em muitos momentos...tanto drama desnecessário, que seria resolvido com apenas uma conversa...mas que infelizmente durou quase o livro inteiro e me cansou demais

não achei nenhuma parte divertida ou engraçada, embora a autora tenha se esforçado

me decepcionei demais...leitura bem ruim


Gió 29/06/2020minha estante
Depois dessa eu nem preciso falar nada, pq você já disse tudo. Concordo 100%. E o que mais me irritou foram as relações volúveis, como no caso do Desmond que uma hora está reclamando da Brianna e dizendo que vai fazê-la implorar pelo seu perdão, já em outro momento está fazendo juras de amor e convites para a cama???? Achei sem nexo




@virginiagraciela 21/08/2018

Tudo bem que não sou a pessoa mais romântica do mundo. Esse não é meu gênero favorito,as eu gosto sim de um bom romance de época para desopilar. Me perguntei, porque não?
Conheço a autora desde a época dos blogs, mas não acompanho seu trabalho por simples incompatibilidade literária. Fiquei sabendo do livro pois a agente literária dela é uma conhecida de muitos anos.
Então, dito todos os porens, vamos ao livro.
Ele tem algo que me incomoda em livros nacionais, que é se passar na inglaterra. Ok ok romances de época americanos fazem o mesmo, mas não curto.
Fora isso o livro é aquele clichê do gênero, nada novo sob o sol aqui. Ela tenta fazer uma história de amadurecimento, de escolhas, um amor mal resolvido. Só que, o plot é fraco, é o tipo de dilema que seria resolvido com uma simples conversa, como grande parte dos livros eu sei, mas aqui não se sustenta. não há uma motivação forte de verdade que faÇa o leitor sentir alguma coisa. Eu achava que o motivo de tudo fosse ser mais impactante, já vi livros do gênero com temas muito interessantes sendo tratados. Tudo foi meio raso, e desconexo, tem coisas ali que não condizem com a sociedade da época, não vou dizer pois é spoiler, mas várias atitudes não condizem com o decoro social da época, é algo muito importante pois se lermos as autoras do período veremos isso de melhor forma. O que faz um livro funcionar para mim, é que ele me faça acreditar na fidedignidade. Não consigo abstrair. Nesse livro eu relevei pois se não, jamais chegaria ao fim dele.
A escrita é boa, talvez o ponto mais positivo do livro, apesar de em vários momentos eu sentir que estava lendo um livro traduzido, varias construções de frase, e até uma frase que remete à um recurso de tradução que me incomodou muito! Faltou uma revisãozinha em alguns diálogos, mas também nada que incomode tanto.
Volte para mim é um livro legal, cumpre o que o gênero promete mas falta inspiração e um pulso firme. É mais do mesmo
comentários(0)comente



Tamirez | @resenhandosonhos 14/09/2018

Volte Para Mim
Romance de época não é a minha praia, já vamos tirar isso logo do caminho. Na verdade, essa é minha primeira experiência com o gênero se eu for descontar os dois romances históricos – também nacionais – que já li. E, mesmo não sendo uma grande fã de romances, posso dizer que o que encontrei aqui me cativou de todo o coração.

A primeira coisa a se mencionar é que Paola não escreve como uma autora iniciante. Há uma segurança e cadência em suas palavras que afasta qualquer pensamento de receio. É uma narrativa suave que carrega o leitor, e que tem, ao mesmo tempo, uma história leve e divertida e uma trama cheia de peso. Se eu tivesse que comparar, diria que, assim como Diana Gabaldon tem o dom de contar histórias carregadas de questionamentos enquanto nos encanta com palavras doces e cheias de humor, Paola se assemelha muito nisso em seu estilo de escrita.

