O Caso da Mansão Deboën

O Caso da Mansão Deboën Edgar Cantero




Resenhas - O caso da mansão Deboën


29 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


EstanteColoridadaIsis 24/05/2019

#ResenhadaColorida
Há treze anos, quatro adolescentes e um cachorro desvendaram o mistério da mansão Deboën que era assombrada por um homem vestido de salamandra. Mas para Andy, o mistério não foi solucionado e ela e seus amigos não irão conseguir seguir com suas vidas enquanto não descobrirem o que realmente aconteceu no passado. Andy não para em nenhum emprego e está sendo procurada pela policia. Nate se internou em um hospital psiquiátrico. Kerri se formou como bióloga, mas trabalha como garçonete e Peter morreu de overdose. Atormentados, os três jovens, com a companhia de Tim, o cachorro de Kerri, resolvem voltar à Mansão Deboën e reabrir o caso. Juntos, eles terão que lutar contra seres estranhos, mas o principal será enfrentar seus próprios fantasmas. .
.
.
💬Em "O Caso da Mansão Deboën" acompanhamos a história de três jovens que desvendaram um mistério de uma casa mal assombrada quando eram adolescentes. Aconteceram coisas sinistras com cada um deles naquele fatídico verão e a única solução é voltar e reabrir o caso. .

A Narrativa é em terceira pessoa e bem diferente do que estou acostumada.
O autor costuma dar vida à objetos inanimados. Ele sempre descreve a forma como os cabelos de Kerri reagem em cada cena, como suspirar ou descansar. Durante a leitura, o autor também expressa os pensamentos de Tim, o cão.
Isso tornou o livro, - que tinha tudo para ser aterrorizante - em algo leve e divertido, o que o torna uma comédia de horror, um subgênero que eu desconhecia até então. .

As investigações, os diálogos engraçados e o cão trouxeram uma vibe de Scooby-Doo, o que me fez sentir uma nostalgia maravilhosa. .

Além das partes engraçadas, também me deparei com personagens bem construídos, várias cenas de ação, drama e uma pitada de romance. A representatividade apareceu com força nessa obra e isso foi bem legal. .

Preciso parabenizar a editora pela caixinha de Janeiro. A edição está perfeita e os mimos são ótimos. .

Recomendo para quem procura um suspense leve e despretensioso.

site: www.instagram.com/estantecoloridadaisis
comentários(0)comente



Gabriel 22/05/2019

Uma história de Scooby Doo sobrenatural
"Eu teria conseguido se não fosse esse bando de adolescentes enxeridos e esse cachorro idiota." Se você, assim como eu, foi criança ou adolescente no final da década de 90 e início dos anos 2000 e possuía o hábito de assistir desenhos animados, eu tenho certeza que você automaticamente pensou em um desenho em específico, correto? Se você pensou em Scooby Doo, meus parabéns! Você acertou. Em O Caso da Mansão Deboën, Edgar buscou inspiração nas aventuras vividas por Fred, Daphne, Velma, Salsicha e o atrapalhado cachorro para criar sua história, uma versão mais madura e sombria do desenho, com um toque sobrenatural, de terror e elementos apocalípticos.


Dessa vez os protagonistas fazem parte do Clube dos Detetives de Blyton que são formados por Peter, Nate, Andy, Carrie e o cachorro da equipe, Sean. Juntos, ainda quando adolescentes, resolveram o caso da Mansão Deboën, desmascarando o vilão por trás da fantasia do monstro do lago e pondo fim a uma das lendas locais mais famosas que rondava a cidade. Treze anos após a resolução do incidente e dos términos das investigações, Andy resolve unir o grupo e retornar mais uma vez para a mansão em busca de um ponto final para essa história, pois, mesmo os eventos terem acontecido a tanto tempo atrás, os personagens ainda se encontram atormentados pelos eventos testemunhados na Mansão. Andy é a encrenqueira do grupo e possui sérios problemas com a polícia. Kerrie, o "cérebro" do time é uma bióloga frustrada que desperdiça seu tempo como garçonete. Nate, se torna obcecado por ocultismo e magia negra resolve se internar em um hospital psiquiátrico para se livrar do fantasma de Peter, último membro do Clube que se tornou um ator famoso, porém, morreu de overdose. A morte de Peter dispara o gatilho em Andy em reunir o grupo novamente, uma vez que o caso ainda não estava totalmente resolvido. Junto com Tim, bisneto de Sean, o cachorro que fazia parte da formação original, partem de volta a sua cidade natal em busca de respostas para os terríveis eventos que marcaram tanto a vida dos personagens. O livro se propôs a trazer essa vibe nostálgica e realmente funciona: Pelo menos durante as primeiras partes da obra, senti como se estivesse assistindo a um episódio de Scooby Doo quando tinha 12 anos de idade; depois a obra toma um rumo diferente, mas iremos comentar isso mais adiante. Eu realmente gostei muito da escrita de Edgar, muito rápida e bem humorada. O livro é irônico e brinca muito com os clichês encontrados no famoso desenho, mas mesmo assim consegue trazer uma narrativa original e empolgante. O autor não perde tempo ou abusa em capítulos para descrever cada um dos personagens. Todos eles são apresentados intercalando capítulos que já estão inseridos no objetivo principal da trama. Isso é muito bom pois dá um gás na leitura, principalmente nas primeiras páginas. Todos os personagens são muito bem "demarcados" e você logo se afeiçoa a algum deles.


Como disse, o livro é lotado de referências e é muito gratificante pro leitor juntar essas peças e montar o quebra cabeça proposto pelo autor. Ao meu ver, O Caso da Mansão Deboën é um livro que traz grandes homenagens a grandes obras do gênero. Mesmo que se arrisque em cair nas mesmices e sofrer das infinitas comparações entre as obras, Edgar consegue criar uma história que soa ao mesmo tempo nostálgica e original. Digo isso pois logo quando comecei a ler, pesquei uma referência com o emblemático IT, do mestre King (ele de novo, Gabriel, sério?) A montagem da história é bem semelhante, como o grupo de crianças que enfrenta o mal, suas vidas se separam, mas ainda convivem com os fantasmas do seu passado e em algum momento são obrigados a se reunirem novamente para a batalha final. Até o suicídio de um dos personagens se assemelha com a história. Felizmente, as comparações terminam aí. O autor transforma a história e traz diversos elementos mágicos como rituais, sacrifícios e cria uma história de terror com elementos pós apocalípticos. Com certeza bem diferente de um episódio de Scooby Doo, não concordam?


A escrita de Edgar é realmente engraçada e ácida. Em todos os momentos, o autor exprime muita identidade em sua escrita e é uma leitura que é capaz de entreter e divertir o leitor. O livro é uma produção cinematográfica, principalmente nas cenas de confrontos e fugas. Ele é muito ágil nas descrições das cenas e é muito fácil para o leitor imaginar as cenas. Particularmente, eu não curti muito o vilão da história disposto a acordar uma criatura milenar para destruir o mundo. Achei que o vilão poderia ter sido mais explorado e tido motivações maiores e melhores do que apenas: quero a destruição do mundo. Por outro lado, fui pego de surpresa ao ver os elementos mágicos e apocalípticos da história. Definitivamente não esperava por essa guinada na história, mas creio que tenha sido uma boa saída para o autor desvencilhar sua obra das já citadas anteriormente. Outro ponto que gostaria de destacar é que não considero o livro como uma história de terror. Apesar de possuírem alguns elementos que lembrem, é uma história bem levinha e você não irá perder o sono. Achei também que a relação de Nate com o fantasma de Peter foi muito pouco explorada. O autor perdeu ali uma grande oportunidade de trazer cenas interessantes para a obra, contudo, o relacionamento entre os amigos (os vivos, pelo menos) é muito legal e verdadeiro. O autor também traz uma abordagem diferenciada através de Andy e o conflito que a personagem sente por ser apaixonada por sua amiga Karrie. Achei algo válido e que soube ser explorado pelo autor sem soar artificial ou deslocado na história.


Em suma, O Caso da Mansão Deboën é um ótimo livro investigativo que procurou fugir das mesmices do gênero. Apesar de alguns pontos negativos, não fiquei de fato incomodado com a leitura e senti que fluiu muito bem, além de ter me divertido demais enquanto lia. Foi realmente uma homenagem do autor que ainda foi capaz de criar uma história mega original. Para finalizar, não poderia deixar de dizer que a capa desse livro é simplesmente maravilhosa, ouso dizer que é uma das mais bonitas que possuo na minha estante. Certamente é um livro que você deve dar uma chance.

site: http://www.365coresdouniverso.com.br/2019/04/o-caso-da-mansao-deboen-resenha.html
Junior 22/05/2019minha estante
parece ser muito bom.




Lelis 19/05/2019

Boa aventura
O livro pode ser definido como um encontro de Scooby-Doo com It – A Coisa, dosando com eficiência o bom humor e o terror clássico das obras de Stephen King.

site: https://poltronanerd.com.br/livros/ler-e-bom-vai-o-caso-da-mansao-deboen-de-edgar-cantero-82840
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fábbio - @omeninoquele 22/04/2019

Esperava mais!
[#OMENINORESENHANDO]
⠀⠀
❝Coisas ruins só se tornam insuportáveis quando comparadas às expectativas.❞
⠀⠀
Treze anos depois de encerrarem o caso da mansão Deböen, os detetives de Blynton Hills, chamados de CDB, formados por Kerri, Andy, Nate, Peter e o cachorro Sean tomaram rumos diferentes e o grupo que resolvia mistérios nas férias de verão se desfez. Mas não por muito tempo, pois quando o culpado de ter assombrando a mansão naquela época com uma roupa de salamandra é solto, traz à tona mistérios de treze anos atrás que eles jamais esqueceram, mas que mudaram suas vidas fortemente.
⠀⠀
Depois de uma década do acontecimento a vida dos quatro parece ter virado de cabeça para baixo e não são mais os mesmos. Eles parecem não se encaixar em nada do que fazem e levam uma vida medíocres. E é aí, que Andy se convence de que eles não pegaram o verdadeiro culpado e que o grupo desmantelado precisa se reunir para de fato descobrirem o que aconteceu naquele verão.
⠀⠀
Quando eles retornam à cidade e ao Lago Adormecido na Mansão Deböen tentando refazer seus passos é que deparam com um segredo muito maior envolvendo a família Deböen e que põe em risco a vida da cidade de Blynton Hills mas que dará um novo rumo aos antigos heróis detetives adolescentes.
⠀⠀
Preciso dizer o quanto os personagens de Cantero me cativaram, ao pegar o livro eu achava que ía me deparar com mais uma história a la Scooby Doo, que eu amo, mas o que vi foi algo mais sombrio, cheio de horror mais muito bem orquestrado, cheio de aventuras, celebração do amor e de amizade, o que não me fez desistir da história que é muito lenta por sinal.
⠀⠀
Cantero trás com seu livro uma história clássica de detetives juvenis mais com tons sombrios e hilários e que passa a mensagem sobre amizade, amor e sobre enfrentar-mos nossos fantasmas reais ou não para poder-mos seguir em frente. Se você gosta desse tipo de leitura mais lenta, sobre mistérios e com personagens cativantes esse é o livro ideal pra você!
⠀⠀
#OCasoDaMansaoDeböen #Intrinseca #EdgarCantero

site: https://www.instagram.com/p/Bwkn89Agj0z/
comentários(0)comente



Dimensão Literária 09/04/2019

A medida certa entre comédia e mistério
O caso da mansão Deboën / Edgar Cantero / Intrínseca/ 4/5??

#RESENHADIMLIT

O que acontece com os personagens de uma história quando ela termina? O caso na mansão de Deboën vai tratar justamente disso, quando um grupo de crianças solucionam um caso que amedrontou toda uma cidade, o Caso do ?Lago adormecido? onde um homem usou da mitologia da região para assustar as pessoas e roubar algumas coisas, eles vão notar que talvez nem todo o mistério foi solucionado.

Andy, uma jovem valentona que tem problemas com a polícia e com sua sexualidade, se sente incomodada por achar um caso que ela e seus amigos conhecidos como O Clube dos Detetives de Blyton (CDB) resolveram no passado ainda possui coisas pendentes, pois existem partes que parecem reais demais, para serem apenas encenadas por um homem vestido de largado. Com isso ela decide se reaproximar de seus antigos amigos. Nate, um nerd que sofre de alucinações com Peter, um colega detetive que ficou famoso e acabou cometendo suicídio, Kerri, o cérebro do grupo, que hoje trabalha em um restaurante como garçonete, mas que é formada como bióloga, e não poderia faltar Tim o cão que vai acompanhar eles nessa aventura.

Com todos os amigos reunidos eles decidem honrar a memória de Peter seu amigo falecido e reabrir o caso do Lago adormecido. Porém ao fazer isso eles teriam que lidar com forças sobrenaturais que jamais imaginavam.

O Caso da mansão Deboën é uma mistura muito bem feita de Terror e Comédia. Apesar de parecer um livro infantil, é bem aterrorizante em alguns momentos. Edgar Canteiro teve um cuidado enorme ao se inspirar em grandes nomes do Horror, como H.P Lovecraft e Edgar Allan Poe.

Com uma vibe bem Scooby-Doo, embarcamos em um livro cheio de aventura e toques de terror. Com criaturas muito bem descritas que beiram o horror. Além de ter representatividade, visto que uma das persongens é lésbica. Isso tudo faz do Caso da mansão Deboën um livro que não apenas se trata desvendar mistérios, mas sim do poder que tem a amizade!

Uma ótima opção para aqueles amantes de um terror jovem e ao mesmo tempo ágil. Com toques de comédia o livro é uma leitura que realmente vale a pena.
comentários(0)comente



Rafaela (@exlibris_sc) 29/03/2019

Um ótimo livro infantojuvenil, cheio de referências a Scooby Doo, uma pitada de Supernatural e H.P. Lovecraft; momentos engraçados também pontuam as páginas

site: https://www.instagram.com/p/BuJY5H-HvOF/
Jaque - Achei o Livro 15/04/2019minha estante
Vc recomenda pra criança de 12 anos ou é pesado?




Jéssica Plates 27/03/2019

Livro 004 do Clube Intrínsecos: Infantil? Não mesmo!
Primeiro contato com o autor Edgar Cantero... A escrita é cheia de referências, mas de um modo que não fica forçado, sem exageros.
No início do livro temos o relato do último caso resolvido pelo CDB (Clube dos Detetives de Blyton), com direito à capa de jornal e tudo! Mas, apesar do aparente sucesso do grupo, foi o ponto final no história dos adolescentes detetives.
Em seguida, a história passa dá um salto no futuro, com os integrantes do grupo adultos e um tanto problemáticos... Uma alcoólatra, um internado no hospício, uma fugitiva da cadeia e um suicida (acompanhados do bisneto do cão original do Clube).
Eles, juntos, chegam à conclusão de que o caso do Lago Adormecido não foi bem concluído, deixando várias pontas soltas, coisas que eles depois de adultos ainda se arrepiam só de pensar...
O que afinal havia no Lago? Alguém residia na Mansão no meio da ilha? Foi realmente um vigarista fantasiado que os assustou ou o que aconteceu foi macabro, longe de ser obra de um homem?
O livro é lento no início, mas a partir da página 140, dá uma guinada incrível e daí em diante, é história... História de mistério, ficção científica e algum terror!
Andy, Kerri, Nate e Peter são personagens bem construídos, irônicos, com personalidades interessantes e combinam perfeitamente os clichês de uma história com um quê de Scooby Doo e H. P. Lovecraft!
comentários(0)comente



Patty 18/03/2019

Viciante!
O Caso Da Mansão Deboën nos apresenta os adolescentes Andy, Kerri, Nate e Peter e o cão Sean, que formavam o Clube de Detetives de Blyton, que em 1977 desvendaram um crime na mansão da família Deboën na cidade de Blyton Hills. Porém, 13 anos depois, Peter está morto e os demais jovens sofrem com traumas e pesadelos por tudo que viveram naquela mansão mal-assombrada e resolvem voltar para corrigir os erros do passado.
Confesso que se não fosse o Intrínsecos eu provavelmente jamais teria comprado e lido esse livro, pois terror, ainda mais sobrenatural não é muito comigo não, mas surpreendentemente ele não me causou pesadelos, pelo contrário, me fez não querer parar de ler, doida para saber como ia se desenrolar e torcendo pelo Tim, bisneto do cachorro Sean (primeiro parceiro do grupo). 😊
O livro é repleto de terror do além, mas também cheio de ação.
Impossível não lembrar das histórias de Scooby-Doo, além de várias referências ao universo pop que tanto marcaram a minha infância!
Com certeza foi uma leitura que me fez sair da minha zona de conforto e que valeu muito a pena!
comentários(0)comente



Waleska.Rodrigues 06/03/2019

Nem bom demais, nem ruim demais.
Livro mediano bem adolescente, me fez desistir do clube de leitura intrínsecos, não gostei da brincadeira de comprar no escuro, a experiência foi boa até a chegada da caixa só.
O livro no puro estilo scooby-doo mas, com temas atuais oscilou entre tédio, desconexão e um leve interesse, li até o fim quis abandonar mas, não fiz.
Valeu a experiência pra saber que não curto deixar que escolham livros pra mim.
comentários(0)comente



mariocarvalhoj 26/02/2019

Mistérios e aventuras
O livro é viciante, as aventuras que os jovens passam pra descobrir os mistérios são bem legais... leitura leve e prazerosa!
comentários(0)comente



Cristiane Ribeiro Cazes 20/02/2019

Muito bom esse livro. Me lembrou a infância
Adorei o livro O Caso da Mansão Deboen. Um livro infanto juvenil adulto Fantástico, cheio de aventuras tipo Scooby- doo. Só achei que o final deixou um suspense de que poderia haver uma continuacao do Clube em investigar outro crime.
comentários(0)comente



Vivi 16/02/2019

" Essas crianças enxeridas ! "
Lembraram-se de algo???? Pois é não tem como não pensar em a turma do Scoob-Doo ao ler esee livro que por várias vezes tem essas pegadas.
A diferença aqui é somente o resultado do caso. Existe sim algo muito além do que alguém fantasiado de monstro.
O livro apesar de parecer que vai dar um medinho com a promessa de terror não dá nem cócegas.
Confesso que demorou um pouco pra engatar ( ao menos comigo) mas quando percebi já estava devorando as páginas.
Tudo começa assim... na infância Andy, Kerri, Nate, Peter e o Cachorro Sean formam um Clube de detetives que ficou muito conhecido em Blyton Hills e conseguem desvendar um mistério na Mansão Deboën só que aconteceram coisas por lá que mudaram draticamente a vida de todos. Apesar do caso ter sido solucionado mesmo tendo sido por eles as respostas não os convenceram e 13 anos depois eles voltam( pelo menos alguns deles) para enfim descobrirem o mistério verdadeiro nessa mansão.
E por algumas vezes eletrizante.
Muito bom!!
comentários(0)comente



Mayara.Alves 08/02/2019

O caso da mansão deboën
Amei o livro,ele fala sobre 3 amigos (e um cachorro :3) que voltam para a cidade onde passavam o verão para resolver um caso (eles eram detetives quando crianças) q os assombra até a vida de adultos deles, la eles descobrem muitas coisas e acabam reabrindo o caso. Recomendo
comentários(0)comente



29 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2