Coração Leal

Coração Leal Layla Casanova...




Resenhas - Coração Leal


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Amanda.Duarte 14/04/2021

Fidelidade ao amor ou ao motoclube?
Quem não gosta de motoqueiros sexys com pinta de badboy? Depois que eu comecei a ler histórias com a temática de motoclube (MC), não parei mais! Para quem é acostumada a esse gênero, Coração Leal parece um pouco clichê: o mocinho, Dom, fica dividido entre se entregar para a mulher que ama ou continuar fiel ao motoclube. Acontece que namorar Condelia também é um colocar um alvo na cabeça dela, já que o MC tem uma lista extensa de inimigos.

Mas engana-se quem pensa que a protagonista assiste a tudo de maneira passiva. Ela sabe o que quer e corre atrás! Se declara pra Dom e mostra que ele não tem o poder de tomar decisões por ela, afinal, os dois são adultos e podem arcar com as consequências dos seus atos.

É o primeiro livro de Layla Casanova e Anelise Santini que eu leio. Apesar da escrita ser em terceira pessoa, o romance é bem envolvente e dá para mergulhar no sentimento dos personagens. Outra coisa legal é o universo construído! No gênero de MCs, é importante ambientar o leitor com os coadjuvantes e aqui elas dão espaço para que eles se desenvolvam. Até rola uma curiosidade e algumas deixas para os próximos livros da série. Ah! E as cenas hots são de tirar o fôlego!

site: instagram.com/fofocasobrelivros
comentários(0)comente



Liachristo 12/04/2019

Gostei!
Coração Leal despertou meu interesse, depois que li uma resenha sobre ele no Balaio de Babados, onde a Luiza falava do quanto era cativante e bem escrito. Quando comecei a ler, tive que dar razão a ela. A história fluiu bem, conseguiu me surpreender, me fazer rir, e até me emocionar.

Dominic Archer é o típico mocinho jovem, despretensioso, muito bonito e que vai enlouquecer a cabeça da mocinha e por tabela a nossa também. Teve horas que queria dar uns sopapos nele, mas tem horas que dá vontade de colocar no colo. Vai entender...

Cordy ou Cordelia Beckett, é uma jovem bonita, sofrida e que a meu ver é de uma força grandiosa. Nunca teve nada fácil, mas ao ser salva pelo presidente dos “Watchers of Chaos M.C.”, teve a sua vida transformada e de certa forma ganhou a chance de sair definitivamente do mundo meio sombrio em que vivia, mas que acabou optando por ficar nele, por causa do seu grande amor por Dominic.

A história deles não é fácil, é complexa e cheia de altos e baixos, mas contra o amor nem sempre se tem argumentos e depois de algumas lutas vencidas eles conseguem o seu final feliz.

Ah! Mas a história não é só romance, tem cenas de ação, um pouco de mistério, traição nos MC's e muito mais.

As duas autoras escrevem bem juntas e conseguiram me prender a história e me fazer torcer por seus personagens. Uma leitura ótima para passar algumas horas ou mesmo nos tirar daquela ressaca.

Eu não sou chegada a ler sobre MC's, mas gostei deste e se as autoras forem continuar a série com certeza vou querer ler os próximos.

site: https://www.instagram.com/docesletras/
comentários(0)comente



Raposa Literária 02/03/2019

Quero ser membro do Watchers!
Com uma narrativa deliciosa em terceira pessoa, Layla e Anelise nos apresentam o Moto Clube Watchers, na cidade de Lafuente, eles são responsáveis pela justiça nas ruas. Há quem os tema e quem os ame, com a mesma intensidade. Cordelia Beckett foi salva há muito tempo pelo atual presidente do clube, que desde então a tem como filha, e a tornou protegida do clube, portanto, proibida para qualquer um que deseja tocá-la. Mas, o coração é terra onde ninguém pisa, e lugar que não se conhece leis, Cordelia possui um forte e intenso sentimento por Dominic, desde muito tempo. Dividida entre se manter longe das ilegalidades do clube, ou se declarar de vez sobre o que sente por Dom e encarar as consequências, Cordelia se sente cada vez mais tentada a abrir o jogo. E o estopim para ela é quando o Clube começa a ser atacado, deixando-a também na linha de frente.

Se parasse para pensar, Cordelia perceberia que nunca teve uma chance de não se apaixonar por Dominic Archer e sua presença intoxicante.

Dominic é um homem que tem como lema o clube em primeiro lugar, é assim desde que viu o respeito que tinham por seu pai, e começou almejar o mesmo. Mas, uma parte de si, possui sentimentos por uma mulher que não pertence ao seu mundo, pelo menos é o que ele pensa, Cordelia é muito mais do que ele merece, mesmo assim, a vontade de estar com ela, cresce um pouco a cada dia, temendo colocá-la em perigo, ele tenta anular o que sente, até que uma hora é inevitável se entregar. Agora, Dom precisa tomar uma decisão que pode não ter reparo.

Talvez, sim, talvez, não. Mas eu sei que se te força a ser esse filho da puta que você está sendo com a mulher que ama, então não é um clube (...)

Lealdades são postas à prova, o amor é testado a todo momento e no final, prevalecerá apenas o que for verdadeiro. Coração Leal, é um livro que te causa um misto de sentimentos, cada novo capítulo possui uma nova reviravolta, seja relacionado ao clube, ou sobre algum personagem em particular. O diferencial dessa obra é que o romance está ali, mas está intrínseco aos conflitos do enredo.

*Aviso de gatilho: esse livro contém menções a violência física e abuso infantil.

Eu já sou uma grande fã do trabalho da Layla, e agora, me tornei grande admiradora do trabalho de Anelise, é notável todo cuidado que as autoras tiveram com a história e com os personagens! Eu recomendo muito a leitura.

site: https://raposaliterariablog.wordpress.com/
comentários(0)comente



Gleyd 28/02/2019

Apaixonada!
O livro Coração Leal das autoras Layla Casanova e Anelise Santini traz a história de Cordelia e Dominic, amigos desde a infância, tem uma ligação forte e um passado trágico em comum que envolve violência doméstica, assassinato e suícidio. Parte importante da história é a relação do dos dois com o moto clube Watchers of Chaos, do qual a familia de Dom fazia parte e que ajudou Cordelia a se livrar do abuso que sofria, já que a polícia não resolvia nada. O moto clube é envolvido em atividades ilícitas, por isso Cordelia, apesar de ser a protegida do clube, é proibida de se envolver muito no que diz respeito aos Watchers e isso interfere nos sentimentos entre ela e Dom, pois pode colocar sua vida em risco. Dom por sua vez não deve trazer Cordelia pra sua vida por mais que queira, além de ter como exemplo o passado de sua família para alertá-lo dos riscos, o presidente dos Watchers também deixa claro que Cordelia está fora dos limites para ele.

Vamos por partes:
Cordelia é uma protagonista forte apesar de todo que sofreu, não fica se reclamando pelos cantos e até ri de si mesma pela sua constante insistência em seu amor por Dom, sendo que ele não demonstra abertamente interesse romantico por ela. Mas ela toma iniciativa sempre que vê a oportunidade (e o álcool entra em ação) para fazer dar certo. Em alguns momentos o excesso de sensatez dela faz a gente achar que o Dom não merece ela. Ela luta bastante pelo que quer e eu só conseguia pensar: que mulherão, hein!

Dominic é aquele mocinho/bad boy que deixa a gente (e a Cordelia) sem fôlego, é protetor (mas protetor de verdade mesmo, não daqueles possessivo), sárcastico, durão, o pacote completo! O coitado não sabe se investe na Cordelia ou se afasta para não deixá-la na mira dos inimigos do motoclube. Desesperado pra afastar Cordelia dele e dos perigos do moto clube faz algumas burradas, mas acho que apanha o suficiente durante o livro pra pagar as mancadas.

Os dois juntos é um fogo só, se você está procurando um produto sem química pra passar no cabelo, NÃO vai encontrar aqui. É visívil que eles se amam, porque se conhecem bem, são amigos e entendem tudo o que já sofreram na vida. São aquele OTP pra shippar mesmo.

O enredo não se limita a remoer os infortúnios do casal, os Watchers of Chaos passam por problemas (como toda organização criminosa deve passar, eu imagino) e isso se entrelaça com a relação de Dom e Cordelia, reforçando os motivos pelos quais não devem ficar juntos.

A leitura flui bem, apesar do amor de Cordelia e Dom ser proibido, eles não ficam fazendo drama demais e quando estão juntos nada mais importa. É interessante também ler sobre como funciona o motoclube e muito emocionante a adrelinada presente nas cenas de ação

Os personagens secundários são cativantes: Melanie, melhor amiga de Cordelia é aquela super amiga que bota a gente pra cima ou curte a fossa com a gente junto de um bom filme. Crushei um pouco o Santiago, membro do moto clube, por seu jeito caladão (adoro), e eu preciso da história da Veronica na minha mesa pra ontem!

Mais um motivo para ler: vários pets fofinhos! Cordelia é veterinária e vive adotando bichinhos, elas tem vários gatos, cachorros e uma tartaruga.

Tentei fazer a resenha não ficar imensa mas eu amei demais esse livro, é o primeiro da série Watchers of Chaos, está disponível na Amazon e grátis no Kindle Unlimited!
comentários(0)comente



Queria Estar Lendo 28/01/2019

Resenha: Coração Leal
Recebido em parceria com a autora Layla Casanova, Coração Leal é o primeiro volume da série Watchers of Chaos MC e também estreia da parceria entre ela e Anelise Santini. O livro foi cedido em parceria para resenha e conta uma história sobre motoqueiros, sobre viver à sombra da lei e sobre amores proibidos.

Cordelia vive uma rotina confortável na cidade de Lafuente; assistente na clínica veterinária, ela gosta de cozinhar e, eventualmente, se mete em alguma encrenca para salvar algum bichinho que precisa ser resgatado. Ela não tem muitas pretensões além de um pouco de liberdade, o que acaba por não envolver o seu coração. E ele responde a um só nome: Dominic.

Dominic é um dos membros do Watchers of Chaos, um moto clube famoso por cuidar de Lafuente e seus moradores - isso inclui Cordelia, protegida pelo próprio presidente do clube. Dominic pode ter tudo o que quiser; a adrenalina que vem com o M.C., a liberdade da estrada, dinheiro e status por carregar o símbolo dos Watchers of Chaos - só não pode ter o coração daquela que sempre amou, Cordelia.

Em meio a esse romance proibido, um incidente coloca os motoqueiros no caminho de uma gangue rival. Para salvar o próprio pescoço, os Watchers of Chaos precisam entender quem foi o responsável por um roubo - quando alguém entra no caminho do clube, está mexendo com o próprio caos.

Coração Leal tinha uma fórmula para me conquistar logo de início que era pura e simplesmente UM CLUBE DE MOTOQUEIROS. Sons of Anarchy é apenas uma das minhas séries favoritas da vida, e falo com tranquilidade que as meninas souberam dar vida ao feeling que SoA e Mayans MC passam tão bem.

Ao mesmo tempo em que você se apaixona pelos Watchers, sabe que eles não são os mocinhos da história. Talvez sejam os menos problemáticos, essa é a verdade; num mundo de caos, eles aprenderam a vigiá-lo e o fazem na estrada e na cidade. Tentam ao máximo afastar a instabilidade daqueles que amam - motivo pelo qual Cordelia é território proibido para Dom.

A dinâmica entre os dois começa bem e termina maravilhosamente bem. Tem seus trancos e barrancos, mas se desenvolve com arcos bem pontuados, com reviravoltas chocantes e surpreendentes. Eu gostei de como as autoras evitaram usar dualidades conhecidas no gênero; de como Cordelia e Dominic são humanos e humanos às vezes fazem merda. Eles soaram muito reais pra mim logo de início. Bons amigos que se adoram, mas que trocam olhares e flertes sutis, nada arriscado demais - e de repente eles se arriscam por completo e você só quer que tudo dê certo porque EU AMO UM OTP.

Onde Cordelia é ordem, Dominic é o caos. Onde ela é controle, ele é instabilidade. Não que isso torne Dominic um personagem babaca e instável como os muitos mocinhos de romances hot, LONGE DISSO. Ele me lembrou um pouco do Jax, que fazia suas merdas mas ainda assim tornava impossível sentir menos do que amor incondicional por ele. É um protagonista bem desenvolvido, com suas dúvidas e medos bem apresentados, com um passado que reflete suas ações no presente. Gostei do modo como ele olha para a Cordelia e vê esperança - mas, principalmente, como olha para ela e sonha com um futuro que não pode ter.

Ele faz suas escolhas erradas? Faz sim e não é fácil de perdoar. Mas, como eu disse, os Watchers não são mocinhos. Não dá pra mesurar o Dominic com a mesma balança com que eu julgo outros personagens principais porque ele é bem mais inclinado ao pandemônio - quase como o Cardan, de The Cruel Prince. Nenhum dos membros do moto clube estão isentos disso e por isso eu venero essa história.

Cordelia, por outro lado, pode ser a razão e a estabilidade, mas consegue fugir disso quando quer. Apaixonada por Dominic e por tudo que ele representa em sua vida, a luz que a tirou de um momento sombrio do seu passado, Cordy está disposta a se arriscar e bater de frente com Deus e o mundo se isso significa ter uma chance com o homem que ama.

Pense em uma personagem principal bem construída; interessante de acompanhar, com voz própria, força e resiliência. Cordelia é uma mulher independente e decidida, gentil e compreensiva. Ela é parte de Lafuente e parte dos Watchers of Chaos MC, mas um todo que pertence a ela mesma - e ninguém pode tirar isso dela. Essa liberdade de decidir.

Ao lado dos dois, os coadjuvantes não ficam atrás no quesito construção de personagem. Os Watchers em si são um conjunto de personalidades distintas e marcantes e pausa para eu gritar que AMO O MADDOX COM TODAS AS MINHAS FORÇAS MEU DEUS BEBÊ MALUCO PRECIOSO! E, Santiago... me liga ;)

A irmandade que eles formam com Dominic é perfeita. Eles se completam; um é mais racional, outro é mais violento, outro é ainda um peão dentro do jogo - mas todos são essenciais para a história. E eu mal posso esperar pra ver qual será o próximo protagonista da série!

Cordy tem ao seu lado uma cavaleira de armadura brilhante. Melanie é a melhor amiga que todo mundo ama, com um humor irreverente e piadinhas prontas. Eu amo como ela e a Cordy são pilares uma para a outra. Como estão sempre lá quando precisam, sem nem saber que estavam precisando. Amizade feminina 10/10!

Como leitora que não costuma curtir muito as cenas hot, posso garantir que o livro não exagera e nem abusa demais do artifício. É um romance, mas equilibra isso bem com as cenas de ação e de tensão e constrói um slow burn que dá vontade de continuar acompanhando. Cordelia e Dominic são um ship ótimo e eu os amo com todas as minhas forças!

Coração Leal foi uma estreia excelente para a dupla de autoras nesse mundo de motoqueiros e crime; uma história sobre lealdade e amor, sobre encontrar a própria liberdade dentro de um mundo caótico. Eu já estou contando os dias para o próximo livro da série!

site: http://www.queriaestarlendo.com.br/2019/01/resenha-coracao-leal.html
comentários(0)comente



Mari 06/01/2019

Em Coração Leal, vamos conhecer o Watchers of Chaos MC, um clube de motoqueiros que faz suas próprias leis, protege o seu lado da cidade de Lafuente e faz alguns trabalhos bem fora da lei. Esse é o primeiro livro de uma série e vamos conhecer Dominic Archer e Cordelia Beckett.

Os dois se conhecem desde muto pequenos e cresceram sendo acompanhados pelo clube de motoqueiros. Dominic viu seu pai ser integrante e agora pretende fazer de tudo para que todos sintam orgulho e confiem nele assim como faziam com seu pai. Por isso, o lema de sua vida sempre foi o MC em primeiro lugar. Só que sua cabeça pode ficar um pouco confusa, quando começa a perceber o que realmente sente por Cordelia.

Já a garota foi salva por Dominic e pelo MC ainda quando pequena e cresceu no meio desse mundo. Ela os conhece mais que qualquer outra pessoa e os considera sua família. Ao contrário do amigo, sempre foi apaixonada por ele e resolve que está na hora de levar isso em frente.

Apesar dos sentimentos entre os dois, Dominic sabe que se começar um relacionamento com Cordelia pode colocá-la em perigo. E é quando esse momento finalmente chega que Dom vai precisar tomar a maior decisão de sua vida...

Bom, vocês já vira a minha nota então sabem que eu já me apaixonei pelo livro, pela série e pelos personagens. As duas autoras juntaram alguns pontos que dão super certo pra mim e logo nos primeiros capítulos eu já estava me sentindo parte do MC. E quando acabou, eu fiquei tentando imaginar quem seria o protagonista do próximo livro.

A escrita é bem leve e fluida, além de ter capítulos curtos, o que eu acho maravilhoso para nos prender na leitura. Layse (pois é, eu já juntei o nome das autoras mesmo

site: https://galaxiadosdesejos.blogspot.com/2019/01/coracao-leal-layla-casanova-e-anelise.html
comentários(0)comente



Silvana - Blog Prefácio 04/01/2019

Em Coração leal, novo livro da autora parceira Layla Casanova em parceria com Anelise Santini, vamos conhecer o Watchers of Chaos M.C, um clube de motoqueiros cujos integrantes não andam muito de acordo com a lei. Esse é o primeiro livro de uma série que vai ter protagonistas diferentes em cada livro, mas que o comum entre eles será o MC. A história se passa na cidade de Lafuente, onde os Watchers são os reis das ruas. E o nosso protagonista é Dominic Archer, um dos motoqueiros do clube que já teve seu pai como Vice-Presidente. Desde sempre o MC é tudo na vida de Dominic e ele não consegue imaginar como seria sua vida sem o clube. E é por isso que ele esconde muito bem guardado sua paixão por Cordelia Beckett.

Cordy, como é carinhosamente chamada pelo integrantes do MC é a veterinária da cidade. Cordy tem um coração de ouro e não pode ver um animal sendo maltratado que já faz de tudo para salvá-lo. Ela também tem a mania de cozinhar sempre que os demônios do passado voltam para assombrá-la, por isso animais indefesos e comida é algo que não falta em sua casa, que ela divide com a amiga Melanie há pouco mais de dois anos, desde que voltou para Lafuente depois de terminar a faculdade que foi financiada pelo MC. Cordy é uma das protegidas do clube desde pequena, quando eles a salvaram e sua mãe de um pai extremamente violento. E Dominc foi quem fez essa ligação entre Cordy e o clube ao ver o quanto ela sofria nas mãos do pai. Mas não é por gratidão que Dominic ocupa todos os pensamentos de Cordy desde que ela se conhece por gente.

Como protegida do MC, Cordy é território proibido para os membros do clube. E Dominic sabe que se tentar alguma coisa com ela vai ter que enfrentar a todos e principalmente Isaac, o presidente dos Watchers que vê Cordy como uma filha. E também ele não pode submeter Cordy a vida ilegal que ele leva. Por isso se mantem calado sobre seus sentimentos. Até o dia em que Cordy bebe demais e acaba confessando que o ama. A partir dai Cordy começa a ocupar todos os pensamentos de Dominic, que não consegue mais se concentrar no seu trabalho, o que é muito preocupante, ainda mais agora que o MC começa a sofrer ataques de gangues rivais. E então Cordy decide que não vai mais esperar e resolve ter Dominic de qualquer maneira. E Dominic se vê diante da escolha mais difícil de sua vida já que ter Cordy e o MC ao mesmo tempo é impossível.

Tem autores que a gente quer ler tudo o que ele escreve, até lista de supermercado. É o meu caso com a Layla. Confesso que se fosse ver essa capa e ler essa sinopse e visse o nome de qualquer outro autor ali, eu nem teria olhado para o livro duas vezes. Porque acho que vocês já me viram comentar muitas vezes que esse tipo de enredo e capas assim com homens seminus, me fazem fugir do livro. Mas como é da Layla, eu já quis ler e acertei mais uma vez porque o livro é incrível e eu não poderia dar uma nota menor do que a máxima para ele. E já quero conferir os outros livros da série porque agora já sou uma integrante dos Watchers também hehe.

Antes de mais nada tenho que falar que talento é talento, porque se você não leu a postagem onde apresentei o livro aqui, não deve ter visto que as autoras escreveram o livro em apenas 19 dias. Eu não escrevo nada, mas já vi muitos autores comentar como é demorado o processo de escrita. E ainda mais tendo que colocar no papel a imaginação e as ideias de duas cabeças. Por isso só me resta elogiar a obra e o talento delas porque é dificil conceber que uma história como essa, que eu devorei em algumas horas, isso vindo de uma pessoa que não é tão fã do gênero, tenha sido criada em menos de vinte dias. É talento puro mesmo.

A história tem de tudo um pouco, temos drama, suspense, ação, família, humor e muito amor envolvido. E gostei da forma como a história foi desenvolvida, ora acompanhando a Cordelia, ora o Dominic. E temos que falar do Dominic, que já é sexy desde o nome hehe. Tem personagens que a gente queria que criasse vida e fosse real e Dominic é um deles. E olha que nem estou falando de aparência aqui, mas ele é tudo isso e mais um pouco hehe. Mas teve um momento que eu queria dar um soco na cara dele por uma coisa que ele fez. E depois queria socar a Cordelia por perdoar sem nem ter dado o troco hehe.

E mesmo o relacionamento dos dois sendo o foco da história, temos vários personagens interessantes e que me chamaram a atenção e que espero, estejam nos próximos volumes da série. Tem motoqueiro para todos os gostos. E eu que nem sou tão fã assim de motoqueiros, me apaixonei pelo MC. Se tem algo negativo para falar sobre o livro é que achei que o drama dos medos da Cordelia foi deixado um pouco de lado e poderia ter sido melhor trabalhado. Mas fora isso eu amei tudo. E só me resta indicar o livro para os leitores do blog. E não só esse, mas leiam os outros livros da Layla também, que seus livros são incríveis e apaixonantes.


site: https://blogprefacio.blogspot.com/2018/12/resenha-coracao-leal-layla-casanova-e.html
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 18/12/2018

Originalmente postada em https://balaiodebabados.blogspot.com.br/
Coração Leal é o primeiro trabalho em conjunto da Layla Casanova e Anelise Santini. É também o primeiro livro da série Watchers of Chaos MC, contando a história de Cordelia Beckett e Dominic Archer. Acompanhando o processo de criação da história pelo instagram, estava bem ansiosa para conferir. Todas as minhas expectativas foram atendidas e eu já quero o próximo.

Na cidade de Lafuente, todos conhecem o Watchers of Chaos MC*. Cordelia conhece os integrantes melhor do que ninguém, visto que foi salva por eles das mãos de seu pai abusivo. Esse detalhe não impediu que ela tivesse sentimentos por um dos integrantes, Dominic Archer. Cansada de esconder esse sentimento, ela se declara e sabe que essa atitude a leva para um caminho sem volta na amizade entre os dois.

O MC em primeiro lugar; esse é o lema da vida de Dominic. Mais do que uma família, pertencer aos Watchers é um legado, onde ele tem de estar disposto a sacrificar tudo em nome do clube. Apesar de como se sente em relação à Cordelia, iniciar um relacionamento com ela é colocar um alvo em suas costas, mas isso não impede que os dois iniciem uma relação explosiva.

Quando o perigo chega nos integrantes do clube, Dom tem de enfrentar a maior decisão de sua vida: se afastar de Cordy para protegê-la ou enfrentar as consequências de assumir seus sentimentos pela veterinária.

Pessoas, que história! Com cinco capítulos eu já me sentia a própria integrante dos Watchers. Essas duas lindas conseguiram criar toda a ambientação não só do clube, mas da cidade de Lafuente. Se você é fã de Sons of Anarchy, vai se sentir super em casa. Lado a lado com a história do casal, acompanhamos o dia-a-dia de um MC, com suas reuniões, missões e um companheirismo maravilhoso entre esses homens.

Não é segredo para ninguém que 99% dos MC mexem com operações ilegais e eu achei bem bacana as autoras não deixarem esse fato de fora. Ao longo da história, nos apegamos aos personagens, mas sem esquecer sua verdadeira natureza.

Cordelia e Dominic são um casal de personalidades diferentes, mas que se completam. Cordelia é uma moça de personalidade doce e calma, uma romântica incurável. Apesar dos abusos do passado, ela segue em frente. Dominic é um cara que exala sedução e charme. Sempre com uma resposta rápida e engraçadinha na ponta da língua, ao lado de Cordy ele mostra um lado protetor e gentil.

O relacionamento entre dois é bem explosivo e a química entre eles salta das páginas. Cordelia sabe que Dominic sente o mesmo que ela e por causa do MC ele tenta afastá-la. Porém, Cordelia está disposta a lutar pelos dois, mesmo que tenha que passar por cima de algumas ordens do MC.

Apesar da personalidade gentil, Cordelia é uma mulher resiliente e que já passou por muito na vida, e foram essas experiências que lhe dão forças para lutar pelo seu final feliz. Dominic também tem sua cota de traumas na vida e encontrou no MC uma família e sua forma de retribuição é seguir ordens sem pestanejar, uma delas sendo ficar longe de Cordelia. Logo quando ele aceita que o sentimento não vai embora e a veterinária está disposta a ficar do lado dele para o que der e vier, Dom faz de tudo para manter Cordelia em segurança e longe dos problemas do MC.

Nem só de romance vive Coração Leal. Temos cenas de ação, mistério no ar e uma grande suspeita que abala todo o MC. As cenas de ação são bem descritas, te fazendo sentir vivenciando toda a treta ali no meio.

A escrita das duas casou perfeitamente. A leitura fluiu muito rápido e quando vi, já estava acabando e eu bem depressiva porque não queria me despedir cedo demais dos personagens. O que me consola é que vem mais livros por aí e eu já estava levantando suspeitas dos próximos protagonistas.

Terminei Coração Leal já me sentindo membro honorária dos Watchers, querendo meu patch e ansiosa pelas histórias que ainda vão vir. Você pode adquirir o livro na Amazon, sendo ele grátis para clientes Unlimited.

site: https://balaiodebabados.blogspot.com/2018/12/resenha-341-coracao-leal.html
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8