Orgulho e Preconceito

Orgulho e Preconceito Jane Austen




Resenhas - Orgulho e Preconceito


296 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Thiago 24/01/2020

É tipo ler um roteiro de uma novela das seis, mas sem o núcleo pobre.
comentários(0)comente



Pâmela 16/01/2020

Apaixonante
Verdadeiramente Orgulho e Preconceito é uma obra singular. O enredo é muito bem construído. Uma linguagem maravilhosa para quem prima por erudição. Quanto à ambientação, esteja certo de se deparar com uma boa dose de orgulho, desprezo, mentiras, escândalos e preconceito. Em meio a tantos obstáculos pode ainda haver "um felizes para sempre para Srta. Lizzy Bennet e Sr. Darcy"? Vale conferir!!
comentários(0)comente



Regiane 16/01/2020

O meu preconceito
"Era gostoso saber que inspirara inconscientemente uma afeição tão forte. Mas o orgulho dele, aquele odioso orgulho."

Escrito em 1797, a obra de Jane Austen é mais que um romance auspicioso, é o retrato da família Bennet durante o século XIX na Inglaterra, onde a autora nos apresenta os paradigmas e desafios de uma sociedade moralista e aristocrática.
Com personagens encantadoras, a trama flui como em uma montanha russa e a cada momento o leitor pode se ver com frio na barriga ao aguardar pelas próximas páginas. Jane e Lizzy propiciam uma atração a parte com sua encantadora relação, e o romance, é claro, fica a cargo do leitor deliciar-se.
Sempre fui dada a dizer que romances não me agradavam, fugia de livros e filmes ou a qualquer menção da palavra "amor" ou "romance", mas me vi inclinada a este livro. Ao mergulhar na profunda trama escrita por Jane, não tive escolha se não me render diante da história encantadora e avassaladora que ela havia me apresentado. Ao terminar o livro o que restou a mim foi a certeza de que a muito tempo vinha perdendo experiências como esta ao me negar a proximidade com o romance, e agora, em busca dos próximos livros de Jane Austen, tenho certeza de que sua divina escrita se sobrepôs a meu preconceito.
comentários(0)comente



Babita 16/01/2020

Muito bom
Já havia tentado ler esse livro umas 3 vezes. Por preconceito, acredito eu, parava achando que seria um romance complicado por ter sido escrito há tanto tempo, etc.
Eis que abri minha mente e resolvi tentar mais uma vez. Não é que me surpreendi? Que escrita fluida e inteligente. Quantos personagens diferentes, e como foi gostoso ver o tempo passar e os sentimentos mudarem e crescerem (e não ser algo que nasce de um dia para o outro e torna-se avassalador).
Foi um prazer ler cada diálogo afiado entre o Sr Darcy e a Elizabeth, cada apoio e carinho entre a Jane e a Lizzie, além das ironias do Sr Bennet e do desprazer das crises de nervos da Sra Bennet.
comentários(0)comente



Livianmassafera 10/01/2020

Impossível não amar
Orgulho e Preconceito é singular do início ao fim, não é previsível, te faz amar e odiar personagens o tempo todo. Ah como amo! Foge do usual romance, ainda que seja um. E te transporta de corpo e alma pra mesma época e local, desejando fortemente ver de pertinho tudo o que se passa.


Thaís 10/01/2020

10/01/2020
Orgulho e preconceito é um romance deslumbrante, quando vc menos espera as coisas de repente surgem e transforma a história. Lizzy e Darcy são um casal que tem tudo pra dar errado, mas msm assim conseguem superar suas diferenças e se apaixonam, e além disso, conseguem superar diferenças sociais e subsequente o preconceito da sociedade, que à época era fortemente imposto. Gostaria de ler mais livros surpreendentes e desafiadores, e ao msm tempos apaixonantes...
comentários(0)comente



Leitor Nerd 06/01/2020

Tudo muito decepcionante e sem graça.
⁣Sinceramente, esse foi um dos livros mais chatos que eu já li em toda a minha vida. Demorei mais de 3 meses para ler ele, quando numa situação normal eu leria em no máximo uma semana. A história provavelmente poderia facilmente ter sido contada em cerca de 50 páginas ou menos, mas foram 400 páginas de bailes e jantares soníferos.⁣

Senti a trama muito vazia, parece que Austen quis escrever um romance sem ter ideia do que aconteceria, exceto que haveria um rapaz e uma moça que aparentemente não se gostam, mas se casariam no fim.⁣

As coisas só ficaram interessantes no começo e no fim do livro. O miolo foi uma tortura! Lia uma página e sentia um tédio enorme!⁣

Por que ele é tão valorizado pela sociedade literária? Está além de mim. Cheguei a pular parágrafos inteiros porque eu cansei de ler um monte de palavras vazias.⁣

Agora, admito que Austen era tecnicamente uma boa escritora, mas isso não significa que suas histórias sejam interessantes, cativantes ou até um pouco divertidas.⁣

Gosto muito de romance, inclusive os de época, mas Jane Austen não me impressionou. Não tenho nenhum interesse em ler outros livros dela, no entanto, eis um paradoxo: a adaptação cinematográfica de 2005 é uma das minhas favoritas!⁣

site: https://www.instagram.com/leitor.nerd/


Valéria 30/12/2019

Encantador...
Eu nunca fui fã de romance, mas depois de anos ensaiando pra ver o filme - e me arrependendo profundamente de não ter visto antes - fiz mais do que questão de ler esse livro!

A leitura flui mais devagar sim, muito provavelmente pelo método de escrita utilizado, mas se fosse diferente, talvez perderia o encanto. Um livro delicado, com personagens que me cativaram a todo momento (com exceção claro, da sra. Bennet, haha).
comentários(0)comente



@Sou_Jasmine - Instagram 30/12/2019

Amei
Orgulho e preconceito é Aquela história romântica de " antigamente " que nos trás muita empolgação. A história do livro é entorno que uma família os Bannet.. senhor e senhora Bennet e suas 5 filhas , senhor Bannet senhor calmo e senhora Bannet vive para arrumar marido para as filhas , pois morre de medo de deixar as filhas desamparadas quando o marido morrer ( sem mais spoiler ); para ser mais precisa é a história de amor de Elisabeth Bennet e o senhor Darcy ( conhecido por seu orgulho ) Jane Banner e Bingley que tem a história de amor bagunçada por suposições de terceiro ... a história nos envolve do começo ao fim e eu aconselho você ler para saber do que tô falando a cada capítulo você quer ler o próximo para saber o que vai acontecer , bailes , dramas , emoção, amor fazem parte dessa história , para Pormenores ler o livro ?
comentários(0)comente



Camille.Pezzino 28/12/2019

UM ROMANCE ARREBATADOR
Suspirar por um personagem literário é muito comum; espelhar-se em uma protagonista destemida mais ainda; buscar uma relação entre esses dois personagens, cuja ultrapassa gerações é algo que muitos escritores tentaram e ainda tentam, mas poucos conseguem essa façanha como Jane Austen conseguiu.

Confesso que meu tipo de literatura preferida foge e muito da temática apresentada por Jane Austen. A minha preferência por narrativas de aventura e magia é muito clara em quase todos os textos produzidos por aqui, mas há algo em Orgulho e Preconceito que vence e quebra todas as minhas barreiras quando se trata de relações românticas.

Ainda que eu possa dizer que não é esse o fator principal, aquele que mais chama a minha atenção na obra à primeira vista, falá-lo seria uma mentira e uma verdade ao mesmo tempo, pois ele definitivamente não é o cerne – mas o é, ao mesmo tempo. A questão é que a autora consegue entrelaçar magistralmente questões da sociedade de seu tempo, do machismo escancarado e do romance. Por causa disso, eu definitivamente não consigo escolher um dentre os aspectos elencados em seu romance, bem como não consigo separá-los em caixinhas, já que constroem o todo narrativo.

A sociedade de seu tempo tanto me encanta quanto me desagrada, porque tenho um fascínio quase que natural para com sociedades que prezam mais o convívio social e, em contrapartida, é impossível não me irritar, da mesma forma, ao ver como as mulheres eram – embora ainda sejamos – rebaixadas diante da figura masculina, como seus direitos jurídicos e civis eram inferiores.

Nós mudamos muito, claro, e crescemos bastante durante esse tempo. Ao reler o livro de Austen, eu percebo como conquistamos coisas. Assim, noto como Jane Austen era uma das autoras mulheres, desculpem a redundância, cuja luta nos alcançou e permanece através da palavra escrita, mesmo antes de nascermos, alguém estava buscando a nossa liberdade cívica.

Definitivamente, como ocorre com Emily Brontë, há uma perspicácia feroz e uma inteligência arrebatadora por trás desse romance que pode ser lido tanto como uma história de amor quanto uma crítica política. Há em Austen a sagacidade para interpretar o mundo em que vivia (quase que imparcialmente), desde as pessoas que observava em seu entorno até os julgamentos para com os outros, as rígidas regras de etiqueta e a polidez fajuta.

Além de percebê-las e interpretá-las, ela ainda as escrevia magistralmente. Uma realidade que se marcava e se registrava em cada página; uma possibilidade no mundo real, porque os seus personagens são extremamente plausíveis. Quem não conhece aquela pessoa que deseja ascensão social e riquezas? Quem não conhece alguém que elogie consecutivamente alguém sem perceber as mazelas de caráter? Quem não conhece alguém impulsiva o suficiente para se jogar em um romance com alguém que não é tão confiável? Quem não conhece alguém que não tem noção de etiqueta? Ou alguém que seja preconceituoso e orgulhoso?

PARA LER A RESENHA COMPLETA, ACESSE EM: https://gctinteiro.com.br/resenha-103-um-romance-arrebatador/

site: https://gctinteiro.com.br/resenha-103-um-romance-arrebatador/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



chayaleluia 22/12/2019

Jane Austen e sua escrita memorável.
Orgulho e Preconceito - Jane Austen, @editoramartinclaret | #OpiniõesRL |

"Garanto que não há nada mais divertido do que ler! Tudo cansa, menos um livro! Quando tiver a minha própria casa, não serei feliz até ter uma excelente biblioteca."

Considerada a primeira romancista moderna da literatura inglesa, Jane Austen começou o seu segundo romance antes dos 21. Nesse livro nos é apresentado a Elizabeth Bennet como heroína irresistível e seu pretendente aristocrático, o sr. Darcy. Abordando diferentes aspectos como ascendência social, o desprezo da sociedade na época e escândalos, o livro é uma obra prima que equilibra humor e seriedade na mesma história.

Li essa obra com uma carga emocional grande já que sempre via comentários positivos sobre os livros da autora, confesso que me apaixonei com a escrita delicada da Jane e seus personagens tão ricos.

Trazendo as dificuldades sociais, problemas relacionados a educação, cultura, moral e como o casamento aristrocatico era visto na época, Bennet rouba a cena do começo ao fim. A postura da mesma e o seu perfil me fez rir horrores com suas cenas e diálogos. As brigas do casal também eram momentos altos no livro, realmente a Bennet e Darcy nasceram um para o outro.

Não tem como não se encantar por essa obra, terminei a leitura querendo assistir a adaptação mesmo sendo antiga e ler mais livros da Austen.

Orgulho e Preconceito é o livro mais famoso da autora, com personagens inesquecíveis e um enredo memorável não tem como não se apaixonar e suspirar por seus personagens!

Link no ig: https://www.instagram.com/p/B6YoXS1HGJO/?igshid=dvivtrblp5kv
comentários(0)comente



Mary 22/12/2019

Eu detesto romances, mas como esse livro é um clássico, resolvi enfim dar uma chance. Foi de longe, a leitura mais difícil para mim, simplesmente por que achei insuportável! Elizabeth é uma moça interessante, mas o cenário é massante e restringe a personagem, sinto que ela poderia ter sido uma estudiosa ou viajante, tinha tanto potencial que foi desperdiçado com toda esta baboseira de casamento. Porém entendo que era assim na época, e apesar de ter odiado o livro vejo que a senhorita Austen estava retratando sua época do jeito mais fiel possível, e fico feliz em ver o tanto que nossa sociedade evoluiu apesar de ainda não ser perfeita. O Senhor Darcy não me encanta em nada, aliás o vejo como um homem totalmente normal apesar de suas arrogâncias. O desenrolar é lento, a vida das moças é um tédio enorme e não vejo nenhum atrativo na história. Quando acabei fiquei aliviada. Entendi o propósito e o objetivo de Orgulho e Preconceito, mas isso não foi o suficiente para tornar o livro agradável para mim.
comentários(0)comente



Dedessa 19/12/2019

Particularmente odeio livros de romance, mas este livro se tornou um de meus favoritos.
Jane tornou esta obra simplesmente algo incrível, com uma narrativa envolvente, embora haja um linguajar rebuscado, um romance leve, porém, intenso, crítico e doce. Simplesmente incrível.
comentários(0)comente



jornal._literário 15/12/2019

Além de um história extremamente envolvente, o livro possui também um romance que é muito mais do que o famoso "cão e gato" pois a mocinha e o mocinho não são personagens que vemos em qualquer história e o amor nasce aos poucos, com o dia a dia.
Além disso, o livro também fala sobre primeiras impressões.
Os personagens são de classes diferentes.É um amor que surge aos poucos como eu já falei e ele fará com que ambos os personagens tenham que mudar.
O mocinho vai ter que abandonar o orgulho e a mocinha terá que ver além das primeiras impressões.
É um livro super lindo e eu recomendo demais!💖
P.S.: A leitura é envolvente mas leiam com calma e apreciem esta obra, por favor!😘💕

site: https://www.instagram.com/p/B4LOCbgjEN7/?utm_source=ig_web_copy_link
comentários(0)comente



296 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |