As Mil Partes do Meu Coração

As Mil Partes do Meu Coração Colleen Hoover




Resenhas - As Mil Partes Do Meu Coração


173 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Cristina.Castellani 22/10/2019

ao Olhar bem de perto você para de enxergar o todo, Maravilhoso!
A história fala sobre Merit uma adolescente de 17 anos que coleciona troféus, a cada "derrota" pessoal ela compra um troféu pra marcar aquele evento em sua vida, isso me fez pensar na importância que dou as minhas derrotas pessoais e como lido com isso em minha vida, ao ir comprar mais um troféu para sua coleção Merit conhece Sagan um jovem atraente e que a confunde com sua irmã gêmea.
No decorrer da história os segredos familiares vem a tona e Merit se descobre como confidente dos segredos de família, mas também percebe como guardar estes segredos mexem com sua auto-estima e a impressão que os outros tem dela, assim a trama se revela em como guardar segredos não te torna empático mas apenas um juiz da vida alheia.
comentários(0)comente



joellycardoso 19/10/2019

O que falar desse livro PERFEITO????

Segundo livro que eu leio da Colleen, e só percebo o quanto a escrita dessa mulher é sensacional. Os assuntos apresentados no livro são tão bem abordados e desenvolvidos da maneira certa.

Me identifiquei MUITO com a Merit, ela se tornou uma das minhas protagonistas favoritas. Eu realmente achei que tava lendo um livro sobre a minha vida, porque a cada frase eu me identificava com tudo que ela sentia.

Uma palavra que descreve esse livro é: Perspectiva. O livro todo a gente tem a perspectiva da Merit sobre todos da família dela e só vemos o que ela acha que é a verdade, e acreditamos nisso. Mas quando os segredos são revelados, a Merit e nós percebemos o quanto ela tava equivocada sobre as ideias que ela tinha sobre as pessoas ao redor dela.

Assim como dos outros personagens, o desenvolvimento da Merit é sensacional. A Colleen soube muito bem abordar como ela se sentia em relação à vida dela, a depressão que ela tinha, que era revelada ao decorrer das ações e pensamentos dela.
comentários(0)comente



Dani.Sousa 13/10/2019

"Nem todo erro merece uma consequência. Às vezes a única coisa que ele merece é o perdão."
| #Resenhaeulieulerei |
"As mil partes do meu coração - @colleenhoover" não é muito meu estilo de leitura atual mas aceitei ler por indicação e insistência da Fer @tipsdafeque esta totalmente viciada e sofre altas ressacas literárias com a autora, comecei a ler pela curiosidade, confesso que demorei bastante a sentir interesse pelo livro, ia passando as páginas sem vontade alguma de continuar.
.
Pela perspectiva de Merit você acompanha a vida da família Dolar Voss que é bem confusa e até difícil de se colocar no lugar dos personagens e te faz pensar como pequenos segredos se tornam um grande iceberg se não forem ditos. Envolve tanta gente de uma maneira inacreditável. Eu parava no meio do livro e pensava não é possível que aconteceu isso, como ela aceita isso.
.
Teve momentos que fiquei com raiva de Merit um segundo depois já esta com pena dela, me sentindo como ela ou detestando suas atitudes. Em meio a conflitos familiares a autora aborda o tema da depressão e a aceitação, a descoberta da homossexualidade, uma paixão, uma doença, mentiras e acima de tudo mostra o quanto é importante falar o que estamos sentindo com quem esta ao nosso redor, o quanto de sofrimento pode ser evitado apenas com palavras.
.
#quotes
"Não torne sua presença conhecida. Torne sua ausência notada. Pág 44"
.
"Nem todo erro merece uma consequência. Às vezes a única coisa que ele merece é o perdão."
.
?Uma conversa deve ser como o pingue-pongue ? repete ele. ? Mas conversar com você parece boliche. É uma pista comprida de uma via só. ? Pag. 70"
comentários(0)comente



Suellen vieira 12/10/2019

AS MIL PARTES DO MEU CORAÇÃO.
"MIL PARTES DO MEU CORACAO"
Sinceramente não sei o que pensar desse livro, estou até agora sem palavras sem chao, a forma como Colin hover escreve a história é cruel, dura, seca, cortante, mas ao mesmo tempo cheia de significado, cheia de sentido.
O Conflito que ela coloca nesse livro poderia acontecer em qualquer lugar, poque acontece sim em qualquer família, famílias desestruturada temos em todos os lugares, família no qual ninguém conversa com ninguém, onde cada um fica em seu determinado canto e a coisa mais normal do mundo, é justamente nesse tipo de lar, no qual facilmente julgamos uns ao outros, que facilmente deixamos de amar uns aos outros, porque segredos e silêncio torna a convivência familiar mais difícil do que geralmente ja é.
Pra não dizer que não falei de flores, que achei tudo bom no livro, achei a solução dos problemas muito rápido, claro os diálogos foram tensos e as conversas difíceis, mesmo assim magoas acumuladas em anos, não são resolvidos em apenas uma conversa, num passe de mágica, demora mais tempo, tirando isso que livro.
comentários(0)comente



Mariana.Garcia 11/10/2019

Faltou alguma coisa
Esse livro embora eu possa considerar como uma caixinha de surpresas, digo isso porque eu tive vários sentimentos com ele, me deixou com a sensação de que ficou faltando algo.
Gostei da escrita da autora que me colocou dentro da estória, realmente deu pra entender cada ponto de vista da protagonista e o quanto isso a afetou.
Mas senti falta de um ponto final.
comentários(0)comente



Mayara.Melo 06/10/2019

Se você tá procurando uma história que te faça chorar, rir e principalmente refletir sobre a sua posição os seus atos dentro do seu ciclo familiar, essa é uma excelente história.
Dentro de uma antiga igreja, que no momento é chamada de a casa Dólar Voss, a gente é imediatamente apresentado a protagonista, Merit, uma adolescente cujo a mãe Vitória mora no porão da casa e Merit mais a sua irmã gêmea idêntica, Honor e seu irmão mais velho, Utah, moram com seu pai no andar de cima.
Com eles seu meio irmão caçula, Moby, fruto da traição do seu pai com a sua atual Madrasta, Vitória(Sim, a mãe e a madrasta possuem o mesmo nome), cujo era ex-enfermeira de sua mãe, de início já já é perceptível o quanto essa família é inerente mas para deixá-la mais complexa.
Merit tem uma coleção de troféus que não ganhou, ela os compra, mediante de algo ruim que aconteça em sua vida seja por ela ou por outra pessoa, em um desses momentos que ela vai comprar um troféu ela encontra o Sagan, o rapaz um pouco misterioso que desperta nela um sentimento diferente e para completar chega na "Dólar Voss" o excêntrico Luck.
E é quando, na minha opinião que as coisas começam a ter um rumo muito interessante, é quando coisas que nunca foram ditas e segredos que nunca foram revelados começam a se disseminar, em certo momento, Merit decide chutar o balde e escreve uma carta revelando todos os segredos da família e concluiu que a vida ao menos a vida daquela família, a família Voss estariam melhor "sem Merit"(pág.187)

Ótima narrativa onde demonstra o valor da conversa na família, na Transparência e nas verdades entre os familiares e o mais importante o carinho, a demonstração de afeto, são pequenas coisas que pode mudar a forma de um enxergar o outro e que pode ser evitado muitas coisas, apenas com um abraço.
comentários(0)comente



Monica 06/10/2019

Um livro que conta a história conturbada da família de uma adolescente de 17 anos, Merit. A autora nos leva a viajar no mundo que pode ser real e que os problemas podem ser resolvidos sempre que tivermos boa vontade.
comentários(0)comente



Bianca - @ZumbiLiterário 04/10/2019

Em “As Mil Partes do Meu Coração” vamos acompanhar a Família Voss pela perspectiva de Merit, uma adolescente reservada que não é próxima dos irmãos e quando tem um dia difícil ou muito ruim, daqueles onde tudo dá errado, compra troféus usados em antiquários para se sentir melhor. Todos que moram com Merit possuem algum segredo, além de terem vários problemas pessoais guardados. Merit está cansada de guardar segredos e principalmente: de não ser amada e nem ao menos notada.

“Uma conversa deve ser como o pingue-pongue – repete ele. – Mas conversar com você parece boliche. É uma pista comprida de uma via só. ” Pag. 70
⠀⠀
Foi minha terceira leitura dessa escritora, amei os três livros que li. A forma que a Collen descreve seus personagens e como os desenvolve me prende, me encanta. Para mim foi diferente acompanhar a história pela perspectiva de uma adolescente que não sabe que possui depressão, pois em alguns momentos ela interpreta errado algumas atitudes, o que também me levou a interpretar errada e até “pegar ranço” de alguns personagens, sem eles merecerem realmente. Nessa obra temos uma família problemática, na minha opinião o maior motivo gerador dos problemas foi a falta de comunicação entre as pessoas.
Collen Hoover consegue criar personagens que eu me apaixono e outros que parecem não ter importância, mas sempre trazem uma lição de vida muito importante no final.
Terminei o livro sem acreditar que estava acabando, pois cheguei na última página do capítulo e olhei o título do próximo me deu uma enorme tristeza, o próximo capítulo já eram os agradecimentos. Queria mais da história e dos personagens, gostaria de saber se conseguiram (ou não) superar seus problemas e como fizeram isso.

site: https://www.instagram.com/p/BwHf0TvAU1k/
comentários(0)comente



RUDY 21/09/2019

ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTORA
Gosto de livros que falam sobre a dinâmica familiar, sobre os relacionamentos entre os membros da família, mesmo que aja algum tipo de desajuste que acredito acontecer em todas as famílias, por melhores que sejam. E nesse exemplar ainda há o agravante de, mesmo sem querer (?), há uma tentativa de suicídio.
Achei bem propício trazer essa resenha agora no SETEMBRO AMARELO, porque acredito que é um assunto que devemos abordar, não apenas agora, mas sempre. Acredito que temos o dever de observar os que nos rodeiam, perceber os sinais e tentar ajudar de alguma forma, nem que seja indicando algum tipo de terapia ou até mesmo a própria CVV.
A verdade é que a protagonista tem uma trajetória de vida bem complicada, uma irmã gêmea bem certinha, estudiosa e popular (totalmente o inverso dela); uma mãe que supostamente se curou de um câncer e vive reclusa no porão da casa; uma madrasta que era enfermeira da mãe e acabou casando com seu pai e tendo um filho com ele, que por sinal, é a única coisa de boa na casa, pelo menos na opinião dela; um irmão que quando mais jovem, tentou violá-la, para depois se descobrir homossexual; a chegada de mais um morador para a casa já tão atribulada, por quem ela se apaixona e pensa que é namorado da irmã... enfim, muita coisa para uma cabecinha só, né? Acaba culminante em uma atitude irresponsável e drástica, afinal, ela se sente sobrecarregada com todos os segredos familiares que sabe e guarda apenas para si...
A autora soube abordar vários assuntos importantes em apenas um livro, claro que com tantos assuntos, nada foi muito aprofundado, porém ela soube mostrar a personalidade de cada personalidade de forma bem delineada, soube montar um enredo intenso sobre problemas familiares e que nos faz repensar sobre o quanto estamos ‘cegos’ para determinadas coisas que acontecem ao nosso redor e nem paramos para observar. E foi aí que o livro me ganhou completamente, embora seja uma leitura um tanto angustiante.
Gostei também porque ela soube indicar tratamento não apenas para a protagonista, mas para toda a família, porque realmente precisavam se ‘ajustar’, na verdade acho que o termo certo seria se ‘integrarem’ melhor.
Não favoritei o livro apenas pelo fato de ter achado o livro um tanto sem sentido logo nas primeiras páginas, coisa que se reverteu logo em seguida e se tornou uma leitura muito boa que recomendo para todos, embora que tenha de alertá-los que talvez nem todas as pessoas consigam acompanhar sem melancolia o enredo, portanto, se tem algum tipo de depressão, não aconselho a leitura, aliás, até para quem tem, aconselho a leitura, porque poderão descobrir um caminho para solucionar seus problemas.

site: https://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2019/09/resenha-43-as-mil-partes-do-meu-coracao.html
comentários(0)comente



Nathy Valdivia 18/09/2019

Uma história e tanto...
"NEM TODO ERRO MERECE UMA CONSEQUÊNCIA.
ÀS VEZES A ÚNICA COISA QUE ELE MERECE É O PERDÃO."



Esse para mim, é um daqueles livros impossíveis de resenhar, por medo de não conseguir passar toda a intensidade de sentimentos que ele me fez sentir.

Amei toda história, CoHo traz vários pontos, como a homossexualidade, tentativa de suicídio, problemas familiares e a depressão. A forma como ela descreve a depressão é muito real, tanto que em alguns momentos do livro, fiquei preucupada por quem vai ler, ou está lendo entenda o que ela quis passar de forma errada.

Essa foi para mim uma grande leitura, os personagens são incríveis e a escrita é bem marcantes, e passa uma boa mensagem para refletir e entender que não existe ninguém absolutamente ninguém perfeito.
comentários(0)comente



@leituratodososdias 11/09/2019

As mil partes do meu coração

Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record

Tanta gente sonha em morar em uma casa com uma cerca branca, pensando em ter uma casa grande e confortável. O que as pessoas não sabem é que não existe família perfeita, por mais branca que seja a cerca.

Comecei essa leitura sem muitas expectativas e sabia mais ou menos o tema que aborda, só não esperava ser pega de surpresa, em muitos aspectos acabei me identificando com a Merit Voss.

Os Voss são uma família muito peculiar, começando pelo fato de morarem em uma igreja batizada de Dólar Voss, e não muito diferente de todas, guardam muitos segredos.

Merit tem uma irmã gêmea Honor, Utah o irmão mais velho e Moby o mais novo, filho de Victória Finney-Voss, que é sua madrasta (era enfermeira da mãe) com seu pai. Victória Voss, a mãe de Merit que simplesmente mora no porão da casa após o término do casamento.

Merit possui um hábito de colecionar troféus toda vez que algo dá muito errado em sua vida. E em um certo momento começa a perceber que a sua família não a ama, não se importam com sua presença.

Chegando a concluir que se morresse ninguém se importaria. Decidiu então deixar a escola, não tinha amigos, diferente de sua irmã que era rodeada de amigos.

Quando Merit decide comprar mais um troféu conhece Sagan, o cara que lhe deixa cheia de intenções, se não a tivesse confundido com sua irmã.

Como se a casa já não estivesse cheia o bastante, chega Luck e o misterioso Sagan.

Ao passar das páginas percebemos que Merit já está farta de guardar os segredos de todos os membros da família e com a chegada de novos integrantes é igual novos segredos.

A leitura flui muito bem, tratando de assuntos muito importantes como homossexualidade, transtornos psíquicos, depressão, traição, fobia social e busca de conhecimento pessoal, sendo o foco a depressão, podemos ver os sinais para ficarmos atentos e enxergamos o pedido de socorro para quem não consegue anunciá lo.

Achei a leitura muito importante, emocionante, comovente e recomendo muito para todos.

As mil partes do meu coração mostra que é nunca é tarde demais para perdoar e começar a construir pontes

Nem todo erro merece uma consequência. Às vezes a única coisa que ele merece é o perdão.
comentários(0)comente



Cintia 08/09/2019

Indico a leitura.
O livro nos ensina que as vezes por egoísmo de nossos sentimentos, fazemos julgamentos injustos.
Uma bela história. Vale a pena ler.
comentários(0)comente



Yasmim Anjos 07/09/2019

Que livro !
Confesso que eu estava muito apressiva para ler algo da collen acho ela uma autora excelente e amava tudo que ela escrevia, mas infelizmente meu último livro dela tinha sido um repleto desastre , odie com todas as minhas forças "tarde demais" e depois desse não quis mas tocar em nenhuma obra dela .... Mas enfim comecei a ler mil partes do meu coração e só tenho a dizer uma coisa , leiam este livro , simplesmente leiam . Colleen consegue retratar Tao bem várias emoções aqui , que nos sentimos realmente no lugar de meridit , conseguimos sentir tudo nela , tudo dessa família , e aprendemos o quanto é importante perdoamos as pessoas e damos o primeiro passo pra que tudo dê certo . Fala também de um jeito muito profundo sobre depressão que é o mal desse século que vivemos , como eu disse meus caros , simplesmente leiam este livro , 5 estrelas são pouco para tudo o que este livro me levou a sentir ! Collen mais uma vez sabe como fazer histórias e relatos que nos envolvam ! Ela sempre é 8 ou 80 ou amam ou odeiam o livro e o que faz dela ser uma ótima autora !
comentários(0)comente



Paula 22/08/2019

Me surpreendeu.
O início é meio cansativo e parece que não vai chegar a lugar nenhum. Parece que vai ser tudo muito forçado. Até que começou um ponto que começou a mexer demais comigo pois reconheci sentimentos.
Achei esse livro bem interessante para abordar depressão. Ele dá um gatilho, porém não te mantém nele. Te traz algo mais ameno.
Gostei bastante da abordagem .
Moooo 30/08/2019minha estante
Exatamente como me senti lendo esse livro, no início é como se nada com sentido fosse acontecer e derrepente surge uma história forte e que mexe com a gente.




Barbara @barbaraoliveirag 20/08/2019

Muito bom
Até as 100 paginas desse livro eu não tava dando muita coisa por ele, mas por saber que era COHO tinha 80% do livro ser bom ( O lado feio do amor e Tarde Demais são livros péssimos) mas no desenvolver do livro eu gostei de como tratou como as pessoas não prestam atenção umas nas outras, cada um está no seu mundinho fechado, cuidando da própria vida, e tem pessoas ao seu redor com desejo de suicídio (que você convive diariamente) morrendo aos pouquinhos e ninguém percebe.

Gostei de como a Merit jogou na cara de todo mundo os problemas, isso fez todo mundo acordar e ver que problemas devem ser resolvidos sim, e toda a família tem problemas ( essa família muito mais que outras né kkk, mas fazer o que)

Em resumo, o livro é bom, achei que ficaram algumas resoluções de fora , exemplo : Saber se realmente o nome do Sagar era Sagar mesmo, porque ele disse que era o sobrenome da mãe dele, mas nem sei se Sagar era sobrenome ou nome mesmo. Outro exemplo é se a Merit conseguiu vencer a depressão, se ela começou a ter realmente uma mudança de dentro pra fora, no final do livro vemos ela mais feliz, mas queria ver uma mudança real. E ultimo exemplo é saber de um EPILOGO MEU POVO, saber se a relação da Merit e do Sagar desenvolveu, eles são jovens, aquela paixão apagar, sei lá. Mas nem epilogo teve, por isso dei 4 estrelas.
comentários(0)comente



173 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |