Floresta dos Medos

Floresta dos Medos Emily Carroll




Resenhas - Floresta dos medos


49 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Cristiano.Cruz 24/11/2020

Duas estórias salvam este encadernado que na minha humilde opinião é superestimado. O álbum concorreu e foi premiado em 2015 com o Eisner, o Ignatz e o Britsh Fantasy Awards!! Então devo ser "eu" que realmente não entendi qual o "lance" da publicação. Talvez se fosse publicado de forma menos "luxuosa" pela Darkside, que aliás prima pela qualidade de suas publicações, e muita das vezes não entrega o que alardeia a sensação proporcionada pelo custo-benefício seria um bom alívio. Não fosse pelos dois contos de cinco, muito bons, não me arrancaria uma nota sete. Se acham que peguei pesado com a qualidade apresentada para esta edição de "luxo" da editora, tente encontrar os melhores contos da edição: Minha amiga Janna e O ninho. Depois de encontrar o primeiro, que de acordo com o sumário se encontra na página 99, ficará mais fácil de encontrar o segundo, que vêm na sequência. Mas prepare-se para folhear, porque as páginas não estão numeradas.
comentários(0)comente



Luísa 13/11/2020

Amei
Gostei muito dos contos,só me assustei com um. A ilustração é magnífica. Recomendo. S2
comentários(0)comente



Duda 02/11/2020

Floresta dos Medos
Li em mais ou menos uma hora! Uma HQ que apesar do lado sombrio, é muito leve, ótima para passar o tempo e sair de uma ressaca. Com certeza darei para os meus filhos lerem ?? Recomendo, fora que a darkside é espetacular como sempre!
comentários(0)comente



Mari 02/11/2020

Ilustração perfeita.
Esperava um pouco mais das histórias.
Deu medo mas não perdi o sono.
comentários(0)comente



Sofi Mendes 30/10/2020

Amei
Floresta dos medos é uma graphic novel que contém 5 contos de terror são daqueles que te deixa curioso e pensando sobre o final que em sua maioria é bem aberto mas isso não é ruim da um sensação legal, talvez se todos os finais fossem fechados e concretos não seriam tão incríveis e um tanto medonhos. As ilustrações são incríveis assim como as histórias que te prendem de um jeito. o livro é meio curto porém muito bom.
comentários(0)comente



Nicolly RS 28/10/2020

Gostei da graphic novel, a arte é maravilhosa (nem preciso comentar essa edição da Darkside pq ta perfeita) mas confesso que esperava mais da história. Todas elas terminam de maneira inacabada, de maneira bem aberta para o leitor interpretar o final, mas achei que no final todas as histórias fossem se encontrar e tudo fosse fazer mais sentido. Mas no geral é uma GN muito boa e rápida pra ler.
comentários(0)comente



Suna 25/10/2020

Terror subjetivo
Finalmente achei algo de terror no estilo que eu gosto e não apenas tripas e sangue jogados por aí.
O livro tem 5 histórias distintas entre si mas a minha favorita foi a segunda (a mulher das mãos frias) e talvez a última mais pela conclusão que fiquei na cabeça.
Recomendo pra quem gosta mais de um horror piscicologico que algo realmente assustador em si.
O traço da autora é perfeito já junta o fofo com horror, as expressões dos personagens ajuda muito nessa construção toda e a cada história ela muda levemente o estilo para se encaixar mais com a história em si.
comentários(0)comente



Lari | @refugionasestrelas 22/10/2020

Medo, florestas e histórias bizarras
Floresta dos Medos é uma bizarra e sombria graphic novel da Darkside Books, pelas mãos de Emily Carroll. O livro conta com uma introdução e cinco contos com um ar de Idade Média, nos levando por vidas e assombrações de diferentes pessoas e famílias. Mesmo assim, todas têm um elemento em comum: a floresta.
A floresta é a liga entre as histórias, atuando quase como um personagem. Direta ou indiretamente, ela age como o medo: ainda que você não entre em seus domínios, ela sempre estará a espreitar no horizonte, observando seus atos. Até onde o medo pode nos levar? Quão fundo podemos adentrar em sua floresta? Somos prisioneiros de nossos próprios medos infundados ou tudo é real? O sussurro da floresta nos atrai, somos guiados por mãos incertas e, mesmo com nossos temores à espreita, permanecemos curiosos pelo que nos espera.
Cada um dos contos possui uma moral, assim como as antigas fábulas. A diferença é que aqui a moral é sempre sombria, deixando um tom de agonia no ar. Meu conto favorito foi “As mãos de uma moça são frias”, que parece ter inspirações em “Barba Azul”. Todas as histórias são enigmáticas, singulares e muito esquisitas. As cores têm um papel importante para o clima de bizarrice, ora iluminando os perigos, ora deixando-os nas sombras e a mercê de nossa imaginação. O traço também é determinante para as personagens, cada uma com seus próprios medos e demônios.
Minha primeira experiência com graphic novels de terror foi boa, mas diferente do que eu esperava. A leitura foi muito rápida, dei graças a Deus por ter ganhado o livro de brinde em uma promoção da editora. Mas eu já esperava por isso, o que me surpreendeu mesmo foi a falta de “terror”. A leitura não me deixou com medo, sabe? Não deu aquela sensação de terror que paralisa ou mesmo um frio na espinha. O que eu senti estava mais para desconforto e estranhamento do que para o medo em si, acho.
A edição e o trabalho gráfico são impecáveis, tanto na edição de capa dura quanto nos postais que vieram de brinde. Sem uma grande carga de terror, essa coletânea de contos de fada bizarros me lembra aquelas histórias para se ler em volta da fogueira de um acampamento.

Leitura #4 da Creepytober 2020
comentários(0)comente



Ju Hirata 04/10/2020

Eu amei demais essa leitura.
Me apaixonei pelas histórias, pelas personagens, pelos traços e pela arte, pelas sensações que ele me trouxe.
Amei tudo e não consegui parar de ler.
comentários(0)comente



Ica 02/10/2020

Medos
Sabe aquelas histórias com final meio aberto, que deixam você pensando no que aconteceu? Agora imagina de terror... Amei o foco no medo subjetivo, da mais calafrios! Recomendo ler a noite e no escuro da luminária.
comentários(0)comente



Serena 02/10/2020

Muito bom, não entendi
É um ótimo livro para se passar o tempo.

Achei as ilustrações maravilhosas e gostei muito dos contos, mas não entendi direito qual a finalidade do livro, pensei que ficaria com medo de algumas histórias, mas não, apenas consegui admirar o belo traço da autora.

Se for ler, não leia o livro todo de uma vez!
comentários(0)comente



Ceci 01/10/2020

Expectativa
A autora é muito talentosa, ilustração de qualidade e escrita que consegue prender a atenção, despertou mais expectativa do que aconteceria na próxima página do que medo. Pra mim cada estória depende da interpretação individual de cada leitor, gostei, leitura rápida e interessante
comentários(0)comente



Andreza.Tenma 01/10/2020

Incrível!
Foi meu primeiro contato com a Emily Carrol e depois de pesquisar um pouco sobre ela despertou o interesse para conhecer outros quadrinhos! Essa graphic novel foi fantástica, novamente eu sempre espero que a história seja mais assustadora como sempre quando leio algo que remete ao ?horror? mas mesmo sendo leve eu achei todos os 5 contos com a introdução é a conclusão que também fazem parte incríveis e bem construídas, fora a ilustração que ficou impecável também, eu adorei e prevejo fazendo a releitura em breve.
comentários(0)comente



Gabriello 07/09/2020

As ilustrações sao fofas e assustadoras ao mesmo tempo e achei as histórias muito criativas
comentários(0)comente



Outono 23/08/2020

Passeio na Floresta
Floresta dos Medos é uma incrível Graphic Novel que brinca com os sentimentos, o medo do escondido e do que espreita. Emily Carroll nos conduz através de cinco contos independentes (além da introdução e conclusão) interligados pela presença de uma floresta, o cerne de todo o terror, explorando as relação dos personagens, os medos e anseios e em como ao mesmo tempo que nos repele somos atraidos para eles, para o meio da floresta.
comentários(0)comente



49 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4