Médico de Homens e de Almas

Médico de Homens e de Almas Taylor Caldwell




Resenhas - Médico de Homens e de Almas


72 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Dirce 25/07/2011

Três em Um
"Médico de Homens e de Almas" um livro com o qual sempre me deparava, quando eu ia a algum Sebo, aqui em minha cidade, mas que nunca me animava comprá-lo. Chegava a pegá-lo nas mãos, porém o número de páginas e minha relutância em voltar ao banco de catequese ( era o que vinha a minha mente: que era o um livro com o intuito de evangelizar) fazia com que eu o devolvesse a prateleira.
Entretanto, da última vez que fui a um Sebo, folhei o livro e o que li no prefácio me deixou atônita. Não, não foram os anos dedicados ao livro ( 46 anos) nem o número de obras pesquisadas( mais de 1000) que me causaram tamanha surpresa e fizeram com que, desta vez, eu adquirisse o livro. O que me motivou foi saber que Taylor Caldwell escreveu a primeira versão do livro quando ela contava com 12 anos de idade. Pensei: tão precoce assim deve ser, sem dúvida, uma grande escritora.
Logo nas primeiras páginas tomei ciência que Taylor era uma mestra na arte de narrar e que me seria impossível fazer uma leitura sem uma entrega de corpo e alma .
Eu classificaria esse livro como em 3 em 1. Sim, porque ele é dividido em 3 partes: a primeira traz doses de romantismo, a segunda doses da história e da política de Roma e a terceira trata da conversão de Lucano.
Na primeira parte, por meio de uma narrativa extasiante que trouxe à tona meu lado romântico - há muito adormecido- pude conhecer a história de Lucano (um grego) desde sua infância, o seu amor por Rúbria , e a grande paixão que sua mãe ( Íris) despertava nos homens .
Os 3 ( Lucano, Rúbria e Íris ) eram dotados de tamanha beleza, que tiveram sorte de não terem provocado a ira das divindades gregas(esse é um gracejo que faço, já que as divindades gregas eram citadas a todo momento, e também elas colaboraram para o meu êxtase, pois a mitologia é uma antiga paixão minha).
Lucano não foi castigado pelos deuses ou deusas enfurecidos por sua beleza, ele foi castigado por sua sensibilidade, pela compaixão que nutria pelos seus semelhantes e pela dor da perda da pessoa amada. Tornou-se um cético e um revoltado com o Deus desconhecido. Vivia em constante tormento, mas jamais deixou de ajudar aos necessitados.
Na segunda parte Lucano deixa Roma para estudar medicina. Há relatos de várias curas ( milagres?) que levou Lucano a crer em diagnósticos errados.
Lucano conhece, nesse período, pessoas que irão contribuir, mais adiante, de forma significativa na sua conversão, dentre eles, Sara e seu pai (Eleazar) que lhe confere uma missão praticamente impossível de se cumprir.
Já, a terceira parte, é dedicada a rendição de Lucano, da sua reconciliação com o Deus desconhecido e à sua peregrinação para se inteirar da vida e morte de Jesus ( já que ele não chegou a conhecê-lo).
Nessa sua busca ele encontra Maria que lhe conta sobre a infância de Jesus e sobre o sofrimento que sentiu ao saber que seu filho não lhe pertencia , mas a Ele.
O encontro de Lucano com Maria ( N. Sra) e ,quando ela dele se despede com um aceno, foi a parte do livro que mais me comoveu. Não creio em santos, mas sou muiiito devota de N.Sra e , em minhas orações, é a ela que eu busco, e acredito no que diz o Mauro( alguém muito próximo da minha família): N. Sra não pede ao Seu Filho;ela lhe ordena.
Cheguei ao final do livro meio que reconciliada com o eclesiástico, pois estou farta de presenciar promessas de curas em troca de dízimos, de contribuições( altas contribuições) passíveis de tornarem pastores e igrejas poderosos.
Hélio Rosa 13/12/2011minha estante
Adorei sua resenha, de novo: reta e sincera aos desígnios do livro, mas sem perder o estilo, o garbo de leitora experiente, que atrela sentido e dá vida útil ao que lê...


Maria Thereza 02/01/2012minha estante
É um livro divino, espetacularme escrito e, apesar do tamanho, rapido na leitura! Fantastico e envolvente!


Baluda 24/06/2012minha estante
Perfeito! Você detalhou exatamente da forma que estimula a quem está ,AINDA, EM DÚVIDAS se compra ou não o livro. Parabéns pela resenha.


Carla Cristina 09/08/2012minha estante
Adorei a sua resenha. Foi exatamente o que eu senti. Foi perfeita em tudo o que disse. Clara e objetiva, sem floreios ou enfeites!!! Parabéns!


Lidia 14/10/2012minha estante
Adorei sua resenha, acho que retrata bem tudo que senti ao ler o livro! parabéns.


Soraya 15/11/2012minha estante
Esse livro foi um marco em minha vida. Todos os dias, voltava correndo para casa, pois lia antes de dormir. Me fascinou tanto que não queria que o livro terminasse. Chorei, ri, senti muitas emoções. Realmente, ele me fez muito bem. Espero que também gostem.


Vilma Cunha 12/05/2016minha estante
Muito boa a sua resenha, acabei de ler o livro é exatamente isso...Parabéns!




Maria Luísa 27/03/2013

Lucano, médico grego, mais conhecido atualmente como São Lucas. Filho de gregos, nascido sob os domínios de Roma, Lucano é filho de Enéias, escravo liberto e funcionário de um influente militar romano. Desde a infância Lucano revela a força do seu caráter e espírito, também manifestando interesse pela ciência e medicina. Será através de Keptah, enigmático servo da casa e médico da família, que Lucano terá os primeiros contatos com o universo até então desconhecido da ciência, medicina e filosofia. A busca pelo "Deus desconhecido" torna-se presente na vida de Lucano. Um Deus tão diferente dos deuses romanos e gregos, cheios de vícios, rancores e paixões. Este Deus bondoso não é apenas Deus dos gregos ou dos judeus ou dos romanos, ele é o Deus de toda a humanidade. Lucano prosseguiu seus estudos na Alexandria e viajou muito, realizando curas e se encontrando com outros cristãos. O que Lucas descreve em seu evangelho não foi pessoalmente presenciado por ele e o relato foi colhido junto à Maria, mãe de Jesus, junto aos discípulos e também junto à testemunhas como Prisco, irmão de Lucano que era soldado romano e conta de forma emocionante os momentos da crucificação.

O livro "Médico de Homens e de Almas" é uma obra prima, rica em detalhes e fruto de uma vasta pesquisa em que a autora, Taylor Caldwel, percorreu extensas fontes durante décadas. A riqueza de detalhes torna a narrativa substanciosa e arte, história, ficção e emoção estão presentes na medida perfeita para encantar os leitores.
Monica 16/04/2013minha estante
Que bela resenha! Fiquei interessada neste livro!




spoiler visualizar
Marta Vilela 10/11/2014minha estante
Um livro rico de detalhes sobre Lucas. Muito bem escrito e com relatos emocionantes de sua existência.Recomendo!


Caique 12/07/2016minha estante
Fascinante! Fabuloso!




Mateus 02/11/2010

Médico de Homens e de Almas talvez seja um dos livros mais belos que li em toda minha vida. Profundo, intenso, e que nos leva a pensar em nossas atitudes, nossos sentimentos em relação aos outros e à nossa vida. Além de ter uma história pura e sensível, é extremamente bem escrito e bem trabalhado.

Para quem não sabe, o livro conta a história de São Lucas, ou Lucano, um dos maiores apóstolos de Jesus mas que nunca chegou a conhecê-lo. Narra seu nascimento humilde, sua infância com bons amigos e algumas tristezas, sua adolescência brilhante e a fase adulta repleta de reflexões e sentimentos. Ele foi um grande médico de sua época, além de sábio avantajado, e embora muitos pensem o contrário, houve um período em sua vida que renegava a Deus, e só com o tempo passou a amá-lo.

A leitura é intensa e cheia de detalhes, que garante uma visão exata da vida das pessoas antes do nascimento de Jesus. Para muitos pode ser um livro cansativo, mas quanto mais lemos, mais vamos conhecendo a grandiosidade da obra. Por ter lido durante minha infância, por pouco não cheguei a abandonar a leitura. Apenas por pouco... Com calma e força de vontade, consegui chegar ao fim e me encantei com o livro. Indico para pessoas maduras, pois não é uma leitura muito fácil.

Em cada linha, em cada página, e em cada detalhe do livro, percebi o quanto a autora pesquisou bem sobre o assunto para escrevê-lo. Taylor Caldwell seguiu todos os passos de Lucano desde seu nascimento, para fazer um livro realmente fiel aos fatos. E acredito que essa é a característica que mais enriquece Médico de Homens e de Almas: saber que tudo é verdadeiro, e realmente uma pessoa tão boa quando São Lucas existiu sob a face da Terra.

Quem lê com certeza nunca mais esquece tal livro. É desses que nos emocionam e que nos passam uma grande lição, que iremos guardar pelo resto de nossas vidas. E é também um livro para se ler várias e várias vezes, pois só com nosso amadurecimento e vivência poderemos perceber realmente a riqueza que se encontra em Médico de Homens e de Almas.
Ricardo.Ribeiro 11/07/2017minha estante
NÃO PESQUISOU.Taylor não pesquisou.Ela era médium e apenas anotava,como fazia Chico Xavier.Tanto que ela mesma não acreditava em certos assuntos que escrevia.A reencarnação é um deles.O Evangelho de Lucas foi um pedido de Paulo,que estava sem condições de escrever.O médico então entrevista Maria,mãe de Jesu(e não mãe de Deus!).Li há muitos anos,mais de 20,e concordo em que ele é um dos melhores livros que existe(Ricardo Ribeiro).




Duda 15/01/2013

Um dos melhores livros que já li! A história é linda e me emocionou muitas vezes. É um exemplo de fé que vai além de religiões. Recomendo muito a leitura.
comentários(0)comente



Mariana Cardoso 28/04/2010

A questão é: como expressar em uma resenha a sensação de ler uma obra tão fantástica...
Demorei cinco meses lendo esse livro. Talvez porque ele seja tão complexo.
Nunca li nada igual, até porque nunca serei capaz de ler todos os livros do mundo.
A vida de Lucano é de fazer qualquer um se apaixonar. Todo seu inicial ódio e logo toda sua fé ao Deus Desconhecido formam uma narrativa bem construída e totalmente emocionante.
Mas Médico de Homens e de Almas... É especial.
Maravilhoso, emocionante, único, sublime.
comentários(0)comente



G. Turquia 02/01/2014

O Evangelho do Gentio
Eu quase nunca escrevo uma resenha sobre um livro, e quando o faço, é apenas quando este tem poucas críticas no site , a fim de ajudar aqueles que desejam le-lo também. Mas agora eu vou quebrar minha regra, e acrescentar meu pequeno elogio a esse grande livro.

Para mim, há certas leituras que são orações. Como este. Contar a história de um discípulo que sempre achei interessantíssimo (tal como achava a autora, que já partiu desta vida) me mostrou um pouco mais a beleza do Cristianismo. Lucano(apelido carinhoso:Lucas), "cristão desde o nascimento de Jesus", como disse para Herodes,já criança era tímido, belo, desejando Deus e mostrando traços de uma incrível erudição(reconheço-me um pouco com ele, aí).Porém, ao perder uma mulher muito amada, olha em volta e percebe então que o mundo é vil, ruim, nojento e sofredor, achando impossível amar um Deus que só dá maldade para o homem. Surge a revolta, e seu desejo por ser médico e livrar a humanidade de seu "Inimigo" torna-se como obsessão. Porém, dia após dia, percebe o vazio existencial destruidor e agonizante que todos sem Deus tem ("MEU CORAÇÃO É PARA TI, E ESTÁ IRREQUIETO ENQUANTO EM TI NÃO REPOUSAR") , numa reviravolta, reconquista seu amor pelo Deus Desconhecido, que parece ter-se feito conhecido como um de nós na pequena Israel, dominada pelo Império Romano, Parte ele para lá, fazer uma pesquisa sobre tal Homem.

Dividido em três partes: a primeira, falando de seus primeiros anos, liga-nos ao jovem; a segunda, mostra a situação histórico-política do mundo na época pelos olhos de São Lucas; e a terceira, seu processo de conversão (ou no seu caso, re-conversão).

O climax, do livro, creio que todos concordarão dá-se em suas últimas 40 páginas, quando ele se encontra com a Virgem Maria. Aí, não sei se todos sentiram isso ou se é minha imaginação de católico romano passando por uma catarse, eu simplesmente sentia-me lá, ouvindo, emocionando-me, contemplando o rosto misterioso, amoroso de Maria, e experimentando (só que menos misticamente) aquilo que o narrador falava, que Lucas realmente via em sua alma, como se presenciasse, tudo aquilo que lhe falavam. não dá pra ficar imaginando, por alguns momentos, como foi o aceno final da Virgem para ele.

Enfim, muito bem escrito, com toda uma técnica literária e uma paixão por parte de Taylor Caldwell serve para todos que querem entender um pouco melhor a formação da religião cristã, aprender sobre essa grande pessoa que ajudou a espalha-la, aumentar sua cultura e, principalmente(quem sabe), com a alma, enxergar o próprio Deus na vida de tal homem, como eu consegui.
comentários(0)comente



Gilbamar 16/10/2010

VIDA DO APÓSTOLO LUCAS
O que estimula alguém a despender exatos cinquenta anos pesquisando, elaborando e escrevendo um romance biográfico de uma das figuras mais marcantes da história da cristandade, e que, além desse inusitado período de paciência e dedicação também leu cerca de mil livros(isso mesmo,1000 livros) com o mesmo objetivo? Certamente o amor pela arte literária, ou provavelmente o desejo de legar à posteridade uma fascinante obra sobre a figura humana especial que foi o personagem principal do livro. O mais importante é que todo esse esforço valeu a pena e foi compensado pelo vigor da obra prima resultante de tanto trabalho e tempo, que tem encantado milhões de leitores por todo o mundo. Médico de Homens e de Almas, pelo esplendor de seu brilho literário e pela expressividade do tema tratado, é dessa espécie de clássico escrito com a força da alma e o impulso do coração, e proporciona uma grande lição de talento e erudição ímpares.

A escritora anglo-americana Taylor Caldwell reconstituiu de forma precisa os passos de Lucas desde o nascimento e traça seu completo perfil ao longo do volumoso e agradável trabalho, primeiramente apresentando-o como homem comum e médico altruísta voltado aos interesses da saúde de seus pacientes, depois como um dos doze apóstolos escolhidos por Jesus Cristo e autor de um dos quatro evangelhos da Bíblia. Mestre na arte de narrar, ela nos Brinda descrevendo preciosos momentos de emoção que nos levam a suspirar, deslumbra-nos com milagres divinos através de Lucas e nos conduz, brilhante, através dos caminhos e rotas seguidos por ele durante sua existência terrena.

Médico de Homens e de Almas é dessa espécie de livro especial que nos encanta tanto pela qualidade e beleza estilística evidentes, que o tornam diamante raro no universo das letras, quanto pela vida singular do biografado. É para ser lido e manuseado com os olhos do coração e a alma propensa às descobertas espirituais que vão se delineando paulatinamente. Se, arrebatado pela força das emoções que o magistral relato deixa transparecer, o leitor sentir lágrimas descendo nas faces, não deve ser motivo de ansiedade ou timidez, prossiga lendo, vá adiante e conclua a leitura de um dos livros mais bem escritos, criativos e inteligentes da literatura mundial.

Gilbamar de Oliveira Bezerra
comentários(0)comente

Dirce 25/07/2011minha estante
Oi Gilbamar.
Excelente resenha essa sua. Se eu a tivesse lido antes de fazer a leitura do livro, com certeza, ela me serviria de incentivo.
Parabéns!
Tenha uma ótima semana.




Andréa 06/03/2011

Um livro que alcança a alma
Simplesmente um livro difícl de se comentar. "Médico de Homens e de Almas" narra a vida do Evangelista Lucas, único dentre os 4 evangelistas não Judeu, era um médico grego com forte ligação a homens poderosos de Roma. Após 46 anos de intensas pesquisas, a autora finalmente finalizou esse, que longe de ser apenas mais um livro "catequizador" ou "fanático", mostra que Lucas foi por muito tempo um questionador de Deus e que apesar de ser contemporâneo de Jesus, nunca esteve com ele pessoalmente. Seu evangelho foi escrito baseado no que ouviu daqueles que conheceram e conviveram com Cristo, inclusive Maria. Por alguns momentos o livro se torna descritivo em excesso, como a permanencia de Lucas em Roma, o que me desprendeu um pouco da narrativa. Mas o resultado final é uma ótima oportunidade de ver a história de Cristo pelos olhos de um médico descrente nos homens e em Deus, a quem perseguia e questionava por não aceitar o sofrimento de inocentes. Em muitas vezes chorei ao ler trechos sobre os milagres de Jesus descritos a Lucas por pessoas simples e mesmo por soldados romanos convertidos. Sem didatismos ou exageros, Médico de Homens e de Almas é um instrumentos de conhecimento não só sobre Jesus, mas também sobre os homens que vivenciaram àquele tempo e nos faz pensar o que realmente aplicamos em nossa vida dos ensinamentos que Jesus nos deixou.
comentários(0)comente



Clara Mítia 21/11/2012

Médico de Homens e de Almas
Sem dúvida alguma, esse foi o livro mais sensacional da minha vida. Durante a leitura parecia sentir os gostos, os aromas e ver as paisagens descritas pela autora Taylor Caldwell. O que dizer sobre o médico grego que buscava o Deus Desconhecido, a razão de sua vida, e ao deparar-se com Ele em Jesus, colocou-se interiamente a serviço Daquele veio salvar o mundo? Digo apenas que passei a amar Lucano (nome grego) ou São Lucas, como o conhecemos pela autoria de um dos 4 evangelhos. Não tenha medo de buscar a Deus como fez esse Médico de Homens e de Almas. Embarque nessa viagem e boa leitura!
Taninha 28/11/2012minha estante
Verdade, Clara!

É o tipo de livro que consegue nos deixar com vontade de sermos pessoas melhores.
Tudo nele é lindo e extremamente sensível. Um dos melhores livros que já li....


Clara Mítia 30/11/2013minha estante
Obrigada Taninha!




Juliana Molina 28/05/2009

Apaixonante!
Um dos melhores livros que eu já li! Lucano ou Lucas é um personagem contagiante! Impossível parar de ler!
comentários(0)comente



Wilton 17/11/2015

Viagem maravilhosa
MÉDICO DE HOMENS E DE ALMAS é uma viagem pelos lugares onde Cristo viveu e pregou. A autora faz descrições minuciosas das paisagens, dos governos, das crenças e dos povos das localidades bíblicas. Ela não se preocupa apenas com o aspecto religioso do livro. Envolve-se na política da época, fazendo uma análise comportamental tanto do povo romano como dos dirigentes do vasto Império. Taylor Caldwell entra no terreno político e especula sobre o futuro de Roma, prevendo a sua decadência e extinção. A escritora compara a religião grega com a romana e com a cristã. A linguagem da autora é simples e objetiva, apesar de, às vezes, empregar descrições muito extensas. O livro deve ser lido não só por cristãos, mas por todos aqueles que pretendam ler um livro sério e bem escrito.
comentários(0)comente



jo 27/08/2012

IMPACTANTE!!!
Fiquei dois anos com esse livro na estante e de repente resolvi começar a leitura e me apaixonei desde a primeira página.
Com uma riqueza de detalhes,Taylor Caldwell vai desenvolvendo a história da vida de Lucano e não tem como não se envolver com a narrativa.
Mesmo quando eu tinha que interromper a leitura para dormir,a história me acompanhava e eu já acordava pensando no próximo capítulo.
Imperdível para quem está procurando uma boa leitura.
Lourilúcio 12/09/2012minha estante
Que bacana saber que outras pessoas viveram as mesmas sensações com essa fantástica obra, recomendo a todos!




Natalie 09/07/2016

Médico de Homens e de Almas fala sobre a vida de São Lucas desde a infância até o momento em que ele começou a escrever seu Evangelho. A autora afirma na introdução que o livro demorou 46 anos para ser concluído, o que é bastante compreensível, pois a riqueza de detalhes não só da vida do personagem central como também do ambiente em que ele estava é tremenda. A narrativa corre muito fácil e em nenhum ponto do texto causa tédio.

A obra é dividida em três partes: a primeira fala da infância de Lucano, observando bem seus familiares e os acontecimentos decisivos da sua revolta para com Deus; a segunda se passa basicamente em Alexandria, local onde se fez médico; e, por fim, a terceira parte, mais longa e mais bela do que as anteriores, a qual mostra a conversão paulatina do evangelista que nunca conheceu pessoalmente o Messias, mas que teve como missão escrever sobre Sua vida e espalhar a Boa Nova aos gentios.

Taylor retrata os fatos fazendo uma pintura da cena e incluindo os odores, citando nomes e apresentando feições. Talvez o único tópico que me incomodou um pouco foi a construção de estereótipos das civilizações. Os gregos eram sempre contemplativos, os romanos materialistas e os judeus, necessariamente piedosos. Parece que as exceções foram deixadas de lado.

Não posso deixar de mencionar que o trecho mais encantador é a releitura do Magnificat e somente por existir aqueles parágrafos tudo o mais que houvesse de ruim (o que não é o caso) seria sumariamente perdoado. Também gostei muito da descrição de São João Evangelista, de fé em chamas, um furacão em pessoa afirmando ter visto o fim dos tempos, anunciando a volta do Salvador e prometendo registrar tudo isso e levar mensagens sobre a necessidade de fazer conhecer a pessoa de Cristo em todos os lugares da Terra. Nunca tinha visto uma forma tão poética de recontar a História Sagrada, tão cheia de nuances doces e alguns pontos duros.

Naveguei com Lucano pela Síria, Grécia, Roma, Alexandria, Jerusalém, Belém e Nazaré numa viagem emocionante e inesquecível. Ótimo livro.
Albert 14/07/2016minha estante
Excelente resenha Natalie. Tinha visto este livro numa livraria, mas não me chamou a atenção, mas com a sua lúcida resenha mudei de opinião. Breve esta obra estará na minha estante.


Ricardo.Ribeiro 11/07/2017minha estante
SEM REGISTROS.Talvez muitos aqui não entendam bem o assunto,devido ao preconceito e ao próprio desinteresse que ele causa nas pessoas em geral.A anglo-americana Taylor Caldwel era médium e recebeu o livro,como os outros,sob inspiração.Geralmente,nesses casos,a publicação demora porque o autor ou autora,na esfera material,não acredita ou duvida do que ele (a) próprio (a)escreve.E fica pesquisando,conforme o caso,para não cair no ridículo,publicando inverdades etc.Tenho uma sugestão para pessoas sem preconceito:"Memórias de um Suicida",obra mediúnica ditada pelo espírito português Camilo Castelo Branco,sobre o que ele,ateu,encontrou depois de cometer suicídio.E o livro é ainda melhor do que "Médico de Homens e de Almas"-um verdadeiro curso de Teologia,sem o fanatismo religioso da "letra que mata".A psicógrafa brasileira do escritor português,Yvone Pereira, também engavetou "Memórias",com receio de cair no ridículo,e só providenciou a publicação dezenas de anos depois de tê-lo recebido mediunicamente.Além do preconceito,essa obra fascinante pode suscitar no pretenso leitor o mesmo tédio de "Médico",para alguns: a gordura de páginas (Ricardo Ribeiro.Deus conosco.).




Adrya_Daewen 21/08/2010

Interessante...
Para quem gosta de ler sobre Cristo, sem toda aquela moral piegas das obras religiosas, recomendo que leia Caldwell. Muito bem contada a história de Lucas.
comentários(0)comente



72 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5