Dandelion

Dandelion Ruby Lace




Resenhas - Dandelion


23 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Pipoca Nerd 12/06/2021

〚PIPOQUINHA NERD〛Dandelion
“Fiz uma prece ao papai do céu para alguém naquela cidade deixar uma doação por lá.... As pessoas falam que as crianças são inocentes. Será que um dia fui assim? ...”

“Ás vezes acordava com as mãos alcançando o vazio, buscando por algo, ou alguém. Buscava pela flor perdida. Talvez essa flor fosse eu mesma. Talvez fosse tudo o que me foi arrancado um dia.”

“Como eu poderia sobreviver sem meu herói particular? Sem ninguém para iluminar o caminho a ser seguido?”

“Assim como as sementes sopradas de uma flor de dente-de-leão, eu viajava sem rumo à mercê do destino. A Angústia era minha companheira: o desespero, minha sombra; a desesperança, minha única certeza.”⠀⠀⠀⠀⠀⠀

“Porque ela tinha que perturbar meu mundo cinza com suas cores?”

Esse livro mexeu muito comigo, de um jeito que há tempos um livro não mexia. Não quero dar spolier.... então vou tentar bravamente, se escorregar me perdoem.

É um livro que abrange vários temas pesados: abandono, abuso e depressão. Mas ao contrário do que muitos pensam, não é um livro triste, é um livro reflexivo e com final feliz.

Ruby tem uma delicadeza na escrita que emociona e toca nossos corações. Claro que teve aquela pitada de infarto, mas acredito que faça parte. Do que seria uma história sem emoção, não é mesmo?

O livro fala de reencontro, descobertas, amizade, amor ao próximo, afeto e proteção, além da barreira familiar, é lindo. Valem a pena a leitura, as lagrimas e a ressaca boa.

P.S: Reparem que foi impossível poucos quotes...

texto por @melmoscoso

site: https://www.instagram.com/p/COL1FiAJXxe/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ane R. 04/12/2020

Err...
Vamos lá, o livro conta a história de Dandelion uma alma doce que passou a vida sendo negligênciada pelo pai alcoólatra e sendo ignorada e subjugada por todos ao seu redor. Dandelion passa por um acontecimento traumático na sua infância, fazendo com que uma garota que sentia intensamente o peso da negligência humana ficasse ainda mais consciente da crueldade do mundo.
Agora quero falar da luz da vida de Dandelion, salvador podemos dizer. Stone conheceu Dandelion ainda criança e se apegou a alma doce e tímida da menina, viu como Dandelion era vítima do pai achou criando laços fraternais com ela, passando a ser como um irmão mais velho pra ela. No decorrer da história vamos ver como Dandelion vai lidar com a depressão que parece cada vez pior e com ida de Stone para a faculdade.

Agora vou dizer os motivos da leitura ter sido umas da piores do ano pra mim. O livro começa bem, porém se perde totalmente lá pro meio. Consegui sim sentir toda tristeza e melancolia de Danny, a autora conseguiu acertar neste ponto. Contudo, se vc ler o início do livro e o restante nem parece a mesma história. Senti que a autora usou Dandelion e seus traumas somente como plano de fundo pra desenvolver um romance mal feito entre Dahlia e Stone, sério parecia um romance de faculdade mto ruim e mal desenvolvido, de revirar os olhos. Eu me perguntava a todo momento aonde a autora ia levar essa história pq eu já n conseguia ver como ia melhorar. Tirando a Dandelion os personagens foram mal construídos, Stone apesar de estar passando por um suposto luto não me convenceu nenhum momento.
Enfim, parecia que seria um livro que traria uma mensagem sobre abuso, depressa, ansiedade e etc mas que acabou por ser uma coisa bem novela mexicana estilo a usurpadora. Faltou desenvolver um monte de coisa o que me chateou extremamente pois foram 300 págs da autora forçando um romance sem graça quando poderia ter usado pra desenvolver a narrativa. Não gostei e só o que salvou foi a Dandelion e as ilustrações do livro que são linda. Também não entendi pq o nome do livro é Dandelion já q acho q ela n narrou nem 10 caps nem é mto citada.
comentários(0)comente



tgrbrc 27/11/2020

Por que eu desisti do livro?
Depois de ler as resenhas daqui do Skoob, me animei pra ler - afinal, um livro que quase todo mundo dá 5 estrelas deveria ser minimamente bom, certo?
Errado. O começo é excelente, você sente a angústia das personagens e passa a querer saber mais sobre a vida da Dandelion e sobre os pensamentos que a cercam.
Só que depois que o Stone vai pra faculdade e as atenções do livro se voltam para a Dahlia, a história fica extremamente maçante - um romance raso, pelo menos no começo (não li o resto), usado para "tapar o buraco" que a Dandelion deixou na história.
Eu me esforcei muito pra gostar, mas prosseguir me fez sentir algo parecido com dor física.
Luisa_Reiis 27/11/2020minha estante
Obrigada pelo alerta. Tenho certeza de que você vai encontrar uma leitura que compense essa kkkkk


tgrbrc 27/11/2020minha estante
Espero kkkjkkk


Ane R. 04/12/2020minha estante
nossa me descreveu totalmente, só o que salvou nesse livro foi a Danny. Eu me forcei a terminar ele pq paguei quase 40 reais e esperava que melhorasse mas não só piora. Sinto que o nome do livro nem devia ser Dandelion já que ela foi usada somente como plano de fundo pra um romance universitário ruim e sem graça.




Koala Leitora 30/10/2020

Apaixonada é pouco
Narrado em primeira pessoa e trazendo o ponto de vista de Dandelion, Stone e Dahlia, a história de Ruby Lace carrega várias reviravoltas e um assunto muito importante. O abandono de menor, abuso infantil, alcoolismo e depressão, são alguns dos assuntos fortes tratados nessa história que nos ensina e molda o leitor do começo ao fim.
O livro é cativante, nos faz apaixonar pelos personagens e entender a mente de uma pessoa depressiva, além de ver como a ajuda de um profissional é importante nesses casos.

?Ali eu entendi como presentear era mais prazeroso do que ser presenteado, pois era um gesto de doação. Entregamos um pedacinho nosso, entregamos nosso amor. E quando ele é retribuído, porra, é a melhor coisa do universo.?

Além de todo um enredo brilhante, a autora também carregou em uma reviravolta que aquece o coração, mas também trás toda uma mudança de cenário, quase impossível de vencer.
É um livro forte, apaixonante e que mantém o leitor conectado do começo ao fim.
comentários(0)comente



Deza 23/09/2020

Uma história de dor e superação
Alerta de gatilho: devo começar dizendo que esse livro não é recomendado para pessoas sensíveis e/ou que já passaram por alguma dessas situações...

Logo no primeiro capítulo já senti meu coração apertado. Dandelion narrando sua infância e o trauma vivido aos 8 anos já deixou bem claro pra mim que esse livro iria não só me tirar da minha zona de conforto, mas também iria me jogar contra a parede...
Ver o quanto os acontecimentos negativos moldaram Dandelion, a fizeram se fechar, se esconder; a amizade entre ela e Stone, todo o carinho e cuidado dele com ela, a proteção... A forma como a autora construiu os personagens; permitindo Dandelion desabrochar no decorrer da história, se libertando de seus traumas e encontrando o amor... Tudo isso faz com que o leitor fique completamente focado na trama.
Mesmo a autora abordando temas como abuso infantil, depressão e crises de ansiedade, é simplesmente impossível não se apaixonar por essa história, não se deixar envolver e se acabar em lágrimas!

"Há muito me senti como uma erva daninha, mas no embalo dos seus braços e algo do seu intenso olhar, enxerguei-me com os seus lindos olhos. Eles refletiam beleza, esperança e centenas de desejos a serem realizados.
Ele me via como eu era: dente-de-leão."
comentários(0)comente

cris.leal 25/09/2020minha estante
Amei sua resenha! :))


Deza 28/09/2020minha estante
Obrigada, Cris ^^




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Stov_Luah 21/08/2020

Simplesmente Maravilhoso
Foi uma das minhas primeiras leituras do ano (finalizei a leitura em janeiro) e não sei como descrever os sentimentos que tive durante essa leitura, até o atual momento ainda não fiz uma leitura que me comoveu tanto, esse é um livro tocante, emocionante e surpreendente, por várias vezes quis entrar no livro e abraçar a Dandelion e o Stone. Esse não é apenas mais um livro de amor, é muito mais que isso, Ruby Lace nos mostra o poder da amizade, trazendo a amizade verdadeira de Dany e Stone que nos envolve e comove.
Simplesmente maravilhoso!
comentários(0)comente



Entre Linhas e Resenhas 02/09/2019

Entre Linhas e Resenhas
Dandelion, é uma garota retraída e machucada pelo passado. Através de seus desenhos, tenta liberar as mágoas e abusos que sofreu na infância e durante sua vida. Ela, só confia em uma pessoa, seu melhor amigo, Stone.
.
Stone, é um garoto atencioso, que correu atrás da tão sonhada faculdade, para dar um futuro melhor à sua mãe e sua melhor amiga, Dandelion.
.
Após um trágico acidente, Stone irá precisar superar suas dores, e irá encontrar suporte da pessoa que menos espera, encontrando no caminho, surpresas e segredos.
.
Preciso começar dizendo o quanto estou apaixonada por este livro! Ele foi perfeito do início ao fim, e sinceramente eu não mudaria nada.
.
Dandelion, apresenta traumas no decorrer da trama, que a fizeram desenvolver a depressão, e o modo como o assunto foi abordado, é realmente muito importante e significativo. Ela é uma garota doce, e é lindo ver como se expressa através dos desenhos.
.
Stone, é apaixonante. Um garoto sensível e tão dedicado a sua mãe e a melhor amiga. O jeito que descreve seu amor por elas é muito especial.
.
A autora me pegou de surpresa em muitos momentos no livro, quando você acha que sabe o caminho que a história vai levar, ela vai e te surpreende! A construção dos personagens e o desfecho para cada um deles, foi adequado, e para mim, completamente satisfatório.
.
Necessito citar as ilustrações lindíssimas que o livro possuí, a cada página, um encanto e sentimento diferente ao vê-las.
.
Não sei se sou uma pessoa fácil de agradar, mas ultimamente tenho lido livros incríveis, que me trazem muito prazer.
.
“Outro pedacinho meu foi despedaçado. Quantos pedaços ainda me restam?”
.
"A vida era delicada como uma pétala de flor, tão fácil de ser arrancada."
.
“Se ele soubesse como na maioria das vezes os sorrisos são forjados para mascarar a ansiedade…”
.
“Você, Dandelion, é a flor mais linda que já vi. Só precisa de um pouco mais de cuidado para desabrochar.”

site: @entrelinhaseresenhas
comentários(0)comente



Bruna 08/06/2019

Sobre aprender a amar
Um dia livros mais lindos da vida. Com esse livro, aprendemos a amar de muitas formas, e a sentir as dores de outras pessoas.
Dandelion tem uma força descomunal.
Stone : eu te amo cara ??
Dahlia: seu coração é puro
Roxy : vc é o melhor exemplo de amizade verdadeira
Carson : vc é foda
comentários(0)comente



Aline Miguel Books 02/03/2019

O principal é você sentir os amor. Pelas pessoas, mas principalmente por você.
Quando eu terminei de ler Dandelion, eu cheguei a sentir minha carne tremendo. Não era apenas a minha respiração que estava ofegante e meu coração palpitando forte no meu peito. Foi como se todos os meus sentimentos estivessem ativados ao máximo e tudo fosse uma verdadeira confusão dentro de mim.

Acho que nesse momento eu consegui entender um pouco mais sobre a personagem principal do livro.
Um livro com uma escrita leve e fluida, mas ao mesmo tempo intensa e que te faz pensar a todo momento.

Dandelion (dente de leão), é o nome de uma flor que tem como significado esperança. Esse com certeza é o melhor significado para o seu nome. Uma jovem, bonita, com uma bagagem imensa da vida, que desde muito cedo teve que amadurecer, sem amparo, sem estrutura familiar ou emocional, teve que encarar uma realidade dura, pesada  sozinha, até que Stone entra em sua vida.

Stone é jovem bonito, atleta, inteligente, surgiu na vida de Dandelion ainda criança. Ele é atencioso, carinhoso, admirável, a única pessoa que conseguiu entrar na vida dela, que conquistou sua confiança, que fazia de tudo por ela, pela amizade deles. Stone era como um anjo da guarda.

