Uma Dama Fora dos Padrões

Uma Dama Fora dos Padrões Julia Quinn


Compartilhe


Resenhas - Uma Dama fora dos Padrões


96 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Vânia 18/01/2019

Os Rokesbys #1
Muito antes de existir os Irmãos Bridgertons, aquelas oito pestinhas filhos de Violet e Edmund Bridgerton, houve os Rokesbys, que, por acaso, eram vizinhos diretos dos Bridgertons daquela época.
De fato, Edmund Bridgerton, o patriarca daquela família que tanto amamos, aqui só tinha quinze anos somente.

Mas vamos contar a história da irmã mais velha dele, Billie.
Billie era considerada uma dama fora dos padrões porque ela não se sentia encaixar com toda a pompa e circunstância da elite de Londres.

O seu pai por ser um Visconde, dono de Aubrey Hall, dava a ela o direito de ser reconhecida como uma dama, mas se o era de fato? Os Rokesbys diriam que não, especialmente os rapazes.

George, Edward e Andrew eram os filhos mais velhos da família Rokesby.
O pai destes era um conde, Conde de Manston.
As duas famílias vizinhas se davam muito bem, e os rapazes Ed e And eram amigos de peripécias de Billie. Ela não parava quieta e jamais recusava um desafio.
Havia ainda Mary Rokesby, muito amiga de Billie e apenas dezessete dias mais velha.
Mary era a voz da razão do quarteto... não que eles a ouvissem muito.

George, o herdeiro e cinco anos mais velho do que o segundo filho, não participava tanto assim das brincadeiras já que desde cedo estava sendo treinado para sua futura responsabilidade, mas ele convivia com Billie o suficiente para saber do que ela era capaz.
E, por isso, não foi surpresa para ele encontrá-la em cima de um telhado, com o tornozelo torcido, porque havia caído de uma árvore tentando ajudar um gato mal-agradecido.

Na idade de vinte e três anos - e com sua amiga Mary já casada -, Billie era preocupação constante sobre quando ela finalmente sossegaria.
Mas além do fato de ela não se sentir certa para conviver em Londres (ela havia sido apresentada à Corte e, por um acaso, houve um certo acontecimento "quente", e isso fez com que ela não tivesse sua Temporada), ela era a responsável por administrar as terras do pai.
Como este já não se envolvia tanto nesses assuntos, e o irmão dela - o herdeiro - ainda estava estudando -, ela tomou para si essa responsabilidade. E como ela amava fazê-lo!
Ainda que a princípio isso tivesse chocado os inquilinos por ela andar de calças.

Os Rokesbys e Bridgertons tinham esperança de que as duas famílias finalmente se unissem através do casamento de seus filhos. Isso significava que Billie poderia se casar com Edward ou Andrew. Mas Edward estava nas Colônias trabalhando para Sua Majestade, e Andrew só estava em casa porque havia quebrado o braço e ficaria até se recuperar, mas seu trabalho era na Marinha.

George, aos 27 anos, ainda não procurava por uma esposa, mas quando o fizesse esta seria o exato oposto de Billie. Seria refinada, bem instruída na administração do lar, lhe daria herdeiros e se vestiria como uma dama.
Mas desde que todos começam a trabalhar para que Billie tenha a chance de se casar com um de seus irmãos, ou talvez com qualquer outro cavalheiro de Londres, George passa a reparar em todos os detalhes dela que ele conhecia de cor, mas que, por alguma razão, nunca havia dado o devido valor.

Ela tinha olhos castanhos lindos. O sorriso era imenso e sincero e sua personalidade marcante fascinava. Ela era autêntica, diferente das damas da sociedade que faziam joguinhos e flertavam com seus leques.

E acaba que essa atração se torna mútua.
Como Billie nunca havia reparado que o jeito sisudo de George escondia um homem preocupado com suas responsabilidades e que amava a família acima de tudo?

O romance começa e se torna maravilhoso e estranho ao mesmo tempo, mas quando os Rokesbys recebem a notícia de que Edward havia desaparecido nas Colônias, eles precisam focar nas prioridades pelo bem da família... ou será que ainda haveria alguma chance?
5 estrelas
comentários(0)comente



lissa 18/01/2019

Amei!
O típico clichê cão e gato que eu tanto amo! Me encantei com os Rokesbys e fiquei apaixonada pela Billie. Depois deste, com certeza irei ler mais livros da Julia Quinn!
comentários(0)comente



kika 17/01/2019

Uma dama fora dos padrões é aquele velho clichê que amamos. Dois protagonistas que são como cães e gatos, mas não se resistem. Apaixonante!
comentários(0)comente



Kalyne @oreinodaspaginas 17/01/2019

Resenha
Uma dama fora dos padrões

Nesse momento eu sei o que se passa em sua cabeça, tudo bem, não adianta negar, não precisa se encabular, eu sei que você deve estar pensando: lá vem ela com Julia Quinn outra vez? hahaha sim meu caro leitor, caso ainda não tenha percebido, Julia é uma das rainhas da literatura que abrilhantam a minha vida. Nós leitores tanto pedimos, que ela atendeu as nossas suplicas e nos trouxe Os Rokesbys, uma família que é vizinha dos Bridgertons há séculos.
Sybilla (Billie) Bridgerton é a irmã mais velha de Edmund Bridgerton (o pai dos nossos queridos irmãos Bridgertons), uma garota destemida, impetuosa e que foge completamente dos padrões aceitos pela sociedade, afinal, além de tudo ela usa calças quando precisa cuidar de Aubrey Hall, a propriedade da família.
“Ela era tudo que ele nunca quisera em uma mulher. Era teimosa, estupidamente imprudente e, se ela tivera um momento feminino em sua vida, ele nunca tinha visto.
E ainda assim...
Ele engoliu em seco.
Ele a queria. A queria como nunca quisera nada. Queria o sorriso dela, e o queria só para si. Ele a queria em seus braços, sob seu corpo... porque de alguma forma sabia que, na cama dele, ela seria misteriosa e feminina.”

Como as duas famílias eram muito próximas, era de esperar que Billie se casasse com um dos irmãos Rokesby. Alias, era mesmo o plano das famílias, já que Billie sempre foi amiga de Andrew e Edward. Ela não se oporia a isso, exceto se o escolhido fosse George, o arrogante e irritante irmão mais velho. Eles não se suportam, e sempre foi assim.
Aaah, a vida é uma grande caixinha de surpresa, vocês se lembram disso? Quando o destino obriga Billie e George a permanecerem juntos em um lugar fora do comum, esses dois inacreditáveis adversários, descobrem que o sentimento entre eles é algo totalmente diferente do que imaginavam. E quando inesperadamente um beijo acontece, eles percebem que as vezes a pessoa certa para você, estava ali do seu lado o tempo todo.
“Não, não tinha a ver com George. Não podia ter a ver com George.
Só que... recentemente parecia que tudo tinha a ver com ele.”

Particularmente eu amo histórias sobre encontrar o amor nos locais mais inusitados. Confesso que amor a primeira vista não me aquece o coração como um amor que foi lapidado e polido. E assim foi o sentimento que surgiu entre Billie e George. Mais uma vez Julia soube trabalhar um enredo cativante, com personagens espirituosos e que nos fazem viver a história deles através das páginas.
Identifiquei-me com Billie pela forma singular de ser. A considero um espírito livre, que se permite viver, independente do que a sociedade vai pensar. De certa forma deveria ser assim o modo correto de viver não? A coragem de Billie em assumir os seus sentimentos e correr atrás daquilo que a faria feliz, foi algo encantador ao longo das páginas. Às vezes esqueço que se trata apenas de uma personagem literária e imagino como ela seria nos dias de hoje rs.
“Mesmo naquela época, ela já sabia que não era como as outras garotas. Não queria tocar piano ou costurar. Queria estar ao ar livre, voar na garupa de seu cavalo, a luz do sol dançando pela sua pele enquanto seu coração pulava e corria com o vento.”
George, aaaah George... Se os outros Rokesbys forem como ele, digamos que os Bridgertons terão fortes concorrentes no mundo literário rs. Achei-o um perfeito cavalheiro, alguém de fibra e moral, que valoriza a família acima de tudo. Exatamente como os meninos Bridgertons. Creio que Julia sabe como criar príncipes encantados bem melhores do que os dos contos de fadas.
E se você meu caro, se lembra de Pall Mall, no estilo Bridgerton, fique sabendo que terá uma maravilhosa surpresa nesse livro. Gostaria de contar mais detalhes, mas só saibam que eu até gritei de emoção com uma determinada cena. Uma dama fora dos padrões é o primeiro livro da série Os Rokesbys, além de contar com uma narrativa eloqüente, uma história encantadora, o livro possui um gancho perfeito para o próximo volume que só me fazem pensar nas seguintes palavras: preciso urgentemente.
“E então, porque ela era Billie Bridgerton e nunca se importara em assumir o controle, enfiou os dedos no cabelo de George e puxou sua boca até a dela.
E, porque ele era George Rokesby e iria amá-la pelo resto de seus dias, retribuiu o beijo.”



