Baía dos Suspiros

Baía dos Suspiros Nora Roberts




Resenhas - Baía dos Suspiro


39 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Larissa @laridallabrida 31/05/2020

Seguimos a missão atrás das estrelas...
Logo que terminei de ler o primeiro livro, já peguei o segundo. Não queria perder o ritmo e nem correr risco de me esquecer de nenhum detalhe.

Após pegar a primeira estrela - Os Guardiões seguem atrás das duas faltantes.

Agora com um ar mais místico, olhando pela visão da Sereia, a leitura ficou ainda mais delicada.
O romance predomina, mas o final ainda tem luta, sangue e adrenalina.
Lu @adreamyromantic 31/05/2020minha estante
Tenho muita curiosidade com a leitura dessa trilogia!


Larissa @laridallabrida 31/05/2020minha estante
Super gostosinha Lu. Recomendo




spoiler visualizar
comentários(0)comente



NessaCoutinho 25/06/2020

Muito bom
Assim como o primeiro livro da trilogia, esse te prende de uma forma incrível. Terminei esse livro ansiosa pra ler o próximo mas, ao mesmo tempo, triste por saber que estava chegando ao fim.
comentários(0)comente



Ana Paula 20/04/2020

O fortalecimento da amizade e do amor
Nesse segundo volume da trilogia, acompanhamos os seis amigos se tornando cada vez mais próximos e unidos. Além de um casal impossível que se abre para o amor, mesmo sabendo que não há um futuro para eles. A segunda estrela é o objetivo dos seis, da vilã Nerezza e de um segundo vilão que surge para dificultar a vida dos guardiões.
comentários(0)comente



Anninha 26/03/2020

O romance é lindo!
Mas esse segundo livro foi um pouquinho mais demorado que o primeiro.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Tamara 16/07/2018

Assim que li o primeiro livro da trilogia dos Guardiões, imediatamente me vi encantada e querendo mais desses personagens. Então, assim que o segundo livro foi lançado, eu corri para lê-lo no dia em que foi liberado no kindle, e o devorei, mas admito que a cada página minha paixão por essa trilogia só cresce, e eu ainda fiquei querendo muito mais desses personagens, e suponho que após a leitura do terceiro, ainda sentirei saudades.

Esse se mostra um livro difícil de descrever, e não tenho certeza de qual seria o meu preferido, o Estrelas da sorte, primeiro da trilogia, ou esse segundo. No entanto, posso dizer que fui arrebatada de forma igual pelos dois, e bem como o nome já diz, Baía dos suspiros, eu suspirei muito nesse livro, pois ele é ao mesmo intenso e lindíssimo, trazendo uma aura meio mágica que conseguiu me encantar e deixar tão emocionada com aquele sentimento de ter o coração aquecido com a leitura e de um grande afeto por cada um dos personagens que compõem a história.

Ao contrário do primeiro livro que foi carregado de batalhas intensas que deixavam o coração em suspense todo o tempo, esse livro não teve tantas batalhas, mas quando elas existiram também foram as mais intensas e dolorosas, a ponto de arrancar lágrimas de leitores mais sensíveis, o que não ocorreu comigo. Mas, para mim, o ponto mais perfeito da história foi o romance, e ele foi construído de uma forma tão sutil e ímpar, que se tornou impossível não se sentir completamente maravilhada com ele. Mas não, não pense que é aquele tipo de romance intenso, carregado de palavras como eu te amo e afins, na verdade ele é belo pela sutileza como foi construído, e a personagem Annika traz uma leveza e o personagem Sawyer traz um sentimento de compaixão, de cuidado que se tornou um equilíbrio ótimo, e ficou parecendo um daqueles amores que vão além da vida e que vão muito além de palavras. E, por falar nesse romance, adorei o fato de ele ser sim uma presença constante no livro mas não ser exatamente o único foco, aqui encontramos muitas passagens com os seis personagens, e o romance se torna um acréscimo a mais, que tem seu brilho assim como a fantasia o tem, sem que nenhum tome demais o espaço do outro.

Como este foi o segundo livro, ele já não traz  mais toda aquela parte meio introdutória e de apresentação que o primeiro trouxe. Então, conseguimos nessa história acompanhar com mais facilidade todo o lado de fantasia, que por sinal é muito bem conduzido e nos faz imaginar que tudo poderia ser muito verdadeiro, e também abre espaço para conhecermos mais intimamente cada personagem, suas histórias de vida, seus gostos, a união entre eles e a amizade que vai se construindo de forma breve e intensa. Além disso, mais uma vez vale destacar o cenário, que dessa vez foi a Itália, mais propriamente Capri. À medida que os personagens vão conhecendo e se encantando com cada lugar, bem como descobrem fragmentos da história local, nós leitores também vamos fazendo essa viagem, e em alguns momentos conseguimos nos sentir lá, diante de tudo que está sendo visto.

Até esse momento para mim a trilogia tem se mostrado impecável, e não encontro nada que não seja positivo a destacar sobre ela. Talvez, o ponto de ser uma trilogia com bastante fantasia pode incomodar algum leitor, mas posso também adiantar que eu sou uma leitora muito pouco adepta desse gênero, e ainda assim, estou encantada com ela porque não se trata de algo de outro mundo, com fatos mirabolantes e afins, apenas cada um dos personagens possui algum tipo de poder fantástico ou habilidade, mas ainda assim todos tem seu lado muito humano e durante a trama podemos ver bem isso.

Os personagens são uma questão a parte, e foram os mais encantadores, a ponto de eu ter passado a vê-los como pessoas muito reais e são daqueles personagens dos quais temos vontade de nos tornarmos amigos. Mas, sem sombra de dúvida Annika é a grande personagem desse livro, e ela chama atenção também nos outros livros da trilogia. Seu jeito ingênuo, cativante, atencioso e muito puro nos toca profundamente, e é bem difícil não gostar de uma personagem que demonstra tanta pureza e bondade no coração, mas não chega ao ponto de ser sem sal, e a autora criou ela de forma muito verossímil, a ponto de nos fazer acreditar que sereias poderiam realmente existir, e posso dizer que é uma das personagens mais peculiares e fascinantes de toda a obra da autora.  Já Sawyer também é um protagonista muito encantador, e seu fascínio por Annika e também sua compaixão o tornam um mocinho perfeito, e ele foge muito daquele velho estereótipo de personagem mulherengo que não gostaria de se entregar e perder sua liberdade e etc que temos visto em muitos livros modernos. Há aqui até certo receio de se envolver, mas esse se dá mais pela suposta impossibilidade de Annika e Sawyer viverem juntos, mas também não ficou um tema chato e não houve mimimis quando ambos se entregaram à relação. Os outros personagens são igualmente cativantes, e no próximo livro encontraremos a história de Doyle e Rilley, bem como a busca pela terceira e última estrela.

Os vilões desse livro vieram bastante carregados, e a maldade e escuridão está com todo o gás, mas, embora Nerezza continue toda venenosa quanto no primeiro livro, aqui ela não me assustou tanto como ocorreu em Estrelas da sorte, talvez por eu já conhecê-la melhor.

Baía dos suspiros é dividido em 19 capítulos, narrado em terceira pessoa e é necessariamente uma continuação do primeiro livro, sendo indispensável ler primeiramente Estrelas da Sorte para que depois se compreenda o que se passa aqui, caso contrário a compreensão pode se tornar mais difícil e muitas coisas podem ficar sem sentido.

Se você já leu o primeiro livro dessa série, precisa ler logo o segundo, porque é igualmente maravilhoso. E se ainda não leu mas adora as características de fantasia, romance e muita amizade e união, essa talvez seja a trilogia que vai lhe arrebatar nesse ano.

site: http://www.galaxiadeideias.com/2018/07/resenha-baia-dos-suspiros-por-nora.html
comentários(0)comente



Cristina 25/07/2020

E a saga pela busca das estrelas continua, muita aventura, batalhas, suspense e romance.
comentários(0)comente



GiGi 28/03/2020

Adorei
Sereia radiante, nada faz jus a essa linda carinhosa
comentários(0)comente



Glauci 04/07/2018

Leitura Concluida: Baía dos Suspiros - Nora Roberts.

Segundo volume da trilogia dos guardiões, aqui nossos heróis vão resgatar mais uma estrela perdida. O livro tem como foco o casal Annika e Sawer (a sereia e o viajante do tempo), e tinha tudo para ser perfeito. Só não foi por dois motivos: o livro não tem o pique de ação que teve no primeiro, o que me deixou um pouco decepcionada.... as coisas vão acontecer do meio para a frente. E a outra, em relação a sereia, não posso falar, pois seria spoiler.
Mas esse livro me emocionou em vários aspectos. Que venha o terceiro.
Classificação no skoob: quatro estrelas.
comentários(0)comente



Jessica.Ferreira 23/05/2020

Paisagens lindas
No segundo livro da trilogia os guardiões estão batalhando para encontrar a segunda estrela da sorte. Romance, magia e paisagens maravilhosas não faltam.
comentários(0)comente



Leninha Sempre Romântica 15/08/2018

Não tem como não começar essa resenha fazendo uma observação para lá de relevante: Nora é uma puta de uma escritora! Caramba, começar uma resenha assim pode até assustar, desculpa a expressão chula, mas gente, não tem como não elogiar essa diva maravilhosa que encanta com tudo que escreve, seja ficção, sobrenatural, ou no romance mais adocicado. A mulher tem o poder!

Eu estava superansiosa por essa sequência, já que amei o primeiro livro da trilogia, Estrelas da Sorte. Esses seis amigos me encantaram por suas peculiaridades, seis personagens bem diferentes, pois cada um tem um dom, ou é um ser místico, como nossa mocinha Annika, uma sereia apaixonante, doce, inocente e muito espontânea. Foi difícil segurar a risada quando ela fala tão diretamente sobre assuntos que constrangem e acabam deixando nosso mocinho, Sawyer, quase vermelho de vergonha. Muito bom mesmo!

Nora Roberts começa esse segundo livro com nossos protagonistas se preparando para o combate, são treinos, compras de equipamentos e muitos momentos de relaxamento, mesmo que eles saibam que Nerezza está à espreita, e que ela vem com força total e dessa vez bem mais perigosa. Então, na sequência começam as batalhas, muita ação e emoção, que deixa o leitor preso e vidrado nas páginas do livro. Com muita maestria Nora cria um cenário perfeito, você consegue se ver em batalhas na terra, ar e água como se estivesse lá, se afogando, caindo e tudo o mais. Eu amei essa dinâmica, essa emoção toda.

O ponto forte da trama é o entrosamento dos personagens, o desenvolver de seus relacionamentos, já que desde o primeiro volume da trilogia fica bem claro que pares se formarão, e não é surpresa nenhuma quando eles se aproximam e se envolvem, mas bom mesmo é ver como isso acontece, sem ser tão lógico e tão claro, pode-se dizer que é até inusitado o desenrolar dos fios que unem nossos pares.

Eu amei e recomendo. Já estou ansiosa pelo terceiro e último livro da Trilogia Os Guardiões, que só chega às livrarias em novembro. Estou aqui contando os dias.


site: http://www.sempreromantica.com.br/2018/08/baia-dos-suspiros-nora-roberts.html
comentários(0)comente



Cheiro de Livro 30/07/2018

Baía dos Suspiros
Sempre digo que quando Nora Roberts resolve escrever com o sobrenatural já chego com um pé atrás. Em “Baía dos Suspiros” (tradução: Maria Clara de Biase) a situação é bem pior já que o primeiro livro, “Estrelas da Sorte”, é péssimo. Foi com toda essa má vontade que peguei “Baía dos Suspiros” para ler, fui surpreendida por um segundo livro bem melhor do que o primeiro.

Os Guardiões continuam em busca das três estrelas e tentando se proteger de Nerezza a deusa da escuridão. Como em qualquer série de Roberts cada livro é dedicado a um casal e o o desse livro é formado por Sawyer e Annika, o viajante do tempo e a sereia. O cenário muda da Grécia para Capri mas o clima continua o mesmo, tudo paradisíaco, repleto de riqueza e sem qualquer surpresas na trama.

O que faz esse livro ser bem melhor do que o anterior é o desenvolvimento dos personagens e seus relacionamentos. Não há dúvidas desde o primeiro momento quais serão os pares que se formarão e isso não é um problema, o problema é contar mal essa história, o que Roberts fez no primeiro livro. Sawyer e Annika desenvolvem o romance aos poucos e as questões que ambos levantam são pertinentes para a história deles e da série. As vantagens dos segundos livros de séries é que neles Roberts é sempre obrigada a começar os romances que serão o foco do livro seguinte e aqui isso é feito com uma certa sutileza, se é que podemos falar em sutileza quando já se sabe tudo o que vai acontecer.

Essa série continua não sendo das melhores de Roberts, mas agora melhorou bem.

site: http://cheirodelivro.com/baia-dos-suspiros/
Ludy 20/09/2018minha estante
Também acho que a Nora está deixando a desejar... Decepcionada! As últimas trilogias dela foram bem fraquinhas.




Lari 30/03/2020

Nora
Acredito que o simples primeiro nome a autora já seria suficiente para justificar uma avaliação 5 estrelas,mas preciso dizer que fiquei muito apaixonada nesse livro. Eu simplesmente amo esse casal, mocinha mais sincera não existe. Eu ri muito lendo esse livro. Uma das melhores trilogias da Nora e apesar de não ser meu casal favorito dessa trilogia, esse com certeza foi meu livro favorito dela.
comentários(0)comente



39 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3