Dandelion e Stone eram como se fossem partes da vida, da alma um do outro. Eles se completavam 100%. Uma amizade forte e importante. Um verdadeiro laço de irmandade.

Enquanto fazia essa leitura, me pegava a todo momento com aquele aperto no peito, como se algo enlouquecedor pudesse acontecer a qualquer momento. Não foi somente o Stone que ficou pirado com o tudo o que estava acontecendo debaixo de seus olhos, um verdadeiro quebra cabeça que a vida fez questão de desmontar em peças miúdas e entregar de bandeja para ser montado por nós e por Stone.

Eu lia e pensava: Estou viajando ou é isso mesmo? SIM EU ESTAVA VIAJANDO. Aí logo em seguida, OK eu estou seguindo pelo caminho certo.

Uma leitura que a todo momento te faz pensar, sentir, e constatar que a vida é uma loucura que está traçada, e que quando vc acredita que nada mais pode ser possível. BOOOMM!!! Vc se engana.
Uma história cheia de sentimentos profundos, de descobertas, com personagens intensos.
Onde você, chora, pensa, sente, ri e tudo isso ao mesmo tempo.

No decorrer da leitura uma terceira personagem surge e faz tudo mudar, tudo aquilo que você acreditava, simplesmente puff, muda. E lá está você novamente com os sentimentos e as ideias fervilhando.

Preciso dizer que o Carson e a Roxy são maravilhosos. Como me fizeram rir. Eles estavam sempre prontos pra tudo.

SE EU INDICO ESSA LEITURA?
COM TODA CERTEZA ABSOLUTA.

Um livro intenso, com personagens intrigantes.
Um livro onde você vai descobrir que para superar qualquer coisa na vida, o principal é você sentir o amor. Pelas pessoas, mais principalmente por você.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Pri Dias 30/01/2019

Uma das melhores histórias que li...
O título desse livro trouxe muitas lembranças da minha infância, e por incrível que pareça, ainda existe plantado na rua da casa dos meus pais, onde nasci e cresci.

Dandelion ou Dente de Leão é uma flor que possui diversos nomes populares, mas no nordeste, é bem conhecida por ?Esperança?, o que traduz muito bem o desfecho dessa leitura.

A história é tão intensa que já chorei no Prólogo. São fatos que aconteceram num passado triste, mas a forma como a Ruby colocou isso em palavras é pra deixar qualquer leitor despedaçado.

Dandelion é a protagonista jovem, e cheia de traumas que surgiram devido à sua infância miserável. Uma pessoa sozinha, sem estrutura emocional, sem amparo, sem amor, à mercê de um mundo onde quase ninguém se preocupa com ninguém. Até conhecer Stone na escola, ainda criança.

Stone é o verdadeiro anjo que cai do céu; o único que conseguiu alcançar as profundezas de Dandelion, que conquistou sua confiança e que fazia o possível pra ser digno de sua amizade. Ao final da história, concluí que ele tinha a missão de salvar Dandelion de si mesma, já que ela não tinha condições de fazer isso por si só.

No decorrer da trama, um terceiro personagem aparece e muda totalmente o rumo da história, e mesmo sendo difícil aceitar e acreditar, é a partir dali que se vê esperança de um futuro para Dandelion, pois eu achei que, no caso dela, um futuro não existiria.

Além da escrita maravilhosa, o que mais me chamou a atenção foi a construção dos personagens. A história é complexa e aborda temas delicados, porém, os capítulos são narrados de forma intercalada pelos personagens, que foram tão bem construídos e explorados, que nos permite enxergar de forma verdadeira a ebulição de sentimentos que cada um deles têm que lidar. Os personagens são perfeitos nas suas imperfeições.

É uma leitura que nos faz refletir sobre tantas coisas, mas que me trouxe aquela sensação de empatia, que faz nos colocarmos no lugar do outro, sem prejulgamentos, sem esperar nada em troca.

Uma das melhores história que eu li.
Estou maravilhada!
comentários(0)comente



Miih @girafinhaliteraria 19/12/2018

#resenha || Dandelion ||
Tive que conter os batimentos erráticos do meu coração depois de concluir Dandelion, uma história doce e encantadora, que emociona, surpreende e ainda nos mostra o poder que só o amor tem. Mas calma, se você pensa que é apenas mais uma de amor, está muito enganado. Somos levados à vida de Dandelion, uma alma delicada, mas que possui marcas profundas. Dany tem uma vida conturbada, seu pai é alcoólatra e extremamente agressivo, privada de carinho e vivendo sob constantes ameaças, se tornou uma garota tímida e amedrontada, todo seu conforto vinha de um nome, Stone.
.
Stone é um rapaz que toda garota admiraria, atencioso e carinhoso, protege Dany como uma irmã, a relação que esses dois mantêm é linda e sincera. Quando ele é aceito na universidade de Los Angeles, diversos acontecimentos e revelações vão surgindo e criando um intricado quebra-cabeça.
.
A obra é linda, mas apresenta temas fortes e reais como depressão, abuso infantil e suicídio, além de aceitação e recomeço. Não me sinto capaz de descrever como foi terminar essa leitura, queria mais do final, mais desses protagonistas. Através dessa leitura somos instigados a acreditar que o amor verdadeiro é capaz de superar qualquer obstáculo, transcendendo o tempo.
.
Sabe quando você olha nos olhos de alguém e vê a alma dela através do seu olhar? Mais lindo ainda é quando você se apaixona por isso!
.
Quanto mais lia, mais sentia minha respiração arfar e meu coração bater descompassado, em certos momentos queria abraçar os personagens que me cativaram instantaneamente. Ruby tem uma escrita linda que me deixou apaixonada! Ela detalha todos os sentimentos e sensações de uma forma incrível me deixando de “pelinhos em pé”. Recomendo de olhos fechados!

site: https://www.instagram.com/girafinhaliteraria
inari 10/07/2020minha estante
Esse amor verdadeiro é de uma forma romântica? Amei a resenha




Rafa 17/12/2018

Sensível
Dandelion me conquistou nas primeiras páginas.Com uma narrativa sensível e fluída, conhecemos o mundo de Dandelion, desde criança com todas as provações que passou. Abuso, violência e negligência, e por causa disso se tornou alguém frágil e com pouco interação social.

Até encontrar Stone. O garoto que sempre a protegeu e amparou. Eles cresceram e se tornaram parte da vida e alma de cada um. Com um sentimento de proteção, Stone sempre tentou fazer o melhor para Dandelion, porém agora ele precisa ir para faculdade e garantir um futuro para ela e sua mãe, as pessoas mais importantes da sua vida.

Porém será uma breve despedida difícil para ambos, já que existe um sentimento inexplicável de devoção entre eles.

Já na universidade Stone se dedica muito, mas com o tempo acaba naturalmente se afastando dela, e é aí então que tudo irá mudar.

Realmente conclui que haveria um romance arrebatador depois de uma reviravolta, porém fui pega de surpresa. A reviravolta sim acontece, e é surpreendente. Contudo a partir dela, vi que a autora tomou outro rumo e que foi frustrante.

Não esperava que ela conseguisse me enganar, mas sim, ela consegue. A medida que o tempo vai passando vemos um Stone fechado para tudo até conhecer Dahlia. E foi assim que a história ficou muito cansativa e me fez odiar o livro...kkkk

Queria muito que fosse diferente, que houvesse sim essa reviravolta, mas que fosse algo menos novela mexicana.

Eu senti muita pena de Dandelion, sinceramente ela merecia ser a protagonista da sua história oras bolas...afinal o nome do livro é o nome dela!

Enfim eu gostei até certo ponto do livro, porém a autora conduziu a história para um dramalhão ruim, onde a personagem principal é sacrificada como um cordeiro e os demais tem seu final feliz.

E pela madrugada, como alguém não se apaixona por certa pessoa e no meio do caminho conhece outra idêntica e tudo muda?

Aff foi demais para mim. Faltou tirar tanta coisa desnecessária e fazer os personagens crescerem e aparecerem, e dar um destino digno a cada um, que quase quis reescrever eu mesma essa história.

Se curte uma novela mexicana A La Usurpadora, esse livro é para você!
comentários(0)comente



23 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR