Chain of Gold

Chain of Gold Cassandra Clare




Resenhas - Chain of Goold


64 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Ize 25/03/2020

Uma saudade chamada SHC
Sabe quando você estuda com uma pessoa no colégio, ela se torna a sua melhor amiga e vocês de algum modo passam anos juntos, vocês crescem juntos e aí depois de longos anos sem se falar, você reencontra com ela num momento mais adulto da sua vida?
Eu me senti assim lendo Chain Of Gold.
Como se eu tivesse reencontrado o meu mais precioso amigo de todo o mundo.
Não sei descrever com palavras o quão gostoso foi pra mim ler esse livro. Ele teve tudo o que eu esperava de um livro da Cassandra, principalmente por que eu, no auge dos meus 23 anos, já não consumo tantos livros adolescentes de fantasia. Preconceito? Não. Talvez um pouco de falta de imaginação da minha parte. Mas é claro que, com Chain Of Gold, isso mudou completamente.
Claro que ninguém deve saber, mas sou fã desenfreada de The Infernal Devices. É a minha trilogia favorita da vida inteira. Eu a amo de paixão com todo o meu ser. Herongraystairs é tudo pra mim. E ver pedaços deles nesse livro, poder ver William Herondale novamente em todo o seu vigor, depois de eu mesma estar velha, foi uma experiência única. Não sei descrever.
Bom, até agora só falei minhas boiolices em relação a chog, e você com toda a certeza não parou pra ler essa resenha para isso. Quer saber se gostei da história em si?
Como eu posso dizer...
Acredito que chog teve falhas. Acredito que muitos vão problematizar algumas reviravoltas. Acredito que vão falar que o livro é ligeiramente cansativo. Mas, falando por mim? Achei ele bem bom.
Não acho que de longe é o melhor livro da Cassandra, apesar de ficar bem claro a evolução da escrita dela. Achei também que a história foi bem coerente (uns 90% coerente) e que foram muitas poucas coisas que eu genuinamente não gostei.
Agora... personagens.
Bem, eu amei todos eles. Não tenho o que dizer. Achei que todos os novos personagens foram bem introduzidos, com exceção do Matthew, que eu esperava conhecer bem mais. Apesar de acreditar também que o próximo livro será focado mais nele. De resto, adorei alguns (Alastair, Thomas, Ana, Cordelia e James) mais que outros (Grace Blackthorn, Charles Fairchild). Mas achei que todos os personagens tem algo do qual lhe causa interesse. Principalmente os que estão em casais 0.0
Agora, sobre a linha da fatos e toda a história em si... Não sei mt o que opinar. Além das opiniões que eu já li na Internet, acredito eu que há poucos fatos que fogem do roteiro, apresentados até como furos de roteiro... mas nada muito grande (apesar de não saber se com Magnus Bane as reações não são sempre dramáticas, devido a popularidade dele kkkk).
E, bem, no mais, é uma boa história. Achei que a Cassandra soube lidar com ela e com toda a certeza era tudo o que eu esperava como leitora da Cassie. O que me faz, obviamente, uma cadelinha dela hahahaha Mesmo que haverá quem não goste, sempre tem aqueles como nós que estão dispostos a dar o benefício da dúvida rsrsrs
E, posso contar um segredo?
Ainda bem que eu dei!
P.s.: Esqueci de mencionar uma coisa: James e Lucie Herondale. Eu genuinamente gostei de como a cassandra resolveu a coisa do "shadowhunter casa com feiticeira e tem filhos" (apesar da Tessa não ser feiticeira de vdd) e ganha poderes novos. Eu gostei bastante dessa exploração e queria muito ver mais sobre isso em algum próximo livro. Os poderes dos dois me parecem ser maiores do que a Cassandra mostrou nesse primeiro livro, mas parece ser o suficiente para deixar uma marcar. Simplesmente empolgante de ler com protagonistas diferentões de novo!
P. S.2.: Jesse Blackthorn pra mim tbm é um personagem que se tornou mt intrigante na saga e eu tô DOIDA pra ver como vai rolar o desenvolvimento do personagem dele!
P.s.3.juro.que.é.o.último: REPRESENTATIVIDADE!! Eu não me perdoaria se eu não falasse sobre isso sendo que até mesmo já rolou discussão sobre no Twitter. Bem, o que há pra dizer? Simplesmente amei. A representatividade LGBTQIA+, por parte da Cassandra, nunca falha. E eu senti realmente que os confrontos desses personagens LGBTQIA foram coerentes com a época em que eles viviam. São confrontos que ilustram muito bem a sociedade Shadowhunter e eu gostei de ver como eles lidam com essas questões através do tempo (já que tem bastante casais nas sagas). Eu gostei tbm que a Cassandra não só ficou com um padrão, mas explorou a sexualidade dos personagens sem parecer nada forçado. Gostei de um personagem em especial, e da coragem que ele mostrou no decorrer do livro e de como isso FOI IMPORTANTE para LGBTQIAs que vivem relacionamentos abusivos como aquele. Sério. Eu fiquei extremamente FELIZ pela vitória desse personagem (apesar de ter durado bem poucokk Cassie n perdoa). No mais eu só queria dizer que a Cassandra me deixou mt feliz por ter escolhido representar essas pessoas como seus personagens.
comentários(0)comente



