All my life

All my life Prescott Lane




Resenhas - All my life


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Magna.Thalia 30/03/2020

Livro lindo, história muito emocionante. E o mocinho, simplesmente cai de amores por ele???
comentários(0)comente



Joyce 28/02/2020

Lindo
Amei!!
comentários(0)comente



Barbara Lima 13/01/2020

Originalmente publicado no blog Garotas entre Livros
Mocinha ama mocinho desde sempre.
Mocinha é a melhor amiga do mocinho.
Mocinha não tem coragem de se declarar para o mocinho.
Chega uma nova garota na cidade.
Mocinho se apaixona por ela.
Mocinha ficou na friendzone.

E esse é o enredo inicial de All My Life.

Devlyn e Garret cresceram juntos em uma cidade pequena, eles eram melhores amigos e nossa mocinha sempre teve uma queda por ele, mas né… vocês entendem, certo? Rsrs.


Garret sempre foi o rapaz modelo da cidade, filho do prefeito, popular e gente boa, o genro que mamãe pediu a Deus rsrs. Um belo dia chega uma garota nova na cidade, e é amor à primeira vista, Garret e Sheena não se desgrudam, mas ela voltaria para sua cidade após as férias de verão. É o que acontece, mas pouco tempo depois ela retorna com uma novidade: ela estava grávida.

O mundo de Garret se modifica totalmente, de rapaz modelo, para o sem vergonha que engravidou a namorada. Ele basicamente se torna persona non grata na cidade, e tudo piora quando Sheena anuncia que não está pronta para ser mãe e vai embora após a filha nascer. Como faz nessa situação galera?

Garret fez o melhor que pode.

O livro começa na formatura de Mia, filha de Garret, com ela fazendo um discurso agradecendo ao pai por tudo e como eles tinham conseguido chegar até lá. Os anos passaram e o coração da cidade logo amoleceu ao ver a situação do pai solteiro e adolescente que fazia de tudo pela filha.

Agora, Mia acredita que é a hora de seu pai encontrar um novo amor, ele já viveu toda a vida se dedicando a ela, ele precisava encontrar alguém ainda mais porque em breve ela estaria indo para a faculdade. Bom, o discurso de Mia viraliza na internet e logo várias mulheres aparecem interessadas nesse partidão e a cidade fica movimentada com fluxo de moças querendo se tornar a Sra Hollis.


O certo é que existe uma certa mulher, que sempre esteve lá para Mia e Garret. Devlyn era a figura feminina na vida de Mia, a melhor amiga de seu pai e praticamente uma mãe substituta para ela. Quando Garret se depara com a possibilidade de um futuro casamento de Devlyn com outra pessoa, nosso mocinho desperta e percebe que pode perder Devlyn para sempre… seria tarde demais para mudar o status desse relacionamento?

Mas como tudo o que é complicado pode se complicar ainda mais, a volta de Sheena para a cidade coloca mais confusão nesse drama. A possibilidade de ter seus pais juntos e sua família completa é o sonho de Mia, mas onde Devlyn ficaria nessa situação? Qual o seu papel nessa família? E Garret conseguiu verdadeiramente superar a ex?

Vou deixar vocês lerem e descobrirem rsrs. Mas posso dizer que esse livro é muito bonito, ele tem toda parte emocionante do relacionamento pai e filha, primeiro amor e decepção, melhores amigos apaixonados porém inseguros. É um prato cheio para quem gosta de romance e dos bem escritos. Me emocionei em diversos momentos, mas me irritei também, principalmente com o Garret que demorou um tantinho para tomar certas atitudes. O final é lindo e ainda conseguiu me arrancar algumas lágrimas rsrsrs.

Leiam, fica a dica!

site: https://www.garotasentrelivros.com/2019/11/resenha-289-all-my-life.html
comentários(0)comente



GeL 25/11/2019

Resenha para o blog Garotas entre Livros
Mocinha ama mocinho desde sempre.
Mocinha é a melhor amiga do mocinho.
Mocinha não tem coragem de se declarar para o mocinho.
Chega uma nova garota na cidade.
Mocinho se apaixona por ela.
Mocinha ficou na friendzone.

E esse é o enredo inicial de All My Life.

Devlyn e Garret cresceram juntos em uma cidade pequena, eles eram melhores amigos e nossa mocinha sempre teve uma queda por ele, mas né… vocês entendem, certo? Rsrs.


Garret sempre foi o rapaz modelo da cidade, filho do prefeito, popular e gente boa, o genro que mamãe pediu a Deus rsrs. Um belo dia chega uma garota nova na cidade, e é amor à primeira vista, Garret e Sheena não se desgrudam, mas ela voltaria para sua cidade após as férias de verão. É o que acontece, mas pouco tempo depois ela retorna com uma novidade: ela estava grávida.

O mundo de Garret se modifica totalmente, de rapaz modelo, para o sem vergonha que engravidou a namorada. Ele basicamente se torna persona non grata na cidade, e tudo piora quando Sheena anuncia que não está pronta para ser mãe e vai embora após a filha nascer. Como faz nessa situação galera?

Garret fez o melhor que pode.

O livro começa na formatura de Mia, filha de Garret, com ela fazendo um discurso agradecendo ao pai por tudo e como eles tinham conseguido chegar até lá. Os anos passaram e o coração da cidade logo amoleceu ao ver a situação do pai solteiro e adolescente que fazia de tudo pela filha.

Agora, Mia acredita que é a hora de seu pai encontrar um novo amor, ele já viveu toda a vida se dedicando a ela, ele precisava encontrar alguém ainda mais porque em breve ela estaria indo para a faculdade. Bom, o discurso de Mia viraliza na internet e logo várias mulheres aparecem interessadas nesse partidão e a cidade fica movimentada com fluxo de moças querendo se tornar a Sra Hollis.


O certo é que existe uma certa mulher, que sempre esteve lá para Mia e Garret. Devlyn era a figura feminina na vida de Mia, a melhor amiga de seu pai e praticamente uma mãe substituta para ela. Quando Garret se depara com a possibilidade de um futuro casamento de Devlyn com outra pessoa, nosso mocinho desperta e percebe que pode perder Devlyn para sempre… seria tarde demais para mudar o status desse relacionamento?

Mas como tudo o que é complicado pode se complicar ainda mais, a volta de Sheena para a cidade coloca mais confusão nesse drama. A possibilidade de ter seus pais juntos e sua família completa é o sonho de Mia, mas onde Devlyn ficaria nessa situação? Qual o seu papel nessa família? E Garret conseguiu verdadeiramente superar a ex?

Vou deixar vocês lerem e descobrirem rsrs. Mas posso dizer que esse livro é muito bonito, ele tem toda parte emocionante do relacionamento pai e filha, primeiro amor e decepção, melhores amigos apaixonados porém inseguros. É um prato cheio para quem gosta de romance e dos bem escritos. Me emocionei em diversos momentos, mas me irritei também, principalmente com o Garret que demorou um tantinho para tomar certas atitudes. O final é lindo e ainda conseguiu me arrancar algumas lágrimas rsrsrs.

Leiam, fica a dica!

site: https://www.garotasentrelivros.com/2019/11/resenha-289-all-my-life.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Nadja 14/08/2019minha estante
Dessa autora eu li apenas um livro, porém me apaixonei pela escrita dela.


Celia 14/08/2019minha estante
Lindo demais!


Daya 15/08/2019minha estante
Nadja li outro dela também é gostei bastante, mais esse é meu preferido dela até agora!




Celia 13/08/2019

Lindo demais!
"Caro Garrett,
Eu ouvi sobre Sheena ir embora.
Você consegue fazer isso. Eu queria que você soubesse que eu sei em meu coração que você pode fazer isso. Você será o melhor pai para Mia. Eu sei disso. Não tenho dúvidas de que ela será uma criança incrível com você criando-a. Por favor, acredite porque eu acredito.
Farei o que puder para ajudar os dois. Obrigada por me deixar segurá-la no hospital no outro dia. Foi a primeira vez que eu tive um bebê no colo. Estou feliz que tenha sido sua. Estou feliz por ter feito isso com você.
Eu sei que você deve se sentir tão sozinho agora, mas você não está.
Estou aqui.
Eu sempre estarei aqui para você e para Mia.
O que você precisar.
Sempre estarei aqui,

Devlyn."



Poderia resumir esse livro só com uma frase: 'ás vezes você não vê que a melhor coisa que já aconteceu com você está ali bem embaixo do seu nariz.'
Garrett foi pai ainda adolescente, a mãe da sua filha não segurou a barra de ser mãe tão jovem e abriu mão da guarda da sua filha, abandonou a filha e o Garrett ainda na maternidade.
Devlyn é apaixonada pelo Garrett desde os 5 anos, viu ele namorando, sendo pai e mesmo com o coração doendo sempre esteve do lado do Garrett e da Mia.
Hoje a véspera da Mia completar 18 anos e ir para faculdade, Garrett tem 34 anos e a Devlyn 33, ele finalmente NOTA e VÊ de maneira diferente a sua amiga que por toda a sua vida esteve do seu lado.
All my Life mostra o qual difícil foi a vida de um pai de uma menina, solteiro e tão novo. Vemos também que a Devlyn sempre esteve presente na vida da Mia e do Garrett.
O que falar do Garrett? Ele foi um pai maravilhoso, sempre colocou a sua filha em primeiro lugar, podemos dizer que foi completamente cego com relação aos sentimentos da Devlyn, mas amigos, quando ele nota ele faz de tudo para corrigir isso e tenta não fazer a Devlyn sofrer.
Devlyn foi um mulherão, nunca abandonou o Garrett e a Mia, sempre esteve presente na vida deles. Só acho que ela deveria ter se aberto antes, entendo que ela não queria arriscar a amizade com Garret, mas ela esperou uma vida para ele notar ela de maneira diferente, aliás nem esperava mais que isso fosse acontecer, ela não foi uma pamonha teve sim seus namoros, mas a verdade é que nenhum era o Garrett.
Quero deixar bem claro que em momento algum o Garrett abusou da amizade da Devlyn, ela só sempre esteve tão presente na vida deles, que só no momento que talvez ela pudesse mudar, ele realmente viu o que estava bem embaixo do seu nariz.
Para não falar muito mais, e entregar muito da história, vou só comentar que Mia realmente não nega de é filha do Garrett, mas antes tarde do que nunca, ela também notou o que estava embaixo do seu nariz. rs
Peguei All my Life, porque a sinopse me tocou e eu simplesmente amei esse casal, em alguns momentos chorei pela Devlyn, meu coração se aqueceu com o relacionamento do Garrett com a Mia.
Esse foi meu primeiro contato com a escrita da Prescott Lane e fiquei encantanda, com certeza irei ler outros livros dela.Só posso mais que recomendar a leitura desse livro delicioso. ,
comentários(0)comente



Natalie e Vivian @avidezliteraria 06/11/2018

Bem vindos a Eden Valley, uma cidade pequena onde a grande atração é sua cachoeira e seus arco-íris. Uma cidade onde todos se conhecem, onde os bons costumes imperam e onde o fato de um adolescente ser pai é o maior escândalo já ocorrido.

Garrett viu sua vida mudar totalmente com uma notícia inesperada. O que começou como um romance inocente entre dois adolescentes, ele um local e ela a forasteira cheia de vida e diferente do que ele estava acostumado, acabou se transformando no maior desafio de sua vida. Seus planos, sonhos e sua adolescência ficaram para trás. Garrett agora tem uma responsabilidade muito maior. Com um bebê precisando de seus cuidados, ele não tem tempo para sofrer pelo seu coração partido. A verdade é que a mãe de sua filha os abandonou. Sua namorada abriu mão de seus direitos e simplesmente partiu.

Garrett conta com o apoio de seus pais somente. A cidade virou as costas para ele, seus amigos foram proibidos de falar com ele. A pequena cidade simpática se mostrou hipócrita. Devlyn foi a única que ficou do seu lado. Sua melhor amiga não se importou com a fofoca e com os avisos de sua mãe e continuou o tratando exatamente como antes.

Os anos passam, Mia cresceu e agora está indo para a faculdade, e em seu discurso de formatura do ensino médio, ela acaba mencionando seu pai e o fato de que ele ficaria sozinho em uma casa vazia com apenas trinta e poucos anos, que ele precisava de uma namorada. O que ninguém esperava era que o vídeo fosse parar na internet e viralizasse. E com isso Eden Valley acaba recebendo mulheres de todas as partes, se candidatando para a vaga de namorada.

E nesse momento, o livro entra em sua parte cômica, as mulheres são completamente loucas. Garrett não sabe o que fazer para parar essa loucura, ele só quer seu sossego de volta, essa atenção toda o está incomodando. A parte dos encontros é engraçadíssima. E com essa estória de relacionamento vindo a tona, ele começa a perceber que talvez o que procurava sempre esteve debaixo de seu nariz.

Devlin sempre foi apaixonada por seu amigo. Mas ele nunca a notou. Ela assistiu ele se apaixonar por outra mulher, o viu se tornar pai, presenciou ele de coração partido, ele cuidando de sua filha. Em todas as fases da vida de Garrett e Mia ela sempre esteve lá. Sempre parte de tudo, mas nunca da família de fato.

Devlyn e Garrett foram completamente fofos juntos. Ela é uma pessoa forte, amiga, que luta pelo que acredita e acha justo. Uma pessoa altruísta, que só se importa com o bem estar dos outros, às vezes se esquecendo de si mesma. Garrett sofreu muito, teve seu coração partido. Sua filha é sua vida, tudo o que ele faz é pensando nela. Colocou sua própria vida de lado para focar exclusivamente em Mia. Fiquei esperando quando ele finalmente se daria conta de que estava gostando de sua amiga. Torci pelos dois, eles finalmente mereciam um pouco de felicidade.

Os relatos de Devlyn são impactantes, é impossível não se compadecer quando ela finalmente é sincera e fala tudo o que sente. Ela o amou por anos e ele nunca notou. Ele estava sofrendo, mas ela também. E por culpa dele.

Mas como nem tudo são flores, um fantasma do passado volta para atrapalhar a chance de um futuro. Odiei Sheena com todas as forças. Odiei a adolescente pelo que fez, odiei a mulher escrevendo as cartas e odiei a adulta que aparece para infernizar. Ela era manipuladora e egoísta quando nova e infelizmente não aprendeu nada, só piorou.

Mia me frustrou completamente. Sei que ela sentia falta de ter uma mãe, imagino que deva ser doloroso crescer sem essa referência, mas a achei mimada e um pouco egoísta. Ela se encantou com figura da mãe e deu as costas para quem sempre esteve do seu lado. Não consigo entender como ela quis sequer falar com uma mulher que a abandonou, quanto mais se deixar iludir.

No fim, o livro é sobre amor e família, de todas as formas possíveis. Não é preciso laços sanguíneos para ditar uma família, nem um parentesco para estabelecer amor. Devlyn ama Garrett e Mia e sempre esteve ao lado deles. Garrett foi pai, mãe, amigo e tudo na vida da filha, mas ele precisa aprender a retomar sua própria vida, a pensar em si um pouco. E Mia aprendeu que o que sempre desejou nunca foi algo que lhe faltou. Devlyn foi sua mãe. Sem sombra de dúvida. Prepare o lenço e delicie-se com essa estória familiar.

site: https://avidezliteraria.wordpress.com
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7