Corte de Gelo e Estrelas

Corte de Gelo e Estrelas Sarah J. Maas




Resenhas - Corte de Gelo e Estrelas


513 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Gabrieli Gudniak 09/11/2018

Nem fede, nem cheira.
Após a batalha com Hybern, o equilíbrio em Prythian ainda é delicado, com ainda muito trabalho pela frente e um futuro incerto. Entretanto, nossos queridos personagens se reúnem para o Solstício de Inverno e um merecido descanso, mesmo que as cicatrizes deixadas pela guerra ainda não tenham se fechado.

Eu ouvi muitos comentários negativos sobre esse livro, chegando ao ponto de me perguntar se iria mesmo ler com a possibilidade de manchar a memória de uma série tão querida. Muitas e variadas reclamações. Desde o relacionamento da Feyre e do Rhys, até Mor, Tamlin, Cassian e Nestha. E, apesar de concordar com a maior parte das críticas, não é tão ruim assim, tampouco a completa tragédia que eu esperava. Mesmo tentando ir para o livro de braços abertos, confesso que estava pronta para o momento em que me arrependeria de ter começado a ler e... Bem, vamos falar sobre isso.

Não acontece muita coisa na história e posso dizer para aqueles que não vão ler que esse spin-off não tem nenhum impacto evidente na série anterior ou na que está por vir, são simplesmente os personagens indo pelo seu dia-a-dia e comemorando o Solstício de Inverno, basicamente o Natal dos feéricos. Então podem relaxar quanto a isso. É um spin-off bobinho para revermos os personagens e, suponho, trazer lucros à editora. Capitalismo.

Uma das minhas maiores decepções da história foi a escrita da autora. Isso mesmo, a escrita da Sarah J. Mass, tão envolvente e bela nos livros anteriores, está... Boba, infantil. Definitivamente não parece a escrita de uma autora com séries de fantasia tão aclamadas, ela parece tentar fazer algo leve e despretensioso, mas não só acaba caindo em algo simplório demais, como também tira o peso do que nossos personagens estão passando.

Vamos ao nosso casal favorito, Feyre e Rhys, e acredito que seja o momento deles se aposentarem. Eles eram maravilhosos nos livros anteriores, mas nesse foi difícil os ver se provocando como dois adolescentes e as cenas de sexo... Eu me senti envergonhada nas cenas de sexo, e não foi por nenhum pudor, mas sim por parecer que eu não deveria estar ali, que não deveria estar vendo aquilo. E a forma como elas foram descritas me faz pensar que a Mass ainda não encontrou uma forma decente de fazer cenas de sexo, elas não são sexy ou instigantes e eu só queria que elas acabassem logo, para não ter mais que estar ali. Gostaria de ler mais dos dois, mas se for para seguir nesse ritmo, prefiro manter a memória que tenho dos dois e deixar que outros personagens tomem a frente.

Foi dito pelos canais gringos, principalmente, quando o livro foi lançado nos EUA, que a Feyre tinha se tornado a dona de casa que lutou para não ser no em ACOMAF e... Não. Ela está ajudando a reconstruir Velaris, exatamente o que queria fazer em ACOMAF e foi impedida. Só vemos Rhys viajando para o acampamento illiryano, e não vejo como Feyre poderia ajudar lá, pelo contrário. São citadas viagens a outras cortes, e ela diz que não pode ir sempre porque está ocupada com Velaris. Ela não pode lavar uma louça sem ter pessoas reclamando sobre isso, então me vejo obrigada a apontar que todas pessoas tem suas vidas domésticas.

Rhysand virou um garoto de catorze anos. Céus, foi quase doloroso lê-lo, eram poucas as vezes que ele lembrava o guerreiro e Grão-senhor dos livros anteriores, bem poucas. As poucas expectativas que tinha estavam depositadas nele, elas foram estraçalhadas no começo ainda, quando ele descreve uma cena de sexo no ar que foi uma das coisas mais embaraçosas que já li. Ah, Rhys, o que fizeram com você? Como disse, ainda há momentos bons dele no livro, mas são a exceção, não a regra.

Mor, Amren e Lucien não aparecem o suficiente para que eu tenha uma opinião sobre eles, eles só estão lá, mesmo que Mor tenha um papel um pouco mais importante. Nenhum deles me desagradou. Azriel e Elain são duas coisas preciosas que quero proteger para sempre, mas os ver pelos olhos de outras pessoas não é a mesma coisa de ter uma história pelo ponto de vista deles, o que espero que aconteça.

E então chegamos em Cassian e Nestha, e oh boy. Vou ser sincera, Nestha sempre foi um personagem insuportável para mim desde o começo. Mas consegui a entender nesse livro, ela está em um novo mundo, um novo corpo, uma vida que nunca desejou, acabou de sair de uma batalha violenta e está em luto. Ver as pessoas a sufocando e a julgando, como se seu bem estar fosse mais importante que o dela, foi... Eu esperava mais compreensão de personagens que já passaram por tanto, e a única que ofereceu foi Amren. Ela precisa de espaço, descobrir quem é e o que quer, não ser cercada e perseguida, foi a primeira vez que me senti mal pela Nestha. Cassian está perdidamente apaixonado, mas também tem séculos de vida e deveria saber esperar ao menos alguns meses antes de começar a persegui-la. Deveria entender pelo o que ela está passando caso se importe com ela tanto quando diz.

E... Tamlin. Tamlin. Como todo o fandom, eu o odiei nos dois últimos livros e torci por sua derrota, mas... Por onde começar? Rhys tem todo o direito de sentir raiva do feérico que foi cúmplice no assassinato de sua família e que machucou sua parceira, mas vê-lo zombando do Tamlin quando ele claramente já estava destruído não foi legal. Não esperava que Rhys se compadecesse, claro, mas sair se vangloriando como um adolescente... Não sei o que pensar de um arco de redenção para Tamlin, a não ser que vai ser interessante termos essa trajetória. Ainda não gosto dele, mas gostaria de ver a Corte Primaveril ser reconstruída e ele aprender a ser uma pessoa melhor, lidar com os erros de seu passado e conseguir a lealdade de seus súditos de volta, provar para Prythian que pode ser melhor. Para falar a verdade, também gostaria de ver a relação do Rhysand com o restante dos Grãos-senhores e da população de outras cortes, já que todos pensaram que ele fosse um monstro por séculos. Isso não é algo que vai embora tão facilmente.

Não há realmente um plot maior nesse livro, vemos como todos personagens estão, conhecemos um fiapo de história e um sussurro do que virá nos próximos livros, mas nada importante ou que irá fazer falta. Por último, devo dizer que a tradução do título não me agradou muito, Corte de Geada e Luz Estelar soa melhor, mesmo sendo um pouco maior.

Corte de Gelo e Estrelas é um spin-off para aqueles que sentiram falta dos personagens, não apresenta nada novo e deixa um gosto amargo às vezes, mas que pode ser aproveitado se suas expectativas forem baixas.
Cristina B 09/11/2018minha estante
Estou me enrolando na leitura justamente com medo de estragar uma série tão maravilhosa. Mas com esta resenha, já vou mais preparada.


Gabrieli Gudniak 10/11/2018minha estante
Fico feliz em ter ajudado


Danni 10/11/2018minha estante
Vamos debater, finalmente alguém leu kkkkk
Spoiler

Concordo c quaseeee tudo o q vc escreveu, então vamos por personagens
Rhys, raros os momentos em q o reconheci. Concordo como desnecessária a cena do vôo/sexo. E a parte dele preocupado por Feyre ser bemmmm mais nova q ele, ridículo. As 2 partes c Tamlin foram constrangedoras, ele sempre foi superior a tudo isto.
Feyre, gostei e não gostei. Ela ainda está tentando se encontrar. Mas as brigas dela c Rhys pq não aceita críticas sobre as irmãs mostram um lado, ainda, bem imaturo.
Tamlin, ou cara 8 ou 80 viu. Jura q vai ficar de bode em casa??? Todo mundo sabe q vc não queria ser GS, mas vc é. E só ficou arrasado depois q viu o quanto Feyre ama Rhys, juraaaa
Mor, ainda estou c raiva dela. Porra, 500 anos enganando Az, jura. Não diga toda a verdade mas converse c ele. Só eu acho q aquela coisa nas terras dela é Briaxis?
Cassian, tem muitaaaa coisa p resolver na vida dele e parece q chegou o momento. Gostei de ver esse outro lado dele. Vc tb acha q a mãe dele tem algum mistério? Ou está viva ou tem uma irmã, sei lá, algo mais. Tb acho q quem vem insuflando os Illyrianos é Keir, q tem todo um plano, parecido c o de Feyre na corte primaveril.
Nestha, é muito difícil. Diferente de vc eu a entendia e agora não entendo klkk Aconteceu algo de muito ruim c a destruição do caldeirão. Eu a adorei nas últimas partes da guerra e agora voltamos ao ponto zero.
Az, não vimos muito dele, mas não o quero c Elain, por muitos motivos, mas principalmente pq ela nunca vai poder ser 100% dele, ele merece mais. Sabe quem eu quero c ele? Vassa, imagina comigo, o feitiço não pode ser totalmente quebrado, ela se torna imortal e pode se transformar quando quiser. Ele merece alguém forte, decidida.
Elain, está melhorando, mas ainda é muito tadinha de mim, me salvem!!
O q vc acha daquela teoria do laço ter sido forjado por Hybern?
Queria mais de Lucien. Q estivesse na corte noturna, q estivesse refazendo a vida dele, q Rhys e Cassian e Az e Feyre o integrassem, lhe desse um recomeço. Mas ele só ficou na mesma. E isso dos renegados é ridículo


Gabrieli Gudniak 11/11/2018minha estante
Spoiler

O Rhys eu fingi que era outra pessoa, porque né. A Feyre para mim estava lá, eu só achei meio bobinho a maneira como ela se relaciona com a população, mesmo que eles queiram ser o mais próximo possível do povo, o povo ainda precisa ter respeito por seus governantes. Achei a coisa toda com o Vazio e Esperança forçadíssimo e espero não ver mais nos próximos livros sobre isso.
E quanto a escola que ela abriu... Velaris já não tinha escolas comunitárias? Nenhum tipo de curso gratuito para crianças? Sei que é meio bobo pensar nisso, mas não consegui evitar, se eles tem até bolsas para artistas, por que não ter uma escola para artistas? Acho que isso pode ter a ver com a autora ser dos EUA, idk. Eu fiquei chocada com ela pagando a irmã porque ela e a Elain se sentiriam melhor assim, sem se preocupar com como a Nestha se sentiria, e me deu muita pena quando ela disse que a fogueira era como ossos estralando, imagina todo mundo ao seu redor feliz, enquanto você não consegue parar de reviver as mortes que viu, e ninguém percebe. Entretanto, acho que se foi para fazer uma cena tão forte com ela e o Cassian no fim do terceiro livro, eles deveriam estar um pouco mais juntos nesse.

Eu estou com raiva da Mor também, e pelo visto ela vai viajar sem falar para o coitado do Az que é lésbica e estava brincando com ele o tempo todo. Eu acho que não é Briaxis, mas algo novo que a autora vai usar na próxima série, e ao mesmo tempo... Parecia que a autora só colocou lá como desculpa para "ligar" as séries, porque se não fosse por isso, esse livro mal teria uma justificativa para ter sido lançado. Tudo parece bem forçado.