site: http://oreinodaspaginas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Cris 16/01/2019

Um gato, fraturas, família e amor
Nesse livro temos o começo das disputas acirradas no jogo tão amado pelos irmãos Bridgertons. (Não sabe qual é?! Corre lá pra conferir essa série super divertida e apaixonante!) Se você já sabe, poder ser que esteja curioso nesse momento.
Sybilla Bridgerton nunca foi o que imaginavam que uma moça inglesa e filha de um Visconde deveria ser. Ela usava calças pra conferir as plantações, ajudava na administração da propriedade da família, corria por aí apostando quem subia mais rápido nas árvores com seus vizinhos, os filhos dos Rokesby.
As famílias, muito unidas moravam cerca de 5 km uma da outra. Há muito tempo já se viam como uma única família.
O livro começa quando Billie, em cima de um telhado, se vê sem saída após torcer o pé tentando salvar um gato (que nem queria ser salvo) de cima de uma árvore. Ela está só e não há a quem recorrer. Mesmo assim, George Rokesby ouve alguns dos seus gritos de ajuda e para ele é impossível deixar tudo o que aprendeu sobre cavalheirismo de lado e não ajudar a irritante Billie, que ele vê como imatura, implicante e totalmente fora dos padrões.
Billie não acredita que logo George, o sério, o sempre certo e controlado herdeiro dos Rokesby vai ser seu salvador do momento. Ela cresceu com Edward, Andrew e Mary, mas George era 5 anos mais velho e não podia se dar ao luxo de escalar árvores antes de herdar o título. Nunca se deram bem, mas também não eram inimigos.
Há nuances interessantes na história, mas não vou dar spoilers. Como é o primeiro livro da série, nos apresenta George, (Edward), Andrew, Mary e (Nicholas); os irmãos Rokesby. Uma dama fora dos padrões vai girar em torno de George, que não aguenta mais ver os irmãos servindo ao país e ao rei como soldados pelo exército e ficar entre Kent e Londres, se preparando pra ser o próximo chefe de família. Mas Andrew nunca entendeu porque ele pensava assim. Na verdade, não falavam muito sobre isso. Andrew voltou pra casa com um braço quebrado pra se recuperar. Billie, com seu tornozelo torcido e Andrew, em recuperação vão mostrar a George outros pontos de vista. E George e Billie vão perceber que não se conhecem tão bem quanto pensavam. George é Billie querem encontrar seu lugar no mundo. Como vão conseguir descobrir?
comentários(0)comente



Só + um capítulo 16/01/2019

Uma Dama Fora dos Padrões
UMA BREVE RESENHA:
.;A história conta a grande afinidade entre a vizinhança dos Bridgestons e os Rokesbys, são tão apegados que formalidades não é necessária em suas confraternizações. E as crianças nem se fala, foram criados como fossem de uma família só, devido cresceram juntas e que aprontaram muitoo em conjunto.
.
Mas ao longo dos anos essas crianças se tornam adultos e cada um segue para o que foi planejado para suas vidas, exceto lady Billie Bridgerton, a qual já devia estar casada pela sua idade e ser uma boa dona de casa. Porém ninguém consegue ir contra seus propósitos, uma mulher de personalidade forte e altamente competitiva, mesmo já ter passado da idade para fazer tal coisa, simplesmente não aceita menos que a vitória.
.
🖤Mas o mundo dá voltas e ela, acaba se encontrando em uma situação particularmente constrangedora e acaba por recorrer a pessoa que tem menos ‘’afinidade’ entre seus vizinhos; lorde George Kennard, o futuro conde. Ambos sempre se aturaram ao longo de suas vidas, através de arrogância e de desafios verbais. .
Apesar de George estar amando o modo que encontra Billie, ele é um cavalheiro né amores e vai salvar aquela mulher sem noção. Mas nem tudo sai como planejado, eles tem o risco de serem pegos em uma situação muito duvidosa, o que acaba criando mais discussões entre eles, mas não só isso que acontece, pela primeira vez se olharam de um modo que nunca tinham reparado antes...
.
MINHA OPINIÃO:
.
Eu ando percebendo que os livros mais atuais sobre romance de época vêm trazendo personagens femininas mais ‘’ auto suficientes ‘’ para esta época, onde a mulher era uma mercadoria, isso me faz gostar mais ainda deste gênero.
.
Em contra partida achei que a autora estava correndo o tempo todo na história, entre os livros que já li dela este é o que tinha mais conversação do que detalhes da história. Eu particularmente senti falta disso, talvez porque eu gosto de livro com bastantes detalhes.
comentários(0)comente



Leticia Simoncelos 15/01/2019

Casal memorável e apaixonante.
Uma Dama Fora dos Padrões como o próprio título induz, nos conta a apaixonante história de um casal literário dos mais especiais que já conheci, do tipo que fica memorizado na mente e te faz devorar o livro em praticamente 24 horas, como aconteceu comigo. Quinn por esse tipo de trabalho e outros tão famosos quanto, ainda permanece no topo de forma bastante segura e inabalável como a minha autora favorita. Este livro em especial tem o que ao meu ver (como boa leitora de romances românticos históricos), algo que o faz especial como poucos, a disposição para reler de prontidão a mesma obra que acabei de finalizar. Nem preciso dizer que se trata de uma boa história.
comentários(0)comente



Coisas de Mineira 14/01/2019

“Billie virou o livro para que George pudesse ver as letras douradas do título. - Enciclopédia de Agricultura de Prescott.- Volume quatro - disse ele com ar de aprovação. Ele tinha os três primeiros volumes na biblioteca pessoal.”

“Antes dos irmãos Bridgertons, havia OS ROKESBYS” essa é a primeira frase que encontramos no exemplar da nova série de Julia Quinn. Na história, Billie Bridgerton cresceu junto com os irmãos Rokesbys, já que suas famílias são vizinhas há séculos e, por isso, todos esperam que a garota algum dia se case com algum deles.

Apesar dessa proximidade toda, existe um Rokesby que a menina não suporta: George, o irmão mais velho. Mas o destino tem um senso de humor perverso, e depois dos dois serem obrigados a passar um tempo juntos e sozinhos alguma coisa acontece na relação deles. Essa é a premissa de “Uma Dama Fora dos Padrões” o primeiro livro da série “Os Rokesbys”.

Preciso confessar que nunca li “Os Bridgertons”, mas depois dos últimos livros da Julia que recebi, tive que colocar a série urgentemente na minha lista. Se ela levar o mesmo tom que tive nessa e em outras histórias da autora, tenho certeza absoluta que vou me apaixonar. Nessa trama, por exemplo, a paixão foi tão forte que a leitura durou apenas um dia, quando vi, já estava de madrugada e o livro no fim, com meu coração pedindo a continuação.

É bom não é? Quando pegamos uma história assim que dá prazer em ler, nos prendendo de uma forma que nem vemos o tempo passar. Todas as vezes que acabo um livro assim, fico com o coração mais leve e feliz, uma sensação tão boa. Tenho que agradecer muito a Julia por me propiciar alguns momentos bem agradáveis com as histórias que ela conta.

Falando da autora, tem algo que tenho percebido em outros livros dela: todas as histórias possuem uma personagem mulher que é forte e com o espírito bem fora da sua época. Em “Uma Dama Fora dos Padrões” Billie é essa pessoa. Sendo mulher, a garota não é herdeira das terras do pai, mas sendo bem mais velha do que seu irmão, ela busca entender dos negócios para ajudar sua família.

Leia a resenha completa em: www.coisasdemineira.com/2019/01/resenha-uma-dama-fora-dos-padroes-julia.html
Por: Ana Elisa Monteiro
comentários(0)comente



Rayane 12/01/2019

É lindo!
Os personagens são uns amores. Se entendem só no olhar, sabe? E a gente consegue ficar apegada a eles fácil fácil. Foi o meu primeiro livro da Julia e já comecei com o pé direito sem dúvidas. Em nenhum momento a leitura é tediante, é muito fluída. Tem doses de humor, de paixonite aguda. Nunca tinha lido romance de época e esperava que não fosse gostar, porém, acabei amando e pretendo ler muitos outros. Tem momentos que você suspira, fica dando risinhos, sem perceber, sabe? É com certeza, um dos melhores livros que ja li. E queria mais um pouquinho desse casal. Ah, e o final, nos faz aguardar ansiosos pelo próximo livro da série.
comentários(0)comente



Evellyn 12/01/2019

Quem disse que algo fora dos padrões não pode ser bom?
É maravilhoso e revigorante ler novamente algo de Julia Quinn e sentir como se fosse a primeira vez, essa mulher é realmente muito boa com as palavras. E com "Uma Dama Fora Dos Padrões" não poderia ter sido diferente, o livro é engraçado, encantador, apaixonante e totalmente fora dos padrões oque torna ele muito especial e claro inesquecível.
Se você nunca leu algo dela, pelo amor de Deus leia, porque você não vai se arrepender de começar.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jeh 09/01/2019

Leria até a lista de compra da JQ
Definitivamente Julia e uma das minhas autoras preferidas de romance de época. Embarquei nesse mundo por conta dela e por mais que alguns livros não me prendam, ainda assim são ótimos.

Amo quando a JQ traz mocinhas feministas, a frente de seu tempo e Billie Bridgerton não é diferente,logo de cara a gente vê a mocinha presa em cima do telhado tentando salvar um gato que não está muito interessado em ser salvo. Aliás várias vezes eu posso ter visto na Billie outra garota Bridgerton e isso fez com que desse uma saudades imensas de uma certa família.

Geoge e o oposto de Billie, ele é o tipo mocinho centrado, sério e que não fez grandes estripulhias ao longo da vida, e então ele se vê em um ato de puro cavalheirismo ajudar nossa mocinha. É assim que esses dois apesar de estarem presentes um na vida do outro há anos, começam a se entrelaçar e a conviver.

E um romance delicioso, com alguns mistérios é um final pra lá de surpreendente que faz com que a gnt espere aflita pelo próximo volume da série.
comentários(0)comente



Regiane Moreira 07/01/2019

Com autoras famosas sou mais exigente...
Comprei o e-book em pré-venda e deixei de lado... depois que li “Mais lindo que a Lua”, eu que adorei a série “Os Bridgertons”, fiquei ressabiada.
Com o lançamento do segundo livro da série “Os Rokesby” para dia 14/01, que também comprei em pré-venda, resolvi ler o livro 1.
Fiquei aliviada ao comprovar que a fase estranha de Julia Quinn havia passado. Me deliciei com o enredo e os personagens: George Rokesby e Sybilla Bridgerton. Além de ficar encantada em conhecer a estória da irmã mais velha de Edmund Bridgerton... o patriarca da ninhada da série anterior.
George, um futuro conde e primogênito dos Rokesby, por ser 5 anos mais velho e o herdeiro, sempre se sentiu magoado, isolado, incompleto e até ciumento dos irmãos que, no passado, eram unidos e se divertiam juntamente com Billie Bridgerton (a vizinha indomável e irresponsável), e hoje, serviam ao País, enquanto ele tinha que ficar resguardado em casa.
O que não poderia imaginar era que um gato fosse interferir e alterar seus sentimentos.
Billie Bridgerton é uma menina/mulher. Aos 23 anos e solteira, faz tudo impulsivamente. Sente que que se casará com um dos Rokesby, apesar de considerá-los como irmãos, menos claro com o irritante e chato George... até que o gato entrou em seu caminho.
Vou justificar o porquê das 4 e não 5 estrelas :
Para mim faltou algo... ocorreram fatos que poderiam ter sido mais explorados, levando a mais ação ou mistério.
Se não tivessem existido essas possibilidades no enredo, talvez minha nota fosse 5.

Pitaco extra: A capa é realmente linda, mas não tem nada a ver com a época do livro ... séc. XVIII, época de perucas imensas e pó no cabelo...

Mas, com certeza, recomendo...
Comprar livro - https://amzn.to/2RweTNv
e-book - https://amzn.to/2VAapEw

site: https://meupitacoliterario.blogspot.com/
comentários(0)comente



Book.Obsession 06/01/2019

Os Bridgertons e os Rokesbys sempre tiveram uma ligação, apesar dos Bridgertons terem chegado primeiro a cidade e se instalado em Aubrey Hall, os Rokesbys moravam em Crake House, há uma distância de apenas cinco quilômetros. Com a proximidade de suas casas em Kent, Inglaterra, os filhos acabaram passando a infância juntos e assim desenvolveram uma amizade.

Porém, os Rokesbys sobressaíram em relação aos títulos quando o patriarca foi condecorado sendo o primeiro conde de Manston. Mas isso não impediu que vivessem juntos e como consequência esperavam que de certa forma, Billie Bridgerton se casasse com algum dos filhos herdeiros dos Rokesbys.

Estamos em 1779, George Rokesby em seus 27 anos, é o primogênito da família. Herdeiro por natureza, cresceu seguindo à risca todos os costumes e modos que se é esperado de um filho que terá que assumir o condado e assim cresceu privado de várias experiências de quando se é jovem.

"George Rokesby era exatamente o tipo conservador e retrógrado que se esperaria do herdeiro de um condado. Seria justo dizer que George Rokesby, o filho mais velho do conde de Manston e atualmente conhecido pelo mundo civilizado como o visconde de Kennard, era um cavalheiro sereno."

Billie tem 23 anos e é uma Bridgerton, sendo a mais velha dentre seus irmãos. Determinada e dona de uma personalidade forte, sua inteligência e senso de responsabilidade, principalmente em assuntos ligados aos bens e administração das propriedades de sua família chama atenção de muitos. E se tem uma coisa que Billie não gosta é de seguir qualquer tipo de padrão ditado pela sociedade, fazendo dela uma espécie de raridade entre as mulheres daquela época.

"— Nós, mulheres, faríamos um trabalho muito melhor se pudéssemos governar."

Esse comportamento completamente fora dos padrões a faz se meter em várias confusões e por sentir necessidade de ajudar um gato que presumiu que precisava ser salvo do telhado, Billie fica presa. Como se já não bastasse a situação constrangedora, em seu caminho surge George que não perde tempo em tirá-la do sério com suas piadinhas, mas como uma desgraça nunca vem sozinha, o rapaz se enrola e ambos acabam presos, precisando assim, passarem um tempo até que alguém apareça para ajudá-los.

"Ela estava em apuros, portanto ele não tinha escolha. Precisava ajudá-la, por mais irritante que a achasse. E ele achava. Ah, ela sabia que achava. George nunca fizera qualquer esforço para disfarçar isso. Embora, para ser sincera, nem ela."

O que eles não contavam é que o tempo que passam juntos aguardando ajuda, conseguiriam conversar sem trocar tantas farpas e perceberiam que a pequena chama estava prestes a se acender em seus corações.

Mas será que os dois conseguiriam passar por cima de todas as diferenças e picuinhas que sentiam desde a juventude para se entregarem a essa descoberta?

Resenha completa: https://bit.ly/2LVh5J1

site: http://www.bookobsessionblog.com/2019/01/resenha-uma-dama-fora-dos-padroes-julia.html
comentários(0)comente



@semprelendobypri 04/01/2019

Aquele romance que aquece o coração
Como todo livro da Julia Quinn esse não poderia ser diferente, com aquela mocinha super a frente do seu tempo e com personalidade forte, e aquele mocinho que nos apaixonamos, terminamos a leitura com o coração aquecido e claro querendo mais!!
comentários(0)comente



96 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7