A última delegacia

A última delegacia Patricia Cornwell




Resenhas - A última delegacia


2 encontrados | exibindo 1 a 2


04/08/2012

Morte simbólica
Li algumas críticas ruins à respeito desse livro, antes de iniciar a leitura.

Agora que terminei, posso dizer que não concordo com as críticas.

O livro é ótimo, mas só pra quem já leu os 10 livros anteriores. De preferência, na sequência.

É uma série. E como toda série interessante, a autora vai escrevendo os seus livros e deixando inúmeras pontas soltas. E conforme a trama vai se desenvolvendo, as pontas vão sendo amarradas.

Entendo quem criticou o livro, pq é óbvio q a pessoa não tem o conhecimento prévio da vida pregressa da dra. Scarpetta. É como começar a assistir um baita filmaço de supense nos últimos 20 minutos. Claro que vc vai odiar, pq não vai entender nada. Fica tudo sem sentido.

Pra gostar desse livro, vc obrigatoriamente vai ter q começar lendo Pos-Mortem, Corpo de Delito, Restos Mortais, Desumano e Degradante, Lavoura de Corpos, Cemitério de Indigentes, Causa Mortis, Contágio Criminoso, Foco Inicial, Alerta Negro e só então A última Delegacia.

Sei que tem mais livros sobre essa fantástica médica legista. Mas de certo modo, A Última Delegacia encerra essa série. Muitas pontas serão amaaradas. Não todas. E, na minha opinião, a autora provoca a Morte Simbólica da Kay.

Embora tenha ainda muitos livros sobre ela. Tudo será diferente. Pra começar, não haverá mais a narração em primeira pessoa. E isso, por si só, já muda tudo.

É completamente diferente ler o livro apenas sob a perspectiva da Kay. Só sabemos o q ela sabe. Só sentimos o q ela sente. Conhecemos os outros personagens só como ela conhece. Sabemos se ela gosta ou não deles, o q ela pensa à respeito de cada um, o q eles representam e blá blá blá.

Já em terceira pessoa, saberemos o q os outros pensam da Kay, e dos fatos ocorridos, dos acontecimentos paralelos, e não seremos mais tão íntimos da Kay, pq não estaremos apenas dentro cabeça dela. Entendem???

À partir de Mosca Varejeira, o 12º livro da série, a narração será em terceira pessoa. Kay Scarpetta ainda será a personagem principal da trama. Mas tudo será completamente diferente.

É como se a Kay do jeito q conhecemos tivesse morrido. E houvesse outra em seu lugar. E de certo modo, é isso mesmo. Pq com os acontecimentos ocorridos em A Última Delegacia, a vida de Kay do jeito q era, simplesmente não existe mais. Tudo começou a mudar brutalmente em Foco Inicial, com a morte de Benton. Morreu com ele uma parte da dra. Scarpetta. Em Alerta Negro, e nesse livro, morre mais uma boa parte dela. Sua vida como é, como conhecemos, como ela gosta, acaba.

Acompanhamos quase 20 anos de sua vida através desses 11 livros.
E ela foi obrigada a abandonar tudo que ela amava fazer, a cidade onde morava... Essa fase de sua vida se encerra, e contra sua vontade ela tem q iniciar um novo capítulo.

É assim q eu entendo essa mudança radical, e muito mal vista por muitos. Confesso q também não gostei disso. É esquisito ler sobre a Kay, em terceira pessoa. Ficou uma sensação de perda.

No entanto, compreendo a intenção de P.C., e continuo interessada em suas estórias envolventes.

Leitura recomendada, apenas pra quem já leu os outros 10 livros.


Fogui 10/11/2012minha estante
Também sou do tipo neurótico que gosta de ler sagas ou séries em seqüência, já fiz loucuras para ler livros em suas seqüências, com certeza é muito mais divertido....


CAtia.Albano 04/08/2016minha estante
Vou iniciar a leitura, e essa resenha me deixou com tanto medo....como assim será na terceira pessoa?!? Vou devorar no fds!


CAtia.Albano 06/09/2016minha estante
Confesso que fui ler esse livro com medo, depois de ver sua resenha, mas acho que você fala mais do próximo não é? O livro termina sem dar a entender que o próximo será na terceira pessoa.. ? Bem vou atrás de comprar o próximo já!!




Lili Machado 14/01/2012

Kay Scarpetta, tem o dom de arrebanhar indivíduos que só vivem para causar a ela danos físicos ou psicológicos – se possível, ambos.
Neste 11o thriller da série, a trama tem como base dois outros livros anteriores: Alerta Negro (resenha Skoob: http://www.skoob.com.br/estante/livro/712932 e resenha no blog: http://houseofthrillers.wordpress.com/2011/12/17/alerta-negro-black-notice-patricia-cornwell-serie-kay-scarpetta-10/ ) e Foco Inicial (resenha Skoob: http://www.skoob.com.br/estante/livro/682007 e resenha no blog: http://houseofthrillers.wordpress.com/2011/12/10/foco-inicial-point-of-origin-patricia-cornwell-serie-kay-scarpetta-9/ ).
Todos os nossos velhos conhecidos estão presentes: o Capitão Marino, a sobrinha Lucy Farinelli, o assassin chamado de lobisomem Loup-Garou, o falecido amante de Kay, Benton Wesley, e sua assassina, Carrie Grethen.
A lendária criação da escritora Patricia Cornwell, a médica legista do estado da Virgínia, Kay Scarpetta, tem o dom de arrebanhar fãs e, ao mesmo tempo, muitos indivíduos que só vivem para causar a ela danos físicos ou psicológicos – se possível, ambos.
Ela se encontra, agora, no meio de uma investigação policial corrupta, que trará à tona os mais secretos mistérios de seu passado. É oficialmente considerada suspeita da morte da delegada Diane Bray (Alerta Negro).
Entre o desejo de limpar seu nome e o instinto de animal ferido de se voltar até mesmo contra seus possíveis salvadores, Kay encontra evidências que ligam Chandonne (Loup-Garou) a outros eventos terríveis de seu próprio passado, incluindo a morte de Benton.
Kay tem de confiar no suporte estratégico de sua sobrinha e na empresa por ela fundada: a última delegacia (uma organização “onde você vai quando nada mais há que se fazer”).
Nesse livro, somos apresentados à amiga e terapeuta de Scarpetta, Anna Zenner.
O que a ajuda a mudar a forma de ver os que a cercam: ela começa a analisar cada pensamento, cada emoção, ver cada um sob uma nova luz e enxergar a paixão que Marino sente por ela. Eu gusto muito do personagem e espero que ele não se perca nos próximos livros - … e não vai – na verdade, bem, na verdade… vai crescer e muito!
Sugiro, firmemente, a leitura deste livro somente após Alerta Negro, para poder conhecer Loup-Garou e se familiarizar com a familia Chardonne.
Fernanda Samie 19/01/2012minha estante
Comecei a ler esse livro ontem, e depois dessa resenha estou desesperada para chegar em casa e continuar a leitura!


Lili Machado 19/01/2012minha estante
Fernanda e já leu o Alerta Negro para conhecer o Loup-Garou?


CAtia.Albano 06/09/2016minha estante
Após terminar esse livro, estou super ansiosa para comprar o próximo!!!!?




2 encontrados | exibindo 1 a 2