Concordo com você, acho que o Keir vai dividir os Illyrianos, parte deles vai ficar do lado do Rhys, parte do Keir, e que o... O herdeiro da Outonal vai tomar o trono ou arranjar um jeito de colocar sua corte contra a Noturna, então serão a Cidade Escavada, Illyrianos e a Outonal contra o Rhys e a Feyre.

Eu quero o Az com a Elain porque já foi dito várias vezes que é raro um laço de parceria ser tão perfeito quanto o do nosso casal principal, então ver um casal lutando contra esse laço para poderem ficar juntos seria muito interessante. E pelo caminhar das coisas a Vassa vai ficar com o Lucien, não sei se compro muito a história da Vassa, porque parece algo bem mal feito com o lago dos cisnes, e para falar a verdade, quando falaram dela, eu fiquei "quem??????", porque nem me lembrava dela do último livro. Eu gostaria de ver a Elain se tornar um oráculo poderoso, personagens que começam com várias falhas e vão evoluindo são mais legais de acompanhar, como a própria Feyre, porque quando eles já são fortes desde o começo, os conflitos são mais lugar-comum.

Eu não conheço essa teoria, como ela é?

Eu também queria ter visto mais do Lucien, sempre gostei dele, ele nunca conheceu um ambiente saudável, primeiro com sua família, depois com o Tamlin. Achei ridícula o negócio dos renegados, pf, vou até fingir que não vi. Quanto ao Tamlin... É difícil, mas gostaria de o ver reconstruindo sua corte. Ele está sem família, sem amigos, sem a antiga namorada, sem ninguém leal a ele, está percebendo quão ruim foram as coisas que fez. Vê-lo vivendo com a ciência de que fez tudo isso seria legal.


Danni 11/11/2018minha estante
Spoiler


Novamente personagens kkkk
Feyre, tb achei fraco. Principalmente pq Rhys no livro 2 diz q Velaris foi cuidada por eles, como q ainda tem pessoas como o dono do prédio de Nestha, afinal Velaris não seria uma espécie de refúgio, uma utopia de boas energias, pessoas justas e q se tratam como iguais. Como q a corte dos sonhos ainda deixa existirem "favelas" ? Concordo q p Feyre existiriam outras formas dela ajudar a reconstruir. No fundo ela está vivendo aquele sonho de vida ideal q ela teve no livro 2 quando estava na cabana. Seria muito melhor a Sarah admitir q Feyre está vivendo este sonho e mostrar outras formas de ajudar a reconstruir Velaris.
Sobre Az e Elain ainda não quero kkkkk Pq ele é forte, mas ao mesmo tempo é inseguro e Elain é tão mosca morta. Talvez se realmente acontecer essa mudança de grande oráculo, pode ser, dependendo de como for construída. Acho Az melhor c alguém q o tire o equilíbrio, dê uma balançada.
A teoria do laço. Acho q vc não leu Trono de vidro, vou dar um leve spoiler, mas não vou dar nomes, então não tem como saber de quem falarei até ler. Tem um casal q assim q se viram, o laço aconteceu e logo se casaram e blábláblá, depois foi revelado q não existiu nenhum laço, q tudo foi um feitiço c um objetivo. Pronto não falo mais nada. Então algumas pessoas estão falando q c Lucien e Elain é a mesma coisa. Q o rei de Hybern, c o caldeirão, fez o feitiço para q Lucien fosse mais maleável. Q eles não são parceiros de verdade e sim Elain e Az. Particularmente não acho q a Sarah usaria 2x a mesma trama, ainda mais em livros paralelos. Mas explicaria muita coisa, principalmente a resistência de Elain em ter Lucien por perto, seria pq ela sente q é errado e tb o pq dela ficar tão a vontade c Az.
Concordo sobre a relação de Cassian e Nestha. E ao mesmo tempo me pergunto pq ele não tentou mais ajudá-la. Mas acredito q foi p criar a necessidade de levá-la p as montanhas Illyrianas e juntos formarem o exército feminino. Mas novamente teriam outras formas menos apelativas e mais condizentes c trauma de guerra.
Não concordo c vc sobre a corte outonal. Até pq essa trama teria um grande foco em Rhys, e a Sarah já disse q vai ficar em segundo plano. Acredito q Cassian e Nestha vão descobrir o q Keir tem feito e juntos vão resolver a revolução dos Illyrianos. No fim vão entregar a Rhys as provas da traição de Keir, então sim Rhys o matará.
Quanto a outonal, algo me diz q Eris é um segundo Rhys, mas diferente de nosso GS favorito, ele não tem c quem se abrir, talvez a mãe. Preste atenção nas partes em q ele aparece no livro 3, a Sarah sempre deixa um pouquinho vc na dúvida. Principalmente na reunião na cidade escavada, quando ele diz a Mor q jamais a tocaria, q ela não deu opção a ela. Mas q ele sabia quem ela é, acho q ele sim sabe a verdade. Sabe quem eu queria p parceira dele? Nuam kkkk a alquimista q fez o olho de Lucien. Pensa só, tudo o q o pai dele tem nojo ser a parceira do herdeiro dele. Sarah disse q vamos ter 3 livros e mais 1 novela. Apesar de achar q a outra novela ou vai ser sobre Tamlin ou contando como foi q aconteceu o romance de Miriam e Dracon (Sarah uma vez falou q iria escrever sobre os 2), eu iria preferir um novela sobre Eris (isto se realmente ele for bom).
Lucien tem q parar de ser capacho de todo mundo, é por isto q eu o queria em Velaris, recomeçando a vida e não voltando a ser o jogado q sempre foi. Acho q Vassa vai terminar c Jurian.
Outra teoria, esta, como a de Eris, é minha. Vc não achou estranho durante a reunião dos GSs quando Nuam apareceu, não ter reconhecido Tamlin, nem ele a ela, MAS Rhys ter reconhecido o nome e informar q ela foi a responsável pelo olho de Lucien? E se não foi Tamlin quem foi atrás de salvar o olho? E se mais uma vez Tamlin resolveu ficar calado e se fazer de salvador? Vc viu q a história de Lucien chegar na corte primaveril não foi bem como Tamlin contou a Feyre no livro 1, e se mais uma vez ele se passou por salvador. No livro 1, Tamlin diz a Feyre q salvou Lucien q foi brigar por ele. Hora nenhuma ele diz q recebeu uma dica anônima do q estava acontecendo, hora nenhuma ele conta q só recolheu Lucien e deu abrigo. E se foi Rhys c Thesan?
Meninaaaaa e esse babado de Lucien filho de Helion!!!
Só eu acho q Viviane vai se tornar Grã Senhora?
Só eu acho q Mor vai ter romance c a irmã de Viviane?
Só eu acho q o feiticeiro do lago, q jogou a maldição em Vassa, é o irmão mais velho do entalhador e da tecelã?


Danni 11/11/2018minha estante
Esqueci uma coisa kkkkk
Spoiler

Notou como Elain "esqueceu" Nestha?
Ela era tão apegada, tão dependente. Agora vive a vida e mal se dedica a ajudar a irmã. De Feyre eu meio q esperava, mas de Elain não


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
Feysand tem que se aposentar. Está na hora deles se tornarem oficialmente personagens secundários queridos, que dá aquela sensaçãozinha feliz quando eles são citados em outros livros. Essa novella já deu uma boa decaída. Eu queria tanto um livro pelo ponto de vista do Az, mas confesso que depois de todas essas decepções, estou até com medinho xD Também acho Elain mosca morta, mas estou disposta a dar o benefício da dúvida, só deus sabe o quando eu senti raiva da Feyre no primeiro livro, coitada.

Acho que seria bobo se essa teoria fosse verdade, porque como você disse, ela já usou essa mesma estratégia, e soaria como uma ferramenta barata para nos enganar, para fugir de ter que resolver os conflitos da Elain e do Lucien serem parceiros e ela não querer ver ele nem pintado de ouro. E não shippo nenhum pouco os dois, nesse caso eu que digo que o Lucien merece mais ahsuhausahuashasuh a única coisa que ela não fez ainda foi cuspir na cara dele, e ele sempre andando em cacos de vidro para estar perto dela.

Entendo o que você quer dizer, mas acho que a Nestha precisa de espaço, não gostei de ver ele a seguindo, ela é uma mulher adulta e tem direito à privacidade. Apesar de tudo, a Nestha é forte e parece estar encontrando ajuda na Amren, ter ela reconhecendo que quer estar com ele é muito maior que o Cassian forçando sua companhia. Acho que eu prezo muito pelo respeito em um relacionamento, então se um cara insistisse em me levar para casa nesse cenário, em que não tem nenhum perigo no caminho, eu não olharia para ele duas vezes. Se seu companheiro não respeita suas decisões, como pode respeitar você? Mas fiquei bem curiosa sobre o presente que ele tinha comprado, queria ter visto.

Estou achando a coisa com as mulheres Illyrianas muito mal executada. Toda vez que o assunto surgia, parecia que a Maas não sabia muito bem o que estava fazendo. E achei o Rhys muito passivo, vimos como as fêmeas são tratadas lá, e só agora algo está sendo feito?

Não gostaria que o Eris fosse um mocinho "disfarçado", como o Rhys, porque estaria repetindo a mesma coisa, os leitores já estão esperando, e depois da Amarantha, estou sentindo falta de um vilão para botar os protagonistas para suar. O rei de Hybern era mais... Não sei explicar, mas ele não tinha a mesma presença da Amarantha ou do próprio Rhys no primeiro livro. Eu já sou o contrário, gostaria de ter uma novella com o Eris como vilão xD

Eu acho isso sobre a Nuam bem provável, seria legal ver um pouco mais da história dela. Pois é, menina, e você reparou como a autora "esqueceu" que o Lucien pode ser filho do Helion? NINGUÉM disse a ele essa possibilidade ainda? Ninguém perguntou se ele não queria falar com a mãe dele agora que a guerra tinha acabado?


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
Eu sempre tive curiosidade de ler Trono de Vidro, você acha que vale a pena? Acabei perdendo o ânimo quando todo mundo começou a falar, eu não aguentava mais ver esse bendito livro em todo lugar.


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
Algo que me faz pensar é assim. Nós tivemos uma guerra, todos os problemas em Prythian, e agora nossos personagens estão reconstruindo suas vidas. Se houver uma segunda guerra em Prythian, nós, como leitores, vamos ficar insatisfeitos, porque vai parecer que nada do que os personagens fizeram ou passaram valeu a pena. Então que caminho a autora vai seguir? Será que ela vai levar as tretas maiores para outras terras, e em P. desenvolver a parte do romance, reconstruir as cidades, mudar a hierarquia, etc, ou vai se arriscar em deixar tudo em P.?

Eu quero que todas as Senhoras se tornem Grãs-Senhoras, mas espero que isso seja desenvolvido com cuidado, não é só porque a Feyre chegou que eles vão acabar com um sistema machista que se perpetua há milênios em uma sociedade de cujos habitantes vivem séculos e séculos. Não é tão simples.


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
Concordo sobre o o feiticeiro do lago, confesso que gostaria que eles seguisse o lago dos cisnes à risca e a mocinha morresse no final. Eu tenho uma veia em mim que é muito angst, não posso evitar ahsuhsuhasuhsuhauhs mas menina, estou animada para ver isso.

Eu perdi parte do meu respeito pela Mor, então... É difícil. Ela nem precisa se abrir sobre sua orientação sexual, só deixar claro para o Azriel que não queria nada com ele. Ela vai ter que se redimir sobre isso primeiro, você não pode usar seus melhores amigos dessa maneira.


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
Eu fiquei chocada da Feyre não ter se lembrado nem de comprar um presente para a Nestha, só a Elain e o Cassian. Isso passou ainda mais a impressão de que a Feyre queria a Nestha lá só para completar seu cenário feliz. Eu não esperava nada da Elain, mas espero agora. Se vai colocar ela como uma das protagonistas, então que ela se torne uma personagem muito foda. E que não aja como se a Nestha fosse um móvel, útil para decoração apenas.


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
Mds, eu falei demais, mas só mais uma coisa, você também se incomodou da narração ficar alternando entre terceira e primeira pessoa?


Danni 12/11/2018minha estante
Vou responder logo a última kkkk Sim, muito fora da caixinha, se decida. É p vc pensar q foi escrito de qq forma, q até a editora responsável pelos livros da Sarah não tivesse lido nem feito nada.
Vamos a Nestha, encarei aquilo de Cassian seguindo por 2 motivos. Primeiro querer dar o presente sem q mais ninguém visse, segundo por uma frase q ele disse a Feyre quando estavam indo p o jantar na casa dos ventos "pq não consigo ficar longe ". Lembre-se q ela tb sentiu algo similar na batalha final, quando ela disse p fugir e ela disse q não podia. Enfim, não encarei como acompanhar p proteger. Rhys mesmo disse a Feyre no livro 2 q tentou muito ficar distante e não conseguia.
Quanto as mulheres Illyrianas vamos fazer umas contas. Na primeira guerra Rhys não era GS, então não podia fazer nada. Depois ele só foi se tornar GS muitos anos depois, lembre-se q Tamlin (q nasceu durante a guerra), já era adulto e tinha anos de treinamento. Assim q se tornou GS ele teve q garantir a ordem na corte, não podia fazer uma revolução de encontro as tradições assim. Depois veio Amarantha. Então entendo pq só agora, e entendo pq deixou nas mãos de Cassian, afinal tem q delegar algo e Cassian é o general dele.
Concordo q outras guerras ficaria repetitivo. E acredito q serão mais assuntos inacabados. Vamos a lista Illyrianos se revoltando, algo q Rhys anuncia desde o livro 2(já sabemos q Cassian e Nestha vão limpar esta bagunça), bem como a revolta de Keir e o troco por tudo o q fez p Mor ; O lago c o feiticeiro p salvar Vassa (acredito q vá ser algo c Lucien e Elain. Acho q o 2 livro vá ser p definir se vai ou racha os 2); temos ainda as rainhas, q Rhys tb já disse q sabe q vão ser uma dor de cabeça(creio q vá ser no livro de Az). Temos mais alguma bagunça? Simmmm antes q eu esqueça, acho q Lucien vá tentar salvar Vassa e vá pedir ajuda a Helion, e então esta parte vá se desenvolver.
Tb estou maluca pelo livro de Az, como tb p saber dos poderes q Amren vá ter ou não kkkk E o livro de feitiços do rei de Hybern? Esqueceram novamente de pegar?
Quanto a Eris, vamos combinar de não termos expectativas. Afinal ele ser vilão e pronto tb é muito esperado.
E Nuam, vc não me disse o q acha daquela teoria minha q foi Rhys quem ajudou Lucien, e não Tamlin.
Concordo c Rhys e Feyre de plano de fundo, já deu.
Aquele "ser" nas terras de Mor não me sai da mente.
Vamos cruzar os dedos c Elain. E rezar p a teoria do laço não ser verdade.
Concorda comigo q o Calanmai era p ser Ianthe c Tamlin? Foi muito sem graça ser c Lucien.
Quanto a Trono de Vidro, eu sou apaixonada. Principalmente pelo livro 3. O livro 2 é o mais fraco. O tomo 1 do livro 5, não é fraco, só não é coerente c quem ela se tornou ao longo de 4 livros. E a Sarah exagerou no romance. Mas no tomo 2 tudo volta aos trilhos. O final de cada livro é de vc pirar pelo próximo.
Antes q eu me esqueça. Vc tb não queria mais das outras cortes?
Concordo sobre as outras Grã Senhoras. No fim acho q só vai ser Viviane.
Nossa muito decepcionada c Mor, vai ser preciso muito p perdoar.


Danni 12/11/2018minha estante
E fale muito, adorando


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
Eu vou sair um pouquinho do assunto aqui, mas é bem rápido and I have a point to make. Eu vi nos seus livros que você nunca leu Anita Blake, mas vou dar uma explicada no que aconteceu, é uma série de romance paranormal que começa BEM meia-boca, fica bem melhor a partir do segundo livro, e quando fica bom de verdade, lá pelo sétimo, começa a despencar até o desastre total no onze. Se não me engano, agora tem vinte e nove livros o próximo sempre pior que o anterior. Só que a autora, Laurell K. Hamilton... Como explicar? Fica evidente cada fase da vida dela nos livros. Casamento, separação, descobertas sexuais, novas coisas que conheceu. Chegou em um ponto que a heroína se tornou o que combatia e... I have a point. O que quero dizer com esse exemplo, é que talvez algo parecido esteja acontecendo com a Maas. Não sei se você leu os agradecimentos, mas ela diz que descobriu que estava grávida. E isso aconteceu enquanto escrevia o livro em que a Feyre decidia que queria ter filhos.

Voltando ao assunto, acho que me sentiria mais confortável se tivesse sido tudo na primeira pessoa, mas vou dar o benefício da dúvida aqui, talvez ela tenha feito assim assim para... Idk, deixar isso para os livros que sejam mesmo desses personagens, ou não provocar estranhamento quando for para a terceira pessoa na próxima série. E a escrita dela estava bem diferente do restante dos livros, fiquei realmente surpresa.

Sim, você está certa sobre o Cassian querer entregar o presente e não conseguir se manter afastado, eu não tinha pensado por esse lado. É só que eu não aguentava a Nestha nos outros livros, e agora quero só gritar com todo mundo por causa dela e ver a personagem maravilhosa que ela já é e vai se tornar.

Entendo o que você quer dizer sobre o Rhys não ter tido as melhores condições para lidar com as tradições Illyrianas, mas insisto que algo deveria ter sido feito, elas estavam passando por coisas horríveis, ainda estão passando. Não precisaria ser uma revolução, mas se ele tivesse ao menos começado, já teria um caminho para seguir agora que voltou e a guerra acabou. Mas mds, como eu quero ver a Nestha chegando lá. Uma coisa boa desse livro foi me fazer ficar louca por esse casal e eu ainda nem sei como isso aconteceu.

Falando em coisas boas, você disse sobre os poderes da Amren, e eu adorei ela nesse livro, principalmente ela com o Varian, eu amo um casal. Acho que ela e a Nestha vão se ajudar, as duas que podem ou não ter poderes novos, gostaria de ver a amizade entre as duas sendo explorada, não só citada.

Se o Eris fosse um vilão, acho que se encaixaria na trama do Az, ele é um espião e poderia lidar com tudo e impedir um golpe. Mas depois dele falando sobre os humanos, apesar de desejar que ele seja, não acredito que isso vá acontecer, acho que no máximo ele vai ficar como um personagem meio duvidoso, mas que você vê que faz coisas boas. Eu gostaria que ele não fosse o novo Rhys, algo que vai ser difícil se a autora usar esse movimento de novo.

Algo que não me sai da mente é o quão fácil os humanos poderiam voltar a ser dominados. Será que eles vão ter que lidar para sempre com a boa vontade dos Grãos-Senhores para não serem escravos de novo, ou eles vão conseguir uma forma eficiente de se defender?

Eu realmente não sei muito bem o que pensar sobre a escuridão, se não for Bryaxis, acredito que vai ser algo ancestral, que talvez tenha despertado com todo o barulho que a guerra que tinha o Caldeirão, a Tecelã, o Entalhador de Ossos, Bryaxis e a Amren full pistola causou. Mas como a autora já subverteu o conceito de luz - corte primaveril - ser bom e a escuridão - corte noturna - ser ruim. Talvez seja um aviso, porque realmente muitas coisas mudaram em um período de tempo curtíssimo, então outras coisas poderiam ter surgido. Pode ser uma ameça também. É só uma ideia.

Vamos concordar que eles "esqueceram" muitas coisas nesse livro xD eu só consigo me lembrar do quão doloroso foi acompanhar a Feyre fazendo compras. O que você achou sobre o Vazio e Esperança?

Eu disse, sim, menina, concordo contigo sobre a Nuam e o Rhys, acredito que seria ainda melhor o Tamlin percebeu o quão pouco fez por aqueles que amava de seu jeito distorcido. AAAAAAAAAAAAAAAAAAa também acho que o Calanmai tinha que ter sido Tamlin e Ianthe, vamos combinar que eles se mereciam. Mas acho que agora com o Lucien a autora tem a chance de trabalhar o ponto de vista de um homem que foi abusado sexualmente, já que o Rhys nunca falou sobre isso e não foi algo muito desenvolvido no arco dele, o que não é um problema, mas eu gostaria de ter visto.

Eu queria ver não só mais das outras cortes, mas ver elas interagindo entre si, ver a diversidade de feéricos e outras criaturas que habitam suas cortes. Além disso, foi só focarmos um pouco mais em Velaris para ver algumas incoerências por ali xD


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
Falando em outras séries, você acha que Crescent City vai dar bom?


Danni 13/11/2018minha estante
Entendo o que vc quer dizer com novas descobertas, de possivelmente a Sarah estar em um outro momento e por isto a mudança de sua escrita nos livros. Não tinha pensado nisto.
A mudança no ponto de vista tb concordo. O Trono de vidro é escrito em terceira pessoa. Aaaa uma coisa q esqueci de te dizer, no livro 3 de Trono (meu favorito) entram novas personagens e uma delas já é queridinha minha.
Mas pensei bem sobre Eris, e acompanha comigo. O Beron tem 3 ou 4 filhos (sem contar Lucien) e é conhecido por serem cruéis. Será mesmo q nenhum puxou a bondade da mãe? E outra, Beron morrendo a corte outonal vai sempre ser governada por uma pessoa ruim, não vai ter uma chance. Pegou a trama?
Sobre as outras cortes, queria pelo menos 1 livro sobre cada corte. Pensa Tarquin lutando p transformar sua corte. Helion descobrindo seu herdeiro. Thesan abrindo sua corte para quem quisesse recomeçar. Eris revolucionando a outonal, levando a uma era de ouro. E Tamlin se redimindo e reconstruindo a primaveril. E todos os GS se reunindo e decidindo proteger os humanos através de um pacto mágico q qq q tentasse explorar ou escravizar um humano sofreria graves consequências. Q eles finalmente entendessem q sim, tb é responsabilidade deles.
Concordo sobre Nestha estar se transformando e se tornando um protegida. Expectativa grande.
Se vc pensar bem, até a corte dos pesadelos precisa de uma revolução. P as fêmeas deixarem de serem éguas premiadas.
Amandoooo nossos debates
Sobre a nova série, ainda não lí nada sobre como vai ser. Mas seria interessante algo mais diferente de Trono e Corte


Danni 13/11/2018minha estante
Voltei, esqueci de comentar sobre Lucien. Tb estou ansiosa pelo livro dele, e acredito q vá ser o próximo depois de Cassian e Nestha. Pensa só, ele q raramente é valorizado, q estava em uma puta depressão, q foi abusado físico e psicologicamente. Tomara q ela explore mesmo.
Tb achei sofrível ver Feyre fazendo compras. E o vazio foi forçado. O pior é vc saber q poderia ter sido muito melhor c pouco esforço


Danni 13/11/2018minha estante
Voltei 2 KKKK
Esqueci de comentar contigo. Não sei se vc escutou uma teoria no livro 2. Que Tamlin e Amarantha eram parceiros, por isto a fixação dela com ele, mas este recusou o laço. Imagina só se for verdade. Pq era muito estranho o modo como ela tentou e tentou e tentou tê-lo. Já pensou uma novela ou um livro da corte primaveril e esta bomba


Danni 13/11/2018minha estante
Apaguei e reescrevi, tinham tantos erros de concordância
Entendo o que vc quer dizer com novas descobertas, de possivelmente a Sarah estar em um outro momento e por isto a mudança de sua escrita nos livros. Não tinha pensado nisto.
A mudança no ponto de vista tb concordo. O Trono de vidro é escrito em terceira pessoa. Aaaa uma coisa q esqueci de te dizer, no livro 3 de Trono (meu favorito) entram novos personagens e uma delas já é queridinha minha.
Mas pensei bem sobre Eris, e acompanha comigo. O Beron tem 3 ou 4 filhos (sem contar Lucien) e são conhecido por serem cruéis. Será mesmo q nenhum puxou a bondade da mãe? E outra, Beron morrendo a corte outonal vai sempre ser governada por uma pessoa ruim, não vai ter uma chance. Pegou a trama?
Sobre as outras cortes, queria pelo menos 1 livro sobre cada corte. Pensa Tarquin lutando p transformar sua corte. Helion descobrindo seu herdeiro. Thesan abrindo sua corte para quem quisesse recomeçar. Eris revolucionando a outonal, levando a uma era de ouro. E Tamlin se redimindo e reconstruindo a primaveril. E todos os GS reunindos e decidindo proteger os humanos através de um pacto mágico q qq q tentasse explorar ou escravizar um humano sofreria graves consequências. Q eles finalmente entendessem q sim, tb é responsabilidade deles.
Concordo sobre Nestha estar se transformando e se tornando um protegida. Expectativa grande.
Se vc pensar bem, até a corte dos pesadelos precisa de uma revolução. P as fêmeas deixarem de serem éguas premiadas.
Amandoooo nossos debates
Sobre a nova série, ainda não lí nada sobre como vai ser. Mas seria interessante algo mais diferente de Trono e Corte


Gabrieli Gudniak 13/11/2018minha estante
Eu quero ver mais sobre esse homão que é o Hellion, além de ver a mãe do Lucien em segurança, ela merece isso e eu não lembro de o nome da coitada.

O problema é que mesmo se eles entenderem que é responsabilidade deles, tudo que basta é um Grão-Senhor decidindo que não está feliz, ou então alguém novo em um trono querendo os humanos como escravos, ou mesmo pequenos grupos, e os humanos estão sob ameaça de novo.

Pois é, eu estava lendo a Feyre falando sobre querer estar grávida e pensei que a autora talvez tivesse cedido ao fandom e suas artes maravilhosas, porque, para mim, não parecia o intento dela fazer isso tão cedo, mas foi só ler os agradecimentos para pensar "ah, agora faz sentido". E já que estamos falando da autora, espero que ela fique bem, ela passou por alguns momentos difíceis.

Eu fico pensando que todas as cortes precisam melhorar, e como isso será feito, já que revoluções entre criaturas seculares deve ser mais difícil ainda.

Eu achei muito clichêzinho a sinopse da nova série, mas sem dúvida vou ler, a Maas ainda tem aquele ar de nunca se sabe o que esperar.


Cida Oliveira 14/11/2018minha estante
Não sei se você acompanha Trono de Vidro da Sarah, o que está faltando nesse livro ela soube compensar em no último livro Kingdom of Ash. Que livro magnífico!!!


Gabrieli Gudniak 14/11/2018minha estante
Oi, Cida, eu não acompanho, mas planejo ler, principalmente agora que a série foi terminada, o problema é arrumar espaço na lista de leituras que nunca acaba xD



Danni 14/11/2018minha estante
Aff, toda vez esqueço q não dá p colocar link. É o link de um álbum de corte


Gabrieli Gudniak 14/11/2018minha estante
Esse álbum está maravilhoso, Danni < 3


Cida Oliveira 15/11/2018minha estante
hahahaha essas listas de livros são um problemas. Na minha sempre tem uns que furam a fila rsrsrs e ainda tem a questão de que Trono de Vidro são 7 livros, e tem alguns que são grandes.


Danni 15/11/2018minha estante
Que bom q gostou, e q bom q deu p ver. Toda vez q acho uma fanart nova eu coloco


Gabrieli Gudniak 24/11/2018minha estante
Sabe o que eu estava pensando? Será que esse livro passou por um editor direitinho? Porque a escrita dela está muito diferente dos outros livros e tem uns acontecimentos que não dá pra engolir. Tipo o Rhys narrando a "cena" dele voando, ou a Feyre pagando a Nestha para ir na festa.


Danni 25/11/2018minha estante
Pois é, concordo q a impressão é terem dado carta branca e pronto. Teve muita apelação. Tinha tudo p ser uma boa novela




Queria Estar Lendo 05/09/2018

Resenha: Corte de Gelo e Estrelas
A Court of Frost and Starlight (Corte de Gelo e Estrelas) é a "novella" recém-lançada por Sarah J. Maas em sequência a Corte de Asas e Ruína. Esse livro é um 3.5 dentro da série e serve tanto para fechar em definitivo o arco de Feyre e Rhysand como dar espaço para os personagens que protagonizarão o próximo livro da série.

Com exceção de uns poucos capítulos, essa novella toda foi de uma existência desnecessária absurda e de uma enrolação que me fez revirar os olhos na maior parte do tempo.

Na trama, acompanhamos os preparativos da Night Court para as festividades do Solstício de Inverno; a noite mais longa do ano é uma comemoração importante na corte - principalmente naquele momento, quando todos estão passando por situações delicadas emocionalmente envolvendo as consequências da guerra. Através dos pontos de vista de Feyre, Rhysand e de alguns outros personagens, Sarah entrega uma história incrível e, como sempre, apaixonante de se acompanhar.

"Você nasceu na noite mais longa do ano. Era seu destino estar ao meu lado desde o começo."

A melhor coisa que a Sarah J. Maas já fez pra essa série foi dividir os pontos de vista; a narração da Feyre é legal, mas já deu. Inclusive, já deu de Feyre e Rhysand também.

Acho que por Corte de Asas e Ruína ter soado tanto como um fechamento para mim, ler sobre eles foi, na maioria das cenas, uma encheção de linguiça que eu não estava afim de acompanhar. Sim, tem ótimas cenas. Sim, os personagens são legais e a Sarah sabe como escrever seus pontos de vista de maneira magistral; mas teve MUITA enrolação e isso é fato.

"Nós caminhamos pelo coração do Palácio e passamos ao lado de uma treliça de pequenas luzes que começavam a brilhar. De algum lugar quieto e adormecido dentro de mim, o nome de uma pintura apareceu: Neve e Luz de Estrelas."

O que foi essencial para a trama caberia facilmente num conto, então ela estendeu através dos preparativos para o Solstício de Inverno e levou isso muito a sério. Foram capítulos de compras dos presentes para os outros personagens, decorações, escolhas de presentes de novo - e aí ela entregava um capítulo interessante, mostrando o emocional da Feyre ou do Rhysand através do que estava acontecendo longe dessa encheção de linguiça. Eu achei desnecessário, sim, e poderia muito bem ter sintetizado só a parte emocional sem perder tanto tempo descrevendo roupas, joias e outras perdas de tempo.

Uma coisa que eu achei completamente descaracterização de personagem foi o fato de o Rhysand, todo "igualitário" na hora de nomear sua High Lady, não parece muito ansioso pra que a Feyre ocupe o mesmo espaço que ele na Corte. Licença né, mas ela ter ficado pra trás pra cuidar de COMPRAS e estar lidando com assuntos da casa enquanto ele viaja pra cuidar de assuntos políticos (que deveria incluir a Feyre também) é a coisa mais misógina possível. Eu esperava muito mais de um casal tão "desconstruidão".

E eu preciso fazer um adendo aqui sobre como a Feyre e o Rhysand deveriam olhar para o próprio umbigo egoísta deles antes de falar qualquer coisa sobre a Nesta. Ela está passando por PTSD (Transtorno de Estresse Pós-Traumático) da pior maneira possível e os dois estão fazendo pior do que o Tamlin fez com a Feyre; é hipócrita e ridículo o quanto esses dois, que tanto perderam na guerra e na vida, acham a Nesta egoísta por estar se escondendo do mundo. A Feyre, principalmente, que viveu isso na própria pele, deveria saber melhor do que ninguém a dor e o sofrimento pelo qual a irmã está passando.

Eu fiquei absolutamente irritada por alguns detalhes do livro, mas um em particular, ali no final, me fez querer escrever o nome da Feyre e do Rhysand no Death Note. Pronto, desabafo feito.

No que a Sarah pecou com essa enrolação ela acertou em cheio dando voz a outros personagens. Cassian, Nesta e Morrigan ganham capítulos só deles - muito rápidos e que poderiam ter tido mais espaço se ela tivesse me dado menos de compras e mais dos coadjuvantes, mas é a vida.

Eu amei ler cada um deles. Já é fato que a Nesta é minha personagem favorita nesta série e eu morreria na fogueira para protegê-la; Cassian é meu filho e eu lutaria uma guerra por ele. E Morrigan, que feérica incrível e maravilhosa de acompanhar. Eu quero mais deles - e, com a promessa deixada pelo fim da novella com alguns capítulos do próximo livro da série, eu vou ter.

"Ela rasgou a escuridão com garras e dentes. Dilacerou e destruiu. A escuridão eterna ao redor dela estremeceu e se debateu. Ela riu enquanto aquele poder tentava recuar."

Nesta é de uma complexidade que eu quase choro sempre que começo a lê-la. Eu sou apaixonada por tudo que a personagem é e promete ser. Intensa, perturbada, sombria e solitária, Nesta está enfrentando mais demônios do que deixa transparecer; apesar dos poucos capítulos mostrando a personagem, temos um vislumbre do que pode ser seu futuro se alguém não lhe estender a mão para ajudá-la a encontrar estabilidade novamente.

Nesta é uma força da natureza em toda sua intensidade. Ela é rica em presença, em escuridão e é tão doloroso ler tudo que existe nela e vê-la se fechando em meio a isso. Ver todo o seu poder e saber o quanto isso custa a ela.

Diferente de Elain, drenada pela melancolia da transformação, Nesta é toda fúria e amargo ressentimento e por isso eu a amo tanto. Ela é um trem desgovernado de emoções; aos outros personagens, parece egoísmo. A quem consegue lê-la e interpretá-la (digo isso porque tem muito hater que eu queria dar uns tapas na cara pra ver se aprende a ver a complexidade que é essa personagem feminina maravilhosa) é a promessa de um arco de desenvolvimento inesquecível.

Eu mal posso esperar por mais da Nesta; por tudo que a Sarah pode trazer para essa personagem.

"Cassian nomeara pelo menos doze poses para Nesta até aquele momento. Começando em Eu Vou Comer Seus Olhos no Café-da-Manhã até Eu Não Quero que Cassian Saiba que Estou Lendo Livros Eróticos. A última era sua favorita."

Cassian, por outro lado, ainda que sombrio e ressentido, ainda mantém a aura bem humorada que já é característica. Ele tem seus fantasmas a enfrentar, sombras que carrega da última e terrível batalha que viveram, mas é um guerreiro em todo o seu ser; enquanto Nesta se deixa afogar na solidão, Cassian sabe e entende que não pode se fechar e se esconder, e sabe que deixar Nesta fazer isso é ir contra tudo em que acredita. Toda a esperança que pode renascer nela se encontrar ajuda.

Eu amo os dois com tanta força que é difícil de explicar. Feyre e Rhysand podem ser o destaque dessa obra, mas, para mim, Nessian roubou a atenção. Eles são muitas probabilidades, muitas incertezas, e eu amo ver o começo de um casal tão impossível em meio a tantas coisas que dividem sem saber.

"Para a abençoada escuridão da qual cada um de nós nasceu, e para a qual retornaremos algum dia."

Morrigan, por fim, completa esse arco de personagens secundários ganhando voz. Assim como Nesta, Morrigan tem suas próprias lutas internas; menos devastadoras, mas igualmente fortes e perturbadoras. Eu quero ver mais dessa guerreira forte e independente, quero ver sua evolução e sua luta contra aquele trauma de seu passado. Quero saber o que o futuro promete para ela, com tantas possibilidades postas na mesa com o fim desta novella.

Elain, Azriel e Amren não ganharam tanto destaque, mas imagino que serão importantes no próximo volume. Cada um com seus momentos gentis, doces e divertidos, cada um carregando o peso dos acontecimentos da grande guerra que passou.

Tal como Velaris, a cidade da Corte Noturna. Tal como os cidadãos que perderam tanto durante a batalha; o livro explora isso de maneira agradável naqueles capítulos da Feyre e do Rhysand em que não está se embananando em coisas triviais, e eu gostei muito de conhecer mais dos moradores, dos outros feéricos que participaram da vitória e que sacrificaram tanto para que ela acontecesse.

Em A Court of Frost and Starlight, Sarah J. Maas enrola demais pra entregar uma coisa bem simples. Esse retorno ao mundo da Feyre e dos outros personagens foi uma aventura esperançosa, com traços sombrios dando espaço para as próximas histórias a serem contadas. É o fim de um ciclo e o início de outro. É a promessa de um futuro com novas lutas, novas aventuras e o destaque a voz de outros personagens.

Caberia facilmente num conto, mas o capitalismo fala mais alto né...

site: http://www.queriaestarlendo.com.br/2018/05/resenha-court-of-frost-and-starlight.html
Puri Morais (@nocasoumabookaholic) 05/09/2018minha estante
so verdades


Sofia 06/09/2018minha estante
vou passar bem longe desse..


Giovanna. 06/09/2018minha estante
Ainda n li esse mas concordo muito com a parte " já deu de Feyre e Rhysand" confesso que não estou muito afim de ler já enjoei desse casal


Queria Estar Lendo 06/09/2018minha estante
Se tu passar longe e só procurar os spoilers que importam pro próximo livro (que são umas 3 coisinhas, real oficial) não vai perder muita coisa HUASHUUHASUHSAHUSA só se safa de ficar com ódio de Feysand, o que infelizmente aconteceu comigo e agora vai assim até o fim T_T


Renata Izandra 15/09/2018minha estante
Então, eu ainda não li o livro, mas concordo q Feysand já deu, pelamor... E assim, vi várias resenhas criticando o triângulo amoroso Lucien/Az/Elain, mas tipo, no final do último livro eu acho [POSSÍVEL SPOILER ATÉ O FINAL DO COMENTÁRIO] mostra que o Lucien faz amizade com uma mulher lá de outro reino, não lembro agora quem... Lembra, q ele foi atrás dela pra ajudar na guerra? E eles pareciam estar bem amiguinhos, eu fiquei com a sensação de que, apesar de ele e Elain serem almas gêmeas (ou sei lá como chama no livro, não lembro), ele talvez fique com essa mulher guerreira e a Elain com o Az .


Queria Estar Lendo 17/09/2018minha estante
Oi, Renata. Eu não acho que o triângulo Elain/Lucien/Az seja um problema, inclusive achei a dinâmica interessante e a coisa do "não sabe com quem ela vai ficar" bem encaixada nesse caso, considerando tudo que a gente sabe sobre eles. [TALVEZ CONTENHA SPOILERS A PARTIR DAQUI ATÉ O FIM DO COMENTÁRIO] PORÉM o que me deixou brava, e eu nem cheguei a comentar na resenha porque tava de saco cheio desse livro e só queria acabar de falar nele logo UHASUHUHASUHAS é que a Elain tá um porre. Um porre INSUPORTÁVEL e injusta com o Lucien e eu quero muito ver ela longe do meu bebê porque ele merece mais. Não gosto de como a Sarah pinta ela de 'coitada' pra gente ter pena quando ela tá machucando muita gente ao seu redor por egoísmo, tal como a Feyre. Espero que a narrativa melhore a Elain no próximo volume porque aqui deixou muito a desejar - e eu espero mesmo que o Lucien encontre alguém que mereça o coração de ouro que ele tem.


Lorraine.Rodrigues 02/10/2018minha estante
null


Letícia 06/10/2018minha estante
undefined


Gigarba02 15/10/2018minha estante
undefined


Gabrieli Gudniak 12/11/2018minha estante
"Caberia facilmente num conto, mas o capitalismo fala mais alto né..." Isso foi EXATAMENTE o que eu pensei, essa resenha me representou~ Para mim, isso parecia um conteúdo extra que os autores costumam liberar em edições especiais ou como ebook, não algo que se sustenta. E tentar justificar e enrolar a existência por mais de duzentas páginas... Doloroso.


Amanda - @entrelinhas.literario 14/11/2018minha estante
Felizmente você compartilha da minha parcepção da Nestha. Ela é difícil sim, mas desde o primeiro volume ela me surpreendeu de uma maneira que me impediu dali pra frente de julgá-la. Principalmente pelo fato de os capítulos dela não serem narrados por ela (como é com Feyre e Rhys).
Quem eu não consigo GOSTAR mas ACOFAS me fez ter mais paciência é a Elain. Desde sempre uma mimadinha superprotegida por todo mundo, mas que pelo menos parece estar começando a aceitar parte da sua nova realidade. Só quero que ela deixe de ser tão babaca com o Lucien, esse sim que tem motivo mais que suficiente para ser traumatizado com todas as relações de amizade que já teve e possa vir a ter.
Enfim, apesar de ter me decepcionado com essa forçação de compra de presentes e linhas e mais linhas para falar de joias, eu me emocionei demais com a tecelã e acho que dá para esperar algo de interessante na Corte Primaveril, além de um desenvolvimento de mais plots e personagens até então secundários. Só chega de Rhys e Feyre como protagonistas, pelamor.


Ana 14/12/2018minha estante
Eu vi um vídeo uma vez que a menina falava que "quando a Sarah se cansa de um casal/personagem, ela acaba com ele", pelo que li da sua resenha, imagino que o mesmo aconteceu com Feysand... vou ler o livro só para dizer que li todos, mas depois dessa resenha já sei que vou odiar (concordei com as outras resenhas que você escreveu heheh)


Queria Estar Lendo 09/01/2019minha estante
Oi, Amanda!
Sobre a Nesta, é isso mesmo (ainda não entendo o motivo de terem traduzido pra Nestha, mas enfim UHASUHASUHASUHASUH). Ela é muito julgada pelo temperamento, mas é o mecanismo de defesa que ela conseguiu construir pra lidar com a vida difícil; se a Feyre era altruísta enormemente, não significa que a Nesta seja uma pessoa ruim. E julgá-la pela situação que ela enfrentou depois do Caldeirão me deixa PISTOLA porque, de novo, é consequência do trauma. Do mesmo jeito que a Elain se fechou, a Nesta explodiu. Tenho certeza que todo mundo que "odeia" ela vai morder a língua no livro solo e vai mudar de opinião e eu vou estar aqui pra falar HMMMMMMM É MESMO?
Sobre a Elain, confesso que fiquei um pouco zzzzzzzzz com o drama também. Entendo a postura e o medo dela, mas acho que já tá na hora de desenvolver um pouco mais a personagem além desse arquétipo de donzela solitária.
CHEGA DE FEYSAND 2K19


Queria Estar Lendo 09/01/2019minha estante
Oi, Ana!
Eu concordo e assino embaixo a respeito disso sobre ships, inclusive foi meu MAIOR MEDO lendo Kingdom of Ash porque se ela cagasse um dos meus otps no final igual fez com Feysand eu levantaria um exército pra caçar a mulher. Felizmente não foi o caso - só espero que não me surja com contos como surgiu com esse ACOFAS aqui, DEIXA A GALERA DE TRONO DE VIDRO EM PAZ!
Lê só pelos insights do que vai ser o spin-off da série que vale a pena, mas vai sem expectativa pra não quebrar a cara igual eu UHUHASUHASUHASUHASUH infelizmente RIP Feysand.


Anita 13/05/2019minha estante
Vale a pena ler esse livro ? Estou lendo e está sendo uma toeutuura....muito chato. Como.vc disse enchecao de linguiça de comprar prese te para festa é blá blá...E até agora onde estou nada de interessante acontece....passou 1 mês. Terminei 2 livros e não consigo acabar esse.


Myrelle 24/02/2020minha estante
meu Deus o tapa na minha cara depois de ler essa resenha kkkkkkkkkkkkk admito q ficava muito chateada com as atitudes da nestha mas entendia tudo que ela tava passando e mal posso esperar pro próximo livro focando nela e nos outros personagens também. Lendo até que eu achei gostosinho mas realmente teve muita enrolação e coisas desnecessárias.


Iva 31/03/2020minha estante
Pensei que fosse só eu que fiquei com essa sensação:Feyre e Rhysand já encheu o saco. Ansiosa pelo próximo livro em que espero que veja muito mais da Elain, Azriel, Mor e as gêmeas espiãs, o Devlon e Lucien.


Fabiana.Milanezi 18/05/2020minha estante
Haverá novos livros? Porque ficou em aberto as histórias de todos os personagens, exceto dos protagonistas..


anninha 25/06/2020minha estante
Você conseguiu explicar em palavras tudo o que eu senti lendo esse livro.




Amanda 31/12/2018

Sério gente, a autora tanto tentou que conseguiu acabar com o meu encanto pela saga. Primeiro que eu não sou muito fã de livro extra, se há a necessidade de histórias complementares para se ter pleno entendimento da história oficial o/a autor/a falhou miseravelmente em sua função. Segundo que se eu estou questionando a existência de um livro extra o meu relacionamento com a história já não está muito bom. Mas já que o livro existe, o mínimo que eu espero é que COMPLEMENTE A HISTÓRIA DE ALGUMA FORMA!!!!

Não sei exatamente o que eu estava esperando desse livro, eu nem tinha grandes expectativas para ele, até porque minha única esperança era ter uma amarração decente de tudo que a autora deixou solto no final do livro anterior (A Court of Wings and Ruins). Mas a trama escolhida não agrega em nada, é uma história preguiçosa e sem propósito, além de focar nos personagens que já conhecemos e nos locais que já conhecemos. Nem a narração com POV. diferente conseguiu apresentar algo novo.

A escrita da autora, que já elogiei outras vezes, em alguns momentos beira a vergonha alheia. Parece que nem ela estava muito feliz em escrever o que escreveu. Rola um drink game da hora com as frases "I fell more than I saw", "My toes curled", "Siphons flickering" e qualquer momento que a Feyre pensa no Rhys e explica "Rhys - my mate", ou qualquer citação de "mate"... Ok, eu não queria confessar, mas cheguei ao final da leitura embriagada.

Já que a história escolhida pela autora poderia ser reduzida a um único paragrafo bem narrado, as outras 200 páginas tinham que ser preenchidas de alguma forma. Uma das maneiras escolhidas pela autora foi mostrar como o casal principal é perfeito, o café da manhã é perfeito, os pensamentos se completam, um entende o outro com uma troca de olhares, o sexo é perfeito - vale o adendo que se eles não estão fazendo sexo, eles estão lembrando do sexo, estão falando sobre sexo pelo bond ou estão reclamando que estão fazendo pouco sexo -, mas voltando ao mundo perfeito deles, o Rhys é perfeito, o macho perfeito que toda mulher quer... Nossa, eles são muito perfeito juntos... É muita perfeição...

NÃO DÁ MAIS!

Veja como tudo é perfeito na atual vida da Feyre e do Rhys, mas o mesmo não pode ser dito para a vida de nenhum outro personagem, a única diferença entre o casal e o resto é que eles dois são um casal e o resto... Bom o resto ainda está na busca do seu lugar ao sol, ou melhor, ainda está em busca de um amor perfeito para chamar de seu. E é aí que começa meu segundo grande problema.

Já disse em resenhas anteriores e vou repetir, PRA QUE A NECESSIDADE DE FORMAR CASAL? E não é só formar um casal, é uma fixação patológica para a validação existencial de uma pessoa. Parece que a todo momento a autora diz que para a vida ter algum sentido precisa-se ter alguém do lado, todo instante que se passa sozinho não vale a pena porque não se tem um macho - perfeito - ao lado.

Veja como a autora conduz a história para o leitor pensar que tudo está tão merda que o único momento bom na vida do personagem é quando ele tem a chance de encontrar o amor, e que depois disso, tudo vai dar certo. Nem vou citar a Feyre, porque só com ela dá uma tese, mas olhe para as irmãs, a Nesta sempre foi a irmã carrancuda de mal com a vida que ia ficar para a titia, aí milagrosamente surgiu o Cassian. Depois da Elain passar pela pior experiência que ela poderia ter na vida, ela ganhou um mate a jato (o que é ser transformada à força se você ganhar um macho de brinde nénom?) Mas se o mate não parece ser a salvação para os problemas dela, o Azriel surge como possível candidato perfeito.

Depois de um conto inútil, temos o sneak peek do próximo livro com o POV. da Nesta e pela primeira vez eu consegui enxergar a pessoa por baixo da caricatura criada para ela. A menina tá só o caco, o trauma que ela teve ao ser transformada, ao ver a irmã ser transformada, ter que lidar com a mudança e se aceitar, ter que lutar contra os medos, a coitada está no fundo do poço. E como a autora quer resolver isso? COM MACHO!

Meeeeeooo, que ódio que eu fiquei. A autora quer porque quer que Nesta e Cassian sejam um casal, na cabeça dela deve ser assim "Qual a maneira mais fácil de forçar esses dois a ficarem juntos? Claro, obrigar os dois a conviverem juntos!" Como eu disse, a Nesta tá no fundo do poço, e a autora vai criar a falsa impressão que a saída para esses tipos de problemas é ter um FUCKING MACHO. Pior que ela já fez isso uma vez com a Feyre e está a um passo de repetir.

Essa leitura foi a gota d'água, eu não só me enchi disso, como voltei para o começo da série e analisei tudo de uma maneira diferente. E agora eu estou quase me odiando por não perceber essas coisas antes. Provavelmente eu vou ler o próximo livro porque eu preciso ver a Nesta achar sentido na própria vida sem ser por causa do Cassian, eu preciso que ela quebre esse ciclo dentro da série. Nesta se salva e me salva.
JANEREINANDO 04/01/2019minha estante
Você quase tomou a caneta da mulher para escrever o livro não foi?Rindo horrores aqui??? Mas ela deixou vários Ganchos eu creio que vai haver sim novos livros para resolver a vida desses personagens que ficaram arrasadas


Amanda 05/01/2019minha estante
Oi, bem que eu queria arrancar a caneta dela. Se não fosse pra escrever no lugar dela, pelo menos para a autora não fazer tanta merda na história. Eu torço muito muito muito para a Sarah acertar a mão nos próximos, porque provavelmente vou ler e não quero mais passar raiva.


JANEREINANDO 05/01/2019minha estante
??????


Gabriela 11/01/2019minha estante
Manaaa, me identifiquei muito com sua resenha. Realmente, essa coisa de precisar de um macho para tudo ou de tudo ser um mar de rosas na história, enche o saco. Não nego que peguei um rancinho da série por isso. Me senti representada :)


Ellem 13/01/2019minha estante
Adorei sua resenha, faço da suas minhas palavras. Eu gostei mais do primeiro porque ele não tinha esse apelo sexual que ficou depois que ela soube que tinha um parceiro. O que está me deixando com mais raiva nesse último livro, é esse espaço onde faz o leitor ver que para elas se descobrirem vão precisar de um macho. Claro que Cassian e Nestha vão formar um casal que eu particularmente gosto muito, onde ela não vai calar a voz para agradar macho, só que tenho certeza que a autora vai transformar ela em um bichinho de estimação.


Amanda 13/01/2019minha estante
Eu não gostava muito da Nestha, mas também, a autora não se importou em dar nenhuma profundidade além da básica personalidade de "irmã ressentida". Só agora percebi o potencial que ela tem, e realmente não queria que sua evolução ficasse atrelada ao homem ao seu lado. Ela é uma mulher forte, que sabe o que quer e não abaixa a cabeça. É perigoso colocar todas as descobertas, motivações, escolhas e evolução de uma personagem mulher na sombra de um homem.
Que bom que também conseguem perceber isso e questionar a história. ;)


Karenina 28/01/2019minha estante
Muito verdade. Eu até gosto de certo conteudo sexual, acho que deixa tudo mais emocionante se for pouco, mas agora já teve MUITO, encheu, não tem mais emoção alguma, só parece um grande livro hot estilo 50 shades.
Amei a história Feysand no 2 livro, mesmo, gosto de como foi uma ajuda mutua ali, mas DEU cabo, ela tem que parar de ficar de drama ta chato já.


Karenina 28/01/2019minha estante
E a Nestha me irrita, muito, mas ainda sim eu gosto de Nessian, espero que a autora amadureça a personagem sozinha para dar continuidade ao relacionamento ali.
E Lucien meu amorzinho,é claro. Amo ele. Elain tá sendo chata, sem sal, nunca gostei, e certamente não gosto de Elain e Azriel juntos.
MOR RAINHA tem que se achar sozinha, sem femea, sem macho, linda e plena, empoderada
Azriel tem que superar, basicamente.


Amanda 02/02/2019minha estante
A pior parte do conteúdo sexual dessa saga é porque é muito "vergonha alheia" (digo o mesmo para as cenas de trono de vidro). A Sarah é um péssima escritora desse tipo de cena, não sei se ela é ruim naturalmente ou se ela busca por metáforas e se usa de artifícios para narrar o sexo sem dar muito na cara que é sexo e o que está acontecendo, afinal, isso ainda é uma série de fantasia que tem pré adolescentes como público alvo. Então querendo ou não fica uma porcaria de qualquer jeito. Como não são bem feitas e, recentemente, não agregam em nada para história melhor tirar a vibe 50shades...

Sobre os personagens, mais uma vez a Sarah se perdeu. Ela criou tantos personagens interessantes ao longo da saga, que quando todos se juntaram alguns se transformaram em meros coadjuvantes, papel que não lhes cabe, ou foram bem mal desenvolvidos... muitos personagens que poderiam ser sensacionais se resumiram a tongos, simplesmente por não terem espaço para brilhar. Lucien, tem potencial para mais, foi um dos meus favoritos em Acotar, Elain quem? Acho ela muito "passiva" para ficar com o AZ, acho que ele merece a emoção de um furacão, não de uma brisa leve de verão, e Elain não pode ser o furacão que ele merece. Vai Mor, se liberta e reina sozinha, vc merece!




Geórgia 03/06/2020

Adorei o livro, apesar de que eu queria q tivesse mais partes sobre o Cassian e a Nestha. Só eu q shippo a Elain é o Azriel????
Juju 03/06/2020minha estante
Entre Elain e Lucien e Elain e Azriel, eu shippo mais ela com o Az, mas eu acho que ele merece coisa melhor que a Elain


Geórgia 03/06/2020minha estante
Pse mais até agora n apareceu mais ninguém para shippar com o Az então vai com a Elain mesmo kkk, fora q ela combina mais com ele do que com o Lucien.


Juju 03/06/2020minha estante
Não sei de onde é que a Sarah tirou que esses dois eram parceiros, o Lucien não aguenta nem ficar no mesmo cômodo que ela!


Geórgia 03/06/2020minha estante
Pse, agora pior q isso foi o fato de ter sido a Elain a matar o rei! N fez sentido


Juju 03/06/2020minha estante
Acho que foi só para ela ter feito alguma coisa na série, e não só existir


Geórgia 03/06/2020minha estante
Kkkkk deve ter sido, espero q nos próximos livros a Elain deixe de ser planta e a Nestha seja menos grossa


Juju 03/06/2020minha estante
Também espero




Lili (booktuber) 11/05/2020

Arrastado
Poxa, esse livro pra mim é totalmente dispensável. Fui esperando ver certos acontecimentos que nem chegaram perto de acontecer kkkk

Basicamente, o livro mostra um feriado e compras compras etc etc, sei lá, nada que me prendeu. Nada que concluiu.

Nesta e Elain como sempre chatíssimas, poxa, queria ver um amadurecimento delas também. Pensei que aconteceria nesse livro ? ao menos um pequeno avanço. Dava pra ter, tendo em vista que metade do livro são disparates e encheção de linguiça.
Pena.
Mesmo.

Não sei se lerei os próximos. ?
Pedro Stavrovich 11/05/2020minha estante
Na versão inglesa desse livro, no final, existe o primeiro capitulo do próximo livro e esse capítulo é da Nesta. Todo Hype que você poderia ou não ter ganho se encontra nesse capítulo em especial. Pelo menos para mim foi assim. kkkkk


Joyce Adrielle 11/05/2020minha estante
Tem ele traduzido na internet. Leia, que fará um pouco de sentido kkk


Lili (booktuber) 11/05/2020minha estante
Aaaah vou ler kk não sabia


Raul Gustavo 27/06/2020minha estante
Onde acha esse capítulo gente me manda via DM please


Joyce Adrielle 27/06/2020minha estante
Vou te passar Raul o link do site por DM


Rai 04/07/2020minha estante
Poderia mandar para mim também?


Rafaella.Lemes 10/07/2020minha estante
Realmente, é um livro que vai de nada a lugar algum. Mais um produto para faturar em cima dos fãs trouxas como eu, rs :(




Sammy Castilho 18/03/2020

Reencontrando velhos amigos
A escrita se mantém no estilo tradicional da autora. É uma leitura leve e fácil de se engajar, contada à partir de vários pontos de vista diferentes.
É como reencontrar velhos amigos para uma festividade e para os fãs que tanto se encantaram com a série, é um bálsamo depois do tempo sem notícias.
Porém em questão da história em si, teve pouco a agregar além do que já era suposto que ocorreria. Os eventos se passam cronologicamente pouco tempo depois do último livro, mas as histórias dos personagens não sofrem mudanças reais e permanecem em aberto. Recomendo para os fãs matarem as saudades dos personagens tão queridos, porém que não abram o livro com pretensão de fortes emoções e novidades na história.
Anídria 18/03/2020minha estante
Saudade dessa trilogia, a Sarah bem q podia lançar um segundo spin-off :'(


Sammy Castilho 18/03/2020minha estante
Realmente. Esse livro deixa com gosto de quero mais. Até porque nada se desenrola de verdade nesse.


Anídria 18/03/2020minha estante
Concordo plenamente


Sammy Castilho 18/03/2020minha estante
Já leu a série Trono de Vidro? Também dela. Ainda preciso ler o último. Também é ótima, mesmo que os da Corte sejam meus preferidos.


Anídria 18/03/2020minha estante
Lido todinhos, foi por TDV que conheci a autora. São absolutamente maravilhosos, Sarah existe pra acabar com os leitores. LEIA o último livro kjjjkk o tamanho assusta, mas é incriveel


Sammy Castilho 18/03/2020minha estante
Kkkkk, sim ele está na meta desse ano. Estou muito ansiosa.


Anídria 18/03/2020minha estante
Vc não vai se arrepender ??




Nadja 18/09/2018

Vendo as resenhas
Bom, eu só comprei o livro pra saber do Rys e da Feyre, então de tiver mais deles, tô dentro.
Nadja 18/09/2018minha estante
* Se tiver. :)


Sandy 21/01/2019minha estante
Kkkkkk, tava lendo o comentário das pessoas falando mal da perfeição dos dois e comecei a pensar se tinha algo errado comigo por gostar do rama cê dos dois, mas fico feliz em saber que não sou a única. :)


Nadja 22/01/2019minha estante
Eu amei muito o romance dos dois, nesse caso quanto mais melhor. Eles também aparecem na série Trono de vidro.


Sandy 22/01/2019minha estante
Sério? Eu li até a metade do terceiro livro de trono de vidro e eles ainda não tinham aparecido (eu acho).


Nadja 22/03/2019minha estante
Leia a série inteira. Kkkkk




Fabi 23/06/2020

Em minha casa servimos a acotar
Apesar de saber q esse livro não agrada muita gente, eu gostei demais dele, de verdade.

Eh claro q não eh um livro com uma premissa igual aos outros três, esse livro eh como se fosse um grande epílogo e eu me senti abraçada por ver como andou a vida de cada um pós corte de asas e ruína.

Queria mais. Confesso q to com um vazio no peito por saber que não vou mais me encontrar com esses personagens q amo tanto. Vou sentir saudade demais.

Só um ps: nestha tava mais insuportável q nunca nesse livro. Toda cena q ela aparecia eu fechava o livro, respirava um pouco e abria de novo pra ver a merda rolar haha

?Às estrelas que ouvem e aos sonhos que são atendidos... ?
Luna 23/06/2020minha estante
Também acho a Nestha insuportável,gosto muito do Cassian e se eu ler o spin off vai ser por ele.
Tô com medo de shippar a Elain e o Lucien e ela ficar com o Az ;-;


Fabi 23/06/2020minha estante
O livro não tem graaaaandes revelações mas eh gostosinho de ler, vai na fé haha


Luna 23/06/2020minha estante
Já li


Thaysa 23/06/2020minha estante
Amiga, a Galera Record repostou foi o seu story no insta deles?? Fancyyy hahahaha
Pensa que daqui uns meses sai o 4 livro que infelizmente vai ser sobre a insuportável (Nestha) com o Cassian


Fabi 23/06/2020minha estante
Sim miga to famosa socorro kkkkkkkkk eu fiquei sabendo q teria um próximo, só n sabia quem seriam os principais. Eu espero mesmo q a sarah faça algo pra melhorar o humor da nestha pq se não vai ser impossível ler sem revirar os olhos a cada página haha




Valéria 23/06/2020

Achei interessante ver como está a vida de todos depois da guerra, apesar de não ter um enredo muito complexo, não consigo me apegar às irmãs de jeito nenhum, não sei se vou conseguir se um livro sobre a chata da nestha
Joyce Adrielle 23/06/2020minha estante
Oii, você leu o capítulo extra? Procura depois e ler, aí faz sentido do porque terá um livro de Nestha.


Valéria 23/06/2020minha estante
Oii não li ainda, mas ela vai ter que mudar muito pra me conquistar kkkkkk


Bia 23/06/2020minha estante
Também não consigo gosta das irmãs, pra mim elas nem deveria ter aparecido nos livros kkk


Valéria 24/06/2020minha estante
Ainda bem que não sou só eu ahahah




spoiler visualizar
mel 17/06/2020minha estante
meu deus o título KKKKKKKKKKK


ladyclarke 18/06/2020minha estante
O título representa o meu sentimento ao terminar de ler KKKKKKKK


Stephanie 22/06/2020minha estante
KKKKKKKKKKKK estou tendo um ataque com sua revolta, realmente esse livro é muito frustrante comparado aos outros


ladyclarke 23/06/2020minha estante
esse livro não tem nada com nada além de fazer ter raiva dos personagens




Fantástica Ficção 24/09/2018

O significado de Procrastinação
Antes de ler esse livro, estava na minha mente que eu não deveria fazê-lo. Nunca leio livros spin-off de alguma coisa, principalmente quando são voltadas aos mesmos personagens sem trazer nada mais de novo. Mas, quando a oportunidade de Corte de Gelo e Estrelas (ou Corte de Gelo e Luz Estelar no original) eu pensei: porque não? É um livro curto, talvez me surpreenda. Mas a verdade é que estou chocada em ver como a Sarah J. Maas simplesmente deixou que o capitalismo falasse mais alto nos apresentando uma história esdruxula que me arrependo amargamente de ter lido

"– Você nasceu na noite mais longa do ano. Era seu destino estar ao meu lado desde o começo."

A narrativa de Sarah J. Mass, em termos de escrita ainda é uma das melhores. Apesar da pouca história, a autora consegue prender o leitor até o final do livro e eu diria que esse é um dos poucos méritos de ACOFAS. Se bem que é um eufemismo da minha parte chamar de pouca história o que Sarah fez quando, na verdade, não existe história alguma. Eu não consigo entender como uma autora tão brilhante quanto Sarah escreveu 238 páginas sobre compras e presentes. Sim, porque a história todo – exceto poucos capítulos – é voltada a essa encheção de linguiça.

De primeira, já é assustador o fato que Rhysand deixa Feyre em casa para cuidar de papéis quando ele vai resolver assuntos políticos para além da corte. Apesar de entender que a Sarah estava trilhando responsabilidades diferentes para cada personagem, a escolha de Rhys é misógina que não está nem um pouco próxima ao que ele fez quando a escolheu como sua grã-senhora. E claro que não posso esquecer que foi exatamente o que Tamlin fez com Feyre.

Falando no grão-senhor da Corte Primaveril, se eu posso acrescenta a longa lista de coisas que senti raiva nesse livro foi a maneira com o qual Rhys chutou cachorro-morto. Vejam bem, eu nunca fui exatamente fã do Tamlin nem mesmo quando este era o “mocinho”. Mas acredito que ele deve ter sua chance de redenção ou pelo menos seguir sua vida. De modo, que deveria bastar o fato que Feyre conseguiu com que todos deixassem a Corte Primaveril e Tamlin se encontra em um mausoléu para lidar com sua própria cólera. Então me digam: qual a necessidade do Rhysand ir até lá com um propósito e terminar saindo pisando no Tamlin? É tão incrivelmente mesquinho e completamente arrogante, que boa parte do respeito que tinha pelo Rhysand se foi nesse ponto. Boa parte, porque o resto… Ah! O que dizer do que aconteceu…

“Para a abençoada escuridão da qual cada um de nós nasceu, e para a qual retornaremos algum dia.”

Por falar em Rhys e Feyre, mais ou menos desde Corte de Asas e Ruína já estava um tanto enjoada do casal. Eu amo Feysand (ou amava), mas o propósito da Sarah J. Maas nunca foi exatamente o romance ao meu ver. Ele deveria ser algo a parte, principalmente no terceiro livro quando o foco era a guerra contra o rei de Hybern. Então, ao ler mais sobre o casal em ACOFAS o sentimento de desgosto apenas aumentou. O fato é que Feysand já deu. Sua história já foi encerrada. O foco deveria ser os outros personagens que não tiveram voz nos outros livros.

De modo que minha outra e única parte positiva nesse livro está na narração dos outros personagens que ganharam um pequeno espaço. Morrigan teve dois capítulos e posso dizer que não foram excelentes, mas também não foram desperdiçados. Quero dizer, nós temos um resgate de seus sentimentos em favor do seu passado mais contado por ela que deixam um sabor de quero mais. Já Cassian, que de longe foi o que teve mais destaque com três capítulos, mostrou o que podemos esperar de seu spin-off. Cassian sempre foi meu macho predileto, e porque não? Sua imperfeição e seu jeito sarcástico me soam os mais atrativos pelas camadas que o personagem possui e que não encobrem a perfeição mais algo mais denso e mais intrigante que isso.

“Ela rasgou a escuridão com garras e dentes. Dilacerou e destruiu. A escuridão eterna ao redor dela estremeceu e se debateu. Ela riu enquanto aquele poder tentava recuar.”

Mas foi Nestha que fez tudo valer a pena. Nestha sempre foi minha personagem favorita por tudo que pode trazer para a história, por todo enredo que tem emaranhado em suas entranhas. Ela é forte de uma maneira que ninguém é pois carrega dentro de si a escuridão desde antes de ser Feita. Em um único capítulo, Nestha me desfez em pedaços e me reconstruiu para que eu amasse ainda mais; para que eu a quisesse protegê-la de tudo, mas principalmente de todos. Porque, pelo Caldeirão, como o ódio me consumiu a cada vez que Feyre e Rhys se referiam a ela. Principalmente Feyre.

No segundo livro, Feyre sofreu como uma condenada pela dor absolvia depois do acontecido Sob A Montanha. Mas agora, quando sua irmã precisa dela ela se mostra incapaz de ajudar. Nestha, talvez não mereça ajuda pelo modo como a tratou em cada um dos volumes. Mas ela merece pelo menos respeito à sua dor, ao que viu, ao que sentiu. Em cada uma de suas aparições era gritante que como Nestha implorava por ajuda, mas estavam todos tão envolvidos com suas próprias felicidades, Feyre tão disposta a ignorar os sentimentos da Nestha para ter o seu feriado perfeito, que ela foi ignorada. .

E sinceramente, acho que não vou mencionar o preview que teve do próximo livro porque é capaz de eu cometer um crime de ódio contra Maas. Pois o pior de tudo é a ironia do fato que Feyre acusou Tamlin de tê-la tratado como sua propriedade e é exatamente isso que ela faz com a Nestha, se aproveitando do fato que a irmã precisa do dinheiro dela para compeli-la a fazer coisas que não deseja.

Corte de Gelo e Estrelas foi uma leitura amarga. Uma fanfic teria sido melhor. De todas as maneiras que consigo pensar, Feysand perdeu meu respeito. A melhor parte da obra foi o que não era dessa história, pois dar uma espiada no primeiro capítulo de “Nessian” valeu pelo gosto do que está por vir. Eu só espero que Feysand não volte a narrar e que minha Nestha, minha querida e poderosa Nestha, obtenha toda a glória, toda vingança e toda felicidade que ela merece.

“Cassian nomeara pelo menos doze poses para Nesta até aquele momento. Começando em Eu Vou Comer Seus Olhos no Café-da-Manhã até Eu Não Quero que Cassian Saiba que Estou Lendo Livros Eróticos. A última era sua favorita.”

site: https://fanficcao.wordpress.com/2018/09/21/resenha-corte-de-gelo-e-estrelas-livro-3-5-sarah-j-maas/
Denise 27/09/2018minha estante
AMÉM PRA ESSA RESENHA TODA. Quero ver minha Nesta PISANDO em Feysand no próximo livro, casal egoísta mesquinho dos infernos. Nunca perdi o respeito por dois personagens tão rápido quanto pela Feyre e pelo Rhysand nessa novella.


Luiza Helena (@balaiodebabados) 01/11/2018minha estante
"No segundo livro, Feyre sofreu como uma condenada pela dor absolvia depois do acontecido Sob A Montanha. Mas agora, quando sua irmã precisa dela ela se mostra incapaz de ajudar. Nestha, talvez não mereça ajuda pelo modo como a tratou em cada um dos volumes. Mas ela merece pelo menos respeito à sua dor, ao que viu, ao que sentiu. Em cada uma de suas aparições era gritante que como Nestha implorava por ajuda, mas estavam todos tão envolvidos com suas próprias felicidades, Feyre tão disposta a ignorar os sentimentos da Nestha para ter o seu feriado perfeito, que ela foi ignorada. " MEU DEUS EU NUNCA FUI TÃO REPRESENTADA QUANTO NESSE TRECHO AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA


Lidia 05/11/2018minha estante
E u ainda não li. Mas sei que quando for ler, vou ter a mesma opinião que a sua.

Feyra é chata demais. Me irrita o fato de que nos outros livros, ela ficasse esperando a aprovação do Rhys pra qualquer coisa que ela fizesse de importante. Foi a impressão que tive.

"""" De primeira, já é assustador o fato que Rhysand deixa Feyre em casa para cuidar de papéis quando ele vai resolver assuntos políticos para além da corte. Apesar de entender que a Sarah estava trilhando responsabilidades diferentes para cada personagem, a escolha de Rhys é misógina que não está nem um pouco próxima ao que ele fez quando a escolheu como sua grã-senhora. E claro que não posso esquecer que foi exatamente o que Tamlin fez com Feyre.

Falando no grão-senhor da Corte Primaveril, se eu posso acrescenta a longa lista de coisas que senti raiva nesse livro foi a maneira com o qual Rhys chutou cachorro-morto. Vejam bem, eu nunca fui exatamente fã do Tamlin nem mesmo quando este era o ?mocinho?. Mas acredito que ele deve ter sua chance de redenção ou pelo menos seguir sua vida. De modo, que deveria bastar o fato que Feyre conseguiu com que todos deixassem a Corte Primaveril e Tamlin se encontra em um mausoléu para lidar com sua própria cólera. Então me digam: qual a necessidade do Rhysand ir até lá com um propósito e terminar saindo pisando no Tamlin? É tão incrivelmente mesquinho e completamente arrogante, que boa parte do respeito que tinha pelo Rhysand se foi nesse ponto. Boa parte, porque o resto? Ah! O que dizer do que aconteceu?"""

Concordo Totalmente.


Giselle.Cabanez 06/11/2018minha estante
O nome disso é: banho de água fria ???




Book.Obsession 09/02/2019

Nossos personagens estão tentando lidar com as consequências ocasionadas pela guerra com rei de Hybern e a queda da muralha. Grande parte das famílias tiveram seus entes queridos afetados de alguma forma por essa terrível tragédia e estão tentando reconstruir partes das cidades, suas casas, lidar com perdas e ainda continuar treinando, pois nunca se sabe o que pode ocasionar um novo confronto.

Alguns estão insatisfeitos e uns rumores tem sido motivo de pequenos ciclos querendo se rebelar, porém, Cassian, Azriel e Rhysand, estão monitorando afim de encontrar o foco e minimizar as consequências.

Paralelo a isso, a cidade se prepara para o Solstício de Inverno, e é tempo de muito frio e neve incessante, deixando Velaris ainda mais bonita.

“Às estrelas que ouvem – e aos sonhos que são atendidos.”

Assim como todos estão tentando encarar esse evento uma forma de manter todos unidos e confraternizando, como manda as tradições, Feyre ainda lida com os horrores das lembranças de olhar no espelho Uróboro, da perda de seu pai e sua falta de traquejo em tentar compreender suas irmãs.

Elain é um pouco mais tranquila, mas está tendo dificuldades de aceitar sua nova condição e ter seu noivado arruinado. Ela não quer saber de Lucien e não aceita o laço da parceria, porém, ao lado de Azriel, ela consegue mostrar um pouco mais de segurança e até mesmo conversar.

Nestha é rebelde assumida. Depois de roubar mais poderes do Caldeirão, ver seu pai morrer e ainda lidar com sua nova condição de ter sido transformada em feérica, decidiu se manter afastada de todos principalmente de Cassian, levando uma vida solitária e obscura.

"Ela rasgou a escuridão com garras e dentes. Dilacerou e destruiu. A escuridão eterna ao redor dela estremeceu e se debateu. Ela riu enquanto aquele poder tentava recuar."

Cassian, Azriel, Mor, são fortes e destemidos, sofreram muito e ainda lidam com a carga após tantos anos. Roubam a cena a cada vez que aparecem e espero que nos próximos livros a autora traga mais de suas vidas e que tenham um final feliz.

Rhysand é incansável na luta pela paz. Está sempre indo de um lado para o outro, tentando articular, liderando novas frentes. Ele ainda precisa coordenar a família, mas nunca esquece de seu carinho e amor por Feyre, a quem se dedica com afinco.

E Tamlin... bom... há quem torça para que ele consiga se reerguer. Porém, ainda segue solitário em uma corte destruída.

“– Amo você – sussurrou ele. – Mais do que a vida, mais do que meu território, mais do que minha coroa.”

Resenha completa no blog

site: https://www.bookobsessionblog.com/2019/02/resenha-corte-de-gelo-e-estrelas-sarah.html
anny 09/02/2019minha estante
Eu estava querendo ler, mas acabei por abandonar Corte de Asas e Ruínas, nunca mais consegui retomar a leitura. Não sei, gosto demais da história, porém não consigo levar a diante. Será que dá pra iniciar a leitura deste mesmo sem ter finalizado o desfecho do Rhys e Feyre no terceiro livro?


Book.Obsession 10/02/2019minha estante
O livro três é bem decisivo. Mas não impede que leia esse, só acredito que possa ficar perdida em meio a cronologia dos acontecimentos, além de pegar muitos spoilers e perde totalmente a graça de finalizar a leitura de Corte de Asas e Ruínas.


anny 10/02/2019minha estante
Entendo, vou tentar terminar de ler Corte de Asas e Ruínas. Obrigada por responder. *-*


Book.Obsession 10/02/2019minha estante
Por nada!
É sempre difícil dizer adeus a certos personagens, mas espero que goste. Insista que vale a pena!




spoiler visualizar
lu 16/11/2018minha estante
O que você faz quando a uma e pouca da madrugada vc começa a ler uma resenha só por causa da receitinha e se vê com a boca cheia de água e com fomeee??? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


lu 16/11/2018minha estante
Isso não é justooooo!!!!! Protestoooooo!!!!!!!!! Brincadeira! Adoro suas resenhas!


@najara_lena 16/11/2018minha estante
Kkkkk confesso que este eu exagerei... ficou enorme .... as próximas serão menores


Andrea Lowe 16/11/2018minha estante
Gostei da resenha, e só aumentou minha vontade de ler essa sagaaaa...?




Nena 26/05/2020

Desnecessário
Eu esperei muito mais desse livro e me decepcionei ao ponto de ficar horas Chateada.
Sim, é uma estória paralela, uma depois dos acontecimentos pós guerra, um livro pra mostrar como os personagens estavam lidando com isso, porém esperava mais amadurecimento dos personagens secundários, creio que até uma abertura para um livro dando espaço pra muitos outros assuntos que foram abordados e deixados de lado.
Pra mim foi fantástico como a autora lidou com o abuso psicológico de uma pessoa possessiva, amor próprio, e outros assuntos na trilogia, mas não souber lidar com traumas pós guerra, e até de infância, passando rapidamente, deixando uma lacuna numa saga tão boa. Ok, personagens secundários, mas que foram importantes pro desenvolver e não mereciam não ter um final fechado e digno!
Se fosse pra ser dessa forma, acredito que esse livro nem deveria ter sido escrito.

É legal ver eles unidos, mas esses quesitos me deixaram bem desgostosa :/
Amy 26/05/2020minha estante
Esse é uma continuação, Sue?


Nena 27/05/2020minha estante
É uma estória de natal pós a guerra, mas não dá pra esperar alguma coisa como continuação, pense num episódio de anime filler, é isso hahaah


Amy 08/07/2020minha estante
Aaaaaa, entendi kkkk




anne 04/07/2020

Um pouco decepcionante
Por ser o último livro da série eu esperava mais. Mais final feliz, mais conclusões, mais ação, mais resoluções de conflitos... fiquei um pouco frustrada.
Man 05/07/2020minha estante
Não é o ultimo livro. A autora tornou isso uma série. Ainda teremos mais livros, ano que vem tem outro.


Man 05/07/2020minha estante
Mas sim, esse livro é sem gracinha... tb depois de toda ação dos outros.


anne 06/07/2020minha estante
Ah eu não sabia. Ainda bem!!! Obrigada por avisar :)




513 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |