Bride of the Sea

Bride of the Sea Emma Hamm




Resenhas -


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Duda 31/03/2021

Gosstei, masssss... O que não significa que vc não deve ler!
Eu vi a capa desse livro e fiquei APAIXONADA. Eu amei muito To Kill a Kingdom e a sinopse desse livro acabou me chamando a atenção por me lembrar um pouco dele, já que Bride of the Sea é uma releitura de A Pequena Sereia e To Kill a Kingdom tem muitas semelhanças com o conto.
Mas já digo no início que são três histórias completamente diferentes ( O que para mim foi uma maravilha, pq não queria que acabasse em desgraça como acontece no conto original), mas só fiquei sabendo com o decorrer da leitura, o que me atrapalhou um pouco, já que eu estava apreensiva em continuar a ler e posso ter não aproveitado tanto quanto gostaria da história e do romance.
Ao mesmo tempo que por influência do conto prestei atenção nos ponto negativos da relação da Saoirse e do Manus, como fato dele tratar ela mais como uma posse, como um objeto valioso que tem medo de perder e protege a todo custo; esquece que ela tem até mais força física que ele, é inteligente e que não é indefesa ; um pouco ciumento? Sim, mas isso ficou explícito em apenas uma cena e implícito em outras duas. O contexto geral é que ele percebeu que a atitude foi errada e exagerada e tentou mudar isso, por esse fato, a negatividade disso acabou sendo menor, mas ainda sim ele a tratava como uma posse dele, até ter a redenção e tal.
Já ela ficou meio boba e inocente demais em algumas partes, sendo que no início era mais "empoderada". Isso me incomodou, mas tem razões para essas atitudes: a autora utilizou aquela curiosidade e inocência que tem na personagens da Disney e manteve algumas das características dela; e também o fato da sociedade que existe no período e lugar em que a história é ambientada, em que as mulheres não podiam dormir nem no mesmo quarto que seus maridos, que todos comentavam sobre o que vc estava vestindo, com quem vc estava falando, e se tivesse um fio de cabelo fora do penteado gerava um escândalo. Então a Saoirse acabou "presa" a essa regra, esse padrão imposto, e isso meio que enfraqueceu ela dentro e fora das páginas, ela ficou mais amuada, e para o arco dela, mesmo que faça sentido na história, acabou rebaixando um pouco a personagem como um todo.
O livro é único, a história começa e acaba no mesmo, mas o universo é compartilhado com outros livros da autora, sendo esse o 3° de uma série com histórias independentes que se passa no mesmo universo.
Esse fator acabou deixando o universo fantasioso e as mitologias meio sem muitas explicações e detalhes, só o que era importante para a trama é que entrou, e o foco foi total nas sereias, mas achei que teve pouca introdução para a mitologia da espécie em si, teve mais detalhes para alguns costumes, mas a história mesmo não tiveram muitos.
Sobre o romance no geral, deixou a desejar um pouco. Pq ? O momento em que a autora tinha para desenvolver essa relação foi completamente desperdiçado. Saoirse e Manus ficam um bom tempo se conhecendo na ilha e conversando, mas isso não é narrado, é apenas citado, logo, quando Saoirse diz estar apaixonada foi muito repentino, pq foi literalmente de um parágrafo para o outro.
Temos a narrativas nos dois personagens ( mais da Saoirse do que do Manus) e conhecemos ambos, mas acaba que vc se apega a eles individualmente e não ao casal. Sem tirar o fato de que os capítulos, não são tão curtos, mas só tem 12 e o epílogo; e o sentimento que é descrito para ambos acaba sendo diferente, não vemos o casal se desenvolver, e isso acaba deixando a Saoirse como uma tola, uma trouxa, por estar com Manus, que acaba fazendo cagadas, com boas intenções? Sim, mas acaba não sendo aquilo que a Saoirse esperava e precisava, ele toma atitudes por ela e para ela sem nem consulta-lá.
O casal, na minha opinião, por esses fatores foi um pouco difícil de comprar, e eu já estava lendo esperando uma tragédia acontecer, acabei ficando mais preocupada com a vida e atitudes deles do que com o relacionamento. No final o Manus acaba provando que o que sente por ela é tão forte quanto o dela por ele, e tem uma redenção, nova chance e um final feliz.
Eu gostei da história, acabei gostando mais dos personagens individualizados do que do casal em si, o final foi fofo, e como nada de tão ruim aconteceu a nota já aumentou automaticamente (pq era isso que eu não queria, eu não teria começado o livro se eu estivesse desconfiada de que teria um final assim, não era esse o meu objetivo com a leitura dele: sofrer.)
Recomendo, é legalzinho. E como não é muito comum ter muitas sereias como personagens de livros e com romance, acho que seria bom vc dar uma chance.
comentários(0)comente



Rafaela.Carvalho 27/08/2021

Sendo breve...
Gostei do início, mas não gostei do meio e nem do fim. Sei que desde o começo disseram que sereias foram feitas para sofrer, mas eu não gostei do sofrimento de Saoirse.
Achei Manus um tremendo c*zão fazendo o que ele bem entendia e mantendo a coitada em uma prisão domiciliar "para sua própria segurança".
comentários(0)comente



2 encontrados | exibindo 1 a 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR