Luz, Câmera e Amor

Luz, Câmera e Amor Aline Sant' Ana




Resenhas - Luz, Câmera e Amor


36 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Krool 17/02/2021

Leitura bem fácil e rápida
Livro bem gostozinho
Cenas bem calientes
Romance clichê bem para sair da ressaca literária.
comentários(0)comente



cacautoledo 16/11/2020

Amei
Um livro que te envolve da primeira a última página. Uma atriz em busca de reconhecimento, realiza seu sonho de protagonizar um filme baseado num best-seller e um ator fraco que será seu par romântico, daí muitas brigas e confusões acontecem até descobrirem que o ódio é um passo para o amor.
comentários(0)comente



Alda - Dondoca Literária 05/11/2020

Amor e Ação
Com um enredo cheio de fofocas do mundo dos famosos, embarcamos num universo, onde ter privacidade é luxo e como isso pode atrapalhar a vida de uma pessoa; eu particularmente adoro esse cenário nos livros, fiquei impressionada com tudo que rola por trás dessas produções.

A história é contada no decorrer das gravações, o que dura cerca de um ano, e nesse período vamos descobrir o que fez Chuck perder o brilho durante sua carreira; o surgimento da amizade e companheirismo, trocados entre os dois durante as gravações, dão um novo significado no decorrer trama e resulta no nascimento do amor.

A autora é uma das minhas favoritas e sou devota fiel de suas obras, aqui, além bom clichê, temos segredos de família sendo revelada, chantagem levada até as ultimas conseqüências, e aquele drama familiar que nos mantém presa, até o termino da leitura.
comentários(0)comente



Ale Salvia @estantedaale 02/11/2020

"Luz, Câmera e Amor" no blog Estante da Ale
O livro nos conta a história de Evelyn Heyley, uma atriz de Hollywood que tem a chance de interpretar sua personagem dos sonhos, porém tudo pode vir por água abaixo quando ela vê que seu par romântico não é nada mais, nada menos, do que o péssimo ator: Chuck Ryder. Não, não será ele que a impedirá de ganhar seu Oscar. Evelyn fará o que tiver ao seu alcance esse filme ser um grande sucesso.

Não nego que no primeiro momento, eu antipatizei com a forma prática da protagonista tratar assuntos de trabalho. Evelyn é direta, obstinada e apaixonada pela arte de atuar, mas com uma sinceridade tão extrema que me incomoda um pouco. Felizmente, deixei meu coração aberto para conhecer sua verdadeira essência e o que me fez mudar de opinião em relação a sua postura, foi ver o quanto Chuck precisava desse choque de realidade para voltar a ver a beleza de sua profissão. Entendo que não é uma carreira fácil e Evelyn não poderia colocar sua grande chance em risco, se eu pudesse dar uma dica a personagem, diria que talvez ela devesse ser um pouco mais delicada ao expressar suas opiniões, isso não faria mal algum, porém também entendo que é um traço de sua personalidade e de certa forma a vejo mais real por conta desse 'erro', sabem? Não sei nem se faz sentido, eu só sinto que a história poderia muito bem existir simplesmente por termos personalidades reais sendo retratadas.

E falando mais abertamente, é exatamente o que eu citei logo no início: o livro é um romance daqueles que você não consegue parar, que você sente o casal, sente o amor crescer! Chuck e Evelyn são extremamente apaixonantes e todo o desenrolar traz aquele quentinho no coração. Não tem como não elogiar o trabalho da Aline, ela trabalha o enredo clichê muito bem, não me incomoda em nada a previsibilidade da obra, até porque era exatamente o que eu queria que acontecesse e ela o faz com qualidade, com cuidado e romantismo.

Chuck é um dos meus crush's literários mais fortes, pois se fosse para fazer um comparativo, ele é um dos personagens mais sensacionais que eu já 'conheci', ele luta por Evelyn e isso foi um tapa na minha cara. Ele não se deixa levar por nada, nem ninguém. Ele é fiel ao que sente e ao que é. Chuck, você tem meu coração para toda a eternidade. E incrível que na minha cabeça, eu não conseguia construir a imagem de Chuck como a autora o descreve, rs. Eu o achei muuuuito parecido com o ator Evan Roderick e vocês podem até me chamar de maluca, mas esse é o meu Chuck e não vou abrir mão dele. ♥

O que muitos de vocês podem ficar felizes é que este, é um romance único. Final fechadinho e maravilhoso. Digno de filme hollywoodiano mesmo! Queria mais? Queria, não vou mentir, mas o livro foi perfeito e não tenho nem o que falar. Não mudaria nenhuma vírgula e termino dizendo que a autora me conquistou: quero ler até sua lista de compras! kkkkk

site: http://estante-da-ale.blogspot.com/2020/11/livro-luz-camera-e-amor.html#comment-form
comentários(0)comente



Ohara 08/09/2020

Gostei muito da estrutura de contar duas histórias ao mesmo tempo. A evolução dos personagens e a química dos dois foi ótima.
Aquele romance leve e que deixa o coração quentinho.
comentários(0)comente



Márcia Gama 28/08/2020

Adoro uma boa história de amor
O livro surpreende logo no começo. Uma mocinha verdadeira, forte, delicada e amorosa ao mesmo tempo. O Chuck é cheio de problemas, mas com data marcada para acabar. Autora guardou bem os segredos. Não consegui nem chegar perto. Foi uma grata surpresa um fechamento com chave de ouro. Amei.
comentários(0)comente



Karen.Machado 10/08/2020

Gente, que tudo esse livro
Eu estava mergulhando em uma ressaca, e esse livro me pescou!!
Gente ele é tão gostoso de ler, a história de Chuck é Eve é tão maravilhosa ?.
Vcs vão gostar de ler esse livro!
5?
comentários(0)comente



bianca_nevesteo 22/06/2020

AMEIIIIII, sabe aquela história que te prende do começo ao fim, pois é, esse livro é muito água com açúcar que mexe com coração ? recomendo muito pra quem tá triste, pois vai ficar suspirando de felicidade pela história de Chucky e Evelin kkkkkkkkkkk
comentários(0)comente



A Leitora 20/06/2020

Não gostei. Não me conectei com os personagens, não senti verdade neles. Do meio pro final comecei a pular as descrições e só lia os diálogos. Achei as situações fantasiosas demais, num sentido ruim. Enfim, li muitos elogios sobre o livro, mas não rolou pra mim.
comentários(0)comente



crislane.cavalcante 25/05/2020

Luz, câmera e ?
Sinceramente foi o melhor livro que li da Aline que roubou inclusive o posto do livro do Zane. Eu gostei muito dessa proposta de contar duas histórias ao mesmo e o desenvolvimento simultâneo dos sentimentos de Evelyn e Chuck. De uns tempos pra cá não curto mais ler livros que têm tantas cenas eróticas, prefiro mais o desenvolvimento lento e bem descrito dos sentimentos e o suspense para que algo a mais possa acontecer,pois, na minha opinião tornam as coisas mais interessantes e excitantes do que a descrição detalhada do ato sexual diversas vezes. Se eu pudesse tirar algo desse livro seria apenas algumas descrições sexuais que tiveram e que na minha opinião não foi tão necessário. De verdade adorei esse livro e espero que a autora escreva mais enredos desse tipo: diferentes e que se possível diminua mais o número de descrições sexuais pq ela tem talento de sobra pra criar esse desenvolvimento lento e excitante de quando um casal está se apaixonando.
comentários(0)comente



Maila 21/04/2020

#resenhaCQNC LUZ, CÂMERA E AMOR
"Você foi a única que me olhou e exigiu de mim algo além do que eu estava demonstrando"

Evelyn Heyley é uma dedicada e talentosa atriz. Desde pequena se esforçou muito em sua carreira, e fica super animada ao receber uma incrível proposta para atuar no papel principal em uma adaptação de romance, que pode alavancar a sua carreira ainda mais.

Chuck Ryder é um galã de Hollywood, que foi escalado para ser seu par romântico no filme. O problema é que Ev não gosta muito dele, pois acha que não se dedicou o bastante em seus antigos papéis e não deveria estar a onde está. Ele lhe causa sentimentos estranhos, ao mesmo tempo que é lindo é muito antipático, e também tem medo que sua péssima atuação reflita em sua carreira.

Com o início das filmagens, Chuck se mostra um ótimo ator, levando o seu papel muito a sério e surpreendendo a todos com sua atuação. Nas cenas em que eles contracenam juntos a química do casal é inegável e o que era desprezo e raiva começa a se tornar paixão e faíscas de amor. Entretanto ele tem uma namorada, que inclusive é conhecida de Ev, e uma vida cheias de segredos. Porém está disposto a tudo para declarar seu novo amor por Evelyn.

"Quero beijá-la como Chuck e Evelyn, beijá-la porque eu quero tocar em você e não porque isso está em um roteiro, sabe, Evelyn"

Aline Sant? Ana entrou para a minha lista de autoras queridinhas pelo romance de Namorados por acaso. A escrita da autora captura de o bastidores de filmagens.

Nosso romance é meigo e instigante ao mesmo tempo. Chuck tem alguns problemas sérios para resolver antes de assumir seus sentimentos por Evelyn.  Gostei porque foi trabalhado a parte não glamourosa de Hollywood. No enredo temos problemas familiares, chantagens e abusos de álcool e drogas, realidades que muitas vezes não são retratados, ficamos apenas com os brilho da fama.

É gostoso ver como nosso casal, cresce e amadurece ao longo da história. Evelyn ajuda Cruck a resolver seus problemas e juntos vão construindo o amor deles. O final é lindo, deixei algumas lágrimas nele, merecedor de oscar - literalmente.

site: https://www.instagram.com/p/B71KxgIFTtF/
comentários(0)comente



Maila 21/04/2020

#resenhaCQNC LUZ, CÂMERA E AMOR
? ?Você foi a única que me olhou e exigiu de mim algo além do que eu estava demonstrando???
?
Evelyn Heyley é uma dedicada e talentosa atriz. Desde pequena se esforçou muito em sua carreira, e fica super animada ao receber uma incrível proposta para atuar no papel principal em uma adaptação de romance, que pode alavancar a sua carreira ainda mais.
?
Chuck Ryder é um galã de Hollywood, que foi escalado para ser seu par romântico no filme. O problema é que Ev não gosta muito dele, pois acha que não se dedicou o bastante em seus antigos papéis e não deveria estar a onde está. Ele lhe causa sentimentos estranhos, ao mesmo tempo que é lindo é muito antipático, e também tem medo que sua péssima atuação reflita em sua carreira.
?
Com o início das filmagens, Chuck se mostra um ótimo ator, levando o seu papel muito a sério e surpreendendo a todos com sua atuação. Nas cenas em que eles contracenam juntos a química do casal é inegável e o que era desprezo e raiva começa a se tornar paixão e faíscas de amor. Entretanto ele tem uma namorada, que inclusive é conhecida de Ev, e uma vida cheias de segredos. Porém está disposto a tudo para declarar seu novo amor por Evelyn.
?
? ?Quero beijá-la como Chuck e Evelyn, beijá-la porque eu quero tocar em você e não porque isso está em um roteiro, sabe, Evelyn???
?
Aline Sant? Ana entrou para a minha lista de autoras queridinhas pelo romance de Namorados por acaso. A escrita da autora captura de o bastidores de filmagens.?
?
Nosso romance é meigo e instigante ao mesmo tempo. Chuck tem alguns problemas sérios para resolver antes de assumir seus sentimentos por Evelyn.  Gostei porque foi trabalhado a parte não glamourosa de Hollywood. No enredo temos problemas familiares, chantagens e abusos de álcool e drogas, realidades que muitas vezes não são retratados, ficamos apenas com os brilho da fama.?
?
É gostoso ver como nosso casal, cresce e amadurece ao longo da história. Evelyn ajuda Cruck a resolver seus problemas e juntos vão construindo o amor deles. O final é lindo, deixei algumas lágrimas nele, merecedor de oscar - literalmente.
comentários(0)comente



Notas.Literarias 04/04/2020

Hello pessoas, quem aqui é apaixonada por cinema tanto quanto por livros?!?! Então a dica de leitura de hoje é para você.
.
Luz, Câmera e Amor é uma historia que se passa nos bastidores de uma adaptação cinematográfica de um grande Best Seller. E é aqui que Chuck Ryder e Evelyn Heyley se conhecem. E é a partir desse encontro que começa essa história repleta de emoção e mistério.
.
Se você acha que vai encontrar somente cenas de amor aqui, está bem enganada. Tem muita atuação, muita pós produção, tem Óscar, tem apresentação de uma certa banda, e claro o final feliz. Mas para isso existe um longo e tortuoso caminho a ser percorrido. Então se você curte esse tipo de história, esse livro é para você.
comentários(0)comente



Daniele__Galdi 28/03/2020

Confesso que comecei a ler e tive vontade de parar, mas no final ficou um pouco melhor. Acho que a capa não ajudou muito em relação a descrição dos personagens. Impossível ver a capa e pensar principalmente nele.
Fiquei com vontade de assistir o filme, recorde-se antes de eu partir.
comentários(0)comente



Fabiana @bibliotecadabia 27/02/2020

Um Livro Cheio de Emoções !
RESENHA: Conhecer a escrita dos livros da autora era uma meta que a tempos tentava conseguir, mas nunca conseguia. Entretanto coloquei que não passaria do mês de fevereiro, então enfim consegui ler este livro. Apaixonada pelo enredo e história é pouco para descrever este livro, que é simplesmente PERFEITO. Não é por acaso que a autora é sucesso, e sem dúvida merecido.

Neste livro vamos conhecer a história da atriz de Hollywood Evelyn Heyley e o ator Chuck Ryder.

Evelyn é uma atriz extremamente dedica e focada em seu trabalho, já tinha uma carreira bem sucedida, e acabará de receber o convite para ser a atriz principal do filme “Recorda-se Antes de Eu Partir” baseado no livro best-seller da autora Shaaron W. Rockefeller, a oportunidade de uma vida.

O que Evelyn não esperava era que o ator que seria seu par romântico, seria Chuck. Evelyn não o conhecia pessoalmente, mas, acompanhava seus filmes, e pelo que havia visto não gostou, sua atuação era medíocre e precisava muito melhorar.

No primeiro encontro com a equipe de trabalho Evelyn se posicionou quanto a atuação de Chuck nos filmes, sendo o mais sincera possível e preocupada, pois deveria atuar com ele intensamente, e, com receio que a falta de química entre eles pudesse prejudicar o filme e sua carreira.

Chuck aceitou o desafio de Evelyn, e propôs um novo encontro para que pudessem realizar um piloto de uma cena do filme, e deixar o diretor decidir sobre a participação deles. Ao acontecer a tal cena piloto, Evelyn ficou surpresa com a atuação de Chuck e percebeu que estava equivocada e que ele era um profissional excepcional.

Após iniciarem as filmagens Evelyn percebia que Chuck estava se dedicando ao papel, mas quando não estavam em cena, ele era frio, totalmente distante e pouco acessível. Tal comportamento a deixou incomodada, pois, ela gostava de fazer amigos e ter uma aproximação com quem trabalhava fora das câmeras.

Evelyn conseguiu ‘quebrar o gelo’ com Chuck, e uma amizade se formou, entretanto era apenas uma amizade entre colegas de trabalho, acabou se tornando um sentimento mais forte, e a atração entre os dois, estava ultrapassando o ‘apenas’ contracenar para o filme.

Uma história de amizade, amor, traições, e principalmente novas oportunidade de re-começos, escrita com uma maestria sem igual, um enredo escrito de uma maneira espetacular que irá surpreender o leitor a cada capítulo lido. Personagens fortes, bem construídos e desenvolvidos de uma maneira sensível.

site: https://www.instagram.com/bibliotecadabia/
comentários(0)comente



36 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3