Mulheres que correm com os lobos

Mulheres que correm com os lobos Clarissa Pinkola Estés




Resenhas - Mulheres que correm com os lobos


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Gio 04/01/2019

Os 10 mandamentos de uma mulher loba
Esse livro, em seu final, contém os 10 mandamentos de uma mulher loba. As 10 formas de libertação. Ao decorrer do livro você reflete sua própria vida em cada conto, fragmenta seu ser afim de encontrar aspectos desconhecidos e não trabalhados e sempre acaba com a sensação de poder mais, de ser mais selvagem.
A leitura é válida para toda mulher, deveria ser obrigatória.
Se esta precisando refletir sobre sua vida, suas decisões e outros caminhos da alma e do corpo, esse é o livro que poderá encontrar respostas.
comentários(0)comente



Jéssica @DivaLiteraria 02/05/2019

Minhas impressões
Demorei 2 meses para ler este livro. Não foi uma leitura fácil, pois sou da área de exatas e o livro tem muitos conceitos da psicologia. Tenho certeza que não absorvi nem 50% do que ele oferece. Sim, é um clássico, sempre indicado nas rodas feministas. Confesso que esta fama me deixou triste, porque não achei tudo isso ou a mensagem é tão óbvia que eu não percebi?
.
O nome do livro foi inspirado no estudo sobre a biologia de animais selvagens, em especial, os lobos. Estes foram a fonte inspiradora para a criação do arquétipo da Mulher Selvagem (Natureza instintiva), que já em todas nós.
.
São 15 longos capítulos que a autora vai comentando sobre a natureza instintiva da mulher. Ela utiliza contos como O patinho feio, Barba-azul, Sapatinhos vermelhos, Vasalisa, entre outros, como linguagem arquetípica para exemplificar algumas abordagens da natureza selvagem e em seguida, seguem-se as análises psicológicas das ações apresentadas nos contos.
.
Sei que este livro tem muito a oferecer, mas esta primeira leitura não me agregou tanto. Ainda sim, foi uma oportunidade de olhar alguns contos por outro ângulo e de tenacidade. Separei alguns trechos que achei legais, espia:
“A diferença entre o consolo e o cuidado e carinho é a seguinte: se você tem uma planta que está doente porque você a mantém num armário escuro e você lhe diz palavras tranquilizadoras, isso é consolo. Se você tira a planta do armário e a põe no sol, lhe dá algo para beber e depois conversa com ela, isso é cuidado e carinho.”
.
“Difamar ou julgar o físico herdado de uma mulher é criar gerações e mais gerações de mulheres ansiosas e neuróticas. As críticas destrutivas e desdenhosas a respeito da forma herdada de uma mulher privam-na de diversos tesouros psicológicos e espirituais preciosos e de vital importância. Privam-na do orgulho pelo tipo de corpo que lhe foi transmitido por linhagens antepassadas.”
.
“A mulher moderna é um borrão de atividades.”


site: https://www.instagram.com/p/Bw-n9ppA_dC/
comentários(0)comente



2 encontrados | exibindo 1 a 2