Fogo & Sangue

Fogo & Sangue George R. R. Martin




Resenhas -


22 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Paula 20/06/2019

A casa mais misteriosa do mundo de gelo e fogo...
Fogo e Sangue conta a história dos targaryen em Westeros desde a conquista de Aegon I. É interessante ver como Martin recicla personagens, suas personalidades, que aparecem em Got.
Estou curiosa para saber quantos livros serão no total, já que esse é o livro 1.
Fogo e sangue deixa muito claro que a loucura targaryen não é exatamente uma loucura e nem é a metade deles que demonstra um comportamento mais explosivo ou cruel, até mesmo estranho.
Gostaria muito que o Martin sintetizasse mais o seu trabalho, porque o número de histórias simultâneas e paralelas deixam uma confusão na cabeça, ainda mais como se trata dos targaryen, que tem nomes parecidos/iguais.
comentários(0)comente



Fabiana 26/05/2019

Saga Targaryen
A obra conta como Aegon conquista os Sete Reinos, tornando-os a Westeros dos 5 livros Crônicas de Gelo e Fogo. Passa-se alguns séculos antes da já conhecida história de Game of Thrones.
Com muitos personagens, marca de GRRM, a trama é muito bem construída e envolvente.
comentários(0)comente



Guilherme Amaro 06/05/2019

Linhagem dos Targaryen
Historias anteriores a Crônicas de Gelo e Fogo, livro da editora Suma - 2018, com 80 novas ilustrações em preto e branco no decorrer da história de autoria do artista Douglas Wheatley no e também no final do livro uma árvore genealógica da família Targaryen e uma lista de sucessão Targaryen.
Enquanto todos leitores e admiradores desse universo aguardavam ansiosamente o lançamento do Sexto Livro ( Ventos de Inverno). O Martin resolveu dar uma pausa eterna, a estratégia ou melhor jogada do Martin é esperar a série da HBO ter um fim, ai sim lançar o sexto livro para modificar rumos da história e atrair mais leitores e com isso ter maiores vendas( já perdi as contas de quantos anos desde o quinto livro). E escrever essa história : Fogo e Sangue 300 anos antes de a Guerra dos Tronos. Quando os dragões governavam Westeros. A história da dinastia Targaryen desde que Aegon I decidiu conquistar Westeros e transformar os Sete Reinos em um só, Dança dos Dragões luta pelo Trono de Ferro travada entre dois rivais da Casa Targaryen. Muitas dessas fontes aconteceu atrás de portas fechadas, na privacidade de escadarias, salas de conselhos e quartos de dormir, e a verdade completa provavelmente jamais será conhecida. Enfim são testemunhos e registros narrados por um velho meistre e historiador Arquimestre Gyldayn, da Cidadela que produz um volume e apresentar a ascensão dos Targaryen e a constituição dos Sete Reinos de Westeros.

Sumário:

A Conquista de Aegon
Reinado do Dragão: As guerras do rei Aegon I
Três cabeças tinha o dragão: O governo do rei Aegon I
Os filhos do dragão
De príncipe a rei: A ascensão de Jaehaerys I
O ano das três noivas: 49 DC
Uma abundância de governantes
Um tempo de testes: Um reino refeito
Nascimento, morte e traição sob o governo do rei Jaehaerys I
Jaehaerys e Alysanne: Triunfos e tragédias
O longo reinado Jaehaerys e Alysanne: Política, progênie e provação
Herdeiros do dragão: Uma questão de sucessão
A morte dos dragões: Os pretos e os verdes
A morte dos dragões: Um filho por um filho
A morte dos dragões: O dragão vermelho e o dourado
A morte dos dragões: Rhaenyra triunfante
A morte dos dragões: Rhaenyra destituída
A morte dos dragões: O breve e triste reinado de Aegon II
O momento posterior: A hora do lobo
Sob os regentes: A Mão encapuzada
Sob os regentes: Guerra e paz e exposição de gado
Sob os regentes: A viagem de Alyn Punho de Carvalho
A Primavera Lysena e o fim da regência
A sucessão Targaryen: Datada dos anos após a Conquista de Aegon
Linhagem Targaryen
comentários(0)comente



Janaina Vieira Writer 02/05/2019

Fogo e sangue o tempo todo
Sou fã dos livros de George R. R. Martin e estou muito satisfeita com esse primeiro livro da família Targaryen, que adoro! Recomendadíssimo para os fãs da saga, que poderão conhecer os detalhes de tantas tramas emocionantes, repletas de fogo, sangue, traições, dragões e lutas por poder. Porém, como a saga dos Targaryen não é feita somente de sangue, também podemos conhecer histórias de amor verdadeiras, que muitas vezes praticamente salvaram Westeros de sérios conflitos e grandes perdas.

Estou ansiosa pelo livro II!
comentários(0)comente



Aisha.Andris 14/04/2019

As respostas para muitas perguntas que despertam a curiosidade dos fãs
Fogo e Sangue é um livro que faz parte do universo de As Crônicas de Gelo e Fogo, mas é escrito de forma bem diferente daqueles que integram a série principal. Quem está familiarizado com Tolkien, ele pode ser comparado ao seu Silmarillion, ainda que num escopo bem menor, focado numa parte específica da história e não contando ela toda. Por este motivo, não acho que seja para todo mundo, só para aqueles que têm interesse em se aprofundar no universo que George R. R. Martin criou para situar os acontecimentos de A Guerra dos Tronos e dos livros que o sucedem (uma parte bem pequena da história, a propósito, assim como O Hobbit e a trilogia do anel). Eu me enquadro nesse grupo específico de fãs que nunca se cansa de saber mais e mais sobre Westeros, Essos e além. É um universo tão rico geograficamente, culturalmente, mitologicamente, historicamente falando que, por mais que titio Martin escreva, sempre haverá muito a aprender e nunca será demais.
Fogo e Sangue nos conta a história da dinastia Targaryen desde que Aegon I decidiu conquistar Westeros e transformar os Sete Reinos em um só, e é feito como se tivesse sido escrito por um meistre e fizesse parte do universo mesmo, podendo ser encontrado em qualquer biblioteca do Mundo Conhecido (meio como a J. K. Rowling fez com os três livros que integram a Biblioteca de Hogwarts: Os Contos de Beedle, o Bardo, Animais Fantásticos e Onde Habitam e Quadribol Através dos Séculos). Tem a previsão de ser concluído em dois volumes, e nesse primeiro podemos acompanhar desde a conquista até o final da regência de Aegon III, passando por episódios interessantíssimos, como o longo reinado de Jaehaerys, o Conciliador e sua esposa Alysanne (os melhores reis que Westeros já teve e a minha parte favorita do livro, inclusive) e a Dança dos Dragões, que fascina uma legião de fãs. Não são informações totalmente inéditas, já que muito do que é mostrado ali já foi falado em O Mundo de Gelo e Fogo, mas tem um nível de detalhamento e aprofundamento bem maior. Sem contar que as ilustrações são lindas, mesmo em preto e branco.
Embora seja um livro histórico, Fogo e Sangue não é pesado de ler (como O Silmarillion, por exemplo, que, ao menos para mim, é beeeeem cansativo, embora isso não mude o fato de que é maravilhoso, necessário e, sem dúvida, a melhor obra de Tolkien). A escrita de George R. R. Martin é leve e bastante fluída, na minha opinião. Eu devorei o livro e, em nenhum momento, senti aquela sensação de saco cheio. Consegui até rir em algumas partes, como nas de A Dança dos Dragões que são contadas sob o ponto de vista de Cogumelo, o anão que foi bobo da corte naquele período. Foi uma parte muito tensa, mas a forma escrachada com que ele descreve os acontecimentos (e os que inventa e aumenta, na cara dura) aliviam bastante o peso da narrativa. Inclusive, tem algumas vezes em que acredito mais nele do que nos “historiadores” sérios.
Aqui temos também a oportunidade de conhecer melhor personagens incríveis e acompanhar em primeira mão (terceira, na verdade, mas ignorem) episódios que são mencionados muito por cima em O Mundo de Gelo e Fogo ou em histórias contadas isoladamente em As Crônicas de Gelo e Fogo. A rainha Alysanne, por exemplo, se tornou a minha personagem favorita de todo o universo criado pelo titio Martin. É uma mulher inteligente, obstinada, forte e muito empoderada, mostrando que, sim, nosso serial killer literário favorito está comprometido em representar bem as mulheres em sua obra e dar relevância a elas, mesmo retratando um mundo incrivelmente machista (não estou dizendo que ele não escorregue aqui e ali, mas ainda acho que ele acerta mais do que erra nesse quesito, temos diversos exemplos de personagens femininas maravilhosas e que representam todos – ou, ao menos, uma enorme gama – de tipos de mulher).
Eu vi muitas críticas negativas sobre Fogo e Sangue, mas acho que a maior parte delas vêm de pessoas que não entenderam sua proposta ou simplesmente acham que George R. R. Martin deveria focar apenas em terminar os livros da série principal (não que eu não entenda a ansiedade, já que sou uma das que mais querem ver essa obra acabada, mas acho que não adianta pressionar o autor, ele tem um ritmo de escrita diferente e acredito que, de outra forma, essa série não seria tão incrível quanto é), e discordo delas. Claro que ninguém é obrigado a achar esse o melhor livro de todos os tempos ou, sequer, é obrigado a gostar, mas acredito que ele deve ser julgado pelo que é, não pelo que as pessoas gostariam que ele fosse; e isso infelizmente é o que mais vejo acontecendo. Quem decidir ler Fogo e Sangue, não deve esperar uma história escrita em tempo real, cheia de diálogos (embora eles existam e sejam incríveis) e narrando em detalhes os pensamentos dos personagens ou, com certeza, vai se decepcionar. Leia apenas se estiver interessado em conhecer melhor a história dos Targaryens, mais ou menos como se estivesse acompanhando uma biografia escrita em terceira pessoa. Acho que vale super a pena, eu amei demais e estou louca pelo segundo volume.

site: https://aishando.home.blog/
comentários(0)comente



Danilo.Claudino 31/03/2019

Um livro de história da estória
Interessantíssimo o começo de vida dos Targaryen em Westeros. O livro é viciante!! Entretanto, deve-se entender q é um livro de entretenimento, não de história! O leitor não tem nenhuma obrigação em decorar cada detalhe! Vc não vai fazer uma prova! Então se delicie com a estória dentro da história e curta a viagem. Simplesmente viciante. Mas está incompleto. E devido à idade do George R. R. Martin e, apesar de manjar bem das escritas, não consegue ser nenhum Stephen King q escreve todo dia um tantão de páginas e lança livros pro lado do vento. É possível q nunca haja um Volume 2 de Fogo e Sangue, já q até hj não há os 2 últimos livros de As Crônicas de Gelo e Fogo. Por isso amigos(as), "brace yourselves"!!!
comentários(0)comente



Marcus Moura 21/03/2019

Indispensável !!!
Esse é um livro que carrega uma carga de informação tão grande que chega a dar vertigem, uma leitura intrigante e cheia de figuras lendarias do universo de gelo e fogo, titio Martin nunca decepciona!!!
comentários(0)comente



Rabello 19/03/2019

Um livro bom, mas nada genial comparado às Crônicas de Gelo e Fogo.
Tenho ctz que todos compraram pensando que a escrita seria semelhante a das Crônicas de Gelo e Fogo, mas passa muito longe.
Um livro focado na Casa Targaryen, desde da ascensão de Aegon O Conquistador até Aegon lll, vemos uma narrativa histórica e detalhada dos reis e descendentes dessa casa.
Indico esse livro a quem é fã da série e da casa Targaryen e quer saber mais sobre os reinados e acontecimentos que levaram a decadência da casa em as Crônicas de Gelo e Fogo. Nada de genial e nem de fluido, mas uma boa para o conhecimento mais profundo desse mundo e povo em que George RR Martin criou.
comentários(0)comente



Ronaldo.Assis 13/03/2019

Ótimo
Finalmente as origens da Família Targaryen foram reveladas nesta obra. Apesar de ser um relato de meistre é cheia de reviravoltas e surpresas. Prato cheio para os fãs.
comentários(0)comente



Lu 09/03/2019

Arrasa quarteirão
Depois de um longo e tenebroso inverno sem ler nada mais consistente do Tio George - afinal, o lançamento de "O cavaleiro dos sete reinos" tem uns três anos, eu me sentia praticamente curada do meu vício na escrita do George R.R. Martin. Poderia passar muito bem, obrigada, a base de Bernard Cornwell e Ken Follett.

Até ler Fogo e Sangue.

O maior acerto do autor foi tratar o livro quase como se fosse um livro de História, algo parecido com o que se vê nos documentários da Helen Castor ou da Lucy Worsley... uma mistura de romance e história. A impressão que dá é de estar lendo a saga dos Plantagenetas ou dos Valois, só que com dragões.

Ah, como eu senti falta dos dragões de Martin.... e de sua criatividade impiedosa! Adoro como mesmo boas intenções podem ter efeitos devastadores, como direito hereditário não significa talento e fraqueza pode gerar mortes. Foi esse talento de misturar realidade brutal e fantasia do autor que fez com que eu me apaixonasse pela escrita de Martin. E há os personagens. E que personagens!

Foi impossível não sentir uma certa emoção ao ver Starks, Lannister s, é claro, os Targeryens. De longe, o Rei Jaeherys e sua boa Rainha Alysanne são os meus favoritos, mas há muitos, muitos, personagens bons. E ótimas histórias.

É difícil comentar sobre o livro sem estragar surpresas. E´um livro narrado de maneira competente, com boas doses de humor, tragédia, violência e aventura. Personagens que oscilam entre vários tons de cinza, como devem ser. A impressão é que o Martin pode escrever mais uns dez livros sobre o assunto. O material dele é muito rico.

Enfim, é um livro fascinante. Devorei em duas semanas. Acho que vale tanto para aqueles que já conhecem as Crônicas de Gelo e Fogo, como para aqueles que ainda não começaram.

Super recomendado.





comentários(0)comente



Kamila.Bezerra 26/01/2019

Este livro é como se fosse um livro que existe dentro do universo das crônicas de gelo e fogo. Então é um livro que conta a história dos Targaryen escrito pelos meistres. Não possui muita ação, mas acrescenta muito pra quem tem curiosidade sobre os antigos Reis. A melhor parte fica por conta da Dança dos Dragões que é contada em detalhes.
comentários(0)comente



Thiago.Rodrigues 24/01/2019

Supriu as expectativas
PRIMEIRO LIVRO LIDO DO ANO. \o/
Eu resolvi começar 2019 viajando por um mundo conhecido, o mundo de Gelo e Fogo.
"Fogo & Sangue" entrega o que se propõe, contar mais detalhes sobre o reinado dos reis Targaryen (melhor casa ever) que governaram Westeros por quase 300 anos.
É um livro interessante pra quem quer conhecer melhor a história do Trono de Ferro, mas pode ser maçante pra quem acompanha apenas a série televisa, porque como a sinopse diz são eventos centenas de anos antes de a "A Guerra dos Tronos", ou seja, não acrescentam novas informações à saga principal.
Particularmente eu gostei de saber mais sobre a Casa Targaryen, a minha favorita, ter mais informações sobre os ancestrais de Daenerys e como eles conseguiram, enfrentando vários desafios, unificar os reinos. Principalmente porque narra, além disso, os confrontos dentro da família. Dragões dançaram no céu. E quem não gosta de dragões, não é mesmo? Kkk.
Agora é voltar a aguardar o Volume 2 e o "Os Ventos do Inverno" que um dia vão sair, eu espero.
comentários(0)comente



Tauan 18/01/2019

George R. R. Martin fez sucesso com sua série Crônicas de Gelo e Fogo, adaptada para a TV pela HBO, na bem-sucedida série Game of Thrones. Entretanto, ele causa furor entre os fãs pela demora em publicar a continuação da série literária. Até agora exitem cinco dos sete livros que comporão as Crônicas, estando o sexto volume atrasado em dois anos.
Enquanto isso, ele publicou o primeiro volume de uma série spin-off, em que é contada a história dos reis Targaryen, e dos trezentos anos que antecedem a Rebelião de Robert Baratheon e os eventos de A Guerra dos Tronos.
Nesse livro, ele conta os detalhes da corte, as intrigas, as genealogias, traições, acordos e guerras desde a Conquista de Aegon Targaryen, até o fim da guerra civil Dança dos Dragões, cobrindo metade do período de hegemonia da dinastia Targaryen.
A edição da Suma traz, como na original, várias ilustrações sobre personagens e eventos da história dos Sete Reinos. Na imagem ao lado, Aegon e suas duas irmãs-rainhas, Visenya e Rhaenys.
É uma leitura de tirar o fôlego, de ser perder a noção do tempo e passar horas lendo e relendo.

site: https://pausaparaaleitura.blogspot.com/
comentários(0)comente



PorEssasPáginas 18/01/2019

angue & Fogo conta a história do reinado da Casa Targaryen desde a união dos 7 reinos sob a liderança de Aegon I, abrangendo toda a história do reinado (e dos amores, guerras, traições e tudo o mais que já conhecemos bem) de Aegon I, Aenys I, Maegor I, Jaehaerhys I, Viserys I, Aegon II, até o início do reinado de Aegon III.

Aegon Targeryen, posteriormente intitulado Aegon I, acompanhado de suas duas irmãs e esposas (não irmãs + esposas, mas irmãs/esposas; uma prática comum para manter a pureza da linhagem), Visenya e Rhaenys, e seus três dragões Balerion, Meraxes e Vhagar, se auto intitulou Rei dos Sete Reinos e enviou corvos com a mensagem de que eles poderiam se submeter ao novo Rei ou seriam atacados. Os que resistiram foram eliminados (foi nesta Guerra da Conquista que Harrenhal, o maior castelo já construído em Westeros, foi queimado e acredita-se que se tornou amaldiçoado) e outros se renderam poupando a si e a seu povo. As espadas recolhidas dos derrotados em batalha e aquelas retorcidas pelo fogo do dragão Balerion em Harrenhal foram utilizadas para forjar o Trono de Ferro, que se tornaria alvo de tanto desejo!

E isso tudo é só o primeiro capítulo do livro!

***Resenha completa no blog***

site: http://poressaspaginas.com/resenha-fogo-sangue
comentários(0)comente



Joao.Augusto 18/01/2019

Necessidades
Sem dúvida após mal terminar a leitura me sinto assim como o autor na necessidade de comentar sua obra, nosso querido Martin, criador de universos fantásticos em sua principal obra de fantasia se valida das características que criou do próprio mundo e como faz na sua obra o mundo de gelo e fogo, se personifica como um Maistre e preenche nossa necessidade enquanto fãs de se aprofundar na história da história que gostamos, mesmo que isso não importe absolutamente nada para a história em si. É bem fluído, porém peca na ação, a forma que a narrativa flui como em um livro de história esquiva completamenteda construção de empatia com personagens que vão ocupando lugares pontuais em histórias apressadas sem suspense, mistério e surpresa, qualidades da sua obra principal, mas de forma bastante honesta, desde o começo vendido como uma narrativa em terceira pessoa afinal seria muito prolixo um conto terminar de forma que todos conhecemos na história que realmente estamos interessados, intrigante em alguns pontos amplia o universo de alguma forma, precedentes que serão bem explorados pela comunidade em discussões e conteúdo para fã, mas apenas uma obra para os aficionados, e mesmo assim, não todos.
comentários(0)comente



22 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2