Uma Dama Fora dos Padrões

Uma Dama Fora dos Padrões Julia Quinn


Compartilhe


Resenhas - Uma Dama fora dos Padrões


54 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Queria Estar Lendo 20/08/2018

Resenha: Uma dama fora dos padrões
Uma Dama fora dos Padrões é o primeiro livro da nova série da Julia Quinn, que nos apresenta a família Rokesbys; vizinhos e também amigos íntimos dos Bridgertons. A história gira em torno de Billie, Sybilla Bridgerton, e George Rokesby.

A história de passa na Inglaterra, mais precisamente em Kent e parte em Londres, durante o ano de 1779. Nela, somos apresentados à Billie Bridgerton, o tipo de mulher que definitivamente não segue os padrões e não liga para isso. Ela é a mais velha dos irmãos e, apesar do contragosto da mãe, vive de calças e cuidando da propriedade da família. De uma inteligência e uma cabeça-dura sem igual. Adora um bom livro de Agricultura, claro, para desespero da mãe. No auge dos seus 23 anos, a família e amigos já desistiram de importuná-la com isso, apesar de acharem que ela está na hora de arrumar um marido.

"- Nós, mulheres, faríamos um trabalho muito melhor se pudéssemos governar."

Billie não acredita que arrumar o marido vai ser um problema, já que a sua amizade e da família com os Rokesbys a leva a crer que irá se casar algum dia com Edward ou Andrew. Ambos foram embora de Kent para lutar pelo país. Edward pouco manda notícias, para preocupação de todos e Andrew está de volta a Kent graças a um braço quebrado no navio.

O outro personagem principal dessa história é George, o filho mais velho dos Rokesbys. Como herdeiro e futuro responsável pela propriedade, ele nunca pode se alistar para o exército. Dono de uma presunção e um cavalherismo sem limites, ele e Billie vivem se alfinetando sempre que se encontram.

"Mas é claro que era ele. Porque quem mais passaria ali no pior momento, no mais estranho e embaraçoso, na única maldita hora em ela precisava ser resgatada?"

Billie nunca viu George como um amigo nem nada parecido com isso. Da família Rokesby, ele era o único com quem ela não tinha uma relação amigável. Mary, a única mulher entre as filhas, era sua melhor amiga desde o berço, literalmente, apesar de serem muito diferentes. Porém, Mary se casou e não mora mais em Kent, elas trocam cartas regularmente, mas não é a mesma coisa.

Edward foi embora com o exército e Billie também sente muita falta dele; junto com o irmão, Andrew, os três viviam brincando e passaram toda a infância juntos. Andrew é o mais brincalhão dos irmãos e importuna Billie como um irmão mais novo faria. É adorável e divertido ver a relação entre os dois. Andrew é o dono das melhores frases e cenas e de parte do meu coração.

"Eles ouviam Mary vez ou outra. Ouviam mesmo. E provavelmente era o único motivo pelo qual todos os quatro tinham atingido a idade adulta sem sequelas.
- Está lendo uma enciclopédia sobre agricultura e reclamando que é muito árida?"

Já o lado da família Bridgerton, somos apresentados a mãe de Billie, uma perfeita dama da sociedade. Ela e Billie tem uma relação de respeito e poucos conflitos, ela tolera que Billie use calças, exceto em eventos sociais nos quais Billie tem que usar vestidos, e entende o gênio da filha. Também conhecemos a irmã mais nova de Billie, Georgiana, com 14 anos já tem tudo para ser uma excelente dama e em alguns anos com certeza terá sua mão disputada por vários homens.

A relação de gato e rato de Billie e George é maravilhosa, fica com aquele sentimento maravilhoso de "pelo amor de Deus, quando vocês vão entender que são perfeitos juntos e se acertarem?". Foi muito bem construída! A cumplicidade que os dois constroem é linda. Você quer socar os dois por serem tão orgulhosos, mas no segundo seguinte querer guardá-los num potinho pra que nada destrua tanta fofura.

"- Sabem o quanto eu trabalhei para isso? Juro que pensei que teria que bater em você com uma vara."

