Sou Toda Errada

Sou Toda Errada Tammy Luciano




Resenhas - Sou Toda Errada


52 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4


Elton 28/10/2010

Os muitos erros de Sou Toda Errada
Minha Gente,

Desculpe, fui tirar este livro da sessão de "trocar" e acabei apagando a longa resenha que havia feito. E agora, para escrever de novo, já que nem tenho mais o livro?

Enfim, apesar de achar a ideia boa e o livro empolgante, não gostei mesmo da execução. Achei que faltou pesquisa como falar com a Amada (Associação das Mulheres que Amam Demais) e a Delegacia de Mulheres, por exemplo.

Faltou também ambientar melhor a Mila na Zona Sul do Rio. Não há referência alguma aos lugares que ela circula. E isto faz muita falta a meu ver. Do que jeito que está, poderia ter acontecido em qualquer lugar.

A Mila não me convenceu como uma patricinha. E nem como uma menina rica. O livro parece ser escrito por alguém da classe média tentando pensar como os ricos. E por que a autora não explorou melhor o relacionamento da Mila com os pais?

Faltou revisão. Em um dos últimos capítulos a Mila troca o nome do ex-namorado com o do namorado atual. Não, não foi proposital: é um erro da autora que o revisor também deixou passar.

E o mais importante, achei muito fraca a tentativa de "fluxo de pensamento" da autora. Eu não entendi a lógica da Mila, não consegui pensar como ela. Sou Toda Errada é, na minha opinião, um romance psicológico que deixa muito a desejar. Achei fraco mesmo. Este livro me marcou porque acho que foi o pior que li este ano.

Mas é isto! Pelo que vi aqui a galera adolescente tem curtido. Mas acho que perto de João Paulo Cuenca, Daniel Galera, Tatiana Salem Levy, Cecília Gianetti e muitos outros brazucas de talento, a Tammy ainda tem muito o que crescer.

Boa sorte a autora e vamos que vamos! (Vou resenhar agora a Pequena Abelha).

Saudações atrapalhadas,
Elton - RJ
Elton 29/10/2010minha estante
Costumo até ser um crítico bastante moderado (por favor veja minhas outras resenhas) mas realmente não gostei nada deste livro. E olha que por causa de meu trabalho (roteirista de TV e cinema) eu acabo lendo todos os gêneros.

Meu embasamento para dar "apenas" uma estrela, conforme a resenha que acima fiz:
(1) Faltou pesquisa
(2) Fraca ambientação de cenários
(3) Excesso de erros de revisão
(4) Fraco desenvolvimento das motivações psicológicas da personagem principal

Concordo contigo, devemos apoiar a literatura brasileira. Faço sempre questão de promover os livros brasileiros que gosto.

Farei um esfoço maior para resenhar livros nacionais. Se tiver alguma, sugestão, é só falar. E se eu um dia ler um novo livro da Tammy que eu venha a gostar, farei questão de elogiar abertamente.

Não deixe de ler a resenha que fiz do "Corpo Presente" do João Paulo Cuenca. Ele é jovem, brasileiro e cheio de talento!

Obrigado pelo retorno.
E viva a nossa literatura!
Elton - RJ


jojo18 30/10/2010minha estante
Elton
Voc ê diz que apagou a resenha sem querer. Por isso resolvi comentar. Colocar o livro na troca e apagar uma resenha são coisas bem diferentes. Queria saber como você colocou o livro na troca e apagou a resenha antiga sem querer? Vc n quis por acaso trazer a resenha pra frente de novo não?
eu acredito demais no falar é fácil fazer difícil. Fico boba de ver como tem gente que mete o malho em livro mas não é capaz. Eu por exemplo recebi convite pra escrever num blog e respondi: Não sei escrever, sou péssima nisso. E sou mesmo assumida. Pretendo trabalhar com area financeira porque em contas eu sou realmente boa. Você diz que é roteirista no seu perfil. Fiz uma busca rápida no google "roteirista Elton" e não tem nada falando de nenhum Elton na internet. Vc já colocou o nome da Tammy Luciano? Desculpa mas acho que pra gente criticar um livro como vc fez, como se fosse autor consagrado, deveria pensar melhor. Vc falou do Cuenca. Meu pai leu o Cuenca. É outro estilo, outro público, a Tammy n parece ter feito o livro pra vc. É a mesma coisa que eu ler um livro de criança e ficar achando bobo. Acho fera o autor que conhece escrever algo que aquela criança vai adorar. Vc disse na outra resenha que eu li que entrou na livraria e comprou o livro. Acho meio estranho um cara entrar numa livraria e escolher comprar um livro de capa rosa como é STE? Com tanto livro você escolheu um livro com uma menina na capa e ROSAAAA? E aí agora n satisfeito atualizou a resenha dizendo ter perdido. Perdeu memso? Fico pensando se você n tá querendo perseguir a autora. Conheci a Tammy ao vivo, ela é uma das pessoas mais queridas de escritora que já vi. Já fui autografar livro com escritora que assinou meu livro e mal olhou na minha cara. A Tammy perguntou de onde eu era, comentou como tava feliz de me conhecer, quis saber de mim se interessa pelas pessoas. Você escreveu uma resenha fria, demonstrou que tava qyerendo algo além de só avaliar o livro.
E o pior voltou sem reparar que é o unico aqui que tá criticando o livro.
Vc diz que faltou pesquisa. A Tammy n escreveu manual não, eram os pensamentos da Mila, as doideiras dela. E a Mila é jovem, pensa como jovem. O que mais admirei no livro é a maneira como a Tammy conseguiu falar como se fosse a Mila.
Cenário? Acho que vc deve ser mesmo roteirista. Queria explicação maior sobre os cenários? A Mila só pensava no namorado dela, se você não reparou, ela não trabalha com decoração de ambientes. Revisão? Eu não sei escrever, mas sei ler e não achei que o livro da Tammy tem erros. Todo livro tem, mas achei o livro muito bem escrito. Vc condenou um livro inteiro por causa da troca de dois nomes no final? Você queria mais motivação psicológica? Realmente nem vou mais dizer nada. As meninas que leram o livro sabem que a Tammy não merece essa sua resenha. Eu sou fã dela e tenho certeza que a Tammy tá só no comecinho de uma carreira que ainda vai brilhar muito.
Mostra algo escrito por vc Quero ler. Porque acho que pra detonar o trabalho de alguém é preciso ser melhor nisso. E honestamente acho que se você fosse um cara maneiro, e mais humilde, mesmo não ia condenar o livro de uma pessoa de maneira superficial, superior e arrogante. Por isso que eu não gosto de crítico. Não escrevem nada, mas sabem falar que é uma belezinha...
É obvio que você não conseguiu pensar como a Mila. O livro é pra gente, nós que entendemos melhor a Mila e mesmo se não concordarmos com o que ela pensa, a gente entende.
Se vc reparar as leitoras sempre comentam como leram o livro rápido ficaram envolvidas. O livro é otimo! E sim a gente curtiu.
Do mesmo jeito que você teve a chance de vir aqui detonar livro, eu tenho de rebater você porque a Tammy não merecia um leitor assim. E que pena que um dia você entrou na livraria e comprou o livro dela.
Viva sim a nossa literatura mas nossa leitores como você que não percebem o foco de um livro e para quem ele foi escrito... Francamente.
Jojo


Elton 31/10/2010minha estante
Puxa, Jojo, não fique chateada comigo por eu não ter gostado deste livro.

Como roteirista, eu uso um "pen name" (muito comum na minha profissão), mas para usar aqui o Skoob, achei melhor criticar usando meu nome verdadeiro. No mais, identidade na internet é sempre meio duvidoso... Por exemplo, se eu te acusasse de na verdade ser outra pessoa, não seria injusto? É improdutivo andarmos por este caminho.

Tem razão, não sou mesmo o público-alvo deste tipo de literatura mas acredito ser capaz de reconhecer uma boa ficção de qualquer gênero.

É muito simples: não gostei de Sou Toda Errada e expressei as razões para isto.

Como roteirista, é comum avaliarmos trabalhos alheios para roteirizar. E vocês mulheres estão com tudo, então estou em sintonia total com o trabalho feito por vocês e para vocês.

Um abraço a você e às demais leitoras,
Elton


Samy 16/11/2010minha estante
Bom, eu creio que cada um tem sua opinião, se o Elton não gostou do livro e quis dar uma estrela é direito dele poxa....
Espero algum dia ler o livro e ver se eu concordo ou não com sua opinião, Elton! :)


Rafaelle 25/11/2010minha estante
Nossa ainda não li o livro, e não sei muito sobre ele, mas achei a reação da menina aí de baixo super exagerada, cada um tem o direito de ter sua opinião e de falar o que achou. Se ele acha que tem erros é pq na OPINIÂO dele tem erros ou não, não sei.
Ninguém é obrigado gostar de algo só por que a gente gosta. Minha OPINIÂO.


Bruna Britti 24/12/2010minha estante
Bom, acho que não preciso falar nada, as duas meninas disseram tudo. Foi a OPINIÃO DELE. Caramba, saibam ser maduras e respeitar isso! Imagina se fossem vocês a autora... O.O Eu en!


jojo18 10/02/2011minha estante
Eu n tenho vergonha de ser a maior fã da tammy. amo ela e pronto. n sei escrever e acho demais o jeito dela de falar c todo mundo, escrever como escreve e ser muito legal. minha mãe leu o livrod ela e adorou.
reclamei com o elton n mudo uma virgula. achei pessimo ele atualizar a resenha quando viu q um monte de gente elogiou o livro da tammy. desagradavel.
mas n vou falar mais nada q n quero aumentar a paryicipacao de alguem q representa 1 % na avalicao do livro.
tammy vc é demais e serei sempre fã sua! Bj bj bj Jojo


Nice Santos 25/03/2011minha estante
Adorei a resenha, quase tudo que vc mencionou também verifiquei durante minha leitura, coincidência?
Enfim, gosto de sinceridade!


Danni 24/04/2011minha estante
Elton adorei sua resenha, o livro realmente é Todo Errado...rs.
Gosto de literatura nacional desse tipo, mas esse livro me decepcionou muito.
E tem pessoas que não sabem que resenhas não são pra ser feitas positivas!


Gabi =) 07/10/2013minha estante
Acho muito triste pessoas que não respeitam a opinião do outro. Quando você lê um livro e gosta não significa que todos devem gostar. A questão também não é o público alvo, nós lemos o que nos dá na telha, dizer que ele não pode ler esse livro seria o mesmo que falar que eu não posso ler um livro com narrador masculino só porque sou mulher. Isso é preconceito. O cara fez a crítica, não faço a mínima ideia se concordo com ele, até porque nunca li o livro, mas liberdade de expressão e de opinião é algo que (graças a Deus!) existe hoje. Se você é fã da autora e gosta muito dela ninguém vai te discriminar por isso, na verdade você está descriminando o rapaz e fazendo teorias sobre ele porque o mesmo não gostou de um livro. Por favor, maturidade e respeito com a opinião alheia é algo que todos nós deveríamos ter. Parabéns pela resenha sincera e cheia de argumentos Elton, nem todo mundo precisa concordar com a mesma coisa.




Claudia 20/10/2010

Sou Toda Errada é muito realista, apesar de ser ficção parece muito uma história real, e que encara e lida com situações tão comuns no nosso dia-a-dia que nos identificamos com a história, pois todos conhecem ou pelo menos já conheceram uma Mila. Já vimos alguém sofrer com uma namorada como ela, alguma amiga ou inimiga, como ela, não da pra dizer se ela é boa ou má, ela é Mila.

É uma menina rica, extremamente mimada, consumista... A perfeita patricinha... Uma pessoa extremamente vazia como muitas meninas que vemos ao nosso redor... E o pior é que hoje vejo muitas assim e com tão pouca idade.

Mila não foi sempre assim, mas não tem mais conserto, ela já está estragada, o estopim pra isso começar foi o começo de uma relação amorosa já fadada ao fracasso desde o início, ela surta e viaja numa relação em que ela vivia só, era ela quem levava a relação, ela amava e dizia que era amada na mesma intensidade.

Quando finalmente a relação acaba ela surta de vez. Faz todo tipo de besteira, sai com outros caras, não se respeita e nem respeita ninguém. E quando seu ex começa uma nova relação ela não sossega enquanto não destruir essa relação.

STE é uma história de simples leitura que é rápida, lemos juntos aqui em casa, meu marido, minha filha e eu, em apenas 2 dias. STE tem um ritmo bem acelerado de leitura, no ritmo da vida da Mila, alucinado, provocando sentimentos conflitantes, raiva, pena, vontade de estapear e desejo de que ela se ferre de uma vez por todas para aprender. Mas só lendo pra ver o que o destino reservou para ela.
comentários(0)comente



Isabia 15/10/2010

Mila, a doida. UHAUHA
http://naoconsigoevitar.blogspot.com/2010/10/livro-sou-toda-errada-de-tammy-luciano.html
comentários(0)comente



May 02/10/2010

Fariamos o mesmo?
O que a gente pode fazer, quando o livro nos prende tanto, que no Hospital passando mal, esquecemos da dor e estamos lendo-o?

Foi assim que aconteceu comigo... Mila é o tipo de personagem que você fica pensando se ela é boa ou má. Tem horas que você fica com dó dela e quer que ela siga em frente, mas o que iramos fazer na situação dela, seguir em frente ou fazer o mesmo? Eu não sei dizer o que eu faria, mas conheço pessoas que iriam ler o livro e pensar: ‘deixa meu namorado terminar comigo que já terei um guia de maldades para ele!’

Tammy criou para, nós leitores, um livro que nos faz pensar: fariamos igual? Ou pensaríamos direito...
Mas no final quem nunca fez algo parecido para reconquistar o ex, que atire a primeira pedra!
No final, só falo uma coisa: deixe de ler o que está lendo e comece a ler Sou Toda Errada, você ira ter várias horas de risadas!
comentários(0)comente



baunilha 16/09/2010

De todos os livros que li até hoje, esse é o que eu estou tendo maior dificuldade em escrever a respeito. Não por questões de ter gostado ou não. De antemão, já aviso que gostei. Gostei muito. Minha dificuldade reside em falar do livro sem ficar recontando a história ou mesmo analisar a personagem principal, que está longe de ser simples.

Como já falei, Mila não é nada simples. E não pensem nela como boa ou má. Apenas aceitem que aquela ali é ela. Uma “ela” que parece não ter sido sempre assim, muito menos que será assim para sempre.

Ao tentar resolver seus problemas, e a falta que sente do namorado, Mila faz e acontece. Desde passar a noite com caras aleatórios, buscando neles algo do ex, até chegar ao ponto de colocar sua própria vida em risco.
Mila não precisa de nenhuma “vilã” em sua vida, não precisa de alguém que tente arruinar seu futuro. Ela faz isso sozinha. Como cantaria Rita Lee, “pra pedir silêncio berro, pra fazer barulho eu mesma faço”. Acho que esse é meio que o lema de Mila.

Narrada em primeira pessoa, a história de Mila é daquelas que você vai lendo rápido, porque o ritmo que a Tammy colocou no livro é bem o ritmo da cabeça da protagonista: ligada em 220v. A leitura te provoca sentimentos conflitantes, desde raiva, passando pela indiferença e a vontade que ela se ferre mesmo, até a vontade sentar do lado dela e dizer “conseguir seu namorado de volta: você está fazendo isso errado!”

De tudo o que fica, ao final da leitura, é que, apesar de ficção, esse livro é completamente real. Quem não tem uma amiga (amiga, né… sei) que já não tenha feito uma loucura para reconquistar um namorado? Um fake no Orkut para stalkear a vida dele? Ou colocou uma foto com o novo namorado para o ex ficar com ciúmes? Pois então… O livro é repleto de situações que conhecemos bem e, olhando de fora, elas simplesmente nos parecem idiotas. Mas todo mundo fica um pouco idiota quando gosta de alguém (ou acha que gosta, whatever)…

E o final, bem… Eu não vou contar, obviamente, mas preciso dizer que adorei. Simplesmente porque me surpreendeu. Daqueles finais que eu gostaria que fosse, mas não imaginava que acontecesse. Adorei. Achei fantástico.

Por último, mas não menos importante, é preciso que se diga que a Tammy tem uma tremenda coragem de criar uma protagonista tão diferente, uma anti-heroína tão carismática, autossuficiente e movida pela paixão (s.f. movimento violento, impetuoso, do ser para o que ele deseja.).
comentários(0)comente



Beatriz 13/09/2010

Ser todo errado é humano.
Mila é uma garota que faz uma besteira atrás da outra para tentar recuperar seu namorado. Cheia de sinceras maldades humanas ASSUMIDAS.
O interessante do livro é o fato de que a personagem principal não é a mocinha da história, tem milhões de distúrbios emocionais e psicológicos e não tenta negar uma falha sequer de sua personalidade.
A maioria das pessoas são como Mila ou possuem grande parte da personalidade da garota, mas por questões morais não falam abertamente sobre o que, de fato, sentem e/ou pensam.
É um livro que nos prende, pois a cada capítulo temos uma surpresa diferente.
comentários(0)comente



Maria Pienta 08/09/2010

Ótimo livro!
Mila, é uma garota apaixonada, louca e obcecada pelo seu ex namorado. Quando eles terminam, ela faz de tudo para que ele volte para ela,ou pelo menos que ele não seja feliz ao lado de outra. Ao contrário do que ela queria, seu ex começa a namorar uma menina, e ela não sossega enquanto eles não se separam. Mila comete loucuras, coisas absurdas, e não descansa até destruir a vida amorosa de seu ex.

Eu adorei o livro, apesar de sentir uma certa raiva da Mila. Ela é horrível! Faz tudo de errado mesmo! Mas o livro é super legal. Gostei mesmo.
Recomendo a todos vocês ;]
comentários(0)comente



Manu 05/09/2010

A Mila é louca, obsecada, inconsequente e totalmente maluca. Eu achei que a Tammy deu atencao a historias que acontecem de verdade com varias meninas e que muitos autores nao tiveram "coragem" de expressar. Agente consegue aprender com todos os erros da Mila, e apesar de dificil superar um termino quando voce ainda gosta do cara, é necessario. Enfim, um livro otimo que super merece uma continuacao! Indico.
comentários(0)comente



Etiene 25/08/2010

Mila X Todo Mundo
O livro conta a história de Mila, uma patricinha que depois de terminar com o amor de sua vida, utiliza-se de artimanhas que não são propriamente dignas para tê-lo de volta.

O que me deixou grudada no livro foi a forma como ele foi narrado e como a personagem é desenvolvida, as vezes você sente pena dela, as vezes você deseja matá-la.

É a obssessão de Mila por Neco que conduz a narrativa, mas toda a oportunidade que ela tem de ser legal, de se reaproximar, ela detona por se achar superior a tudo e a todos.
Mila é mais uma que só se dá conta da melhor coisa que tinha na sua vida, quando a perde.

Mila é humana, mas não a defendo, ela é fraca, ruim, ardilosa, carente e não ama ninguém de verdade (nem a si mesma em algumas situações), nem mesmo o seu ex-namorado. Parece que a todo tempo está travando uma batalha contra todo mundo.

Esse é um daqueles livros que eu gosto por mostrar como existem pessoas assim, para mim que este é o grande trunfo do livro da Tammy, se utilizar de uma personagem máu carater para mostrar o quanto uma pessoa tem que aprender a mudar, se preservar e a se doar quando se está num relacionamento.

comentários(0)comente



Karina 20/08/2010

Você vai se chocar com Mila!
A história:
"Sou Toda Errada" conta a história de Mila - uma menina jovem, bonita, rica e que leva a vida no melhor estilo "patricinha". Rodeada de amigos, sua rotina se resume a idas a festas e aos shoppings centers, sempre muito bem acompanhada de cartões de crédito, claro. Assim, de repente, Mila conhece Neco - o seu grande amor.

Os dois se apaixonam imediatamente, mas com o namoro rapidamente surgem os conflitos: discussões, brigas por ciúmes - uma relação super conturbada. E, como tudo tem limite, Neco decide terminar tudo. E é aí que os problemas começam: Mila, que antes vivia em seu "mundinho perfeito", agora tem de enfrentar a perda do seu amado e ver que as coisas nem sempre são como ela quer...

Meus pitacos:
Forte. Esse é o principal adjetivo para definir o livro.

"Sou Toda Errada" é contado de um jeito simples, em primeira pessoa e bem prático - sem nenhuma enrolação. A autora faz isso de um jeito tão incrível, que, lendo a história, você parece fazer parte daquilo de verdade. Principalmente porque o livro é cheio de diálogos marcantes que com certeza em algum momento vão te chocar.

Uma briga de casal ao telefone é contada em ricos detalhes e o melhor de tudo: com uma linguagem moderna e atual. Quer um exemplo? As discussões do livro falam até sobre o Orkut e o Fotolog que, como a gente, sabe são perfeitos para quem quer causar intriguinhas entre os casais.

Durante a história, Mila te leva por dois caminhos diferentes: uma hora você até fica com pena dela, quase chega a sentir dó. Afinal, ela faz todas aquelas maldades por amor; em outra hora você a odeia. Sabe aquela vilã super malvada da novela das 8? É exatamente o que Mila parece. Uma menina mimada e que tenta conseguir do pior jeito satisfazer a sua vontade: se reconciliar com o ex nem que para isso precise prejudicar a vida do cara (e acredite, as coisas que essa garota faz, são de cair o queixo).

=)

Resenha completa em: http://www.89fm.com.br/noticias/ler_noticia.aspx?not=1855

comentários(0)comente



Bru 15/08/2010

resenha de sou toda errada
A Mila é horrível! Não achei outra frase pra começar a resenha, além do que, isso foi o que a própria Tammy Luciano escreveu para mim no começo do livro. O livro conta a história de Mila, que mesmo depois de terminar seu namoro não consegue esquecer o ex, é ai que ela não está mais satisfeita com as compras e o cartão de crédito, e começa a sair com outros caras, a beber, mesmo namorando com outro cara. Ao longo da história vão acontecendo coisas incríveis que você nunca imaginaria que ela fosse capaz.
O que eu achei interessante no livro foi poder ver as coisas de um outro ponto de vista, de um pessoa com pensamentos totalmente diferentes dos meus, e eu espero que sempre seja diferente rs
comentários(0)comente



Fábio 04/08/2010

singular
Nunca imaginei ler um livro, "aparentemente", indicado ao publico teen feminino. Eu disse aparentemente!
Me interessei por este livro quando depois de alguns comentários percebi que nós homens podemos aprender muito com ele.
Que mulher louca!!!!!
Como as mulheres não veem com manual de instrução, cá estou eu, terminando de ler um livro interessante, de temática muito corajosa.
Indico este não apenas para o publico feminino, mas também para o masculino.
Parabéns à autora por um livro singular.
Dand 03/12/2011minha estante
legal vc ser homem e não ter esse preconceito com certos livros,parabens, agora não tenho duvidas q quero esse livro =D




espectroman 03/08/2010

About the book

Para min a Mila sofria de uma falta óbvia de carinha na sua infância devido sua vida material.
Mas vi ela algumas vezes perto de min quando ela estava afim de sexo louca pra dar gostoso pra alguém...
Tb assim como o Mauro procurei estar perto dela...Todo homem tem um pouco de Mauro qdo pira numa mina.
Mas a Mila levou longe de mais sua pira pelo neco...Não precisava chegar ao ponto de tentar incriminá-lo.
Bem enfim consequência da vida de cartão de créditos que levava...
Pode ser comprar quase tudo...Menos o amor verdadeiro.
BJão
Sucesso
A caneta está contigo.
Big
comentários(0)comente



Gui Liaga 16/07/2010

Mila, precisa de terapia!
Sou Toda Errada conta a história da fascinação de Mila por seu ex-namorado, é a própria personagem principal que conta como as coisas aconteceram e todos os seus sentimentos são jogados em cima do leitor. Até aí tudo bem. Mas Mila não é uma protagonista que você vá gostar, em 30 páginas eu já queria pagar um psiquiatra pra ela e mandá-la arranjar um tanque de roupa suja para lavar. Contudo não pude fazer isso. Por mais que você pense ‘essa garota tá sendo idiota e perdendo a vida por causa de ex?’, Mila não te escuta e piora a sua situação cada vez mais. Mentiras, intrigas e obsessão são as características da narrativa. O pior que chega um momento que você começa a odiar o ex dela, mas aí pára e pensa: ‘peraí, eu não conheço a versão dele! Só sei pelo o que a Mila fala. Vai que ele é legal pra caramba?’. Vale a pena ler para saber que tipo de sentimento causa em você: pena, repulsa, raiva… Por mais incrível que pareça, eu identifiquei vários conhecidos nessa personagem. O que mais tem por aí são pessoas moderninhas cheias da grana que acham que podem tudo e tratam as pessoas como qualquer coisa. Vivem em festas, bebem todas, pegam geral e depois se sentem mal. Tenho certeza que você conhece alguém que usa a internet para mostrar pros outros o quanto está feliz – afinal ninguém gosta de pagar de emo-, mas na verdade só faz isso pra se sentir alguém nesse mundão todo. Mila é tudo isso. Mas é de longe minha personagem preferida, eu com certeza não seria amiga dela nem a pau.

Tem mais aqui: http://guiliaga.com/123
comentários(0)comente



Maya 03/07/2010

Surpreendeu!
O livro é muito diferente do que eu imaginava. Li esperando somente relatos das loucuras feitas pela personagem, mas “Sou Toda Errada” é muito mais do que isso. O livro é tão bem escrito que mergulhamos na mente de Mila, que tem um amor doentio pelo ex-namorado. A cada capítulo descobrimos novas partes dessa obsessão e os golpes para tê-lo de volta.

Várias vezes dá uma raiva enorme da Mila, você quer gritar para que ela esqueça o ex, que siga em frente. Não passei pelo que a personagem passou, mas identifiquei vários comportamentos dela em outras pessoas como tentar sabotar o relacionamento do ex com a nova namorada, espionar o orkut e fazer fake, jogar indiretas (ou até mesmo diretas) pelo fotolog, etc.

A leitura é super rápida e em um dia dá para ler as 133 páginas do livro.
comentários(0)comente



52 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4