Gabriele.Luiz 23/03/2020

Cassandra Clare com o melhor de sua escrita
Chain of Gold veio para destruir corações, mas não esperávamos menos que isso de Cassandra Clare.

James Herondale, filho de Will Herondale e Tessa Gray, sempre soube que teve poderes especiais, assim como sua mãe. Com seus olhos cor de ouro, o menino sempre sofreu por ser diferente entre os demais caçadores de sombras e por isso sempre lutou para reprimir esse seu lado sombrio.?
Quando mais novo buscou ajuda de seu tio Jem para controlá-los, mas com o passar dos anos acabou sendo inevitável deixar de lado algo tão intenso dentro de si.

Por outro lado, temos Cordelia, após tantas viagens pelo mundo, de casa em casa, a família Carstairs finalmente decide se mudar para Londres fazendo com que a garota fique mais próxima de sua futura parabatai, Lucie Herondale. No entanto, esse não era o único motivo para a ida a Londres, com seu pai esperando por um julgamento, a família também tinha o objetivo de conhecer as pessoas mais influentes para terem como aliados na clave.

Agora finalmente estando tão próxima das pessoas que viviam com Lucie e sua família, Cordelia acaba relembrando de uma paixão antiga, ou nem tanto, pelo irmão de sua melhor amiga. Mesmo sabendo que isso nunca poderia dar certo!

E em meio a tudo isso, os jovens caçadores de sombras se veem em uma situação nunca vista antes. ?
Com seus segredos internos e problemas com a Clave, já podemos imaginar como isso acaba no final, não é mesmo?

Como tudo que Cassie escreve, COG nos deixou absurdamente envolvidas na trama. A sensação de voltar a Londres foi como estar em casa e não posso deixar de pontuar como foi maravilhoso reencontrar meus personagens queridos e lugares inesquecíveis.

Cassie nunca decepciona e é visível a evolução da sua escrita no decorrer dos anos. Mas essa obra foi uma surpresa inesperada, definitivamente não aguardava conhecer personagens tão únicos e envolventes. Ver uma outra realidade dos caçadores de sombras ?adolescentes? foi super divertido.
comentários(0)comente



danni 22/03/2020

cassandra voltou com tudo pro meu coração, livro impecável. sempre fui apaixonada pelos personagens dela agr... TUDO PRA mim
comentários(0)comente



kviero 20/03/2020

Cassandra só evolui ao longo de suas séries, mais um livro incrível ao qual eu me apaixonei profundamente. A cada personagem apresentado é uma nova sensação, as intrigas e os segredos bem guardados, os desejos e os medos, cada particularidade traçada pela mente incrível da Cassie prende na leitura do início ao fim.

Lucie, Cordélia e os Ladrões Alegres se tornaram uma unidade que se encaixa perfeitamente, e já ganharam espaço no meu coração, como sempre.
comentários(0)comente



Paula 19/03/2020

Mais uma vez Cassandra Clare nos trouxe uma história excelente. O mistério é surpreendente, os personagens são incriveis e cativantes e o romance é presente na medida certa. Além disso, a aparição de personagens antigos, especialmente do meu trio preferido (will, jem e tessa), torna tudo mais perfeito.
comentários(0)comente



Raissa Martins 19/03/2020

Espetacular como sempre
Como sempre Cassandra Clare fazendo livros maravilhosos e esse não poderia ser diferente. Não consegui largar o livro em nenhum momento.
comentários(0)comente



João 19/03/2020

Oh, Cassandra!
Há sete anos tenho você em minha vida anualmente. Em 2018, você nos decepcionou com aquele final para QoAaD. Mas em 2020 você nos deu tudo de que precisávamos.

Além de Jem, Tessa e Will de volta, ainda temos a oportunidade de conhecer muitos novos personagens que são incríveis: The Merry Thieves, Cordelia, Lucie, Jesse, Anna, Alastair, Ariadne... E tanta representatividade LGBT+!!!!!

A história de Chain of Gold foi arrebatadora desde seu início. Ambientado numa Londres no começo da década de 10 onde as atividades demoníacas estavam praticamente extintas, acompanhamos o aparecimento repentino da raça e a chegada de duas grandes famílias, os Carstairs e os Lightwoods (alguns deles). A partir disso a dinâmica toda muda, e, como disse, seu desenrolar é completamente maravilhoso.

Enfim, ansioso para acompanhar os próximos livros da trilogia. Estarei torcendo para suas próximas continuações mantenham a qualidade do primeiro.
comentários(0)comente



Carlos Rocha 19/03/2020

Cassie arrasa mais uma vez...
Há poucas histórias que mexem tanto comigo quanto as Crônicas dos Caçadores de Sombras. A Cassie é uma das únicas autoras que, independente do que escrever, eu vou querer ler. Principalmente quando se trato deste universo.

Com Chain of Gold isso não seria diferente. Aqui, a Cassie nos apresenta os filhos dos personagens principais de As Peças Infernais, o que já me havia me encantando lá atrás. Os personagens aqui são tão carismáticos quanto seus parentes e quando estes últimos aparecem, temos que nos segurar para não morrer por causa da nostalgia.

Apesar de parecer que a Cassie não teria mais nada para escrever depois de tantas histórias no mesmo mundo, aqui ela mostra que ainda há muito o que se explorar, e ela faz isso de forma majestosa. A história se desenrola de maneira muito fluida e, em muitos momentos faz a gente ficar sem fôlego com as cenas mais tensas.

Acho que sou meio suspeito para falar desse livro, já que esse universo é um dos meus favoritos e a Cassie é minha autora favorita, mas mesmo assim não vou cansar de indicar essa história para quem for.
comentários(0)comente



Dandara 17/03/2020

Isso não é uma resenha
Esse livro me fez enlouquecer a cada virada de páginas. Tanto segredo e tantas descobertas.

Eu já sabia nos meus ossos que iria amar Cordelia; e sinceramente? Não me enganei quanto a isso. Ela foi uma das melhores heroínas que já conheci.

Agora. Nunca me passou pela cabeça odiar a Cassandra Clare,e veja só,por um certo acontecimento,eu odiei ela. Eu sinceramente não entendia a fascinação do James pela Grace. E depois tudo veio pra mim em ondas de clareza. E vocês iram entender quando lerem.

Kkkkk o que posso sobre Lucie? Ela é muito encantadora. E eu amei a amizade dela com o Jesse e com a Cordelia.

Ah. Alastairs foi um personagem que me surpreendeu bastante. Fui pega de surpresa ao descobrir com quem ele estava,pq nem um bilhão de anos estava pensando nessa pessoa. Mas depois do que aconteceu acho que já posso pensar com firmeza novamente na outra pessoa com quem achei que ele ficaria.(dedos super cruzados)

Thomas e Christian foi uma lufada de ar fresco. E espero ver mais deles nos próximos dois livros.

E novamente Cassandra Clare! O que a com você sempre fazer parabatais se interessarem pela mesma pessoa?

UFF ; enfim. Mal posso esperar pelo próximo livro.
comentários(0)comente



Lari 16/03/2020

Chain of gold
Eu amo os livros a Cassandra Clare, definitivamente. Acredito que os romances principais são sempre muito parecidos, mas nesse livro foi surpreendentemente diferente e eu gostei.
Não dei 5 estrelas porque um dps protagonistas, James, não me conquistou, infelizmente, mas em contrapartida, os outros são ótimos.
Me apaixonei pela Cordelia e pelo Matthew , principalmente.
comentários(0)comente



Nathí 15/03/2020

``We do not get to choose when in our lives we feel pain," said Matthew. "It comes when it comes, and we try to remember, even though we cannot imagine a day when it will release its hold on us, that all pain fades. All misery passes. Humanity is drawn to light, not darkness. ?
comentários(0)comente



Rafa - @espaco_dos_livros 15/03/2020

De tirar o fôlego do início ao fim
Cordelia Carstairs, filha de uma antiga linhagem de Caçadores de Sombra, carrega consigo a responsabilidade de arrumar um bom casamento e tentar salvar a honra de sua família que foi fragilizada após a prisão de seu pai, punido por uma missão fracassada, a Lei é dura mas é a Lei.  Após anos de paz na Londres do período Eduardiano, uma série de demônios capazes de caminhar pela luz do dia começam a atacar e Cordelia, junto com seus amigos, precisam reunir forças para combater esse inimigo.
Eu sou muito suspeita para falar da Cassie, a forma que ela desenvolve os personagens e a relação entre eles é tão única que eu leria um livro deles indo tomar chá e ainda seria capaz de chorar e rir de emoção. Eu estava com altas expectativas com relação a Cordelia e nem preciso dizer que foram todas superadas né? Ela é doce, prestativa, engraçada, forte, guerreira, e ouso dizer que ela é a melhor protagonista desse universo e a gente já se apaixona por ela logo nas primeiras páginas. Todas as interações que teve entre os personagens foram bem mais do que eu esperava, principalmente as que envolve os personagens de Peças, a nostalgia vem com tudo.
Todos os personagens foram bem construídos e possuem motivações pessoais bem convincentes, as cenas de luta são de tirar o fôlego e todo o aspecto cultural que a história tem foi muito bem trabalhado, como por exemplo, o fato da Cordelia e o Alastair serem descendentes dos Persas e a Cassie se preocupar em descrever mais sobre essa herança cultural deles. Quando eu achei que não seria mais surpreendida me vejo shippando, pela primeira vez na vida,  o ?casal principal? da trilogia. James veio para tirar o meu ranço pelos Herondales? Tomara que SIM! Enfim, eu passaria horas falando de todas as coisas positivas que esse livro teve mas vou destacar algumas; representatividade, amizade feminina, mistério, emoção, protagonista forte, enredo interessante, aspectos culturais e romance. The Last Hours tem muito potencial para virar minha trilogia favorita desse universo e estou com expectativas bem altas para os próximos livros e tentando não enlouquecer de ansiedade.
comentários(0)comente



Fer 14/03/2020

Cassandra Clare me impressiona mais uma vez. A escrita dela me faz sentir tantas emoções, e poucos autores tem esse poder sobre mim. É impressionante a forma como ela consegue te envolver com a história, fazer te interessar pelos personagens, como cada um é complexo de uma forma única.
comentários(0)comente



Dú @bibliotecadadu 13/03/2020

Cassie acabando com a minha vida mais uma vez
É tão envolvente conhecer o novo grupinho desse enorme universo criado por Clare ao mesmo tempo que abraçamos mais uma vez tantos personagens já queridos. O talento da autora nunca deixa de me surpreender, mesmo com mais de 20 livros lançados ela consegue conectar tudo aos mínimos detalhes.

Referências importantes para os fãs antigos, ótimo conteúdo para a nova geração, uma boa forma de introduzir e incentivar os novos leitores a procurarem outras histórias.

Sinto que vou morrer de ansiedade pela continuação (MAIS UMA VEZ).
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



64 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5