A Construção de Noah Shaw

A Construção de Noah Shaw Michelle Hodkin




Resenhas - A Construção de Noah Shaw


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Larissa.Fernandes 23/07/2018

Misterioso, divertido e envolvente
O universo de Mara Dyer está de volta e dessa vez pelo ponto de vista do encantador, Noah Shaw.
Noah nos trás uma visão bem mais humorada em suas narrações, ele, definitivamente, não tem o lado sobrio de Mara em si.
Se você gostou da trilogia anterior, certamente gostará desse livro.
Em minha opnião este é um livro para nos apresentar e nos situar na história, por mais que já conheçamos os personagens e o mundo em que estão enserido, Noah foi um grande mistério nos livros anteriores, e aqui começamos a entender um pouco mais do que se passa em sua mente.
O mocinho que odeia a vida. O herói que não faz ideia de como salvar nem mesmo a si próprio. Destinado a amar a garota que será o seu fim.
Entender Noah não será tarefa fácil, ele próprio precisa decidir em qual lado estará nessa história.
Daniel, James, Mara e Noah irão se juntar para tentar encontrar respostas. Muitos novos "agraciados" aparecerão, nos intrigando com seus poderes diferenciados.
Como já é característicos desse Universo, é mistério que não acaba mais. E a pergunta "O que diabos está acontecendo?" estará presente em nossa mente durante toda a leitura.
Quanto ao nossa casal, Noah e Mara estão firme e forte, muito obrigado. Mas a velha ameaça continua pairando sobre os dois "Mara será a ruína de Noah". Por quanto tempo eles conseguiram ignorar esse aviso?
Por quanto tempo Noah poderá ignorar o comportamento duvidoso de Mara?
Afinal, se ele está destinado a ser o herói, Mara seria a vilã?
Particulamente , adorei o livro. Mal posso esperar pelas continuações...
comentários(0)comente



Camila 11/02/2020

Um pouco mais fundo do que a trilogia anterior
Sendo bem direta, esse livro é para aqueles que amam a Mara dyer, mas que estão dispostos a vê-la (e a todos os outros personagens) do ponto de vista do Noah, e de como ele encara tudo o que está acontecendo.
Em alguns momentos se torna confuso, pois ele não consegue se expressar com clareza, mas depois que a leitura engata, é uma ótima experiência.
comentários(0)comente



kamila 19/05/2020

MICHELLE HODKIN!!!!!!!!!
Lembro de quando saiu esse livro, e vi várias pessoas falando que o livro não era bom e notas não tão altas e o que me fez ficar com um pé atrás na hora de ler, fiquei super receosa. Mas como a boa cadelinha que sou, resolvi ler, pra saber se o que diziam eram realmente verdade e posso dizer que não. Sou suspeita pra falar a respeito dos livros dessa mulher? Sou, mas fazer o que né, o que resta é enaltecer. Ultimamente os autores andam lançando livros extras de séries o que pra mim eu fico super com pé atrás pra ler porque ele pode cagar com a história mas também pode fazer coisas incríveis, Leigh Bardugo é um exemplo disso.
Então comecei A construção de Noah Shaw já no aguardo da bomba, já no aguardo de abandonar aquele livro, ficar decepcionada com a autora. Confesso que algumas piadas com teor sexual no começo, bem coisa que Noah e Mara vão dizer eu achei um pouco demais, acho que poderia ter tirado, mas de restante a leitura fluiu, a autora não encheu linguiça, deu o recado dela de uma forma rápida e não inventou demais como muitos outros autores que inventam. Ao longo da leitura percebi que aquele livro ali era muito bem vindo pra completar a série, e o mundo que a Michelle criou ainda dá pano pra manga, muito diferente de outros livros que o negócio já está saturado. Eu achava a Mara suspeita nos livros que ela mesmo narrava, mas agora eu acho ela ainda mais suspeita e uma coisa que foi importante durante a minha leitura foi que eu fiz a leitura da trilogia principal a muito tempo atrás então eu já não lembrava de nada mas mesmo resolvi pegar o livro do Noah e arriscar e eu nunca tinha de certa forma ficado com um cagaço por causa dos livros da Mara, mas depois desse livro do Noah eu realmente fiquei, enquanto lia sentia um calafrio, eu já achava a Mara estranha, mas depois desse livro eu estou basicamente senhor vai quebrando toda a obra de feitiçaria. Outro ponto positivo pra mim, foi que durante essa leitura percebi em como a Michelle mostrou um Noah mais humano, mais sentimental, mais sensível, o que eu acho que não ficou claro e evidente na primeira trilogia. Ele continua sarcástico e fazendo piadinhas, mas ele está mais humano e real.
E o final. O final é o final. Michelle você me paga!!!!
comentários(0)comente



João Paulo 11/06/2020

amo um cliffhanger...
comecei lendo este livro sem lembrar de quase nada da trilogia de mara dyer, mas aos poucos fui me situando. a leitura flui de uma forma bem gostosa e prazerosa, com diversos diálogos entre os personagens. você consegue ler sem se cansar e bem rapidinho. o mistério também te deixa instigado a saber do final logo. estou louco pelo próximo volume depois desse final.
comentários(0)comente



Sarah | @just_a_snowflake 19/12/2018

"As cicatrizes invisíveis são as que doem mais" (Booktalk SEM spoilers)
Pensa num livro que não estava esperando! Algumas perguntas que não tinham sido respondidas em A Vingança de Mara Dyer voltam para assombrar nossos personagens mais uma vez em A Construção de Noah Shaw. Aviso de antemão que o livro demora umas 100 páginas pra engatar, mas quando o negócio começa a pegar fogo, é incêndio sem fim.

- Noah: O passado do Noah não um dos mais belos. Problemas familiares, depressão e tentativas de suicídio fazem parte do passado que Noah esconde de todos à sua volta. É meio estranho ver um livro narrado inteiramente por ele, e sem vê-lo pelos olhos da Mara, percebemos que ele não é essa pessoa 100% segura e auto-confiante que achávamos na trilogia da Mara. Sinto ainda uma perturbadora imaturidade nele, mas fico feliz com a decisão tomada por ele nos últimos capítulos do livro.

- Mara: Não vou dar nenhum spoiler, mas se Noah está usando a máscara de "não tô nem aí pra nada", Mara está usando a máscara do "Sou completamente normal sim, acreditem em mim". Complicado, muito complicado.

- Jamie: Não confio em você, querido.

- Leo: É mais fácil espremer uma tábua de madeira do que tentar arrancar alguma informação útil dessa criatura. Chega a ser chata essa personalidade excessivamente misteriosa dele.

- Daniel: Mas o que esse menino tá fazendo nessa história que só tem gente doida?

No geral, o livro cumpre bem o papel de instigar, principalmente com aquele final (O QUE FOI AQUELE FINAL, SOCORROOOOOOO!!!!! AINDA NÃO CREIO), e esperamos do fundo do coração que toda a bagunça pelo menos comece a se resolver no próximo livro.

"Amar alguém é o mesmo que afirmar que confia na pessoa." (p.149)

BGM: Walk Through the Fire (Zayde Wolf feat. Ruelle)
comentários(0)comente



Bruna 31/01/2020

Decepção e mais amor pelo Noah
Poucos são os livros que me despertam a vontade avassaladora de escrever sobre, mas esse aqui, meu amigo...

Na trilogia da Mara Dyer, o personagem do Noah foi um dos meus queridinhos desde do primeiro momento que ele apareceu. Suas aparições deixavam a trama da trilogia mais leves (até certa revelações, claramente).

Assim que terminei o último livro da trilogia corri desesperada para inciar a leitura deste, até porque minhas expectativas estavam altas, já que a finalização do outro lá não me agradou.

Iniciei a leitura com muita vontade de desvendar esse mundo criado pela autora, mas dessa vez pela perspectiva do meu crush (hahaha). A escrita continua impecável, mas sem aquele toque mórbido encontrado na trilogia original narrado pela Mara, aqui, meus caros, a narrativa é mais leve e bem mais divertida, pois estamos na cabeça de um adolescente cheio de hormônios e que está passando por uma experiência transcendental ou algo assim. Uma coisa que ao longo da narrativa foi me surpreendendo era a forma como os Noah tinha suas divagações, em alguns momentos os pensamentos dele se dirigiam para lugares sombrios, o que na minha opnião deixou tudo mais humano, que eu super me identifiquei. É perceptível olhar e ver as facetas de um personagem muito bem construído nos livros anteriores sendo explorados aqui, como a questão do suicídio e tals. Aliás, tem um capítulo que fala sobre confiança que é uma obra prima. Logo me identifiquei muito como o Noah visualizava os acontecimentos, com uma narrativa gostosinha de ser lida e em pontos especificos ocorria uma transformação onde ficava sombria e angustiante. Antes das severas criticas, um breve resumo;

Depois de todo os acontecimentos do livros anteriores, algo trágico acontece com nossos garotos e eles estão em Londres, até que a habilidade de Noah o permite ver um dos "Agraciados" se matando, porém a pessoa não queria realizar tal ato e ai que a trama realmente começa (e desanda também). Somos apresentados a novos personagens e o ressurgimento de antigos, além de dar destaque para alguns personagens recorrentes, como o irmão da Mara, o Daniel.

Mas enfim, eu senti que demorou bastante para as coisas acontecerem (sério, só lá pelas últimas 50 páginas que as coisas ficam interessantes), e por esse motivo li esse livro a passos de tartaruga, por que: 1º não queria me decepcionar e 2º tava tudo muito chato, sad but true. Creio que se no lugar de ter quase 300 páginas tivesse metade séria mais agradável de ser lido e não torturante.

Outro fator que me faz revirar os olhos, enquanto leitora, é a falta de comunicação entre os personagens, e quando alguns elementos importantes para a narrativa vão sendo descobertos, isso é o que mais vai acontecendo entre o casal principal.

Confesso que já não aguentava mais tanta enrolação e queria terminar logo essa tortura, coloquei como objetivo pessoal terminar esse livro nem que seja na base de pula páginas, o que aconteceu. Talvez seja isso o fato de ter achado o final um pouco confuso, reli algumas partes para fixar se realmente era aquilo que estava sendo narrado e fiquei sem entender o motivo da autora querer "lacrar" com isso, pois sinceramente, não desceu para mim. Entendo o motivo de bocas se abrirem com o final, mas já era esperado, a autora fez bem o seu papel de guiar para isso.

A proposta do enredo era tão interessante, mas não funcionou para mim. Estou bastante triste por não ter apreciado a obra, juro que tentei, mas não deu. Sem falar que o segundo livro também não agradou muito por ai.

Minha pergunta que fica, por que autores estragam suas obras concluídas criando continuações? (o fandom enlouquece, mas as vezes não vale a pena).
comentários(0)comente



AndyinhA 14/02/2019

Trecho de resenha do blog MON PETIT POISON

Nem sei se posso chamar esta série de sequência, já que mudamos de protagonista, mas se passa no mesmo universo e depois dos acontecimentos do livro 3 da série Mara Dyer. Então se você não quiser nenhum spoiler, sugiro ler os livros da Mara antes de começar os do Noah...
E clique aqui para seguir para os livros da série da Mara Dyer.

O bom de entrar num universo que já conhecemos que é tipo andar de bicicleta, a gente é meio desajeitada no início, mas depois as coisas surgem e vamos embora. Aqui foi parecido, tinha alguns personagens que não me lembrava da série anterior ou alguns pontos, mas a autora fala deles aos poucos e fui reconstruído meu quebra-cabeça.

O protagonista é Noah, ele vai contar os dramas da família e tentar ficar ao lado de Mara e ao mesmo tempo tentar entender o que se passou com eles, mas Mara anda estranha e tem pessoas com dons igual aos deles que andam sumindo e ninguém sabe o motivo, por isso teremos 3 frentes: entender a família de Noah, o pai dele é um dos responsáveis pelas coisas da série da Mara; entender o que a Mara é capaz de fazer e o que ela pode estar escondendo dele e salvar ou conhecer a identidade da pessoas que está atrás dos com dons.

Para saber mais, acesse:

site: http://www.monpetitpoison.com/2018/07/NoahPoison.html
comentários(0)comente



Laris @larisreads 31/03/2019

A Construção de Noah Shaw | Michelle Hodkin
Mara Dyer contou sua história. Agora chegou a hora das confições de Noah Shaw.

Esse livro retoma de onde a história parou em "A Vingança de Mara Dyer", e Noah e Mara imaginam que o perigo já passou, enterrado junto com David Shaw. Mas, assim como uma história não termina com um ponto final, a jornada desses dois ainda tem muitas reviravoltas. Mesmo depois de tudo o que Mara e Noah passaram para ficarem juntos, os novos empasses que surgem no caminho ameaçam o casal de uma forma brusca e assustadora.

Segredos emergem, a confiança começa a ser testada e o amor, antes uma força absoluta, é posto à prova. Mas caberá à eles desvendar o que está acontecendo antes que as coisas se tornem irreversivelmente piores.

Estar dentro da cabeca de Noah Shaw foi ao mesmo tempo o que eu esperava e algo surpreendente. Noah está sempre entre os dois estados de A) negar ser manipulado em um jogo do qual ele nunca pediu para fazer parte; e B) lidar com o fato de que o que ele acreditava pode cair por terra a qualquer instante. Portanto, atmosfera nesse livro estava sempre carregada de tensão, e eu fiquei o tempo todo alerta ao ler o desenrolar dos acontecimentos nesse universo sombrio e feito de camadas e mais camadas de mistério, cheio de personagens nem um pouco convencionais. Quando pensava já estar começando a compreender o que estava acontecendo, Hodkin me provava estar enganada me fazendo tropeçar em novas revelações pelas quais eu não estava preparada, principalmente o final!

No todo, o livro é envolvente e sexy, mesmo com o ar de mistério e suspense. Acho que meu maior problema com ele se deu por não me lembrar muito dos detalhes da trilogia anterior. Hodkin apresentou novos personagens e possibilidades que abrirão mais caminhos nessa história, contudo, não pude evitar sentir a narrativa um tanto parada em alguns momentos, o que foi compensado pelo final, que foi uma verdadeira sequência de tiros e que obviamente me deixou curiosa pela continuação!
comentários(0)comente



Mari 07/10/2019

O livro começa basicamente de onde a trilogia Mara Dyer parou. Os "agraciados" ainda estão tentando entender o seu lugar no mundo e descobrir mais informações sobre o projeto da Dra. Kells. Tudo deveria estar o mais tranquilo possível, até que o dom de Noah volta a se manifestar de um jeito que ele nunca tinha sentido antes.

Ele consegue ver quando alguns agraciados tiram suas próprias vidas, ouvindo seus pensamentos e sentido seus medos. Porém, o que mais chama atenção nessas visões é que nenhum deles queria morrer.

Agora, Noah, Mara, Daniel, Jamie e Ganso, seu amigo de infância, precisam se juntar para descobrir o que ou quem está fazendo os agraciados se matarem e o motivo por trás disso tudo. Mas nada vai ser fácil, já que segredos são comuns dentro do grupo e isso pode afetar o relacionamento deles.

Antes de mais nada, se você não leu a trilogia anterior, é bem possível que não entenda nada do livro. Ele é completamente ligado com a trama da Mara e, um dos motivos de eu gostar tanto da escrita da Michelle, é que ela não fica explicando tudo de novo para você se situar. Ou você sabe, ou tem que reler pra entender.

No meu caso, eu precisei reler pra entender hahaha Devorei a trilogia original praticamente em três dias, como se eu nunca tivesse lido, e lembrei o motivo de ter amado tanto o universo criado pela autora. Espero de verdade que alguém aqui tenha lido e concorde comigo, pra eu não ficar parecendo a louca que gostou de um livro que todo mundo odeia hahaha

Como esse é o primeiro livro pela visão de Noah e que continua uma trilogia publicada há algum tempo, entendi ele como uma introdução/preparação pro que vai acontecer no próximo livro. Eu só conhecia o protagonista pelos olhos de Mara e foi incrível ver o quanto de seus pensamentos ele esconde e como ele é uma alma muito mais amargurada do que deixa transparecer.

O fato de que o nascimento dele foi pensado e programado para acontecer na época certa, para que no futuro ele se tornasse algo maior, pesa em sua mente e em suas decisões. Deixando também claro o motivo da escolha do título. Noah foi literalmente construído para ser algo. Não alguém, mas algo.

Assim como Noah, esse livro me fez desconfiar ainda mais de Mara, amar muito Daniel e ficar sempre de olho em Jamie, sem saber exatamente o que ele é capaz de fazer. Já Ganso, foi uma adição muito legal para o grupo, já que ele entra com um humor que combina perfeitamente com o de Jamie. Esse é o grupo de amigos mais problemático do mundo, mas que dá super certo.

Alguns problemas fazem parte daquele clichê "se tivessem conversado, nada disso estaria acontecendo", mas a trama é tão envolvente, que você acaba entendendo algumas das motivações e não se importa tanto com isso.

O que é total culpa da altora, que continuou escrevendo maravilhosamente bem. Do mesmo jeito que ela me prendeu na primeira trilogia, fiquei presa nesse novo livro e não consegui largar até terminar. Ela soube criar uma atmosfera que me deixou curiosa para saber o que ia acontecer e que ao mesmo tempo me deixou desconfiada de vários personagens. Além de manter aquele toque de humor entre uma cena de tensão e outra.

Você vai encontrar suspense, muitas reviravoltas, tensão, mortes e um cliffhanger monstruoso no final que quase me fez gastar os olhos da cara no próximo livro. Mas convenhamos, quem leu os outros livros, sabia que ele não poderia terminar de outra forma. Tenho certeza que Michelle tem uma camiseta com a estampa "#TeamCliffhanger", porque olha...

Vou falar a verdade, não é difícil descobrir a motivação da problemática desse livro. Mais uma vez, se você leu os anteriores, vai sacar ou pelo menos desconfiar do que aconteceu. Mas essa é uma daquelas tramas que mesmo sabendo de tudo, quando chega na hora da confirmação você solta aquele "meu deus do céu".

Antes de terminar, quero deixar bem claro que esse livro fala bastante sobre depressão, mortes e suicídio. Alguns pensamentos de Noah são bem escuros e sofridos, por isso a altora deixou um aviso (bem sarcástico) antes de começar.

A diagramação do livro está ótima. Com fontes, tamanho das letras e espaçamento muito bons. Além, é claro, das páginas amareladas que eu tanto amo. A capa combina com as capas da trilogia anterior (que eu amo de paixão) e que também gostei bastante.

A Construção de Noah Shaw vem para desenterrar a trilogia Mara Dyer e continuar uma trama que me ganhou desde a primeira página. Cheio de suspense e reviravoltas, esse livro veio para alegrar minha lista de leituras. Além de me deixar com um cliffhanger que estou sem acreditar até agora. Não só indico esse livro, como também a trilogia anterior. Leiam!

site: https://galaxiadosdesejos.blogspot.com/2019/10/a-construcao-de-noah-shaw-michelle.html
comentários(0)comente



Ynara 03/06/2020

Mais um caso de continuação de série que li faz um tempo considerável e não me recordava de boa parte do enredo. Mas conforme fui lendo os acontecimentos passados nos outros livros foram surgindo, mas infelizmente não todos.
Gostei bastante desse livro do Noah, já havia achado a série da Mara muito boa, densa, o que pra mim foi uma surpresa por se tratar de protagonistas adolescentes. Essa série tendo o Noah como protagonista também segue nessa linha, com um plot que realmente acho que vai render bem nos próximos 2 livros.
comentários(0)comente



Mia 23/06/2020

Desapontada, porém não surpresa
Uma bomba em forma de livro, estragando completamente a história da trilogia da Mara Dyer e o casal que se formou, nem deveria existir. Li só por curiosidade e falta de amor próprio.
comentários(0)comente



Aline Lermen 06/12/2018

Não ficou à altura dos outros...
A trilogia da Mara Dyer foi uma grata surpresa para mim. Quando vi que sairia uma nova no mesmo universo, tinha de ler também. Não sei se minha expectativa por causa dos outros livros influenciou, mas esse ficou abaixo do que esperava.
A narração do Noah é bacana e tal, mas fiquei com a impressão que li e li páginas e as coisas não andavam. Umas intrigas que poderiam ter sido resolvidas com perguntas diretas mas que nenhum personagem consegue fazer - isso acabou me frustrando. Outra impressão que fiquei é que, como o Noah tá desinteressado de tudo, ele não nos passa muito do que está acontecendo, preferindo se isolar.
Gostaria que o próximo melhorasse nesses pontos, agora é aguardar.
comentários(0)comente



Michelle Pagura Festa 16/06/2020

sei lá
senti que gostei mas também senti que não entendi nada kkkkkkkkkkkkk help
comentários(0)comente



13 encontrados | exibindo 1 a 13