Esse livro encheu meu coração de amor de um jeito que não estou cabendo em mim. Me admira muito eu conseguir escrever essa resenha até aqui sem surtar nem um pouco, porque eu não estou conseguindo lidar, de verdade. Ao mesmo tempo que quero guardar o livro numa redoma pra ter essa história só pra mim, eu quero que todo mundo leia e divida comigo esse sentimento, porque não está cabendo!!!!

Devo dizer que minhas partes favoritas do livro estão marcadas com post it e me segurei muito, porque, na real, eu queria colar post it no livro todo e foi muito difícil escolher só algumas para colocar na resenha, esse livro merece um post só com as melhores frases.

Julia Quinn faz com que você se apaixone por cada um dos personagens, cuidado. A escrita é bem leve, divertida e flui de uma forma rápida. Me segurei muito durante a leitura pra não ler tudo de uma vez. Queria devorar a história e saber o que acontecia, mas ao mesmo tempo queria me deliciar com a leitura.

Esse sentimento de devorar o livro ainda junta com a diagramação brilhante, com capítulos um em seguida do outro, diferente do formato comum que mantém o início do capítulo no topo da página o que me impedia de parar de ler já que quando eu via, já tinha começado outro capítulo.

A autora consegue tornar uma partida de croquet num cenário de guerra e a construção de um castelo de cartas em uma tarefa fascinante de assistir. Esse é um livro com alfinetadas pra todo lado, cenas divertidas, uma cumplicidade e amizade linda de Billie com os irmãos Rokesby e lógico, um romance daqueles que queremos pra nossa vida.

Foi o primeiro livro da Julia Quinn que li e ela já está no meu coração. Nesse momento me odeio um pouco por não ter lido nenhum livro dela antes. Se você nunca leu, não se arrependa como eu LARGA TUDO E VAI LER JULIA QUINN. Arqueiro, por favor, publica os próximos logo, quero mais!!!

site: http://www.queriaestarlendo.com.br/2018/08/resenha-uma-dama-fora-dos-padroes.html
Annete.Chavez 20/08/2018minha estante
Para mim, este é o melhor livro dela que eu já li! Foi incrível ver as brigas da Billie e do George, porque normalmente eu não gosto desta temática nos livros. Mas ela foi tão bem construída pela Julia Quinn, que eu esperava ansiosamente pelas brigas dos dois kkkkkk


Cris Moraes 17/09/2018minha estante
Na semana passada, concluí a leitura dos oito volumes sobre Os Bridgertons. Foi um ano em companhia de personagens tão gostosos de se viver... E, logo em seguida, este livro chegou em minhas mãos... Ainda está embalado, mas já estou ansiosíssima para começar a leitura. Amo Julia Quinn...




Cheiro de Livro 24/07/2018

Uma dama fora dos padrões
Já falei várias vezes que sou muito fã da Julia Quinn, mas reforço esse fato nesta resenha. A cada livro, me apaixono mais por seus personagens e por sua narrativa bem-humorada e romântica. Li o primeiro livro da nova série – Os Rokesbys – há alguns anos, assim que saiu, e ainda me pego sorrindo quando lembro da história. Nos EUA, o título é “Because of Miss Bridgerton”, mas a tradução ficou “Uma dama fora dos padrões”, que eu particularmente acho incrível! Porque essa é a descrição perfeita para a protagonista Billie Bridgerton, uma jovem que não se deixa definir pelo que se espera dela. A-DO-RO!

A sinopse brinca com aquele clichê de gato-e-rato que a gente ama! Era esperado que Billie se casasse com um dos irmãos Rokesbys: ou Edward ou Andrew, mas nunca George, o herdeiro do condado e o único que Billie não suporta. E por quem que Billie vai acabar se apaixonando? Pois é!

A delícia de “Uma dama fora dos padrões” é que sabemos que Billie e George vão se apaixonar, mas é o como isso vai acontecer que é adorável. São personagens que, embora se conheçam e se deem bem, não são tão fã um do outro assim: George acha Billie “atacada” demais e Billie acha George arrogante demais. Isso até uma situação, que seria hilária se não fosse dolorosa (e um tanto engraçada), os forçar a ficarem fisicamente próximos – no estilo ele-tem-que-carregá-la-no-colo-algumas-vezes o que me faz hiperventilar, minha gente! E o legal é que o amor não é instalove, sabe? Ele vai crescendo aos poucos durante a narrativa, vai se desenvolvendo e eu vou me apaixonando junto. É viciante, pessoas!

Eu particularmente adoro histórias repletas de angst, daquelas cenas que causam frio na barriga de antecipação tanto nos personagens quando nos leitores, daquelas trocas de olhares e de toques que deixam o meu rosto quente de tanta paixonite aguda! E esse livro é a joia da coroa da rainha dos romances de época, Julia Quinn! Até o segundo livro sair, claro, porque ele consegue ser ainda mais incrível do que este (e conhecemos mais um irmão Rokesby, que são tão encantadores quanto os Bridgertons). Mas isso é história para o próximo post.

“Uma dama fora dos padrões” chegará às livrarias em agosto, publicado pela Editora Arqueiro e traduzido por Viviane Diniz. Gente, se vocês gostam de romance de época ou se querem começar a investir na leitura desse gênero agora, esse livro é uma excelente pedida! Não precisa ter lido a série “Os Bridgertons” antes, pois essa série se passa décadas antes e sim, tem relação com a nossa querida família.

Ai ai … tô aqui suspirando e já querendo reler o livro …. coisa linda, gente!

site: http://cheirodelivro.com/uma-dama-fora-dos-padroes/
Taís 03/08/2018minha estante
undefined


Vicky.Maria 05/08/2018minha estante
A Billie é filha de quem? Eu li os Bridgertons... ela é filha de alguém da série anterior?


NanaMarini 09/08/2018minha estante
Gente!! A Billie é irmã do Edward Bridgerton?? Af, to confusa hahaha


Leica.Heringer 10/08/2018minha estante
Eu achei bem bobinho o romance... sem emoção nenhuma; infelizmente não correspondeu minha expectativas.




Ruth 05/08/2018

Para mim, algo não encaixou neste livro. Mocinha irritante, não me agradou. Mocinho ok. Esperava mais desse livro, por ser mais recente e ter uma Julia mais madura. Diálogos perdidos, que não fazem muito sentido com o momento. Situações que fazem mais passar raiva do que torcer pelos protagonistas.
Claro, lerei os próximos porque gosto desse estilo e gosto da Julia. Espero que seja mais romântico e menos irritante, na minha opinião.
Joyce Oliveira 06/08/2018minha estante
Conta quais situações fizeram vc passar raiva. Pq tem romances de época que as autoras querem fazer cenas hilárias mas acabam sendo marcantes kk


Ruth 07/08/2018minha estante
Olha, tem umas situações em que a mocinha é teimosa mas de uma maneira boba, sem argumentos. Em alguns trechos, começam uns diálogos que eram pra ser engraçados, mas parecem mal encaixados. Também tem uma viagem à Londres no meio de uma situação familiar, que na minha opinião, não era o momento de acontecer.


Ruth 07/08/2018minha estante
Mas, é um livro da Julia, né?! Demorei um pouco mais que os outros, mas fui até o fim!! ?


Joyce Oliveira 07/08/2018minha estante
Mas não tem triangulo amoroso não né?


Iany H. 10/08/2018minha estante
Nossa, me identifiquei real com seu comentário. Estou na metade do livro e senti exatamente como você disse: Algo não encaixou. Concordo em relação aos diálogos, ao mocinho mas, gostei da mocinha, embora concorde que alguns momentos foram de fato, irritantes. Realmente minhas impressões bateram com as suas. Senti que este livro literalmente está fora dos padrões (aaah o trocadilho rsrs) da Julia Quinn. Mas, é até estranho dizer isso porque não consigo considerar o livro ruim. Costumo dizer que se deve ao fato da Julia ter nos deixado mal acostumados com suas tramas tão bem construídas,fluídas e divertidas.


Thu 16/08/2018minha estante
exatamente o que eu senti. Pra mim o personagem mais legal do livro foi o gato... kkk
falta uma certa quimica do casal, sei lá, não consegui me apegar com nenhum dos dois. haha
e a viagem pra londres aconteceu num momento tão nada a ver.




Faby Dallas 04/09/2018

Uma Dama Fora dos Padrões Julia Quinn - Arqueiro
Os Rokesbys vem antes dos Bridgertons, tanto que ao mencionar Edmund, Billie deixa claro que ele ainda é um jovenzinho, mas isso em nada desmerece, muito ao contrário, só me deixa ainda mais louca para ler todos os membros agregados, ou não, dessa família maravilhosa!!!!!

Eu amo Julia Quinn, sério, ela tem o “TOQUE” que para mim é quando um autor tem o dom de te transportar para dentro do livro, faz você viver, junto com os personagens, as emoções de cada situação e torna o livro, a cada virada de página, mais e mais emocionante. Tanto que eu não queria terminar o livro.

Billie Bridgerton e George Rokesby foi assim. Eles se odiavam desde sempre, afinal, se conhecem desde sempre, mas ficou subentendido que Billie se casaria com um dos irmãos e claro que Goerge nunca foi o cogitado, afinal ele era o herdeiro, o sucessor do título e deveia se casar com alguém que fosse tranquila, serena, recatada e do lar (sim, bem isso) pois ele é nobre até a última raiz do cabelo, mas ele tinha seus sonhos e desejos secretos, como lutar pelo país, como seus irmãos, porém não foi permitido, afinal ele era o herdeiro do título, então ele tomou para si a responsabilidade de ser perfeito (ou quase), pois não contava com a apisão avassaldora que se escondia em seu ser por Billie e nada como um gato na árvore para mostrar isso (srsrsrsr) verão quando lerem...

Eles trocam farpas o tempo tempo (adorooooooo) e nós conseguimos perceber a paixão conzinhando em fogo brando a cada encontro entre eles e digo que são situações que vocês vão morrer de rir, além de todos os personagens coadjuvantes que fazem de tudo para que ambos percebam que nasceram um para o outro.

Não falarei mais nada, pois não quero dar muitos espoilers, mas com certeza, este já esta na estante dos queridinhos, aqueles livros que com certeza, irei ler novamente, afinal a diva Julia Quinn esta de volta!



site: www.adororomancesdearacaju.blogspot.com
comentários(0)comente



Letícia 06/09/2018

Julia Quinn é a rainha dos romances de época, pegar um de seus livros é ter como certeza que você irá rir muito, torcer por uma mocinha a frente de seu tempo e por um romance improvável. O primeiro livro dos Rokesbys, que trás certa família já conhecida pelos leitores da Julia, faz com ao terminar a leitura já fiquemos contando os dias para o próximo lançamento.

Em primeiro lugar vamos dar uma salva de palmas para a lindeza que é essa capa da Editora Arqueiro, ficou incrível!

Billie Bridgerton nunca ligou muito para os padrões sociais, sempre foi uma alma livre, desde criança se aventurava pelos campos ao lado de seus dois melhores amigos Edward e Andrew Rokesby, ser uma menina nunca a impediu de fazer nada, ao crescer começou a ter uma responsabilidade quanto ao cultivo das plantações da propriedade da família, mas nunca criou juízo suficiente para não entrar em enrascadas, como ficar presa em um telhado.

George Rokesby sempre foi o certinho da família, o mais velho, o herdeiro, ele não tinha tempo de correr por ai, tinha que aprender, estudar, pois em breve teria que administrar tudo, sendo assim ele era visto pelos irmãos mais novos e por Billie, como chato e sério, até mesmo como irritante, e ele será o salvador de certa mocinha presa em um telhado.

Billie já havia avaliado todas as opções, e finalmente percebeu que subir numa árvore para salvar um gatinho e acabar torcendo o pé e ficar presa num telhado não havia sido uma de suas melhores ideias e quando ela avista um homem andando não hesita em gritar por ajuda, ela não imaginava que o tal sujeito, era George, a última pessoa que ela queria encontrar estando naquela situação.

Depois de uma confusão, acabam Billie e George presos no telhado, e o medo que ambos têm é que dependendo do tempo em que tivessem que ficar ali e de quem os encontrasse, não restaria outra opção a não ser o casamento.

Eles conseguem sair dessa enrascada, depois de nos fazerem rir bastante, mas esse momento em que ficam sozinhos no telhado faz com que eles comecem a olhar um para o outro de maneira diferente, ambos ficam confusos, já que Billie sempre achou que se casaria com um dos irmãos do George, seria o mais lógico, enquanto George nunca viu Billie como uma mulher, ela era simplesmente Billie.

Quando um dos irmãos de George desaparece nas colônias da América, ambas as famílias ficam desesperadas, George se sente impotente, nunca poderia ir arriscar sua vida pelo país, já que deveria se manter vivo para cuidar do legado da família. Billie também se sente impotente e sabe que a vida que leva não poderá durar para sempre, ela não herdaria a propriedade da família, um dia ela vai ter que largar todo o seu trabalho na propriedade para seu irmão, o herdeiro de tudo.

Conhecem certa música da banda Melim, que tem o seguinte trecho: ‘Só ouvi dizer que quando arrepia já era’, então, as coisas ficam muito arrepiadas para os dois, mas será que eles irão abrir mão do orgulho e se entregar ao arrepio? Será que vão perceber que tem mais em comum do que poderiam imaginar e que se sentem impotentes quanto ao que o futuro lhes reserva?

Julia foi a primeira escritora de romances de época que li e depois de já ter lido várias outras, ela continua sendo minha favorita, seus livros têm uma leveza incrível, são gostosinhos de ler e fazem a gente suspirar e voltar a acreditar no amor verdadeiro.

Ah, tem uma bela surpresa para os leitores da família Bridgerton, envolvendo a origem de certo taco da morte.


site: http://myronbolitarloversbr.blogspot.com/2018/09/resenha-uma-dama-fora-dos-padroes-julia.html
comentários(0)comente



Ana @thelastfewpages 09/09/2018

Muitos diálogos aleatórios...
Todo mundo esperava que em algum momento, Billie Bridgerton se tornasse uma Rokesby. Seja casando com Andrew ou com Edward, não importava. Qualquer um deles seria o par perfeito para ela. Um dia.

Mas o destino gosta de brincar com as pessoas...

Quando Billie se vê precisando ser resgatada de uma situação pouco comum, ela e George, o único dos irmãos Rokesby que Billie não suportava, são obrigados a passar um tempo juntos. O que ela não esperava é que desse momento viriam vários outros. E que a pessoa mais improvável para ela, parceria ser a única capaz de lhe despertar sentimentos.
?
É difícil começar falando de um livro que você não gostou muito, principalmente de uma autora que você sempre curtiu. Mas Uma Dama Fora dos Padrões não funcionou para mim.

Com uma narrativa bem linear, a história de Billie e George não teve muitos acontecimentos, nem reviravoltas. O livro, na verdade, nem teve um plot interessante, focando-se apenas na aproximação que o casal teve durante a história.

Billie não me conquistou, era teimosa sem razão e por vezes foi bastante infantil. Para quem esperava que a "dama fora dos padrões" fosse uma garota mais madura e com perspectivas de um mundo diferente, se decepcionou bastante.

Os diálogos no livro foi outra coisa que me incomodou. Alguns não faziam muito sentindo, parecendo estar ali apenas para preencher os buracos na falta de enredo. Sendo sincera, o livro só veio ficar bom para mim nos 65% de leitura.
Daí então foi só amor! O romance convenceu e foi super fofinho. Também houve vários momentos engraçados, que é bem típico da autora. Mas nada disso compensou mais da metade do livro sem que nada acontecesse.

Uma Dama Fora dos Padrões teve um enredo fraco e muitos diálogos aleatórios. O final fofo e os momentos mais engraçados foram o que salvaram o livro pra mim. Não dá pra negar que foi decepcionante.

"Ele tocou o rosto dela, e olhou em seus olhos. E viu seu mundo todo lá."
comentários(0)comente



Gabriela Teododo 26/08/2018

Obrigada, Julia Quinn
Só quero agradecer à senhora Quinn por mais uma história maravilhosa.
Achei o desenrolar desse livro um pouco diferente dos outros. Eles são amigos e permanecem amigos pela maior parte do livro.
Mas quando desenrola...
É de acelerar o coração e perder o fôlego.

Ansiosa pelos próximos Rokesbys.
comentários(0)comente



Eduarda.Fortunato 03/08/2018

Família Bridgerton está de volta!
E Julia Quinn não decepciona!
A Família Bridgerton voltou e dessa vez acompanhada da Família Rokesbys.
O título '' Uma dama fora dos padrões'' descreve perfeitamente a Billie Bridgerton (personagem principal). Ela é uma jovem inteligente , divertida e que gosta de cavalgar pelas terras da família.
Do outro lado , representando a família Rokesbys, além dos pais temos : George, Edward e Andrew.
Como as famílias são muito amigas e moram próximas , seus filhos crescem juntos e desenvolvem uma amizade bem forte e leve. E os mais esperado é que dessa amizade saia um casamento. A brincadeira do destino é que a Billie Bridgerton acaba se apaixonando pelo Rokesbys que ela menos tinha amizade e que inclusive vivia tendo atrito.
Prepare - se para se apaixonar pelos Rokesbys e se apaixonar ainda mais pelos Bridgerton. Nesse livro vemos que realmente certas coisas são de família , relembramos como um Bridgerton é engraçado , tem a língua afiada e que são muito competitivos! Sim, isso é deles! Também vemos que desde cedo o jogo favorito da família Bridgerton é jogado com muito afinco e da forma deles!
Érica 03/08/2018minha estante
Adorei! Quero muito!


Teca 07/08/2018minha estante
Adorei! Mto bom.... só o final que foi super corrido


Keke 09/08/2018minha estante
Quem são os pais da Billie? Ansiosa para ler!




Mary 24/09/2018

"Uma Dama Fora Dos Padrões" da Julia Quinn, é o primeiro livro da série "Os Rokesbys". A cada estória que leio da autora, me encanto mais pelos seus personagens e suas narrativa. No livro vamos encontrar uma trama bem-humorada, romântica e com personagens apaixonantes.

Billie Bridgerton é uma mulher que foge dos padrões da sociedade e é bem diferentes das demais jovens da época. Ela não gosta de usar vestidos com frequência, não está preocupada com pretendentes e detesta bales. Ela gosta de estudar sobre agricultura e ajudar nos assuntos da propriedade de sua família.

Os Bridgertons e os Rokesbys são vizinhos de longa data, seus filhos foram criados praticamente juntos e se tornaram grandes amigos, menos Billie e George, o filho mais velho e herdeiro, único Rokesbys que Billie não suporta. Os dois brigam desde pequenos e nunca conseguiram ter um diálogo sem que alguém saia como arrogante.

Por causa da amizade entre as famílias, todos esperam que Billie se case com uma dos Rokesbys, menos George, é claro. Mas quando Billie tenta salvar um gato e acaba pressa no telhado com o tornozelo quebrado, sua única salvação é pedir ajuda ao único Rokesbys que ela detesta. Billie e George são obrigados a ficar juntos no telhado, e esse tempo vai servir para mostrar que o amor pode surgir nos lugares mais inesperados.

"Uma Dama Fora Dos Padrões" é um livro que através de um romance contagiante do começo ao fim, passa uma mensagem sobre empoderamento feminino, independente da época. É bem previsível que Billie e George vão se apaixonar, mas a forma como a autora foi desenvolvendo esse sentimento através da narrativa, é o ponto mais positivo do livro. E é impossível não se apaixonar junto com os personagens. O enredo do livro é envolvente e contagiante, e os personagens são carismáticos, assim como todos já criados pela Julia Quinn.

"Uma Dama Fora Dos Padrões" foi publicado no Brasil pela Editora Arqueiro, e eu indico a leitura para quem curte romances de época simples, engraçados e cativantes.

site: www.enquadrandolivros.com.br
comentários(0)comente



Lisandra.Vieira 10/09/2018

Uma dama fora dos padrões, mas perfeita para George Rokesby
Que delícia esse livro!
Estou apaixonada por George e Billie.
Esse livro é descomplicado, leve, divertido... Eu gostei muito dos protagonistas e não teve nenhum momento em que eu tenha ficado indignada ou exausta com as lamúrias de qualquer um deles, pois simplesmente não teve isso!!! Eles não ficaram andando em círculos. No momento em que se deram conta de que estavam atraídos um pelo outro, deram espaço para as coisas acontecerem.
Billie e George se conhecem desde sempre, mas ele era o mais velho dos Rokesbys, futuro herdeiro do título, e sendo assim não foi uma criança tão livre quanto os irmãos mais novos e seus vizinhos Bridgertons, e ele sempre viu o espírito livre de Billie como um defeito, até que um fato os aproxima e as consequências disso o leva a perceber que tem muito mais coisas sobre ela que ele não fazia ideia, e quanto mais descobre, mais quer saber e ela sente o mesmo.
A química é maravilhosa. Os diálogos são ótimos. Os beijos são incríveis!
Eu amei real!!
comentários(0)comente



Carol 17/08/2018

Começar esta resenha dizendo que este livro me surpreendeu seria uma grande mentira, isso porque o talento de Julia Quinn como escritora não era desconhecido por mim, então, ao iniciar a obra, eu sabia que gostaria deste livro, e no fim, eu não estava errada. Leve e espirituoso, esta obra encanta como muitos outros livros da autora.
Baseando-se nisso, parte de mim ficou temerosa ao "conhecer" Billie Bridgerton, protagonista feminina, isso porque eu receava que a sua personalidade competitiva e aventureira, acaba-se por se tornar cansativa ou infantil, todavia isso não aconteceu, mesmo a mocinha não podendo ser categorizada como minha personagem favorita, ela conseguiu me fazer torcer por sua felicidade e dar boas gargalhadas pelas confusões em que se metia.
Ademais, George Rokesby, protagonista masculino, aparentava ser um homem mais sério e reservado, porém, com o desenrolar da história, ele mostrou seu senso de humor , sendo divertido observar suas interações com os outros personagens. George parecia, no início, perdido quanto a quem ele era, e confesso que pensei que Julia Quinn daria mais profundidade ao problema do mocinho, no entanto, o problema em questão foi resolvido de maneira tão "simplória", que me deixou com a impressão de que a problemática do mocinho era sem importância.
Convém ressaltar também, que a obra não possui muitos "dramas", ideal para quem busca livros leves e sem complicações. Tendo personagens principais e coadjuvantes encantadores, foi impossível não me apaixonar por esta obra, cujo o principal destaque foi a leveza e fluidez da narrativa. Entretanto, espero que nos próximos livros Julia coloque mais profundidade na trama, e nos personagens.
Por fim, Uma dama fora dos padrões é um livro apaixonante e que recomendo a todos os leitores, espero que gostem dessa obra como eu.
comentários(0)comente



Manu QF 03/08/2018

Mais uma vez essa autora nos deixa com um sorriso no rosto.
Bem, o que dizer de um livro onde a mocinha é fora dos padrões? Podemos dizer que faz a história ficar deliciosa! Nada como um casal de 'amigos cão e gato'.
comentários(0)comente



Rose 21/08/2018

Os Bridgertons e os Robesbys são amigos de longa data e se consideram quase uma mesma família. Esta proximidade estreitou ainda mais os laços entre Edward, Andrew, dos Rokesbys com Billie dos Bridgertons, pois eram todos da mesma faixa etária.
O mesmo não aconteceu com George, que além da diferença de idade com os irmãos, ele ainda carregava o peso de ser o herdeiro do título. Assim, ele era mais um dos expectadores das travessuras que os quatro aprontavam.
Ele e Billie acabaram desenvolvendo uma espécie de implicância, pois ele a considerava uma irresponsável inconsequente e ela o considerava um prepotente orgulhoso.
Mas esta implicância ficou de lado quando George viu que Billie estava em apuros. Ele só não contava que ao ajudá-la ficariam ambos presos em um local inusitado.
Incrível mesmo foi que depois deste episódio, ambos criaram uma certa intimidade que até então não tinham. Eles perceberam que a implicância deles camuflavam sentimentos bem mais fortes.
Mas como aceitar que justamente aquela pessoa que tanto desdenhavam estava agora mexendo com seus corações?
Em um enredo rido de cenas familiares e diálogos engraçados, Julia Quinn mais uma vez brinda seus leitores com uma família apaixonante.
O carisma e inteligência dos personagens, aliado ao sentimento de amor, amizade e companheirismo sentido ao longo da narrativa e de ambos os lados das famílias, são pontos fortes da história.
Billie não é uma dama fora dos padrões, até porque, ela não se encaixa em padrão nenhum, para desespero e deleite de George e dos leitores.
O jeito mais sisudo de George não foi páreo para a alegria nata e a língua ferina desta mocinha. Se bem que ele também tinha um belo raciocínio e não se furtava das tiradas irônicas.
Uma história encantadora que conquistará os fãs do gênero.

site: http://fabricadosconvites.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 21/08/2018

Originalmente postada em https://balaiodebabados.blogspot.com.br/
Começo essa resenha dizendo que nunca um título fez tão jus a um romance de época.

Billie Bridgerton é realmente uma dama fora dos padrões. Além de ser uma moça divertida, inteligente, astuta, sem medo de falar o que pensa, sempre tendo uma resposta na ponta da língua, a tia dos futuros irmãos mais queridos de Londres é praticamente o braço direito de seu pai em Aubrey Hall (Billie é a filha mais velha do casal). Ela me lembrou bastante Georgiana (O Príncipe Leopardo), preocupada com os seus colonos e a administração das terras, não tendo medo e nem vergonha de meter a mão na massa.

Todos da família Rokesby e Bridgerton estão acostumados com o jeito de Billie e isso é o que a faz ser querida por eles. Exceto por George Rokesby, que sempre achou Billie um tanto insolente e descuidada com seu bem estar (e das outras pessoas).

George é o primogênito dos Rokesbys e desde pequeno já carrega o papel de herdeiro das terras de Crake House. Por conta da sua educação e do peso da sua futura responsabilidade, George parece ser bem sério, arrogante e daqueles que sempre quer dar uma lição de moral. Bem, essa última parte é um tanto verdade quando se trata das peripécias de Billie, mas no fundo, George é um tanto cativante quando quer, assim como charmoso e sedutor.

Uma Dama Fora dos Padrões foi o tipo de história que adoro na vida: quando o “ódio” se transforma em amor. Depois de uma situação que envolveu um gato louco, George e Billie presos em um telhado e um resgate feito por um cara com apenas um braço funcional, o casal passa a reparar melhor um no outro e aqueles detalhes que antes lhes davam nos nervos, é o que fazem se apaixonar um pelo outro.

Gostei bastante do desenvolvimento que a Julia deu para o casal. Demora um pouco mais que o normal dos romances de época para que haja qualquer envolvimento romântico entre os dois e isso que foi o diferencial. Como falei, os dois não se suportavam, mas com o recente convívio, a visão um pelo outro começa a mudar. E então, o que era “ódio” se torna um sentimento diferente.

Os personagens secundários são super cativantes. Ladies Bridgerton e Rokesby sempre dando seus pitacos na vida dos filhos, com a melhor das intenções. Gostei muito de Andrew, um dos irmãos de George. Apesar de me parecer um tanto idiota em certos momentos, é impossível não se deixar cativar por sua personalidade alegre e divertida. Já estou bem ansiosa por seu livro. Georgiana (irmã de Billie) também foi uma personagem que me conquistou. Queria que ela tivesse mais destaque, já que não vai ter uma história propriamente dita na série, mas espero que ela encontre seu final feliz também.

Aos fãs do jogo mais competitivo de toda a Inglaterra, nesse livro sabemos como nasceu a tradição do jogo de Pall Mall e o famigerado Taco da Morte. Só demorei a associar, já que no livro traduziram para croquet, mas no contexto a gente descobre que a Julia está falando desse jogo que foi responsável por cenas hilárias em O Visconde que Me Amava.

Uma Dama Fora dos Padrões é o primeiro livro dessa nova série da Julia Quinn. Os dois próximos livros seguem a história de Edward e Andrew Rokesbys, respectivamente, e não vejo a hora de conferir.

site: https://balaiodebabados.blogspot.com/2018/08/resenha-307-uma-dama-fora-dos-padroes.html
comentários(0)comente



Taís 19/08/2018

Leve e rápido!!
É uma leitura bem leve e garante muitas risadas, flui rapidinho. Ótima dica para quem procurara um romance de época leve e descontraido, sem muito drama.
comentários(0)comente



54 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4