E sim, é uma história de amor e a gente sabe muito bem onde isso vai dar, certo? Contudo, a forma como se conduz a trama e o passo que é dado à narrativa, nos perdemos em meio a leitura ansiando por um final de algo que soa como uma grande história, mesmo em sua simplicidade. E, são poucos os autores que conseguem desviar com sucesso o foco da previsibilidade para nos conectar com um livro ao ponto de isso nem sequer ser um incômodo. Digo eu, a rainha das reclamações quando os quesitos são romance e clichês.

“…uma casa é construída com pedras e madeira, enquanto um lar é edificado no amor e no respeito.”

A relação de Brianna e Desmond é como uma briga de cão e gato. Há amor ali, mas os dois disputam por quem dará o braço a torcer primeiro. O bacana aqui é que a narrativa não fica só nisso. Sabemos desde o começo que há muito não dito e que o que realmente faz com que as coisas ainda não deem certo é o simples fato de que eles ainda não perceberam que nenhum dos dois sabe toda a história. Então, nós leitores, criamos a expectativa, não só por esse momento, mas também por realmente descobrir o que de verdade está escondido debaixo do tapete.

E, enquanto Brianna é decidida, inteligente e independente, o mocinho da trama é o bom cavalheiro que já viveu algumas aventuras na vida tentando encontrar o seu lugar no mundo, mas que acabou voltando para onde seu coração mandava. Digo sem receios que sai desse livro com um crush fortíssimo nesse homem e provavelmente você também sairá.

Mas não é só de amor que vive Volte Para Mim. A trama circunda problemáticas muito mais importantes como a família, o legado e peso de um nome, a amizade, e um tempo onde tomar as rédeas da sua vida não era assim tão bem visto, levando em consideração que muito era “tramado” em função de convenções, títulos, riquezas e propriedades.

“O amor é grande demais para ser medido entre acordos e tratados.”

Há uma atitude em especial, que envolve a protagonista, que pode ser questionável ao fim do livro. Porém, quando parei pra pensar e vi que tinha sido uma escolha sincera e desprendida do quesito “posse”, percebi que o que, em muitos casos, é o abrir mão de uma identidade, aqui é um passo em direção à liberdade tão desejada pela personagem. Ao escolher ser alguém diferente, Brianna escolheu a si frente ao que os outros gostariam que ela fosse.

Em romances de época, que costumam ser pautados por muitos costumes e limitações, hoje, são as personagens mais a frente do seu tempo, assim como as autoras que tem coragem de arriscar um pouco dentro do gênero que acabam por se destacar. Afinal, a gente já sabe onde um pedaço da história vai dar, então é importante que o diferencial se apresente em outro lugar, criando uma identidade que, além de saltar aos olhos, também empodere as personagens e suas leitoras, numa visão bem mais otimista da época.

Ao fim de tudo, digo que sai encantada da leitura e muito feliz com o que encontrei. O sucesso que o livro vem fazendo é merecido e, abre as portas para mais uma escritora talentosa no cenário nacional, em um gênero que ainda batalha para receber o devido valor, mas que já alcança um número imenso de leitores.

Portanto, se você curte um bom romance ou é fã dos de época, Volte Para Mim é certamente uma leitura indispensável e que vai encher o seu coração de amor, seu rosto de sorrisos e, quem sabe, lhe arrancar algumas lágrimas.

site: http://resenhandosonhos.com/volte-para-mim-paola-aleksandra/
comentários(0)comente



Camila 22/02/2020

Tenham paciência, a história engata!
Foi minha primeira experiência com livros da Paola, e estava bastante empolgada para começar a ler. No entanto, conforme a leitura foi correndo, acabei cansada com a escrita, e só foi engatar novamente depois da página 100. Depois disso não consegui mais parar de ler! A história realmente nós surpreende e vemos o crescimento desses protagonistas.

Recomendo a leitura
comentários(0)comente



Evinha 31/05/2020

?Todo mundo tem aquele livro que está na estante a tempos e vive falando 'ah meu querido, saldade do que a gente não viveu' certo? Pois bem, este livro para mim era Volte para mim. Quero ler esse livro desde que conheci o canal da Paola Aleksandra no YouTube.
.
.
.
?O livro conta a história de Brianna Hamilton, uma jovem que teve nas mãos a decisão enorme escolher entre ser a Duquesa Hamilton ou Senhora das terras Duff na Escócia. Tal contrato será honrado apenas com seu casamento ou com um Lord inglês ou um senhor das terras altas. Ó dúvida cruel não é mesmo?
.
.
.
?Tudo começa a ficar confuso porque Bri tem um melhor amigo, Desmon Hunter (Pausa dramática para um suspiro) eles dois estavam apaixonados um pelo outro quando ela decidiu que iria fugir para a Escócia para conhecer seu avô, não queria pensar em casamento e é claro seu amigo a ajudou e apoiou em tudo, mas Desmond não sabia que ao apoiá-la estaria praticamente a empurrando nas mãos de Neil, o pretendente escocês. Socorro Deus eu não saberia escolher entre um inglês e um escocês me julguem.
.
.
.
?Anos depois Brianna retorna para sua família, sua mãe está profundamente doente, tal enfermidade só demonstra o quanto a Paola pesquisou para montar a trama, fiquei fascinada com os detalhes, na época não se tinha informações como hoje e como tal ela soube mostrar perfeitamente como seria. Bem com seu retorno Bri encontra sua família despedaçada, sua irmã brigada com sua mãe, seu pai viajando atrás de cura, seu amado amigo decido a odiá-la por ela ter supostamente escolhido Neil e não ele, tudo  isso e ainda a notícia de que ele pode estar noivo de uma tal Isabelle.
.
.
.
?A diagramação do livro está incrível, achei interessante demais todas as cartas que a autora foi colocando ao final de cada capítulo, é um livro tão delicadinho e cheio de detalhes que é impossível não reconhecer a docilidade que a Pah passa pra gente nos vídeos. Eu amei simplesmente e apesar dela já ter falado que não pretende fazer continuações, iria amar um livro para a Malvina, irmã mais nova de Brianna. Ela é tão maravilhosa e profunda quando Hyacinth Bridgerton.
comentários(0)comente



Thamires 28/03/2019

Ruim é elogio.
Gente, que livro decepcionte! Todos falando tão bem, elogiando tanto (O que é bem estranho, porque já vi as mesmas pessoas detonarem um livro por MUITO MENOS). Adoro a Paola, seu canal, seu Instagram, gosto mesmo, mas esse livro... Tudo descrito milimetricamente, desde o ambiente, aos sentimentos. Ela descreve flores, campos, animais... Tudo como se a gente não tivesse capacidade de construir um bom cenário na nossa mente, daí quando chega a parte do diálogo, que você pensa que a coisa vai engatar tudo se perde... Os personagens conversam 5 linhas e acabou. Começa a descrição TUDO de novo. Os personagens são bem construídos, de fato, porém o jeito deles me perturba, uma justificativa que não convence. Bobagens que poderiam ter sido esclarecidas em 2 minutos de conversa, mas eles mal conversam e quando o fazem é só para se atacarem. Não fazem nem uma pergunta um ao outro....enfim, uma perda de tempo.
taisa r 31/03/2019minha estante
Concordo plenamente...adoro assistir aos vídeos da Paola mas o livro.... ainda não acabei e estou pulando páginas , cansada das descrições e chororos ...


Mariana 31/07/2019minha estante
Não poderia concordar mais com vc nessa resenha... Amo o canal da Paola.. mas o livro me decepcionou. Não aguentava mais ler mil descrições de paisagens e essa trama que poderia ser resolvida mto rápido!




jeane.souza.92 18/06/2020

Paola maravilhosa
Eu amei essa história, Paola arrasou. Esse casal me deu um quentinho no coração.
comentários(0)comente



246 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |