Minha História

Minha História Michelle Obama




Resenhas - Minha História


246 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Vanessa 18/11/2018

Tô há dias enaltecendo esse livro em todas as redes sociais que tenho. Agora que terminei e finalmente chegou o momento de escrever uma resenha, EU TÔ SEM PALAVRAS.

Nem sei por onde começar!

Amo demais a forma que a Michelle se expressa. Ainda estava no segundo capítulo e já tinha feito diversas marcações de parágrafos que tinham me tocado de alguma forma.

Ela nos conta sobre sua vida desde quando era apenas uma menininha aprender a ler as cores na escola até os dias atuais, sendo a primeira ex-primeira dama americana negra.

Achei muito emocionante todas as passagens da infância dela, dos momentos com a família, dos sacrifícios que seus pais fizeram para criá-la e todos os desafios que encontraram no caminho. Vemos quanto amor ela sente pelos pais, sempre relatando histórias e lições de vida que aprendeu com eles.

Quando mais velha, nos conta sobre o início de seu relacionamento com Barack - que é a parte mais cômica do livro. (Mini spoiler: Ri alto dela dizendo que não o salvou de uma conversa chata com outra mulher, pois ele era bem grandinho e podia salvar a si mesmo.) Ela nos conta sobre todas as dificuldades que enfrentaram, desde financeiramente, até mesmo por questões de distância, em épocas onde não haviam celulares e mensagens de texto para lhes ajudar a amenizar a saudade quando estavam longe um do outro.

Acompanhamos também todos os desafios que ela enfrentou aprendendo a lidar com essa vida política - da qual nunca foi muito fã -, comparecendo aos eventos nas campanhas, dando apoio ao marido e levando esperança ao país.

Em meio a tudo isso, há também relatos de seu papel de mãe, sempre buscando fazer o melhor por suas filhas, Malia e Sasha, protegendo-as ao máximo e tentando lhes proporcionar uma vida mais dentro do normal possível, ainda que fossem filhas do presidente.

Achei muito importante as passagens que ela dedicou aos assuntos bullying e racismo. É incrível como ela consegue relacionar coisas que aconteceram em sua infância com acontecimentos recentes, como a eleição do sucessor, Donald Trump. A Michelle não poupou palavras ao expressar sua indignação com a famosa fita onde ele ofende as mulheres, e nem sobre o quanto ficou preocupada com o rumo que seu país tomaria tendo um homem como aquele no comando.

As fotos escolhidas por ela para ilustrar esses momentos especiais são a coisa mais linda! Só de vê-las pude sentir o quanto tudo aquilo é especial para ela.

Me emocionei DEMAIS com essa leitura, pois desperta sentimentos com os quais todos nós conseguimos nos identificar.

Se você só for ler um livro esse mês, ESCOLHA ESSE.

Se eu pudesse dar 6 estrelas, eu daria.
Carol 10/12/2018minha estante
Oi pesquisando resenhas desse livro (O meu já está a caminho presente de Natal!)descobri que há um filme :Michelle & Obama!


ritita 25/01/2019minha estante
Terminei de ler e estou encantada com a moça, com o livro e a forma de contar a história sem deixar de lado que também é uma pessoa como todas as outras.


Kessya.Cristine 13/02/2020minha estante
Esse livro é maravilhoso.
A historia dela é uma inspiração


Dai 28/04/2020minha estante
Terminei de ler exatamente agora o livro. Também fiquei emocionada com a história contada, de tantos obstáculos, dificuldades e de muita resiliência. Gostei muito da sua resenha. Compartilho de suas palavras.


euruybarbosa 01/05/2020minha estante
Uau! Incrível Vanessa! Eu me emocionei muito também e deixei-me demorar nas linhas deste livro incrível. Não conhecia nada de sua história e já nas primeiras linhas logo na introdução já senti que esse livro era diferente. Apesar de já fechado por ter terminado a leitura existe uma certeza: ele continua aberto por dentro porque o que lá se lê continua por acontecer nas terras do coração. É lindo!


Mari 18/05/2020minha estante
Obrigada pela resenha. Vou ler sim.


Julcilea 05/06/2020minha estante
Amei este livro, amei a narrativa dela. Espero que ela escreva mais livros.


Mii 08/06/2020minha estante
AAA que lindo!! Começando neste instante, obrigadaaaa!!


Hildemario 28/06/2020minha estante
Gostei bastante da narrativa e achei o enredo enriquecedor. Fiquei satisfeito.




Diego Vertu @machimbombo_literario 26/06/2020

Digna de seu posto
Não sou muito fã do gênero biografia mas desde que saiu a biografia da Michelle meus olhos brilharam. Narrado de forma espetacular, acompanhamos a vida da ex-primeira dama norte americana desde seu nascimento até sua saída da casa Branca. Vinda de uma família de classe média do Sul de Chicago, teve uma infância e adolescência marcada pelo racismo. Na campanha do marido Barack Obama sofreu com fake News e agressões pelos adversarios políticos. Mas em 2008 o primeiro casal afrodescendente ganhou a eleição do país mais poderoso do mundo e ao entrar na Casa Branca Michelle representou o direito à voz de milhões de negros e lgbts. Representou um projeto que unificou o país e não foi uma primeira dama decorativa, ao contrario, sempre esteve ao lado do marido com vários projetos de governo principalmente voltados as crianças, educação, saúde etc. Michelle mostrou que sim, nós podemos e plantou uma esperança de um futuro melhor. E continua fazendo um lindo trabalho até hoje.
Lucas 26/06/2020minha estante
Ótima resenha! Essa biografia parece ser maravilhosa mesmo, um dia lerei.




May 20/04/2020

Inspirador
Mulher, filha, irmã, amiga, esposa, mãe, ativista, primeira-dama... Michelle Obama nos mostra que é muito mais do que um ícone mundial por ter sido a esposa do presidente dos Estados Unidos. Ela nos conta seus bastidores: como foi crescer num bairro pobre, lutar contra o preconceito de muitos ao entrar em uma universidade de maioria branca, lutando diariamente contra o racismo e o machismo.

Também nos mostra os desafios da maternidade, de como tentar conciliar uma carreira profissional com as responsabilidades familiares e ainda ter que fazer um verdadeiro jogo de cintura para manter as aparências de primeira-família.

Enfim, é um mergulho na história de uma mulher, que como muitas de nós, tenta fazer as escolhas certas, mesmo em um mundo cercado de injustiças, mas sem deixar de ter fé que nossas escolhas poderão proporcionar às futuras gerações melhores oportunidades.
comentários(0)comente



Natália 09/07/2020

Inspiração
Essa mulher incrível mostra o impacto que pessoas boas podem causar, em grande ou pequena escala. Além de ser uma mulher inteligente e batalhadora, mostra os seus desafios diários na luta contra as injustiças sociais e raciais, os menos favorecidos. Mostra que é possível pessoas boas comandarem o país sem serem corrompidos pela riqueza e conforto. Leitura fantástica.
comentários(0)comente



Mimi 14/05/2020

Uma das melhores biografia que já li, que mulher maravilhosa, que exemplo de ser humano.
Ps: pra quem já leu e gostou tem um documentário na Netflix, assistam/leiam e se apaixonem por essa mulher assim como eu :)
comentários(0)comente



Taciane 30/04/2020

Essa mulher é sensacional. Como é bom conhecer um pouco mais da sua história.
comentários(0)comente



Lorena 07/06/2020

Não consigo colocar em palavras o que esse livro significou pra mim. Nunca imaginei que fosse mexer tanto comigo. Terminei nesse exato momento e só consigo pensar ?sou grata pelo poder da escrita. sou grata pelas palavras e sou grata pelos livros?. Michele Obama é um exemplo de história, por incontáveis vezes chorei com suas palavras. O ato de ler e absorver pra vida é uma benção. Sai dessa jornada uma pessoa melhor.
Aline 07/06/2020minha estante
Quero muito ler este livro!


Gio 07/06/2020minha estante
Depois dessa resenha, me arrependo de ter deixado meu pai doar sem ter finalizado a leitura (eu só consegui ler umas 20 páginas...).


Lorena 08/06/2020minha estante
Leia, Aline! Recomendo muito.


Lorena 08/06/2020minha estante
Poxa, Gio... quem sabe em uma próxima tentativa você consiga concluir. Vale muito a pena!


Gio 08/06/2020minha estante
Vou siiim!! Mas tomara que tenha ebook kk




Izabel Wagner 06/06/2020

Uma das melhores autobiografias que já li !!!
"Michelle Obama, desde os primeiros momentos de sua trajetória já foi compreendida e reconhecida pelos papéis de filha, garota estudiosa, universitária, advogada, mãe de duas garotinhas, esposa, primeira dama e muitos outros exemplos de denominações que, embora exemplifiquem algumas de suas atividades ao longo da vida, não são capazes de demonstrar quem essa mulher encantadora, de sorriso contagiante, impulsionada por uma coragem e determinação cativantes e motivada por princípios dignos de nota realmente é. Aos meus olhos ela sempre foi uma grande inspiração, uma verdadeira professora que, embora distante milhas e milhas de minha realidade, foi capaz de motivar e instigar minha mente a observar o mundo por meio de outros olhares, nunca aceitar a primeira resposta como certa e, principalmente, reconhecer que temos muito o que aprender uns com os outros.

Por me inspirar profundamente e admirar com todo o coração o trabalho que essa mulher realiza, me vi entre o grupo de leitores que vibraram com o anúncio de que a Companhia das Letras iria publicar a versão traduzida de Becoming, título original que, assim como Minha História, representa de maneira bela e profunda a essência de toda e cada palavra redigida por Michelle ao longo deste livro. Este é um relato de sua trajetória de vida, é sua história transformada em palavras e expressa em páginas para que o mundo tenha a oportunidade de conhece-la, mas também é uma tentativa de delinear o processo de tornar-se Michelle Obama, não a mãe, primeira dama, advogada ou esposa, mas Michelle Obama, com todos os seus defeitos, virtudes, pontos altos e baixos e, principalmente, com tudo o que a vida lhe ensinou e somente ela é capaz de transformar em lições e mensagens ao leitor.

E lições, ensinamentos, aprendizado e mensagens não faltam neste livro. Ouso dizer que esta mulher sabia desde o início que um livro de histórias, sejam estas de ficção ou não, não faz o menor sentido se não for capaz de transmitir alguma lição ou mensagem ao leitor, se não proporcionar reflexões, se não tocar nossa alma e mostrar o mundo de uma forma totalmente nova. Com mãos habilidosas e um cuidado profundo a trajetória de Michelle Obama se interliga à uma porção inimaginável de mensagens e reflexões sobre a vida, o mundo e até mesmo sobre política. Ao relatar os dias felizes da infância vivida num pequeno apartamento da cidade de Chicago, ela não perde a oportunidade de inserir dados sobre a cidade, contextualizando assim uma realidade que ainda não tivemos a chance de conhecer. Ao abordar a história de seus familiares ela não deixa de relatar a narrativa segregacionista dos Estados Unidos, o sofrimento de toda uma comunidade que, infelizmente, ainda hoje encara desafios e perseguições irracionais. Ao delinear as dores e alegrias de seu próprio percurso, ela nunca ignora o leitor, estendendo assim reflexões para que possamos nos conectar ainda mais com cada momento que esta mulher maravilhosa vivenciou."

* Trecho da resenha previamente publicada no Estante Diagonal *

site: http://www.estantediagonal.com.br/2019/03/minha-historia-michelle-obama.html
comentários(0)comente



Thaís Inocêncio | @thais_inocencio 31/05/2020

Favoritado!
Michelle Obama foi criada com muito amor em uma família simples, que a ensinou desde cedo a importância de ser autossuficiente e o poder transformador da educação. Mulher e negra, conseguiu tornar-se visível em diversos espaços, desde as faculdades de elite que frequentou até o renomado escritório de advocacia onde trabalhou - todos com maioria masculina e branca. Mesmo casada com um senador e, mais tarde, presidente da maior economia do mundo, sempre preservou sua individualidade e independência, priorizando sua carreira e a criação das filhas.

Comecei a leitura profundamente inspirada pela história de Michelle Obama e finalizei o livro um tanto descrente com a política e a humanidade, principalmente diante dos últimos acontecimentos.

O racismo e a violência policial nos EUA também são assuntos abordados no livro, e foi durante o governo Obama que surgiu o movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam). Aqui, Michelle fala de outras tantas mortes de negros pelas mãos de policiais, ocorridas entre 2014 e 2015, e percebemos que nada mudou.

Um adolescente negro chamado Michael Brown foi baleado por um policial em Ferguson, no Missouri, e o corpo ficou horas largado no meio da rua. Um adolescente negro chamado Laquan McDonald recebeu dezesseis tiros da polícia em Chicago, nove deles nas costas. Um garoto negro chamado Tamir Rice foi baleado pela polícia, em Cleveland, quando brincava com uma arma de plástico. Um negro chamado Freddie Gray morreu por negligência quando estava sob custódia policial, em Baltimore. Um negro chamado Eric Garner foi morto pela polícia com uma chave de braço durante sua detenção, em Staten Island [ele repetiu diversas vezes I cant breath enquanto era asfixiado, assim como George Floyd].

Gostaria de ter ficado com o sentimento de otimismo que Michelle tenta incutir nos leitores, mas tem sido difícil manter a esperança. Se nem a eleição de um presidente negro foi capaz de atenuar o racismo nos EUA, imagine agora, em que vozes preconceituosas são amplificadas por líderes autoritários e intolerantes que governam os EUA (e o Brasil). É um desafio e tanto.

(Mais uma biografia favoritada na minha vida. Leiam!)
comentários(0)comente



Giovana.Mantovani 28/06/2020

Maravilhoso.
Não conhecia a história da ex Primeira dama dos Estados Unidos, mas após terminar de ler, fiquei apaixonada pela história de vida dela.
comentários(0)comente



Felipe 19/06/2020

Minha História
Que história minha gente! Que mulher! Uma biografia que todos deveriam parar para ler e admirar!
Estou sem palavras para enaltecer essa mulher tão forte e guerreira! Só lendo o livro para vocês entenderem meu sentimento nesse momento. Vou ser breve, LEIAM!
Esse livro é de uma sensibilidade, mas ao mesmo tempo de uma força sensacional. Fiquei muito surpreso com tudo e olha que não sou uma pessoa de ler biografias. Essa foi minha segunda biografia lida e me arrependo de não ter lido antes. Depois de "Minha História" você passa a admirar mais ainda toda a Família Obama e é incrível conhecer um pouco dos bastidores do que é morar na Casa Branca e também de conversas com a Rainha da Inglaterra e com Nelson Mandela.
comentários(0)comente



lia 10/06/2020

necessário
perfeito, com uma narrativa muito boa. é necessário para todos e a história de vida da michelle é inspiradora!
comentários(0)comente



murilosleite 02/06/2020

Negra na Casa Branca
"Se há uma coisa que coisa que aprendi na vida é o poder de usar a própria voz. Sempre tentei dizer a verdade e trazer à luz as histórias de pessoas que são muitas vezes postas de lado"
?
MINHA HISTÓRIA | MICHELLE OBAMA | 464 PÁGINAS
?
Independente de sua posição política, esta autobiografia lhe traz uma história de uma mulher negra, que teve que enfrentar todas as questões raciais e de gêneros ao longo de sua vida.
?
Desde criança se sentia obrigada a se destacar para ser vista e ouvida, seja na escola, seja na universidade ou mesmo para pedir um emprego.
?
Esta é Michelle Robinson, uma negra, ativista e feminista que vai contar sua luta e trajetória.
?
O livro é dividido em 3 partes:
1ª Conta sobre a sua infância, sobre a faculdade, sobre a vivência com sua família e, principalmente, suas reflexões pessoais que as fazem construir quem ela virá a ser.
Em vários momentos são ressaltados a criança que não se contentava em perder e queria ser sempre a primeira.

2ª Relacionamento com Barack. Como ela sentia orgulho de o ter conhecido e como ela o apoiava em sua trajetória política.

3ª Aborda coisas que vão além de uma primeira-dama. Neste momento ela descobre o seu verdadeiro projeto de vida, como ela pode contribuir para o mundo.
?
Enfim, mesmo para uma pessoa fora da política e odiar aquele mundo, foi-se inevitável fazer política.
?
Em 8 anos de mandado de seu marido, pode-se dizer que ela deixou um legado, principalmente aos menos favorecidos socialmente.
comentários(0)comente



Jhon 04/07/2020

Que mulher incrível!
Em sua autobiografia, Michelle Robinson Obama nos conta sua trajetória: Desde a infância vivendo em um apartamento apertado junto com os pais e o irmão no Southside, um bairro pobre de Chicago, até chegar à Casa Branca. Michelle é uma pessoa determinada desde pequena. Criada por pais que sempre a apoiaram, sempre acreditou ser capaz de ir além. Ela e seu irmão Craig foram os primeiros da família a cursar uma universidade e não qualquer uma: Princeton, uma das mais prestigiadas do mundo. Cursou direito em Harvard e trabalhou como advogada em uma firma de renome lá conhecendo Obama, na época ainda um estudante de Direito.

Ela relata sua dúvidas quanto ao marido concorrer à presidência pois não acreditava que a nação estaria preparada para um presidente negro.
Ela também descreve as dificuldades e os absurdos de que ela e Obama foram vítimas na época da campanha.

"Sempre que minha energia começava a cair, eu me punia ainda mais, com um monte de pensamentos depreciativos: não tinha optado por aquilo. Nunca tinha gostado de política. Tinha largado meu emprego e aberto mão da minha identidade em prol da campanha e agora era um inconveniente? Para onde fora meu poder?"

"Somos forjados de formas diferentes, meu marido e eu. E é por isso que ele escolheu a política e eu não."

Após a eleição se viu tendo que desempenhar o papel de esposa, mãe e primeira dama. Ela relata as dificuldades de serem a primeira família da maior superpotência do planeta, sendo constantemente vigiados e protegidos. E mesmo assim Michelle e Barack buscaram trazer o máximo de naturalidade possível no convívio em família.

Um livro sobre uma mulher forte, empoderada e surpreendente mas também humana, que nos conta de forma honesta suas dúvidas e fraquezas. O tipo de livro que dá vontade de sair marcando tudo, porque essa mulher lacra muito! Adorei essa história, Michelle escreve muito bem, com uma narrativa envolvente. Um dos livros favoritos do ano com toda a certeza!

"Comecei a perceber que as partes mais importantes da minha história estavam menos no valor superficial das minhas realizações e mais no que as alicerçava: as muitas pequenas demonstrações e atos de apoio ao longo dos anos, e as pessoas que ajudaram a construir construir minha autoconfiança ao longo do tempo."

Curiosidade: Hoje, dia 4 de julho, dia da independência americana, a filha mais velha dos Obama, Malia, faz aniversário.
comentários(0)comente



Gi 26/06/2020

Não sei nem o que dizer, só que admiro muito essa mulher incrível
comentários(0)comente



246 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |